Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Conselho Empresarial do Brics quer ampliar negócios e cooperação econômica

“A presidenta Dilma Rousseff destacou hoje (27) em Durban, na África do Sul, a importância da criação do conselho empresarial do Brics (bloco formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul). Segundo ela, o conselho “complementa os esforços” dos empresários nas principais áreas de atuação dos países que integram o grupo – infraestrutura, agricultura, ciência e tecnologia. Dilma lembrou que o Brics enfrentou a crise econômica internacional mostrando sua capacidade de reação.

“Resistimos à crise global mostrando [nossa] a capacidade de crescimento econômico”, ressaltou a presidenta, na abertura da 5ª Cúpula do Brics, em Durban, reiterando que os números mostram os avanços conquistados pelos cinco países que formam o Brics e a confiança que o conselho promoverá com a ampliação e a aceleração da integração entre eles. A cúpula reúne, além de Dilma, os presidentes Jacob Zuma (África do Sul), o anfitrião, Vladimir Putin (Rússia) e Xi Jinping (China), além do primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh. Os líderes participam dos debates denominados Brics e África: Parceria para o Desenvolvimento, a Integração e Industrialização.”

(Agência Brasil)

Ministério da Integração Nacional quer levar sede do DNOCS para Brasília

274 2

seedncos

“O Ministério da Integração Nacional apresentará hoje uma proposta de transferência da sede do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) de Fortaleza para Brasília. A sugestão será levada pelo secretário executivo do Ministério, Alexandre Navarro, à bancada do Nordeste da Câmara dos Deputados, que possivelmente reagirá à mudança. A informação foi confirmada na noite de ontem pela assessoria de imprensa da pasta.

A proposta de retirar o Dnocs do Ceará e levá-lo para mais perto das rédeas do Governo Federal tem forte simbologia política e reflete o enfraquecimento do órgão, que tem sido atingido por frequentes denúncias de corrupção e de ineficiência administrativa. No ano passado, o então diretor-geral Elias Fernandes chegou a pedir demissão depois que a Controladoria Geral da União (CGU) apontou suposto favorecimento ao Rio Grande do Norte, estado natal de Fernandes.

A possível transferência da sede é apenas um dos pontos de um plano de reestruturação do Dnocs, desenhado pelo Ministério da Integração. O documento também sugere que o Departamento deixe de ser uma autarquia para se transformar em empresa pública. Na prática, isso daria ao Dnocs dinâmica comercial e mais autonomia administrativa.”

(O POVO)

Fórum Social Mundial inicia discussões nesta 4ª feira naTunísia

98 1

“As atividades do 13º Fórum Social Mundial começam hoje (27) na capital da Tunísia. Nesta edição, são esperados 70 mil participantes, integrantes de movimentos sociais, sindicatos e associações de todo o mundo. Os debates vão até o dia 30 de março, quando será elaborada a carta de encerramento. O fórum foi oficialmente aberto nessa terça-feira (26) com uma marcha no centro de Túnis. Nos próximos dias de evento, a organização estima 1.500 atividades, desde palestras a mesas-redondas. Para a manhã de hoje, estão previstas uma mensagem da organização do evento e dois debates sobre tecnologia, educação e ciência.

Entre as personalidades que devem participar do fórum estão o ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, e o cofundador do fórum, Francisco Whitaker. O Fórum Social Mundial surgiu em Porto Alegre em 2000, com a intenção de ser um contraponto às discussões do Fórum Econômico Mundial, que ocorre em Davos, na Suíça.

Depois de três edições na capital gaúcha, o evento passou pela Índia, Venezuela, pelo Quênia, Mali, Paquistão, Senegal e por Belém, no Pará. Em Túnis, a grande expectativa é que a Primavera Árabe seja um dos focos. A Tunísia foi o primeiro país a iniciar movimentos populares para a derrubada de regimes ditatoriais na região. Esses movimentos se espalharam para o Egito e a Síria e completam dois anos em 2013.”

(Agência Brasil)

Show do Paul McCartney – Venda de ingressos começa no dia 2 de abril

Paul McCartney Performs At The Joint At The Hard Rock

“O site do cantor Paul McCartney divulgou as datas de venda de ingressos para os shows da turnê ‘Out There’, que passará por três capitais brasileiras, entre elas, Fortaleza. Segundo informações do site, a passagem de Paul pela capital cearense será mesmo no dia 9 de maio, uma quinta-feira, na Arena Castelão.

Os ingressos para a apresentação em Fortaleza serão vendidos em três etapas: pré-venda pelo site do ex-Beatle, a partir das 10 horas de 2 de abril até 5 de abril; a partir do dia 6, pelos sites ingresso.com e bilheteriavirtual.com.br, e, no mesmo dia, mas a partir das 10 horas, em estabelecimentos credenciados. Para garantir acesso ao show ainda na pré-venda, os fãs devem se cadastrar no site oficial de Paul McCartney até as 7 horas do dia 2 de abril. Os locais para comercialização dos ingressos em Fortaleza ainda não foram divulgados.

PREÇOS

Conforme a assessoria da Arte Produções, o preço deve variar entre R$ 90,00 e R$ 600,00 considerando os diferentes setores do local do show.”

(O POVO)

Barbosa nega mais prazo para apresentação de recursos de réus do mensalão

72 1

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, negou os pedidos dos advogados do ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, e do empresário Ramon Hollerbach, para que os prazos de apresentação de recursos contra a decisão da Ação Penal 470, o processo do mensalão, fosse ampliado.

Condenado a dez anos e dez meses de prisão por formação de quadrilha e corrupção ativa, Dirceu pediu ao STF que os votos escritos dos ministros no julgamento da ação penal fossem divulgados antes da publicação do acórdão. Na prática, o pedido de Dirceu, se aceito, resultaria na ampliação da data limite para a defesa recorrer da sentença, já que o prazo para a apresentação de recursos começa a contar a partir da publicação do acórdão, que tardaria mais a ser divulgado, caso a íntegra dos votos dos ministros tivesse que ser divulgada antes.

Os advogados de Hollerbach queriam a mesma coisa, pedindo a prorrogação por 30 dias da data limite para a apresentação de embargos de declaração. Ex-sócio do publicitário Marcos Valério, Hollerbach foi condenado a mais de 29 anos de prisão por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, evasão de divisas e peculato (desvio e roubo de dinheiro público).

O embargo de declaração é um recurso rotineiro, apresentado ao juiz ou tribunal que emitiu uma sentença sobre a qual restam dúvidas, por qualquer uma das partes interessadas no processo. Normalmente, esclarecidas as dúvidas pontuais, a decisão judicial é mantida em sua essência e, se necessário, pequenos ajustes são feitos, esclarecendo os pontos obscuros.

Os advogados de Dirceu justificavam a necessidade de divulgação prévia dos votos com base na “complexidade da presente ação penal” e da “exiguidade do prazo” para a apresentação de embargos de declaração. Ao indeferir o pedido de Dirceu, o presidente do STF apontou que “os votos proferidos durante o julgamento da AP 470 foram amplamente divulgados, tendo sido inclusive transmitidos pela TV Justiça”.

(Agência Brasil)

Plenário analisa projeto que facilita punição a crimes contra idoso

67 1

O Plenário analisa o Projeto de Lei 6240/05, da deputada Sandra Rosado (PSB-RN), que muda o Estatuto do Idoso para evitar que crimes contra o idoso com pena máxima de até dois anos sejam beneficiados por medidas alternativas.

A proposta altera o artigo 94 do Estatuto do Idoso, estabelecendo que devem ser adotados nesses casos o procedimento sumaríssimo da Lei nº 9.099, não se admitindo a utilização dos institutos despenalizadores.

Na justificativa a autora afirmou que a proposta tem o intuito de “corrigir algumas controvérsias que estão ocorrendo em relação ao conteúdo do artigo 94”.

(com agências)

Eduardo Campos pedirá a Dilma em Fortaleza anistia para débitos da agricultura familiar

eduardocampos

“O governador de Pernambuco e provável candidato à Presidência da República, Eduardo Campos, do PSB, deverá pedir à presidente Dilma Rousseff (PT) anistia dos débitos adquiridos pela a agricultura familiar. A presidente tem encontro na próxima terça-feira (2), em Fortaleza, com governadores de estados que estão sofrendo as consequências da maior seca dos últimos 50 anos. Ele analisa que o crédito dado pelo governo federal através do Seguro Safra para a agricultura familiar não é o suficiente para solucionar os problemas que a seca causou às famílias. Com base em pesquisas do governo do estado e no diálogo com o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Pernambuco (Fetape), Campos avalia que a situação é de “emprobecimento duro”, com famílias perdendo tudo o que acumularam nos últimos anos.

“Como é que vai reconstruir isso? Uma das pontes importantes que foi tratada ali é que vai ter que ‘limpar’ a vida dessa agricultura familiar. Tem que ‘apagar’ o que eles têm de débito. Porque o que é que eles vão fazer agora? Como é que eles vão reconstruir [sua vida] e pagar? Tem que ir pra um seguro, como eles têm. [Mas] o Seguro Safra só não adianta.”

“Tem que botar no seguro o débito mesmo, se não fica incompátivel emprestar um dinheiro a uma pessoa que tomou emprestado duas safras e perdeu as duas safras. O seguro precisa ter uma grande anistia para a agricultura familiar.”

“É uma situação de emergência. Quando há uma enchente, as regras de emergências se aplicam. [Então] a emergencia também deve se aplicar na estiagem, porque ela se prolonga, muitas vezes, por dois anos.” Para ele, a anistia é o melhor caminho para que os pequenos agricultores recuperem suas posses e, tanto Pernambuco como o Brasil, rumem à recomposição da economia.”

(JC Online)

PSC mantém apoio a pastor Marco Feliciano

67 2

“Apesar da pressão de movimentos socais pedindo a renúncia do deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, o PSC manteve o apoio ao parlamentar acusado de homofobia e racismo. Em nota, o pastor Everaldo Pereira disse que se for preciso convocará “100, 200, 300, 500 ou mais manifestantes” para defender Marco Feliciano. Na nota, o partido cobrou solidariedade do PT e do governo Dilma Rousseff, já que o PSC faz parte da base do governo.

“Respeitosamente, quero pedir que as lideranças dos partidos nesta Casa respeitem a indicação do PSC e peçam a seus militantes que protestem de maneira respeitosa. Não fazemos ameaças, mas se fosse preciso convocar 100, 200, 300, 500 ou mais militantes que pensam como nós, também convocaríamos, mas o PSC é pela paz e harmonia. Queremos o entendimento”, diz trecho da nota do PSC lida pelo pastor Everaldo Pereira depois da reunião da bancada do partido na Câmara.

No documento, o partido faz referência a condenação de petistas na Ação Penal 470, o chamado mensalão, e acrescenta que Marco Feliciano é um deputado ficha limpa. “Se ele tivesse sido condenado pelo Supremo [Tribunal Federal] nem indicado seria. Feliciano é um deputado ficha limpa, tendo, então, todas as prerrogativas para estar na presidência da Comissão de Direitos Humanos”, pontuou o PSC.

O partido lembrou o apoio dado ao ex-presidente Lula e à presidenta Dilma Rousseff. “Apoiamos o seu governo [Lula] e estivemos juntos na reeleição, em 2006. Veio 2010 e o PSC apoiou Dilma”, lembrou o partido. O vice-presidente do PSC fez referência à indicação da ministra da Secretaria de Política para as Mulheres, Eleonora Menicucci, que o partido rejeitou.”

(Agência Brasil)

150 crianças em clima de "Reino Gelado"

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ucxxLoCCA_U[/youtube]

A Saga Automóveis levará 150 alunos da Escola Municipal Cláudio Martins, situada no bairro Demócrito Rocha, para assistir, a partir das 9h30min desta quarta-feira, no Cine do Iguatemi, ao filme “Reino Gelado”.

A película, que será exibida em 3D, conta a história de duas crianças que enfrentarão uma entidade má que transformou o país delas em terra do gelo.

Essa atividade faz parte do programa Apadrinhamento que a Saga tem com algumas escolas municipais.

Índice de Desemprego na Região Metropolitana de Fortaleza sai nesta 4ª feira

A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) vai divulgar, às 9 horas desta quarta-feira, por meio do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), SINE/CE, Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) e Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE), a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) realizada nas regiões metropolitanas de Fortaleza, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador, São Paulo e no Distrito Federal.

Serão divulgados os dados relacionados ao mês de fevereiro.

IPECE credita aumento da criminalidade a tráfico de drogas e letargia do Judiciário

1138 2

Com o título “Criminalidade no Ceará”, eis artigo dos professores Flávio Ataliba, presidente do Instituto de Pesquisas e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE), e Vitor Hugo de Oliveira, analista de Políticas Públicas do IPECE. Depois do secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Estado, coronel Francisco Bezerra, creditar culpa à gestão Luizianne Lins pelo aumento da criminalidade, eis que técnicos do IPECE preferem explicar que o aumento do tráfico de drogas – negócio que virou rentável, e a letargia do Judiciário em punir, por exemplo, devem ser levados em conta nesse cenário de violência. Confira:

A criminalidade é um fenômeno estudado por diferentes áreas das ciências sociais, sendo influenciada por fatores demográficos (densidade populacional, juventude, grau de urbanização), sociais (estrutura familiar, educação), econômicos (renda, pobreza, desigualdade) e relacionados às políticas públicas (gastos em segurança, serviços públicos, sistema legal, etc). De uma forma geral, os fatores demográficos, econômicos e sociais estabelecem as condições estruturais de uma sociedade violenta enquanto que a eficácia da polícia e do sistema judiciário são determinantes para inibir sua proliferação.

Embora ilegal, a atividade criminal pode ser entendida como uma atividade econômica. A decisão de cometer um crime ocorre se o benefício esperado for superior ao custo. O benefício líquido leva em consideração a satisfação do indivíduo proveniente do retorno obtido do crime descontado da potencial insatisfação gerada pela punição prevista em lei.

Nesse contexto, o Gráfico 1 apresenta uma estatística de criminalidade no Brasil. A partir do DATASUS (disponível até 2010) é mostrada a evolução da proporção de óbitos entre jovens por arma de fogo para o país comparativamente ao Nordeste e Ceará na década de 2000. Percebe-se claramente uma tendência crescente nesse período com destaque a forte expansão verificada no Nordeste e Ceará a partir de 2003, colocando esse indicador em outro patamar.

Ademais, sabe-se que parte expressiva desses óbitos ocorreu em Fortaleza. O motivo do salto nesse período precisam ser melhor entendido, mas certamente o rápido crescimento do tráfico de drogas no Estado nesse período é uma variável importante a ser considerada, especialmente o crack.

Entretanto, o que chama a atenção nessas informações é que a expansão inicial passa a se acelerar nos anos seguintes, talvez motivada por um componente inercial, aos moldes do conhecemos no passado como a inflação inercial. Neste caso, essa inercia criminal estaria relacionada à reincidência de delitos, em parte devido a dificuldade que o sistema judiciário possui, a partir do arcabouço legal, em punir de forma célere o criminoso assim como todos os desafios existentes na sua recuperação para a sociedade. Por outro lado, o retorno cada vez maior obtido na atividade criminal vis-à-vis a atividade legal, acaba por incentivar a sua permanência na atividade ilegal. Um indivíduo ao se engajar nessa atividade acaba se especializando nesse segmento, elevando assim o retorno de suas tarefas, aumentando portanto o custo de oportunidade de se dedicar a atividade legal. Sendo assim, há um conjunto de elementos que acabam colaborando para que o indivíduo cada vez mais se engaje no mundo do crime. Esse efeito acaba se acumulando ano após ano, dificultando cada vez mais a atividade repressora.

 

grafico 

Em Fortaleza, esse problema é potencializado a medida que a cidade teve um dos maiores aumentos no país da população jovem em relação a sua população total, o que naturalmente reforça os indicadores nessa área. Ou seja, a própria dinâmica da população na capital cearense contribui para o aumento dos indicadores na cidade relativa a outras capitais. Ademais, entre as cidades mais populosas do país Fortaleza tem a mais alta informalidade além de apresentar também o mais baixo rendimento formal. É evidente que esses elementos não são as causas principais do problema, mas tomados em conjunto contribuem para seu aprofundamento.

Apesar do esforço crescente do Governo do Estado nos últimos anos em oferecer uma segurança pública digna para sua população, parece não ter sido ainda suficiente para atenuar os indicadores. Na verdade, muitas questões que contribuem para o agravamento do problema, estão além de sua esfera de atuação. Nesse sentido, a estratégia adequada seria de alguma forma quebrar a inércia existente, o que para tanto seria necessária se estabelecer uma conjunção de esforços conjuntos no Ceará entre as prefeituras, Governo do Estado, Poder Judiciário e Legislativo e Órgãos Federais, na forma talvez de um pacto, em enfrentar essas questões nas suas diversas dimensões.

* Flávio Ataliba e

Vitor Hugo de Oliveira. 

Leônidas Cristino fala da MP dos Portos e evita comentar Izolda Cela no páreo da sucessão

66 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=f1aWmvEA_iU[/youtube]

O secretário nacional dos Portos, Leônidas Cristino, prevê que o processo de votação da MP dos Portos fique concluído até maio.  Leônidas comemora acordo firmado com os trabalhadores portuários e espera agora estreitar conversa com parlamentares para que a aprovação não sofre maiores atrasos.

Para não esquecer: Leônidas cristino diz que se sente honrado em ter nome lembrado para disputar o Governo, mas avisa; só a partir de maio de 2014 é que conversará sobre o assunto.

Leônidas Cristno não quis tecer maiores comentários a respeito da possibilidade da secretária estadual da Educação, Izolda Cela, entrar no páreo para o Governo.

Confiança da indústria na economia registra queda em março

“O Índice de Confiança da Indústria (ICI), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas, caiu 1,5% em março, ao passar de 106,6 pontos (em fevereiro) para 105. O indicador que classifica a percepção da indústria de transformação sobre a economia mostra que esse foi o pior nível desde setembro do ano passado. No trimestre terminado em março, a sondagem com 1.212 empresas mostrou desalento do setor em relação ao presente. O Índice da Situação Atual (ISA) teve redução de 1,4% com 104,2 pontos. Já na projeção para os próximos três meses, embora o Índice de Expectativas (IE) tenha caído 1,6% com 105,9 pontos, o nível está acima da média histórica (103,2 pontos), revelando que os empresários acreditam em melhora.

Para 21,6% dos consultados, a situação atual é boa ante 24,6% que tinham essa mesma avaliação em fevereiro. Entre os que classificam como fraca houve um aumento de 10,3% para 15,2%. Na apuração sobre a produção para os três meses seguintes, 36,5% responderam que acreditam em aumento, mantendo-se estável. Em sentido oposto, a proporção do que esperam uma queda nas atividades aumentou de 4,7% para 8,4%. O levantamento mostra ainda que o Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) ficou estável em 84,1%.”

(Agência Brasil)

Orçamento 2014 – Há articulações para que parte do cronograma seja impositivo

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=YgroMNl8YVE[/youtube]

As discussões com o objetivo de normatizar o Orçamento 2014 já começam nesta terça-feira, em Brasília. A informação é do deputado federal tucano Raimundo Gomes de Matos.

O objetivo é fazer com que parte desse orçamento seja impositivo. Ou seja, que a verba tenha mesmo que ser liberada sem tanta burocracia principalmente na hora de problemas gritantes como a estiagem que atinge o Nordeste.

Fortaleza será sede do XVII Seminário Espírita do Ceará

“A Felicidade é contagiosa: análise espírita e científica”. Eis o tema principal do XVI Seminário Espírita que ocorrerá em Fortaleza no próximo dia 7, no Hotel Oásis Atlântico. A realização é do Instituto de Cultura Espírita do Ceará (ICE) e abordará também questões como “Os alicerces da felicidade”, entre outros.

Serão conferencistas Francisco Cajazeiras (CE), Eulália Bueno (SP) e Pedro Camilo (BA), numa programação que também terá parte artística com a participação do Grupo Arte e Verdade Espírita apresenta, que apresentará a peça  “Esperando Godot”, do irlandês Samuel Beckett (1906 – 1989). O seminário é um evento aberto ao público em geral, não se restringindo aos espíritas.

SOBRE CONFERENCISTAS

Francisco Cajazeiras: Médico, professor de Neuroanatomia no curso de Medicina da Universidade de Fortaleza. Presidente do Instituto de Cultura Espírita do Ceará e da Associação Médica Espírita do Ceará. É orador e escritor espírita. Tem 11 livros publicados, entre eles “Bioética: Uma Contribuição Espírita”, “Existe Vida… Depois do Casamento?” e “Depressão, Doença da Alma”.

Eulália Bueno: Oradora e escritora espírita, nasceu em Espinho, Portugal. Veio para o Brasil ainda criança. Em 1979, iniciou atividades doutrinárias e assistenciais, no Lar Espírita Beneficente “Anjo da Guarda”. Em 1994, fundou o Lar Espírita Caminho do Cristo, também na cidade de Santos. É conhecida médium, oradora e escritora. Da bibliografia mediúnica são três os livros psicografados por Eulália Bueno, entre eles “A Conquista da Felicidade” e “Superando a Ansiedade”. A eles se somam mais dois livros infantis de sua própria lavra.

Pedro Camilo de Figueirêdo Neto: Advogado, escritor, presidente do Núcleo Espírita Teles de Menezes, de Salvador-BA, onde nasceu e reside, é espírita desde os 13 anos de idade. Palestrante conhecido na Bahia e com atuação também na área mediúnica, possui 5 livros publicados, sendo três deles focalizando a notável personalidade da médium Yvonne do Amaral Pereira. O último livro publicado foi “Mediunidade – para entender e refletir”.

SERVIÇO

Mais informações: 3243.7735 e 3283.6232 ou pelo site www.ice-ceara.org.br.

Hotel Oásis Atlântico Fortaleza: Avenida Beira-Mar, 2500 – Meireles (em frente à feira do Náutico)

Investimento: R$ 20,00.

Que o Papa Francisco faça a reabilitação do Padre Cícero, o santo do povo

padrecicero

Com o título “O Papa Francisco e o Padre Cícero“, eis artigo de Annette Dumoulin, Coordenadora da pastoral Diocesana de Romaria (Crato) e doutora em Psicologia da Religião. Ela é defensora da reabilitação do religioso que, no Nordeste, é querido pelo povo e tratado como santo. 

Não sou profeta! Mas quem sabe se uma retrospectiva dos acontecimentos nos ajuda a prever o futuro! 2001: Dom Newton de Holanda Gurgel, bispo de Crato, recebe uma carta do Núncio Apostólico, via CNBB. O cardeal Ratzinger, prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, deseja consultar sobre o interesse em se reabrirem os arquivos sobre o padre Cícero. Dom Newton responde pela afirmativa, confiando ao seu sucessor esta missão.

2005: Falecimento do papa João Paulo II, eleição do cardeal Ratzinger: Bento XVI.

2006: Após cinco anos de estudos dos arquivos, dom Fernando Panico, bispo de Crato, apresenta ao cardeal Levada, novo prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, a petição em favor da “reabilitação canônica de Padre Cícero Romão Batista”, apoiada por um abaixo-assinado de 264 bispos brasileiros. Até hoje, nenhuma resposta de Roma: apenas o anúncio que os documentos enviados estão com os peritos. E se estivessem ocupados ao estudo de outros assuntos mais urgentes?

2013: O papa Bento XVI renuncia. O argentino Jorge Bergoglio é eleito papa.

Mas quem é ele? O mundo observa, comenta, deduz… Observo alguns fatos. O primeiro: “Como eu queria uma Igreja pobre, para os pobres!”, declara o papa Francisco, no encontro com jornalistas, no dia 16. E confidencia: “Durante a eleição, estava perto do arcebispo emérito de São Paulo, Claudio Hummes, um grande amigo. Quando as coisas se tornaram perigosas, ele me reconfortou. Quando os votos chegaram aos 2/3, ele me abraçou e me falou: ‘Não esqueça os pobres!’ Imediatamente, pensei em Francisco de Assis”.

O segundo fato: naquele mesmo dia, voltando para a casa Santa Marta, onde os cardeais se hospedam no Conclave, Francisco faz questão de voltar de ônibus! E escolhe sentar-se junto a outro amigo: “Perto de você, Raimundo Damasceno”! (cardeal de Aparecida).

O papa Francisco conhece bem alguns bispos do Brasil, aqueles mesmos que assinaram a petição em favor da reabilitação do Patriarca de Juazeiro!

Quem sabe se, no próximo encontro, o cardeal Hummes sussurra no ouvido do amigo: “Francisco, não esqueça o padre Cícero, padrinho dos pobres”! Quem sabe se, na Jornada Mundial da Juventude, o presidente da CNBB, o cardeal Damasceno se senta no ônibus, junto ao papa Francisco e lhe confia baixinho: “Assinei, com 264 confrades, o pedido de reabilitação do padre Cícero, mas a resposta de Roma não chegou!”

O Espírito Santo sopra onde e como quer! Quem sabe se minhas previsões não se tornam realidade?

* Annette Dumoulin

annettedumoulin@yahoo.com.br

Coordenadora da pastoral Diocesana de Romaria (Crato) e doutora em Psicologia da Religião.

Os governos petistas continuam dando "calote" no Ceará, diz articulista

75 4

Eis artigo do professor João Arruda (UFC) intitulado “O Estado do Ceará e as Indiferenças dos Governos Petistas”. Ele bate duro na insensibilidade das gestões petistas com relação ao absurdo quadro da seca que atinge o Nordeste e, em também o Ceará. Para ele, o Estado continua levando “calote” do PT até quando se refere a grandes projetos, como é o caso da futura refinaria. Confira:

Estive, nos últimos dias, viajando pelos sertões do Ceará e fiquei perplexo com o grave quadro de miséria produzida pela estiagem. Além da sede generalizada, os cearenses e os nossos irmãos nordestinos não conseguem plantar e o gado e a criação miúda começam a sucumbir, destruindo as precárias estruturas produtivas sertanejas. A seca, para desespero dos que moram no semiárido, insiste em não dar trégua, penalizando a vida e o sustendo de mais de 12 milhões de pessoas, em seis Estados da região. Até o momento, no Ceará, um dos Estados mais atingidos pela escassez de chuva, 174 municípios se encontram em situação de emergência. Frente a esse quadro desesperador, o governo da presidente Dilma, para perplexidade das vítimas dessa calamidade, se comporta com uma estóica indiferença.

Para o resistente nordestino, é tudo muito humilhante. Essa postura presidencial, por sinal, contrasta com o ufanismo petista de 2007, ano em que o presidente Lula anunciou o início das obras de transposição do Rio São Francisco, com término previsto para 2010. Sem dispor de um projeto executivo detalhado da grande obra, mas com um orçamento garantido de R$ 5.5 bilhões, o ex-presidente-retirante, inspirado na promessa do imperador D. Pedro II, que anunciou que “Venderia a última joia de minha coroa para que nenhum nordestino morra de fome”, decretou o início do fim da miséria nordestina. Disse, em várias oportunidades, que até o fim do seu governo entregaria essa obra, jurando que ela mudaria definitivamente a vida de milhões de sertanejos que padecem com a crônica irregularidade pluviométrica da região.

Essa obra, que na campanha de 2010 serviu de vitrine da administração Lula no Nordeste e como bandeira política da mãe do PAC, está quase parada. Mesmo tendo o seu orçamento dado um salto para R$ 6.8 bilhões e, em seguida, para R$ 8,2 bilhões, mais da metade continua inconclusa. Segundo avaliações otimistas do governo Dilma, as obras se arrastarão até 2015, e talvez isso consuma mais alguns bilhões de reais dos “otários” contribuintes.

As frustrações dos cearenses com o descaso dos governos petistas não param por aí. Todas as obras que contribuiriam para mudar o perfil da economia cearense têm sido tratadas com descaso. A Transnordestina, por exemplo, obra que iria integrar econômica e socialmente o Nordeste brasileiro, também padece na inércia, do descaso e da corrupção. Iniciada em 2006 e com conclusão prevista para 2010, ela teve a sua conclusão adiada para 2015, mesmo tendo o seu orçamento saltado de R$ 4,5 bilhões para R$ 7,5 bilhões…

Nesse mesmo ritmo, segue a almejada refinaria. Sonho acalentado por quase duas décadas, a sua implantação está cercada de desencontros, frustrações e, principalmente, por manobras que cheiram a um maquiavélico estelionato político. Após quase meia dúzia de solenidades marcando o início das obras, tudo não tem passado de um grande sonho de verão. Por ironia da história, às vésperas da solenidade em que o governador Cid Gomes faria a entrega simbólica do terreno à presidente Dilma, somos brindados com a publicação do Plano de Negócios e Gestão 2013-2017, da Petrobras, acusando um corte de US$ 12,6 bilhões na área de refino, com investimentos em refinarias previstos somente para a Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e para a primeira fase da COPERJ, ficando de fora as refinarias do Ceará e a do Maranhão.

Pelo visto, continuamos sendo vítimas de calotes e estelionatos políticos por parte dos descompromissados governos petistas.

* João Arruda,

Professor universitário.