Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Companhia Docas do Ceará fecha 2012 superavitária

Saiu o Balanço 2012 da Companhia Docas do Ceará. Eis os número, segundo o presidente do órgão, Paulo André: R$ 6,1 milhões de lucro financeiro; R$ 250 mil de lucro contábil e 4,5 milhões de toneladas de cargas.

A Companhia Docas fechou superavitária ano passado e, de acordo com Paulo André, ampliando suas atividades em vários setores. Ele contabiliza também como positivo o ritmo das obras do terminal de passageiros do Mucuripe, qu servirá para a Copa de 2014. O índice da obra chega a 53%.

 

Pra boi dormir – Conab promete 16 mil toneladas de milho para o Ceará

632 2

conversa pra boi dormir

O deputado federal Danilo Forte (PMDB) informa: a Companhia Nacional de Abastecimento está adquirindo 50 mil toneladas de milho. Desse total, 16 mil virão para o Ceará.

Danilo ouviu essa nova promessa do diretor de Operações e Abastecimento da Companhia, Marcelo Melo. Há meses que a Federação da Agricultura do Estado, por meio do seu presidente, Flávio Saboya, reclama falta do produto e uma perda de quase 100 mil cabeças de gado nestes tempos de estiagem.

Agora é começar a planejar a vinda da carga e efetuar a distribuição. Essas duas tarefas são o gargalo nessa história.

Porto do Mucuripe terá licitação para arrendamento lançada numa segunda etapa

pedrobrito

As licitações para os arrendamentos dentro dos portos públicos já estão sendo preparadas. O diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), o cearense Pedro Brito, explica que haverá concessão para os portos de Manaus e Ibituba (em Santa Catarina). Os pleitos independem da decisão do Congresso Nacional que analisa a aprovação da Medida Provisória 595, que concede à iniciativa privada a possibilidade de exploração de terminais.

Até junho, o Governo deve lançar as licitações para os portos de Santos e do Pará e, até agosto, para os demais. O Porto do Mucuripe, no Ceará, deve entrar nessa segunda etapa. Ocorrerão pleitos para concessões tanto na parte de passageiros como para a área de cargas, que serão analisados de forma separada. Na área de passageiros estão previstas concessões para Fortaleza, Natal, Recife e Salvador.

Os valores que serão lançados nos editais de licitação ainda estão sendo calculados, mas o governo estima um prazo até o final do ano para que as concessões da parte de passageiros estejam concluídas.

Pedro Brito estará em Fortaleza na próxima sexta-feira, quando participará da cerimônia de lançamento da Zona de Processamento de Exportação (ZPE). O diretor-geral da Antaq virá na comitiva da presidente Dilma Rousseff.

(Coluna POVO Economia, do O POVO)

Dilma cumprirá agenda no Ceará na 6ª feira

dilma e cid em aracaju

Dilma e Cid – agenda positiva no Estado.

A presidente Dilma Rousseff cumprirá agenda no Ceará na próxima sexta-feira e não mais na quinta-feira como estava sendo divulgado. Foi o que o Palácio do Planalto confirmou para o governador Cid Gomes (PSB). A mudança de deta ocorre porque a presidente cumpre agenda no Vaticano.

Na agenda dela, solenidade no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza.

Ali, Dilma receberá terreno no qual será instalada a futura Refinaria Premium II e ainda vai inaugurar as operações da Zona de Processamento de Exportações (ZPE) do Ceará. Dilma virá com uma comitiva formada por ministros e pela presidente da Petrobras, Graça Foster.

Copa das Confederações – Esquema de atendimento médico já está montado

115 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=vS70J_bHgz0[/youtube]

A Secretaria da Saúde do estado já está finalizando um esquema de atendimento médico durante a Copa das Confederações. O coordenador de Urgência e Emergência do órgão, Alex Mont’Alverne, da a informação, acrescentando que, nessa operação, haverá parceria dos hospitais públicos com o setor privado.

Deputado cidista protesta contra liminar que derruba rateio dos royalties para todos

91 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ZnWIvFxKDv0[/youtube]

O deputado federal Edson Silva (PDB) lamentou, nesta madrugada de terça-feira, a decisão da ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, de conceder liminar para o Estado do Rio, que derruba a distribuição dos royalties do petróleo para todos os Estados. Rio, São Paulo e Espirito Santo, produtores, voltam a ter exclusividade do benefício.

Para Edson Silva, esses Estados gastaram mal e não investiram, por exemplo, na redução da pobreza que, no Rio, volta a sofre com as chuvas.

Royalties – Suspensão da distribuição pelo STF é comemorada no Rio de Janeiro

108 1

“Representantes do estado do Rio de Janeiro comemoraram hoje (18) a decisão da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu provisoriamente parte da nova Lei dos Royalties do Petróleo. O estado foi o autor da ação analisada pela ministra, mas também há processos pendentes do Espírito Santo, de São Paulo e da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Para o procurador fluminense responsável pela ação, Luís Roberto Barroso, a decisão mostrou que nem sempre a vontade política da maioria pode se sobrepor às regras do direito. “A vontade da maioria tem um limite, que é o limite estabelecido na Constituição. A política cria o direito ao elaborar a Constituição, mas depois a Constituição limita a política. E é exatamente isso que ocorreu”, analisou.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que havia acionado o STF apontando ilegalidade no trâmite da Lei dos Royalties, acredita que os estados não produtores erraram ao derrubar os vetos da presidenta Dilma Rousseff. Ele disse que os vetos mantinham os contratos vigentes, mas não faziam mudanças significativas para os contratos futuros. “Agora tudo está judicializado”, resumiu.

O senador acredita que, ao menos na questão dos contratos em vigor, a matéria está ganha no STF. Quanto aos contratos futuros do pré-sal, ele entende que a tese apresentada pelo Rio de Janeiro tem fôlego para convencer os ministros. “O mais importante é que o Rio está respirando aliviado. O clima era de muita insegurança e intranquilidade, os prefeitos já iam demitir muita gente no próximo mês”, diz.

O deputado federal Alessandro Molon (PT-RJ), que também recorreu ao STF apontando erros na lei, acredita que a decisão foi acertada e evitará prejuízos irreversíveis aos estados produtores. “Depois deste alívio, vamos agora lutar para vencer no julgamento do mérito. Vencemos mais uma batalha, mas a guerra ainda não terminou”, disse, por meio de nota.

LIMINAR

A decisão de Cármen Lúcia é liminar e precisa passar pelo crivo do STF, enquanto isso, volta a vigorar a lei antiga sobre os royalties. O mérito da ação só será analisado definitivamente pelo STF depois que a Presidência da República e o Congresso Nacional prestarem informações e a Advocacia-Geral da União e a Procuradoria-Geral da República apresentarem pareceres. O trâmite leva vários dias para ser concluído.”

(Com Agência Brasil)

Audi estuda implantação de fábrica no Brasil

“A marca alemã Audi espera ter até abril uma decisão sobre a instalação de uma fábrica para os carros de luxo no Brasil. O grupo estuda há alguns meses a viabilidade de produzir no país, assim como decidiu sua concorrente BMW, mas ainda não chegou a uma conclusão.

Segundo o presidente da Audi no Brasil, Leandro Radomile, o estudo de viabilidade depende de um detalhamento do governo sobre o novo regime automotivo, previsto para ser publicado nos próximos dias.”

(Com Agências)

 

Royalties – Ministra do STF manda suspender novo sistema de distribuição

“A ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia determinou nesta segunda-feira (18) a suspensão do novo sistema de distribuição dos royalties de petróleo. A decisão é provisória (liminar) e ainda precisa ser referendada pelo plenário do tribunal para se tornar definitiva, mas não há data para que isso ocorra.

Os royalties são um percentual do lucro obtido pelas empresas e pagos ao Estado como forma de compensação pelo uso de recurso natural.

Cármen Lúcia atendeu ao pedido do governo do Rio de Janeiro para suspender as novas regras que estabelecem uma distribuição mais igualitária das receitas. O novo modelo de distribuição foi fixado na semana passada com a derrubada do Congresso do veto da presidente Dilma Rousseff à lei dos royalties.”

(Portal Uol)

CNI – Confiança do empresariado no crescimento da economia apresenta queda

“O Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) caiu para 57,1 pontos percentuais na pesquisa que a Confederação Nacional da Indústria (CNI) fez no início deste mês para consultar o grau de otimismo do setor em relação à retomada do crescimento. O resultado da pesquisa – feita com 2.257 empresas de diferentes portes, em todas as regiões do país – não foi animador, pois caiu 1 ponto percentual na comparação com a pesquisa de fevereiro e foi 1,5 ponto percentual menor que o Icei de março do ano passado.

Apesar de qualquer variação acima de 50 pontos expressar otimismo, a oscilação média dos últimos sete meses, em torno de 57,3 pontos, “mostra que os empresários não estão seguros com relação à retomada do crescimento da indústria”, disse Renato Fonseca, gerente da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI.

Ao divulgar hoje (18) a pesquisa, ele disse que a queda do Icei foi generalizada. Caiu em todas as regiões e portes de empresas industriais, com retração mais forte na indústria extrativista, que perdeu 3,9 pontos em relação ao mês passado. A pesquisa destaca ainda que a queda de confiança na indústria de transformação ocorreu em 23 dos 28 setores considerados.”

(Agência Brasil)

Filha de Luiz Carlos Prestes e Olga Benário lançará livro em Fortaleza

612 3

anita_prestes_150x92

Anita Leocádia Prestes, filha do líder comunista Luiz Carlos Prestes e Olga Benário, lançará na próxima sexta-feira, as 19 horas, na Câmara Municipal, o livro “Luiz Carlos Prestes – o combate por um partido revolucionário (1958 – 1990)”. A programação inclui ainda a abertura de uma exposição na sede da Associação 64/68 – Anistia, no mesmo dia, e uma fala de Anita no Centro de Formação Frei Humberto, no sábado. A visita de Anita Leocádio faz parte de uma turnê que a historiadora iniciou no Nordeste.

O livro se concentra no período da atuação política de Prestes entre a aprovação da Declaração de Março de 1958 pelo Comitê Central do PCB, até o seu falecimento, em 1990. Segundo a apresentação, “o leitor poderá acompanhar as vicissitudes enfrentadas pelo PCB, a partir da superação em sua direção dos reflexos da crise desencadeada pela denúncia do chamado ‘stalinismo’ no XX Congresso do Partido Comunista da União Soviética, crise que abalou o movimento comunista internacional nos anos 1956/57”.

A vinda de Anita é uma iniciativa de um grupo de diversas entidades e instituições: Aparecidos Políticos, Associação 64 / 68 – Anistia, Centro de Formação Frei Humberto, Comissão Especial de Anistia Wanda Sidou, Desarma Brasil, Editora Expressão Popular, Instituto Caio Prado Jr., Mandato Ecos da Cidade – Ver. João Alfredo (PSOL), MST, PCB-CE, Projeto Marcas da Memória (Comissão de Anistia-Ministério da Justiça), Rede Nacional dos Advogados Populares, Sociedade dos Poetas Vivos.

Guimarães para o Senado em 2014

82 1

guimaraess

Algumas alas petistas como o “Movimento PT” veem com simpatias o nome do deputado federal José Nobre Guimarães para o Senado em 2014. Principalmente depois que ele superou o conhecido “Escândalo da Cueca”.

Quem falou sobre essa preferência da corrente foi Reudson de Souza, que chegou a estar como pré-candidato a presidente estadual petista no pleito que garantiu a posição par a ex-prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins.

Segundo Reudson, o deputado José Guimarães tem atuação hoje em todo o Estado e vem, ao longo dos anos, ocupando posições importantes no cenário do Congresso.

Guimarães já foi coordenador da bancada federal nordestina e um dos vice-líderes do governo, é, atualmente, o líder da bancada petista.

Sobre a disputa, Guimarães evita avaliações. Mas, também, nada fala contra.

Copa das Confederações – Governo fixa critérios para importação de alimentos

“A importação de produtos de origem animal e vegetal para consumo durante a Copa das Confederações deste ano e para a Copa do Mundo, em 2014, deverão obedecer a critérios específicos fixados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Os procedimentos estão na Instrução Normativa (IN) 12, publicada hoje (18) no Diário Oficial da União.

Segundo o texto, os representantes legais das organizações, delegações e entidades indicadas pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) deverão solicitar autorização prévia dos produtos de origem animal e vegetal que serão importados. A solicitação deverá ser encaminhada à Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) com especificação detalhada dos produtos a serem importados. A autorização deve sair em até 15 dias, a partir da data do recebimento do pedido.

Ainda de acordo com a IN, só serão autorizadas a importação dos alimentos para consumo durante os eventos esportivos. Produtos com finalidade comercial estão “expressamente” proibidos, segundo o texto da norma.”

(Agência Brasil)

Querem a volta da censura pelo varejo

censura1

Com o título “Uma pátria tão distraída”, eis artigo do jornalista Felipe Araújo, editor-chefe de Cultura e Entretenimento do O POVO. Ele aborda essa mania absurda de muitos quererem, em ações de varejo, a volta da censura. Confira:

Vivemos dias esquisitos. No varejo, iniciativas aparentemente dispersas estão a compor, no atacado, um cenário de retrocesso em nossa vida republicana. Uma delas é a PEC 37, que tramita quase na surdina na Câmara dos Deputados e que quer retirar do Ministério Público o poder de investigação criminal. Reportagem recente no O POVO assinada pelo repórter Marcos Robério levantou a discussão.

Por mais que os argumentos dos que defendem a proposta possam ser considerados tecnicamente corretos, são moralmente questionáveis e completamente desconectados do chão da vida real.

O Ministério Público é, provavelmente, o maior responsável pelos avanços em termos de fiscalização da coisa pública no Brasil pós-88. Até então uma instituição esquizofrênica em sua relação com os demais poderes, o MP deu seu grito de independência com a Constituinte e foi fundamental para a consolidação e o fortalecimento de uma nova vida republicana, mais transparente e menos tolerante com as “tenebrosas transações” que subtraíam o País, como cantava Chico Buarque.

Apesar dos excessos pontuais e fanfarronices de alguns de seus membros, o Ministério Público vem cumprindo um papel exemplar no controle de pecados atávicos de nossa formação: do patrimonialismo aos delírios de onipotência de certos políticos.

Outra iniciativa do gênero é a intenção da Procuradoria da Câmara dos Deputados de controlar a internet para tirar do ar vídeos e comentários que “desagradam” aos parlamentares. O procurador-geral da Câmara, deputado Cláudio Cajado (DEM-BA), tem dado entrevistas sobre o assunto e anunciou que, se necessário, acionará judicialmente o Google e outras empresas da internet para “resolver” a questão.

Desnecessário dizer o que implicaria esse tipo de censura na rede, que, assim como o Ministério Público, tem ajudado a explicar e desnudar certos personagens da República – Marco Feliciano, novo presidente da Comissão de Direitos Humanos (!), que o diga (http://bit.ly/YekXae).

Vamos mal. Há quem tenha muita saudade da “pátria mãe tão distraída” de outrora. E eles estão se mexendo. Estão por aí a erguer estranhas catedrais…

* Felipe Araújo,

felipearaujo@opovo.com.br 
Editor-chefe de Cultura e Entretenimento do O POVO.

Banco Central divulga novas regras para opeações de crédito e de câmbio

“O Banco Central divulgou hoje (18) no Diário Oficial da União, os detalhes das três resoluções aprovadas na última sexta-feira, no Dia Mundial dos Direitos do Consumidor, para aumentar a transparência das informações na contratação de serviços bancários, de operações de crédito e de câmbio. O objetivo é facilitar a comparação entre as tarifas cobradas por cada instituição financeira. As regras começam a valer a partir de 1º de julho deste ano.

Pela medida, os bancos serão obrigados a criar três novos pacotes padronizados de tarifas para contas de depósito. Os pacotes terão que oferecer um número igual de serviços bancários – fornecimento de cheques, número de saques, extratos e transferências por DOC e TED, entre outros. Assim, o cliente poderá comparar o preço cobrado por cada instituição financeira, o que aumentará a concorrência, segundo o BC.

O banco também terá que deixar claro as condições do pacote que o cliente pretende contratar e as diferenças entre a opção escolhida e os demais. O cliente, no entanto, não será obrigado a aderir a um dos pacotes e, se quiser, pode optar por pagar separadamente por serviços avulsos. A regra deve constar do contrato de abertura da conta.

* Da Agência Brasil, leia mais aqui.

A Comunicação tem que sair da Copa

171 3

Com o título “A Comunicação depois do apito final de 2014”, eis artigo do diretor regional Norte e Nordeste do Sindicato das Empresas de Comunicação Corporativa, jornalista Marcos André Borges. Ele aborda a ferramenta da comunicação nestes tempos de Copas e perspectivas do que poderá ficar de resultado para o mercado. Confira:

A “Era da Informação” atribui às agências de comunicação e de publicidade o desafio de oferecer melhores soluções para intermediar o relacionamento das empresas – públicas ou privadas – em um universo de multiusuários, que interagem entre si de forma cada vez mais instantânea. Se isso dá às marcas a melhor oportunidade que já tiveram para falar com seus públicos, exige delas formas inovadoras para interagir em um mundo que busca o engajamento de pessoas em ideias e ideais.

É dever das empresas de comunicação oferecer soluções que permitam convergir a abundância de informações em mensagens que consolidem uma boa reputação de imagem, em um mundo que fala sem parar e para pouco para escutar. De nada adianta adotar todas as novas ferramentas disponíveis se elas não forem utilizadas da forma adequada. Desde as mídias sociais como blogs, sites, Twitter, Instagram ou YouTube, por exemplo, até as mídias alternativas, como busdoor, móbile marketing, mobiliários urbanos e mídias indoor nos próprios estabelecimentos, como telas de LCD, placas em bares, restaurantes e até nos banheiros. A orientação de consultores de comunicação para diagnosticar as melhores formas e caminhos para atingir seus objetivos é fundamental.

Se o mercado favorável e a expansão das formas de comunicação geram novos consumidores, há ainda a influência de dois megaeventos que trarão ainda mais oportunidades: as Copas das Confederações de 2013 e a do Mundo de 2014 – só citando os dois que acontecerão no Ceará – além da Olimpíada no Rio em 2016. Daí a necessidade de soluções mais amplas para a comunicação institucional, o marketing esportivo e os desdobramentos mercadológicos consequentes dessas atividades.

Anos e anos de crises nos prepararam para esse momento (o Ceará em especial pelo potencial e pela boa performance econômica), em que o caminho está aberto, mas demanda investimento em inovação e cocriação por parte das agências para falar globalmente com sotaque regional. Devemos estar preparados para encontrar soluções não apenas para nos expormos ao mundo, mas para o que fazer após o apito final do juiz.

Precisamos assegurar o capital de credibilidade dos nossos clientes que foi construído e continuar a ampliar o valor de seus negócios, aliando e potencializando as antigas com as novas ferramentas da comunicação. E o maior desafio: traduzir isso em resultados que impactem positivamente nas atividades das instituições de forma contínua, e não apenas pontualmente, como se fora apenas uma mera e passageira ação promocional de “marketing de oportunidade”.

* Marcos André Borges,

marcosandre@vsmcomunicacao.com.br

Diretor regional do Nordeste do Sinco e diretor-dócio da VSM Comunicação.

Governo investe milhões no Ronda do Quarteirão, mas a violência só aumenta

157 6

Com o título “O Fracasso do programa Ronda do Quarteirão”, eis artigo do deputado estadual Heitor Férrer (PDT). Ele aborda gastos com o programa e a contradição de se ver a onda de violência aumentando e colocando Fortaleza, por exemplo, em terceiro lugar, em termos de capital, no registro de assassinatos com arma de fogo. Já o Ceará, nesse item, ocupa a quinta posição nacional. Confira: 

Quando da implantação do Programa Ronda do Quarteirão, fui praticamente a única voz destoante desse projeto implementado pelo Governo do Estado do Ceará. Além de denunciar o enorme desperdício de dinheiro público à aquisição de centenas de motos e automóveis, também critiquei a ausência de um circunstanciado projeto de viabilização desse programa, precisamente quanto às suas estratégias de atuação.

Mesmo assim, torci para que esse intento de combate à violência alcançasse suas metas, mas tudo resultou em vão. A execução desse programa é feita de maneira extremamente amadora e sem norte.

A questão da criminalidade aflige toda a sociedade. A segurança pública está na pauta do dia em todos os segmentos sociais, pois o sentimento de violência está presente na maioria dos lares dos cearenses, vez que periodicamente são divulgados os índices do aumento crescente da criminalidade, sem quaisquer perspectivas de melhorias. Assalta-se em qualquer rua e avenida movimentada da Capital na maior naturalidade do mundo, sem qualquer receio de punição, em face da ausência de policiamento em todos os quadrantes.

Dados do Mapa da Violência 2012 mostram que o Ceará ocupava até o ano de 2010 o 7º lugar no ranking de estados brasileiros com vertiginosas taxas de homicídios contra crianças e jovens com idade entre 1 e 19 anos. De 2000 a 2010, a taxa está em 148,8. O Ceará está acima da média nacional. Fortaleza é a 3ª capital em assassinatos por arma de fogo. O Ceará, o 5º estado. A violência aumentou 175,9%. Dados divulgados pelo jornal O POVO, do dia 25/2/13, em um ano houve acréscimo de 52,96% de apreensões e assassinatos de jovens no Estado. Em janeiro deste ano, o Interior registrou majoração de 18% em homicídios dolosos.

O programa de segurança pública fracassou, lamentavelmente. São milhares de vidas, principalmente de nossos jovens, ceifadas por conta do tráfico de drogas e sem a existência de políticas públicas sérias e eficazes. A ordem natural é filho enterrar pai. No Ceará, o que estamos vivenciando é pai enterrar filhos.

Gastam-se milhões de reais em aquário e nos shows para inauguração de obras públicas que não funcionam. Não podemos mais permitir tamanha incompetência das estratégias de combate a violência. A sociedade organizada deve ser imediatamente ouvida. Basta de tanta violência e incompetência!

* Heitor Férrer,

heitorferrer@uol.com.br

Deputado estadual (PDT-CE). 

Mercado reduz estimativa de crescimento econômico para este ano

“Analistas de instituições financeiras consultados pelo Banco Central (BC) reduziram a projeção para o crescimento da economia este ano. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 3,10% para 3,03%. Para 2014, a estimativa foi mantida em 3,5%.

A estimativa para a expansão da produção industrial continua em 3%, este ano, e subiu de 3,75% para 4%, em 2014. A projeção das instituições financeiras para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB passou de 34,30% para 34,10%, este ano, e permanece em 33,20%, no próximo ano.

A expectativa para a cotação do dólar foi mantida em R$ 2 para o final deste ano e passou de R$ 2,06 para R$ 2,05, ao fim de 2014. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) passou de US$ 14,9 bilhões para US$ 14 bilhões, neste ano, e de US$ 13,65 bilhões para US$ 14,5 bilhões, em 2014.

Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa foi mantida em US$ 65 bilhões, em 2013, e passou de US$ 70,2 bilhões para US$ 70,4 bilhões, em 2014. A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi mantida em US$ 60 bilhões tanto para 2013 quanto para o próximo ano.”

(Agência Brasil)

Dilma elogia opção do Papa de querer dar maior atenção aos pobres

91 1

“A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (18), em Roma, que espera que o papa Francisco compreenda as diferentes opções adotadas pelas pessoas. Segundo ela, o mundo atual pede essa compreensão. A presidenta elogiou a iniciativa do papa de dar atenção aos pobres. Segundo ela, o papa Francisco “tem um papel importante a cumprir”.

“É uma postura importante”, ressaltou Dilma referindo-se à preocupação do papa com os pobres. “É claro que o mundo pede hoje, além disso [da preocupação com os pobres], que as pessoas sejam compreendidas e que as opções diferenciadas das pessoas sejam compreendidas”, acrescentou.

A presidenta disse também que é uma honra para a América Latina ter um papa nascido na região. O papa Francisco, antes cardeal Jorge Mario Begoglio, nasceu na Argentina. “Um papa latino-americano é uma honra pra a América Latina”, disse Dilma que, desde ontem (17), está em Roma.”

(Agência Brasil)