Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Instituto de Arte e Cultura inscreve para professor auxiliar

O Instituto de Cultura e Arte, da Universidade Federal do Ceará, está com inscrições abertas para uma vaga de professor auxiliar no setor de estudo “Pedagogias da Corporeidade Dançante”. Com regime de 40 horas semanais, de acordo com edital nª 367/2012.

O edital pode ser acessado no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da UFC (www.progep.ufc.br).

SERVIÇO

* Núcleo de Seleção e Adaptação Funcional da Coordenadoria de Desenvolvimento e Capacitação da Progep – (85) 3366 7407.

Começa no dia 15 prazo para entrega da Rais

“Começa na próxima terça-feira (15) o prazo para a entrega das informações da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) referente a 2012. O prazo, que vai até o dia 8 de março, foi publicado hoje (9) no Diário Oficial da União. As informações exigidas para o preenchimento da Rais e o Manual de Orientações 2012 estão disponíveis na página do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na internet e na página da Rais. As declarações devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio de certificado digital. Em casos excepcionais, serão recebidas declarações no ministério, mediante apresentação de justificativa.

De acordo com a portaria, são obrigados a declarar a Rais empregadores urbanos e rurais, conforme estabelecido na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT); filiais, agências, sucursais, representações ou outras formas de entidades vinculadas à pessoa jurídica no exterior; autônomos ou profissionais liberais que tenham mantido empregados em 2012. A Rais não se aplica a empreendedores individuais. Na declaração, ainda devem constar as arrecadações sindicais previstas na CLT, filiações em sindicatos e os descontos por contribuição associativa.”

(Agência Brasil)

INSS reajusta em 6,15% benefícios com valores acima do salário mínimo

“Os ministérios da Fazenda e da Previdência Social publicaram hoje (9) no Diário Oficial da União o reajuste de 6,15% dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) maiores do que um salário mínimo. O aumento foi definido com base em uma previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e vale desde 1º de janeiro.

O reajuste de quem ganha mais que o mínimo terá impacto líquido de cerca de R$ 9,1 bilhões, de acordo com o Ministério da Previdência Social. O aumento dos benefícios de até um salário mínimo, que ficou em 9%, custará R$ 10,7 bilhões a mais, atingindo 20 milhões de segurados.

A publicação também define que o valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS em 2013 é de R$ 678, e o máximo, de R$ 4,157,05. A partir dela, mudam também as faixas salariais de cada alíquota de contribuição. Quem ganha até R$ 1.247,11 pagará 8%; quem recebe entre esse valor e R$ 2.078,52, contribuirá com 9%; e quem tem rendimento superior a isso destinará 11% ao INSS.”

(Agência Brasil)

Acendeu a luz amarela em Brasília

108 2

Com o título “Situação do quadro energético do Brasil volta a preocupar”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Confira:

A sociedade aguarda com expectativa o resultado da reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) que ocorre hoje em Brasília. Apesar de haver sido marcado desde dezembro passado, o encontro se reveste de grande interesse em vista do agravamento das condições em que se encontram os reservatórios das hidrelétricas brasileiras por conta da escassez de chuvas.

Para se ter ideia do quadro, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os reservatórios do Nordeste operam com 31,61% da capacidade, enquanto os da Região Norte com 41,24%. Já os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e do Centro-Oeste encontram-se no mais baixo nível para o mês de janeiro desde 2001, ano do último racionamento de energia elétrica no País. A capacidade armazenada atual nos lagos das usinas é de 28,9%.

Para suprir a demanda do consumo de energia no País, o Governo Federal está tendo que colocar todas as termoelétricas em funcionamento. É bom ressaltar que a possibilidade da utilização dessa energia é o grande diferencial de agora em relação a 2001 – quando um blecaute atingiu todo o País –. Mesmo com as termoelétricas podendo ser acionadas para evitar um possível racionamento nesse instante, é inegável reconhecer que o País enfrenta situação-limite e o governo terá que agir rápido levando-se em conta que nos próximos meses tudo dependerá da incidência de chuvas. E não está descartado um ano extremamente seco.

O resultado da reunião do CMSE, portanto, será definidor do que o País possa vir a enfrentar em breve. Um dos reflexos imediatos dessas decisões é a possível inviabilidade do corte de 20% na tarifa de energia elétrica prometido pelo governo para este ano como medida de impacto para ajudar na retomada da economia. O corte terá inevitavelmente que ser postergado diante do quadro atual, gerando efeitos diretos nas previsões de crescimento para 2013.

Outro ponto que fica claro agora é que o País não tem construído usinas com reservatórios de água capazes de atender a demanda de energia, o que diminui a flexibilidade de operação do sistema. Até quando teremos que conviver com isso é a pergunta que fica no ar.

Piso dos professores deve ter reajuste de 7,97%

85 1

“O piso nacional dos professores deve ser reajustado em 7,97% a partir deste mês, segundo cálculo divulgado hoje (9) pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). De acordo com a entidade, o valor deve passar de R$ 1.451,00 para R$ 1.566,48. Segundo a entidade, a estimativa obedece à Lei do Piso. Pesquisa feita pela CNM em julho do ano passado sobre salários pagos aos professores aponta que o impacto do reajuste do piso em 2013 será de cerca de R$ 2,1 bilhões, apenas para esfera municipal.

Para a CNM, a demora na divulgação do reajuste é uma das principais preocupações dos prefeitos brasileiros. Segundo a entidade, nos últimos dois anos, os valores só foram anunciados pelo Ministério da Educação (MEC) no final de fevereiro. “Para o piso ser pago a partir de janeiro, o MEC deveria ter divulgado o respectivo porcentual, o que ainda não ocorreu”, diz o estudo. “Os novos prefeitos deverão reajustar os vencimentos dos professores por um índice maior do que a inflação e que ainda sequer é oficialmente conhecido”, ressalta o presidente da entidade, Paulo Ziulkoski.

A entidade defende ainda que o reajuste do piso, em vez de seguir os critérios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), acompanhe os valores do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O MEC não se pronunciou sobre o assunto.”

(Agência Brasil)

Big Brother Brasil estreia com audiência pífia

99 4

“A estreia ontem do BBB confirmou a previsão interna da cúpula da Globo: foi ruim, mais do que isso a mais baixa entre todos os BBBs. O reality show alcançou 25 pontos na Grande São Paulo, de acordo com números prévios do Ibope. Um ano atrás, a estreia da edição anterior da atração rendeu 35 pontos à Globo

Dois eram os motivos que alimentavam os temores da emissora: primeiro, o programa viria logo depois de Salve Jorge, que definitivamente não emplacou em São Paulo; e também por que a média de aparelhos de TV desligados neste início de janeiro é a menor dos últimos anos.”

(Veja Online)

Mensalão – Lula vai ser investigado pelo Ministério Público Federal

171 7

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será investigado pelas denúncias feitas pelo publicitário condenado pelo Supremo Tribunal Federal, Marcos Valério, de que teve contas pessoais pagas com dinheiro do esquema do mensalão. A informação foi publicada nesta quarta-feira (9) pelo “O Estado de S. Paulo”.

Segundo o jornal, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, vai enviar o caso à Justiça. Como não possui mais mais foro privilegiado, Lula poderá ser investigado pelo Ministério Público Federal em São Paulo, Brasília ou Minas Gerais.

De acordo com a reportagem, o ex-presidente poderá ser chamado para prestar depoimento, assim como Marcos Valério, que afirmou que o esquema do mensalão pagou despesas pessoais de Lula. Ao saber das acusações, em dezembro do ano passado, o ex-presidente Lula chamou Marcos Valério de mentiroso. “Eu não posso acreditar em mentira, eu não posso responder mentira”, disse na ocasião.

Procurado pelo jornal, o Instituto Lula informou que o ex-presidente está viajando e que não iria comentar a informação de que o MPF vai investigar as acusações de Marcos Valério, condenado a mais de 40 anos de prisão por envolvimento com o mensalão.”

(Com Estadão e Agências)

Dilma acompanhará reunião sobre nível dos reservatórios das hidrelétricas

83 1

“A presidenta Dilma Rousseff acompanhará hoje (9) a reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico – que avalia o suprimento de energia no país -, pois o baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas tem preocupado o governo. A reunião está marcada para as 14h30min. A expectativa é que sejam discutidas as questões de expansão das obras em curso no país e de segurança. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que os reservatórios do Nordeste operam com 31,61% da capacidade, e os do Norte, com 41,24%. Para suprir a demanda de consumo, todas as termelétricas estão em funcionamento.

A previsão é que participem da reunião hoje o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, integrantes do ONS, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), da Agência Nacional do Petróleo (ANP), da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), da Câmara de Compensação de Energia Elétrica (CCEE), da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Centro de Pesquisa de Energia Elétrica (Cepel). Também foram convidados dirigentes da Eletrobrás e das associações do setor elétrico.

Pelos dados da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia Elétrica (Apine), os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste estão no mais baixo nível para o mês de janeiro desde 2001, ano do último racionamento de energia elétrica no país. A capacidade armazenada atual nos lagos das usinas é 28,9%.

Ontem (8), Dilma se reuniu com o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, para atualizar os dados sobre a situação do sistema elétrico brasileiro. Após a conversa, Zimmermann afastou a ameaça de racionamento e disse que o sistema opera de acordo com o equilíbrio estrutural para o qual foi planejado.”

(Agência Brasil)

Eunício trava peleja com Romero pela liderança do PMDB

“Romero Jucá e Eunício de Oliveira continuam travando uma guerra velada pela liderança do PMDB no Senado e, consequentemente, pela preferência de Renan Calheiros, por onde passam todas as decisões do partido. Pelo menos até segunda ordem, Eunício é o mais cotado para capitanear a bancada, entre outras razões, por não encontrar resistência no Planalto.

Jucá ficaria então com um prêmio de consolação. Resta saber qual: a liderança do bloco da maioria (PMDB/PP/PSC/PMN/PV) ou a segunda vice-presidência da Casa. Isto, se Renan não mudar de ideia.”

(Coluna Radar – Veja Online)

Deputados federais ganharão tablets

A partir de fevereiro, os deputado federais terão à disposição uma nova tecnologia para acompanhar as votações no plenário. Isso, na retomada dos trabalhos legislativos após o recesso. As 396 bancadas, as duas tribunas de discursos e a mesa dos trabalhos passarão a ter tablets para facilitar o acompanhamento da sessão pelos parlamentares. Embora os tablets tenham a característica de serem equipamentos móveis, esses da Câmara serão fixados nas bancadas, usadas também pelos deputados para registrar presença e os seus votos durante as sessões.

Pelo novo equipamento, o deputado poderá acessar, em tempo real, a pauta das votações, o texto do projeto, as emendas à proposta, os requerimentos apresentados e todo o encaminhamento da sessão. De quebra, os deputados também poderão acessar seus e-mails e sites na internet. A Câmara comprou 539 tablets da marca Samsung para atender ao plenário e a algumas unidades da Casa, ao custo de R$ 609,75 mil no total, segundo informação da direção-geral da Câmara. “Será uma economia brutal de papel”, afirmou o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS).

(Com Agência Estado)

TRT do Ceará – Acesso a informações via internet do tribunal cresce 11%

“O número de pessoas que utilizam a internet para ter acesso a algum dos serviços ou informações oferecidos no site do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará cresceu 11% em 2012, quando comparado a 2011. De janeiro a dezembro do ano passado, o site www.trt7.jus.br foi utilizado por 428.388 visitantes únicos. Juntos, eles acessaram o site do TRT/CE 1,23 milhão de vezes. Em 2011 foram 385.754 visitantes únicos.

De todos os visitantes que passaram pelo site do TRT/CE, 28% o fizeram pela primeira vez. Entre os outros 72% de visitantes, aproximadamente 45% visitam o site do Tribunal mais de dez vezes por ano. O levantamento feito pela Assessoria de Comunicação do TRT/CE também constatou que 34.252 das visitas feitas ao site no ano passado foram realizadas por meio de tablets ou smartphones.

A maioria das pessoas que busca alguma informação ou serviço na página da Justiça do Trabalho do Ceará está em Fortaleza: aproximadamente 70%. Em segundo lugar aparecem os moradores de São Paulo (3,3%), seguidos pelos brasilienses (3,1%). O segundo município cearense na lista dos que mais utilizam o site da Justiça do Trabalho do Ceará é Sobral, com 1,1% dos acessos. Entre as informações e serviços on-line do TRT/CE mais utilizados pelos cidadãos aparecem, respectivamente, as páginas com informações sobre a 1ª instância, os Atos Administrativos, os Editais, a página do Processo Judicial Eletrônico e link para o Guia de Recolhimento da União (GRU).”

(Sie do TRT/CE)

MEC divulga lista de cursos em baixa. Ministro diz que "não vai ter jeitinho"

“O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse hoje (8) que “não vai ter jeitinho” e “não tem colher de chá” para os cursos com avaliação insatisfatória e que foram punidos pela pasta. O ministério divulgou nesta quarta-feira, no Diário Oficial da União, nova lista com 38 cursos de graduação com resultado insatisfatório no Conceito Preliminar de Cursos (CPC) de 2011. Esse conceito avalia o rendimento dos alunos, a infraestrutura e a equipe de profissionais de educação.

Os 38 cursos estão espalhados por 21 instituições de ensino, entre institutos federais de educação, centros universitários e universidades federais. É a primeira vez que esses cursos apresentaram nota baixa no CPC, 1 e 2 (numa escala de 1 a 5), e agora terão de melhorar. O número de vagas desses cursos não pode ser ampliado enquanto não apresentarem melhora na avaliação.

A penalidade de hoje é mais branda do que as divulgadas no mês passado, quando o MEC anunciou a suspensão do vestibular de 200 cursos de instituições de ensino superior de todo país, nas áreas de engenharia, exatas, tecnologia e licenciatura (formação de professores). A diferença é que os 38 cursos punidos hoje ainda podem fazer vestibular, porém sem ampliar as vagas em relação as do ano passado.

“Nós não vamos dar jeitinho. Não tem colher de chá. Nós queremos expandir o ensino superior no Brasil. Olha o Enem, a demanda por vagas é de mais de 4 milhões [de candidatos]. O sistema cresceu 150% na última década e vai ter que continuar crescendo. Mas vai ter que crescer com um padrão mínimo de qualidade. Vender a aula não é vender sabonete”, reforçou Mercadante. Em 60 dias, todos os cursos mal avaliados devem passar por reestruturação no corpo docente com investimento em qualificação e dedicação integral dos professores. Em 180 dias, deve ser feita a readequação da infraestrutura e do projeto pedagógico.”

(Agência Brasil)

DETALHE – Dois cursos do IFCE estão na lista de desempenho: Química e Automação Industrial. O Instituto prometeu prestar esclarecimentos ao MEC.

Varejo cresceu menos em 2012 do que nos dois anos anteriores

“O consumo no comércio varejista de todo o país aumentou 6,4% durante todo o ano de 2012, taxa inferior à registrada nos dois anos anteriores, segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. Em 2010, as vendas cresceram 9,6% e, em 2011, 7,8%. Considerando apenas o mês de dezembro de 2012, período de maior movimento nas lojas, houve alta de 2,8%. O resultado acumulado ficou próximo do registrado em 2009, ano posterior ao da crise financeira internacional, com efeitos sobre o desempenho dos negócios. Ainda assim, naquele ano, o movimento no comércio foi 6,1% superior ao de 2008.

Ao longo de 2012, houve maior demanda nos segmentos de material de construção (7,6%) e de móveis, eletrônicos e informática (7,7%). Nesses dois segmentos, as atividades foram estimuladas por incentivos fiscais, a exemplo do setor de veículos, motos e peças, cujas vendas cresceram 4,7%. O aumento só não foi maior por causa do elevado nível de inadimplência, justificaram os analistas da Serasa.”

(Agência Brasil)

Eudes Xavier que criar a Frente Parlamentar Mista em Defesa do DNOCS

132 1

O deputado federal Eudes Xavier (PT) já definiu as principais linhas de atuação parlamentar para o primeiro semestre deste ano. Seguindo sua assessoria de imprensa, ele priorizará o fortalecimento da luta em favor da reestruturação do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS).
Eudes Xavier explica que a autarquia enfrenta “uma grave crise financeira e de pessoal que, se não for solucionada o mais rápido, poderá trazer graves prejuízos para toda a região nordestina”.
O parlamentar petista comandará na Câmara Federal a instalação da Frente Parlamentar Mista em Defesa do DNOCS. Ele informa que vai percorrer os estados do Nordeste para debater o tema e buscar uma mobilização nacional em torno da reestruturação da autarquia.

Um comentário sobre a esquerda pré-diluviana brasileira

111 11

Com o título “A Intolerância da esquerda pré-diluviana”, eis artigo do professor universitário João Arruda. Ele entra na defesa de Ferreira Gullar que, em artigo, fez uma reflexão sobre o lulismo e sua contribuição para o País, apegando-se a afagos às desigualdades sociais em nome de popularidade. Confira:

O renomado poeta Ferreira Gullar, em artigo assinado no Jornal Folha de São Paulo, no dia 30/12/ 2012, ousou fazer uma despretensiosa reflexão sobre o lulismo e a sua contribuição para a consolidação da atrasada política brasileira.
A essência do seu questionamento se resumia em como explicar a manutenção da popularidade tão alta de Lula e de Dilma, ao ponto de viabilizar candidaturas de políticos reconhecidamente pouco competitivos, depois de grandes e sucessivos escândalos envolvendo os seus governos. O mais emblemático dos escândalos, o do mensalão, chegou a povoar o noticiário nacional por meses, sem que isso influenciasse os resultados eleitorais.

A justificativa mais plausível para essa inquebrantável popularidade estaria, segundo Gullar, nas condições sociais da grande massa de eleitores brasileiros, constituída de pessoas de poucas posses, de trabalhadores de baixa renda e de um grande universo de miseráveis. Segundo o seu raciocínio, esse contexto sociopolítico, dominado pela presença de eleitores carentes e temerosos de perder o pouco que conseguiram, forneceria as condições subjetivas para o surgimento e consolidação de políticos neopopulistas.

Nessa realidade, as lideranças petistas explorariam as acentuadas desigualdades sociais e estimulariam uma acirrada contradição entre pobres e ricos. Assim, sem nenhum escrúpulo, Lula tem aproveitado esse caldo de cultura para se nutrir, estabelecendo uma tríplice aliança composta pela massa de dependentes da Bolsa Família, setores populistas de direita ( malufistas ) e grandes seitas neopentecostais. Seria essa base social acrítica que garantiria o apoio quase incondicional a Lula e a Dilma Rousseff, acreditando que eles encarnam a luta contra a desigualdade, identifica-se com eles e, por isso, não podem acreditar que eles sejam corruptos.

Essa incursão sobre o lulismo foi o suficiente para que petistas e outras seitas de “esquerda”, como numa cruzada em defesa do seu Messias contra os hereges golpistas, passassem a execrar publicamente o ousado Ferreira Gullar. Blogs e redes sociais foram utilizados nessa missão reparadora, porém, sem o menor esforço de responder aos argumentos levantados. É assim que funciona o terrível patrulhamento político-ideológico, arma eficiente para inibir dissenções e para blindar fortemente os seus Messias.

Nelson Motta, em artigo no O Estado de S. Paulo, 04/01/13, indignado, respondeu à selvageria execradora. Ele diz: “A maneira mais estúpida, autoritária e desonesta de responder a alguma crítica é tentar desqualificar quem critica, porque revela a incapacidade de rebatê-la com argumentos e fatos, ideias e inteligência. A prática dos coices e
relinchos verbais serve para esconder sentimentos de inferioridade e mascarar erros e intenções, mas é uma das mais populares e nefastas na atual discussão política no Brasil.

A outra é responder acusando o adversário de já ter feito o mesmo, ou pior, e ter ficado impune. São formas primitivas e grosseiras de expressão na luta pelo poder, nivelando pela baixaria, e vai perder tempo quem tentar impor alguma racionalidade e educação ao debate digital. Acusavam Gullar, ex-comunista, de ter se vendido, porque alguém só pode mudar de ideia se levar dinheiro, relinchavam sobre a sua idade, sua saúde, sua virilidade, sua aparência, sua inteligência, e até a sua poesia. E ninguém respondia a um só de seus argumentos”.

É lamentável a postura da esquerda pré-diluviana. Os petistas e outras seitas ditas de esquerda, com um extremo ranço stalinista, não aceitam nenhuma crítica aos seus Messias “infalíveis”. Desqualificando as críticas, assumem uma clássica postura maniqueísta, onde os adversários são taxados de golpistas de direita ou de agentes do imperialismo. Ora, chega de intransigência desrespeitosa. Não existe golpe nem movimento golpista, isso é paranoia legitimadora. Mesmo porque a democracia brasileira está consolidada e a burguesia nunca ganhou tanto dinheiro como
no governo Lula.

No lugar de tergiversações, o que o PT e suas seitas auxiliares têm é que responder as suas imorais participações na trama corrupta conhecida como Mensalão. No mais, esse discurso anacrônico e reacionário, que tanto mal faz à
democracia brasileira, há muito deveria ter sido enterrado pela história.

* João Arruda,
Professor da UFC e Sociólogo.

Dilma encerra recesso

64 3

“A presidenta Dilma Rousseff retorna hoje (8) a Brasília depois de um breve recesso na Base Naval de Aratu, na Bahia. A presidenta deve embarcar no começo da tarde, segundo o Palácio do Planalto. Dilma estava na Bahia desde o dia de 28 de dezembro, acompanhada da família, e passou o Réveillon nas instalações da Marinha.

Durante a estadia, Dilma encontrou os governadores de Pernambuco, Eduardo Campos, e o da Bahia, Jaques Wagner, com quem passeou de barco. A previsão era que a presidenta voltasse ao trabalho na quinta-feira (10), mas o retorno foi antecipado para hoje. O Planalto não informou o motivo da mudança de data.

A volta antecipada de Dilma ocorre na véspera da reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), que avalia amanhã (9) a situação do suprimento de energia no país. O baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas tem preocupado o governo.”

(Agência Brasil)

Operação Porto Seguro – Casa Civil conclui sindicância sobre os envolvidos

79 1

“A comissão de sindicância criada pela Casa Civil para apurar o envolvimento de servidores públicos na venda de pareceres técnicos para a iniciativa privada concluiu ontem (7) os trabalhos. O esquema foi denunciado pela Operação Porto Seguro, da Polícia Federal, em novembro do ano passado. O relatório final, que é sigiloso, foi protocolado na Secretaria Executiva da Casa Civil e encaminhado à Subchefia de Assuntos Jurídicos da pasta, que terá 20 dias para analisar o documento.

O grupo da Casa Civil foi criado como um desdobramento da operação. A data inicial para a conclusão dos trabalhos era 24 de dezembro, mas a Casa Civil pediu a prorrogação do prazo para ampliar as investigações e receber respostas de órgãos que foram consultados durante a apuração. A comissão apurou supostas irregularidades cometidas por servidores de órgãos como a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Agência Nacional de Águas (ANA), Advocacia-Geral da União (AGU) e Secretaria do Patrimônio da União (SPU).

Todos os servidores envolvidos no esquema desmontado pela PF foram afastados dos cargos em novembro, logo depois que a operação foi deflagrada. A PF indiciou 23 pessoas, e o grupo foi denunciado à Justiça pelo Ministério Público Federal.”

(Agência Brasil)