Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Ciro e as gordurinhas… da Previdência

O prefeito RC, Ciro e o presidente da Câmara Municipal, Antonio Henrique.

Na palestra que deu, nessa quinta-feira, no Cuca do Mondubim, em Fortaleza, em clima de quinto aniversário do equipamento, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) chamou a atenção de quem ali estava não só por suas críticas à reforma da Previdência, que veio para cortar gorduras, mas, também, por sua barriguinha aguda.

E ele sabe disso.

(Foto – Divulgação)

Atriz Fernanda Montenegro recebe alta do hospital

A atriz Fernanda Montenegro, de 89 anos, recebeu alta médica hoje (22) depois de passar dois dias internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do hospital.

A atriz estava no sul do país gravando cenas da próxima novela das 21h da TV Globo, quando passou mal na última terça-feira (19) e foi atendida inicialmente em um hospital na cidade gaúcha de Jaguari, com um quadro de desidratação.

Fernanda Montenegro, uma das principais atrizes do Brasil, concorreu ao Oscar e ao Globo de Ouro de 1999, na categoria de melhor atriz, por sua atuação no filme Central do Brasil.

(Agência Brasil)

Depois da reforma da Previdência e do pacote Anticrime, vem aí a MP que muda a inspeção sanitária

Após apresentar ao Congresso Nacional a proposta de emenda constitucional para a reforma da Previdência Social (PEC 6/19) e o chamado Pacote Anticrime, o governo vai editar uma medida provisória (MP) modificando a inspeção sanitária de alimentos de origem vegetal e animal e de produtos agroindustriais, como celulose e álcool.

A intenção do governo é que as empresas façam autocontrole da qualidade e integridade dos seus produtos antes de levá-los aos mercados interno e externo. As inspeções em diferentes cadeias produtivas incluem melhor gestão de processos nas propriedades das lavouras e de criação de animais; fiscalização dos insumos utilizados (como sementes, agrotóxicos e ração para animais), na etapa de transformação industrial e de comercialização.

Segundo a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, as empresas deverão adotar protocolos mais rígidos de inspeção direta. O Estado manterá a fiscalização e a certificação final dos produtos, mas as auditorias serão “modernizadas”, inclusive nas plantas exportadoras (com vendas a mais de 190 países).

“No sistema de autocontrole, o empresário fica responsável pela qualidade do produto que fabrica e comercializa, e o Estado fiscaliza”, afirmou a ministra em discurso na abertura do Seminário Boas Práticas de Fabricação e Autocontrole, realizado em Brasília (na sede do Tribunal de Contas da União) nessa quinta-feira (21).

Ela garantiu que o auditor fiscal “continuará responsável pela fiscalização, porém, de forma mais ágil e moderna, sem a necessidade de estar presente diariamente, acompanhando a atividade rotineira das empresas”. A ministra detalhou que “cada segmento do agronegócio terá uma definição específica de controle de sua própria produção”.

Desaparecimento de marcas

Na avaliação da ministra, o autocontrole tem que estar em todas as cadeias produtivas em que o ministério é responsável. “Acontece que o Estado não tem mais pernas, o Brasil cresceu muito, a nossa economia no agronegócio é gigante e não temos mais como fazer esse controle diário, mas nós podemos fazer ele bem feito”. A mesma visão ela repetiu ao falar com os jornalistas após o seminário: “o Brasil tem potencial enorme de produção e o ministério vai ter cada dia menos perna para isso”.

Para Tereza Cristina, “o maior responsável por esse patrimônio de segurança é o dono da marca. O empresariado está consciente e o ministério também”, disse ao perguntar “quantas marcas já desapareceram?”

Conforme Tereza Cristina, a MP “já tem um boneco, uma minuta”. As regras que não exigirem modificação de lei pelo Parlamento, serão alteradas por instrução normativa do próprio Ministério da Agricultura. Um comitê com técnicos e dirigentes do ministério e representantes do setor privado deverá discutir a versão final da medida, a ser enviada para aprovação de deputados e senadores.

(Agência Brasil)

Confiança do consumidor recua 0,5% em fevereiro

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 0,5 ponto de janeiro para fevereiro deste ano e chegou a 96,1 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Essa foi a primeira queda depois de quatro meses de altas, quando o aumento acumulado chegou a 13,5 pontos.

A queda foi provocada por um recuo na confiança dos consumidores em relação aos próximos meses. O Índice de Expectativas diminuiu 1,7 ponto, para 109 pontos, devido principalmente ao grau de otimismo com a situação financeira das famílias nos próximos meses, que caiu 5,7 pontos.

O Índice de Situação Atual, que mede a confiança no momento presente, por outro lado, manteve a trajetória de alta pelo quarto mês consecutivo ao subir 1,3 ponto, para 78,1 pontos, atingindo o maior nível desde abril de 2015 (78,9).

O indicador sobre a situação econômica subiu 1,2 ponto, e aquele que mede a percepção em relação às finanças familiares aumentou 1,5 ponto.

Segundo a economista da FGV Viviane Seda Bittencourt, as previsões dos consumidores sobre economia e situação financeira das famílias, que atingiram níveis próximos ao máximo da série em janeiro, recuaram em um movimento aparentemente normal depois da onda de otimismo que se seguiu ao período eleitoral.

(Agência Brasil)

Chanceler vai à Colômbia para apoiar ajuda humanitária à Venezuela

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, viaja hoje (22) para Cúcuta, na Colômbia, fronteira com a Venezuela, para participar da cerimônia que formaliza do início da ajuda humanitária para os venezuelanos. A solenidade é organizada pelo presidente da Colômbia, Iván Duque, que coordenará na segunda-feira (25) reunião do Grupo de Lima.

“Seguindo determinação do presidente Bolsonaro, viajarei amanhã a Cúcuta, Colômbia, fronteira com a Venezuela, para participar de evento em torno da ajuda humanitária ao povo venezuelano, organizado pelo Presidente Iván Duque, com a presença de autoridades de outros países da região”, afirmou Araújo na sua conta pessoal no Twitter.

O chanceler afirmou que amanhã (23) estará em Roraima. A capital, Boa Vista, e Pacaraima terão centros de distribuição dos donativos para os venezuelanos. “Estarei em Roraima para acompanhar a ajuda humanitária colocada à disposição do povo venezuelano pelo Brasil em cooperação com os Estados Unidos”, disse.

Reunião

Na reunião de segunda-feira (25) Araújo estará acompanhado pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão. O encontro é organizado por Iván Duque e contará com a presença do vice-presidente norte-americano, Mike Pence, o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Luis Almagro, e líderes regionais.

“Na segunda-feira, dia 25, estarei em Bogotá, acompanhando o vice-presidente Mourão na reunião do Grupo de Lima que discutirá a evolução do processo de transição democrática na Venezuela”, disse o chanceler referindo-se ao Grupo de Lima que reúne o Brasil e mais 13 países.

Dos 14 integrantes do Grupo de Lima, 11 reconhecer Juan Gauidó como presidente legítimo da Venezuela, incluindo o Brasil. A ajuda humanitária e o acirramento da crise no país vizinho são os temas da reunião em Bogotá.

O encontro ocorre logo depois de o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciar o fechamento da fronteira do Brasil com a Venezuela desde ontem (21) à noite.

(Agência Brasil)

Secretaria da Administração Penitenciária ainda aguarda reforço de 100 agentes

Por falar em retirada da Força Nacional, o que ocorrerá dia 3 de março como informou o secretário nacional da Segurança Pública, general Guilherme Theophilo, um detalhe: o secretário da Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, diz  ainda aguardar os 100 agentes penitenciários que pediu a Brasília como reforço em suas ações de controle do sistema prisional cearense.

(Foto – O POVO)

Advogado de ministro envolvido com candidaturas de laranjas já foi preso no escândalo da JBS

O advogado do ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antonio, no Supremo Tribunal Federal, é Willer Tomaz, que chegou a ser preso após ser acusado de repassar propina da JBS a um procurador. A informação é da Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta sexta-feira.

O ministro recorreu ao Supremo para tentar tirar da primeira instância as investigações sobre candidaturas de laranjas em Minas Gerais.

O caso tem como relator o ministro Luiz Fux.

(Foto – Fernando Canofre, da Folhapress)

Aguenta essa: Deputado quer criar o “Dia do Heterossexual” por temer extinção

962 5

O deputado Pastor Sargento Isidório (AVANTE-BA) deu entrada na Câmara num projeto de lei dos mais esdrúxulos, não pelo conteúdo em si, mas pela justificativa apresentada, segundo informa a Coluna Radar, da Veja Online.

Ele quer instaurar o “Dia Nacional do Orgulho Heterossexual”, iniciativa que, aliás, é a primeira.

Isidório superou-se mesmo na justificativa. Diz que quer “evitar o sangue na canela”, caso, inexplicavelmente, “criminalize-se a homofobia”.

“Se nada for feito para impedir, muito em breve tornar-se-á crime ser ou se declarar heterossexual”, diz o deputado.

“Nós, legisladores, nos preocupamos com a preservação da tartaruga, do macaco prego, da baleia, dentre outros animais em risco de extinção. Por óbvio, é de suma importância centrar atenção também em nós seres humanos machos e fêmeas”, completa Isidório.

(Foto – Facebook)

Criançada que vai cair na folia terá pulseiras de identificação. No Rio de Janeiro

Guardas municipais e voluntários da Fundação da Infância e Adolescência (FIA) vão distribuir 390 mil pulseiras de identificação para crianças e adolescentes durante o carnaval do Rio de Janeiro, que começa no próximo diz 2 de março. A ação é uma iniciativa da FIA, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

As pulseiras serão distribuídas em pontos estratégicos da cidade, como a Central do Brasil, a Rodoviária Novo Rio, estações de metrô e também nas praias, blocos e na Marquês de Sapucaí. A secretária de Desenvolvimento Social, Fabiana Bentes, destaca que é preciso estimular uma cultura de identificação entre os responsáveis por menores de idade no Brasil.

“A gente precisa entender que quando há muita gente, em momentos distração, só por olhar para o lado, a pessoa pode perder uma criança momentaneamente ou até por mais tempo”, alertou a secretária. Ela destacou que, em uma situação como essa, a pulseira de identificação pode acelerar a localização de uma criança perdida.

Fabiana Bentes também considera importante a emissão de documento de identidade para menores de idade, já que a certidão de nascimento não tem foto.

A campanha será lançada hoje (22), às 11h, na base do Programa Centro Presente, em frente ao Museu do Amanhã, no centro do Rio.

(Agência Brasil)

Uece – Termina nesta sexta-feira prazo para pedir isenção da taxa do vestibular pelo meio eletrônico

A Universidade Estadual do Ceará encerra nesta sexta-feira o prazo para receber requerimentos eletrônicos de solicitação de isenção da taxa de inscrição do seu vestibular destinado ao ingresso nos cursos de graduação regular do segundo período letivo deste ano. O lebrete é da assessoria de imprensa da Instituição.

A partir das 23h59min, o acesso ao site para o preenchimento dos formulários de solicitação de isenção da taxa do Vestibular 2019.2 será bloqueado. Os cursos ofertados para o vestibular 2019.2 e suas respectivas vagas constarão no Edital que regulamentará este Certame.

Os requerimentos preenchidos, juntamente com toda a documentação pertinente a cada categoria de isenção, poderão ser entregues no dia 25 de fevereiro de 2019, no horário corrido das 8 às 19 horas (exclusivamente neste dia) nos guichês de atendimento anexo à sede da CEV/UECE, campus Itaperi, e nas sedes das unidades da Uece do Interior do Estado, em seus respectivos horários de funcionamento.

Das Categorias de Isenção

Poderão ser contemplados com isenção do pagamento da taxa de inscrição para o Vestibular 2019.2, os candidatos interessados em ingressar nos cursos de graduação regular da UECE e que estejam enquadrados em uma das seguintes categorias:

Categoria A: Servidor (professor ou funcionário) da FUNECE e servidor (professor ou funcionário estadual) cedido à FUNECE;

Categoria B: Filho ou dependente legal (por decisão judicial) de servidor (professor ou de funcionário) da FUNECE e filho ou dependente legal (por decisão judicial) de servidor (professor ou funcionário estadual) cedido à FUNECE;

Categoria C: Doador de sangue no Estado do Ceará;

Categoria E: Egresso do Ensino Médio, que tenha cursado com aprovação, todo o Ensino Médio regular, durante três anos letivos (1º, 2º e 3º anos), em escolas públicas (municipal, estadual ou federal) de funcionamento regular no Estado do Ceará;

Categoria F: Aluno que esteja cursando, em fevereiro de 2019, o segundo semestre do 3º ano do Ensino Médio em escola pública (municipal, estadual ou federal) de funcionamento regular no Estado do Ceará e que tenha cursado o 1º semestre do 3º ano em escola pública (municipal, estadual ou federal), bem como o 1º e o 2º anos do Ensino Médio, com aprovação, também em escola pública (municipal, estadual ou federal) de funcionamento regular no Estado do Ceará;

Categoria H: Pessoa Hipossuficiente, cuja renda familiar per capita seja inferior a ½ salário mínimo.

Para as categorias elencadas E e F serão concedidas, no máximo, duas isenções. A primeira concessão de isenção equivale a 100% (cem por cento) do valor da taxa de inscrição e a segunda, a 50% (cinquenta por cento) do valor da referida taxa.Tendo em vista os custos do processo, após a concessão da isenção, a decisão do beneficiário de não a usufruir será considerada e contada como uma concessão já deferida, quando o mesmo a solicitar pela segunda vez.

SERVIÇO

*Mais informações na sede da Comissão Executiva do (CEV), campus Itaperi ou pelos telefones 3101-9710 ou 3101-9711.

Heróis da 2ª Guerra ganham homenagens em Fortaleza

A 10ª Região Militar do Exército comemorou, durante evento em Fortaleza, nessa quinta-feira, os 74 anos da tomada de Monte Castelo, uma das principais vitórias brasileiras na 2ª Guerra Mundial.

Houve homenagens com a presença de cinco veteranos da Força Expedicionária Brasileira (FEB), além de dois italianos que viviam na região na época do combate.

(Foto – Aurélio Alves)

Entidades médicas vão à Justiça contra resolução do Conselho Federal de Odontologia

A Resolução nº 198/2019 do Conselho Federal de Odontologia (CFO), que autorizou os dentistas a realizarem procedimentos de caráter invasivo e estético que são exclusivos dos médicos, está sendo alvo de uma ação civil pública na Justiça Federal. A Associação Médica Brasileira (AMB), o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deram entrada, nesta semana, numa ação civil pública contra a medida do CFO. A informação é da assessoria de imprensa do Conselho Federal de Medicina.

Em 29 de janeiro, a Resolução nº 198/2019, do CFO, reconheceu a harmonização orofacial como especialidade odontológica, permitindo aos dentistas o uso da toxina botulínica e de preenchedores faciais na região orofacial e em áreas anexas, bem como a realização de procedimentos com vistas a “harmonizar os terços superior, médio e inferior da face”.

Diante dos excessos e dos riscos inerentes, na ação, é pedida à Justiça Federal a concessão de liminar com a suspensão imediata da norma do CFO, com consequente informe à população por meio de publicação no Diário Oficial da União e de informes no site do Conselho Federal de Odontologia e na imprensa.

Ação civil

No entendimento das entidades médicas, a Resolução nº 198 contraria a legislação, ao autorizar os dentistas a realizarem procedimentos de caráter invasivo e estético, que são exclusivos da medicina. Na ação civil pública, as entidades descrevem o abuso praticado pelo CFO, inclusive ressaltando a impossibilidade de alteração de escopo de atuação profissional por decisão administrativa e sem respaldo da legislação que regula a atividade.

O ação proposta pela AMB, CFM, SBCP e SBD argumenta ainda que a norma do CFO configura mais uma tentativa de ampliar irregularmente o escopo de atuação de dentistas, invadindo a esfera de atuação exclusiva dos médicos, segundo disposições expressas da Lei do Ato Médico (nº 12.842/2013).

Medidas 

Outro ponto destacado pelas entidades médicas é de que a Resolução do CFO se junta a várias tentativas de diferentes categorias profissionais da área da saúde de adotar medidas semelhantes, sendo que, como destaca a ação, essas medidas foram barradas por decisões do Judiciário.

Há casos de invasão do ato médico praticados por meio de resoluções dos Conselhos Federais de Farmácia, Psicologia, Fonoaudiologia, Educação Física, Enfermagem e Fisioterapia, que foram rechaçados pelo Judiciário, sendo que em todos “ a fundamentação jurídica para a anulação das resoluções é a ausência de lei federal que permita e dê respaldo às atividades dispostas em ato normativo de caráter infralegal”.

UFC abre concurso de professor para Arquitetura, Letras e Medicina

A Universidade Federal do Ceará vai inscrever, no período de 25 a 27 deste mês de fevereiro, para concurso de professor substituto nos Departamentos de Arquitetura e Urbanismo e Design, de Letras Vernáculas e de Cirurgia, todos em Fortaleza. A informação é da assessoria de imprensa da Instituição.

De acordo com o edital, no Departamento de Arquitetura e Urbanismo e Design a vaga é para o setor de estudo Teoria e História do Curso de Arquitetura e Urbanismo, com regime de trabalho de 20 horas semanais. No Departamento de Letras Vernáculas, o setor de estudo é Língua Portuguesa, com regime de trabalho de 40 horas semanais. Já no Departamento de Cirurgia, a vaga é para o setor de estudo Urgências Médicas, com regime de 20 horas semanais.

A titulação exigida inicialmente dos candidatos é a de doutor, com reabertura do prazo de inscrições em caso de não preenchimento das vagas.

SERVIÇO

*Mais informações sobre o processo seletivo devem ser vistas no Edital nº 24/2019, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGEP) da UFC (http://www.progep.ufc.br/edital-24-2019/).

*Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas – (85) 3366 7407.

Lancha de Sérgio Cabral vai a leilão novamente

O juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelos desdobramentos da Operação Lava Jato no Rio, determinou que seja feita uma nova avaliação da lancha Manhattan Rio, de propriedade de Sérgio Cabral, que foi confiscada junto com outros bens do ex-governador. O pedido foi feito pelo Rio Leilões, do leiloeiro Renato Guedes, para que a embarcação seja colocada à venda por um preço mais justo.

O lance inicial do primeiro leilão (R$ 4 milhões), realizado no dia 4 de setembro do ano passado, é considerado muito acima do valor de mercado, de acordo com especialistas em náutica, técnicos e mecânicos. No dia 13 do mesmo mês, a lancha foi colocada em leilão com 20% de desconto, mas também não houve comprador.

Segundo especialistas, o valor da lancha está em torno de R$ 1,6 milhão. Bretas determinou que um oficial da Justiça federal faça o levantamento do valor de mercado da embarcação.

A lancha Manhattan Rio foi construída em 1997. Tem 80 pés e é do modelo Ferreti 80 e equipada com suíte, bar lounge, salas e bote com motor. No interior, há aparelhos e eletrodomésticos que também estão incluídos no valor do leilão.

Leilão

A embarcação foi colocada em leilão no mesmo dia da mansão do ex-governador Sérgio Cabral, em Mangaratiba, arrematada no dia 13 de setembro de 2018 por R$ 6,4 milhões, valor mínimo estipulado no leilão, junto com outros bens sequestrados de Cabral pela Justiça Federal. A venda ocorreu nos últimos minutos do leilão, após o próprio leiloeiro já ter admitido que teria de anunciar o imóvel por um preço inferior, em um próximo arremate.

(Agência Brasil)

Museu da Fotografia terá talk show e apresentação de livro com paisagens dos EUA

O fotógrafo e jornalista Sergio Poroger é convidado para um talk show no Museu da Fotografia de Fortaleza. Vai acontecer a partir das 14 horas do próximo sábado (23). Com ele, estará sua produtora-executiva, Patrícia Bueloni.

Os dois apresentarão “Cold Hot”, um livro fotográfico com paisagens e localidades do Sul dos Estados Unidos, com mostra sobre a história da banda desse país, a partir de um paralelos da música e sua influência nas paisagens, arquitetura e nos costumes dos moradores.

Poroger e Patrícia também mostrarão “Cine Mu(n)do”, um novo projeto focado no cinema, com imagens que retratam a influência da sétima arte no cotidiano de cidades americanas, holandesas e, ainda, alguns frames do Brasil e América Latina.

DETALHE – Durante sua estadia, Poroger aproveitará para fotografar antigas salas de cinema de Fortaleza.

(Foto – Divulgação)

Câmara quer ouvir ministro sobre paralisação do Minha Casa, Minha Vida

359 1

Parlamentares de diversos partidos já cobram do governo federal a paralisação do programa Minha Casa Minha Vida.

Segundo informa a Veja Online nesta quinta-feira, o deputado federal Fausto Pinato (PP-SP) apresentou requerimento convocando o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para dar explicações na Câmara.

Canuto, inclusive, suspendeu 18 mil contratos fechados para construção de unidades habitacionais em dezembro do ano passado. Entidades da construção civil cobram a retomada imediata do programa, que mantém 2 milhões de postos de trabalho.

MPF aplicará provas da seleção de estágio no próximo domingo

O Ministério Público Federal vai aplicar, no próximo domingo, das 9 às 12 horas, as provas da seleção para seu programa de estágio. O local é o campus do Centro Universitário Farias Brito (FBUni), no bairro Varjota. O objetivo, segundo a assessoria de imprensa do MPF, é formar cadastro reserva para o preenchimento de vagas nas áreas de Administração, Biblioteconomia, Computação, Engenharia Civil e Jornalismo para suas unidade em Fortaleza.

Ao todo, 332 estudantes universitários se inscreveram e estão aptos a fazer o exame que será de múltipla escolha. No total 30 questões para responder, sendo 10 de Língua Portuguesa e 20 de Conhecimento Específico.

Os participantes devem portar o comprovante de inscrição, documento de identidade e caneta de tinta indelével, esferográfica, nas cores azul ou preta, no dia da aplicação do exame.

O resultado final das inscrições deferidas está disponível na área Estagie Conosco no portal do MPF no Ceará.

SERVIÇO

*Centro Universitário Farias Brito (FBUni) – Rua Castro Monte, 1364 – Varjota, Fortaleza.

*Divisão de Gestão de Pessoas – (85) 3266.7393
*Página da seleção no Portal MPF aqui.

Fernanda Montengro passa mal e é hospitalizada no Rio

A atriz Fernanda Montenegro, 89 anos, está internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro. Desidratada, ela foi hospitalizada após passar mal enquanto gravava cenas para a próxima novela das 21 horas, da Rede Globo, A dona do pedaço, na cidade de Jaguari, no Rio Grande do Sul.

O boletim médico divulgado pelo hospital informa que a atriz “segue internada em tratamento para desidratação, com estado de saúde estável”. Fernanda Montenegro passou mal na terça-feira (19) e foi internada ontem (20).

Nome artístico de Arlette Pinheiro Esteves da Silva Torres, Fernanda Montenegro é apontada como a “grande dama do teatro brasileiro”.

Em 2013, recebeu o prêmio Emmy Internacional de Melhor Atriz pelo trabalho de D. Picucha, no especial Doce de Mãe, da Rede Globo. No episódio, ela fez o papel de uma senhora ativa e mãe de quatro filhos, que não se deixa vencer pela idade e muito menos pelos padrões sociais.

Também foi ndicada ao Oscar de Melhor Atriz pelo papel no filme Central Brasil, no qual fez o papel de uma mulher que redigia cartas em troca de pagamentos para os parentes distantes de quem não sabia ler nem escrever. Foi a única atriz de língua portuguesa indicada para o prêmio.

Fernanda Montenegro foi a primeira atriz contratada pela TV Tupi há 68 anos, embora atualmente na TV Globo, ela passou pelas emissoras Band, Cultura, Record e as extintas Excelsior e TV Rio.

(Agência Brasil)

Sergio Moro completa transição

Com o título “Sergio Moro completa transição”, eis artigo de Plínio Bortolloti, jornalista do O POVO. Ele faz críticas ao Pacote Anticrime do secretário da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Para o articulista, o magistrado, ao endurecer penas, só combate os efeitos. Confira: 

Sérgio Moro, quando assumiu a Justiça do governo Jair Bolsonaro, disse que exerceria apenas uma atividade “técnica” no Ministério: “Não me vejo como um político verdadeiro”, declarou. Claro, foi apenas modéstia, pois ele dispõe de todo o instrumental para transitar na política real. Mas, para efeito deste artigo, relevando o papel exercido por ele quando juiz, e aceitando que esses seus primeiros 50 dias de governo foram de noviciado nas artes dessa ciência, temos de reconhecer que ele debutou em grande estilo na política ao apresentar seu pacote “anticrime” no Congresso Nacional.

Diferente da rígida figura sob a toga em Curitiba, Moro mostrou-se flexível, disposto até mesmo a contrariar as suas próprias convicções, para ver-se aceito na confraria com a qual terá de conviver. Em tempos idos, Moro não diferenciava caixa 2 de corrupção, pelo contrário, considerava o primeiro até pior que o segundo, mais deletério até que o enriquecimento ilícito. “É trapaça”, “crime contra a democracia”, lecionava o juiz.

Do reformado Sérgio Moro: “Houve reclamação por parte de alguns agentes políticos de que o caixa dois é um crime grave, mas não tem a mesma gravidade que corrupção, que crime organizado e crimes violentos. Então, acabamos optando por colocar a criminalização (do caixa 2) à parte, mas que está sendo encaminhada ao mesmo momento”. Traduzindo: a tramitação vai empacar ou a proposta será desfigurada, com a bênção de Moro.

Além do mais, o projeto de Moro em nada influenciará a redução da criminalidade, pois sua base é o endurecimento das penas, o que nunca deteve delinquentes. Ou seja, está-se combatendo os efeitos do crime, não evitando o acontecimento. Portanto, Moro faria melhor se houvesse apresentado propostas para aperfeiçoar a estrutura, os mecanismos de inteligência e investigação, e a forma como a polícia atua, de modo a evitar-se o delito.

Mas Moro não é mais o independente juiz de Curitiba, agora é apenas uma grife subordinada a Jair Bolsonaro, um prisioneiro do “populismo penal”, decantado por seu chefe.

*Plínio Bortolloti,

Jornalista do O POVO.

(Foto – Agência Brasil)

Presidente nacional do Novo: Geraldo Luciano é bom nome para a Prefeitura de Fortaleza

268 1

Se depender do seu presidente nacional, o Partido Novo apostará no executivo Geraldo Luciano como candidato a prefeito de Fortaleza em 2020. Foi o que disse, nesta quinta-feira, durante entrevista ao jornalista Jocélio Leal, no Facebook do O POVO Online, João Amoêdo.

Ele destacou qualidades de Geraldo como um “excelente administrador”, mas observou: “Ele (Geraldo) é quem sabe.”

João Amoêdo está na Capital cearense para participará, às 19 horas, no Hotel Praia Centro – de propriedade do Grupo J. Macedo, onde Geraldo é um dos vice-presidentes, do ato de instalação da nova direção do Novo no Estado.

Geraldo Luciano entrará no lugar de Ivo Silva, tendo na vice o consultor de empresas Célio Fernando. A meta da nova cúpula do Novo é expandir as ideias e o partido para todo o Estado.

Sobre eleições 2020, o executivo evita o assunto e diz apenas que sua tarefa é difundir o Novo que, no entanto, ter[a candidato a prefeito em várias cidades cearense e, principalmente, em Fortaleza.

(Foto – Reprodução)