Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Educação de jovens e adultos perde quase um milhão de alunos desde 2007

O número de matrículas este ano na educação de jovens e adultos (EJA) caiu 3,4% em relação às de 2011. Ao todo, estão matriculados 3.906.877 alunos e, no ano passado, eram 4.046.169 matrículas. A EJA inclui estudantes do ensino fundamental e médio.

Desde o início da série histórica, em 2007, são quase um milhão a menos de jovens e adultos nas salas de aula. Naquela ocasião, foram matriculados 4.985.338 alunos. As informações fazem parte dos dados consolidados do Censo Escolar 2012, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC). Ao todo, foram identificadas 50.545.050 estudantes matriculados na educação básica (infantil, fundamental e ensino médio).

As informações do Censo Escolar servem de base para distribuição de recursos públicos para estados e municípios, como o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).

De acordo com o MEC, a publicação dos dados atende ao dispositivo da Lei 11.494/2007, conhecida como Lei do Fundeb. As demais informações relativas ao fluxo e aprovação dos alunos ainda estão em fase de coleta, com publicação prevista para março do próximo ano.

(Agência Brasil)

Para Delcídio, ninguém suporta mais a guerra fiscal

O senador Delcídio do Amaral (PT-MS), em pronunciamento em Plenário nessa quinta-feira (20), fez um balanço otimista das realizações da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), por ele presidida, e disse esperar grandes avanços na reforma tributária em 2013. O parlamentar lembrou os extensos debates na CAE especialmente em torno da questão do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e afirmou que “ninguém suporta mais a guerra fiscal” que tem levado à judicialização dos conflitos tributários entre unidades da Federação.

– Esse vai ser o principal assunto do início do primeiro semestre do ano que vem. Evidentemente, cada estado tem a sua especificidade e sua realidade, e, democraticamente, esta Casa discutirá com todos os estados da federação – afirmou.

Delcídio lembrou a “sessão histórica” da CAE que reuniu todos os membros do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), representando cada um dos estados brasileiros, com o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa. Na ocasião, o governo apresentou proposta de redução da alíquota interestadual de ICMS para 4% em até 12 anos e a criação de um fundo de R$ 8 bilhões para compensar os estados pela perda de arrecadação decorrente das novas regras.

O senador destacou outra proposta apresentada pelo Executivo: a criação de um Fundo de Desenvolvimento Regional para compensar os estados que perderem oportunidade de oferecer reduções de ICMS como incentivo à economia. Delcídio disse que o governo originalmente previa um fundo de R$ 172 bilhões, mas a proposta acabou crescendo para R$ 296 bilhões.

(Agência Senado)

Beach Park é condenado a indenizar pai de criança com deficiência barrada em toboágua

97 1

“O Beach Park Hotéis e Turismo Ltda. deve pagar indenização de R$ 8 mil ao empresário C.M.L.S., pai de criança portadora de deficiência física, que foi impedida de utilizar toboágua do parque aquático. A decisão foi proferida nessa quarta-feira (19/12), durante sessão extraordinária da 7ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará. O fato ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2002. O empresário havia firmado contrato de fidelidade para que a família tivesse acesso ao parque pelo período de cinco anos. Ele afirmou que não recebeu qualquer informação sobre possíveis restrições ao uso dos brinquedos pelo filho, que na época tinha sete anos.

Por conta disso, C.M.L.S. entrou com ação na Justiça, alegando que o garoto foi vítima de discriminação. Explicou ainda que o menino é portador de encurtamento congênito na perna direita, mas é capaz de realizar quaisquer atividades físicas, conforme comprovado em atestado médico. Na contestação, o Beach Park sustentou a inexistência de discriminação, tendo em vista que agiu em obediências às normas de segurança para utilização dos equipamentos. Em razão disso, pleiteou a improcedência do pedido indenizatório.

Em agosto de 2007, a juíza auxiliar da 1ª Vara da Comarca de Aquiraz, Valéria Carneiro Barroso, condenou a empresa a pagar 35 salários mínimos, a título de danos morais. A magistrada considerou que a empresa não comprovou que a deficiência poderia trazer riscos à criança durante a utilização do brinquedo. Além disso, não demonstrou a existência de aviso ou orientação sobre possíveis impedimentos a usuários no acesso ao equipamento. Objetivando reformar a sentença, o parque aquático interpôs apelação (nº 0000956-67.2003.8.06.0000) no TJCE. Retirou os mesmos argumentos expostos na contestação.

Ao julgar o caso, a 7ª Câmara deu parcial provimento ao recurso e reduziu a indenização para R$ 8 mil, em obediência ao princípio da razoabilidade. “Conclui-se que houve exagerada abordagem, sendo que nem mesmo os fortes argumentos do pai conseguiram deter a restrição imposta à criança, o que resultou em um grande constrangimento para ele e seu filho frente às tantas pessoas que ali se encontravam”, afirmou o desembargador Francisco Bezerra Cavalcante, relator do processo.”

(Site do TJ-CE)

Alexandre Pereira vai presidir o Conselho Estadual de Desenvolvimento Econõmico

136 6

O empresário Alexandre Pereira, presidente regional do PPS, não assumirá nada na futura gestão do prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PSB), mas não ficará na saudade.

Ele ocupará, a partir de janeiro próximo, a presidência do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico (CEDE), em substituição ao também empresário Ivan Bezerra.

Pereira deve também entregar, no começo do ano, a presidência da Associação Brasileira da Indústria de Panificação (Abip).

(Foto – Paulo MOska)

Zezé di Camargo e Luciano no Réveillon de Fortaleza

114 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jbPszUWQPQQ[/youtube]

Pois é, a dupla sertaneja Zezé di Camargo, Luan Santana e o internacional Billy Paul são as atrações que o governador Cid Gomes (PSB) anunciou, em coletiva, no Palácio da Abolição, para a festa de Réveillon que o Estado realizará para cobrir espaço da Prefeitura. O aterro da Praia de Iracema será o local.

Pelo que se vê, Cid não dormia de touca quando Luizianne ameaçou não fazer a festa. Entrou em campo o “Plano B” do governador.

Tem mais atrações: Luis Marcelo e Gabriel, Waldonys, Ítalo e Reno, Kezya Estácio e Nayra Costa (ex-participantes do programa The Voice Brasil), Forró Real, Banda Patrulha, Aviões do Forró, Luan Santana, Zezé di Camargo & Luciano e Banda Verona.

Humoristas cearenses também estarão na festa: Skema, Mastrogilda, Laitinho Brega, Ciro Santos e Raimundinha.

O governador adiantou que a festa terá entre patrocinadores o BNB e a Coca -C ola. Já o show pirotécnico deverá ser de 15 minutos.

DETALHE – O prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Cláudio, estava acompanhando o governador Cid Gomes no anúncio do Réveillon.

 

Marco Maia insiste: Perda de mandato quem deve resolver é o Parlamento

142 1

“O impasse entre os poderes Legislativo e Judiciário sobre a perda de mandato dos deputados condenados na Ação Penal 470, o processo do mensalão, dominou a entrevista coletiva do presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS) hoje (20), convocada para divulgar balanço dos dois anos da gestão do petista como presidente da Casa. Apesar do Supremo Tribunal Federal (STF) ter decidido pela perda do mandato dos deputados condenados, o presidente da Câmara voltou a dizer que essa é uma prerrogativa do Parlamento.

“Os deputados são eleitos pelo povo de forma democrática, de forma regular. Então, a cassação de mandatos sempre é uma coisa que precisa ser muito bem discutida, debatida, muito bem compreendida porque não pode qualquer um, ou qualquer instância cassar o mandato de um parlamentar eleito pelo povo. Não pode o Executivo e, no Brasil, o Executivo já fez isso em muitas oportunidades, e na minha compreensão não pode também o Judiciário. Só quem pode cassar mandatos de parlamentares legitimamente eleitos pelo povo, na minha compreensão, são outros parlamentares, também legitimamente eleitos pelo povo”, disse. Pela decisão do STF, deverão perder os mandatos os deputados João Paulo Cunha (PT-SP), Pedro Henry (PP-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP).

Maia disse que não se sentiu ameaçado pelas declarações do ministro do Supremo, Celso de Mello, que esta semana, ao dar o voto decisivo pela perda de mandato automática dos parlamentares condenados no mensalão, classificou de intoleráveis, inaceitáveis e incompreensíveis as afirmações de que uma decisão nesse sentido poderia não ser cumprida pela Câmara.”

(Agência Brasil)

Ministério da Integração Nacional libera verba para perímetros irrigados do Ceará

O ministério da Integração acaba de liberar recursos da ordem de R$ 1,7 milhões para os perímetros de irrigação de São Luis do Curu/Paraipaba e São Luis do Curu/Pentecoste. Informou, nesta quinta-feira, o ministro da Integração, Fernando Bezerra, ao deputado federal Danilo Forte (PMDB).

Em julho, o parlamentar formou uma comitiva com o diretor-geral do Dnocs, Emerson Fernandes, o diretor de Transferência de Tecnologia da Embrapa Caprinos e Ovinos, Francisco Selmo Fernandes Alves, e o superintendente da Funasa, Germano Fonteles, para, in loco, ouvir as reivindicações dos irrigantes.

Para o perímetro de Paraipaba serão destinados R$ 869 mil, enquanto o de Pentecoste, com uma população maior, receberá R$ 896.000,00. Alocados por intermédio do Dnocs, os recursos serão utilizados na recuperação da área, substituição de maquinário e, em Pentecoste, também na recuperação das estradas vicinais.

Norsa, Renosa e Guararapes anunciam fusão. Empresa será uma das 10 maiores do mundo

135 1

“As empresas Norsa, Renosa e Guararapes – integrantes do Sistema Coca-Cola Brasil, anunciaram hoje oficialmente assinatura de acordo de fusão. O acordo será submetido à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A Norsa integra a Calila Participações, holding do Grupo Jereissati, que tem como controlador o ex-senador Tasso Jereissati.

A fusão, aprovada pelo Cade, irá efetivar o nascimento da segunda maior empresa fabricante da Coca-Cola no Brasil e irá integrar o grupo das dez maiores do mundo e a primeira com controle acionário brasileiro. Ela será responsável pela operação em toda a região Nordeste, no Estado do Mato Grosso e de parte do Tocantins e de Goiás. Ou seja, atuará em 12 estados brasileiros.

A nova terá 15 mil funcionários, distribuídos em 23 centros de distribuição e 13 fábricas, isso garantirá a capacidade de fabricar 2,3 bilhões de litros de bebida ao ano.”

(Valor Econômico)

Dornellles: O Orçamento pode ser votado, sim

87 1

“O Congresso decidiu não votar ontem o projeto do Orçamento 2013, alegando que o imbróglio dos vetos impedia, pois a pauta está trancada.

De acordo com Francisco Dornelles, talvez um dos maiores especialistas em regimento do Congresso, isso é bobagem:

– A decisão do ministro Fux está relacionada aos vetos pendentes e não impede de forma alguma votações de Orçamento.”

(Coluna Radar, da Veja Online)

Receita Federal espera que arrecadação de impostos cresça 1% neste ano

“A Receita Federal manteve a expectativa de que a arrecadação de impostos e contribuições federais cresça 1% em 2012. A informação é da secretária adjunta da Receita Federal, Zayda Manatta, que apresentou hoje (20) em Brasília os números de novembro. Ela disse também que a estimativa para 2013 “só teremos depois da revisão de alguns parâmetros”. Pelos dados apresentados, a arrecadação de impostos e contribuições federais teve alta real de 0,45% em novembro, em comparação ao mesmo período de 2011, totalizando no mês, em termos nominais, R$ 83,707 bilhões. Com isso, o resultado acumulado no ano, até novembro, ficou, em termos nominais, em R$ 926,014 bilhões, com crescimento real de 0,68%. Ou seja, 0,32 ponto percentual abaixo do estimado para todo o ano.

“A expectativa é que, até o final do ano, a arrecadação mantenha um ritmo crescente. Tivemos uma desaceleração ao longo do ano e, agora, nossa expectativa é um crescimento de 1%”, disse Zayda Manatta. No mês passado, ela anunciou que a Receita havia reduzido a expectativa de arrecadação para esse patamar.

Zayda Manatta admitiu que as desonerações tributárias, utilizadas pelo governo para enfrentar a crise, vêm tendo influência no resultado da arrecadação, principalmente da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) incidente sobre os combustíveis, do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre os automóveis, da folha de salários e do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) das pessoas físicas.”

(Agência Brasil)

Venda de material de construção cresce 1,9% entre janeiro e novembro

“Entre janeiro e novembro deste ano, as vendas de material de construção no Brasil apresentaram crescimento de 1,9% em comparação a igual período do ano passado. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), a previsão de crescimento de 2% para 2012 deverá ser atingida. Em comparação a igual mês de 2011, as vendas internas de material de construção em novembro apresentaram crescimento de 2,4%. Já em comparação a outubro, houve queda de 5%.

“O crescimento visto em novembro mantém a tendência de resultado positivo que foi retomado no mês passado. Isso após a queda observada em setembro, que sucedeu quatro meses consecutivos de resultados positivos”, disse Walter Cover, presidente da entidade, por meio de nota.

(Agência Brasil)

Senado presta homenagem a parlamentares cassados na ditadura ao devolver mandato

“Na última semana legislativa, o Senado faz hoje (20) uma homenagem a oito parlamentares cassados durante a ditadura (1964-1985), com a devolução simbólica dos mandatos. Um dos homenageados é o ex-presidente da República Juscelino Kubitschek, então senador por Goiás. O único ex-senador vivo é Marcello Alencar, do Rio de Janeiro, que também foi governador do estado e encontra-se com a saúde frágil. No caso dos parlamentares mortos, os diplomas serão entregues aos parentes.

Serão homenageado os ex-senadores Aarão Steinbruch (1917-1992), pelo Rio de Janeiro; Arthur Virgílio Filho (1921-1987), pelo Amazonas; João Abraão Sobrinho (1907-1993), por Goiás; Mário de Sousa Martins (1913-1994), pelo Rio de Janeiro; Pedro Ludovico Teixeira (1891-1979), por Goiás; e Wilson de Queirós Campos (1924-2001), por Pernambuco. Os ex-parlamentares tiveram seus mandatos cassados entre 1966 e 1969. Já Wilson Campos perdeu o mandato em 1975. O requerimento para a homenagem aos parlamentares foi apresentado pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

No dia 6, a Câmara dos Deputados homenageou 173 deputados cassados pela ditadura militar com a devolução simbólica dos mandatos. Participaram da cerimônia 18 ex-parlamentares. Cada um recebeu o diploma de deputado e o broche que identifica os membros do Congresso. Do total de homenageados, 28 estão vivos e 145 morreram antes de ter os direitos reconhecidos.”

(Agência Brasil)

Alô, empresário! Já depositou a segunda parcela do 13º salário?

“As empresas têm até hoje (20) para pagar a segunda parcela do décimo terceiro salário. O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) calcula que cerca de R$ 130 bilhões serão injetados na economia com os gastos do décimo terceiro, o que representa cerca de 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB). Na segunda parcela do décimo terceiro são descontados o Imposto de Renda (IR), a contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O décimo terceiro é o pagamento adicional de um doze avos do salário do trabalhador, por mês de serviço, ao longo do ano. Assim, se uma pessoa trabalhou apenas seis meses do ano, o décimo terceiro será proporcional a esse período. A cada 15 dias trabalhados, o mês será considerado integral para fins de pagamento. As horas extras, os adicionais noturnos e os adicionais por insalubridade ou periculosidade também são contabilizados nesse benefício.

Os que recebem amparo previdenciário do trabalhador rural, renda mensal vitalícia, amparo assistencial ao idoso e ao deficiente, auxílio suplementar por acidente de trabalho, pensão mensal vitalícia, abono de permanência em serviço, vantagem do servidor aposentado pela autarquia empregadora e salário-família não têm direito ao décimo terceiro. Pelos números do Ministério da Previdência, só com o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro a beneficiários do INSS, mais de R$ 11 bilhões estarão disponíveis para os gastos de fim de ano.”

(Agência Brasil)

Alterações do PIS e Cofins só em 2013, diz ministro

A ampliação do aproveitamento de créditos tributários do Programa de Integração Social (PIS) e na Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) deve entrar na medida provisória (MP) que será publicada no próximo dia 27 alterando o indexador da dívida dos estados e detalhando as regras da unificação em 4% da alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS). Nesse caso, as desonerações sobre o PIS e a Cofins podem ficar para 2013. Mantega falou sobre o assunto nessa quarta-feira durante coletiva de imprensa para anúncio de um pacote de medidas fiscais.

O ministro, no entanto, não deu detalhes sobre quais alterações serão feitas com relação ao uso de créditos sobre os dois tributos e jogou para a frente o anúncio oficial sobre mudanças nos dois tributos. Mais cedo, durante café da manhã com jornalistas, Mantega adiantou que o governo pretende permitir que as empresas do setor de serviços aproveitem os créditos tributários relativos ao PIS e à Cofins. Dessa forma, o setor poderá requerer o abatimento do tributo cobrado ao longo da cadeia produtiva e pagar somente sobre o valor adicionado em cada etapa do serviço.”

(Agência Brasil)

Governo prorroga até junho IPI menor para carros, linha branca e móveis

“Até junho de 2013, os consumidores continuarão a comprar automóveis, eletrodomésticos da linha branca (fogões, tanquinhos, máquinas de lavar e geladeiras) e móveis com desconto do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O ministro da Fazenda, Guido Mantega, prorrogou a desoneração para esses produtos por mais seis meses.

A partir de janeiro, as alíquotas serão recompostas gradualmente, até voltarem aos níveis normais em julho. A exceção são os caminhões, cujo IPI será zerado permanentemente, as máquinas de lavar e os papéis de parede, cuja alíquota permanecerá em 10% por tempo indeterminado.

No caso da linha branca e de móveis, painéis e laminados, as alíquotas atuais permanecerão em vigor até o fim de janeiro. De fevereiro a junho, haverá a cobrança de alíquotas intermediárias. Para os veículos, a recomposição do imposto se dará em duas etapas: as alíquotas subirão em janeiro, em abril, até alcançarem os patamares normais em julho.”

(Agência Brasil)

Cid recebe ligação de Sarney comunicando adiamento da votação do veto dos royallties

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=OGDttrIVj2M[/youtube]

O governador Cid Gomes (PSB) recebeu ligação, durante a solenidade de diplomação dos eleitos no Hotel Praia Centro. Era o presidente do Senado, José Sarney (PMDB) lhe comunicando que o veto presidencial dos royalties e demais vetos ficaram para o próximo ano. Segundo Cid, após o ato e durante uma coletiva, isso quer dizer que essa matéria deve ser votada só em fevereiro.

Mensalão – Procurador Geral da República pede prisão imediata de condenados

85 2

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu no início da noite desta quarta-feira (19) a prisão imediata de réus condenados no processo do mensalão, entre eles o de José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil e homem forte do primeiro governo Lula. A informação é da Folha Online.

O pedido enviado ao Supremo Tribunal Federal tem 20 páginas. Em entrevistas recentes, Gurgel argumentava que requisitaria ao STF o cumprimento antecipado e definitivo das penas, por entender que os recursos ainda possíveis no processo não teriam o poder de modificar o resultado final.

“Não podemos ficar aguardando a sucessão de embargos declaratórios [recursos] que haverá certamente e a tentativa dos incabíveis embargos infringentes [recursos de reavaliação de mérito]. O certo é que o tempo irá passando sem que a decisão tenha a necessária efetividade”, disse Gurgel, hoje pela manhã.

Mesmo sem Orçamento para 2013, governo terá R$ 30 bilhões em restos a pagar

Por causa do impasse provocado pelo debate em torno da votação dos vetos da presidenta Dilma a artigos da lei dos royalties do petróleo e a não aprovação do Orçamento antes do final do ano legislativo, o governo iniciará o ano que vem com cerca de R$ 30 bilhões disponíveis dos chamados restos a pagar relativos a recursos de orçamentos de anos anteriores que foram empenhados, mas não foram pagos.

Segundo o presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), dos R$ 30 bilhões que o Executivo tem para gastar enquanto o Orçamento não for aprovado, R$ 12 bilhões são referentes a investimentos em obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Desse montante, segundo Pimenta, R$ 4,7 bilhões estão no orçamento do Ministério das Cidades; R$ 3,7 bilhões no do Ministério dos Transportes; R$ 1,6 bilhão no Ministério da Saúde; e R$ 1,3 bilhão no Ministério da Integração Nacional.

“O governo pode liberar esse dinheiro a partir de janeiro para o pagamento de obras em andamento. O dinheiro não poderá ser utilizado para novos investimentos”, explicou o deputado Paulo Pimenta. “O estoque de recursos a pagar dá para as empresas continuarem suas obras ainda por uns três meses”, acrescentou.

Com a indefinição criada a partir da liminar do ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Fux sobre a ordem de apreciação dos vetos pendentes no Congresso, não há previsão para a votação do Orçamento de 2013. Segundo entendimento dos presidentes da Câmara, Marco Maia (PT-RS) e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a proposta orçamentária só poderá ser analisada depois da votação dos mais de três mil vetos. A primeira sessão do Congresso depois do recesso de fim do ano está marcada para o dia 5 de fevereiro.

(Agência Brasil)

BC – Inadimplência de pessoas físicas cai e taxa de juros atinge menor nivel

“A inadimplência das famílias registrou leve queda de 0,1 ponto percentual, de outubro para novembro, ao ficar em 7,8%, informou hoje (19) o Banco Central (BC). No caso das empresas, a inadimplência, como são considerados atrasos superiores a 90 dias, permaneceu em 4,1%.

A taxa média de juros para empresas e pessoas físicas continuou em queda e chegou ao menor nível da série histórica iniciada em 2000. Essa taxa ficou em 28,9% ao ano, com redução de 0,5 ponto percentual em relação a outubro. Novembro é o nono mês seguido em que há redução da taxa média. No caso das famílias, a redução na taxa de juros de outubro para novembro chega a 0,6 ponto percentual. A taxa ficou em 34,8% ao ano, no mês passado. Para as empresas, houve queda de 0,4 ponto percentual para 21,7% ao ano.”

(Agência Brasil)

Governo admite reajuste da gasolina para consumidor em 2013

“O ministro da Fazenda, Guido Mantega, indicou que a Petrobras “certamente” irá fazer um reajuste no preço da gasolina em 2013, com impacto na bomba. Segundo ele, não se trata de uma medida excepcional, já que houve um reajuste este ano no preço dos combustíveis. O reajuste em 2012, no entanto, não foi sentida pelos consumidores porque o governo terminou “zerando” a Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (Cide), um tributo cobrado sobre o preço do produto.

Deixando claro que falava como ministro da Fazenda e não como presidente do Conselho Administrativo da Petrobras, Mantega disse que, no momento adequado, a Petrobras fará o anuncio.

“O preço vai subir. Haverá um aumento no momento adequado. Se soubesse, não diria, porque mexe com o mercado. Mas, podemos dizer também que o preço do óleo no mercado internacional pode cair. O que é uma possibilidade. Então, temos que olhar todas as variáveis”, disse. Guido Mantega fez hoje um balanço do ano para os jornalistas de economia que acompanham o Ministério da Fazenda.”

(Agência Brasil)