Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Deputado apresenta projeto para criar o 14º salário

57 1

Essa é da Coluna Radar, da Veja Online:

O deputado mineiro Antonio Roberto (PV) apresentou um projeto de lei na Câmara que, se aprovado, faria a alegria dos trabalhadores Brasil afora – aumentando o Custo Brasil, claro. O que propõe o deputado? Algo simples: estabelecer o 14º salário no país. Pelo projeto de Roberto, todo trabalhador teria direito a receber o salário extra no mês do aniversário.

O projeto não tem a menor chance de passar no Congresso, mas já imaginou? Roberto justifica a sua proposta lembrando que o Brasil “já figura entre as seis maiores economias do mundo” e tem, portanto, condições de bancar o benefício. O texto depende do aval de Marco Maia para tramitar nas comissões da Câmara.

Termina nesta 5ª feira a propaganda no rádio e na tevê, debates e comícios

“Termina hoje (4) a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. Nos últimos 45 dias, candidatos a prefeito, a vice-prefeito e a vereador puderam divulgar suas plataformas de campanha visando a conquistar o voto do eleitorado do seu município. Com o fim do horário político, as emissoras de rádio e TV poderão voltar a exibir sua programação normal.

Nas cidades com mais de 200 mil eleitores onde nenhum dos candidatos conseguir a maioria dos votos e for necessária a realização de segundo turno, a propagando eleitoral no rádio e na televisão voltará a ser exibida a partir do dia 13 de outubro, com término no dia 26.

De acordo com o calendário eleitoral, hoje também é o último dia para a realização de comícios e propaganda política com reuniões públicas e a utilização de aparelhagem de sonorização fixa entre as 8 e as 24 horas. Do mesmo modo, só até hoje poderá ser realizado debate entre candidatos. A legislação prevê, contudo, que se o debate for iniciado hoje, poderá se estender até as 7h de amanhã.”

(Agência Brasil)

Marina Silva deixa mensagem para candidato a vereador pelo PDT

81 4

O candidato a vereador pelo PDT, ambientalista Paulo Lima, o “Polô”, distribui entre eleitores trecho de discurso que a senadora Marina Silva fez, quando de passagem recente por Fortaleza, destacando seu estilo político. Marina compara Polô a Chico Mendes:

O Polô lembra muito o jeito do Chico Mendes. E o Chico Mendes era uma pessoa que todos nós temos uma admiração muito grande por ele. Mas o Chico Mendes era bom de conversa, mas na hora de discursar ele parecia muito com o jeitão do Polô.

Eu dizia:

– Chico, tu tem que fazer um discurso mais inflamado!

E ele dizia:
– É, companheira! Não é para conversar com as pessoas, não??!!

Ele subia encima do palanque para conversar com as pessoas, não é?
E hoje olhando para você, Polô… me lembrou muito a figura do Chico Mendes. Ele era até redondinho assim, com essa barba, né? Uma pessoa com o coração de criança!

Eu senti isso quando ele (Polô) foi candidato ao Senado. A ousadia de ser candidato ao Senado aqui no estado do Ceará. Com pouco recurso, sendo sabotado pelo próprio partido e, mesmo assim, tendo a votação expressiva que ele teve. E me ajudar, junto com todos vocês, a termos a votação que tivemos.

Isso é coisa de quem tem ideal!…

Marina Silva.

Mensalão – Lula está com ódio de Luiz Fux

80 4

É Luiz Fux, e não o ministro Joaquim Barbosa, o alvo principal da raiva de Lula e de réus do mensalão, revela Mônica Bergamo, na coluna política da Folha de S.Paulo desta quinta-feira:

Antes de ser indicado ministro, Fux fez um périplo por gabinetes de Brasília e escritórios de São Paulo. Mas Lula tinha restrições a ele. Disse a vários interlocutores achar estranho que um magistrado fosse apoiado tanto por Delfim Netto quanto por João Pedro Stédile, do MST. O aval decisivo à indicação de Fux veio de Antonio Palocci, então poderoso ministro do governo Dilma Rousseff. Réus do mensalão, na época, não se opuseram. Mas hoje se dizem surpresos: no julgamento, o ministro segue na íntegra os votos de Barbosa, condenando praticamente todos os acusados.”

Governo adota medidas para evitar apagões durante as eleições

“Às vésperas das eleições, o Ministério de Minas e Energia determinou uma série de ações estratégicas para garantir a normalidade do fornecimento de energia elétrica durante a votação no próximo dia 7 (domingo). As distribuidoras reforçarão suas equipes de tempo real e foi estabelecido um esquema especial para as turmas de manutenção, para casos de mobilização imediata. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, aprovou ontem (3) na reunião com dirigentes do setor elétrico a execução do plano Medidas de Segurança Adicionais à Operação do Sistema Interligado Nacional.

Na reunião, Lobão ouviu o detalhamento do plano, apresentado pelo diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Hermes Chipp. Na exposição, Chipp recomendou atenção máxima ao setor. O ministro determinou a suspensão das intervenções para manutenção em equipamentos no período das eleições.

O ONS informou que será adotado um reforço nas equipes de estudo e operação para garantir a rápida e eficaz mobilização para eventuais necessidades. A reunião ontem ocorreu horas antes de haver uma pane em um transformador de Furnas, em Foz do Iguaçu, no Paraná, que provocou a interrupção no fornecimento de energia à noite em algumas regiões do país.

De acordo com o ONS, a pane gerou perda de carga na Usina de Itaipu, que enviou imediatamente um pedido de alívio para as distribuidoras de energia. A reunião ontem contou com a participação de integrantes da Secretaria Executiva e da Secretaria de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Eletrobrás e  de subsidiárias de várias agências.”

(Agência Brasil)

Médicos vão paralisar em protesto contra planos de saúde

87 1

“Médicos de diversas especialidades vão protestar, mais uma vez, a partir da próxima semana contra o que consideram abusos cometidos pelas operadoras de saúde. Entre os dias 10 e 25 de outubro, além de promover atos públicos, como passeatas e concentrações, os profissionais irão suspender, em vários estados, consultas e procedimentos eletivos com o uso de guias de convênios que não negociaram com a categoria. A mobilização está sendo articulada por três entidades que representam a classe médica nacionalmente – Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira e Federação Nacional dos Médicos – e o cronograma da suspensão dos atendimentos está sendo definido por comissões estaduais.

De acordo com o representante da Comissão Nacional de Honorários da Associação Médica Brasileira (AMB), Florisval Meinão, a ideia é denunciar, principalmente, os baixos repasses feitos pelas operadoras de planos de saúde aos médicos que integram as redes credenciadas. Ele ressaltou que os serviços de urgência e emergência serão mantidos nos dias da mobilização.

“As remunerações são baixíssimas, especialmente se levarmos em consideração a responsabilidade que a atividade médica envolve. O que temos visto ao longo dos anos é que as operadoras aumentam as mensalidades que cobram dos usuários utilizando índices acima da inflação ao passo que reajustam os honorários com índices inferiores à inflação.”

Meinão informou que, em geral, um médico que atende no estado de São Paulo, por exemplo, recebe entre R$ 25 e R$ 60 por uma consulta a pacientes de planos de saúde. A categoria considera que o valor mínimo aceitável é R$ 80. Ele acrescentou que uma das defasagens mais evidentes está relacionada à atividade de obstetras, que recebem das operadoras de saúde, em média, R$ 300 por parto realizado.”

(Agência Brasil)

Decisão da ANS de desativarr 301 planos de saúde não surpreende Unimed Ceará

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=jzh6Hb62Zng&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=6&feature=plcp[/youtube]

A Agência Nacional de Saúde (ANS) baixou medida proibindo as operações de 301 planos de saúde no País. A decisão não causou surpresa no setor. O presidente da Unimed Ceará, Darival Bringel,  analisando o caso, disse para o Blog que esse pacote de planos já reunia muitos desativados ou que haviam entrado em fusão com outras organizações do setor.

Joaquim Barbosa – José Dirceu foi mandante do Mensalão

98 1

“O ministro Joaquim Barbosa, relator da Ação Penal 470 no Supremo Tribunal Federal (STF), considerou que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu foi o mandante do esquema de compra de apoio político conhecido como mensalão. Para Barbosa, a culpa fica clara no contexto das provas reunidas durante o processo, como depoimentos de réus e testemunhas e a sequência dos fatos no tempo.

Barbosa ainda não votou formalmente pela condenação do ministro por corrupção ativa, pois a sessão foi interrompida para intervalo. No entanto, o relator já disse que as provas mostram que Dirceu não só conhecia o publicitário Marcos Valério, como também orientava a atuação dele e do então tesoureiro do PT, Delúbio Soares, na captação de verbas e oferecimento de vantagem indevida a partidos da base aliada ao governo entre 2003 e 2004.

“No conjunto probatório contextualizado na ação penal, os pagamentos efetuados por Delúbio e Valério a parlamentares com quem Dirceu tinha contato direto, coloca o chefe da Casa Civil em posição central de organização e liderança da prática criminosa, como mandante da promessa de vantagem indevida que apoiasse votação de seu interesse”, disse o relator.

Segundo Barbosa, ficou provado que Dirceu “aparece nas duas pontas do esquema”, oferecendo promessa de vantagem indevida e permitindo pagamento a parlamentares que com ele se reunia. “Entender que Valério e Delúbio agiram sozinhos, sem vontade de Dirceu, nesse contexto de reuniões fundamentais do ex-ministro, é, a meu ver, inadmissível”.

(Agência Brasil)

Ipece – Ceará foi o estado que mais reduziu a extrema pobreza

283 3

O Ceará foi o estado que apresentou melhores índices de redução na extrema pobreza, segundo revela o Enfoque Econômico “Ceará Retira 353 mil Pessoas da Extrema Pobreza Entre 2006 e 2011, Tendo o Melhor Desempenho do País” produzido pelo Instituto de Pesquise Estratégia Econômica do Ceará (IPECE). O estudo acaba de ser divulgado e já pode ser acessado no nowww.ipece.ce.gov.br. O Ipece é um órgão vinculado á Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado.

Segundo o diretor-geral do IPECE, professor Flávio Ataliba, o Ceará teve uma redução – entre 2006 e 2011, de quase cinco pontos percentuais, caindo de 15 para 10,14 por cento de sua população. O resultado se configura na maior redução verificada entre todos os estados brasileiros nesse período. Seguido do Ceará, vem os estados do Piauí, com uma redução de 297.549 pessoas, e Bahia, com 278.151.

Flávio Ataliba ressalta que, em termos proporcionais, o Ceará continua com o quarto maior índice do país, mas “é importante observar que partimos com o terceiro maior contingente do país, o que exige evidentemente um esforço muito maior dado a necessidade de renda a ser gerada”. Ele frisa que as “reduções não foram influenciadas ainda pelo Plano Brasil Sem Miséria, uma vez que as políticas anunciadas não tiveram tempo de se consumar, pois os dados da PNAD foram coletados em setembro de 2011”.

Tabela 1: Pessoas em condição de extrema pobreza e taxa de extrema pobreza, variação entre 2006 e 2011.

 

2006

2011

Variação no número de pessoas

 (2006-2011)

Ranking da variação no número de pessoas

(2006-2011)

N.

Proporção da população

N.

Proporção da população

Acre

81966

12,06

60582

8,08

-21384

20

Alagoas

557366

18,32

329723

10,97

-227643

7

Amapá

25091

4,02

48312

7,24

23221

25

Amazonas

273747

8,25

284393

8,96

10646

24

Bahia

1641335

12,16

1363184

10,32

-278151

3

Ceará

1211982

15,00

858323

10,14

-353659

1

Distrito Federal

58422

2,50

59876

2,32

1454

23

Espírito Santo

153680

4,57

97999

2,91

-55681

15

Goiás

160678

2,83

126827

2,11

-33851

18

Maranhão

1260469

20,17

1026077

15,81

-234392

6

Mato Grosso

123574

4,25

51212

1,67

-72362

14

Mato Grosso do Sul

92590

3,94

46516

1,87

-46074

16

Minas Gerais

728538

3,86

484810

2,56

-243728

5

Pará

529634

7,42

632105

8,34

102471

27

Paraíba

411494

11,24

236253

6,35

-175241

9

Paraná

264788

2,61

172931

1,68

-91857

12

Pernambuco

1083712

12,91

826795

10,10

-256917

4

Piauí

566182

18,62

268633

8,59

-297549

2

Rio de Janeiro

349184

2,36

335891

2,33

-13293

21

Rio Grande do Norte

304548

9,94

209718

6,55

-94830

11

Rio Grande do Sul

347152

3,34

191674

1,83

-155478

10

Rondônia

100170

6,59

60550

4,00

-39620

17

Roraima

20067

5,39

15627

3,38

-4440

22

Santa Catarina

62707

1,06

96689

1,57

33982

26

São Paulo

860452

2,22

679855

1,73

-180597

8

Sergipe

195563

9,89

113766

5,50

-81797

13

Tocantins

98544

7,47

76792

5,44

-21752

19

 

* Fonte: IBGE/PNAD. Cálculo do IPECE.

 

Julgamento do Mensalão repercute em grandes sites internacionais

134 1

O julgamento do Mensalão repercute na imprensa internacional. O escândalo envolvendo petistas e compra de apoio no Congresso durante a Era Lula entrou, nesta quarta-feira, numa fase decisiva. No banco de réus, José Dirceu, Delúbio Soares e José Genoíno, o núcleo político que teria articulado o esquema. Confira manchetes de alguns sites do Exterior:

 

Livro que integra acervo da Faculdade de Direito de Sorbonne será lançado em Fortaleza

123 1

O advogado e consultor cearense Roberto Victor Ribeiro vai lançar, às 19 horas do próximo dia 17, no Clube Náutico, o livro “O Julgamento de Sócrates – Sob a luz do Direito”. A obra tem o diferencial de ser a primeira no mundo a enfocar o julgamento do filósofo grego pelas lentes do Direito.

Conta com prefácio do professor e jurista internacional Ives Gandra Martins, além de comentários da processualista Ada Pellegrini Grinover, presidenta da Comissão de Revisão do Código de Processo Civil, e de Luís Flávio Gomes, o autor penal mais consultado e comentado pelo Supremo Tribunal Federal nos votos de seus ministros.

Outro detalhe: integra a lista de novas obras catalogadas no acervo da Faculdade de Direito da Universidade Paris I (Sorbonne), a maior biblioteca da França em Ciências Jurídicas e Econômicas Aliás Roberto Victor é o primeiro cearense a ter uma obra sendo doutrinada na cátedra de História do Direito dessa universidade.

CDL lança “Fortaleza Liquida 2013” com palestra de Paulo Henrique Amorim

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Freitas Cordeiro, vai lançar às 8 horas do próximo dia 30, na sede da entidade,  o “Fortaleza Liquida 2013”.

Na ocasião, haverá palestra do jornalista Paulo Henrique Amorim (Rede Record), que abordará o tema “Perspectivas do Brasil para 2013”.

O “Fortaleza Liquida” é uma promoção criada para aquecer as vendas durante o mês de março, considerado um dos piores períodos do ano para o comércio. Mais de duas lojas deverão aderir ao evento, oferecendo descontos variados.

Índice de confiança da construção civil apresenta queda

“O Índice de Confiança da Construção (ICST), medido pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre), ficou em -7,8% de julho a setembro, na comparação com o mesmo período do ano passado. No trimestre anterior a variação foi -9,8%, ante o mesmo trimestre de 2011. Essa é a segunda melhora consecutiva após quatro meses em queda, apesar de estar abaixo do registrado no mesmo período do ano passado.

Entre os segmentos que tiveram melhora mais acentuada na comparação anual estão aluguel de equipamentos que passou de -11,0%, em agosto para -7,3%, em setembro, e construção de edifícios e obras de engenharia civil, que foi de -9,9% para -7,4%. No sentido contrário aparecem preparação de terreno, com variação de -6,5% em setembro, contra -5,8%, em agosto, e obras de infraestrutura para engenharia Elétrica e para Telecomunicações, com -16,2%, contra -15,8%, em agosto.

Ainda na comparação anual o Índice da Situação Atual (ISA-CST) passou de -11,8%, em agosto, para -9,4%, em setembro. O grau de satisfação com a situação atual dos negócios teve variação interanual de -9,0%, ante -11,5%, em agosto. Das 702 empresas consultadas, 27,2% avaliaram a situação atual como boa de julho a setembro, contra 37,6% no mesmo período de 2011.”

(Agência Brasil)

Consumo do brasileiro registra queda em setembro

“O comércio varejista do país fechou o mês de setembro em queda de 1,8% sobre agosto, segundo aponta o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio. Essa redução, no entanto, não sinaliza desaquecimento, avaliam os economistas da Serasa Experian. De janeiro a setembro, houve alta de 9,1%. Na comparação com igual mês do ano passado, o movimento de consumidores cresceu 10,8%.

Na explicação técnica da Serasa, o desempenho ruim, no nono mês do ano, é reflexo do menor número de dias úteis com um total de 19 ante 23 em agosto, além do feriado prolongado de 7 de Setembro. Foi constatada diminuição nos seis segmentos pesquisados com destaque para material de construção (-9,4%) e veículos, motos e peças (-9,5%).

Nesse último caso, apontam os economistas, o recuo é consequência da grande concentração de consumidores em agosto. Como estava previsto o término da redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) no final daquele mês, houve uma corrida às lojas. O estímulo fiscal, porém, foi prorrogado por mais 60 dias. Na projeção dos economistas, o consumo deverá voltar a crescer, nos próximos meses.”

(Agência Brasil)

Mensalão – O Direito como política

68 5

Com o título “Direito como política”, eis artigo da professora e filósofa Sandra Helena de Souza. Ela aborda o julgamento do Mensalão e se diz incomodada com a argumentação ideológica envolvida na crítica do direito, com uma nítida  jurisprudência de interesses”. Ela lamenta o silêncio sobre caixa dois. Confira:

Imagine um jogo de futebol, em final de campeonato acalorado. O time visitante está ganhando, tem menos expressão e torcida. Está derrotando o poderoso time da casa que precisa apenas de um empate para sagrar-se campeão. Sua furiosa torcida ruge ameaçadora, pois o gol que dá vitória ao time menor gerara profundas controvérsias. A tensão cresce e há forte possibilidade de invasão de campo. Então, a um minuto do final, o juiz auxiliar chama o principal e eles deliberam. De volta, declara anulado por impedimento o gol do time visitante. Confessa-se convencido pela nova interpretação do auxiliar a que não dera crédito antes. O time da casa vence o campeonato.

Quem tem acompanhado a cobertura do julgamento da Ação Penal 470 pelo Supremo Tribunal Federal não se pode furtar a um grande incômodo com a argumentação ideológica envolvida na crítica do direito e com uma nítida “jurisprudência de interesses” – a surpreendente mudança teórico-interpretativa que o tribunal tem usado para fundamentar as condenações. Se o inovador entendimento dos ministros, definindo o crime após os atos cometidos, invocando a teoria do “domínio do fato” e a irrelevância dos atos de ofício, faz-se com base no apelo ao “primado do direito”, esse apelo, considerando realisticamente nosso contexto jurídico-político, pode ser ele também, uma movimentação no jogo político. Para assegurar tal primado é necessário ter regras prospectivas, previamente conhecidas por todos.

Aqui nada se diz sobre os fatos, que são naturalmente esquivos às leis, mas sobre os procedimentos legais de prova, dada a ampla discrição investida nos intérpretes do direito. É curioso o silêncio sobre o caixa dois. Não, é preciso denegá-lo: uma vez que faz parte da cultura política e privada do País, criminalizá-lo tornaria de súbito todos os partidos e boa parte das empresas e profissionais liberais, criminosos e quadrilheiros.

Em maio de 2001 escrevi sobre o erro do discurso moralizante do PT que o tornava refém de sua própria armadilha. As votações que agora levam seus próceres ao cadafalso foram reformas liberais, assumidas da agenda do governo anterior, a “lição de casa”, em todos os maus sentidos, para acalmar os “mercados”. Uma ironia do destino para quem não pode, ou não conseguiu encontrar alternativas políticas mais consistentes com seus ideais, no nosso viciado presidencialismo de coalizão. Lição mal feita de mau aprendiz.

É tudo política, meus caros. Queda muito óbvio, no caso em questão, o sentido situacional de um poder judicial com determinado entendimento da política e dos objetivos políticos do direito. Não vejo com bons olhos a aplicação retroativa. Penso no time visitante, acostumado a sofrer gols impedidos e validados. E se o juiz mudará seu entendimento no meio do jogo para contrariar uma torcida mais poderosa. Meu ceticismo anseia por decepção.

Sandra Helena de Souza

sandraelena@uol.com.br
Professora de Filosofia e Ética da Universidade de Fortaleza.

Ciro diz que Lula não é Deus e que Elmano não existe

131 14

Lá vem de novo o ex-ministro Ciro Gomes (PSB) e suas polêmicas. Ele decidiu agora partir para o ataque na tentativa de garantir a presença do candidato de seu partido, Roberto Claudio, no segundo turno contra o petista Elmano de Freitas. Afirma que o ex-presidente Lula não é “Deus” e aproveitou para “meter o bico” na eleição paulistana e criticar o ex-presidente por ter se aliado a Paulo Maluf (PP).

Ciro está preocupado com a força política do ex-presidente Lula na eleição de Fortaleza, como deixa claro em entrevista ao jornal Estadão. “O candidato do PT aqui não existe. O que existe aqui é o Lula, 24 horas por dia no rádio e na televisão.”

Ele também chama o ex-ministro José Dirceu de “aloprado” e afirma que o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) vai sair direto da presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para a cadeia.

* Confira a entrevista aqui.

Dilma sanciona lei que cria o “Brasil Carinhoso”

83 1

“A presidenta Dilma Rousseff sanciona hoje (3) a lei que cria o Benefício de Superação da Extrema Pobreza na Primeira Infância. A medida vai garantir renda mínima de R$ 70 per capita para famílias com crianças até seis anos. O beneficio é a principal medida do Brasil Carinhoso, pacote de medidas para a infância lançado em maio. A complementação já estava sendo paga aos beneficiários desde junho, mas dependia de aprovação do Congresso para ser convertido de medida provisória em lei.

Em setembro, o governo repassou R$ 182 milhões para pagamento do benefício, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social. Além da complementação da renda mensal das famílias com crianças até seis anos, o Brasil Carinhoso inclui medidas como ampliação do acesso à creche e pré-escola, com construção de 1.512 creches e a ampliação de 66% dos recursos destinados à merenda escolar da educação infantil.

Na saúde, o plano estende o Programa Saúde na Escola às creches e pré-escolas e prevê o aumento da distribuição de sulfato ferroso e vitamina A para crianças na primeira infância, além da entrega gratuita demedicamentos para tratamento da asma por meio da rede Aqui Tem Farmácia Popular.”

(Agência Brasil)

Copa 2014 – Projeto cearense integrará programação oficial

Osterne Feitosa Professora Sandra Maciel e Ubiratan Teixeira.

A professora cearense Sandra Maciel Barreto recebeu, em Brasília, das mãos do ministro Aldo Rebelo (Esportes) e do coordenador do Grupo Executivo da Copa do Mundo da FIFA 2014, Luis Fernandes, a chancela para integrar projeto de sua autoria integrar a Programação Oficial da Copa do Mundo FIFA 2014, no que diz respeito a promoção do Brasil. Trata-se do projeto “Localizador – Integração de Ferramentas, Serviços e Produtos para Copa 2014”. Na cerimônia, o secretário-adjunto da Secretaria Especial da Copa do Estado do Ceará, Osterne Feitosa, e o chefe de gabinete do deputado federal Antônio Balhmann (PSB), Ubiratan Teixeira, que reconheceram o empreendedorismo de Sandra Barreto e de Enid Câmara, esta diretora da Prática Eventos, que apresentaram um projeto de âmbito nacional, com orçamento de R$ 70 milhões.

O PROJETO

O projeto Localizador visa a criação de uma rede de informações brasileira a partir de inventário/pesquisa nas 12 subsedes para levantamento de todas as potencialidades culturais, esportivas, turísticas e de desenvolvimento econômico. Nele, entram ações como a edição de livros, mapas e postais e outros, em várias línguas, a partir do inventário/mapeamento das 12 capitais. Também prevê o desenvolvimento, com tecnologia de ultima geração e suas convergências, de portais de informações para o Mundo, dentre eles Portal e Rede Social Localizador Cultural, Portal e Rede Social Localizador Esportivo, Portal e Rede Social Localizador Turístico e Portal e Rede Social Localizador Industrial e Comercial, além do desenvolvimento de atrações culturais, esportivas, culturais e de desenvolvimento, que acontecerão nas 12 cidades sede da COPA 2014, com transmissão ao vivo.

(Foto – ME)