Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Mineiro entra no lugar de cearense no comando da panificação nacional

josebatista

A Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria (Abip) acaba de empossar, em solenidade realizada na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília, sua nova diretoria para o período 2013-2017. O novo presidente da entidade é José Batista de Oliveira, de Minas Gerais, que respondia pela vice-presidência da Abip na gestão anterior do cearense Alexandre Pereira.

A nova diretoria terá por objetivo prosseguir no processo de renovação e consolidação do setor, promover o fortalecimento das padarias, apoiar iniciativas que resultem na desoneração do pão e organizar cursos e atividades voltados ao aprimoramento da gestão.

Em 2012, a panificação brasileira cresceu 11,6% em relação ao ano anterior, movimentando R$ 70,29 bilhões. Este foi o sexto ano consecutivo em que o setor registra crescimento anual superior a 10%. No Brasil, são 64 mil padarias de pequeno e médio porte, posicionando-se como o segundo maior canal de distribuição de alimentos do país e um dos seis maiores segmentos industriais. Os 115 mil empresários do setor são responsáveis pela geração de 802 ml empregos diretos e 1,85 milhão de empregos indiretos.

Lula e Renan tentam juntar cacos da aliança PT-PMDB

149 1

“Dois caciques da política, o ex-presidente Lula e o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL), chamaram para si uma missão espinhosa e delicada. Os dois assumiram o compromisso de juntar os cacos da aliança entre PT e PMDB, que quase ruiu depois dos protestos de junho, sedimentando o caminho para a reeleição da presidente Dilma Rousseff.

O primeiro gesto foi dado na última terça-feira, quando, em passagem por Brasília, Lula fez questão de visitar Renan, acompanhado de vário senadores dos dois partidos, como Wellington Dias (PT-PI), Jader Barbalho (PMDB-PA), Lindbergh Farias (PT-RJ), Jorge Viana (PT-AC) e Romero Jucá (PMDB-RR), além governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, do PT.”

(Site BRA-247)

Atividade econômica esfria ritmo, mas cresce 0,89% o segundo trimestre

“A atividade econômica apresentou crescimento de 0,89% no segundo trimestre, em relação ao três primeiros meses deste ano. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período), divulgado hoje (15). A atividade econômica perdeu ritmo de crescimento, uma vez que no primeiro trimestre deste ano comparado com o quarto de 2012, a expansão ficou em 1,10% de acordo com os dados revisados.

Na comparação entre o segundo trimestre deste ano com igual período de 2012, a expansão ficou em 3,97%, segundos os dados revisados e sem ajustes sazonais. No ano, a expansão do IBC-Br ficou em 2,90% e em 12 meses encerrados em junho, em 1,94%. Em junho, comparado com o mês anterior, a expansão ficou em 1,13% (dado ajustado para o período). Na comparação entre junho e o mesmo mês de 2012, houve expansão de 2,35% (sem ajustes).

O IBC-Br é uma forma de avaliar e antecipar a evolução da economia brasileira. O índice incorpora informações sobre o nível da atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária. O acompanhamento do indicador é considerado importante pelo BC para que haja maior compreensão da atividade econômica, além de ajudar na tomada de decisão sobre a taxa básica de juros, a Selic.”

(Agência Brasil)

Ministro da Saúde libera verbas e agenda inauguração do heliponto do IJF

odoricooo

Odorico Monteiro, Ministro Padilha, Prefeito RC e secretária Socorro Martins.

A Assessoria de Imprensa do prefeito Roberto Claudio (PSB) mandou para o Blog o resultado da audiência dele, nessa noite de quarta-feira, em Brasília, com o ministério Alexandre Padilha (Saúde). A audiência, na qual estavam também a secretária municipal da Saúde, Socorro Martins,a, e Odorico Monteiro, secretario nacional de Gestão Estratégica do MS, apresentou o seguinte balanço:

1. Apoio financeiro para seis UPAs, três já com ordem de serviço pronta.

2. Retomada das reformas do Frotinha Parangaba, Gonzaguinhas da Barra e NS da Conceição.

3. Aumento do suporte financeiro para reforma e ampliação de 60 unidades e construção das 25 novas unidades.

4. O ministro Padilha vem a Fortaleza, mês que vem, para inaugurar o heliponto do IJF, entregar uma UPA.

(Foto – Divulgação do MS)

Grupo Jereissati inaugura shopping em Campo Grande

981 3

tassorenataa

Tasso e Renata Jereissati comandam a festa.

A Jereissati Centros Comerciais (JCC) está inaugurando, nesta manhã de quinta-feira, em Campo Grande (MS), o Shopping Bosque dos Ipês. Projetado pela RTKL, um dos mais famosos escritórios de arquitetura comercial do mundo, o empreendimento registrou um investimento de R$ 250 milhões e seu mix tem como destaque a Zara, Walmart e a Livraria Saraiva.Renata e Tasso Jereissati serão os anfitriões da festa, que reunirá cerca de 1500 convidados.

Com o Shopping Bosque dos Ipês, a Jereissati Centros Comerciais (JCC) inicia um processo de expansão de seus negócios, que se limitavam ao Ceará com o Shopping Iguatemi – que está em expansão com inauguração prevista para o segundo semestre de 2014. Além de Campo Grande, o grupo está construindo o Shopping Bosque Grão-Pará, em Belém, e negocia projeto de outro empreendimento para Salvador, na Bahia.

DETALHE – Com essa inauguração, Tasso Jereissati inclui no mercado de shoppings centers a marca “Bosque”, que foi criada pela Agência Tudo, empresa pertencente ao publicitário Nizan Guanaes.

(Foto – Balada In)

Receita Federal libera pagamento do 3º lote de restituições do IR 2013

“A Receita Federal libera hoje (15) no banco o dinheiro das restituições do Imposto de Renda Pessoa Física do terceiro lote. São 1,099 milhão de contribuintes com direito à restituição. O valor está acrescido de 2,93%. No lote, foram liberadas também declarações de anos anteriores que estavam retidas na malha fina desde 2008. A restituição do IR fica disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-lo na página da Receita na internet, mediante o Formulário Eletrônico – Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC).

A Receita lembra que caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os números 4004-0001, nas capitais, e 0800-729-0001, nas demais localidades, para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

SERVIÇO

* Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS, que facilitam a consulta.”

(Agência Brasil)

Senado aprova projeto que dá mais garantias a clientes de empresas aéreas

“O Senado aprovou hoje (14) projeto que dá mais garantias aos clientes de empresas aéreas (PLS 359/12). Segundo o autor da proposta, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), a intenção é adotar medidas que impeçam práticas abusivas ao consumidor. A proposta determina que informações sobre os valores das taxas para remarcação, cancelamento e reembolso do bilhete aéreo sejam escritas de forma clara e destacada no contrato. Além disso, nesses mesmos casos, fica proibida a cobrança de valor superior ao preço do bilhete, o que, segundo senadores, é uma prática comum quando as passagens são compradas por meio de promoções.

A proposta também estabelece que a cobrança por remarcação, cancelamento e reembolso, ainda que calculada cumulativamente, não poderá ser superior a 10% do preço pago pelo comprador para cada trecho. Também fica garantida ao consumidor a possibilidade de cancelar o bilhete pelo mesmo canal usado por ele para comprar da passagem. O texto prevê ainda um prazo de arrependimento de duas horas após a aquisição do bilhete por canais de vendas não presenciais.

Segundo o projeto, as companhias aéreas ficam obrigadas a oferecer ao consumidor passagem em classe tarifária na qual não incida qualquer restrição ou multa, para que a possibilidade de escolha passe a ser feita com base no interesse e na disponibilidade do comprador.”

(Agência Brasil)

Marina Silva quer pressa para regularizar partido

188 1

marinasilva

“A ex-senadora Marina Silva reuniu-se hoje (14) com a presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, para pedir agilidade na validação de assinaturas para a criação da Rede Sustentabilidade. De acordo com ela, os cartórios estão atrasando os procedimentos e anulando assinaturas sem justificativa. O problema pode inviabilizar a participação da Rede na disputa eleitoral do ano que vem.

“Essas assinaturas precisam ser validadas, porque não temos culpa se eles [os cartórios] não têm o parâmetro para fazer a validação ou se contam com estrutura de pessoal que não está dando conta de fazer o processamento dentro do prazo”, disse Marina, ao deixar o encontro. “Alguns cartórios simplesmente não justificam porque estão invalidando as fichas, e, por isso, precisamos de orientação para recorrer dessas decisões”, completou.

Para obter registro, um partido político tem que reunir cerca de 500 mil assinaturas, o que corresponde a 0,5% dos votos registrados na última eleição para a Câmara dos Deputados. Também é exigido que as assinaturas tenham sido colhidas em pelo menos nove estados brasileiros. As condições têm que ser validadas pelo TSE até o próximo dia 5 de outubro para que o partido esteja apto a disputar as próximas eleições.

Segundo Marina Silva, alguns cartórios estão atrasados em 60 dias, sendo que a legislação aponta prazo máximo de 15 dias para a validação. Caso a situação se agrave, a Rede pode apresentar as assinaturas diretamente à Justiça Eleitoral, sem validação prévia, mas Marina indica que isso não está nos planos, pois os trâmites estão dentro do prazo. A ex-senadora também mostrou preocupação com descartes de assinaturas em determinados estados. Enquanto a média nacional é de 24%, em São Paulo a taxa é de 30%, e no Distrito Federal é de 29%. “A única coisa que temos certeza é que encaminhamos as fichas no prazo certo, e que eles [os cartórios] estão atrasados nas respostas”, disse.”

(Agência Brasil)

Bancários cearenses lançam campanha salarial durante ato público no Centro

O Sindicato dos Bancários do Ceará vai lançar nesta sexta-feira, a partir das 16 horas, a Campanha Nacional 2013. Durante ato na Praça do Carmo, informa o presidente da entidade, Carlos Eduardo Bezerra. O lançamento desenvolverá o tema da Campanha deste ano ” #Vempraluta, bancário!”. Após um ato público, os bancários seguirão em caminhada pelas principais ruas do Centro.

Eis as principais reivindicações da categoria:

• Reajuste salarial de 11,93%, composto de 5% de aumento real, além da inflação projetada de 6,6%.

• PLR: três salários mais R$ 5.553,15.

• Piso: R$ 2.860,21 (salário mínimo do Dieese).

• Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$ 678,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional).

• Melhores condições de trabalho, com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoece os bancários.

• Emprego: fim das demissões, mais contratações, aumento da inclusão bancária, combate às terceirizações, especialmente ao PL 4330 que precariza as condições de trabalho, além da aprovação da Convenção 158 da OIT, que proíbe as dispensas imotivadas.

• Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para todos os bancários.

• Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós-graduação.

• Prevenção contra assaltos e sequestros, com o fim da guarda das chaves de cofres e agências por bancários.

• Igualdade de oportunidades para bancários e bancárias, com a contratação de pelo menos 20% de trabalhadores afro-descendentes.

Prefeito acerta metas da assistência social em Brasília

Ministerio do Desenvolvimento Social

Prefeito RC, ministra Tereza Campelo e secretário Cláudio Ricardo.

Ampliar de 5.200 para 10 mil as vagas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego (Pronatec), reformar os 23 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e construir sete novos CRAS até o final de 2013. Essas foram algumas das metas acertadas, nesta quarta-feira, durante reunião do prefeito Roberto Cláudio e do secretário de Desenvolvimento Social, Trabalho e Combate à Fome de Fortaleza, Cláudio Ricardo, com a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, em Brasília.

De acordo com Roberto Cláudio, a ideia é unir trabalho e assistência social, consolidando uma rede municipal de capacitação da população mais vulnerável e possibilitando, dessa forma, o acesso ao mercado de trabalho. Além disso, serão ampliadas as ações de segurança alimentar, garantindo alimentação adequada aliada à formação profissional da população mais pobre.

Segundo o secretário Cláudio Ricardo, além da reforma dos CRAS já existentes, a ideia é expandir ao longo da gestão o número de unidades, tendo como meta chegar ao final de 2016 com 40 CRAS. “Estamos trabalhando também no aperfeiçoamento do Cadastro Único dos programas sociais, para que possamos ampliar o atendimento aos fortalezenses que realmente necessitam”.

Venda do comércio varejista com alta de 0,5% entre maio e junho

“O comércio varejista brasileiro teve alta de 0,5% nas vendas entre maio e junho deste ano. Entre abril e maio, havia sido registrada estabilidade nas vendas, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio, divulgada hoje (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Também houve crescimento de 0,9% na receita nominal.

Quatro dos oito segmentos comerciais tiveram aumento no volume de vendas. O principal crescimento foi observado no setor de móveis e eletrodomésticos (1,8%), seguido por artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (1%) e livros, jornais, revistas e papelaria (1%). Os combustíveis e lubrificantes tiveram alta de 0,9%.

Entre os quatro setores com queda, o destaque foi o grupo tecidos, vestuário e calçados (-1,4%). Também tiveram redução no volume de vendas os segmentos de equipamentos e material para informática, escritório e comunicação (-0,5%), hiper, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,4%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico.”

(Agência Brasil)

Senado proíbe cantinas de escola de venderem lanches nada saudáveis

“As cantinas instaladas nas escolas de ensino básico serão proibidas de vender bebidas com baixo teor nutricional ou alimentos com quantidades elevadas de açúcar, de gordura saturada, de gordura trans ou sódio. A decisão foi tomada hoje (14) no Senado, mas ainda depende da aprovação dos deputados e do Palácio do Planalto para valer como lei. Há quase oito anos, os parlamentares discutem o projeto de lei que estabelece formas de garantir uma alimentação mais saudável nas escolas.

Com a aprovação do texto final na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), a relatora do projeto, senadora Angela Portela (PT- RR), destacou que a medida vai permitir que outros alimentos sejam incluídos na lista de restrições pelas autoridades sanitárias. A parlamentar lembrou que a atual legislação não tem sido suficiente para garantir uma alimentação adequada nas escolas. “Os estabelecimentos poderiam deixar de vender aqueles produtos apenas quando necessitassem renovar seu alvará, voltando a vendê-los após terem concluído esse trâmite”.

Angela Portela (PT- RR) disse que a aprovação do projeto vai permitir que essas iniciativas ganhem mais força e dimensão no país, já que definem  normas gerais para esse comércio. Segundo ela, a decisão vai “balizar, ampliar e uniformizar as medidas governamentais a serem tomadas, notadamente sob o ponto de vista sanitário: as restrições ao uso na merenda e a venda de determinados produtos considerados não saudáveis em cantinas escolares, além de ações de educação nutricional e sanitária”.

Em alguns estados, a restrição de venda de determinados produtos alimentícios considerados não saudáveis já vinha sendo adotada. Especialistas vêm alertando para as causas de obesidade infantil e doenças crônicas não transmissíveis provocadas por alimentação inadequada das crianças. O projeto ainda precisa ser analisado e aprovado na Câmara dos Deputados.”

(Agência Brasil)

Correntes petistas do Ceará em clima de salada mista na disputa pelo comando nacional

188 2

saladas

As correntes petistas locais já lançaram seus nomes para o Processo de Eleição Direta (PED), que ocorrerá em novembro. É o período de renovação das direções estadual e, principalmente, na cúpula de Fortaleza. Há, no entanto, algo curioso nessa história. Se há briga pelo comando local, algumas alas se unem quando o mote é garantir fatia no comando nacional.

José Maria Castro, por exemplo, candidato a presidente do PT do Ceará, está apoiando, com o grupo do secretário da Cultura do Estado, Francisco Pinheiro, a reeleição do presidente nacional Rui Falcão. Já o deputado federal Artur Bruno, seu apoiador, quer o deputado federal Paulo Teixeira (PSB), enquanto o vereador Acrísio Sena, outro apoiador de Castro, torce por Renato Simões.

O vereador Guilherme Sampaio, candidato a presidente do PT do Ceará com apoio da ex-prefeita Luizianne Lins, está na torcida por Valter Pomar para presidente nacional. Já Luizianne Lins (foto) quer o deputado federal Paulo Teixeira. O senador José Pimentel, outro apoiador de Guilherme, trabalha pela reeleição de Rui Falcão.

Pois é, eis o PT e suas idiossincrasias.

Dnocs lançará edital de açude para atender Crateús

Emerson-Fernandes-300x199 (1)

Neste mês, o Dnocs vai lançar edital das obras do açude Fronteiras, que promete resolver problema da falta d’água no município de Crateús.

Segundo o diretor-geral do órgão, o projeto está orçado em R$ 300 milhões e o açude terá capacidade para 500 mil metros cúbicos de água.

O diretor-geral do Dnocs, Emerson Fernandes, encontra-se em Brasília acertando detalhes do processo licitatório dessa obra, que será executada num prazo de dois anos.

Em tempos de seca, uma reflexão sobre o Açude Castanhão

579 1

Com o título “Reflexões sobre o Açude Castanhão”, eis mais uma contribuição do engenheiro Cássio Borges para este momento de estiagem que se registra no Estado. Diz ele: “Quanto mais me detenho neste assunto, cada vez mais fico convencido de que a acumulação de água do Açude Castanhão não deveria ter ultrapassado, de forma alguma, ao 1,2 bilhão de m3 (também indicado pelo DNOCS) que, inclusive, teria evitado a inundação da cidade de Jaguaribara.” Confira:  

Em face dos dois anos de secas (2012 e 2013) que castigam a região nordestina, é possível tirar-se algumas conclusões sobre o papel que vem desempenhando e que poderá desempenhar o Açude Castanhão para amenizar os efeitos catastróficos deste fenômeno caso tenhamos, no próximo ano, nova incidência climática desfavorável de igual magnitude. A meu ver, esta deve ser uma preocupação das autoridades competentes visto que, não faz muito tempo, tivemos três anos seguidos de secas, nos anos de 1991, 1992 e 1993, sem contar com outras que ocorreram em nossa região de maior duração.

Para que o leitor tenha uma ideia, já escrevi cerca de 300 artigos de jornais abordando temas desta natureza e em 1999 publiquei um livro intitulado “A Face Oculta da Barragem do Castanhão – em Defesa da Engenharia Nacional”, constituído de 331 páginas. Naquela publicação o leitor poderá reviver os 14 anos de discussão em torno desse empreendimento. Além destas valiosas contribuições para debater a problemática hídrica em nossa Região, publiquei nos Boletins Técnicos do DNOCS e em Simpósios da Associação Brasileira de Recursos Hídricos, sete trabalhos técnicos os quais me deixam à vontade para dizer o que penso e o que acho, de forma independente, sobre o assunto em pauta, mantendo uma coerência de pontos de vista, através dos tempos, no transcurso de vários Governos, sejam a nível estadual ou nacional.

Inicialmente, desejo referir-me ao artigo “O Açude Castanhão e a Seca Atual”, publicado no Jornal “O POVO” no dia 22/03/2013. De acordo com as informações que me foram passadas pelo DNOCS, naquela ocasião estava sendo retirado do Açude Castanhão (incluindo a evaporação) uma vazão de 32,00 m3/s, da qual 17,47 m3/s destinada para vários fins, inclusive a irrigação. Graças a essa informação, com uma simples operação aritmética, foi-me possível estimar a vazão evaporada naquele momento como sendo de 14,53 m3/s, sem considerar o aporte da vazão (?), via perenização do Açude Orós, ao reservatório do Castanhão. Este valor da evaporação, da ordem de 15 m3/s, é maior do que o consumo de água da Região Metropolitana de Fortaleza que é de 6,5 m3/s.

Poder-se-ia justificar tão elevada evaporação o fato de que no local, onde o referido açude foi construído, não ter ombreiras (topografia favorável) para acumular tão colossal volume de água sendo necessária a construção de uma barragem com cerca de 10.000 metros de extensão. Para efeito de comparação, a barragem do Açude Orós tem 600 metros de comprimento e a do Açude Banabuiú, ambos no Ceará, 1.200 metros de extensão. Durante estes últimos 20 anos, a única vez que a RMF ficou realmente ameaçada de faltar água foi no ano de 1993 que sucedeu a dois anos secos, 1991 e 1992. Naquela ocasião, quem socorreu a capital cearense foi o Açude Orós enviando 5,00 m3/s de água através do Canal do Trabalhador construído, emergencialmente, pelo então Governador Ciro Ferreira Gomes.

Ressalte-se que os Açudes Orós e Banabuiú acumulam juntos 3,6 bilhões de m3, um volume bem superior aos 659 milhões de m3 de água acumulados nos quatro açudes que abastecem a RMF (Pacajus, Riachão, Pacatuba e Gavião). Portanto, os Açudes Orós e Banabuiú, estrategicamente localizados, podem dispor juntos de 23 m3/s para uma eventual crise de falta d´água em Fortaleza que, como acima foi dito, consume em média 6,5 m3/s. Neste início de ano, o DNOCS inaugurou o Açude Figueiredo, com 500 milhões de m3 de água, que será mais um significativo reforço para esta Região. O tradicional planejamento do DNOCS para o vale do Rio Jaguaribe constava o Açude Castanheiro, no Rio Salgado, em Lavras da Mangabeira. Seria uma bela barragem de apenas 40 metros de extensão. Eu disse, 40 metros. Sua vazão regularizada poderia ser da ordem de 9,00 m3/s, de acordo com o DNOCS. Sem dúvida, esta represa seria mais um reforço para a RMF. O Açude Castanheiro poderia acumular até 2 (dois) bilhões de m3 podendo ainda ser considerado o Açude Aurora, com 800 milhões de m3, também no Rio Salgado, no município do mesmo nome.

Além de todos estes fatores favoráveis ao abastecimento de água da Região Metropolitana de Fortaleza-RMF, não se pode esquecer os 8,00 m3/s contínuos que serão destinados ao Estado do Ceará, através do Rio Jaguaribe, pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco. Em face do que foi exposto, quanto mais me detenho neste assunto, cada vez mais fico convencido de que a acumulação de água do Açude Castanhão não deveria ter ultrapassado, de forma alguma, ao 1,2 bilhão de m3 (também indicado pelo DNOCS) que, inclusive, teria evitado a inundação da cidade de Jaguaribara.

* Cássio Borges

Engenheiro civil e especialista em recursos hídricos e barragens.

Lula e presidente da África do Sul agendam o Ceará

lulall

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva se encontrarão em Fortaleza. Eles serão conferencistas do Fórum Brasil-África, um evento organizado pelo Itamaraty e o Grupo de Embaixadores dos Países Africanos no Brasil.

Os dois estarão aqui entre os dias 28 e 29 de agosto de 2014. Com mais de 30 palestrantes, será discutido nesse fórum o tema “Infraestrutura, Parceria e Desenvolvimento”.

Delegações de 30 países participarão do fórum, marcado para o Centro de Eventos. A informação é do consultor internacional Bosco Monte. Depois do encontro dos BRICs, em março de 2014, o Brasil-África será o mais importante a ter a capital cearense como sede.

(Coluna Vertical, do O POVO)

O País arrecada R$ 970 bi, mas falta dinheiro para a educação

“Até o final deste mês nós já teremos pago um trilhão de reais de impostos. Hoje, segundo o Impostômetro.com.br., estamos por volta de R$ 970 bilhões. Por falta de dinheiro, 12 das 27 capitais não cumprem a lei aprovada no Congresso que dá condições mínimas aos professores das escolas básicas públicas.

Uma das capitais não paga nem o piso salarial mínimo para o mestre. Outras 11 não concedem jornadas para que os professores possam preparar aulas, corrigir provas ou se aperfeiçoar. O mantra é sempre o mesmo, a prefeitura não tem dinheiro. No entanto sobra para festa, inauguração, farra dos vereadores, contratação de cupinchas vagabundos, e por aí vai.

Como se vê educação não é prioridade, não dá voto. Como pode faltar verba se nós pagamos tanto imposto?
Na sua opinião, é preciso aumentar a carga tributária para por mais dinheiro na mão do prefeito, ou isso não resolve?”

(Blog do Heródoto Barbeiro)

Clima Econômico do Brasil é o 3º mais baixo da América Latina

“O Índice de Clima Econômico (ICE) do Brasil ficou em 3,8 pontos em julho deste ano, o terceiro mais baixo da América Latina entre 11 países pesquisados. A pontuação do Brasil só foi maior do que a obtida pela Venezuela (1 ponto, a pontuação mínima) e a Argentina (3,6). O índice é calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A queda do indicador, calculado com base na opinião de especialistas sobre a economia local, foi de 32%. Em abril, o ICE brasileiro alcançou 5,6 pontos. O resultado de julho também ficou pouco bem abaixo da média de 6,1 pontos observada nos últimos dez anos.

A média do ICE na América Latina em julho foi 4,4 pontos. Em abril, havia sido 5,2. Os melhores resultados foram obtidos por Paraguai (7,3), Colômbia (6,1), Peru (5,6), Bolívia (5,4), Uruguai (5,3), México (5,3) e Equador (5). O Chile ficou na média (4,4). Apenas dois países tiveram melhora no indicador entre abril e julho: Colômbia e Uruguai. A Bolívia se manteve estável e os demais tiveram queda.

No Brasil, os especialistas estão mais pessimistas tanto em relação ao momento atual quanto ao futuro. O subíndice de Expectativas, que avalia a situação para os próximos meses, caiu de 6,4 pontos em abril para 4,2 em julho. Já o subíndice da Situação Atual caiu de 4,7 para 3,3 pontos no período.

Como os dois subíndices estão abaixo de 5 pontos, o Brasil está em fase de recessão, segundo o estudo. Em abril, o país estava na fase de recuperação (quando o subíndice de Expectativas está acima de 5 e o subíndice da Situação Atual está abaixo desse valor). As outras duas categorias da pesquisa são expansão (quando os dois subíndices estão acima de 5) e piora (quando a Situação Atual está acima de 5 e a Expectativa abaixo desse valor).

(Agência Brasil) 

Times do Fortaleza e do Ceará buscam patrocínio da Caixa Econômica Federal

201 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=HVBcIx0kXAo&feature=c4-overview&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Os times do Fortaleza e do Ceará querem ganhar patrocínio da Caixa Econômica, que já vem apoiando financeiramente vários clubes do Brasileirão, entre eles o Asa de Arapiraca. O presidente do Fortaleza, deputado Osmar Baquit, e o vice-presidente do time alvinegro, Robinson de Castro, serão recebidos em audiência pelo presidente da Caixa, Jorge Hereda, a partir das 16 horas desta quarta-feira, em Brasília.

A audiência foi marcada pelo deputado federal Danilo Forte (PMDB). Segundo Osmar Baquit, o Fortaleza e o Ceará vão um patrocínio anual da Caixa na ordem de R$ 1 milhão. Baquit aproveitou para informar que, ainda nesta quarta-feira, o Fortaleza estará recebendo mais dois reforços: um zagueiro e um volante. Ele, no entanto, não deu mais detalhes.