Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Partidos aliados divulgam nota repudiando oposição que quer Lula investigado

87 4

“Presidentes de partidos da base aliada (PT, PMDB, PSB, PCdoB, PDT e PRB) divulgaram hoje (20) nota de repúdio contra manifestação da oposição que pede que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva seja investigado em função de denúncias publicadas pela revista Veja no último fim de semana. “Tentaram comprometer a honra e a dignidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Valendo-se de fantasiosa matéria veiculada pela revista Veja, pretendem transformar em verdade o amontoado de invencionices colecionado a partir de fontes sem identificação”, diz o documento referindo-se à nota assinada pelos presidentes do PSDB, DEM e PPS.

Os aliados do governo acusam a oposição de golpismo e de conservadorismo. “As forças conservadoras revelam-se dispostas a qualquer aventura. Não hesitam em recorrer a práticas golpistas, à calúnia e à difamação, à denúncia sem prova.”

Na nota, os presidentes dos partidos da base alegam que a oposição usa argumentos falsos para atacar Lula e desmoralizá-lo. “O que querem agora é barrar e reverter o processo de mudanças iniciado por Lula, que colocou o Brasil na rota do desenvolvimento com distribuição de renda, incorporando à cidadania milhões de brasileiros marginalizados, e buscou inserção soberana na cena global, após anos de submissão a interesses externos.”

Os aliados acusam os partidos de oposição de tentar politizar o julgamento da Ação Penal 470, conhecida como processo do mensalão, em fase de decisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e de tentar envolver o ex-presidente no processo. “Quando [os partidos de oposição] pressionam a mais alta Corte do país, o STF, estão preocupados em fazer da Ação Penal 470 um julgamento político, para golpear a democracia e reverter as conquistas que marcaram a gestão do presidente Lula .” Assinam a nota os presidentes do PT, Rui Falcão, do PMDB, Valdir Raupp, do PSB, Eduardo Campos, do PCdoB, Renato Rabelo, do PDT, Carlos Lupi e do PRB, Marcos Pereira.”

(Agência Brasil)

Mensalão – Lewandowski absolve Pedro Henry

101 1

“O ministro Ricardo Lewandowski, revisor do processo conhecido como do mensalão, iniciou hoje (20) a leitura de seu voto sobre o Capítulo 6 da Ação Penal 470, sobre esquema de compra de apoio parlamentar entre 2003 e 2004. Lewandowski condenou o ex-deputado federal e ex-presidente do PP, Pedro Corrêa (PE), por corrupção ativa, mas o absolveu da acusação de lavagem de dinheiro. Ele também absolveu o deputado Pedro Henry (PP-MT) das acusações de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Em relação a Pedro Henry, o ministro disse que a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) não o convenceu sobre a participação do réu em atos ilícitos. “Nem mesmo ficou provado que ele [Pedro Henry] teria recebido qualquer quantia. Concluo que a acusação não descreveu uma só conduta para demonstrar sua participação nos ilícitos que lhe são imputados”.

Lewandowski julgou procedente, no entanto, a denúncia de corrupção passiva contra Pedro Corrêa, por estar provado que ele recebeu dinheiro, tendo, o próprio, admitido o recebimento de R$ 700 mil como ajuda de custo. “O réu não participou das votações da reforma tributária nem da Lei de Falências. Tal circunstância, porém, não descaracteriza o crime de corrupção passiva nos termos da jurisprudência da Corte nesta ação penal.”

Apesar de condenar Corrêa por corrupção passiva, Lewandowski argumentou que o parlamentar não lavou dinheiro porque desconhecia a operação realizada pelo Banco Rural e pelo grupo do publicitário Marcos Valério para ocultar o caminho do dinheiro sujo. “Um réu só pode ser condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro se vier a praticar atos delituosos distintos”, disse Lewandowski, para quem o recebimento de propina por meio de um assessor faz parte do próprio ato de corrupção.”

(Agência Brasil)

Funai libera terreno para a futura refinaria do Ceará

86 1

A Funai anunciou, nesta quinta-feira, que vai liberar terreno no município de Caucaia (Região Metropolitana de Fortaleza) para a instalação da futura Refinaria Premium II. Havia uma pendenga sobre área indígena, pertencente à tibo dos Anacés.

Com a decisão, o serviço de terraplenagem poderá começar, segundo o deputado federal José Guimarães (PT). O parlamentar informa que esteve com a presidente da Petrobrás, Graça Foster, e apresentou o plano de negócios da empresa. Falta agora o acerto das datas para a nova festa em torno de um empreendimento sonhado pelo cearense e que, nos últimos anos, só serviu de desculpa política para muitos lucrarem com votos. obras.

Filme “O Palhaço” disputará indicação ao Oscar

86 3

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=H5qReKA8sD0[/youtube]

O filme “O Palhaço”, de Selton Melo, foi escolhido para representar o Brasil na disputa por uma indicação ao Oscar na categoria de “Filme Estrangeiro”. A película concorrerá à seleção feita pelos membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. “O Palhaço” foi uma escolha da Comissão Especial de Seleção do Ministério da Cultura, formada pela secretária do Audiovisual do MinC, Ana Paula Dourado Santana; Ana Luiza Azevedo; Andre Sturm; Carlos Eduardo Rodrigues; Flávio Tambellini; George Torquato Firmeza; José Geraldo Couto; e Lauro Escorel. O longa é de 2011.

Cid Gomes entre as belas

87 1

Eis aí Cid Gomes posando ao lado das 26 candidatas ao concursoMiss Brasil 2012. Elas estiveram nesta quinta-feira, no Palácio da Abolição. onde puderam conversar e almoçar o governador. O concurso ocorrerá sábado, à noite, no Centro de Eventos.

(Foto – Divulgação)

Mais de 50% dos brasileiros estão na classe média

63 4

“Atualmente mais da metade da população brasileira (53%) fazem parte da classe média, o que significa um total de 104 milhões de brasileiros. Nos últimos dez anos, foram 35 milhões os brasileiros incluídos na classe média. Os dados foram divulgado nesta quinta-feira (20) pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República no estudo Vozes da Classe Média. A pesquisa classifica como classe média os que vivem em famílias com renda per capita mensal entre R$ 291 e R$ 1.019 e tem baixa probabilidade de passar a ser pobre no futuro próximo.

De acordo com o estudo, a expansão desse segmento resultou de um processo de crescimento do país combinado com redução na desigualdade. A estimativa é que, mantidas a taxa de crescimento e a tendência de queda nas desigualdades dos últimos dez anos, a classe média chegue a 57% da população brasileira em 2022. Os dados indicam que a redução da classe baixa foi mais intensa do que a expansão da classe alta. De 2002 a 2012 ascenderam da classe baixa para a média, 21% da população brasileira, enquanto da classe média para a alta ascenderam 6%.

O ministro da SAE, Moreira Franco, destacou o importância do crescimento da classe média para movimentar e impulsionar a economia do país, pois essa fatia da população responde por 38% da renda e do consumo das famílias. “Em torno de 18 milhões de empregos foram criados na última década, esses empregos formais foram associados a uma política adequada de salário mínimo que deu ganhos reais acima da inflação aos brasileiros”, disse Franco. O crescimento da renda da classe média tem sido maior do que o do restante da população, de acordo com os dados apresentados no estudo. Enquanto na última década a renda média desse segmento cresceu 3,5% ao ano, a renda média das famílias brasileiras cresceu, no mesmo período, 2,4% ao ano.”

(Agência Brasil)

Conselheiro do CNJ abre IX Encontro do Fisco Estadual

O professor e advogado Jorge Hélio, membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), é um dos conferencistas do IX Encontro do Fisco Estadual cearense. O encontro será aberto às 19 horas desta quinta-feira, no Gran Marquise Hotel e vai se estender até o fim da tarde de sexta-feira.

Após a cerimônia, Jorge Hélio falará sobre o tema “Função do Conselho Nacional de Justiça como Órgão de Controle Administrativo do Poder Judiciário”.

A promoção do IX Encontro do Fisco Estadual é da Associação dos Auditores e Fiscais do Tesouro do Estado do Ceará.

SERVIÇO

* Mais informações – www.auditece.org.br

Pelas torcidas organizadas e sem bandidagem

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=8oF_nU2OcKI&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

O diretor institucional do Grupo de Comunicação O POVO, jornalista Plínio Bortolotti, é a favor da manutenção das torcidas organizadas, hoje alvo de polêmicas por conta de violências registradas nos estádios pelo Brasil afora em Fortaleza também. Ele, no entanto, defende que as autoridades ajam firmes e promovam uma limpeza geral nessas organizações para afastar os vândalos.

Indústria cearense precisa de 161 mil profissionais capacitados até 2015

O Mapa do Trabalho Industrial, divulgado nesta quinta-feira pela Confederação Nacional da Indústria, mostra que a indústria brasileira vai precisar de 7,2 milhões de técnicos até 2015. Do total da necessidade, 1,1 milhão será por trabalhadores para novas vagas.

No Ceará, a demanda é por 161, 2 mil profissionais capacitados. Entre as ocupações que necessitam de cursos profissionalizantes com mais de 200 horas, estão operadores de máquina de costura, de peças do vestuário, trabalhadores da indústria de alimentos, trabalhadores do setor têxtil e mecânicols de manutgenção de máquinas industriasis.

Ainda no Ceará, as ocupações com maior demanda de nível técnico serão técnico em operação e monitoração de computadores, técnico de controle da produção, técnico em eletrônica e em eletricidade e eletrotécnica.

Taxa de desemprego em agosto fica estável

“A taxa de desemprego em agosto permaneceu estável na comparação com julho, em seis regiões metropolitanas do país, ficando em 5,3%. O índice é 0,1 ponto percentual maior do que o do mês anterior. Os números fazem parte da Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada hoje (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Aproximadamente 1,3 milhão de pessoas estavam desocupadas em agosto, mesmo número de julho. Houve queda de 10,6% na comparação com agosto de 2011 (menos 153 mil pessoas). O salário médio dos trabalhadores ficou em R$ 1.758,10, aumento de 1,9% em relação a julho. A população ocupada atingiu 23 milhões para o conjunto das seis regiões, assinalando variação de 0,7% ante o mês de julho. O número de trabalhadores com Carteira de Trabalho assinada no setor privado foi 11,4 milhões.

A pesquisa de emprego é realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, do Rio de Janeiro, de São Paulo e Porto Alegre. No confronto com agosto de 2011, a taxa recuou em Salvador (2,5 pontos percentuais) e Porto Alegre (1,7 ponto percentual). Nas demais regiões o quadro foi de estabilidade.”

(Agência Brasil)

Revolução Farroupilha é lembrada em Fortaleza

99 1

Nesta  quinta-feira, o Rio Grande do Sul, a terra do churrasco, está comemorando o Dia da Revolução Farroupilha(também conhecida como Guerra dos Farrapos), que eclodiu em 1835, quando Bento Gonçalves avançou com cerca de 200 “farrapos” à capital Porto Alegre. Essa mesma data também é adotada em todo o Brasil como o Dia do Gaúcho.

Em Fortaleza, haverá festa no Boi Negro Grill , que abrirá exposição com itens originais da Revolução Farroupilha e artigos pessoais do século passado, herança de família gaúcha de Valmor Antunes, sócio-proprietário desse restaurante. “Meu avô participou da Revolução Farroupilha e quero homenagear não só a ele, mas todos os gaúchos que lutaram por uma causa justa” diz Valmor.

 

Greve dos bancários vai ganhar força, dizem lideranças

“O presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Ramo Financeiro (Contraf), Carlos Cordeiro, avalia que a paralisação dos bancários deverá ganhar força nos próximos dias. Ontem (20), segundo dia de greve, a Contraf contabilizou 7.324 agências e centros administrativos de bancos públicos e privados fechados, o que corresponde a 33,3% do total (21.713). Na terça-feira, primeiro dia da paralisação, 5.132 agências ficaram fechadas.

“A cada dia de silêncio da Fenaban [Federação Nacional dos Bancos], a greve será maior do que no dia anterior”, disse Cordeiro à Agência Brasil. Segundo ele, está prevista para amanhã (21), em São Paulo, uma reunião do comando de greve para definir estratégias de ampliação do movimento.

No último dia 12, a categoria rejeitou a proposta dos banqueiros de reajuste de 6% (0,58% de aumento real) e decidiu entrar em greve na terça-feira (18). Os bancários reivindicam reajuste salarial de 10,25% (aumento real de 5%), piso salarial de R$ 2.416,38 (atualmente é R$ 1,4 mil), participação nos lucros e resultados de três salários mais R$ 4.961,25 fixos, plano de cargos e salários, elevação para R$ 622 nos valores do auxílio-refeição, da cesta-alimentação, do auxílio-creche/babá e da décima terceira cesta-alimentação, além da criação do décimo terceiro auxílio-refeição.

Os bancários querem ainda mais contratações, proteção contra demissões sem motivos e fim da rotatividade. Outra reivindicação é o “fim das metas abusivas e combate ao assédio moral”, além de mais segurança.”

(Agência Brasil)

Candidato do PPL tem origem no MR-8

87 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=z1DQwdGybvo&feature=plcp[/youtube]

O candidato a prefeito de Fortaleza pelo PPL, André Ramos, é o convidado desta quinta-feira do projeto “Hora da Verdade”, no qual o Grupo de Comunicação O POVO vem sabatinando todos os postulantes. A sabatina pode ser acompanhada pelo portal O POVO Online (www.opovo.com.br) e pela rádio O POVO/CBN, das 11 ao meio-dia.

Em rápido papo com o Blog, André disse que seu partido tem origem no MR-8, movimento que defendia no passado o Socialismo no Brasil.

Dilma vai intensificar agenda de viagens internacionais

“A presidenta Dilma Rousseff intensifica, nos próximos meses, sua agenda de compromissos internacionais. Além do presidente eleito do México, Enrique Peña Nieto, que recebe hoje (20), ela tem reuniões com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon, na próxima segunda-feira (25) e com o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, no dia 27.

Há, ainda, pedidos de audiências com Dilma encaminhados pelas assessorias do presidente do Estados Unidos, Barack Obama, e da chanceler da Alemanha, Angela Merkel. A Presidência da República avalia as possibilidades de encontros bilaterais, nos intervalos da Assembleia Geral da ONU, que começa dia 25, em Nova York.

Dilma viaja no próximo fim de semana para Nova York, onde participa da Assembleia Geral das Nações Unidas. Ao retornar ao Brasil ficará apenas uma semana no país. Em seguida, ela vai para Lima, no Peru, para participar da Cúpula América do Sul e Países Árabes (Aspa).  O grupo é formado 34 países.

Nas reuniões no Peru, o tema principal será o agravamento dos conflitos nos países árabes e de maioria muçulmana. Além da situação na Síria, que já dura 18 meses e matou mais de 20 mil pessoas, há também a onda de violência gerada pela divulgação do filme anti-Islã, produzido nos Estados Unidos.

Em 16 e 17 de novembro, na Espanha, a presidenta participa da 22ª Cúpula Iberoamericana, em Cádiz, no Sul do país. Ela foi convidada pelo rei Juan Carlos, que visitou o Brasil em junho. É possível que no final de novembro, nos dias 28 a 29, Dilma retorne ao Peru para a Cúpula da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), em Lima.

No final do ano, em dezembro, Dilma pretende viajar para a Guiné Equatorial, na África. Ela participa da Cúpula América do Sul-África (ASA), em Malabo, na Guiné Equatorial. A reunião estava marcada para maio, mas foi adiada a pedido do bloco sul-americano.”

(Agência Brasil)

DETALHE – Eis dona Dilma aproveitando o fato de ter sido considerada a terceira mulher mais poderosa do mundo, segundo a revista Forbes.

Lula fará primeira viagem ao Exterior após câncer

98 6

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva viajará, nesta quinta-feira, para a Cidade do México. Ali, fará palestra no evento “México Século 21”. Essa será a primeira viagem de Lula ao exterior desde que descobriu um câncer na laringe, em 29 de outubro de 2011. A última viagem de Lula para o exterior também foi ao México, em 25 de outubro do ano passado, quando recebeu o prêmio Amalia Solórzano.

Segundo o Instituto Lula, o evento reunirá 10 mil estudantes universitários. Entre os conferencistas do encontro, estarão o ex-primeiro ministro britânico Tony Blair e o ex-técnico do Barcelona Pepe Guardiola. O ex-presidente voltará para São Bernardo do Campo no sábado (22).

(Com Estadão)

A Petrobras e o PT

Com o título “A Peterobras e o PT”, eis nota no Estadão desta quinta-feira:

A política do governo do PT para o petróleo vem impedindo há quase quatro anos a entrada de novos investimentos privados. De outro, com a notória ingerência política na administração da Petrobrás, levou a empresa a uma crise de proporções gigantescas. Dificuldades conjunturais, como a valorização do dólar – que fez crescer sua dívida em moeda estrangeira -, somaramse a problemas que a estatal vinha acumulando desde o início da Era Lula. Os resultados das ingerências políticas na empresa, ou parte deles, começaram a ser conhecidos com a publicação das demonstrações financeiras relativas ao segundo trimestre de 2012. Pela primeira vez em 13 anos a Petrobrás registrou prejuízo em um trimestre.

Outros resultados operacionais da empresa são igualmente muito ruins. A produção está estagnada há três anos, período em que, apesar do mau resultado de 2011, a economia brasileira cresceu mais de 10%. O Brasil chegou a ser autossuficiente em petróleo, mas não é mais e, na previsão da presidente da empresa, Graça Foster, só poderá voltar a ser em 2014, se todos os programas da estatal e das empresas privadas forem executados. Em depoimento ontem na Câmara, Foster disse que o Brasil nunca foi autossuficiente em derivados, mas sua dependência das importações cresceu muito, porque há anos a capacidade de refino da Petrobrás é a mesma.

Estudo apresenta gasto com transporte urbano

63 1

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulga nesta quinta-feira (20) o estudo “Gastos das famílias das regiões metropolitanas brasileiras com transporte urbano”. O estudo será apresentado, em Brasília, pelo técnico de Planejamento e Pesquisa Carlos Henrique de Carvalho, com a mediação do diretor substituto de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais (Dirur), Miguel Matteo.

Será apresentado pesquisa de gasto das famílias brasileiras residentes em nove regiões metropolitanas (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Recife, Fortaleza, Salvador e Belém), com deslocamentos urbanos ou metropolitanos. Dois indicadores principais constam na pesquisa: o comprometimento de renda com gastos em transporte urbano e metropolitano e o percentual de famílias que efetuam esse tipo de gasto.

O objetivo do trabalho é a investigação sobre o avanço dos gastos com transporte individual pelas famílias brasileiras em detrimento dos gastos com transporte coletivo, já que esse padrão no qual o transporte privado assume papel predominante, gera fortes impactos sobre as condições de mobilidade da população nos grandes centros urbanos.

Os dados utilizados no estudo são da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) de 2009 e de 2003, as duas últimas edições. A amostra é realizada periodicamente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com o objetivo principal de conhecer a estrutura de gastos e rendimento das famílias brasileiras, permitindo aferir os pesos dos componentes de despesas nos índices de inflação no país. A POF 2009 pesquisou 55.970 domicílios em todo o território nacional e seguiu a mesma estrutura da POF anterior.

(Ipea)

Redução da tarifa – Petista rebate crítica do presidente da Fiec

54 5

Sobre a declaração do presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, que classificou de “eleitoreira” a redução da tarifa de energia elétrica anunciada pela presidente Dilma, o sociólogo Geraldo Accioly, que é também Coordenador de Projetos Especiais da Prefeitura, pede espaço para falar como militante petista.

– Eu sugiro ao líder empresarial que crie um movimento contra a diminuição do preço da energia e tome uma atitude firme não aceitando os benefícios em suas empresas.

Para Accioly, a declaração de Macedo traz embutido “o velho conceito de uma parte da elite que não aceita projeto popular no Brasil”.

(Coluna Vertical, do O POVO)

Datafolha – Russomanno e Serra devem disputar segundo turno em São Paulo

67 1

Celso Russomanno, postulante do PRB, continua liderando a corrida pela Prefeitura de São Paulo, com 35% das intenções de voto e 14 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, José Serra (PSDB). É o que constata a pesquisa Datafolha concluída ontem e que está sendo divulgada nesta quinta-feira pela Folha.

O levantamento mostra também que Serra se descolou de Fernando Haddad (PT), com quem aparecia tecnicamente empatado. Se a eleição fosse hoje, Serra e Russomanno iriam para o segundo turno. O candidato tucano oscilou um ponto para cima e agora tem 21%. Haddad, que variou dois para baixo, agora tem 15%. Gabriel Chalita (PMDB) manteve os 8% da pesquisa anterior. Soninha (PPS) oscilou de 5% para 4%.

O Datafolha fez 1.802 entrevistas desta vez, mais do que nas pesquisas anteriores. A amostra maior reduz a margem de erro do novo levantamento para dois pontos, para mais ou para menos. Nas outras pesquisas, a margem de erro era de três pontos.

Sérgio Novais rebate quem define como “eleitoreira” a redução da tarifa de energia

93 5

Com o título “Energia mais barata é uma decisão acertada”, eis artigo que o ex-deputado federal e sindicalista Sérgio Novaes envia para o Blog. Ele destaca o caráter social e lamenta críticas que tentam desqualificar a redução da tarifa de energia anunciada pela presidente Dilma Rousseff. Essa decisão, aliás, foi classificada neste espaço pelo presidente da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Roberto Macedo, de “eleitoreira”, em razão do momento de campanha e ganhou, inclusive, também neste Blog, o endosso do sociólogo Pedro Albuquerque. Confira:

A Medida Provisória no 579, de 12 de setembro de 2012, finalmente traz a redução do valor da energia elétrica para o setor industrial e para as residências brasileiras, depois de um longo período – pós-privatização – em que a população enfrenta tarifas exorbitantes que ano a ano têm aumentos acima da inflação. A redução só será possível devido a importante decisão do governo de diminuir os encargos cobrados no uso da energia. Vale lembrar que, hoje, cerca de 50% do que o consumidor paga em sua conta de energia corresponde a tributos.

A medida vem no sentido de enfrentarmos a crise econômica que contaminou os Estados Unidos e a Europa e que hoje já atinge todo o mundo. A redução da atividade econômica no primeiro semestre acendeu o sinal vermelho. Empregos, arrecadação, previdência e indústrias estão ameaçadas. A medida, portanto, é correta no seu tempo e bastante abrangente em seu conteúdo, ao contrário do que querem fazer crer articulistas que emitiram opiniões neste blog. A crítica do presidente da FIEC, além de superficial e aquém do esperado para sua posição, é omissa no que diz respeito às privatizações da distribuição da energia elétrica e às antigas reclamações da indústria têxtil sobre os exorbitantes gastos com energia.

Temos agora, outros desafios: reduzir o ICMS nas contas de energia, que hoje corresponde a 27,5% do valor cobrado (algo que já tem sido questionado nos tribunais superiores), e levar os pleitos do setor industrial ao Governador do Estado. Com a medida provisória do Governo Federal, os consumidores residenciais terão uma redução de 16,2% em suas contas de energia. Mas é possível avançar mais. Já se sabe que há uma intenção do Governo Federal de – assim como pretende fazer em relação à cesta básica – buscar apoio dos governos estaduais para obter uma redução ainda maior – que poderia chegar a pelo menos 3,8%, perfazendo um total de 20% de desconto nas tarifas residenciais.

Além disso, é preciso rever também a Contribuição de Iluminação Pública (CIP), de âmbito municipal. As prefeituras podem – mantendo a qualidade do serviço prestado – utilizar o excedente de recursos em favor da população, reduzindo o valor desta cobrança, consequentemente, diminuindo ainda mais o preço da tarifa de energia.

Medidas como redução de IPI, da energia elétrica e de encargos trabalhistas estão claramente vinculadas aos caminhos que o País tem buscado para enfrentar a crise econômica mundial. O uso eleitoral por um partido ou coligação faz parte da natureza do debate político. Basta ver o que já aconteceu em eleições passadas com iniciativas como o Plano Real e o Bolsa Família, e o que acontece hoje com o obras como o Centro de Eventos, as UPAs, a construção de hospitais, as reformas do Castelão e do PV, os Cucas, etc. O que não se pode, porém, é querer reduzir a decisão do Governo Federal de diminuir o valor das tarifas de energia a uma questão meramente eleitoreira. Fazer isso é não reconhecer a importância desta medida para a vida de tantos brasileiros e para a melhoria da competitividade do País frente a uma crise que ameaça nossa economia.

* Sergio Novais
Sindicalista.