Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Pesquisadores da Urca apresentam nesta quarta-feira um novo gênero de camarão

O Mestrado em Bioprospecção Molecular da Universidade Regional do Cariri (Urca) e o Geopark Araripe, vão apresentar, nesta quarta-feira, às 9 horas, em coletiva de imprensa, um novo gênero e nova espécie de camarão planctonico da família Luciferidae. A apresentação ocorrerá no campus do Pimenta II, da Instituição, na cidade do Crato. A informação é do núcleo de comunicação da Urca.

Luciferidea é uma família de camarões diminutos de regiões marinhas com apenas 7 espécies viventes divididas em dois gêneros. As principais características deste grupo são a sua bioluminêscencia, ausência de branquias e redução de pereiopodes (patas). Esta descoberta representa o primeiro achado de fósseis desta família para o mundo, fato surpreendente, por tratar-se de animais muito pequenos e delicados, consequentemente de difícil preservação.

A Bacia do Sedimentar do Araripe teve um período sob influência marinha há cerca de 110 milhões de anos. No entanto, a presença de fósseis tipicamente de áreas de mar aberto é um fato que ainda não havia sido registrado para área. Desta forma, a ocorrência desta espécie pode ser indicativo de chegada abrupta de águas oceânicas por ocasião de tsunamis, por exemplo.

Raquel Dodge ainda aguarda prorrogação do inquérito de Temer

O sistema do Supremo Tribunal Federal  informa que encaminhou à Procuradoria-Geral da República o pedido de prorrogação do inquérito sobre as relações do presidente Michel Temer com operadores de portos, feito pela Polícia Federal na semana passada.

O pleito da PF, porém, segundo informa a Coluna Radar, da Veja Online, ainda não chegou à procuradoria, que precisa se pronunciar a respeito da dilação de prazo. Raquel Dodge, claro, deve autorizá-la.

Incêndio atinge barracão de escola de samba do Rio

Um incêndio atinge, nesta manhã de quarta-feira, um barracão de uma escola de samba do Rio. O barracão está situado na Zona Portuária, informa o Portal G1.

No galpão, que fica perto do Instituto de Traumato e Ortopedia (Into), estão alegorias e adereços de uma escola de samba. Equipes dos bombeiros já estão no local. O incêndio ocorre ao lado de um depósito de combustível.

(Foto -Reprodução TV Globo)

 

Temer assina acordos econômicos com o Suriname

O presidente Michel Temer recebe hoje (2) o presidente do Suriname, Desiré Delano Bouterse, no Palácio do Planalto, a partir das 11h. Após foto oficial, Temer e Bouterse se reúnem com ministros dos dois países. Em seguida, assinam atos envolvendo o Brasil e o Suriname. Haverá uma declaração à imprensa.

Às 13 horas, Temer oferecerá um almoço a Bouterse no Palácio Itamaraty. O compromisso entre os dois presidentes se encerra após o almoço, quando Temer retorna ao Palácio do Planalto para dar sequência à sua agenda oficial.

O Suriname é parceiro estratégico do Brasil na fronteira norte. Ambos mantêm tradicional agenda de cooperação técnica e na área de defesa. O comércio bilateral voltou a crescer em 2017, alcançando US$ 40,1 milhões, com superávit a favor do Brasil de US$ 29,4 milhões.

Acordos

Temer e Bouterse devem assinar acordos de cooperação técnica, temas econômico-comerciais, cooperação consular e migratória, cooperação em defesa e segurança e temas regionais.

Os termos dos acordos envolvem quatro ajustes complementares para a execução de projetos de cooperação técnica: Consolidação e Ampliação da Capacidade de Zoneamento Agroecológico e da Educação Ambiental do Suriname; Evoluindo da Agricultura Itinerante para Sistemas Agroflorestais no Suriname: Segurança Alimentar por meio da Agricultura Sustentável; Introdução do Cultivo Sustentável do Açaí no Interior do Suriname; Programa de Alimentação Escolar em Koewarasan, Distrito de Wanica.

Também há negociações em segurança pública, como o Memorando de Entendimento em Cooperação Interinstitucional entre a Polícia Federal do Brasil e o Corpo de Polícia do Suriname. Na área econômica, haverá assinatura de Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos.

Controvérsias

O presidente do Suriname é cercado de polêmicas, desde o período pós-independência do país, em 1975. Como general do Exército, ele comandou um governo militar que gerou críticas nos anos 80. Bouterse é suspeito de ter liderado atos violentos que provocaram mortes de civis, em 1982. Porém, sempre negou a acusação.

Em 1988, com a redemocratização no país, Bouterse deixou a Presidência, ocupando-a novamente em 2010, após vencer eleições indiretas. Em 2015, conseguiu a reeleição. Em 1999, foi julgado na Holanda à revelia e condenado por tráfico de drogas. Não chegou a ser preso.

(Agência Brasil)

Ministério Público abre investigação sobre desabamento e incêndio de prédio em São Paulo

O Ministério Público do Estado de São Paulo determinou hoje (1°) que sejam investigadas as causas do acidente, bem como a veracidade dos relatórios técnicos encaminhados pelos órgãos públicos responsáveis pela manutenção e fiscalização do edifício Wilton Paes de Almeida. A Promotoria de Habitação de Urbanismo já havia instaurado, em 24 de agosto de 2015, um inquérito civil para apurar a possível existência de risco no imóvel, que foi arquivado. Em nota, o Ministério Público informa que reabriu o caso em virtude dos “gravíssimos fatos ocorridos”.

A nota alega que, ao longo de dois anos e sete meses de investigação, os órgãos públicos incumbidos de fiscalizar o imóvel, em especial a Defesa Civil de São Paulo e a Secretaria Especial de Licenciamentos, informaram que, a despeito do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) estar vencido, não havia risco concreto que demandasse sua interdição.

Prédio de 26 andares em chamas desaba no centro de São Paulo
Prédio de 26 andares em chamas desaba no centro de São Paulo – Rovena Rosa/Agência Brasil

O MP ressalta que a Secretaria do Patrimônio Público da União informou que já estava providenciando a retirada dos ocupantes do imóvel em ação de reintegração de posse e, por conta de uma parceria feita com a prefeitura de São Paulo, esta passaria a ocupar o prédio. “A retirada das famílias do imóvel, que poderia ensejar medidas do Ministério Público, já era objeto de ação específica de reintegração de posse desde o ano de 2014”, diz a nota.

(Agência Brasil)

Morre a regente D’Alva Stella

Vítima de câncer, morreu, em Fortaleza, a regente D’Alva Stella (94). O corpo será velado a partir das 15 horas desta terça-feira, na Funerária Ethernus. O sepultamento ocorrerá nesta manhã de quarta-feira, no Cemitério de São Batista. D’Alva era uma apaixonada pela música e foi professora no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno e no Instituto de Educação do Ceará.

D’Alva Stella nasceu em 8 de janeiro de 1924, na cidade de Jaguaruana (Vale do Jaguaribe), sendo filha do Maestro Joaquim Ribeiro Freire e de Adelaide Nogueira Freire.

Aos três anos de idade passou a residir na cidade de Mossoró, tendo em vista que seu pai assumiu a regência da Banda de Música daquele município, a convite do prefeito Rodolfo Fernandes. Além de regente, seu pai fundou uma Escola de Música, onde D’Alva Stella recebeu seus primeiros ensinamentos musicais, tanto através de seu pai e irmãos, todos dedicados a instrumentos de sopro, quanto de músicos amigos que frequentavam a Escola que funcionava em sua própria residência.

Passou sua juventude entre as cidades de Mossoró e Natal, onde estudou Música, tendo como professor de Canto e Teoria Musical o Maestro Waldemar de Almeida. Viveu nessa aura musical até 1948, transferindo-se então para a capital potiguar,iniciando suas atividades no magistério. Ali lecionou Música e Canto Orfeônico na Escola da Base Aérea de Natal até o ano de 1950, quando voltou a Mossoró e assumiu a cadeira de Música da Escola Normal de Mossoró.

Em Mossoró participou efetivamente do movimento musical da cidade, tanto através do magistério quanto do Movimento de Ação Católica, fundando a Orquestra Feminina D’Alva Stella, formada por senhoras e senhoritas da sociedade mossoroense, sempre com bastante sucesso. O Conservatório de Música daquela cidade denomina-se Conservatório de Música D’Alva Stella Nogueira Freire.

Em 1958 transferiu-se para João Pessoa onde estudou Canto Orfeônico, curso hoje equivalente à Licenciatura Plena em Música. Em 1960 transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde especializou-se em História e Estética da Música; Didática do Som e Folclore Musical, no Conservatório Nacional de Canto Orfeônico.

Como sua família havia fixado residência em Fortaleza, D’Alva Stella optou também por nossa capital, onde já veio convidada pelo Maestro Orlando Leite para integrar o corpo docente do Conservatório de Música Alberto Nepomuceno. Exerceu paralelamente o Magistério no Instituto de Educação do Ceará.

Em 1966, quando da idealização e implantação do Curso Superior de Música participou efetivamente dos trabalhos para a realização de tão grande empreendimento, sob a orientação do Maestro Orlando e a participação conjunta das professoras Luiza de Teodoro e Elba Ramalho Braga. Ali lecionou Folclore; Ritmo e Voz; História da Arte; História da Música; Organologia; Evolução da Música Brasileira e Técnica Vocal. O Curso de Música foi reconhecido em 1980 pelo Ministério da Educação e é vinculado à Universidade Estadual do Ceará.

Estudou ainda Canto com Leilah de Carvalho Costa; Orlando Vieira Leite e Aedda Moreira. Em seguida teve estudos mais aprofundados com o Dr. Wyatt Parker, professor americano, PHD em Voz e Canto, quando teve oportunidade de ter uma visão aprofundada dessas matérias. Estudou regência com o Maestro Orlando Leite e Hans-Joachim Koellreutter, aplicando esses ensinamentos como regente do Coral do Estado do Ceará, Coral de Câmara do Ceará e Coral da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), por um período de 30 anos.

Musicou a Elegia Cearense, do poeta Arthur Eduardo Benevides e fez seu arranjo para coral, estando referida peça registrada como Salmo Cearense, no LP Cancioneiro do Ceará. Gravou o LP SONS DA TERRA DO SOL, em parceria com a Pianista Nízia Diogo Maia, escolhendo para compor o disco, peças inéditas e manuscritas, registrando-as para a posteridade. Gravou ainda os CDs CANCIONEIRO DO CEARÁ, com o Coral do Estado do Ceará; e CANTARES DO BRASIL, com o Coral de Câmara do Ceará.

Voz maviosa, nossa Estrela da Manhã dedicou-se à música durante toda a sua profícua vida, tanto através do magistério, quanto de suas atividades como regente, solista, compositora e arranjadora. Era da Academia Cearense de Música.

(Perfil de D”Alva Stella com informações do blog de Cultura de Luciano Hortêncio)

General Theófilo, pré-candidato tucano ao Governo, viaja para a Colômbia

376 1

O general Guilherme Theóphilo viajará, nesta quarta-feira, para a Colômbia, onde participará, como conferencista, do III Seminário Internacional de Logística. Ele vai expor o tema “Apoio logística dentro da ajuda humanitária.”

Por falar na eventual candidatura do general Theophilo ao Governo, um dado histórico: houve um precedente, nesse aspecto, há 71 anos no Ceará.

Em 1947, o ex-comandante da 10ª Região Militar, general Onofre Muniz, concorreu ao cargo, sendo derrotado por Faustino de Albuquerque. Muniz, entretanto, ganhou para senador em 1950.

(Foto – Alex Gomes)

 

Neste 1º de Maio, José Guimarães diz que Governo Temer provocou retrocesso e tirou direitos dos trabalhadores

Em vídeo que disponibiliza em suas redes sociais neste 1º de Maio, o deputado federal petista José Nobre Guimarães, líder da minoria no Congresso, bate duro no governo Temer – “resultado de um golpe”, com sua reforma trabalhista que virou atraso, tirando direitos da classe trabalhadora.

Guimarães fala do desemprego que supera os 13 milhões de brasileiros, compara o momento atual com a Era do PT e fala da necessidade de se lutar em defesa da democracia e pela reconstrução do País.

Saiba o que fazer para declarar o Imposto de Renda com atraso

Mais de 613,1 mil contribuintes cearenses entregaram até as 17 horas de ontem a declaração do imposto de renda 2018. No Brasil, até as 20 horas, foram pouco mais de 28 milhões de declarações. O prazo encerrou ontem às 23h59. Para quem não entregou a documentação ainda é possível fazê-lo, porém, com pagamento de multa. O sistema da Receita Federal volta a ficar disponível a partir de amanhã.

De imediato, o contribuinte que não cumpriu o prazo já está devendo a multa pela não entrega do documento. Sendo que quanto mais demorar para acertar as contas, maior o valor a ser pago ao Fisco.

O auditor fiscal da Receita Federal no Ceará, Victor Casimiro, explica que até o último dia do mês subsequente, a multa é de 1% do imposto devido ou R$ 165,74 (o que for maior). Já no segundo mês, o percentual passa para 2% e assim por diante até o limite de 20% do imposto devido.

Para quem deixou de declarar, mas tem restituição a receber, a multa com os acréscimos legais será deduzida do valor. Porém, quem tem imposto a pagar, além de ser penalizado por não ter entregue a declaração, está sujeito à multa e juros pelo atraso. Neste caso, incidirá uma multa de 0,33% por dia, mais juros Selic.

Casimiro explica que quem fez a declaração, mas não pagou o imposto ou a primeira parcela (em caso de parcelamento) no prazo, não pode destinar parte dos recursos do imposto para os fundos da infância.

“Pela lei é possível destinar até 3% do valor do imposto devido para os fundos da infância. Porém, esta é uma parcela única improrrogável. Se a pessoa deixou de pagar no prazo, não é mais possível fazer.”

O processo de regularização é simples. A contadora Socorro Maciel, da Marpe Contabilidade, explica que o primeiro passo é atualizar o programa gerador ou, para quem não baixou, fazer o download da versão atualizada no site da Receita. Em seguida, faz a declaração e ao enviar já aparecerá a notificação da multa.

Ela reforça que quanto antes se regularizar, melhor. Não só em função das multas, mas também pelas restrições impostas ao CPF. “Quem não faz a declaração no prazo pode ficar com o CPF pendente, o que quer dizer que não vai conseguir a certidão negativa para empréstimos bancários, não consegue comprar um imóvel, pode ter aposentadoria retida e até mesmo responder a um processo administrativo, com multas mais pesadas”.

O presidente do Sindicato das Empresas Contábeis do Ceará (Sescap-CE), Daniel Coelho, explica que quem conseguiu enviar a declaração no prazo, mas precisa corrigir informações também pode fazê-lo quando o sistema da Receita for reaberto. “Só não pode mudar o tipo de declaração. Se foi feita a declaração simplificada não pode mudar para a completa ou vice-versa. Por isso é importante incluir todos os rendimentos na declaração original para não ter problemas depois”.

CPF

Não declarar o Imposto de Renda pode causar transtornos em função das pendências com o CPF, que podem gerar multas pesadas

PASSO A PASSO

DECLARAÇÃO DO IR COM ATRASO

1 – O sistema da Receita Federal está fora do ar hoje, mas volta a ficar disponível a partir de amanhã. Para a entrega fora do prazo é preciso atualizar o programa gerador.

2 – Preencha os dados normalmente.

3 – No envio da declaração aparecerá a notificação da multa e o recibo da entrega da declaração

4 – Quem não tem imposto devido precisa emitir um Documento de Arrecadação de Receitas Federais para pagar a multa, que não pode ser parcelada.

5 – O imposto a pagar pode ser parcelado em até oito vezes. É preciso imprimir o Darf para pagamento da primeira parcela e as demais podem ser cadastradas como débito em conta.

PARA FAZER A RETIFICAÇÃO

1 – Atualize o programa gerador.

2 – Na ficha de Identificação do Contribuinte, marque a opção declaração retificadora e insira o número do recibo da declaração original.

3 – Faça as alterações. Porém, não é possível alterar o modelo de declaração, se simplificada ou completa.

(O POVO – Repórter Irna Cavalcante)

Banco do Brasil vai instalar no Ceará mais 550 novos terminais 24 horas

Da Coluna O POVO Economia, da jornalista Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

O Banco do Brasil vai ampliar a rede de atendimentos no Ceará através de Bancos 24 Horas. Com a onda de ataques a agências no interior, essa foi uma das saídas encontradas para facilitar o acesso de populações de pequenas cidades que perderam estrutura de atendimento.

Ontem, em entrevista ao O POVO Economia da Rádio O POVO/CBN, o superintendente estadual do Banco do Brasil, Amauri Aguiar de Vasconcelos, conta que foi conduzido um pleito à TecBanc, empresa responsável pela instalação dos terminais 24 horas. O pedido foi aceito e serão inaugurados, a partir deste mês, 550 novos terminais 24 Horas no Estado do Ceará. Foram incluídos para receber os equipamentos 20 municípios que já possuem este tipo de serviço e 72 em novas cidades.

“A proposta é melhorar o atendimento do Estado e proporcionar mais facilidade aos clientes e usuários com um número maior de locais para a realização de suas operações bancárias”, ressalta.

Amauri explica que o comércio das cidades que perderam agências bancárias vinha sentindo o impacto da falta de numerários e, com os terminais, não será preciso o deslocamento para outros municípios. “A nossa prioridade são as praças desassistidas”, acrescenta.

A vantagem do Banco 24 horas é que ele atenderá não apenas aos clientes do Banco do Brasil, mas também aos de outras instituições financeiras.

(Foto – Michael Melo)

Quando o primeiro tucano será preso?

259 1

Da Coluna Política, do O POVO desta terça-feira, assinada pelo jornalista Érico Firmo, o tópico “Quando o primeiro tucano será preso”. Confira: 

13 de junho. Dentro de 44 dias será decretada a prisão de Eduardo Azeredo (PSDB), caso o processo corra no mesmo ritmo dado ao processo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A defesa de Azeredo entrou ontem com embargos de declaração. Em tese, não mudam a decisão, apenas esclarecem aspectos obscuros da sentença. Com Lula, os embargos foram apresentados em 20 de fevereiro. Em 5 de abril a prisão foi decretada por Sergio Moro. No caso de Lula, houve também impedimento pelo Supremo de decretar a prisão até o julgamento do habeas corpus.

Óbvio que os processos são diferentes, em tribunais distintos e julgados por outros magistrados. A complexidade é outra. Então, que cumpram o mesmo prazo é quase impossível. Em tese, Azeredo tende a ser preso até em menos tempo. Cito mais como referência porque muito se tem discutido sobre a politização da Justiça. Se a disparidade for muito grande, reforçará a tese. Não custa lembrar: o caso de Azeredo tramita há 13 anos. A denúncia formal contra Lula completou um ano e sete meses.

(Foto – Alan Marques/Folhapress)

EUA decidem eximir Brasil de tarifas sobre aço e alumínio

O governo dos Estados Unidos chegou a acordos com Brasil, Argentina e Austrália para eximir estes países das novas tarifas sobre o aço e o alumínio impostas pelo presidente Donald Trump, segundo informaram nessa
segunda-feira (30) os meios de comunicação locais. As informações são da Agência EFE.

As tarifas de 10% ao alumínio e de 25% ao aço entraram em vigor no fim de março, mas os EUA haviam eximido temporariamente alguns dos seus principais parceiros para negociar com eles acordos comerciais paralelos.

O governo norte-americano também decidiu adiar por um mês, até 1º de junho, a imposição de tarifas às importações
de alumínio e aço de União Europeia, México e Canadá.

A China será a economia mais afetada pelas novas tarifas. Além do aço e o alumínio, Trump anuncioum plano para
registrar US$ 60 bilhões em tarifas para cerca de 1,3 mil produtos provenientes da China e também pretendia
estabelecer restrições aos investimentos promovidos por Pequim. A China, por sua vez, ameaçou impor tarifas aos EUA de cerca de US$ 3 bilhoes, em resposta.

PT do Ceará vai bater ponto neste 1º de Maio em Curitiba

José Guimarães integra caravana que quer a liberdade de Lula.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta terça-feira:

O Ceará vai estar em Curitiba (PR), neste Dia do Trabalho, com uma caravana de políticos, participando da mobilização em defesa da democracia e pela liberdade do ex-presidente Lula. No grupo, formado por 16 lideranças, o deputado federal José Nobre Guimarães, a deputada estadual Rachel Marques (PT) e o prefeito de Quixadá, Ilário Marques (PT), adiantando que o evento acontecerá a partir das 14 horas, na Praça Santos Andrade, no centro da Capital paranaense.

Ali, vão estar lideranças da CUT, CTB, CSB, Força Sindical, Intersindical, Nova Central e UGT, além de artistas. Entre os nomes confirmados, estão os das cantoras Beth Carvalho, Maria Gadu e Ana Canãs . A ex-presidente Dilma Rousseff e os presidenciáveis Manuela D’Ávila (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL) também marcarão presença nessa mobilização.

Guimarães diz ser importante a onda de mobilizações para garantir o direito de Lula sair candidato. Ele segue a máxima da esquerda de que eleição sem o petista é fraude.

(Foto – Arquivo)

Confira o que vai funcionar neste 1º de Maio no Ceará

Confira o que vai funcionar neste 1º de Maio no Ceará. Mas, claro, aproveite para curtir a data. Em todos os sentidos

COMÉRCIO De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista e Lojista de Fortaleza (Sindilojas), os estabelecimentos não funcionam hoje

POSTOS DE COMBUSTÍVEIS

Funcionam normalmente, segundo o Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo no Ceará (Sinpospetro)

AGÊNCIAS BANCÁRIAS

As agências fecham hoje. Pagamentos e demais serviços podem ser feitos nos caixas eletrônicos e via aplicativos dos bancos

SUPERMERCADOS

De acordo com a Associação Cearense de Supermercados (Acesu), haverá funcionamento normal

CAGECE

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) funcionará em regime de plantão. Atendimento pelo: 0800 275 0195

HEMOCE

A unidade da avenida José Bastos terá atendimento das 8 às 13 horas

CORREIOS Não funcionam

SHOPPINGS

Lojas e quiosques fecham

ENEL

Atende em regime de plantão pelo 0800 285 0196

POSTOS DE SAÚDE

Não funcionam hoje — nem para vacinação.

Editorial do O POVO destaca o Dia do Trabalhador

Com o título “O dia dos trabalhadores”, eis o Editorial do O POVO desta terça-feira:

O 1º de Maio apresenta-se como um dia de desafios para os trabalhadores frente à situação difícil do País. Além dos problemas econômicos, vive-se uma situação nebulosa diante da crise política, para a qual, não se vê saída no curto prazo.

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), as vagas formais abertas este ano só alcançaram o patamar até dois salários mínimos (R$ 1.908). No Norte e Nordeste, a situação foi ainda mais dramática, pois a abertura de empregos não ultrapassou o teto de um salário mínimo (R$ 954).

Ao mesmo tempo, o Caged registra que, em março foram 1.340.153 contratações e 1.284.002 demissões; ou seja, o País abriu 56.151 vagas com carteira assinada, constituindo-se o melhor resultado para o mês, desde 2013. Esse é também o terceiro mês seguido de saldo positivo; isto é, o total de contratações menos o de demissões.

Em contrapartida, mesmo considerando-se o início da recuperação econômica e da vigência das mudanças trabalhistas, o Brasil fechou 20.832 vagas com carteira assinada em 2017, terceiro ano seguido no vermelho. Observa-se também que o aumento do número de postos de trabalho não se faz acompanhar pela qualidade dessas vagas, com menor remuneração, e parte delas oriunda do trabalho intermitente. Além disso, o índice de desemprego se mantém em patamares bastante elevados, com mais de 13 milhões de pessoas sem emprego.

Um grande segmento empregador de mão de obra – a construção civil – não conseguiu ainda recuperar-se completamente, pois, apesar do índice positivo de contratação no primeiro trimestre, os números ainda são baixos. O setor ficou em terceiro lugar na abertura de vagas, com 7.728 postos. Porém, o setor de serviços, que ficou em primeiro lugar, abriu 57.384 novas vagas.

Não resta dúvida de que é uma quadra de dificuldades para os trabalhadores, fazendo vir à mente o simbolismo do 1º de Maio. A data evoca suas lutas no decorrer da história, que levaram a importantes conquistas – como a jornada de trabalho de oito horas, por exemplo –, que se tornou um marco da humanização do trabalho. Mas a negociação também foi um importante instrumento para fazer avançar esses direitos. O que se deseja, portanto, é que esta data seja um momento de reflexão sobre a conjuntura difícil do País, quando é necessário fazer prevalecer o diálogo sobre o confronto.

Parte de prédio desaba durante incêndio em São Paulo

Atualização (5h55min)

Parte de um prédio desabou durante um incêndio de grandes proporções na região da República, no Centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira (1). Moradores relatam que as chamas se alastraram para imóveis próximos no no Largo do Paissandu. Ainda não há informações sobre vítimas. A informação é do Portal G1, adiantando que um morador chegou a ser resgatado, mas acabou desaparecendo por conta de um desabamento nessa ocasião. Outa quatro pessoas estão desparecidas.

Vizinhos ao prédio atingido inicialmente pelo fogo foram orientados a deixarem os imóveis e estão na via, que foi isolada. Segundo moradores, as chamas teriam começado por volta das 2 horas.

“Tinha chegado em casa, estava me preparando para tomar banho e a vizinha veio falando para todo mundo descer. No que a gente desceu, metade do meu prédio já estava na rua, tinha galera pulando, muito triste. A gente achou que o fogo fosse terminar assim que os bombeiros chegassem”, contou Victor Hinckel, morador de um dos edifícios da região.

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego, há interdição no trânsito entre a Avenida Rio Branco e a Rua Antônio de Godói, na região central. Segundo os bombeiros, são mais de 50 homens trabalhando no combate às chamas e 24 viaturas estão no local. Um helicóptero também ajuda na ocorrência.

PGR denuncia Lula, Gleisi e mais quatro por corrupção e lavagem de dinheiro

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e mais quatro pessoas pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. De acordo com a denúncia, a empreiteira Odebrecht prometeu US$ 40 milhões a Lula em 2010 em troca de decisões políticas que beneficiassem a empresa. Entre essas decisões está, por exemplo, o aumento da linha de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para obras tocadas pela companhia em Angola.

O processo está no Supremo Tribunal Federal (STF), aos cuidados do ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato na corte. Segundo a acusação, o dinheiro, que totalizava R$ 64 milhões na época, ficou à disposição do PT. Parte teria sido usado em 2014 na campanha de Gleisi ao governo do Paraná. Também foram denunciados: os ex-ministros Paulo Bernardo (marido da senadora) e Antonio Palocci, o empresário Marcelo Odebrecht, e Leones Dall’Agnol, chefe de gabinete de Gleisi. A informação é do O Globo.

Para que eles se tornem réus e tenha início uma ação penal, é preciso que a Segunda Turma do STF, composta atualmente pelos ministros Fachin, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Celso Mello, aceite a denúncia.

Além da condenação, Dodge pede que os petistas sejam condenados ao pagamento de valores milionários. Para Lula, Paulo Bernardo e Palocci, a denúncia solicita a condenação à reparação, juntos, de US$ 40 milhões, valor da vantagem indevida, mais R$ 10 milhões de indenização por dano moral coletivo.

Para Gleisi e Paulo Bernardo, Dodge solicita reparação de R$ 3 milhões pela propina mais R$ 500 mil de dano moral coletivo. Também pede que Gleisi devolva à União R$ 1,8 milhão referente ao valor inexistente declarado à Justiça Eleitoral.

A PGR sustentou ainda que, em 2014, Gleisi e Paulo Bernardo aceitaram receber R$ 5 milhões via caixa dois. Os pagamentos teriam alcançado pelo menos R$ 3 milhões. A entrega do dinheiro teria sido sido viabilizada por Benedicto Júnior, executivo da Odebrecht, e Leones Dall’Agnol, que trabalhava para Gleisi. Tanto Benedicto quanto Marcelo Odebrecht fecharam acordos de delação.

Um dos métodos usados por Gleisi para lavar dinheiro da propina da Odebrecht, segundo a PGR, foi declarar pagamentos inexistentes à Justiça Eleitoral. A denúncia aponta que Gleisi declarou à Justiça Eleitoral ter pago R$ 3 milhões à empresa Oliveiros Marques Comunicação e Política, mas o dono da empresa, Oliveiros Domingos, afirmou em depoimento que só recebeu efetivamente R$ 1,1 milhão.

“Ocorre que R$ 1.830.000,00 dessa prestação de contas à Justiça Eleitoral foram ocultados (não foram efetivamente gastos) e dissimulados como despesa de campanha para escamotear a natureza e origem criminosas: recebimento dessas vantagens espúrias”, escreveu Raquel Dodge.

A PGR considerou válidas as provas documentais obtidas a partir da delação da Odebrecht. “Os depoimentos prestados nas colaborações premiadas dos executivos da Odebrecht foram ponto a ponto corroborados por uma série de provas documentais (e-mails, planilha produzida em sistema periciável e anotações), todas praticadas de forma espontânea e contemporaneamente àqueles fatos de 2010”, escreveu na denúncia, apontando ainda informações obtidas a partir da quebra de sigilos telefônicos.

Dodge pediu a condenação de Lula, Bernado, Palocci e Dall’Agnol por corrupção passiva; de Marcelo Odebrehct por corrupção ativa; e de Gleisi por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Em seu depoimento, a senadora negou as acusações e afirmou que não pediu recursos à Odebrecht em 2014. Sua defesa não foi localizada. As defesas de Paulo Bernardo e Antonio Palocci afirmaram que não poderiam comentar porque não tiveram acesso ao teor da investigação. Procurada, a defesa de Lula ainda não respondeu.

Dos seis denunciados, apenas Gleisi, por ser parlamentar, tem foro privilegiado no STF. Mas Dodge entendeu que as acusações dos outros cinco têm relação com os crimes atribuídos à senadora.

(Foto – Givaldo Barbosa, da Agência O Globo)

 

64% dos executivos brasileiros estão infelizes no trabalho, revela pesquisa

Mais da metade dos brasileiros estão infelizes no trabalho. É o que diz um estudo realizado por Fredy Machado e que está na integra no seu livro “É possível se reinventar e integrar a vida pessoal e profissional”, que está sendo lançado pelo selo Benvirá, da Editora Saraiva. A pesquisa foi realizada num universo com mais de 300 profissionais, incluindo atuantes no “C” level das empresas, de 21 estados brasileiros, 14 países representados com 18 Brasileiros expatriados; sendo a maioria dos entrevistados homens e revela que quase 40% dos profissionais pesquisados estão infelizes com o trabalho que realizam e aproximadamente 65% gostaria de fazer algo diferente do que faz hoje para ser mais feliz.

O autor foi um workaholic boa parte de sua vida e sofreu na carne a insatisfação gerada pelo mundo corporativo, e quase sucumbiu a um mal súbito provocado por uma angina enquanto ele fazia um curso nos EUA – “o corpo gritou. Eu tinha um ritmo insano de trabalho e quase não via a minha família, quando cheguei na Universidade para um curso, me deparei com um mau estar estranho que me levou ao hospital. Era hora de repensar” – lembra Fredy.

Depois desse baque, decidiu diminuir o ritmo, e, aos poucos, encontrou seu propósito. Começou a pesquisar a infelicidade no trabalho e agora lança a obra que poderá servir de alerta para os executivos – “é possível se reinventar e integrar a vida pessoal e profissional” revela como passar de uma trajetória desbalanceada e sem integração para uma vida na qual as atividades de casa e do trabalho estejam em sintonia e convivam em harmonia.

No livro, Fredy uniu sua experiência pessoal com a teoria. O autor conta como diminuiu o ritmo e parou para refletir sobre suas ações. E a partir do seu exemplo pessoal tem o ensejo de levar os leitores a encontrarem seu propósito antes que os efeitos da infelicidade apareçam em seu corpo. “Por meio dessa obra, quero inspirar outros profissionais para que façam um mergulho introspectivo e descubram seu propósito de vida, mostrando que é possível ter uma vida plena, e encarar as atividades profissionais e pessoais de forma prazerosa, capazes de proporcionar a felicidade ao profissional e a família”, conta.

O grande obstáculo que impede a integração da vida pessoal e da vida profissional das pessoas é a falta de conhecimento, a ausência de um objetivo claro de vida que unifique tanto o plano privado quanto o profissional – “Há inúmeros exemplos de pessoas que trabalharam duríssimo ao longo de suas vidas em nome de um objetivo maior, que extrapolava suas ambições meramente individuais e traz benefícios para a comunidade” – revela Fredy.

O autor também aborda as vantagens das organizações possuírem colaboradores que tem vida integrada. “A felicidade pode ser medida, controlada e incentivada. Ser feliz é essencial para o desempenho e produtividade e, portanto, traz bons resultados para a empresa. O funcionário feliz não vai adoecer, não vai mentir, não vai ficar enrolando. Empresas precisam de criatividade como nós precisamos de oxigênio. Não podem viver sem talentos. A falta de integração entre a vida profissional e pessoal é a principal inimiga da criatividade e da produtividade”, explica.

“É possível se reinventar e integrar a vida pessoal e profissional”, convida o leitor a um autodiagnostico por meio de perguntas do tipo Qual foi a última vez que você dormiu sorrindo depois de um dia trabalho? Quando foi a última vez que você dedicou tempo para ouvir o que seu filho(a) fez durante o dia ou para conversar com alguma outra pessoa importante para você? Para Fredy o livro tem um objetivo bem especifico – cada página escrita tem o objetivo de contribuir para transformar para melhor a vida das pessoas que hoje estão no mercado de trabalho ou que um dia estarão nele. “Desejo que elas conquistem isso sem ter de passar pelo UTI, por casamentos desfeitos, por desentendimentos e solidão, como costuma ocorrer, muitas vezes”, alerta.

Sobre o autor

Fredy Machado (Frederico Augusto Arantes Machado) é um executivo multi-qualificado em gestão de talentos, gestão estratégica, finanças, comunicação e marketing em mercados locais e internacionais.Iniciou sua vida profissional aos 14 anos na empresa de engenharia da família, onde conquistou espaço até se tornar COO da empresa – 8ª maior empresa de construção e montagem do Brasil, com mais de sete mil funcionários e faturamento próximo a R$ 1 bilhão. Em 2013, após processo de seleção, ingressou no curso OPM (Owners President Management Program), na Harvard Business School, mas no início do curso, teve um mal súbito e quase morreu. Uma angina no meio do caminho. A partir de então começou a se preocupar com a saúde e com a qualidade de vida, indo em busca de uma maior integração entre vida pessoal e profissional. Hoje oferece seus serviços de mentoria, consultoria, palestras sempre com objetivo principal de conscientizar outros profissionais e executivos que estão “afundados” na vida profissional.

SERVIÇO

*Preço do livro – R$ 39,90

*Editora Saraiva – selo Benvirá.

Cantoras cearenses vão homenagear Dona Ivone Lara

A memória de dona Ivone Lara (96) será lembrada, no Bar Estorill (Praia de Iracema), com roda de samba formada só por cantoras. O encontro ocorrerá nesta quarta-feira que vem, a partir das 18 horas, numa promoção da Secretaria do Turismo de Fortaleza.

Dona Ivone Lara morreu no último dia 16, no Rio, por conta de um quadro de insuficiência cardiorrespiratória.

Conhecida como a “Grande Dama do Samba”, ela nasceu em família de amantes da música popular e enfrentou o preconceito por ser mulher e sambista. O seu maior sucesso é “Sonho meu”, música que estourou nas paradas de sucesso com Maria Bethânia e Gal Costa.

(Foto – Divulgação)