Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Ideli diz que contratos com a Delta serão analisados “caso a caso”

“A ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse hoje (13) que os contratos em vigor com a empresa Delta Construções serão avaliados caso a caso.
“Os contratos que estão em vigor serão analisados caso a caso, e a declaração de idoneidade é para os novos contratos”, disse. Hoje, o Diário Oficial da União publicou uma portaria da Controladoria-Geral da União (CGU) que declara a empresa Delta Construções inidônea. Para a ministra, esse fato não compromete a execução das obras. “O impacto nas obras que estão sendo executadas acredito que não seja relevante.”

Com essa declaração, a Delta fica proibida de participar de licitações e assinar novos contratos com a administração pública. A medida pode ter impacto também nos contratos em andamento. A inidoneidade tem prazo de validade mínimo de dois anos e pode se estender por prazo indeterminado, até a empresa se reabilitar. A ministra falou logo depois de reunião com a bancada do Nordeste.”

(Agência Brasil)

Como diria Chacrinha… nada se cria, tudo se copia.

105 7

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=I-dxopdGBZU&feature=BFa&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg[/youtube]

Essa propaganda é da Prefeitura de São Paulo. Nela, um balanço de obras da gestão Gilberto Kassae (PSD), encerrando  com frase que, por coincidência, também faz parte da campanha institucional que a Prefeitura de Fortaleza veicula no momento: “Não tinha, agora tem!”

* Clique e veja como o mote se parece: http://www.fortaleza.ce.gov.br/multimidia/index.php/destaque/cuca-agora-tem/

VAMOS NÓS – É já que a oposição vai aproveitar esse mote e, ao invés do “Não tinha, agora tem!, usar o “Ainda tem, tem, tem: filas nos postos de saúde, praça abandonada, congestionamentos à vontade, lixões, asfalto mal resolvido…  e por aí vai.

Fiec lança Portal da Carnaúba

Essa é do Portal de Notícias da Fiec:

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), por meio do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará(INDI), lança nesta quarta-feira, às 14 horas, na sala do Pacto, na sede da FIEC, o Portal da Carnaúba. O lançamento será durante a reunião da Câmara Setorial da Carnaúba. A apresentação do novo portal, que já está no ar, será feita pela equipe do INDI, sob a coordenação do diretor corporativo da instituição, Carlos Matos, aos membros da Câmara Setorial. Ele já pode ser acessado no www.portaldacarnauba.org.br. Além do site do Sindicaju, que teve também sua concepção conduzida pelo INDI, o Portal da Carnaúba está integrado ao Portal da Indústria Cearense, que será lançado neste ano.

O portal é uma ferramenta de comunicação ágil que busca disponibilizar informações históricas e atualizadas sobre a cadeia produtiva da carnaúba. Em um só espaço virtual, é possível resgatar, preservar e difundir todos os aspectos dos produtos (cera e palha). A compilação desse material é de suma importância para leigos, empresários, estudantes, pesquisadores e a população em geral, tendo em mente que a carnaúba é um produto estratégico para o Nordeste do Brasil em termos econômicos, sociais, culturais e ambientais, além do forte componente histórico e sociológico da economia rural da região. Com todo esse material reunido, facilita também a atração de novos investimentos.

CPI do Trabalho Escravo vai convocar Rede McDonald’s

A Rede McDonald’s do Brasil deverá ser convocada pela CPI do Trabalho Escravo para prestar esclarecimentos sobre a chamada “jornada móvel e variável” de trabalho, na qual os funcionários da Rede são submetidos. A iniciativa é do deputado federal Eudes Xavier (PT). Convidada para a audiência pública na CTASP, a empresa Arcos Dourados, detentora da marca McDonald’s na América Latina, não enviou nenhum representante. O debate sobre a política de salários do McDonald’s foi proposto pelo deputado Eudes Xavier, após denúncias de que a empresa desrespeita as diretrizes trabalhistas previstas na Constituição Federal.

“Existem denúncias de que várias unidades da rede McDonald’s contratam o funcionário com um salário fixo na carteira, mas o que ele efetivamente recebe são as horas de efetivo trabalho que chega a ser, em muitos casos, inferior ao salário mínimo”, apontou Eudes Xavier. Segundo as acusações, a jornada seria de 44 horas semanais, mas, quando a demanda é menor, os funcionários seriam encaminhados a uma sala de espera, e o tempo contado ali não constaria como horário de trabalho.

 

Presidente da FCF viaja para pressionar contra paralisação das séries C e D do Brasileirão

52 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QjHolBX5xQM&feature=plcp[/youtube]

O presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio, seguiu nesta madrugada de quarta-feira para o eixo Brasília-Rio. Tem encontro com o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, e, na Capital carioca, vai conversar com o presidente da CBF sobre a paralisação das séries C e D, do Brasileirão, o que tem causado prejuízos para equipes cearenses.

Mauro Carmélio viajou com procuração do Guarany de Sobral, Horizonte e Icasa, no mesmo voo que levou o presidente do time do Fortaleza, Osmar Baquit. O presidente da FCF está confiante de que esse imbróglio no campo do futebol consiga solução.

Sem jogar, Fortaleza já acumula prejuízo de R$ 600 mil

77 4

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=EP1KnwcQ31o&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

O presidente do Fortaleza Esporte Clube, Osmar Baquit, seguiu na madrugada desta quarta-feira para o eixo Brasília-Rio. O objetivo é manter encontros com o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, e na sede da CBF, na capital carioca, dentro de um esforço para que tenham início as séries C e D do Brasileirão.

O Fortaleza, segundo Baquit, acumula um prejuízo acumulado da ordem de R$ 600 mil entre folha de pagamento e outras despesas do clube.

Rio+20 espera comprometimento dos Governos com energia sustentável

“O comprometimento dos governos e da sociedade com a eficiência energética e os investimentos em energia sustentável estão entre os resultado mais esperados da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. O evento, que começa hoje (13) no Rio de Janeiro e segue até o dia 22, deve atingir objetivos que servirão de norte para que os países migrem em direção a um novo modelo de desenvolvimento, baseado tanto na dimensão econômica, quanto na social e ambiental.

A adoção desse modelo de desenvolvimento sustentável foi sinalizada, em 1992, quando vários países se comprometeram a reverter o processo de degradação ambiental que já estava estabelecido como ameaça, durante a 2ª Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio92). O padrão incluia a revisão de vários setores econômicos.

Apesar disso, ainda hoje, 20 anos depois da Rio92, números divulgados pela Organização das Nações Unidas (ONU) mostram que uma em cada cinco pessoas no planeta ainda não tem acesso à eletricidade – ou seja, 1,3 bilhão de pessoas.

Projeções do Departamento de Informações da ONU apontam que se o investimento global em infraestrutura energética aumentar 3%, é possível garantir que todos tenham acesso à energia. O que se espera com a Rio+20 é que os governos de todos os países invistam mais em energias limpas.”

(Agência Brasil)

Hillary Clinton chefia missão dos EUA na Rio+20

A secretária de Estado, Hillary Clinton, chefia a delegação americana que participará da Rio+20, no Rio de Janeiro. A informação foi divulgada na página do Departamento de Estdos dos EUA na internet.

Hillary Clinton vai chefiar uma delegação de 11 membros do governo, incluindo a responsável pela Agência de Proteção Ambiental, cargo equivalente ao de ministra do Meio Ambiente, Lisa Jackson, e o enviado especial para Mudanças Climáticas, Todd Stern.

Também farão parte da delegação o embaixador americano no Brasil, Thomas Shannon, a representante da Casa Branca no Conselho de Desenvolvimento Ambiental, Nancy Sutley, e a secretária assistente de Estado para Oceanos e Meio Ambiente Internacional e Assuntos Científicos, Kerri-Ann Jones.

Além desses, acompanharão Hillary funcionários do Departamento de Estado e técnicos especializados em meio ambiente, comércio e energia.

(Com Agência Brasil)

Caso BNB – Servidor que fez denúncias diz que que proteger o banco

163 2

O gerente de Negócios que denunciou o suposto esquema de desvio de verba no Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Fred Elias de Sousa, 45, afirma que o fez por encarar a instituição como“um filho”. Para ele, que está no banco desde os 15 anos, a corrupção sempre existiu. No entanto, a maior parte dos servidores – de uns tempos pra cá – perdeu a “comoção” pelo banco e se deixou aliciar por cargos.

Em entrevista ao O POVO, ele revela como teve acesso a documentos comprometedores, que determinaram a queda de um chefe de gabinete da Presidência do banco e de três gerentes: “Por ironia do destino”. E acrescenta, “ainda tem mais gente pra cair”.

* Leia a entrevista aqui.

Montadora chinesa negocia vinda para o Ceará

“A montadora chinesa de ônibus Foton Auv Bus negocia a instalação de uma fábrica no Ceará. O investimento inicial é da ordem R$ 150 milhões para produzir três mil ônibus anualmente, após dois anos do início da operação. Conforme O POVO apurou com uma fonte ligada à sede da Foton em Pequim (na China), o interesse pelo Ceará tem a ver com a entrada na empresa de um sócio cearense, com experiência no ramo automotivo. Além disso, a proximidade com o Porto do Pecém, o que facilita a importação de peças, e a disponibilidade de área com infraestrutura põem o Ceará à frente da escolha da localização da planta industrial.

“A Foton na China produz mais de 38 modelos de ônibus e exporta para o Chile, Venezuela, Colômbia, Espanha e alguns países da África. A fábrica no Brasil é para o mercado nacional e América Latina”, informou. O empreendimento automotivo prevê a geração de 800 empregos diretos no primeiro ano da construção. Em dois anos de funcionamento, serão mais de 1,5 mil empregos diretos.

A fonte contou ao O POVO que será necessária uma área de 100 mil metros quadrado (cerca de 10 hectares) para a instalação. No Setor III, do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), há uma disponibilidade de 400 hectares para instalação de equipamentos como uma montadora de veículos.“

(O POVO)

Bancada do Nordeste discute com Ideli Salvati renegociação das dívidas rurais

A bancada do Nordeste na Câmara recebe, a partir das 8 horas desta quarta-feira, no Restaurante Naturetto (Anexo III, da Câmara), a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, que anunciará a proposta do governo federal para a renegociação das dívidas dos agricultores familiares e produtores atingidos pela seca, uma das mais severas dos últimos 30 anos. O coordenador da Bancada, deputado José Guimarães (PT), classificou o aúncio como “primeira grande vitória da bancada nordestina nesse curto intervalo da nossa gestão”.

De acordo com Guimarães, durante a reunião serão detalhadas todas as condições de negociação – valores, montante das operações, os produtores e agricultores beneficiados e as áreas a serem atendidas. Segundo o coordenador, as medidas a serem anunciada amanhã resultam de um processo construído nos últimos 30 dias, envolvendo três ministérios: Relações Institucionais (SRI), Fazenda e Casa Civil. “Isso indica que a Bancada do Nordeste na Câmara está se fortalecendo, o que permitiu esta grande vitória”, comemorou.

Com a prolongada estiagem, milhares de produtores e agricultores rurais perderam a safra ou sequer puderam plantar, o que impediu o pagamento de financiamentos contratados junto às instituições financeiras. Sem renda e sem crédito, muitos passaram a correr o risco de perder propriedades ou equipamentos, em função da execução das dívidas. A renegociação permitirá que a situação seja regularizada.

(Com Agência Política Real)

Presidente do BNB cancela encontro com bancada federal cearense

O presidente do Banco do Nordeste do Brasil, Jurandir Santiago, cancelou participação na reunião que a bancada federal do Ceará havia acertado com ele para esta quarta-feira, em Brasília. Alegou viagem para o Rio de Janeiro, onde participará da abertura de seminário técnico da Rio+20.

O coordenador da bancada federal Antônio Balhmann (PSB) lamentou, porque o prioritário é discutir a MP 564, que mexe com algumas atribuições do banco.

Com certeza, se estivesse nesse encontro, o presidente do BNB iria ser indagado sobre o suposto escândalo de empresas laranjas usadas para desviar recursos do BNB e favorecer campanhas eleitorais. Tal prática, segundo a assessoria do banco, não se registou na atual gestão.

CGU proíbe Delta de assina contratos com a administração pública

Jorge Hage, que comanda a Controladoria Geral da União (CGU), concluiu, nesta terça-feira (12): a empresa Delta é inidônea para contratar com a administração pública. Mandou publicar portaria nesse sentido e que sairá publicada nesta quarta-feira no “Diário Oficial da União”.

Segundo informações da Folha.com, um processo administrativo foi aberto em 24 de abril para apurar responsabilidades da Delta em irregularidades apontadas pela Operação Mão Dupla –realizada pela Polícia Federal, CGU e Ministério Público, em 2010– na execução de contratos para realização de obras rodoviárias do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

Tanto o relatório final da Comissão de Processo Administrativo de Fornecedores como o parecer da assessoria jurídica da CGU concluem que a Delta “violou princípio basilar da moralidade administrativa ao conceder vantagens injustificadas –propinas– a servidores do Dnit no Ceará”.

Segundo a CGU, nos autos do processo, que incluem informações constantes da Operação Mão Dupla, há uma série de provas de que a Delta pagou valores e bens, como aluguel de carro, compra de pneus e combustível, além de passagens aéreas, diárias em hotéis e refeições a servidores responsáveis pela fiscalização de contratos entre a autarquia e a empresa.

 

Collor quer procurador-geral da República sendo investigado

O senador Fernando Collor (PTB-AL) entrou nesta terça-feira (12) com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público contra o procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Ele pede uma investigação dos atos de Gurgel, apontando “inércia” dele no caso da Operação Vegas, que investigou em 2009 o grupo de Carlinhos Cachoeira e flagrou conversas do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). Gurgel, ao receber o inquérito da PF na época, optou por não dar prosseguimento às investigações.

A representação de Collor, segundo a Folha.com, foi distribuída no CNMP para o conselheiro Almino Afonso, que abrirá agora prazo para manifestação de Gurgel sobre o caso.

Collor ainda pede para apurar a iniciativa de Gurgel de repassar o Ccaso Vegas para sua mulher, a subprocuradora Cláudia Sampaio.

Pois é, o senador de Alagoas tem sido um crítico da atuação do procurador-geral no episódio.

Governador de Pernambuco dá uma de Cid Gomes e anuncia candidatura própria no Recife

77 1

Nada de só o governador Cid Gomes querer lançar candidatura próprio a prefeito desta quarta Capital. O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que é o presidente nacional do PSB, vai usar evento sobre desenvolvimento econômico do Estado, na tarde desta terça-feira , para anunciar que não deverá apoiar o candidato do PT à Prefeitura de Recife, Humberto Costa. Simultaneamente, apresentará quatro opções para concorrer na capital, todas de seu partido, o PSB.

Campos até já fez como Cid Gomes: exonerou quatro secretários de Estado, justamente para ter cartas na manga caso o impasse no PT permanecesse. Ele dará entrevista para informar que deu todo o tempo possível para que o PT chegasse a uma solução de consenso que encerrasse a disputa interna do partido. Como nem a intervenção nacional pacificou o PT, uma vez que o prefeito João da Costa, impedido de disputar a reeleição, resolveu recorrer da decisão, o governador se sente liberado para apresentar uma opção que unifique os demais partidos da chamada Frente Popular.

(Com Portal Uol)

VAMOS NÓS – Essa estratégia não é isolada. O PSB entendeu que precisa conquistar as grandes cidades para que seu projeto de chegar um dia à Presidência da República possa ser concretizado.

Rio+20 sem Obama e sem Ângela Merkel

Tudo pronto para Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que será realizada na cidade do Rio de Janeiro a partir desta quarta-feira e que se estender´até o dia 22. Com o objetivo de renovar o compromisso político com o desenvolvimento sustentável por meio da avaliação do progresso e das lacunas na implementação das decisões adotadas pelas principais cúpulas sobre o assunto e do tratamento de temas novos e emergentes, a Rio+20 terá como foco principal a economia verde e a erradicação da pobreza.

A Rio+20, que assim é chamada por marcar os 20 anos da realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio92), será composta por três momentos. Nos primeiros dias, de 13 a 15 de junho, está prevista a 3ª Reunião do Comitê Preparatório, em que representantes governamentais discutirão os documentos que posteriormente serão convencionados na Conferência. Entre os dias 16 e 19 serão programados eventos com a sociedade civil. E de 20 a 22 ocorrerá o Segmento de Alto Nível da Conferência, para o qual é esperada a presença de diversos chefes de Estado e de governo dos países-membros das Nações Unidas.

No entanto, mesmo com toda a expectativa para acordos que possam mudar o futuro do planeta, a conferência é alvo de críticas e alguns chefes de Estados apontam, inclusive, para o “risco de fracasso” da Rio+20. O presidente francês, François Hollande, que deve estar presente no evento, alertou para as dificuldades e riscos de que se pronunciem palavras que não serão cumpridas com atos.

A ex-ministra do Meio Ambiente do Brasil, Marina Silva, também criticou a Rio+20. Para ela, os líderes políticos “conseguiram excluir a ciência do debate” e o documento que prepara para a Rio+20 “manteve o problema de separar ecologia e economia, quando é preciso integrá-las”.

Além disso, apesar dos esforços do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, vários líderes mundiais estarão ausentes, incluindo o presidente americano Barack Obama e a chanceler alemã Angela Merkel.

(Com Portal Terra)

Alô, doutor Jurandir, em vim aqui só pra lhe ouvir!!!

184 4

Entra para o clube do “CrediAmigo” quem localizar o presidente do Banco do Nordeste do Brasil, Jurandir Santiago. Até agora, sobre o suposto escândalo envolvendo operações da Instituições e empresas laranjas, ele só se manifesta por meio de nota oficial.

A última foi hilária. Informou o afastamento do chefe de gabinete do BNB, mas deixou logo o aviso de que a Instituição não iria mais se manifestar. Já estamos com o dedo inchado de tanto ligar para o celular dele.

E é porque o atual presidente nada tem a ver com essa história.