Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Sancionada lei que reduz tributos de produtos para pessoas com deficiência

126 2

“O Diário Oficial da União publica hoje (18) a lei que reduz a zero as alíquotas do PIS/Pasep e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes sobre 27 produtos voltados a pessoas com deficiência. Entre os produtos estão calculadoras equipadas com sintetizador de voz, teclados com adaptações específicas, mouses com acionamento por pressão, digitalizador de imagens – scanners – equipados com sintetizador de voz, lupas eletrônicas, próteses oculares e softwares de leitores de tela que convertem o texto em voz ou em caracteres braille, para utilização de surdos-cegos.

A medida faz parte do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Plano Viver sem Limite), lançado pelo governo federal no ano passado. Também contam com isenção desde novembro do ano passado, data de publicação da Medida Provisória 549/11, partes e peças para cadeiras de rodas.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 45,6 milhões de pessoas têm algum tipo de deficiência no país, o que corresponde a 23,91% da população brasileira.”

 (Agência Brasil)

Atividade econômica do Pais cresceu 0,15% no primeo trimestre

“A atividade econômica registrou crescimento de 0,15% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre de 2011. É o que mostra o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), dessazonalizado (ajustado para o período), divulgado hoje (18).

Em março, o índice dessazonalizado apresentou queda de 0,35% em relação a fevereiro. No terceiro mês do ano, o IBC-Br registrou 139,47 pontos. Na comparação entre março deste ano e o mesmo período de 2011, houve queda de 1,18%. No primeiro trimestre, ante igual período do ano passado, o índice dessazonalizado apresentou retração de 0,23%. Em 12 meses encerrados em março, no entanto, houve alta de 1,57%.   

Os dados sem ajustes sazonais mostram que IBC-Br registrou alta de 11,23 %, em março, em relação a fevereiro, e de 1,06%, no primeiro trimestre deste ano, em relação a igual período de 2011. Em 12 meses encerrados em março, a alta ficou em 1,84%. O IBC-Br é uma forma de avaliar e antecipar como está a evolução da atividade econômica brasileira. O índice incorpora informações sobre o nível da atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária. ”

 (Agência Brasil)

Novo Código Florestal é retrocesso, diz jurista

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sLpa0z1mwNM&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

A faculdade Christus encerra nesta sexta-feira, em seu auditório, o seminário Conflitos Ambientais e Direitos Humanos.l Entre os conferencistas, o jurista Carlos Frederico Marés de Sousa, da PUC do Paraná, nome dos mais respeitados na área. Ele abordará o tem Direitos e Participação Popular”, a partir das 14h30min.

Para o Blog, Carlos Frederico falou sobre o Novo Código Florestal e disse esperar que a presidente Dilma vete toda a matéria.

Ministro Fernando Pimentel viajou para Roma em avião de empresário

94 4
Do Terra Magazine, eis essa informação:
“Enquanto acompanhava a presidente Dilma Rousseff em viagem à Europa, em outubro do ano passado, o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) utilizou um avião fretado pelo empresário João Dória Júnior para ir da Bulgária, onde estava a comitiva presidencial, até a Itália, para participar de um encontro com empresários brasileiros e italianos.
Procurado por Terra Magazine, Pimentel afirmou que o encontro “não era um evento oficial da Presidência” e que, por isso, não utilizou um avião oficial para se deslocar.
“Saí da comitiva da presidente e fui mesmo para Roma, mas não fui em avião oficial porque o compromisso não fazia parte da agenda da presidente. Não tinha como ir de avião oficial. Ele (João Dória Júnior) mandou um avião e eu usei a aeronave que ele colocou pra mim naquele momento”, disse o ministro.
Enquanto acompanhava a presidente Dilma Rousseff em viagem à Europa, em outubro do ano passado, o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) utilizou um avião fretado pelo empresário João Dória Júnior para ir da Bulgária, onde estava a comitiva presidencial, até a Itália, para participar de um encontro com empresários brasileiros e italianos.”

Deputado propõe recomposição salarial dos servidores do Dnocs

120 1
O deputado federal Danilo Forte (PMDB) está trabalhando para recompor o salário dos servidores do DNOCS. O parlamentar apresentou três emendas à MP 568 tratando da recomposição salarial dos servidores da instituição que tiveram seus vencimentos reduzidos por uma interpretação do Ministério do Planejamento sobre a gratificação recebida desde 1988.
A proposta de Danilo Forte incorpora ao vencimento básico dos servidores a complementação salarial, estabelecida pelo decreto-lei 2438, sendo 50% este ano e o restante em 2013.
Danilo quer ainda que os valores referentes a gratificação de Vantagem Pessoal Nominalmente Identificada (bolsa), correspondente a 60% dos vencimentos e suprimida por decisão judicial ou administrativa neste ano, sejam pagos em folha suplementar.
Na opinião de Danilo, a medida não busca recompor somente o salário, mas principalmente a dignidade dos servidores, violentamente ferida pelo confisco praticado pelo Governo.

Novo Código Florestal – Temer diz que governo negocia outro projeto em caso de veto

“O vice-presidente da República, Michel Temer, disse, nessa quinta-feira, que parlamentares já estão negociando com o governo um projeto de lei caso o novo Código Florestal seja vetado.
“Pode haver veto de partes do projeto. O Congresso já está negociando com o governo, se houver veto a partes do projeto, uma adequação, por meio de um novo projeto de lei que faça essa adequação entre o que pensa o governo e o que pensa o Congresso Nacional”,disse durante um discurso para jovens empreendedores na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Aprovado no final de abril, o projeto do novo Código Florestal está sob análise da presidenta Dilma Rousseff. Ela tem até o dia 25 para sancionar o código com veto integral ou parcial. O texto produzido pelos senadores foi considerado mais equilibrado pelo governo, mas a bancada ruralista na Câmara alterou o projeto e voltou a incluir pontos controversos, como a possibilidade de anistia a quem desmatou ilegalmente e a redução dos parâmetros de proteção de áreas de preservação permanente (APPs).”

(Agência Brasil)

Presidente do STF apoia divulgação dos salários do Poder Judiciário

“O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Carlos Ayres Britto, se declarou favorável à divulgação dos salários de juízes e servidores de forma a atender a Lei de Acesso à Informação (LAI), em vigor desde quarta-feira. No entanto, ele admite que o assunto ainda deverá ser tratado com os demais ministros e outros órgãos do Judiciário.

Britto lembrou de uma ação julgada pelo STF em 2009, que questionava a divulgação do salário de servidores municipais de São Paulo. “Só excluí da publicação os endereços por uma questão de segurança”. O presidente quer incluir o assunto na pauta da próxima sessão administrativa do STF, que deve ocorrer na próxima terça-feira (22).

Seis meses após a edição da lei de acesso, o Judiciário ainda está se adaptando para cumprir as determinações sobre publicidade e atendimento ao público. Britto já manifestou interesse em criar uma comissão com integrantes da cúpula do Judiciário para redigir uma regulamentação única que deve ser seguida em todo o país, mas ainda não sabe se essa será a solução adotada.”

(Agência Brasil)

Lira Neto lança livro sobre Getúlio Vargas no dia 14 de junho em Fortaleza

594 5

A expectativa é grande para o lançamento,dia 14 de junho próximo, na Livraria Cultura, do primeiro de três livros sobre Getúlio Vargas, resultado de trabalho de pesquisa de quase dois anos e meio do jornalista e escritor Lira Neto.

São três volumes. O primeiro aborda do nascimento de Getúlio, em 1882, até a conquista do poder com a Revolução de 1930. O segundo, de 1930 a 1945, traz a Era Vargas e Estado Novo, enquanto o último, que só sairá em 2014, abrangerá de 1945 a 1954, ano em que Getúlio se suicidou no Rio.

Lira Neto virou, sem sombra de dúvidas, um dos melhores do País no resgate da trajetória de personalidades que, de fato, influenciaram ou foram polêmicas na vida nacional. Rodolfo Teófilo, José de Alencar, Padre Cícero, Castello Branco e a cantora Maísa já tiveram um pouco da vida – e de bastidores, contada por esse fortalezense que mora em São Paulo, mas não se esquece de suas raízes.

Estamos aguardando o lançamento do livro. Queremos estar entre os primeiros da fila do autógrafo. Quem sabe, bem antes do querido escritor, professor e amigo-irmão do Lira, Kelsen Bravos.

Brasil gerou 217 mil vagas formais de emprego em abril

“O Brasil gerou em abril 216.974 empregos formais, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego divulgados hoje (17). O resultado é a diferença entre as contratações do mês que somaram 1.798.101 e as demissões que foram 1.581.127. O saldo corresponde à redução de cerca de 55,2 mil empregos em relação a abril de 2011 – queda equivalente a 20,3%. Ainda assim, segundo o ministério, o resultado indica trajetória de expansão da economia no país, já que o desempenho do mercado de trabalho, em abril, foi o melhor do ano. Em março, por exemplo, foram abertas 111,7 mil vagas. Nos quatro primeiros meses de 2012, foram gerados 702.059 postos formais de trabalho.

O setor de serviços liderou o crescimento da geração de empregos formais, oferecendo 82.875 postos, seguido pela construção civil (40.606), pelo comércio (33.704) e pela indústria de transformação (30.318).

No Nordeste, houve redução de 4.924 de postos de trabalho. A concentração de perda de empregos formais foi expressivamente maior em Alagoas, com 13.274 a menos. A queda também ocorreu em Sergipe e Pernambuco, com menos 2,1 mil postos cada. Segundo o ministério, a redução ocorreu revido a quebra da safra de cana-de-açúcar, que abastece as indústrias de açúcar e álcool.

No Sudeste, por outro lado, houve o maior saldo de geração de postos formais – liderado por São Paulo (85.346), seguido por Minas Gerais.”

(Agência Brasil)

Copa 2014 – BNB libera R$ 50 milhões para obras da Arena Pernambuco

114 1

Jurandir Santiago preside o banco.

“O Consórcio Arena Pernambuco recebeu a primeira parcela do financiamento contratado junto ao Banco do Nordeste do Brasil (BNB). No valor de R$ 50 milhões, o recurso será utilizado diretamente na execução das obras da arena multiuso, construída para sediar a Copa do Mundo em Pernambuco. A Concessionária, formada por duas empresas da organização Odebrecht, já recebeu a liberação de R$ 157 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) e R$ 70 milhões por emissão de debêntures de um banco comercial.

O empréstimo total com o BNB é de R$ 250 milhões, recurso proveniente do Fundo Constitucional do Nordeste para o Turismo (FNE/Proatur). Já o financiamento com o BNDES vem do programa “BNDES ProCopa Arenas”. Dos R$ 280 milhões contratados com esse banco, duas liberações já foram realizadas sendo, respectivamente, de R$ 84 milhões e R$ 73 milhões. Os gastos para a construção da arena estão orçados em R$ 532 milhões (base maio/2009), valor que inclui o contrato de construção, as despesas pré-operacionais e o ressarcimento pelo estudo de viabilidade. Além da responsabilidade pelos serviços de engenharia, o Consórcio atuará na operação e manutenção da arena pelo prazo de 30 anos.”

(JC Online)

DETALHE – Bom lembrar que o presidente do BNB, Jurandir Santiago, participará, nesta sexta-feira à tarde, no Palácio da Abolição, de reunião com os governadores do Nordeste. Nese mesmo evento, a participação do presidente do BID, Luis Moreno.

“Os Últimos Cangageiros” está no Festival Internacional de Documentários do Chile

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=81e1iQufWmI[/youtube]
Do diretor da Casa Amarela Eusélio Oliveira, Wolney Oliveira, recebemos a seguinte nota:
Caro Eliomar de Lima,

É  com satisfação que comunicamos, em primeira mão para seu Blog, que nosso documentário de longa-metragem  “Os Últimos Cangaceiros”  foi selecionado para o Festival Internacional de Documentários do Chile 2012 (FIDOCS 2012) e para a Première  Brazil New York  2012 do Museum Of Modern Art/New York (Moma). O filme já havia sido convidado pelo Festival Internacional de Cinema de Hamburgo, na Alemanha  (FILMFEST HAMBURG 2012), com exclusividade para estreia naquele pais em setembro próximo.

Em novembro 2011 já havíamos ganhado uma “Menção Honrosa Especial do Júri”  no “8º Amazonas Film Festival”, em Manaus e em dezembro,  no 33º Festival Internacional do Novo Cinema Latino-americano de Havana, ganhamos o  Terceiro Prêmio Coral de melhor documentário e o Prêmio Cibervoto do Portal do Cinema  e Audiovisual Latino-americano e Caribenho da Fundação  do Novo Cinema Latino-americano.

O filme  foi viabilizado  com recursos do 6º Prêmio Ceará de Cinema e Vídeo (2006), do Governo do Estado do Ceará; e pela ANCINE – Agência Nacional de Cinema, através do Fundo Setorial do Audiovisual/ FINEP, além de  patrocínio via mecenato federal das empresas Coelce, BNB, BNDES e Transpetro.

O cinema cearense tem recebido inúmeros prêmios nacionais e internacionais, provando que o investimento que o Governo do Estado destina ao mesmo compensa, e deve ser incrementado, não só, pela possibilidade de geração de empregos para nossos técnicos e/ou atores mas, em especial, pelos recursos que o cinema cearense tem injetado na economia cearense, recursos de prêmios nacionais do MinC e da ANCINE e captados na iniciativa privada pelas leis Rouanet  e do Audiovisual, que somados, nos últimos cinco anos, aportaram à economia cearense mais de R$ 10 milhões, além da repercussão dos prêmios na midia nacional e internacional.

Achamos de fundamental importância que a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), sob a direção do ex-presidente do BNBl, Roberto Smith, tenha criado recentemente a Câmara Setorial do Audiovisual, cujo presidente é o ex-secretário da Cultura do Estado, Paulo Linhares. A criação da Câmara Setorial do Audiovisual vai permitir de maneira integrada e efetiva que se discuta e que se preparem os profissionais para encarar a nova realidade que se modifica a partir da sanção da Lei 12.485/2011, que injetará em 2012, R$ 400 milhões de recursos adicionais para produção audiovisual. Desse valor, obrigatoriamente, pela referida lei, 30% devem ser gastos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o que implica, no mínimo, que o Nordeste terá à disposição R$ 40 milhões para a produção audiovisual e o estado que estiver melhor estruturado e organizado terá mais chances de utilizar esses recursos.

“Os Últimos Cangaceiros” continua agora sua carreira pelos festivais nacionais e internacionais e já tem distribuição comercial nacional garantida para o segundo semestre de 2012 pela distribuidora “Imovision”, de São Paulo, portanto o público cearense e brasileiro poderá ver o filme nos cinemas em 2012.

Sem mais,

Wolney Oliveira.

Fortaleza é segundo no País no ranking da dengue

188 7

Fortaleza é a segunda capital do País com maior número de casos de dengue. Só perde para o Rio de Janeiro e lidera ese ranking absurdo no Nordeste. Os dados são do Ministério da Saúde. Nos quatro primeiros meses deste ano, a cidade registrou 10.156 caos da doença.  O Rio de Janeiro ficou com 64.675 casos. O balanço da incidência de dengue no Brasil foi divulgado nesta quinta-feira, em Brasília, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

O Ceará já registra 17.205 casos de dengue nos quatro primeiros meses de 2012. O número corresponde a 37,7% de todos os casos registrados no estado em todo o ano passado.

Em relação ao Nordeste, o Ceará responde por 16,6% de todos os casos. Em toda a Região, foram registrados 103.687 casos. No Brasil, o Ceará responde por 6% dos casos. Foram registrados 286.011 casos de dengue entre janeiro e abril de 2012 em todo o País. Desse total, 1.083 foram da forma mais grave da doença.

No País, o número de óbitos por dengue caiu 84% nos quatro primeiros meses de 2012 em comparação ao mesmo período de 2010. Enquanto naquele ano foram registradas 467 mortes pela doença entre janeiro e abril, o primeiro quadrimestre deste ano teve 74 óbitos.

(Agência Brasil)

Número de cheques sem fundo cai em abril

“O volume de cheques devolvidos caiu 0,11 ponto percentual no país em abril e fechou o mês em 2,08%, segundo levantamento divulgado hoje (17) pela empresa de consultoria Serasa Experian. Em março foram devolvidos 2,19% dos cheques emitidos. O índice registrado em abril, no entanto, é maior do que o registrado no mesmo mês do ano passado (2%).

De acordo com a Serasa, a redução em comparação com o mês anterior é justificada porque, historicamente, março é o período em que ocorre a maior devolução de cheques do ano, em razão da última parcela do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e das despesas escolares. Na comparação anual, no entanto, o crescimento está relacionado ao aumento do endividamento do consumidor, que se fez por meio de pré-datados.

O crescimento do número de cheques sem fundo também é verificado no acumulado de janeiro a abril de 2012. Este ano, foram devolvidos 2,05% cheques. No ano anterior, por sua vez, o percentual de devolução ficou em 1,92%. Em números absolutos, 6.292.086 cheques retornaram em 2012, em um total de 306.779.965 emitidos.

Na comparação entre estados, o Acre apresentou o maior percentual de cheques devolvidos, com 15,78%, seguido pelo Amazonas (14,11%) e Amapá (9,57%), nos quatro primeiros meses do ano. O Rio de Janeiro, por sua vez, foi o estado de menor percentual, com 1,65%. Entre as regiões, a Nordeste foi a de maior percentual, com 2,04% de devolução. A Sudeste aparece como a região de menor número de cheques sem fundo, com 1,52% – resultado 0,53 ponto percentual abaixo da média nacional.”

(Agência Brasil)

Lúcio aborda números do IPECE e crescimento da economia cearense

327 8

Com o título “Mentir com Números”, o ex-governador Lúcio Alcântara aborda, em seu Blog, números da economia cearense que estão sendo divulgados pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE). Ele rebate, por exemplo, que o PIB do atual governo é maior do que a média nacional, deixando gestões passadas no chinelo.

O governo tem pautado a imprensa com uma agenda positiva baseada em números falsos. Em seu livro “Como mentir com as estatísticas”, estudado nas universidades, Darrel Hull mostra como a realidade pode ser distorcida se alterarmos as escalas de uma tabela ou se compararmos números de bases diferentes, e outras formas de manipulação passíveis de enganar pessoas menos atentas. Uma delas é a que ficou conhecida pela boca do ex-ministro Ricupero: o que é bom a gente mostra, o que é ruim a gente esconde”.

As manchetes que dão conta de que o PIB do Ceará vem crescendo muito acima da média nacional e mais do que na época de meu governo – que os governistas fazem questão de comparar – contêm duas inverdades. Nem o Ceará vem crescendo tanto assim – no ano de 2011 a indústria do Ceará teve o pior desempenho nacional. E comparado com o Brasil, o crescimento do Ceará no 1º mandato Cid Gomes avançou menos do que no período entre 2002 e 2006, quando tive a honra de governar o Ceará.

O Ipece é o órgão técnico de planejamento do governo, o que cuida dos números, dados e levantamentos. A questão do PIB tem uma singularidade que escapa a muitos. A consolidação é um processo demorado e chega a dois anos de descompasso. O governo, estadual ou federal, trabalha com números preliminares, o que é comum. Posteriormente é que se verifica o real. Procedimento comum. O não usual é como se faz agora. O Ipece tem apresentado projeções preliminares muito otimistas, que são repassadas para a mídia. E deixa de corrigir quando os números não se comportaram como o previsto.

Pequeno exemplo: Em 2009, o Ceará cresceu 3% segundo dados preliminares do Ipece, e o Brasil teria apresentado resultado negativo: -0,6%. Mas os números definitivos consolidados pelo IBGE desnudam um cenário bem diferente. Em vez dos 3% anunciados, o Ceará cresceu apenas 0,04%. Estes números finais não provocaram manchete. Soltaram fogos em vão. Abaixo a tabela apresentada pelo Ipece em seu relatório, já finalizado. (http://www.ipece.ce.gov.br/publicacoes/ipece-informe/Apresentacao_Informe_25.pdf)

Cearense vai dirigir Ouvidoria do STJ

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça elegeu o ministro cearense Cesar Asfor Rocha para ser o diretor da ouvidoria do órgão. Ele cumprirá mandato de um ano. Além de supervisionar os trabalhos, o decano do STJ indicará o ouvidor do tribunal. A área deve incentivar a participação popular e fomentar uma cultura administrativa de foco no cidadão. Além disso, as atribuições da ouvidoria incluem receber e acompanhar consultas, prestar esclarecimentos, receber reclamações, críticas, denúncias, elogios e sugerir o aperfeiçoamento das atividades desenvolvidas pelas demais unidades administrativas.

A ouvidoria não receberá manifestações anônimas ou referentes a outros órgãos, nem denúncias de fatos que constituam crimes. Nessas hipóteses, o cidadão será orientado a buscar os órgãos competentes, como o Ministério Público e as polícias.

SERVIÇO

A Ouvidoria do STJ atende aos interessados que se dirigem à Central de Atendimento ao Cidadão, pelo telefone (61) 3319-6802 no horário de funcionamento do tribunal, por e-mail, carta (STJ/Ouvidoria – SAFS, Quadra 6, Lote 1, Trecho III, CEP 70095-900, Brasília – DF) e fax (61 3319-8700). Com informações da Assessoria de Imprensa do STJ.

CPMI aprova quebra de sigilo bancário, fiscal e telefônico de ex-diretor da Delta

“A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Cachoeira aprovou hoje (17) a quebra do sigilo bancário, fiscal e telefônico do ex-diretor da empresa Delta Construções na Região Centro-Oeste Cláudio Abreu. Os parlamentares investigam as relações do empresário goiano Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlos Cachoeira, com agentes públicos e privados. Cachoeira está preso, Brasília, sob suspeita de envolvimento com jogos ilícitos.

Investigado pela Operação Saint-Michel, da Polícia Civil do Distrito Federal, Cláudio Abreu também está preso, desde o final de abril. A ação é um desdobramento da Operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que, junto com a Operação Vegas, investigou o suposto esquema criminoso comandado por Cachoeira. Também foi aprovada hoje a convocação do sobrinho de Cachoeira Leonardo de Almeida Ramos, apontado no inquérito como comprador da casa do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

O plenário da CPMI também aprovou mais 77 requerimentos de convocação de pessoas suspeitas de envolvimento com os negócios ilegais de Cachoeira. A CPMI também aprovou a quebra de sigilo de Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, um dos principais auxiliares de Cachoeira. Dadá foi preso durante as investigações da Operação Monte Carlo, que também resultou na prisão de Carlinhos Cachoeira. Os membros da comissão também aprovaram hoje um pedido à Polícia Civil do Distrito Federal de cópia do teor completo dos autos do inquérito da Operação Saint-Michel.”

Reunião dos governadores do NE em Fortaleza ocorrerá nesta sexta-feira à tarde

A reunião que os governadores nordestinos farão, nesta sexta-feira, em Fortaleza, só começará às 13 horas. Nada pela manhã como estava programado, pois o presidente do Banco Interamericano de Desenvovimento (BID), Luis Moreno, convidado especial, só deverá estar chegando à Capital cearense a partir das 14j30min, segundo a organização do evento.

Os governadores almoçarão com Cid Gomes, no Palácio a Abolição, e, antes da conversa sobre investimentos com o dirigente do BID, terão reunião com o presidente do BNB, Jurandir Santiago sobre projetos de infraestrutura.

Ficou acertado que a coletiva sobre resultados do encontro ocorrerá às 17 horas.

Apesar do crescimento, seis atividades do comércio registram queda nas vendas em março

“Apesar do crescimento global de 0,2% no volume de vendas registrado pelo comércio em março deste ano, seis das dez atividades pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tiveram desempenho negativo. A principal queda nas vendas foi percebida no segmento de livros, jornais, revistas e papelaria (–7,1%).

Outros setores que tiveram queda foram combustíveis e lubrificantes (-0,3%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (-0,6%), hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (-0,6%), veículos e motos, partes e peças tiveram queda de (-1,4%) e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação (-6,9%).

Já os setores que apresentaram crescimento foram artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (2,3%), móveis e eletrodomésticos (1,2%), tecidos, vestuário e calçados (0,8%) e material de construção (0,3%).” 

(Agência Brasil)