Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Receita abre consulta para lote da malha fina do IR 201

“A Receita Federal abriu, nesta quarta-feria, consulta a mais um lote de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2011 liberado da malha fina. A consulta estará disponível na internet. Foi liberada também a consulta a declarações retidas de 2010, 2009 e 2008. O dinheiro será depositado no banco no próximo dia 15.

De 2011, serão creditadas restituições para um total de 43.277 contribuintes, corrigidas em 9,47 %. Do exercício de 2010, serão 13.495 declarações corrigidas em 19,62 %. Referentes ao lote residual de 2009, são 6.861 declarações com correção de 28,08 % e de 2008, o número de declarações liberadas chega a 3.076, corrigidas em 40,15%.

SERVIÇO

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet  (http://www.receita.fazenda.gov.br), ou ligar para o Receitafone 146.

Turistas consultam condições de segurança na BA para o Carnaval

Preocupados com a greve da Polícia Militar, turistas que planejam passar o Carnaval em praias da Bahia estão consultando hotéis e pousadas sobre as condições de segurança nesses locais. No município de Porto Seguro, resorts da praia de Taperapuã vêm recebendo ligações e e-mails de pessoas que já fizeram suas reservas ou que pretendiam fechar pacotes nos próximos dias. Elas perguntam principalmente se há policiamento nas ruas e se já foram registrados arrastões.

Apesar de os hotéis afirmarem que a situação é de normalidade nas praias, o setor de reservas do Portobello Resort disse que já registrou cancelamentos. O índice é inferior a 5%. Em Trancoso, distrito de Porto Seguro, as pousadas também vêm recebendo ligações de turistas. “Eles perguntam como está a situação, mas não há clima de insegurança. Só a agência dos Correios fechou. Continua tudo lotado para o Carnaval”, afirma Fernando Leite, dono da pousada Capim Santo. O escritório local da operadora de turismo CVC disse que não registrou cancelamentos até o momento.

A adesão à greve em Porto Seguro foi total, e o policiamento ostensivo está sendo feito pela Caema, companhia de ações especiais da PM. “A cidade recebeu um tratamento especial por parte do governo e conseguimos manter a situação dentro do normal”, afirmou o comandante do 8º batalhão, coronel Alfredo Nascimento.

Em Itacaré, hotéis ouvidos pela reportagem disseram que não houve cancelamentos de reservas. O hotel Porto dos Casais, no entanto, informou que a procura diminuiu. Nesta época do ano, chegavam diariamente de 100 a 120 e-mails com consultas sobre preços e disponibilidade de vagas. Nos últimos dias, foram menos de dez.

Segundo representantes das pousadas, a população de Itacaré relata um aumento de assaltos e furtos. Na delegacia, porém, policiais civis disseram que não perceberam mudanças na rotina. Um oficial da PM disse que os policiais militares em Itacaré não estão fazendo rondas ostensivas e que só atendem as situações de emergência ou flagrante.

No município de Cairu, onde estão praias concorridas como Morro de São Paulo, Boipeba e Gamboa, os PMs dizem estar aquartelados nos postos policiais e que só saem para atender ocorrências graves.

A associação local de hotéis e pousadas afirmou que não tem conhecimento de aumento de criminalidade e diz que não houve alta de cancelamentos de reservas nem queda na procura por quartos.

Em Mata de São João, onde fica a Praia do Forte e o complexo de resorts Costa do Sauípe, a Polícia Civil disse que a PM também está aquartelada e que um efetivo ampliado de policiais civis ocupa as ruas. Parte do comércio e as escolas estão fechadas.

A Costa do Sauípe disse que está com ocupação total no Carnaval e não registrou desistências.

(Folha)

Das 6 mil creches prometidas por Dilma, nenhuma saiu do papel

“A promessa da presidente Dilma Rousseff de construir seis mil creches até 2014 ainda não saiu do papel e fez acender a luz amarela no Ministério da Educação (MEC).

Em 13 meses, o governo assinou 1.507 convênios com prefeituras de todo o país, mas nenhuma nova unidade entrou em funcionamento. O ministro Aloizio Mercadante admitiu nesta terça-feira o risco de que a meta não seja cumprida, se nada for feito.

Ele anunciou que estuda medidas para acelerar o ritmo e disse que o problema não é falta de dinheiro, mas demora das prefeituras para executar as obras:

– Estamos sentindo que o tempo de construção está lento – disse Mercadante.

Para dar mais velocidade ao programa, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do ministério, planeja realizar uma ata nacional de preços.

A ideia é selecionar construtoras aptas a erguer creches e pré-escolas nas cinco regiões do país, dentro de padrões de qualidade atestados pelo Inmetro. Assim, as prefeituras só precisariam aderir ao pacote.”

(O Globo)

Cantor Wando morre aos 66 anos em Minas

92 1

 

Com problemas cardíacos graves, o artista mineiro deu entrada no dia 27 de janeiro no Biocor, em Minas Gerais, onde estava internado desde então.

Ele foi submetido a um cateterismo (exame para diagnosticar obstrução de veias ou artérias) na manhã de sexta-feira, e os médicos decidiram fazer uma cirurgia de revascularização do miocárdio.

Na madrugada de sábado, no entanto, o cantor apresentou quadro de angina refratária, o que significa que ele não estava reagindo ao tratamento. Por isso, passou por uma angioplastia de múltiplas artérias de emergência.

O procedimento é feito com um cateter que tem um pequeno balão e uma espécie de mola usada para “abrir” a artéria (“stent”).

* Veja as fotos da carreira de Wando

(Portal Uol)

Cid quer Eduardo candidato, mas PSB fora do governo

78 4

Matéria postada na Folha Online dessa terça-feira soou meio estranha, uma vez que contém posicionamento confuso e estranho do governador Cid Gomes(PSB) sobre possível candidatura do presidente nacional de seu partido, Eduardo Campos, à presidência da República. Cid parece fazer a opção pelo caminho do ”sim, não, muito pelo contrário”. Fica dificil saber o que ele realmente quer para o aliado. Eis a matéria:

”Uma das principais lideranças do PSB, o governador do Ceará, Cid Gomes, defendeu a saída da sigla do governo Dilma Rousseff em caso de candidatura própria à Presidência em 2014 — o nome mais cotado hoje no partido é o de Eduardo Campos, governador de Pernambuco. Cid, porém, disse não ver ‘inclinação neste momento’ para isso. ‘O natural seria a gente apoiar a reeleição de Dilma’, afirmou à Folha.

O PSB atualmente tem o comando do Ministério da Integração Nacional e da Secretaria Especial de Portos, com status de ministério. ‘Se a gente tem esse desejo [candidatura própria], deveria se afastar do governo e ter como principal estratégia propor o nosso estilo de governar.’

Cid afirmou ainda que Campos ‘demonstrou serviço na prática’, o que o credencia a pleitear a cadeira de Dilma. Disse falar em caráter pessoal, e não pelo PSB. ‘Em todo partido há gente que defenda todo tipo de posição.”

(Folha)

Governo teme que greve dos PMs chegue a seis Estados

66 1

“O governo federal vê risco elevado da greve da PM baiana se alastrar para mais seis Estados. O Rio é considerado o mais crítico de todos eles, inclusive pelo temor de haver cenas violentas às vésperas do Carnaval, daqui a dez dias.

Além do Rio, onde a polícia decide amanhã se para ou não, o serviço de inteligência do Palácio do Planalto classifica como “Estados explosivos” Pará, Paraná, Alagoas, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

O acompanhamento começou após os conflitos se agravarem em Salvador, onde a greve dos PMs foi decretada na terça da semana passada.

O governo federal monitora ainda o Distrito Federal, que ontem registrou protesto de apoio aos PMs da Bahia.

“Se não tiver aumento, não terá segurança no Carnaval. Se está ruim em Brasília, imagina em outros Estados?”, disse o sargento Edvaldo Farias, da Associação dos Oficiais Administrativos da PM. O piso brasiliense, de R$ 4.000, é o maior do país. Na Bahia, por exemplo, ele é de R$ 2.173,87.

A presidente Dilma Rousseff foi comunicada na sexta de que o levante baiano fazia parte de uma articulação nacional para pressionar o governo a apoiar, no Congresso, a aprovação da PEC 300.”

(Folha)

Tucanos lembram críticas de petistas na época das privatizações

74 1

“Sem ter como reagir á campanha mortal do PT nas eleições de 2006 e 2010 sobre privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso, os tucanos foram á forra nesta terça-feira no plenário.

O líder do PSDB Álvaro Dias (PR) e o senador Aloyzio Nunes Ferreira (SP) se revezaram na tribuna para fazer discursos irônicos sobre a guinada do governo petista da presidente Dilma Rousseff, que inicia um processo de concessão de aeroportos para a iniciativa privada.

As alfinetas foram respondidas pelos senadores petistas, que rejeitam o termo “privatização”, e dizem que o governo está fazendo é concessões nos aeroportos de Guarulhos (Cumbica-SP), Campinas (Viracopos-SP) e Brasília (Juscelino Kubitschek).

– Sabe quando você está esperando para embarcar num aeroporto e anunciam pelo alto falante que devido a reposicionamento da aeronave o embarque se dará em outro portão? Hoje eu quero saudar aqui o reposicionamento do PT em relação as privatizações. Agora vamos ficar livres dessa cantilena do PT a cada eleição demonizando as privatizações – discursou Aloyzio Nunes.”

(O Globo)

Pimentel defende regras mais justas para rateio do ICMS entre os Estados

“O senador José Pimentel (PT) defendeu, nesta terça-feira, regras mais justas para a partilha do ICMS entre os estados. No Seminário Redindústria – Construindo uma Agenda Legislativa, que a Confederação Nacional da Indústria realiza até esta quarta-feira, ele pediu o apoio dos empresários para a aprovação do Projeto de Resolução do Senado que reduz as alíquotas interestaduais do ICMS nas operações com mercadorias importadas (PRS 72/10).

“As regras atuais incentivam a substituição de equipamentos nacionais por importados e, assim, geram empregos no exterior e desemprego no Brasil”, afirmou Pimentel. “Defendo uma agenda urgente que resolva os problemas que prejudicam a Indústria Brasileira e isso passa pela aprovação da Resolução 72/10”, continuou o senador, que defende a busca de um entendimento entre os 26 estados e o Distrito Federal para solucionar a questão. O PRS 72/10 está em análise na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

No encontro, que reuniu todas as federações de indústria dos estados, além de associações industriais e empresas, o líder do governo no Congresso também destacou os avanços alcançados nos últimos anos que favorecem o setor produtivo brasileiro. “Em 2003, o Estado levava 48 meses para devolver o crédito a que o empresário tinha direito. Conseguimos reduzir esse prazo para 12 meses e, com o Plano Brasil Maior, a partir de julho deste ano, queremos pagar o crédito em tempo real, para reduzir os custos da indústria brasileira”, informou o senador.

José Pimentel reconheceu, no seminário, as dificuldades para se aprovar a Reforma Tributária, tendo em vista os diferentes interesses das unidades da federação. Mas, para ele, o importante é focar nas micro e pequenas empresas, que representam mais de 90% do número de empreendimentos no país. “Por isso, a verdadeira Reforma Tributária foi a Lei Geral da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte (LC 123/06), que reduziu a carga tributária e simplificou o sistema de arrecadação, permitindo o desenvolvimento do setor”, defendeu o líder.

Entre os avanços que Pimentel atribui à LC 123/06 e às leis posteriores que a aprimoram, está a criação de empregos com carteira assinada que, desde 2003, chega a 16 milhões. “Agora, além de continuar criando empregos e fortalecendo a indústria, o país que pretende se tornar a 5ª potência do planeta precisa qualificar seus trabalhadores”, afirmou o senador.”

(Com Agências)

Aécio Neves: Governo exagera na interferência política dentro das estatais

“Há dificuldade do governo em diferenciar o que é público do que é privado, o que é partidário do que é privado. São sucessivos exemplos, grandes e pequenos, dessa confusão do governo nas nomeações”, afirmou o senador Aécio Neves (MG) na edição de hoje do jornal Correio Braziliense.

De acordo com ele, o governo federal exagera na interferência política dentro de estatais, incluindo o Banco do Brasil e a Petrobras.

“Essa questão sem esclarecimentos do governo sobre a Casa da Moeda e a Caixa, naquela nebulosa transação com o Banco Panamericano, para não citar outros desatinos”, completou o parlamentar mineiro ao jornal.

Ainda segundo Aécio Neves, a presidente Dilma Rousseff tem demonstrado fragilidades graves no ponto de vista gerencial, especialmente, com o aparelhamento do Estado.”

(Correio Braziliense)

Cid recebe vice-presidente da Coca-Cola

O governador Cid Gomes (PSB) recebe, às 8h30min desta quarta-feira, no Palácio da Abolição, o vice-presidente da Coca-Cola, Irial Finan. Ele apresentará para Cid os novos projetos da Coca-Cola e investimentos futuros e de olho na Copa das Confederações e Copa de 2014.

O ex-governador Tasso Jereissati que, através da Norsa Refrigerantes, representa a Coca-Cola no Ceará, vai estar também nessa audiência? Eis a dúvida.

Itaú registra lucro recorde em 2011

153 2
“O lucro do Itaú Unibanco (ITUB4) em 2011 é o maior da história dos bancos brasileiros, segundo a consultoria Economatica. Com um lucro líquido de R$ 14,62 bilhões, o banco teve uma alta de 9,7% em relação ao ano anterior (quando lucrou R$ 13,32 bi).

Lucro anual dos bancos no Brasil

Itaú Unibanco (2011) R$ 14,62 bilhões

Itaú Unibanco (2010) R$ 13,32 bilhões

Banco do Brasil (2010) R$ 11,296 bilhões

Bradesco (2011) R$ 11,028 bilhões

Fonte: Economatica

Na terceira colocação entre os maiores lucros de bancos ficou o Banco do Brasil, com o resultado de 2010 (quando teve ganhos de R$ 11,296 bi). O Bradesco, mesmo com uma alta de 10% em relação ao ano anterior, teve lucro de R$ 11,028 bi em 2011, ocupando a quarta colocação.

Entre os dez maiores lucros anuais da historia dos bancos brasileiros, quatro são Itaú Unibanco. Bradesco e Banco do Brasil têm três cada um.”

(Portal Uol)

Caixa lucra R$ 5,2 bilhões em 2011

84 1
” A Caixa Econômica Federal atingiu lucro de R$ 5,2 bilhões em 2011, com crescimento de 37,7% em relação a 2010. No último trimestre, o lucro chegou a R$ 1,6 bilhão, 20% a mais do que no mesmo período do ano anterior. Em 2011, o saldo da carteira de crédito chegou a R$ 249,5 bilhões, com crescimento de 42%. A carteira imobiliária apresentou saldo de R$ 152,9 bilhões em dezembro de 2011, aumento de 41,1% em relação ao registrado no ano anterior.

De acordo com a Caixa, foram liberados R$ 80,1 bilhões para habitação, valor 5,5% superior ao contratado em 2010. Os financiamentos tiveram crescimento de 15,7% e totalizaram R$ 67,8 bilhões, dos quais R$ 36,4 bilhões foram realizados com recursos da poupança (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo – SBPE) e R$ 31,3 bilhões com linhas que utilizam o Fundo de Garantida do Tempo de Serviço (FGTS). Além disso, foram destinados R$ 7,5 bilhões para subsídios e R$ 4,9 bilhões a arrendamentos residenciais e repasses.

No âmbito do Programa Minha, Casa Minha Vida 2, a Caixa realizou contratos no total de R$ 32,1 bilhões, atendendo a 1,7 milhão de pessoas.

As rendas de prestação de serviços encerraram o ano em R$ 12,6 bilhões, crescimento de 20,7% em comparação ao registrado em 2010. Segundo a Caixa, esse aumento foi puxado “pela expansão da base de clientes e das transações bancárias”. O patrimônio líquido consolidado atingiu R$ 19,6 bilhões em dezembro de 2011, evolução de 26,7% em 12 meses. O patrimônio de referência somou R$ 39,5 bilhões, enquanto o Índice de Basileia alcançou 13,35%, superior aos 11% exigidos pelo Banco Central. Esse percentual indica a capacidade do banco de emprestar, levando-se em consideração os recursos próprios e a ponderação de riscos. A exigência é que, para cada R$ 100 emprestados, o banco deve ter, pelo menos, R$ 11 de recursos sem emprestar.”

(Folha.com)

Programa de Música do Instituto Pão de Açúcar abre inscrições para Fortaleza

229 1
O Instituto Grupo Pão de Açúcar (IGPA) insc reve, até esta quarta-feira, para 60 vagas em seu programa de música, nos períodos manhã e tarde. Para se inscrever, o candidato deve ter entre 12 e 18 anos e comparecer pessoalmente à sede do Instituto – portando cópia da carteira de identidade ou da carteira de estudante, comprovante de endereço e uma foto 3×4. O curso é gratuito e tem duração de dois anos, com aulas de 3 horas, duas vezes por semana.

O Programa de música do Instituto Grupo Pão de Açúcar é realizado na Capital desde 2003 e tem como proposta pedagógica o desenvolvimento humano de seus integrantes e o resgate da cultura e cidadania por meio da música. Através dele os alunos aprendem a tocar alfaias (tambores), xilofones, flautas doces, flautas transversais e instrumentos de percussão (pandeiros, triângulos, reco-recos e pratos). Além disso, saúdam grandes compositores, como Luiz Gonzaga, Hermeto Pascoal, Gilberto Gil, Chico Buarque, Caetano Veloso, entre outros.

SERVIÇO

Casa de Fortaleza – Instituto Grupo Pão de Açúcar

Endereço – Avenida Dom Manuel, 357 – Centro

Horário – – Das 8 às 11 horas e das 14 às 17 horas.

Telefone: (85) 3433-1952

Cid Gomes: Anistia a PMs grevistas é “frouxidão”

138 17

Primeiro a enfrentar uma greve de policiais militares neste ano, o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), disse que a paralisação deve ser considerada “crime federal” e que conceder anistia é “frouxidão”.

“Greve não é uma iniciativa de quem quer negociação. Greve é uma medida extrema”, disse à Folha.

Sem fazer referência à greve de PMs em curso na Bahia, mas falando genericamente, o governador do Ceará afirmou que “na hora que se concedeu a anistia, isso é uma frouxidão”. Somente o Congresso Nacional pode aprovar lei anistiando policiais que cometerem crimes militares, como sindicalização e greve. No caso dos policiais cearenses, ainda não houve aprovação de anistia.

Cid Gomes defendeu que o governo federal esteja preparado para enviar grandes efetivos de segurança em casos de paralisações de policiais nos Estados, como está ocorrendo agora na Bahia. “Se quem deveria fazer segurança entra em greve, o que é proibido pela Constituição, o país deve ter formas de assegurar segurança à população”, afirmou.

(Folha.com)

VAMOS NÓS – Mas o governador aqui prometeu anistia administrativa para os PMs grevistas. Ou mudou de ideia?

Jilmar Tatto é lider em 2012; Guimarães, só em 2013

135 4

“Os petistas da Câmara dos Deputados chegaram a um acordo e indicaram, nesta terça-feira, o deputado Jilmar Tatto (SP) para assumir a liderança da bancada em 2012.  Tatto disputou a vaga apoiado por seu antecessor na liderança do PT, Paulo Teixeira (SP) e pelo presidente da Câmara, Marco Maia (RS). José Guimarães (CE), o outro candidato, contava com o suporte do líder do governo na Casa Cândido Vaccarezza (SP).

O acordo fechado permite que ambos liderem a bancada. Tatto assume o posto neste ano, enquanto Guimarães irá comandar os petistas da Câmara em 2013.

“Nós chegamos a um acordo… Nós vamos manter a unidade da bancada”, afirmou Teixeira, seguido de Guimarães, para quem o “amplo entendimento” sinaliza que a bancada tem “unidade” e “peso”.

Tatto repetiu o discurso da unidade no partido e agradeceu o “desprendimento” de Guimarães que possibilitou a chegada ao acordo.

O novo líder citou temas como a divisão dos royalties pagos pela exploração do petróleo do pré-sal, o Código Florestal e o fundo de previdência complementar de servidores públicos da União como prioridades da bancada.

“Com a bancada do PT a presidente Dilma (Rousseff) não precisa se preocupar, não precisa nem pedir”, disse Tatto.

A decisão ainda será chancelada pelos deputados petistas em uma reunião na tarde desta terça.-feira”

(Reuters)

Aeroporto Pinto Martins comemora 14 anos sem licitação de obras lançada

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=c07Dq5-R2ow&list=UU3PLF5T6g3ddE4BpeF0EhZg&index=1&feature=plcp[/youtube]

O Aeroporto Internacional Pinto Martins está completando, nesta terça-feira, 14 anos de existência. Foram poucas as comemorações. Uma delas, seria o lançamento do edital de modernização e ampliação do terminal, que ficou para esta quarta-feira.

De qualquer forma, houve música no ar do Pinto Martins. A banda da Polícia Militar deu concerto nesta tarde de terça-feira, na Praça de Alimentação e agradou homenageando o grande Luiz Gonzaga, em seu ano de centenário de nascimento.

Crack – Tucano denuncia descaso dos governos petistas

104 1
Ocupando o tempo da liderança do PSDB, o deputado federal Raimundo Gomes de Matos levou para a tribuna um sério problema de saúde pública: o crack.  Um dos pontos ressaltados foi a falta de comprometimento dos governos petistas (Lula e Dilma). O ex-presidente, conforme o tucano, aplicou menos de 5% dos R$ 124 milhões previstos, em 2010, para o combate ao uso das drogas, e a atual presidente deixou descobertos 94,9% dos municípios que terão direito a receber as Unidades de Acolhimento para Dependentes do Crack – programa recém-lançado pelo Governo Federal.

Gomes de Matos lembrou que o seu partido, mais uma vez, foi protagonista neste assunto ao introduzir a primeira política de drogas durante o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso. Sobre os números, o tucano alertou: 10% dos presos brasileiros são traficantes, percentual que em 1994 era de 0,7%; 98% dos municípios enfrentam problemas com drogas ilícitas (dados Confederação Nacional dos Municípios); 85% dos óbitos no país são decorrentes da violência; entre outros exemplos.

O parlamentar ressaltou que somente com o esforço de todos, parlamentares, governantes, instituições e a sociedade civil, de maneira articulada e cada um assumindo as suas responsabilidades, poderemos fazer com que a esperança não seja apenas uma palavra bonita, mas uma coisa real e sem discriminar A ou B.

PMs e bombeiros do DF ameaçam paralisar às vésperas do Carnaval

70 2

“Entidades que representam os policiais militares e bombeiros do Distrito Federal realizarão, nos próximos dias, assembleias para avaliar a possibilidade de greve da categoria. Pelos menos três líderes ouvidos pela Agência Brasil – entre eles, um oficial – disseram não descartar a possibilidade de uma paralisação às vésperas do carnaval.

No próximo sábado (11), as associações dos oficiais da Polícia Militar (Asof) e do Corpo de Bombeiros (AssofBM) realizam assembleias para decidir se aderem ao movimento unificado, iniciado por policiais militares, e participam da assembleia conjunta prevista para o próximo dia 15, em Taguatinga.

A assembleia conjunta do dia 15 servirá para que policiais e bombeiros de entidades que aderirem ao movimento unificado decidam se entram em greve, caso o governo do Distrito Federal não aceite negociar com a categoria.

Consideradas as diferentes entidades, os cerca de 22 mil policiais militares do Distrito Federal exigem reajuste salarial, isonomia com a Polícia Civil (segundo os militares, mais bem remunerada) e melhores condições de trabalho. Uma das entidades que divulgaram pauta de reivindicações, a Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares (Aspra), defende aumento de 52% sobre o salário bruto dos subtenentes, a título de reposição das perdas salariais dos últimos quatro anos. A associação diz que a categoria não teve reajuste nesse período.

De acordo com o presidente da Associação dos Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar (AssofBM), coronel Sérgio Fernando Aboud, a greve ainda não é consenso, embora as reivindicações sejam justas e o movimento já conte com o apoio de muitos oficiais.

A priori, não queremos fazer nenhuma paralisação. Vamos reapresentar nossas reivindicações ao governo – que não nos ouviu no ano passado – e ver o que ele tem a dizer, mas não descartamos a possibilidade de uma greve. Tudo vai depender do resultado das [duas] próximas assembleias”, disse o oficial à Agência Brasil.

Para Aboud, há quem queira aproveitar o momento e reproduzir no Distrito Federal a paralisação da Polícia Militar baiana, em greve desdo o último dia 31. “Eu acho isso irresponsável, pois cada estado tem suas realidades. De qualquer forma, se os oficiais resolverem parar, acabou. Para tudo.”

(Agência Brasil)

Dilma e o escândalo do Metrofor

113 5

Eis um destaque da Coluna Política, do O POVO, assinada pelo jornalista Érico Firmo:

Mais um adiamento da visita de Dilma Rousseff ao Ceará priva a presidente de conhecer um escândalo in loco. O Metrofor atravessou cinco anos de governo Tasso Jereissati, quatro anos de Lúcio Alcântara (ambos do PSDB) e mais cinco de Cid Gomes (PSB). No âmbito federal, passou por cinco anos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), oito de Luiz Inácio Lula da Silva e um de Dilma Rousseff (os dois últimos do PT). Os adversários dos governos tucanos, por anos a fio, responsabilizaram Tasso e FHC pela ridícula situação.

Hoje, porém, o escárnio é tristemente suprapartidário. Ninguém tem o direito de apontar o dedo. O projeto data da década de 1980. Começou a deslanchar em 1997. Obras, mesmo, começaram em 1999, com previsão de término – contenha o riso – em 30 meses. Deveria estar em operação em 2002.

O atraso completa 10 anos de tumulto no trânsito, transtorno e nenhum retorno à população que paga a conta. O valor atualizado do primeiro trecho, de 24,1 km entre o Centro de Fortaleza e Pacatuba, é de R$ 1,705 bilhão. Descontada a inflação, o custo excedente em relação à previsão inicial ainda supera a marca dos R$ 200 milhões.

Em algumas oportunidades, o Tribunal de Contas da União (TCU) já apontou sobrepreço irregular e mandou suspender os repasses financeiros. O metrô de Fortaleza é motivo de vergonha para toda uma geração da política cearense.