Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

PSB se solidariza com Camilo Santana na luta contra o crime organizado

218 2

Odorico Monteiro preside a legenda no Estado.

O PSB do Ceará, parceiro do governador Camilo Santana (PT) nas últimas eleições, divulga nota de apoio ao Governo e repudia ação criminosa que se registra no Estado. Confira:

A situação da violência e do sistema penitenciário no Ceará e no Brasil é uma questão que envolve o pacto federativo entre governos e sociedade em geral, buscando aprimorar políticas de prevenção, políticas de inteligência e políticas de combate ao crime organizado.

Vivemos no Ceará um momento delicado e parabenizamos nosso Governador Camilo Santana pela célere decisão em solicitar o apoio do governo federal, agindo como um grande estadista. Reconhecemos que nos últimos 4 anos o governo do Ceará investiu de forma decisiva na área de segurança pública, aumentando o efetivo de profissionais, a interiorização do Raio e sistemas de monitoramento e inteligência, a melhoria dos equipamentos de suporte as operações policiais, bem como a valorização profissional dos integrantes do sistema. Como bem apontou o governador em sua posse a questão da educação e da segurança
pública deve ser uma prioridade estratégica nestes próximos anos. Entendemos que no momento não há espaço para oportunismos, disputas político-partidárias, e divergências ideológicas. O período eleitoral já passou e a vida do nosso povo está em primeiro lugar.

Por fim, enfatizamos que o Ceará Pacífico, que foi posto em prática no primeiro governo Camilo Santana, liderado pela Vice-Governadora Izolda Cela, articulou ações de forma intersetoriais no âmbito de todo governo, e certamente, neste segundo mandato, será ampliado, dinamizado e alcançará mais e melhores resultados. O PSB reafirma seu compromisso histórico com a paz, a justiça social e o respeito aos direitos humanos, que são valores inseparáveis de uma sociedade mais democrática e digna.

A firmeza e serenidade do governador, demonstradas em seu mais recente pronunciamento, sinaliza à todos nós cearenses sua capacidade de gestor público, sua seriedade com a vida das pessoas e seu
assertivo posicionamento em momentos de crises. Estamos juntos pela vida e pela paz!

*Odorico Monteiro,
Deputado Federal e
Presidente Estadual do PSB.

Cearense assumirá a superintendência estadual do Banco do Brasil

Pio Gomes de Oliveira Júnior (55) tomará posse, na próxima segunda-feira, 7,como novo superintendente estadual do Banco do Brasil no Ceará. Cearense de Jucás (Regão do Cariri), ele substituirá Amauri Aguiar, que foi nomeado para superintendente estadual do BB da Bahia.

Funcionário de carreira do banco, Pio Gomes completou 36 anos no BB, onde chegou a exercer o cargo de superintendente regional e gerente geral de várias unidades da Instituição. É graduado em direito e especialista em Gestão Financeira e Formação para Altos Executivos, informa a assessoria de imprensa do banco.

(Foto – Divulgação)

Hora de tratar envolvidos com facções como terroristas

204 1

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO deste sábado:

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, precisa tratar os envolvidos nos ataques que se registram em Fortaleza e no Interior (que viraram uma constante, nos últimos anos no País), não como pessoas que causaram apenas “danos ao patrimônio”, como está na lei, mas como crime de terrorismo.

Para isso, é necessário mudar a Lei nº 13.260, de 16 de março de 2016. Ali, só se considera ato de terrorismo se danos foram causados por razões de xenofobia, discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia e religião, quando cometidos com finalidade de provocar terror social. As ações das facções, embora gerem pânico generalizado, não se enquadrariam na lei.

Ou seja, caberá ao ex-juiz federal, que chegou como uma espécie de “salvador da Pátria” de Jair Bolsonaro, enviar projeto de reforma da legislação para o Congresso.

E logo na primeira semana dos trabalhos dos senhores parlamentares.

(Foto – Agência Brasil)

Um protesto criativo contra a fala da ministra de Bolsonaro

107 1

A vice-governadora do Ceará, Isolda Cela, vestiu azul, e o deputado federal eleito Idilvan Alencar (PDT) foi de rosa para cerimônia de transmissão de cargo, nessa sexta-feira, da professora Eliana Estrela como titular da Secretária da Educação do Ceará. Ela substituu Rogers Mendes.

Bem, uma resposta criativa e mais do que direta a declarações de Damares Alves, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos. Ela afirmou, em questão de gênero, que menino veste azul e menina veste rosa, o que continua gerando muita polêmica.

(Foto – Sobral de Prima)

“Pátria Amada Brasil” é o slogan do Governo Bolsonaro. Confira o vídeo

103 2

O governo federal lançou pelas redes sociais do governo e do próprio presidente Jair Bolsonaro, a logomarca com o novo slogan do governo: Pátria Amada Brasil. O lançamento foi feito com um vídeo. Antes da nova marca ser revelada, um texto lembra algumas das plataformas da campanha de Bolsonaro, como o combate à corrupção e à “erotização de crianças”.

“Em 2018, não fomos às urnas apenas para escolher um novo presidente. Fomos às urnas para escolher um novo Brasil, sem corrupção, sem impunidade, sem doutrinação nas escolas e sem a erotização de nossas crianças. Fomos às urnas para resgatar o Brasil”, diz o vídeo.

Em nota, o Palácio do Planalto afirmou que, com o lançamento da nova logomarca pelas redes sociais, houve uma economia de mais de R$ 1,4 milhão para os cofres públicos. De acordo com a nota, esse seria o custo previsto caso a divulgação fosse feita pelos canais de TV.

(Com Agência Brasil)

Guimarães repudia falas de Bolsonaro e de Mourão contra Camilo

244 8

Do petista José Guimarães, este Blog recebeu a seguinte nota:

O deputado federal José Nobre Guimarães (PT) vem a público repudiar as declarações do presidente Jair Bolsonaro e do seu vice, Hamilton Mourão, diante dos graves acontecimentos dos atentados contra a paz social e a segurança pública em nosso Estado.

Em que pese o envio ao Ceará das forças de segurança solicitadas pelo governador Camilo Santana, as manifestações do presidente e do vice não contribuem para a construção de um ambiente necessário ao enfrentamento dos desafios que ora se impõem.

Pelo contrário. Declarações com forte viés partidário são emitidas em detrimento dos mais relevantes interesses públicos e das responsabilidades institucionais de todos quantos podem e devem atuar para um implacável enfrentamento das forças criminosas que afrontam as autoridades e as instituições.

Atribuir a pecha de “radical” ao governador Camilo Santana é, no mínimo, desconhecer sua personalidade e sua postura de governante sempre pautado pela serenidade e pelo diálogo.

Da mesma forma, afirmar que o governo “trata mal a polícia” mostra total desconhecimento de todas as medidas de valorização e promoção da PM adotadas pelo Governo do Estado do Ceará nos últimos quatro anos, das quais todo o Ceará é por demais conhecedor.

Confiamos na autoridade e na competência do governador Camilo Santana para debelar essa situação, impondo ao crime a força do Estado como resposta a qualquer tentativa de intimidação diante das medidas de organização do sistema penitenciário cearense, sempre na observância da lei.

Ao governo federal cabe cumprir o seu papel institucional sem qualquer viés ideológico ou partidário.

O povo do Ceará merece e exige respeito.

Sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

*José Guimarães
Deputado Federal PT-CE.

Marcelo Yuka, fundador da banda O Rappa, está internado em estado grave

O músico Marcelo Yuka, fundador da banda O Rappa, está internado em estado grave, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Ele está sendo atendido no hospital Quinta D´Or, na zona norte do Rio. No meio da tarde desta sexta-feira (4), alguns portais de internet chegaram a divulgar a morte do baterista e compositor, o que foi desmentido em seguida.

Yuka é cadeirante desde 2000, quando levou nove tiros, após intervir em um assalto contra uma mulher, o que o deixou paraplégico. A limitação física nunca o impediu de participar ativamente da cena cultural e política, tornando-se uma das referências nas redes sociais.

Em 2012, ele concorreu como vice na chapa de Marcelo Freixo (PSOL) à prefeitura do Rio. Yuka havia sofrido outro AVC em agosto do ano passado. A assessoria do hospital onde ele está internado informou que, a pedido da família, não seriam passadas informações mais detalhadas sobre o seu estado de saúde.

(Agência Brasil/Foto -Reprodução do Youtube)

Força Nacional já está em Fortaleza

A Força Nacional desembarcou em Fortaleza nesta noite de sexta-feira, 4. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autorizou o envio de tropa federal ao estado do Ceará, atendendo a um pedido do governador Camilo Santana (PT).

Nove carros chegaram no Centro de Formação Olímpica, onde ficarão alojados.

Cerca de 300 homens e 30 viaturas da Força Nacional atuarão por 30 dias em ações de segurança e apoio à Polícia Federal (PF), à Polícia Rodoviária Federal (PRF), ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e às forças policiais estaduais.

(O POVO Online)

Escritor Lira Neto, Damares e uma observação sobre rosas e azuis

Do escritor Lira Neto, em sua página no Facebook:

A fala da tal ministra (Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos) a respeito de rosas e azuis – como tantas outras declarações absurdas do desgoverno que se inicia -, é deliberadamente tosca, propositalmente anacrônica, ridiculamente infantil.

Faz parte da mesma estratégia diversionista que, à base do rebaixamento da linguagem e dos discursos, da entronização do senso comum como pauta geral, acabou por parir a figura grotesca do atual presidente.

Um método bem sucedido para que nós, ditos progressistas, continuemos a nos conformar com o embate suicida de memes, a nos resumirmos a uma guerra semiótica perdida.

Enquanto mordemos a isca e caímos no varejo do enfrentamento episódico a tais despautérios verbais cotidianos, as grandes questões – as que realmente importam – se dão no atacado, arrastando-nos cada vez mais para o centro do abismo. Nós achamos que estamos arrasando na internet. Eles festejam o sucesso de nossa rendição ao jogo sujo.

*Lira Neto,

Escritor e jornalista.

(Foto – Divulgação)

Prorrogados até 2023 incentivos a empresas da Sudam e da Sudene

Foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (4/1) a lei que prorroga até 2023 o desconto de 75% no Imposto de Renda das empresas que atuam nas áreas da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) e da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam).

O presidente Jair Bolsonaro, no entanto, vetou a expansão dos benefícios para empresas que atuam na área da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco).

Seguindo recomendação do Ministério da Economia, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que ampliar o benefício às empresas da Sudeco desrespeitaria as restrições impostas pela legislação. Além disso, afirmou que a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 não considerou a perda dessa receita. “Do mesmo modo, o projeto não está acompanhado de um aumento de receita compensatória e estimativa trienal do impacto orçamentário-financeiro como determinam a legislação vigente.”

Havia expectativa de que o projeto fosse integralmente vetado, já que em sua campanha Bolsonaro afirmou que teria como uma de suas metas reduzir os incentivos fiscais. No entanto, o presidente decidiu manter o benefício, medida que foi elogiada por especialistas.

(Com Agências)

Camilo cria Gabinete de Segurança e diz que 45 envolvidos nos ataques criminosos já foram presos

188 3

O governador Camilo Santana (PT) acaba de postar em sua página no Facebook que 45 pessoas envolvidas nos ataques criminosas que se registram desde a última quarta-feira à noite no Estado, já foram presas.

Ele aproveitou para informar que criou um Gabinete de Situação que trata dessas ações. Confira:

Informo aos cearenses que nossas Forças de Segurança já prenderam quarenta pessoas por envolvimento em atos criminosos ocorridos em nosso Estado. O policiamento continua reforçado nas ruas para garantir a segurança do cidadão e minha determinação é para que a nossa polícia aja com todo o rigor, dentro da lei. Também determinei a ampliação do gabinete de situação, com a participação direta dos órgãos federais (Polícia Federal, Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Polícia Rodoviária Federal), inclusive por sugestão do ministro Sérgio Moro, além do Tribunal de Justiça e Ministério Público do Ceará, e Secretaria Municipal de Segurança Cidadã, da Prefeitura de Fortaleza.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSPDS) já reforçou o policiamento nos terminais de ônibus e nos principais corredores comerciais e bancários; e os coletivos são acompanhados e monitorados pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). Além do Policiamento Ostensivo Geral (POG), equipes especializadas, como do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) integram o patrulhamento.

Além disso, a SSPDS está permanente em contato com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) e a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), com o objetivo de garantir a segurança aos usuários do transporte público. Além do ministro Sérgio Moro, tive contato com o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo, que também se colocou à inteira disposição para a colaboração necessária. O momento é de união de todas as forças para garantia da ordem e proteção de todos os irmãos e irmãs cearenses.

(Foto – Divulgação)

Bolsonaro confirma retirada de bolsa de colostomia em 28 de janeiro

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, nessa quinta-feira, a retirada da bolsa de colostomia no dia 28 de janeiro. A cirurgia estava marcada para 19 de janeiro, mas foi adiada em virtude da participação do presidente no Fórum Econômico Mundial de Davos, de 22 a 25 de janeiro. Segundo Bolsonaro, sua participação foi um pedido do ministro da Economia, Paulo Guedes. “Eu pedi para adiar em uma semana [a cirurgia], o médico gostou. Porque quanto mais tarde, melhor. Pretendo ir à Suíça, Davos, a pedido do Paulo Guedes. Vai ser minha estreia fora do Brasil”.

No período em estiver em Davos, a Presidência será ocupada pelo vice Hamilton Mourão, e Bolsonaro não economizou elogios à competência ao general. Afirmou que a política do seu governo continuará a mesma em sua ausência e não haverá nenhuma “aventura”.

“O general Mourão é uma pessoa competente, disciplinada. Ele vai conduzir a nossa política, não haverá nenhuma aventura nesse momento, pode ter certeza”, disse Bolsonaro em entrevista ao SBT.

Atentado

Bolsonaro usa uma bolsa de colostomia desde que foi esfaqueado em um ato de campanha, em Juiz de Fora, dia 6 de setembro. A facada atingiu o intestino e Bolsonaro foi submetido a duas cirurgias, uma na Santa Casa de Juiz de Fora e outra no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Bolsonaro passou 22 dias internado e desde então está com a bolsa de colostomia, que funciona como um intestino externo e possibilita a recuperação do intestino grosso e delgado.

(Agência Brasil)

Sergio Moro só mandará Força Nacional para o Ceará em caso de “deterioração da segurança”

185 1

O Ministério da Justiça  divulgou, nessa quinta-feira (3) à noite, que o titular da pasta, Sérgio Moro, decidiu que só enviará tropas da Força Nacional ao Ceará se houver “deterioração” da segurança no estado. A informação é do Portal G1.

Mais cedo, o estado registrou motim na Casa de Privação Provisória de Liberdade e ataques a ônibus e prédios públicos.

Diante disso, o governador, Camilo Santana (PT), pediu a Moro que tropas da Força Nacional fossem enviadas à região, mas o ministro de Jair Bolsonaro decidiu que só serão enviadas “em caso de deterioração da segurança”.

Segundo o ministério, Moro determinou à Polícia Federal, à Polícia Rodoviária Federal e ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen) que tomem as “providências necessárias” para ajudar a conter a onda de violência no estado.

“O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, determinou, nesta quinta-feira (3/1), à Polícia Federal, à Polícia Rodoviária Federal e ao Departamento Penitenciário Nacional que tomem todas as providências necessárias para auxiliar o estado do Ceará no combate aos atos de violência ocorridos ao longo do dia. A decisão visa dar apoio imediato ao estado, solicitado pelo governador Camilo Sobreira de Santana”, diz a nota do ministério.

Segundo a assessoria de Moro, os órgãos atuarão na investigação e repressão aos crimes registrados, incluindo a disponibilização de vagas no sistema penitenciário federal.

Ainda de acordo com o ministério, Sérgio Moro sugeriu ao governo do estado a criação de um gabinete de crise, “com a integração das forças policias federais e estaduais”.

(Foto – Agência Brasil)

Reforma da Previdência – Bolsonaro quer idade mínima de 62 anos para o homem e 57 anos para a mulher

O presidente Jair Bolsonaro disse que a proposta de reforma da Previdência em discussão no governo prevê a idade mínima de 62 anos para os homens e 57 anos para as mulheres com aumento gradativo. Segundo Bolsonaro, seria mais um ano a partir da promulgação e outro em 2022, mas com diferenças de idade mínima de acordo com a categoria profissional e a expectativa de vida.

Segundo Bolsonaro, o futuro presidente avaliaria a necessidade de novos ajustes no sistema previdenciário. “Quando você coloca tudo de uma vez só no pacote, você pode errar, e nós não queremos errar”, disse em entrevista ao SBT, a primeira após ter tomado posse.

O presidente indicou que as medidas visam principalmente a previdência dos servidores públicos. “O que mais pesa no Orçamento é a questão da previdência pública, que terá maior atenção da nossa parte. Vamos buscar também eliminar privilégios”, afirmou o presidente, que descartou aumentar a alíquota de contribuição previdenciária dos servidores, hoje em 11%.

Aprovação

Bolsonaro disse que a reforma não vai estabelecer regras únicas para todos os setores e todas as categorias profissionais. Citou a expectativa de vida no Piauí, que é 69 anos, argumentando que seria “um pouco forte estabelecer a idade mínima de 65 anos”, como previa o texto da reforma enviado ao Congresso pelo governo do ex-presidente Michel Temer.

A diferenciação visa, conforme Bolsonaro, facilitar a aprovação no Congresso, mas também evitar “injustiça com aqueles que têm expectativa de vida menor”. O presidente voltou a dizer que poderá aproveitar a proposta já em tramitação na Câmara dos Deputados, com alguns ajustes.

“O que queremos é aproveitar a reforma que já está na Câmara, que começou com o senhor Michel Temer. A boa reforma é aquela que passa na Câmara e no Senado, não aquela que está na minha cabeça ou na [cabeça] da equipe econômica”, afirmou.

Bolsonaro argumentou que a reforma é necessária para impedir que o país “em mais dois ou três anos entre em colapso”, a exemplo do que ocorreu com a Grécia. “Agora todos terão de contribuir um pouco para que ela seja aprovada. Eu acredito que o Parlamento não vai faltar ao Brasil”, disse.

Justiça do Trabalho

Segundo o presidente, o governo poderá propor a extinção da Justiça do Trabalho, transferindo para a Justiça comum as ações trabalhistas. “Qual país do mundo que tem? Tem que ser Justiça comum e tem que ter a sucumbência – quem entrou na Justiça e perdeu tem de pagar”, argumentou.

Bolsonaro disse que, antes da reforma trabalhista, havia 4 milhões de ações trabalhistas em tramitação. “Ninguém aguenta isso. Nós temos mais ações trabalhistas que o mundo inteiro. Algo está errado, é o excesso de proteção”, afirmou.

O presidente voltou a criticar o excesso de encargos trabalhistas, que acabam onerando a mão de obra no país. Bolsonaro afirmou que não vai mexer em direitos trabalhistas previstos na Constituição, mas que vai aprofundar a reforma trabalhista. “O Brasil é um país de direitos em excesso, mas falta emprego. Nos Estados Unidos, não têm quase direito trabalhista. Não adianta você ter direitos e não ter emprego”, afirmou.

(Agência Brasil)

PM cearense comandará a Força Nacional

Solicitada pelo governador Camilo Santana (PT) em apoio contra a onda de ataques promovidos por facções criminosas, a Força Nacional de Segurança será liderada por um cearense a partir desta sexta-feira, 4. O coronel da PM Antônio Aginaldo de Oliveira, comandante do Batalhão de Policiamento Especializado (BPE) da Polícia Militar do Estado do Ceará, é o primeiro nordestino a assumir o comando da tropa. A posse está prevista para 17 horas, segundo informações do secretário nacional da Segurança Pública, general Guilherme Theophilo.

De acordo com o militar, a ação da Força Nacional no Estado, caso seja aprovada, será facilitada com os conhecimentos do coronel sobre o Ceará. “Ele é profundo conhecedor do nosso estado”, ressaltou.

Perfil

Nascido em Alto Santo, a 241,1 km de Fortaleza, o coronel atuou na Copa do Mundo 2014, Olimpíadas e Paraolimpíadas 2016, além dos jogos Panamericanos e em operações de combate ao narcotráfico nas fronteiras do Paraguai e Bolívia. O oficial é um “Caveira” por ter concluído o curso de Operações Policiais Especiais no Bope, no Rio de Janeiro, em 1995.

O militar também tem curso de gerenciamento de crise na Polícia Militar de São Paulo, é graduado em Educação Física pela Escola de Educação Física do Exército Brasileiro, bacharel em Segurança Pública pela academia Edgard Facó, da Polícia Militar do Estado do Ceará, é especialista em gestão de Segurança Pública na fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, fez curso de sobrevivência na Caatinga no Exército Brasileiro e treinamento em operações de alto risco da Swat Hollywood.

(O POVO Online – Igor Cavalcante e Jéssika Sisnando)

O Réveillon da terra do Padim Ciço

Com o título “Na virada, um mar…”, eis artigo de Cristina Holanda, historiadora e presidente da Fundação Memorial Padre Cícero. Ela aborda o Réveillon de Juazeiro do Norte e suas contradições e peculiaridades. Confira:

No Juazeiro do Norte, o ritual da “virada” de um ano inclui reunir a parentada e amigos, seja na pequena área rural ou na cidade. Cada esquina um estilo de música, com as cadeiras e mesas nas calçadas. Ou debandar para os passeios nas praças, restaurantes e bares, abertos em profusão, por todos os cantos.

Quem quer ambientes mais sofisticados e restritos, vai para a Lagoa Seca, essa “Aldeota” que em nada consegue dialogar com outros bairros, muito menos os periféricos que, aliás, interrompem as Festas de Reis, iniciadas perto do Natal, nesse último dia do ano, e até as tradicionais Renovações, para dar passagem ao ano vindouro. Aqui também investem no réveillon, sob os mesmos argumentos da capital: marketing cultural, promoção turística, geração de ocupação e renda. Fazem a queima de fogos e organizam os shows de forró e sertanejo que tocam em todo País, na principal praça da cidade, com decoração natalina, de presépio a trenó de Papai Noel.

O logradouro que leva o nome do patriarca local é o deleite de inúmeros romeiros que são, há tempos, seu principal público, a despeito do grande número de pessoas que ainda fixa residência no perímetro central, onde está o intenso comércio popular. Tem quem queira ficar mais perto do Padim e vai aguardar a passagem de ano no Horto, abandonando o sacrifício pela contemplação festiva. Alguns optam pelo grande restaurante, quase ao lado da estátua, com vista panorâmica, criado há algum tempo.

Mas há os que buscam lugares ermos como a Pedra do Vento, de clima ameno e paisagem bucólica, que atrai pessoas de todas as tribos e cultos, inclusive os que afirmam ser o Juazeiro “de Jesus” e não somente do Padre Cícero.

Seja de onde for, a visão noturna, do alto do Horto, é impressionante. Outro oceano, feito de luzes cintilantes, nos banha por todos os lados. Nessa data, esse “mar” ganha um colorido especial e saltitante, em razão dos fogos de artifício em diversos pontos do território juazeirense e das cidades vizinhas, como outro ritual de “passagem”, sem que a gente saiba com exatidão onde começa e termina o espetáculo de cores e sons.

*Cristina Holanda

crisrholanda@gmail.com

Historiadora e presidente da Fundação Memorial Padre Cícero.

Venda de carros novos no País cresceu 14,6% em 2018

A venda de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões no país cresceu 14,60% no ano passado em relação a 2017, com 2.566.235 unidades emplacadas. É o segundo ano seguido de crescimento. No ano passado, estes segmentos apresentaram crescimento de 9,23%. O dado foi divulgado hoje (3) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

No mês, estes segmentos cresceram 1,70% e, na comparação com o mesmo mês de 2017, o aumento foi de 10,33%.

Considerando apenas automóveis e comerciais leves (picapes e furgões), houve alta de 13,74% no ano passado na comparação com 2017, com o emplacamento de 2.470.654 unidades. A expectativa para este ano é de aumento de 11% nestes dois segmentos.

Em relação ao emplacamento de todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), o aumento foi de 13,58% em 2018, com a venda de 3.653.500 unidades. Para 2019, a expectativa é de que todos os segmentos automotivos apresentem crescimento de 10,1%.

“Iniciamos 2018 com uma expectativa de alta mais moderada, porém, em função da melhora, mais acentuada, da economia e da confiança do consumidor e investidores, ao longo do ano, o desempenho do setor automotivo foi maior do que o esperado. Mesmo com acontecimentos negativos, como a greve dos caminhoneiros, em maio, e a indefinição política – no período pré-eleitoral, o mercado continuou em ritmo de alta”, disse Alarico Assumpção Júnior, presidente da entidade.

Dezembro

No mês de dezembro, a venda de todos os segmentos registrou alta de 3,36% na comparação com novembro, totalizando 331.153 emplacamentos. Com relação a dezembro de 2017, o crescimento foi de 9,93%.

Já os emplacamentos de carros e comerciais leves somou 225.001 unidades licenciadas em dezembro, com crescimento de 1,67%, se comparada ao mês de novembro, e de 9,85% na comparação a dezembro do ano passado. “A queda da taxa de juros e a melhora da inadimplência geraram uma maior oferta de crédito, impulsionando, assim, a venda de automóveis e comerciais leves”, disse Assumpção Júnior.

(Agência Brasil)

O que esperar de 2019?

Com o título “O que esperar de 2019?”, eis artigo de Rodrigo Saraiva Marinho, advogado, professor de Direito, mestre em Direito Constitucional e membro do conselho administrativo do Instituto Mises Brasil. Ele exalta a chega dos liberais ao comando da economia do País. Confira:

O ano de 2018 terminou, e para quem acompanha meus artigos, aqui, neste espaço, sabe o quanto foi difícil este ano. Que bom que alguém pensou em medir a vida em anos: um ciclo se encerra, outro se inicia, novas possibilidades se abrem e, sem dúvida, teremos boas emoções para quem acredita nas ideias de liberdade.

Parafraseando um senhor que está preso, nunca na história deste País houve tantas possibilidades para as ideias de liberdade. Paulo Guedes tomou posse como ministro da Economia e, pela primeira vez, um liberal com conhecimento dessas ideias, ainda que da Escola de Chicago (seria ainda melhor alguém ligado à Escola Austríaca), assumiu a pasta. E muito há de ser feito para melhorar o País.

Precisamos voltar um pouco para entender o quão importante é isso. Os liberais, há alguns séculos, fundaram os Direitos Humanos: vida, liberdade e propriedade. Direitos esses que permitiram a maior evolução na história do planeta Terra. Nunca o mundo foi tão rico, tão próspero e tão seguro. A pobreza vem caindo em todos os lugares onde as ideias de liberdade são implantadas. Liberdades de escolha, inclusive com quem vai se compartilhar a vida, são muito mais respeitadas em países que defendem a liberdade. Por sua vez, em todos, repito, todos os regimes socialistas, homossexuais foram dizimados.

Além disso, nos países que acreditam nas ideias de liberdade há maior oferta de água potável e de esgoto, a mortalidade infantil é menor e há muito mais liberdade de escolha para as pessoas. Só para se ter uma dimensão de como tudo mudou, em 1800, ano em que a Revolução Industrial ainda estava em seus primórdios, o homem vivia em média quarenta anos. Estamos no início do século XXI e caminhando para uma expectativa média de vida de oitenta anos. A população era de cerca de setecentos milhões de pessoas, hoje já passamos de sete bilhões de pessoas e que continua crescendo.

Tudo isso é para demonstrar o benefício da aplicação das ideias liberais no mundo e o quanto elas podem ser impactantes no Brasil e, em especial, no Nordeste. Hoje, o nosso País está entre os últimos colocados no ranking de liberdade econômica da Fundação Heritage, uma posição na frente do Afeganistão. O Brasil está entre os piores países para se fazer negócios no mundo, segundo o relatório Doing Business, é o segundo país mais fechado do mundo com relação às importações/PIB, perdendo somente para Sudão do Sul.

A partir desse ano serão desfeitas várias medidas protecionistas e burocráticas que emperram o desenvolvimento do Brasil, buscando uma valorização da autodeclaração, revogando uma série de legislações esdrúxulas e trazendo muito mais responsabilidade individual.

Passaremos, finalmente, a ter uma bancada liberal que acredita que são os empreendedores o motor do desenvolvimento e não o Estado. Que entendem que é possível fazer muito mais, com muito menos recursos. Que entendem que o dinheiro não deve ficar no governo, e sim nos bolsos das pessoas. Que entendem que a liberdade é um valor fundamental e virá com tudo nesse ano!

*Rodrigo Saraiva Marinho

rodrigo@marinhoeassociados.com.br

Advogado, professor de Direito, mestre em Direito Constitucional e membro do conselho administrativo do Instituto Mises Brasil.

Abih nacional prestigia posse do novo ministro do Turismo

O novo ministro Turismo entre Manuel Cardoso, que estava com sua esposa, Morgana

O presidente nacional da Associação Brasileira da Indústria e Hotéis (Abih), o cearense Manuel Cardoso Linhares, conferiu a posse do novo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Na ocasião, entregou a pauta de reivindicações do segmento que quer investimentos em maior capacitação e promoção do setor turístico.

(Foto – Divulgação)

Presidente da China diz estar disposto a trabalhar com Bolsonaro

O presidente da China, Xi Jinping, enviou uma carta ao presidente Jair Bolsonaro afirmando que está disposto a trabalhar com o novo governo brasileiro para desenvolver a economia dos dois países, salvaguardar a paz mundial e realizar uma cooperação bilateral “pragmática”. Também desejou felicidades no governo.

Na carta, o presidente chinês disse que desde o estabelecimento das relações entre China e Brasil, há 44 anos, os “laços entre os dois países resistiram dos cenários internacionais e se desenvolveram de maneira integral e profunda’.

Segundo o presidente chinês, a base dessas boas relações do princípio de respeito mútuo. Xi Jinping disse ter apreciado a declaração feita por Jair Bolsonaro, logo após ganhar as eleições, que a China é um grande sócio de cooperação com o Brasil.

O presidente chinês afirmou ainda que está disposto a realizar esforços conjuntos com o presidente Bolsonaro para respeitar os interesses centrais de cada país e desenvolver uma perspectiva estratégica a longo prazo.

A carta foi entregue ontem (2) em mãos a Bolsonaro pelo enviado especial do presidente chinês Ji Bingxuan, segundo informou a Embaixada da China, em Brasília, nesta quinta-feira (3). Ji Bingxuan é vice-presidente do Comitê da Assembleia Popular Nacional e participou da cerimônia de posse do presidente da República há dois dias.

(Agência Brasil)