Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Inflação oficial de 2012 fecha em 5,84%

230 3

“A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechou o ano de 2012 em 5,84%. A taxa ficou abaixo da registrada em 2011, quando houve uma alta de preços de 6,5%, e dentro da meta estabelecida pelo governo brasileiro, que varia entre 2,5% e 6,5%. O resultado, no entanto, ficou acima do centro da meta, que é 4,5%.

O dado foi divulgado hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O principal responsável pela inflação de 2012 foi o grupo de despesas alimentos, que registrou uma inflação de 9,86% e respondeu por quase metade da taxa total do IPCA. O grupo de despesas pessoais também teve impacto importante, com alta de preços de 10,17% no ano. Já os transportes tiveram a menor taxa: 0,48%.

Apenas no mês de dezembro do ano passado, o IPCA registrou variação de 0,79%. A taxa mensal ficou acima do resultado de novembro de 2012 (0,6%) e de dezembro de 2011 (0,5%).”

(Agência Brasil)

Oposição aponta falta de planejamento do governo para evitar risco de racionamento

235 4

Senadores de oposição continuam criticando duramente o governo federal pela possibilidade de racionamento de energia elétrica, que estaria sendo discutida por técnicos diante da queda no nível de água dos reservatórios, situação agravada pelo calor intenso, especialmente na região Sudeste. Para o senador Álvaro Dias (PSDB-PR), a providência que resta, diante da atuação do governo, é “rezar para chover bastante”.

– Há alguns anos eu venho alertando, em função da opinião de especialistas, que é necessário mudar o comportamento em relação ao setor de energia – afirma.

Álvaro Dias avalia que faltou planejamento e investimento do governo federal. Segundo ele, os investimentos foram insuficientes, principalmente na manutenção de redes de transmissão. O resultado, em sua avaliação, é o sucateamento e a perda de pessoal qualificado para resolver os constantes problemas técnicos.

Dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) mostram que o nível dos reservatórios está até 62% abaixo do registrado no ano passado e continua a cair. O volume das represas do Sudeste e Centro-Oeste, que concentram cerca de 70% de água acumulada, está próximo do nível mínimo de armazenamento. Os níveis atuais já são mais críticos que os registrados em dezembro de 2000, período da crise energética que antecedeu o racionamento determinado pelo governo federal em junho de 2001.

Apesar dos alertas, o governo descarta a hipótese de racionamento e fala em “expectativa de tranquilidade” com a operação de novas usinas térmicas com 2,5 mil megawatts (MW), além de mais 9 mil MW de capacidade de geração de energia.

No entanto, o risco reforçado pelos sucessivos apagões registrados desde setembro do ano passado, em todas as regiões do país, já levou a Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace) a sugerir às indústrias que reduzam voluntariamente o consumo agora, numa espécie de “racionamento branco”.

O senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) avalia que a crise no setor elétrico só não é pior porque a economia brasileira não cresce na média dos países mais desenvolvidos e, portanto, o consumo de energia não aumenta significativamente. Ele argumenta que, para a presidente Dilma Rousseff, que já foi ministra de Minas e Energia, a responsabilidade é ainda maior.

Flexa acredita que ativar usinas térmicas não vai resolver o problema, pois não há produção de gás suficiente.

– Se correr o bicho pega, se ficar o bicho come – resume.

O parlamentar observa ainda que, além de comprometer a prestação de serviços, a crise no setor pode forçar um aumento nas tarifas com mais termoelétricas em funcionamento, já que o preço pago é maior neste caso. Outra consequência, segundo ele, seria a suspensão da redução nas contas de luz prometido para o início deste ano. A Medida Provisória (MP) 579/2012, que tratava da renovação antecipada de concessões do setor elétrico e da redução em até 20% do preço da tarifa de energia, foi aprovada no Senado em dezembro do ano passado.

(Agência Senado)

Fiec lançará Guia Industrial 2012/2013

Durante reunião de sua diretoria às 18h30min de segunda-feira, a Federação das Indústrias do Estado (Fiec) lançará o Guia Industrial do Ceará 2012-2013. O trabalho foi elaborado pelo Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará (INDI) e traz uma nova roupagem no design, nova lógica de pesquisa, acesso virtual e informações sobre mais de 5 mil empresas. Isso, num acréscimo de 40% em relação à edição anterior.

o Guia Industrial virá em português e inglês, com destaque no layout das páginas para as empresas sindicalizadas, como também o QR Code – código que permite escanear pelo smartphone e identificar as informações sobre os 40 sindicatos associados à FIEC, de forma a incentivar a filiação de empresas não cadastradas nos sindicatos e no guia.

DETALHE – São 3.000 exemplares impressos, além de acesso via internet, por meio de login e senha. O endereço eletrônico é www.sfiec.org.br/guiaindustrial2012.

Unilab inscreve para concurso de professor adjunto

A Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) abriu concurso público para professor adjunto da Área de Humanidades e Letras – Setores de Estudo: Antropologia, História e Sociologia. Ao todo, são oferecidas quatro vagas. O processo seletivo constará de provas escrita; didática; exame oral; avaliação de títulos, com caráter classificatório. O regime de trabalho é de 40 horas semanais, com dedicação exclusiva. A remuneração inicial será de R$ 7.627,02.

As informações sobre datas, horários e locais de realização das provas serão divulgadas no endereço eletrônico www.unilab.edu.br. A lista dos aprovados na Prova Escrita e classificados para as etapas seguintes também será divulgada no endereço eletrônico www.unilab.edu.br e no quadro de avisos da Secretaria da Comissão Coordenadora do Concurso.

SERVIÇO

As inscrições devem ser feitas até 31 deste mês, das 9 às 11 horas e das 14 às 16h30min, na Coordenação da Área de Humanidades e Letras, no Campus da Liberdade, em Redenção.

(Site da Unilab)

Fenaj instalará Comissão da Verdade dos Jornalistas

214 2

“A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e a Federação dos Jornalistas da América Latina e do Caribe (Fepalc) realizarão nos dias 18 e 19 de janeiro, no Centro Cultural Érico Veríssimo, em Porto Alegre (RS), o Seminário Internacional Direitos Humanos e Jornalismo. Na ocasião, será instalada a Comissão da Verdade, Memória e Justiça dos Jornalistas Brasileiros, com o objetivo de resgatar a história dos jornalistas vítimas da ditadura militar. A direção da Fenaj está estimulando todos os Sindicatos da categoria a constituírem sua Comissão da Verdade. Alguns já criaram.

A decisão de criar a Comissão Nacional da Verdade foi aprovada no 35º Congresso Nacional dos Jornalistas, ocorrido em Rio Branco (AC), em novembro passado. Compõem a Comissão os jornalistas Audálio Dantas (SP), Nilmário Miranda (MG), Rose Nogueira (SP), Carlos Alberto Caó (RJ) e Sérgio Murillo de Andrade (SC), que vai coordenar os trabalhos. “O propósito é registrar não apenas os casos de jornalistas mortos e desaparecidos, mas também de todos os que foram comprovadamente perseguidos, ameaçados, cassados, indiciados em processos, condenados, exilados, presos e torturados”, explica o diretor de Relações Institucionais da entidade, Sérgio Murillo de Andrade.

De acordo com a Fenaj, servirão de base para o levantamento, os documentos oficiais produzidos no período da ditadura militar pelos órgãos de informação e que estão sob a guarda do Arquivo Nacional. Ainda segundo Sérgio Murillo, também serão feitas pesquisas junto à Comissão de Anistia do Ministério da Justiça e publicações da época, além de entrevistas com vítimas ou testemunhas. Conforme o planejado, o levantamento nos estados deve acontecer até o dia 31 de março de 2013. Depois da sistematização e coleta de dados complementares, a ideia é editar uma publicação especial e encaminhar o resultado do trabalho à Comissão Nacional da Verdade do governo federal até agosto próximo.”

(Fenaj via Agência da Boa Notícia)

Mensalão – PGR diz que ainda não iniciou análise sobre possível envolvimento de Lula

152 1

“A Procuradoria-Geral da República (PGR) informou hoje (9), em nota, que o procurador Roberto Gurgel ainda não iniciou a análise do depoimento em que o publicitário Marcos Valério diz que o esquema conhecido como mensalão também pagou despesas pessoais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Ao contrário do que foi publicado nesta quarta-feira, 9 de janeiro, pelo jornal O Estado de São Paulo, a Secretaria de Comunicação do Ministério Público Federal informa que o procurador-geral da República ainda não iniciou a análise do depoimento de Marcos Valério, pois aguardava o término do julgamento da AP [Ação Penal] 470 [o processo do mensalão]”, diz trecho da nota.

No documento, o órgão acrescenta que “somente após a análise poderá informar o que será feito com o material. Portanto, não há qualquer decisão em relação a uma possível investigação do caso”.

Segundo a matéria publicada pelo jornal, Gurgel teria decidido remeter o caso à primeira instância, já que o ex-presidente não tem mais foro privilegiado. Isso significaria, de acordo com a matéria, que a denúncia poderá ser apurada pelo Ministério Público Federal em São Paulo, Brasília ou Minas Gerais.”

(Agência Brasil)

BSPar lança em março Centro Comercial que ocupará área onde operou Holding Jereissati

225 1

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-hBjr9xmdv8[/youtube]

Em março próximo, a cearense BSPar Incorporadora iniciará vendas do Centro Comercial Vértice, que será erguido, ainda a partir deste ano, na área que abrigava a sede da holding do Grupo Jereissati, no bairro Aldeota. O investimento é de R$ 200 milhões só nas obras, segundo informa o controlador da BSPar, Beto Studart, que convidou o Blog para expor planos 2013 do grupo e esse projeto.

 

Falência – Pedidos aumentaram 11% no ano passado

“Ao longo de 2012, os pedidos de falência em todo o país somaram 1.929, 11% a mais do que no ano anterior, quando essas ações totalizaram 1.737. Esse volume, no entanto, ficou abaixo do registrado, em 2010 (1.939). A maioria dos requerimentos foi apresentada por micro e pequenas empresas (1.086), seguido por companhias de médio porte (530) e por grandes (313).

Os dados são do lndicador Serasa Experian de Falências e Recuperações. “Foi um ano difícil para as empresas que [usaram] esses pedidos como forma de agilizar cobranças de débitos em atraso”, justificou o economista responsável pela pesquisa, Carlos Henrique de Almeida. Para ele, a expectativa de que a economia cresça neste ano, com a manutenção da política de redução da taxa básica de juros, a Selic, e de estímulo ao consumo de manufaturados, abre a possibilidade de recuperação das finanças das empresas.

Por meio de nota, a Serasa destacou que as empresas experimentaram um ambiente desfavorável para a geração de receitas e gestão do fluxo de caixa em 2012. “A baixa atividade econômica dificultou as vendas, o ambiente externo em crise não alavancou as exportações, mesmo com o real desvalorizado, e a forte evolução da inadimplência do consumidor impactou fortemente nas contas a receber”.

(Agência Brasil)

Instituto de Arte e Cultura inscreve para professor auxiliar

O Instituto de Cultura e Arte, da Universidade Federal do Ceará, está com inscrições abertas para uma vaga de professor auxiliar no setor de estudo “Pedagogias da Corporeidade Dançante”. Com regime de 40 horas semanais, de acordo com edital nª 367/2012.

O edital pode ser acessado no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da UFC (www.progep.ufc.br).

SERVIÇO

* Núcleo de Seleção e Adaptação Funcional da Coordenadoria de Desenvolvimento e Capacitação da Progep – (85) 3366 7407.

Começa no dia 15 prazo para entrega da Rais

“Começa na próxima terça-feira (15) o prazo para a entrega das informações da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) referente a 2012. O prazo, que vai até o dia 8 de março, foi publicado hoje (9) no Diário Oficial da União. As informações exigidas para o preenchimento da Rais e o Manual de Orientações 2012 estão disponíveis na página do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na internet e na página da Rais. As declarações devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio de certificado digital. Em casos excepcionais, serão recebidas declarações no ministério, mediante apresentação de justificativa.

De acordo com a portaria, são obrigados a declarar a Rais empregadores urbanos e rurais, conforme estabelecido na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT); filiais, agências, sucursais, representações ou outras formas de entidades vinculadas à pessoa jurídica no exterior; autônomos ou profissionais liberais que tenham mantido empregados em 2012. A Rais não se aplica a empreendedores individuais. Na declaração, ainda devem constar as arrecadações sindicais previstas na CLT, filiações em sindicatos e os descontos por contribuição associativa.”

(Agência Brasil)

INSS reajusta em 6,15% benefícios com valores acima do salário mínimo

“Os ministérios da Fazenda e da Previdência Social publicaram hoje (9) no Diário Oficial da União o reajuste de 6,15% dos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) maiores do que um salário mínimo. O aumento foi definido com base em uma previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e vale desde 1º de janeiro.

O reajuste de quem ganha mais que o mínimo terá impacto líquido de cerca de R$ 9,1 bilhões, de acordo com o Ministério da Previdência Social. O aumento dos benefícios de até um salário mínimo, que ficou em 9%, custará R$ 10,7 bilhões a mais, atingindo 20 milhões de segurados.

A publicação também define que o valor mínimo dos benefícios pagos pelo INSS em 2013 é de R$ 678, e o máximo, de R$ 4,157,05. A partir dela, mudam também as faixas salariais de cada alíquota de contribuição. Quem ganha até R$ 1.247,11 pagará 8%; quem recebe entre esse valor e R$ 2.078,52, contribuirá com 9%; e quem tem rendimento superior a isso destinará 11% ao INSS.”

(Agência Brasil)

Acendeu a luz amarela em Brasília

231 2

Com o título “Situação do quadro energético do Brasil volta a preocupar”, eis o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Confira:

A sociedade aguarda com expectativa o resultado da reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) que ocorre hoje em Brasília. Apesar de haver sido marcado desde dezembro passado, o encontro se reveste de grande interesse em vista do agravamento das condições em que se encontram os reservatórios das hidrelétricas brasileiras por conta da escassez de chuvas.

Para se ter ideia do quadro, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os reservatórios do Nordeste operam com 31,61% da capacidade, enquanto os da Região Norte com 41,24%. Já os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e do Centro-Oeste encontram-se no mais baixo nível para o mês de janeiro desde 2001, ano do último racionamento de energia elétrica no País. A capacidade armazenada atual nos lagos das usinas é de 28,9%.

Para suprir a demanda do consumo de energia no País, o Governo Federal está tendo que colocar todas as termoelétricas em funcionamento. É bom ressaltar que a possibilidade da utilização dessa energia é o grande diferencial de agora em relação a 2001 – quando um blecaute atingiu todo o País –. Mesmo com as termoelétricas podendo ser acionadas para evitar um possível racionamento nesse instante, é inegável reconhecer que o País enfrenta situação-limite e o governo terá que agir rápido levando-se em conta que nos próximos meses tudo dependerá da incidência de chuvas. E não está descartado um ano extremamente seco.

O resultado da reunião do CMSE, portanto, será definidor do que o País possa vir a enfrentar em breve. Um dos reflexos imediatos dessas decisões é a possível inviabilidade do corte de 20% na tarifa de energia elétrica prometido pelo governo para este ano como medida de impacto para ajudar na retomada da economia. O corte terá inevitavelmente que ser postergado diante do quadro atual, gerando efeitos diretos nas previsões de crescimento para 2013.

Outro ponto que fica claro agora é que o País não tem construído usinas com reservatórios de água capazes de atender a demanda de energia, o que diminui a flexibilidade de operação do sistema. Até quando teremos que conviver com isso é a pergunta que fica no ar.

Piso dos professores deve ter reajuste de 7,97%

174 1

“O piso nacional dos professores deve ser reajustado em 7,97% a partir deste mês, segundo cálculo divulgado hoje (9) pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). De acordo com a entidade, o valor deve passar de R$ 1.451,00 para R$ 1.566,48. Segundo a entidade, a estimativa obedece à Lei do Piso. Pesquisa feita pela CNM em julho do ano passado sobre salários pagos aos professores aponta que o impacto do reajuste do piso em 2013 será de cerca de R$ 2,1 bilhões, apenas para esfera municipal.

Para a CNM, a demora na divulgação do reajuste é uma das principais preocupações dos prefeitos brasileiros. Segundo a entidade, nos últimos dois anos, os valores só foram anunciados pelo Ministério da Educação (MEC) no final de fevereiro. “Para o piso ser pago a partir de janeiro, o MEC deveria ter divulgado o respectivo porcentual, o que ainda não ocorreu”, diz o estudo. “Os novos prefeitos deverão reajustar os vencimentos dos professores por um índice maior do que a inflação e que ainda sequer é oficialmente conhecido”, ressalta o presidente da entidade, Paulo Ziulkoski.

A entidade defende ainda que o reajuste do piso, em vez de seguir os critérios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), acompanhe os valores do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). O MEC não se pronunciou sobre o assunto.”

(Agência Brasil)

Líder do PMDB que quer ser presidente da Câmara agenda visita ao Ceará

179 1

Candidato a presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN) visitará o Ceará dia 23 próximo. Na agenda dele, uma conversa com o petista José Airton (PT), que pode entrar em sua chapa ocupando uma das secretarias da Casa.

Bom lembra que Henrique Alves também quer ao seu lado o cearense Danilo Forte (PMDB) como líder da bancada na Câmara dos Deputados.

Big Brother Brasil estreia com audiência pífia

203 4

“A estreia ontem do BBB confirmou a previsão interna da cúpula da Globo: foi ruim, mais do que isso a mais baixa entre todos os BBBs. O reality show alcançou 25 pontos na Grande São Paulo, de acordo com números prévios do Ibope. Um ano atrás, a estreia da edição anterior da atração rendeu 35 pontos à Globo

Dois eram os motivos que alimentavam os temores da emissora: primeiro, o programa viria logo depois de Salve Jorge, que definitivamente não emplacou em São Paulo; e também por que a média de aparelhos de TV desligados neste início de janeiro é a menor dos últimos anos.”

(Veja Online)

Mensalão – Lula vai ser investigado pelo Ministério Público Federal

323 7

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será investigado pelas denúncias feitas pelo publicitário condenado pelo Supremo Tribunal Federal, Marcos Valério, de que teve contas pessoais pagas com dinheiro do esquema do mensalão. A informação foi publicada nesta quarta-feira (9) pelo “O Estado de S. Paulo”.

Segundo o jornal, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, vai enviar o caso à Justiça. Como não possui mais mais foro privilegiado, Lula poderá ser investigado pelo Ministério Público Federal em São Paulo, Brasília ou Minas Gerais.

De acordo com a reportagem, o ex-presidente poderá ser chamado para prestar depoimento, assim como Marcos Valério, que afirmou que o esquema do mensalão pagou despesas pessoais de Lula. Ao saber das acusações, em dezembro do ano passado, o ex-presidente Lula chamou Marcos Valério de mentiroso. “Eu não posso acreditar em mentira, eu não posso responder mentira”, disse na ocasião.

Procurado pelo jornal, o Instituto Lula informou que o ex-presidente está viajando e que não iria comentar a informação de que o MPF vai investigar as acusações de Marcos Valério, condenado a mais de 40 anos de prisão por envolvimento com o mensalão.”

(Com Estadão e Agências)

Dilma acompanhará reunião sobre nível dos reservatórios das hidrelétricas

179 1

“A presidenta Dilma Rousseff acompanhará hoje (9) a reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico – que avalia o suprimento de energia no país -, pois o baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas tem preocupado o governo. A reunião está marcada para as 14h30min. A expectativa é que sejam discutidas as questões de expansão das obras em curso no país e de segurança. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que os reservatórios do Nordeste operam com 31,61% da capacidade, e os do Norte, com 41,24%. Para suprir a demanda de consumo, todas as termelétricas estão em funcionamento.

A previsão é que participem da reunião hoje o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, integrantes do ONS, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), da Agência Nacional do Petróleo (ANP), da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), da Câmara de Compensação de Energia Elétrica (CCEE), da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Centro de Pesquisa de Energia Elétrica (Cepel). Também foram convidados dirigentes da Eletrobrás e das associações do setor elétrico.

Pelos dados da Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia Elétrica (Apine), os reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e Centro-Oeste estão no mais baixo nível para o mês de janeiro desde 2001, ano do último racionamento de energia elétrica no país. A capacidade armazenada atual nos lagos das usinas é 28,9%.

Ontem (8), Dilma se reuniu com o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, para atualizar os dados sobre a situação do sistema elétrico brasileiro. Após a conversa, Zimmermann afastou a ameaça de racionamento e disse que o sistema opera de acordo com o equilíbrio estrutural para o qual foi planejado.”

(Agência Brasil)