Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Lula começa segunda etapa da quimioterapia

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva começa hoje (21) a segunda etapa da quimioterapia para tratamento de um câncer na laringe. Ele chegou por volta das 8h30 ao Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, e não conversou com os jornalistas. A doença foi diagnosticado no último dia 29 de outubro.

A primeira sessão de quimioterapia ocorreu no dia 1º de novembro. O ex-presidente deve passar ainda por mais duas sessões de quimioterapia até o fim do ano e por uma sessão de radioterapia no início de 2012.

(Agência Brasil)

Dilma diz que desafio de construir sociedade inclusiva é imenso

“Ao falar sobre o lançamento do Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a presidenta Dilma Rousseff disse hoje (21) que o desafio para construir uma sociedade inclusiva no Brasil é imenso. O mais importante, segundo ela, é acabar com o preconceito.

“A pessoa com deficiência pode viver sem limites desde que nós consigamos eliminar as barreiras que a sociedade coloca no caminho”, ressaltou, durante o programa semanal Café com a Presidenta.

Dilma lembrou que o plano prevê investimentos de R$ 7,6 bilhões até 2014, com o objetivo de melhorar a situação de vida das pessoas com deficiência e reduzir os obstáculos que limitem o convívio social.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicam que mais de 45 milhões de brasileiros declararam ter algum tipo de deficiência. De acordo com a presidenta, as políticas previstas no plano serão diferenciadas para cada tipo de necessidade, com ações para pessoas de baixa renda, pessoas fora do mercado de trabalho e crianças e adolescentes fora da escola.

A previsão é que sejam comprados 2,6 mil ônibus acessíveis para o transporte escolar. O governo pretende também equipar 17 mil escolas públicas, associações dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs) e outras instituições de educação especial com salas de recursos multifuncionais.

Dilma destacou que jovens com deficiência que recebem atualmente o Benefício da Prestação Continuada (BPC) e forem contratados como aprendizes poderão continuar no programa por até dois anos. Posteriormente, caso perca o emprego, o retorno ao BPC é imediato.

A partir do próximo ano, está prevista a construção de 45 centros de reabilitação, com serviços especializados em deficiência intelectual, física, visual e auditiva. Outra novidade é que todas as casas do Programa Minha Casa, Minha Vida 2 – destinadas às famílias que ganham até R$ 1,6 mil – serão adaptadas.

“Todas elas terão portas mais largas e corredores e banheiros mais amplos para facilitar a locomoção das pessoas com deficiência”, explicou a presidenta.

Por fim, foi criada uma linha de crédito para a compra de equipamentos como cadeiras de rodas motorizadas, equipamentos que imprimem em Braille e lupas eletrônicas. O governo também vai deixar de cobrar impostos sobre equipamentos de saúde e educação destinados a pessoas com deficiência.

“Outra ação muito importante é a criação de cinco centros tecnológicos para treinamento e uso de cães-guia. Vamos criar um centro em cada região do país”, concluiu Dilma.”

(Agência Brasil)

Título de Cidadania para a cantora Ivete Sangalo irrita oposição em Minas

74 1

“Um decreto do governo de Minas concedendo o título de cidadã honorária à cantora baiana Ivete Sangalo, em cerimônia na Assembleia Legislativa ocorrida no mês passado, fez a oposição reclamar.

O motivo da revolta dos deputados que fazem oposição ao governador Antonio Anastasia (PSDB) é que a cantora foi homenageada antes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador José Serra (PSDB).

A homenagem ao pernambucano Lula foi proposta há nove meses e aprovada pelo Legislativo antes da de Ivete. A do paulista Serra é do começo de 2008. “Eles [do governo] não dão a homenagem para os adversários”, disse o deputado Rogério Correia (PT), autor da homenagem a Lula.

O título a Serra foi apresentado na ocasião pelo deputado Sávio Souza Cruz (PMDB), opositor do então governador Aécio Neves (PSDB), atualmente senador. Ele queria constranger Aécio, que rivaliza com Serra internamente no PSDB.

Sem saída, os governistas tiveram que aprovar a homenagem, e Aécio publicou o decreto seis meses depois. Mas Serra nunca recebeu o título de cidadão mineiro, passados quase quatro anos da aprovação da homenagem pelo Legislativo.

Segundo a Assembleia, cabe ao Executivo aprovar ou não a homenagem sugerida pelo Legislativo. Se aprovar, o governo publica o decreto e ele mesmo promove a entrega do título.
A assessoria do governador de Minas disse à Folha que nos próximos dias será publicado o decreto que dá o título a Lula, o que já fará dele um cidadão mineiro. A entrega será marcada posteriormente, em data que atenda as duas partes.

No caso de Serra, o governo informou que desde a publicação do decreto em 18 de setembro de 2008 não houve uma data que compatibilizasse as agendas –ora Serra não pode, ora o governo.

Enquanto isso a fila anda. O Legislativo já aprovou a concessão de títulos ao apresentador de TV paulista Luciano Huck e ao jogador carioca Ronaldo “Fenômeno”.

(Folha)

Vice-líder petista considera "desserviço" de Ciro apregoar rompimento da aliança PSB-PT

72 6

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=q2HDBYIepNw[/youtube]

O vice-líder do PT na Câmara dos Deputados, José Nobre Guimarães, considerou, nesta madrugada de segunda-feira, um “desserviço” do ex-governador e ex-ministro Ciro Gomes a pregação de rompimento do PSB com o PT. Guimarães prefere apostar na  manutençaõ da aliança do governador Cid Gomes com a prefeita Luizianne Lins. Ele considera natural que Ciro pense em disputar a presidência em 2014.

Corregedoria apura enriquecimento de 62 juízes

113 1

“O principal órgão encarregado de fiscalizar o Poder Judiciário decidiu examinar com mais atenção o patrimônio pessoal de juízes acusados de vender sentenças e enriquecer ilicitamente.

A Corregedoria Nacional de Justiça, órgão ligado ao Conselho Nacional de Justiça, está fazendo um levantamento sigiloso sobre o patrimônio de 62 juízes atualmente sob investigação.

O trabalho amplia de forma significativa o alcance das investigações conduzidas pelos corregedores do CNJ, cuja atuação se tornou objeto de grande controvérsia nos últimos meses.

Associações de juízes acusaram o CNJ de abusar dos seus poderes e recorreram ao Supremo Tribunal Federal para impor limites à sua atuação. O Supremo ainda não decidiu a questão.

A corregedoria começou a analisar o patrimônio dos juízes sob suspeita em 2009, quando o ministro Gilson Dipp era o corregedor, e aprofundou a iniciativa após a chegada da ministra Eliana Calmon ao posto, há um ano.

“O aprofundamento das investigações pela corregedoria na esfera administrativa começou a gerar uma nova onda de inconformismo com a atuação do conselho”, afirmou Calmon.

Esse trabalho é feito com a colaboração da Polícia Federal, da Receita Federal, do Banco Central e do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que monitora movimentações financeiras atípicas.”

(Folha)

Novo Código Florestal – Relator tenta acordo

“O relator do Código Florestal na Comissão de Meio Ambiente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), apresenta nesta segunda-feira seu parecer sobre a batalha mais polêmica que se travou no Congresso este ano.

Esta é a última chance para que o texto seja modificado, depois de ter sido votado na Câmara em maio e passado por outras três comissões no Senado: Constituição e Justiça, Agricultura e Ciência e Tecnologia.

Objeto de tensos embates entre os dois lados, a definição de faixas mínimas de proteção a que todos os produtores rurais terão de obedecer — o que na maioria dos casos significa recuperar com mata nativa áreas desmatadas ilegalmente — não constará do texto de Jorge Viana.

O problema ficará para o senador Luiz Henrique (PMDB-SC), que apresentará emenda a ser votada separadamente.

O parecer de Viana traz apenas uma regra geral mínima: a de que, para rios de até 10 metros de largura, a faixa mínima obrigatória de recuperação é de 15 metros, uma flexibilização da atual legislação, que diz que quem desmatou tem que replantar 100% da margem mínima da mata ciliar, ou seja, 30 metros.

O texto de Viana dirá, ainda, que os estados, por meio de seus conselhos de meio ambiente, poderão definir que atividades e edificações situadas irregularmente nesses locais poderão ser legalizadas. Isso quer dizer que a produção que ficar estabelecida pelo estado como exceção estará liberada de cumprir a recomposição mínima estabelecida pelo código.”

(Globo)

Ceará só depende de seus resultados para continuar na Série A

“O domingo completou uma rodada que devolveu ao Ceará a esperança de seguir na Série A em 2012. Agora, o time depende só dos próprios resultados para escapar do rebaixamento. Na 17ª colocação, o Vovô precisa vencer as duas últimas partidas (contra Cruzeiro e Bahia) para não ter de fazer contas e ‘secar’ nenhum concorrente.

Depois de vencer o Grêmio, no sábado, o Vovô passou a torcer por um empate entre Cruzeiro e Atlético-PR, o que deixaria o cenário mais favorável para o Alvinegro. E foi justamente o que aconteceu. Na Arena do Jacaré, mineiros e paranaenses ficaram no 1 a 1,

Com o empate, o Cruzeiro (16º) chegou aos 39 pontos. O Atlético-PR (18º) foi para 38, mesma pontuação do Ceará, que leva vantagem pelo número de vitórias (tem dez contra nove do concorrente).

Duas finais

A situação agora é a seguinte: na próxima rodada, a penúltima do Brasileirão, no estádio Presidente Vargas, o Ceará tem uma decisão diante do Cruzeiro. Um confronto direto para sair da zona. O Vovô precisa ganhar para ultrapassar a Raposa.

Vencendo, o Ceará iria enfrentar o Bahia, fora de casa, na última rodada, como o 16º colocado. Ou seja, outro triunfo garantiria, sem depender de ninguém, a permanência na primeira divisão.

Esse cenário todo fez com que as chances do Ceará aumentassem bastante. O time começou a rodada com 95% de risco de queda. Agora, segundo o matemático Tristão Garcia, caiu para 78,4%.

A rodada também foi boa por manter o Atlético-MG sob risco. O Galo perdeu e ainda está ameaçado. Assim, pode chegar à última rodada, diante do Cruzeiro, precisando muito de resultado (o que teoricamente beneficia o Ceará).

E numa situação menos desesperadora, o elenco desabafou. “Para quem não acreditava no Ceará, volte a acreditar, porque nós estamos vivos. Não iremos desistir. No elenco do Ceará tem homens e guerreiros”, disse o atacante Osvaldo.

A rodada

Cruzeiro

16º colocado

39 pontos

10 vitórias

Na rodada: Empatou com o Atlético-PR e perdeu a chance de recuperar a folga de três pontos que tinha em relação ao Ceará

Próximos adversários: Ceará (fora) Atlético-MG.

(O POVO)

Aluno brasileiro custa menos que detento

92 1

“Enquanto o país investe mais de R$ 40 mil por ano em cada preso em um presídio federal, gasta uma média de R$ 15 mil anualmente com cada aluno do ensino superior — cerca de um terço do valor gasto com os detentos.

Já na comparação entre detentos de presídios estaduais, onde está a maior parte da população carcerária, e alunos do ensino médio (nível de ensino a cargo dos governos estaduais), a distância é ainda maior: são gastos, em média, R$ 21 mil por ano com cada preso — nove vezes mais do que o gasto por aluno no ensino médio por ano, R$ 2,3 mil.

Para pesquisadores tanto de segurança pública quanto de educação, o contraste de investimentos explicita dois problemas centrais na condução desses setores no país: o baixo valor investido na educação e a ineficiência do gasto com o sistema prisional.

Apenas considerando as matrículas atuais, o chamado investimento público direto por aluno no país deveria ser hoje, no mínimo, de 40% a 50% maior, aponta a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que desenvolveu um cálculo, chamado custo aluno-qualidade, considerando gastos (de salário do magistério a equipamentos) para uma oferta de ensino de qualidade.

— Para garantir a realização de todas as metas do Plano Nacional de Educação que está tramitando no Congresso, seriam necessários R$ 327 bilhões por ano, o que dobra o investimento em educação — afirma Daniel Cara, coordenador da campanha.”

(O Globo)

Bancada tucana paulista fica com maioria das emendas

“A bancada de deputados estaduais do PSDB, partido que administra o Estado de São Paulo há 16 anos, apadrinhou quase um terço (30%) de todo o montante liberado pelo governo paulista em emendas parlamentares ao Orçamento desde 2007.

No total, os tucanos conseguiram R$ 181 milhões dos R$ 615 milhões liberados pelo governo, segundo dados divulgados pela Secretaria de Fazenda do Estado.

O período envolve as gestões dos tucanos José Serra, Alberto Goldman e do atual governador Geraldo Alckmin. A liberação das verbas é feita pela Casa Civil do Estado.

Esse montante é similar ao total obtido pelas outras duas bancadas mais bem posicionadas no ranking juntas, a do PT (R$ 105 milhões) e do DEM (R$ 76 milhões).

PSDB e PT têm as maiores bancadas na Assembleia Legislativa nos últimos anos. Os tucanos somam hoje 22 cadeiras, ante 24 do PT. Em 2006, o PSDB elegeu 24, e o PT, 20.
Do total obtido pelo PT,

R$ 12 milhões correspondem a emendas apresentadas em bloco, em nome da bancada, numa manobra para tentar driblar a resistência política do Palácio dos Bandeirantes.

BALANÇO

Folha.com oferecerá a partir de hoje, para livre consulta, um banco de dados com todas as emendas liberadas pelo governo paulista desde 2007.

O serviço, que organiza de forma simplificada e com fácil acesso os dados brutos divulgados pelo governo, traz os nomes dos deputados responsáveis pelas indicações, seus partidos, os municípios contemplados e quem foram os beneficiados pelas verbas.

Cada um dos 94 deputados estaduais tem um teto informal de R$ 2 milhões ao ano.

O balanço dos repasses anuais mostra, entretanto, que o pagamento das emendas tem aumentado progressivamente desde 2007, atingindo seu auge no ano eleitoral de 2010, com R$ 256 milhões.

Tradicionalmente, deputados indicam os recursos a pedido dos prefeitos aliados, para obras, custeio de entidades ou compra de equipamentos em seus redutos.”

(Folha)

CPI da Telefonia pede a Anatel informações sobre faturamento das empresas do setor

“Está agendada para a próxima quarta-feira (23), a segunda reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Telefonia Móvel. Na programação, está prevista a ouvida de representantes do Procon estadual e do Ministério Público estadual. Como resultado do primeiro encontro, algumas providências já começaram a ser tomadas, particularmente junto à gerência regional da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a qual se comprometeu a enviar os dados necessários para subsidiar o andamento dos trabalhos da CPI.

Por meio de ofícios foram solicitados à Anatel o encaminhamento de vários documentos como: planilhas e relatórios técnicos sobre os 16 indicadores de desempenho das operadoras; diagnósticos sobre os quatro principais indicadores; quantidade de usuários de telefonia móvel por região do Estado; quantidade de antenas, ativadas e desativadas, por região em Pernambuco; cópia dos contratos de concessão pública das operadoras de telefonia móvel e das atuações técnicas realizadas pela Anatel junto às operadoras, as quais implicaram em multa.

A Comissão solicitou, ainda, à Anatel informações sobre o faturamento das operadoras de telefonia móvel em Pernambuco e a estrutura disponível no Estado para a fiscalização das referidas empresas.  “São informações estratégicas. Com elas em mãos, a Comissão poderá agir de forma mais estratégica e organizada, montado uma agenda de trabalho mais direcionada”, avalia o presidente da CPI, deputado Betinho Gomes.”

(Com Agências)

Ciro desafia Eduardo Campos

127 11

“Ao anunciar, ontem, numa entrevista ao VOL, que pode, mais uma vez, disputar à Presidência da República, o ex-ministro Ciro Gomes acabou de vez com o sossego do governador Eduardo Campos, que até então voava no plano nacional em céu de brigadeiro.

Ciro se apresentou como mais preparado do que o seu concorrente dentro do PSB e passou a idéia de que, para se colocar como uma alternativa ao País é preciso, antes de qualquer coisa, conhecer as peculariedades desta grande nação tropical.

Na prática, ter mais estrada, na medida em que destaca o fato de já ter passado em 380 cidades mineiras, 200 municípios do Rio Grande do Sul, ou conhecer o que está se passando no Vale do Jequitinhonha ou saber de cor as saídas econômicas para o colapso do criatório de gado intensivo, além da competição desigual do arroz do Uruguai em relação ao arroz do Rio Grande do Sul.

Ciro fala com conhecimento de causa, é muito preparado, já disputou duas eleições presidenciais, foi o melhor prefeito de Fortaleza, liderou o ranking dos governadores do Datafolha quando governou o Ceará e fez sua marca como ministro da Fazenda.

Mas, se quiser tentar novo voo nacional terá que procurar outra legenda.”

(Blog do Magno Martins)

Filme Amanhecer deve ocupar metade das salas de exibição do País

108 2
Do Blog do Leo Zain:

Leio que Amanhecer deve ocupar “pelo menos” 1100 salas em seu lançamento. O circuito brasileiro dispõe de aproximadamente 2200 salas.
Ou seja, 50% do circuito nacional será ocupado pelo filme.
Pode-se deduzir que muitos filmes, que estavam dando boa média de público, serão expulsos do mercado pela chegada do mega lançamento. Como perguntar não ofende, eu pergunto: essa é uma prática razoável de mercado?
Como é possível ter um circuito exibidor saudável quando metade dele é ocupado por um único lançamento? Como fica a saudável diversidade cultural, que só existe com a pluralidade de lançamentos e sua permanência nas telas?
Não custa lembrar que a nossa vizinha Argentina, tantas vezes por nós ironizada, lançou um imposto progressivo sobre esses lançamentos gigantes. Quanto maior o número de cópias mais se paga.
Dá para imaginar algo semelhante no Brasil sem que os “liberais” de sempre venham brandir o tema da liberdade de expressão e da livre circulação dos produtos culturais?
Não se dão conta de que uma ocupação militar do mercado, como essa, é que é o verdadeiro atentado à livre circulação das (outras) obras?
* Sobre a Argentina, vejam este link: http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/201…
[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Pkb1r5OmpAc&feature=fvst[/youtube]

Governo reserva R$ 6 bi para emendas

72 1
“O governo vai abrir o cofre para enfrentar votações importantes no Congresso, a partir da próxima semana. Dos R$ 11,9 bilhões que foram liberados ontem pela equipe econômica para gastos do Executivo, cerca de R$ 6 bilhões devem ser reservados ao pagamento de emendas parlamentares, principalmente para senadores. O Palácio do Planalto não quer correr riscos no Congresso às vésperas de votações cruciais, como a que estica a validade da Desvinculação das Receitas da União (DRU) até 2015.

A presidente Dilma Rousseff pediu aos líderes da base aliada todo o empenho para aprovar a prorrogação da DRU, mecanismo que permite ao governo gastar como quiser 20% das receitas orçamentárias. Na tentativa de convencer deputados e senadores, Dilma recorreu até mesmo ao argumento dos efeitos imprevisíveis da crise internacional, que deve ser de longa duração.

A emenda que renova a DRU foi aprovada em primeiro turno na Câmara, mas passará de novo pelo crivo dos deputados, na terça-feira, antes de seguir para o Senado. Na lista das prioridades do governo – que corre contra o tempo para não ser surpreendido no Congresso – estão, ainda, a proposta que institui um fundo de Previdência para os servidores e o Orçamento da União. Todos os projetos precisam receber sinal verde tanto da Câmara como do Senado.

Ajuste. Em fevereiro, um mês após tomar posse, Dilma anunciou corte de R$ 50 bilhões nas despesas para enfrentar um período de “vacas magras”.

O aperto provocado pelo ajuste fiscal só ganhou uma folga ontem, quando o Ministério do Planejamento liberou R$ 12,1 bilhões para os três poderes. Deste total, R$ 11,9 bilhões foram para o Executivo.”

(Agência Estado)

É com essa margem de manobra que as ministras Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil) trabalham para pagar emendas e aumentar investimentos em programas sociais. Diante de uma crise política atrás da outra, Dilma pretende fechar o ano com uma agenda positiva.

STJ manda quebrar sigilo fiscal e bancário de Agnelo e Orlando Silva

“O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou, nesta sexta-feira (18), a quebra dos sigilos fiscal e bancário do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), e do ex-ministro do Esporte Orlando Silva. A ordem partiu de pedido do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, no inquérito que investiga desvios de dinheiro no Ministério do Esporte por meio de ONGs –assim como Orlando, Agnelo já foi ministro da pasta.

O período a ser quebrado é de janeiro de 2005 a dezembro de 2010. O STJ determinou ainda que o COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeira) informe se os investigados tiveram alguma movimentação suspeita nos últimos anos.No pedido, a PGR afirma que a quebra dos sigilos é uma forma de “averiguar a compatibilidade de seus patrimônios com a renda por eles declarada e eventuais coincidências entre movimentações financeiras de suas contas e as operações bancárias realizadas pelas pessoas físicas e jurídicas investigadas à época dos fatos”.

Além de uma devassa na vida financeira dos dois, a PGR irá convocar Orlando e Agnelo a se explicarem sobre as irregularidades no Ministério do Esporte. O advogado de Agnelo Queiroz, Luís Carlos Alcoforado, disse à Folha que não apresentará recurso contra o pedido da PGR.

“Pode quebrar, sem problema. Não vamos fazer nenhum recurso porque quem não deve não teme. O que ele quer que o processo seja abreviado, para provar a sua inocência à sociedade”, disse o advogado. Segundo o advogado de Orlando Silva, Antônio Carlos de Almeida Castro, a decisão é “açodada”.”

(Folha.com)

Eleições 2012 – Presidentes estaduais do PT no Nordeste terão encontro no Recife

79 1
Todos os presidentes estaduais do PT no Nordeste vão se reunir dia 9 de dezembro, das 9 às 12 horas, no Hotel Recife Praia, na Capital pernambucana. Esse encontro foi acertado nesta sexta-feira pela Comissão de Acompanhamento Eleitoral 2012 do partido, que tem como coordenadores para a região os deputados federais José Nobre Guimarães e João Paulo (PE).

Segundo José Guimarães, a ideia é ouvir os dirigentes partidários para, em seguida, traçar as estratégias de atuação do partido nas cidades. A ordem é analisar quais as cidades mais importantes para o partido, onde existem conflitos entre aliados e o que deve ser prioridade.

Fortaleza entra como prioridade do PT e, também, como abacaxi a ser descascado pela Comissão de Acompanhamento Eleitoral do partido. É que o governador Cid Gomes, que preside o PSB) do Ceará, e a prefeita Luizianne Lins, que preside o PT no Estado, continuam afastados politicamente.

MEC suspende 514 vagas de 16 cursos de Medicina que tiveram nota baixa

“O Ministério da Educação (MEC) deu início ao processo de supervisão dos cursos com baixo desempenho nas avaliações da pasta, anunciado ontem (17). No Diário Oficial da União de hoje (18) foram publicadas as medidas cautelares que suspendem 514 vagas de 16 cursos de medicina que tiveram nota 1 ou 2 no Conceito Preliminar de Curso (CPC). O indicador varia em uma escala de 1 a 5 e é calculado com base no desempenho dos alunos no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e em outros critérios como a infraestrutura e o corpo docente da instituição.

Os cursos que sofreram o corte determinado hoje são todos de instituições privadas de Minas Gerais, de São Paulo, do Rio de Janeiro, do Maranhão, de Rondônia, do Tocantins e de Mato Grosso. O ministério pretende suspender até o fim do ano 50 mil vagas em graduações na área da saúde, ciências contábeis e administração que tiveram resultado insatisfatório nas avaliações de 2009 ou 2010. Os dados do Enade 2010 divulgados ontem (17) mostram que 594 dos 4.143 cursos avaliados tiveram CPC 1 ou 2. A nota 3 é considera satisfatória e os CPCs 4 e 5 indicam que o curso é de boa qualidade.

O percentual de vagas reduzidas em cada curso variou entre 20% e 65% do total, de acordo com o desempenho no CPC. A redução no número de vagas de ingresso passa a valer para o próximo processo seletivo de cada instituição. Elas passarão por um processo de supervisão e terão o prazo de um ano para cumprir um termo de saneamento de deficiências para melhorar a qualidade da oferta. Se as exigências não forem atendidas, o MEC poderá abrir um processo administrativo para encerrar a oferta do curso. ”

(Agência Brasil)

Tom Cavalcante deixa a Rede Record

O humorista Tom Cavalcante (49) deixou a Rede Record. Segundo o portal da Folha, a decisão foi oficialmente anunciada na tarde desta sexta-feira. A Record divulgou um comunicado. Tom ainda teria um ano de contrato pela frente, mas as duas partes decidiram rescindi-lo antes. Ele deve permanecer na emissora apenas até o final deste ano.

O comunicado:

A Record e o apresentador Tom Cavalcante anunciam que, nesta tarde, o contrato entre as duas partes foi rescindido, em comum acordo.

O contrato previa a permanência do humorista até dezembro de 2012, mas em função do novo acordo, o término passa a ser 31 de dezembro de 2011. O programa “Show do Tom” permanece sendo exibido às segundas-feiras, na faixa das 23h, até o final do ano.

Tom Cavalcante estreou na Record em 27 de setembro de 2004, dando início a uma parceria que desde então foi marcada pelo sucesso. Durante os sete anos, o apresentador colocou seu talento a serviço da emissora e aqui apresentou uma extensa galeria de personagens que ficarão na memória do público que sempre acompanhou o seu programa.