Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Incra passará por reestruturação

“O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) passará, em breve, por uma reestruturação para reduzir suas atribuições e buscar mais eficiência em sua missão original de controlar a estrutura fundiária do país. Segundo o presidente do Incra, Celso Lacerda, um diagnóstico sobre a atuação do instituto e seus principais problemas foi concluído há pouco mais de um mês e está em discussão na Presidência da República.

“Até o final do ano, queremos estar com decisões tomadas para que possamos concluir nosso planejamento para este governo”, diz Lacerda, informando que, após as discussões coordenadas pelo ministro Gilberto Carvalho, da Secretaria-Geral da Presidência da República, aguarda, agora, a decisão da presidenta Dilma Rousseff.

Lacerda ressalta que, da forma como a reforma agrária foi conduzida nas últimas décadas, “ideologizada ao extremo”, o Incra se constituiu em um “Estado dentro do Estado”, com uma demanda muito grande e diversificada, que foge, muitas vezes, às suas responsabilidades. “O Incra tem uma gama de atribuições que a estrutura não comporta.”

A proposta discutida pretende transferir algumas políticas atualmente operadas pelo Incra, como a construção de casas e distribuição de água para as famílias assentadas, para programas já existentes no governo, como o Minha Casa, Minha Vida. De acordo com Lacerda, umas das políticas que mais requerem trabalho de campo do instituto atualmente é a de habitação rural. “Existem órgãos, hoje, dentro do estado brasileiro, que podem fazer isso e, inclusive, têm know-how e competência pra fazer isso com mais qualidade do que o Incra faz.”

Para o presidente do Incra, a reestruturação não enfraquece o órgão e, sim, fortalece as atribuições estratégicas, possibilitando que o controle fundiário, “precário” pela falta de estrutura, seja feito com qualidade. “Isso vai fortalecer o Incra para que seja um órgão eficiente”, completa Lacerda.

Uma pesquisa sobre a qualidade dos assentamentos de reforma agrária, divulgada pelo Incra no final do ano passado, indicou que, do total de 921 mil famílias assentadas no país, pelo menos 36,4% não têm casa ou moram de forma precária e 50,4% têm acesso ruim ou péssimo a seus lotes. A escassez de água atinge 18,4% dos assentamentos e ao menos 16,2% não têm energia elétrica.”

(Agência Brasil)

Previdência: Central 135 funciona no feriado da terça-feira apenas para atendimento eletrônico

O sempre atento e prestativo jornalista Nonato Albuquerque envia para o Blog informação sobre o atendimento nos postos do INSS, durante o feriado da Proclamação da República. O jornalista alerta que milhares de pessoas pensam que haverá expediente nos postos da Previdência, nesta segunda-feira (14) e terça-feira (15). Confira:

A Central 135 funcionará nesta terça-feira (15), durante o feriado de Proclamação da República, somente para atendimento eletrônico. As Agências da Previdência Social não terão expediente no feriado. Já o atendimento pela internet não sofrerá qualquer alteração.

Na segunda-feira que antecede o feriado (14), o canal remoto funciona normalmente. Contudo, não haverá atendimento nas Agências da Previdência Social, em decorrência de ponto facultativo para a celebração do Dia do Servidor Público, conforme a Portaria SE/MP n° 870, de 24 de outubro de 2011.

Durante o feriado, o usuário pode utilizar o portal da Previdência Social (www.previdencia.gov.br), que funcionará normalmente. Na Agência Eletrônica, o segurado pode agendar atendimento nas agências para requerer benefícios ou outros serviços previdenciários, fazer simulações e obter informações. Quem não é inscrito na Previdência Social também pode fazer sua inscrição no portal.

O atendimento nas agências e na Central 135 volta ao normal nesta quarta-feira (16). Para falar com um atendente da Central, o cidadão deve ligar de segunda a sábado, das 7h às 22h. Com exceção de São Paulo e Bahia, nos quais o atendimento será das 8h às 23h. Isso porque esses dois estados, apesar de aderirem ao horário de verão, são atendidos pela Central de Caruaru, em Pernambuco, estado que não adere a medida. O atendimento eletrônico da Central continua funcionando 24 horas.

A ligação para a Central 135 é gratuita, se feita de um telefone fixo, e tem o custo de uma chamada local, se feita de celular. Aos domingos, o canal funciona apenas para atendimento eletrônico.

(INSS)

Gilberto Carvalho diz que Ministério do Trabalho caminha como qualquer outro ministério

59 1

“O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse hoje (11) que o Ministério do Trabalho está “caminhando como qualquer outro ministério”. A pasta enfrenta denúncias de irregularidades em convênios firmados com organizações não governamentais (ONGs).

Após participar de seminário sobre o novo marco regulatório para ONGs, no Palácio do Planalto, Carvalho também comentou que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, está respondendo às denúncias, que ele “está bem e é importante que siga trabalhando”.

Perguntado por jornalistas se denúncia publicada hoje, pelo jornal Folha de S.Paulo, poderia mudar a situação de Lupi, Carvalho respondeu que cada denúncia precisa ser verificada e que, para isso, é preciso ter bom-senso. “Não muda porque cada denúncia dessa merece ser verificada, analisada. Temos que, nessas horas, ter muito bom-senso e ter o sentido democrático da defesa, da explicação”, observou.

A matéria da Folha de S.Paulo diz que o ministro Carlos Lupi ajudou a ONG de um colega de seu partido, o PDT, em Brusque (SC), mesmo após a Polícia Federal ter aberto inquérito para investigar suspeitas de irregularidades em convênio de R$ 6,9 milhões, que previa a qualificação de jovens.”

(Agência Brasil)

Inflação oficial em 12 meses recua para 6,07%, mas continua acima da meta

“A diminuição no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que passou de 0,53%, em setembro, para 0,43%, em outubro, foi influenciada pelo ritmo menos intenso de alta nos preços dos alimentos (de 0,64% para 0,56%).

O IPCA mede a inflação oficial do país. A taxa acumulada em 12 meses ficou em 6,97%, inferior aos 7,31% observados nos 12 meses anteriores, mas ainda maior do que o teto da meta definida pelo governo para este ano (6,5%). O centro da meta é 4,5%, com um intervalo de tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo. Em outubro de 2010, a taxa havia ficado em 0,75%. De janeiro a outubro, o indicador acumula alta de 5,43%

O resultado do IPCA de outubro foi divulgado na noite de ontem (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), devido a uma falha em seu sistema de publicação de informações no site, que permitiu a alguns usuários o acesso aos resultados dos indicadores econômicos que seriam divulgados apenas hoje (11).

De acordo com o resultado completo do indicador, apresentado nesta sexta-feira, apresentaram decréscimos os índices do leite (de 2,47% para 0,05%), do frango inteiro (de 2,94% para -0,05%) e do feijão-carioca (de 6,14% para -1,88%).

Os produtos não alimentícios também tiveram variação menor do que no mês anterior, tendo passado de 0,50% para 0,39%.

No grupo transportes, cuja taxa caiu de 0,78% para 0,48%, contribuíram para o decréscimo as passagens aéreas, que, embora tenham continuado a exercer o principal impacto no mês, reduziram o ritmo de alta. De acordo com o levantamento, para viagens em outubro, os voos disponíveis subiram, em média, 14,26% em relação ao registrado em setembro, quando a alta chegou a 23,40%. No mesmo grupo, também subiram com menos força os preços de combustíveis (de 0,69% para 0,10%) e conserto de automóvel (de 1,23% para 0,60%). Já as tarifas de ônibus interestaduais (de 0,01% para -0,20%) e os automóveis, tanto novos (de 0,18% para -0,09%) quanto usados (de 0,51% para -0,15%), ficaram mais baratos no período.

O grupo habitação (de 0,71% em setembro para 0,62% em outubro) também registrou decréscimo, influenciado pelos aumentos menos intensos em taxa de água e esgoto (de 1,19% para 0,86%), aluguel (de 0,92% para 0,80%), energia elétrica (de 0,55% para 0,40%) e gás de botijão (de 1,36% para 0,10%).

A taxa de despesas pessoais também caiu, de 0,53% para 0,22%, influenciada por empregados domésticos (de 1% para 0,10%), cabeleireiro (de 1,03% para 0,54%) e costureira (de 0,75% para 0,41%).

A região metropolitana de Porto Alegre (0,98%) foi a que registrou o índice mais elevado, e a de Salvador, o menor (0,00%).”

(Agência Brasil)

Cid anuncia que dobrará qualquer benefício que a Fifa definir para a Copa

76 1

O governador Cid Gomes (PSB) anunciou, nesta manhã de sexta-feira, que vai sr recebido em audiência pela presidente Dilma na próxima quinta-feira, em Brasília. Entre vários assuntos, tratará sobre projetos ligados à Coap 2014.

Nesse pacote, apelará por recursos para as obras de construção da Linha Leste do Metrô de Superfície de Fortaleza (Metrofor).

Cid deu essa declaração na solenidade em que foi entregue a primeira etapa da obra de reforma do Estádio Castelão. Com ele, o ministro Aldo Rebelo (Esporte).

Ele aproveitou para anunciar uma medida com relação a ingressos da Copa 2014: o que ficar acertado em matéria de meia-entrada ou abatimento para idosos durante o certame, dobrará qualquer tipo de benefício que a FIfa der. Por xemplo, se for 10% de vagas para deficiente, dará 20%. A diferença o governo pagará a Fifa.

PSDB quer mandato dos parlamentares que migraram para o PSD

Sérgio Guerra – presidente nacional tucano.

“A direção nacional do PSDB tenta abrandar os estragos causados na sigla pelo ascendente domínio do governador Cid Gomes (PSB) no Ceará. O partido protocolou ações no Tribunal Regional do Estado (TRE) do Ceará para reaver os mandatos de parlamentares que migraram para o recém-criado PSD. Entretanto, por enquanto, a cúpula tucana ainda não sabe o que irá alegar para conseguir isso caso a Justiça aceite discutir seu pedido.

Ao todo, quatro deputados estaduais e um federal do Ceará trocaram o PSDB pelo partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. A resolução 22.610/2007 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) diz que a única maneira de não arriscar perder o mandato para a legenda pela qual foi eleito é se juntar a um novo partido. É nisso que confiam os ex-tucanos ouvidos pela reportagem do iG.

Os diretórios nacional e estadual do PSDB, contudo, prometem questionar essa decisão. “A orientação é não deixar que saiam do partido sem justificativa plausível, por razões ilegítimas”, afirmou à reportagem do iG o presidente nacional do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE).

Sérgio Guerra disse que ainda não sabe como fará para reaver esses mandatos, mas que a estratégia já está sendo elaborada. “O que posso informar é que ainda não tenho elementos para dizer como vai ser isso juridicamente”, admitiu. Enquanto isso, o advogado do partido, José Eduardo Alckmin, já protocolou ações no TRE pedindo os mandatos perdidos de volta.

O presidente do PSDB cearense, Marcos Cals, também disse ao iG que não conhece o teor das ações protocoladas e que não sabe quais serão os argumentos usados para reaver os mandatos. “Estou acompanhando o diretório nacional. O entendimento que eu tenho é o do TSE de que quem foi para partido novo está resguardado. Não sou advogado. Vamos ver o que será alegado juridicamente”.

Por trás da debandada nos quadros tucano está a força gravitacional exercida por Cid Gomes. O presidente da comissão provisória Estadual do PSD, Almircy Pinto, trabalha no gabinete do governador cearense.

Como resultado, a bancada tucana na Assembleia Legislativa do Ceará diminuiu de sete para três parlamentares. Moésio Loiola, Osmar Baquit, Rogério Aguiar e Gony Arruda – secretário de Esporte do Estado – e os suplentes Cirilo Pimenta, Nenen Coelho e Professor Teodoro trocaram o PSDB pelo PSD para se juntarem à larga base governista. Na Câmara Federal, o deputado Manoel Salviano (PSD) deixou sozinho o deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB).

Guerra atribuiu o fenômeno a um “ataque especulativo”. Segundo ele, um “conjunto de pressões inadequadas sobre lideranças políticas” ocasionaram o esvaziamento da sigla no Ceará.

“Não somos infiéis”

Os deputados estaduais que hoje compõem a bancada de cinco parlamentares do PSD na Assembleia do Ceará afirmam que não são infiéis, que estão resguardados juridicamente, por isso não temem perder seus mandatos. “Nós estamos fundamentados na lei. Mas ainda não sabemos quais são argumentos que estão sendo levantados”, disse o deputado Professor Teodoro (PSD).

O deputado Osmar Baquit (PSD) afirmou que as ações protocoladas no TRE não os assustam. “Estou amparado juridicamente porque inclusive sou um dos fundadores do PSD no Ceará”. Ele contou que ainda não foi notificado pela Justiça Eleitoral, mas que já sabe o que fará quando isso acontecer. “Eu sai sem atirar em ninguém. Mas se quiserem ir para o embate, vou usar meu espaço aqui para dizer coisas que muitos não querem ouvir”, declarou.

“Eu respeito o posicionamento do PSDB. O PSDB deve ter seus motivos, mas não sei se tem razão. A legislação é especifica e em caso de partido novo, pode mudar. Eu, por exemplo, fiz todo o processo dentro da realidade”, ponderou o deputado Moésio Loiola (PSD). Ele acredita que os parlamentares estaduais estão sofrendo perseguição. “Eu vi o PSDB liberando pessoas no interior, vereadores do interior, e para o deputado estadual é diferente. Aqui é um problema regional, de capricho pessoal, e esperamos que isso não possa imperar acima da lei”.

(Daniel Aderaldo – Portal iG)

Emprego na indústria cresce 0,4% em setembro

“O emprego na indústria brasileira registrou aumento de 0,4% em setembro deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. É a 20ª alta consecutiva nesse tipo de comparação, segundo dados divulgados hoje (11) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A folha de pagamento real cresceu 4,3% na comparação entre setembro deste ano e o mesmo período de 2010. O número de horas pagas, no entanto, caiu 0,3%.

Metade dos 14 locais pesquisados apresentou alta na taxa de emprego nesse período, com destaque para o Paraná (6,7%), a Região Norte e Centro-Oeste (3,6%), Minas Gerais (1,8%), o Rio Grande do Sul (1,9%) e Pernambuco (5,4%).

O IBGE também observou que metade dos 18 setores pesquisados teve alta. Os destaques ficaram com alimentos e bebidas (3,7%), meios de transporte (6,5%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (6,6%).

O crescimento acumulado no ano chega a 1,5%. A taxa acumulada no período de 12 meses apresenta alta de 2%. Ontem (10), o IBGE já havia divulgado que o emprego industrial em setembro caiu 0,4% em relação a agosto deste ano.”

(Agência Brasil)

Suspeito de matar Celso Daniel é recapturado

“Considerado um dos criminosos mais procurados do Estado de São Paulo, Elcid Oliveira Brito, 32, conhecido como John, foi recapturado no início da noite de quinta-feira pela polícia na área do Jardim Miriam, zona sul de São Paulo.

Brito é réu em processo sobre o sequestro e morte do prefeito de Santo André (ABC) Celso Daniel (PT) e também é considerado peça-chave no caso do prefeito.

Ele havia escapado da prisão em 3 de agosto de 2010. Brito cumpria pena em regime semiaberto em um presídio no interior paulista.

O prefeito Celso Daniel foi sequestrado em 18 de janeiro de 2002, na zona sul paulistana, e seu corpo foi encontrado dois dias depois, em uma estrada vicinal em Juquitiba, na Região Metropolitana de São Paulo.”

(Folha.com)

Haddad fecha acordo e enterra prévias em São Paulo

“A cúpula do PT quer usar o exemplo de São Paulo como modelo para sepultar as prévias destinadas a escolher os candidatos do partido às prefeituras das principais capitais.

Sob o argumento de que é preciso homenagear o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, padrinho da candidatura do ministro da Educação, Fernando Haddad, petistas convenceram na quarta-feira os deputados Jilmar Tatto e Carlos Zarattini a desistir da disputa interna na capital paulista.

Foi um café na manhã na casa do presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), com Haddad e 15 deputados federais do PT de São Paulo, que sacramentou a desistência de Tatto e Zarattini da prévia marcada para o dia 27.

Pouco depois, a Executiva Nacional do PT – reunida em Brasília – fez um apelo pela “coesão”, num claro movimento contrário às prévias em capitais estratégicas, como Belo Horizonte e Recife.

“Nunca pusemos a prévia como objetivo a ser alcançado”, disse o presidente do PT, Rui Falcão. “São Paulo é um exemplo a ser seguido, em nome da unidade”, emendou o deputado José Guimarães (CE), vice-presidente do partido.”

(Estadão)

Mantega: Brasil não terá "década perdida"

57 1

“O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje (10) que, apesar da baixa perspectiva de crescimento mundial em função da crise internacional, o Brasil não terá uma “década perdida”.

A expressão foi usada ontem (9) pela diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, ao alertar para o risco de uma “década perdida” para a economia global caso as nações não se unam e trabalhem juntas.

“Claro que é possível que os países avançados tenham uma década perdida, mas garanto aos senhores que o Brasil não vai ter uma década perdida por que temos as condições de reagir a essa crise, de neutralizar os resultado dessa crise sobre o Brasil”, disse ao discursar em evento no Palácio do Planalto.

Mantega disse que o agravamento da crise internacional exige o fortalecimento da economia brasileira “como um todo” e que para que o país possa ter êxito nessa “empreitada” é necessário um trabalho incessante do governo, do Congresso, aprovando leis e medidas, e da sociedade. “É preciso que sempre estejamos tomando medidas para o fortalecimento da economia brasileira e, sobretudo, que mantenhamos uma situação fiscal sólida”, explicou.

O ministro comentou ainda que é possível perceber que “estamos diante de uma crise de difícil solução” que afeta, sobretudo, os países avançados e que cada vez mais países entram na mira dos problemas. Mantega, no entanto, avaliou que eles conseguirão amenizar essa situação.

“Acho que eles vão acabar resolvendo, amenizando essa situação, mas também devemos estar preparados para que tenhamos problemas de baixo crescimento mundial ao longo de muitos anos”, explicou.”

(Agência Brasil)

Governadores deixam de lado FNE e defendem rateio justo dos royalties do pré-sal

A reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, que ocorreu nesta quinta-feira, no Recife, deveria ter como ponto de pauta principal a discussão de nova regras para o fundo constitucional do Nordeste. O tema, no entanto, acabou em segundo plano. O debate girou em torno da necessidade de democratizar a distribuição dos royalties do pré-sal.
Puxando pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), os cinco governadores presentes ao encontro foram unânimes na tese de que o Congresso e as unidades federativas precisam discutir uma distribuição ideal e que beneficie todos sem exceção. Definiram posição contra Rio, São Paulo e Espírito Santo, que alegam maior fatias por serem estados produtores.

O governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), por exemplo, sugeriu aos demais gestores a realizar uma mobilização no Nordeste, nas esferas estaduais e municipais – a exemplo do que ocorre hoje no Rio de Janeiro. O socialista cravou que a movimentação deve apressar e ocorre até o dia 20 deste mês, dias antes da votação do projeto no Senado.

Eduardo Campos pediu agilidade nas discussões do pré-sal e cobrou que o assunto não ‘judicialize’, podendo acarretar em atrasos nos benefícios que os royalties poderão gerar aos Estados.”

FNE

Sobre as discussões para oficalização do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), o governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), inflamou a conversa ao exigir, do Governo Federal, mais respeito no trato com os Estados nordestinos. Ele citou como exemplo a fácil liberação para a construção do Rodoanel, ao custo de R$ 2 bilhões, para São Paulo.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=zQDjyzQbMZw&feature=player_embedded[/youtube]

(Com Folha de Pernambuco Online)

IBGE – Vendas no varejo voltam a crescer em setembro

“O volume das vendas do comércio varejista brasileiro aumentou 0,6% em volume de agosto para setembro deste ano. O dado foi divulgado hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e mostra que o setor se recupera da queda de 0,4%, registrada na passagem de julho para agosto, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC).

Assim como as vendas, a receita nominal do varejo cresceu. Em setembro, foi registrado o 18º aumento consecutivo, de 1,1% em relação a agosto. No mês anterior, a alta havia sido de 0,3%.

Na comparação com setembro de 2010, o aumento do volume de vendas chegou a 5,3%, influenciado pelo crescimento de 16,5% do setor de móveis. Já no acumulado entre janeiro e setembro, houve expansão de 7%. O indicador também cresceu 7,7% quando se analisam os dados dos últimos 12 meses encerrados em setembro. A receita nominal aumentou 11,1%, em relação a setembro de 2010; 12,1%, no acumulado do ano; e 12,8%, em 12 meses.

Entre as dez atividades analisadas pelo IBGE, sete tiveram expansão no volume de vendas na passagem de agosto para setembro. Os destaques são o aumento de 2,2% nos artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria; de 1,7% em veículos, motos, partes e peças; e de 1,6% em tecidos, vestuário e calçados. Apresentaram queda as vendas dos setores de equipamento e material para escritório, informático e comunicação (5%); livros, jornais, revistas e papelarias (2,5%); além de combustíveis e lubrificantes (1,1%).

Na comparação trimestral, o IBGE revela um crescimento menor da taxa. No segundo trimestre do ano, houve aumento de 6,2%, ante 7,8% no segundo trimestre. O resultado menor no período de julho a setembro reflete diminuição das taxas de nove das dez atividades pesquisadas. A maior redução foi a do setor de veículos motos, parte e peças, cuja taxa passou de 18%, no segundo trimestre, para 4,9%, no terceiro, além de tecidos, vestuário e calçados, de 6,3% para 1%. O único aumento foi registrado no setor de combustíveis e lubrificantes, de 0,1% para 0,4%. ”

(Agência Brasil)

Comissão da Verdade será debatida por alunos da Faculdade de Direito da UFC

93 1
“A Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará está com inscrições abertas para seminário sobre o tema “Projeto de Lei que cria a Comissão da Verdade no Brasil”. Agendado para o dia 19 próximo, às 14 horas, o evento consistirá em debates com equipes pré-inscritas, com posicionamentos divergentes sobre a Comissão, que deverá apurar e esclarecer fatos graves de violação de direitos humanos ocorridos no Brasil, de 1946 até o final da ditadura militar. O local de realização da atividade será o anfiteatro (Rua Meton de Alencar, s/n – Centro).
O público-alvo do evento são alunos, professores, funcionários e convidados da UFC e de outras Instituições de Ensino Superior. Para inscrever-se, é preciso enviar e-mail para gteia2010@gmail.com, com os nomes e contatos dos membros das equipes (até dois representantes). A equipe vencedora será premiada com diversos livros jurídicos e períodicos científicos da área.
O torneio tem como objetivo desenvolver as habilidades argumentativas dos participantes com o debate de temas polêmicos e interdisciplinares, que sejam do in-teresse da sociedade. Outra intenção é ampliar o interesse dos estudantes pelas disciplinas teóricas e propedêuticas do Curso de Direito. 
A metodologia usada consistirá em sorteio, minutos antes da competição, dentre os estudantes inscritos para serem debatedores (os quais já deverão ter estudado previamente o tema). Os escolhidos terão que apresentar argumentos contra e a favor do Projeto de Lei. Os espectadores apontarão os vencedores. 
SERVIÇO
 
* Mais informações sobre o evento estão disponíveis no blog dos Grupos de Estudos Transdisciplinares e Interinstitucionais (www.gteia.blogspot.com). “
(Site da UFC)

Concurso da Assembleia – Inscrições terminam nesta 6ª feira

186 2

As inscrições para o concurso público da Assembleia Legislativa serão encerradas nesta sexta-feira. A seleção visa o preenchimento de 63 vagas imediatas e 37 para cadastro de reserva, com remuneração de R$ 1.260 para uma jornada de 30 horas semanais. A prova será realizada em Fortaleza, dia 18 de dezembro.

As vagas são destinadas a 12 áreas de nível superior. Sendo 15 para candidatos com formação em Direito, 12 em Letras e 10 em Administração. As demais áreas são: Informática (8), Ciências Sociais (5), Ciências Contábeis (4), Design Gráfico (4), Ciências Atuariais (1), Ciências Econômicas (1), Estatística (1), Jornalismo (1) e Publicidade (1). Do total de vagas, cinco são reservadas para portadores de deficiência.

SERVIÇO

Os interessados podem se inscrever pelo endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/al_ce2011. A taxa de participação é de R$ 85. A seleção será por meio de provas objetivas e discursivas, além de avaliação de títulos.

Cid, o "Pequeno Príncipe"

64 3

Essa é de Felipe Patury, no site da Época, com nota sobre a sucessão em Fortaleza sob o título “Cid, o Pequeno Príncipe”:

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), avisou que topa apoiar o candidato que o PT indicar para a disputa eleitoral pela prefeitura de Fortaleza no ano que vem — seja lá qual for o indicado petista. A atual prefeita da capital cearense, Luizianne Lins, que é do PT e já foi reeleita na última votação municipal, conversou com o governador sobre as eleições. Embora não tenha apresentado oficialmente nenhum nome de seu partido para sucedê-la, Lins tenta viabilizar a candidatura de seu secretário de Governo, Waldemir Catanho. Ok, mas por quê o governador do Ceará, que é filiado ao PSB, daria apoio incondicional e irrestrito ao PT? Ele afirma que a estratégia se baseia no livro preferido das misses, “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint Exuperry. Gomes se diz, agora, eternamente responsável por aquilo que cativou, isto é, a lealdade petista.

Lupi – "Presidenta Dilma, peço desculpas: eu te amo!"

“Carlos Lupi começou há pouco a depor na Câmara sobre as falcatruas no Trabalho. Estava indo bem até o momento em que um assessor esbarrou num computador da comissão produzindo um som metálico. Fernando Francischini aproveitou a deixa:

– É a primeira bala, ministro?

E Lupi, no ato:

– Quem sabe! Tem muita gente querendo, mas Deus é forte, é grande e nos protege.

E Lupi não parou mais: acusou a imprensa de “execrar as pessoas como vermes”, pediu desculpas públicas por “jeitão italiano meio exagerado” e voltou a falar de Dilma Rousseff:

– Quando se começa a atingir o soldado da tropa é para atingir o general.

E, num lapso de romantismo, Lupi olhou para as câmeras e mandou:

– Presidenta Dilma, peço desculpas: eu te amo!

(Radar Online)