Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Governo cobra apoio da base para votar Previdência Complementar do Servidor

“Para evitar as divergências da semana passada, quando a sessão da Câmara dos Deputados foi abruptamente interrompida, o Palácio do Planalto e os líderes aliados tentaram fechar nesta segunda-feira uma estratégia para votar o projeto que cria o Regime de Previdência Complementar do Servidor Público da União (Funpresp).

A intenção dos líderes aliados é votar após o carnaval. Nesta segunda-feira à noite, ainda estavam fechando o calendário de votação, em encontro com a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti (foto acima)

A ideia do líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), é votar nesta terça-feira medidas provisórias e a chamada PEC da Invalidez.

Conforme o quorum, poderá ser iniciada a discussão do Funpresp. Para tentar garantir presença dos deputados nesta semana que antecede o carnaval, Vaccarezza enviou mensagens aos deputados, cobrando o comparecimento.

Para aparar as arestas, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), e Vaccarezza conversaram nesta segunda-feira durante a posse da nova presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, no Rio. A presidente Dilma Rousseff participou da posse e ficou ao lado de Maia, que, na semana passada, contrariado com o Planalto, adiou a votação do Funpresp.

A intenção dos líderes é fazer um acordo para que o Funpresp seja votado num clima menos tenso, com adesão de toda a base aliada. Semana passada, PR e PDT ameaçavam votar contra, insatisfeitos com perdas de cargos no governo.”

(O Globo)

PSD atraiu 270 prefeitos desde sua fundação

A maioria dos grandes partidos brasileiros perdeu forças entre as eleições municipais de 2008 e 2012. O principal responsável pela redução dos quadros dos concorrentes é o PSD.

A sigla fundada em 2011 saltou de nenhum para 270 prefeitos em menos de um ano. Quem sofreu as maiores baixas foi o DEM, que conquistou 500 municípios e hoje administra 395.

O levantamento, da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), foi apresentado nesta segunda-feira, 13, em Porto Alegre. Os dados também indicam que dos 5.563 prefeitos eleitos, 383 não estão mais no cargo.

Além do DEM, sofreram baixas o PMDB, que passou de 1.199 eleitos para os atuais 1.177 prefeitos; o PP, de 549 para 514; o PPS, de 135 para 116; o PR, de 388 para 360; o PSDB, de 789 para 736; o PTB, de 415 para 383; o PDT, de 354 para 337, e outros partidos com números menores. Ao mesmo tempo, o PSB aumentou o número de suas prefeituras, de 310 para 338, assim como o PT, de 553 para 564, e o PV, de 78 para 82.”

(Estadao.com.br)

Supremo vai julgar guerra fiscal dos tablets

A Procuradoria-Geral da República sugeriu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que suspenda normas paulistas que concederam incentivos fiscais à produção de tablets no Estado. Em parecer encaminhado ao STF, o procurador-geral, Roberto Gurgel, posicionou-se a favor de uma ação na qual o governo de Amazonas acusa São Paulo de promover uma guerra fiscal.

Na ação que será julgada pelo STF, o governo do Amazonas argumenta que os incentivos fiscais concedidos por São Paulo para a produção de tablets resultaram em uma alíquota efetiva de ICMS de 0%, sem a celebração de prévio convênio entre os Estados e o Distrito Federal.

De acordo com o governo de Amazonas, a decisão da administração paulista de reduzir a alíquota dos tablets provoca impactos negativos já que os produtos fabricados na Zona Franca de Manaus são taxados em 12% ao entrar em São Paulo.

Constituição

Para Gurgel, a Constituição estabelece que benefícios fiscais relativos a Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), como os garantidos aos fabricantes de tablets de São Paulo, somente podem ser concedidos após a celebração de convênio entre os Estados e o DF.

“Trata-se de exigência que tem por objetivo evitar a prática de guerra fiscal, que, em última análise, provoca a desestruturação do próprio pacto federativo, mediante o exorbitante favorecimento do ente público ‘desonerador’, em prejuízo aos demais entes da federação”, sustenta a procuradoria.

“Não é possível a edição de atos normativos que concedam benefícios fiscais relativos ao ICMS sem a prévia celebração de convênio no âmbito do Confaz”, acrescentou o procurador em seu parecer. O Confaz é o órgão que reúne as secretarias de Fazendas estaduais. As decisões do conselho precisam ser aprovadas por unanimidade.

O procurador concorda com o argumento segundo o qual a concessão dos benefícios do ICMS sem prévio convênio é capaz de provocar impactos negativos na economia dos demais Estados.

(Estadão)

Polícia prende um dos traficantes mais procurados do Rio

“A polícia prendeu, no final da noite dessa segunda-feira, no Rio de Janeiro, José Carlos da Silva, mais conhecido como Dunde, um dos traficantes mais procurados do Estado. O criminoso, que estava foragido desde dezembro de 2010, estava escondido no município de Maricá.

De acordo com a polícia, ele seria um dos chefes de uma das principais facções criminosas que atuam no Rio de Janeiro. O traficante é acusado de ter sequestrado o secretário de Esportes de São Gonçalo, Joaquim de Oliveira. Havia uma recompensa de R$ 2 mil por informações sobre o seu paradeiro.”

(Portal Terra)

PMs e bombeiros cariocas suspendem greve até depois do Carnaval

“Representantes dos bombeiros e de policiais militares e civis decidiram na noite dessa segundas-feira suspender até depois do carnaval a greve iniciada na última sexta-feira (10). A decisão foi tomada ao final de uma assembleia na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência do Rio (Sindsprev-RJ)), na Lapa, no centro do Rio.

Um comunicado conjunto foi lido durante a assembleia por Ana Paula Matias, mulher do sargento Alex Matias, do 2º Grupamento Marítimo (GMar) e um dos militares presos por participação no movimento. O comunicado diz que a luta agora é pela liberdade dos policiais e bombeiros presos.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Rio de Janeiro (Sinpol), Fernando Bandeira, informou que depois do carnaval cada uma das três categorias vai marcar sua assembleia para decidir os rumos do movimento e o que fazer para conseguir a libertação dos presos.

A decisão de suspender a greve já havia sido tomada no sábado (11) por outro sindicato que representa os policiais civis do Rio, o Sindpol. De acordo com o diretor jurídico da entidade, Francisco Chao, o Sindpol fará uma assembleia na próxima quarta-feira (15), às 19h, para avaliar o movimento grevista.”

(Agência Brasil)

Projeto quer incentivar adoção com benefício financeiro

148 1

“Um projeto de lei, de autoria dos deputados federais Gabriel Chalita (PMDB), Alessandro Molon (PT) e Reguffe (PDT) pode incentivar a adoção com um benefício financeiro.

O projeto prevê que a segurada da Previdência Social que adotar uma criança ou adolescente poderá ter direito a salário-maternidade por 120 dias.

Atualmente, o período de pagamento do saláriomaternidade varia de acordo com a idade do jovem. Quanto mais velho o filho, menor o período de recebimento.”

(JB Online)

TAM registra prejuízo em 2011

“A companhia aérea TAM comunicou hoje os seus resultados referentes ao 4º trimestre de 2011, quando reportou um lucro líquido de R$ 95,5 milhões, correspondendo a uma retração de 36,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando somou R$ 150,1 milhões.

No acumulado do ano, a empresa teve prejuízo de R$ 335,1 milhões, revertendo o resultado líquido positivo do ano anterior, quando registrou lucro de R$ 637,4 milhões.

Entre outubro e dezembro de 2011, a receita líquida da TAM somou R$ 3,579 bilhões, crescendo 11%, em relação a R$ 3,225 bilhões registrado no mesmo período do ano anterior.

Em 2011, a receita líquido foi de R$ 12,994 bilhões, avanço de 14,2% em relação a 2010, quando somou R$ 11,379 bilhões.

No último trimestre de 2011, o Ebitda (lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação, amortização e custos com leasing de aeronaves) totalizou R$ 611,9 milhões, representando um crescimento de 20,7%, ante R$ 506,8 milhões registrados no mesmo período de 2010.No acumulado do ano passado, o Ebitda teve leve alta de 0,5%, passando de R$ 2,148 bilhões para R$ 2,157 bilhões.

A valorização do dólar ante o real foi um dos fatores que contribuiu para que o lucro líquido da TAM fosse desfavorável. O câmbio gerou maiores despesas financeiras para a companhia, como a dívida com arrendamentos de aeronaves.”

(JB Online)

Comissão da Câmara vota nesta 3ª feira projeto de Lei da Copa

“O projeto de Lei Geral da Copa do Mundo de 2014 deverá ser votado amanhã (14) à tarde pela Comissão Especial da Câmara dos Deputados. O relator do projeto, deputado Vicente Cândido (PT-SP), apresentou um substitutivo que será apreciado pelos deputados e contém, entre outros assuntos, a permissão para a venda de bebidas alcoólicas nos estádios onde serão disputados os jogos e a venda de 300 mil ingressos, por R$ 50, para idosos e outros grupos sociais, em substituição à meia-entrada determinada pelo Estatuto do Idoso.

O Projeto de Lei nº 2330 de 2011, do Poder Executivo, dispõe também sobre as medidas relativas à Copa das Confederações de 2013 e aguarda votação na comissão desde dezembro do ano passado, quando foi retirado da pauta a pedido dos deputados José Rocha (PR-BA), Jonas Donizete (PSB-SP) e Romário (PSB-RJ).

Em seu parecer, o deputado Vicente Cândido fez mudanças no texto original para tratar também de outros assuntos, como as mudanças na legislação penal para proteger os direitos de comercialização da Federação Internacional de Futebol (Fifa) sobre os eventos.

No parecer, o deputado Vicente Cândido afirma que os entendimentos mantidos com os representantes da Fifa no Brasil “foram cruciais para alcançar uma solução que contempla a demanda por meia-entrada nos ingressos das competições”.

A solução consistiu, segundo Cândido, “na alocação, pela Fifa, de trezentos mil ingressos de uma categoria especial, denominada categoria 4, cujos preços não excederão a metade do preço da categoria superior para uma mesma partida da Copa de 2014”. Os ingressos da categoria 4 serão vendidos a R$ 50 para todas as partidas. No substitutivo, foi estabelecida a divisão desses ingressos entre os seguintes grupos: idosos, estudantes, indígenas, participantes de programa federal de transferência de renda e da campanha social Por um Mundo Sem Armas, Sem Drogas e Sem Violência, a ser divulgada na Copa do Mundo de 2014.”

(Agência Brasil)

PAC tem R$ 39,6 bi de restos a pagar para 2012

“No ano passado o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que entrava na sua segunda etapa, priorizou o pagamento de restos a pagar, ou seja, compromissos assumidos em gestões anteriores, mas não quitados no exercício. Apesar da preocupação em “arrumar a casa” antes de iniciar novos empreendimentos, o PAC chegou a 2012 com R$ 39,6 bilhões de “contas pendentes”. O valor é tão expressivo que representa 93% da dotação autorizada para o programa este ano, cerca de R$ 42,6 bilhões.

O principal responsável pelo grande volume de restos a pagar foi o Ministério das Cidades. No total, a Pasta virou o ano com R$ 19,7 bilhões em compromissos assumidos em gestões anteriores. O fato se deve à rubrica Minha Casa, Minha Vida, que não saiu do lugar em 2011 e deixou R$ 7,6 bilhões em restos a pagar para 2012.

Outro órgão que contribuiu significativamente para este resultado do PAC foi o Ministério dos Transportes, que entrou o ano de 2012 com R$ 10,4 bilhões de restos a pagar. A Pasta é responsável por diversas obras de infraestrutura por todo o país. Neste sentido, o terceiro colocado foi o Ministério da Saúde, cujos compromissos assumidos em gestões anteriores chegaram a R$ 3,6 bilhões para este ano. (veja tabela)

Durante o segundo Balanço do PAC 2, em novembro, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, explicou que a grande maioria dos restos a pagar era composta por compromissos não-processados, ou seja, os recursos estavam reservados em orçamento, mas  as obras ainda não tinham sido executadas. Assim, seriam empreendimentos do PAC 1 que foram sendo concluídos no ano passado.

Segundo o economista e professor da Universidade de Brasília (UnB), Roberto Piscitelli, o questionamento do que será feito com todo o estoque de restos a pagar deve vir à tona. “O crescimento dos restos a pagar deixa a impressão de que o orçamento efetivamente executado em cada ano está cada vez mais distanciado do orçamento aprovado para cada período”.

Além disso, Piscitelli afirma ser “impressionante” que os compromissos assumidos em gestões anteriores sejam quase duas vezes maiores que os pagos à conta do orçamento de 2011. “Mesmo considerados os restos a pagar, os valores desembolsados não chegam a 80% do valor empenhado (R$ 35,4 bilhões)”, conclui.

A situação que perpetuou durante o ano deixou a execução orçamentária do programa contraditória. Desde que foi criado em 2007, o ano passado bateu recorde no que se refere ao montante desembolsado pela rubrica, porém, grande parte dos recursos foi destinada aos restos a pagar.

Em 2011, o desembolso do PAC chegou à cifra de R$ 28 bilhões, valor que supera em 21,2% o que foi pago em 2010 (R$ 22,1 bilhões). Contudo, do total aplicado, cerca de R$ 18,6 bilhões correspondem aos “restos a pagar”. Isto é, em obras iniciadas ano passado foram investidos apenas R$ 9,4 bilhões, aproximadamente 23,3% dos R$ 40,4 bilhões autorizados.” 

(Contas Abertas)

BV Financeira é condenada a indenizar cliente

“A BV Financeira S/A foi condenada a pagar R$ 9 mil de indenização à F.F.L., que teve descontos indevidos na aposentadoria. A decisão é do juiz Elison Pacheco Oliveira Teixeira, da Comarca de Ubajara. A aposentada afirmou nos autos (nº 178-15.2010.8.06.0176/0) que a referida instituição vinha descontando mensalmente de seu benefício a quantia de R$ 465,00. O valor era referente a empréstimo consignado.

Alegando não ter assinado nenhum contrato com a BV Financeira, ela ingressou com ação na Justiça, requerendo indenização por danos morais e materiais. Na contestação, a empresa sustentou haver contrato de empréstimo, porém não apresentou nenhum documento como prova. Ao analisar o caso, o juiz Pacheco Oliveira Teixeira determinou o pagamento de R$ 9 mil a título de reparação moral. A BV Financeira foi condenada ainda a devolver, em dobro, os valores descontados indevidamente.

“O simples desconto sem o cumprimento, pelo mutuante, da contraprestação, consistente na entrega do valor do empréstimo ao mutuário, já geraria dano moral indenizável. Imagine quando os descontos são realizados sem qualquer contratação, o que potencializa o dano, haja vista a surpresa, ainda mais levando-se em consideração que se trata de pessoa hipossuficiente”, afirmou o magistrado.” 

 (Site do TJ-CE)

Publicada a nomeação de Francisco Franco para a presidência da Casa da Moeda

“O Diário Oficial da União publica hoje (13) a nomeação de Francisco de Assis Leme Franco para o cargo de presidente da Casa da Moeda. O decreto também exonera Franco do cargo de diretor da Secretaria Executiva do Ministério do Planejamento.

Responsável pela indicação, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, preferiu escolher um servidor de carreira para ocupar o posto. Além de ter sido subsecretário de Planejamento, Orçamento e Administração, em 2003 e 2004, quando Mantega era ministro do Planejamento, Franco exerceu a função de secretário executivo adjunto na Fazenda de 2007 a 2010. No ano passado, tinha retornado ao Planejamento.

De acordo com a Fazenda, Franco é especialista em políticas púbicas e gestão governamental, tendo trabalhado também na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e no Ministério da Previdência Social. Ele substituirá o diretor de Tecnologia da estatal, Carlos Roberto de Oliveira, que ocupa interinamente a presidência da Casa da Moeda, após a exoneração de Luiz Felipe Denucci, na semana passada.

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo, publicada em 30 de janeiro, mostrou que Denucci é suspeito de ter transferido US$ 25 milhões para duas empresas no exterior registradas em nome dele e da filha. De acordo com a publicação, o dinheiro viria de fornecedores que prestam serviços à empresa, vinculada ao Ministério da Fazenda, que, além de produzir moedas e cédulas, confecciona documentos oficiais e presta serviços a outros países.”

(Agência Brasil)

UFC inscreve para quarteto de violões

O Quarteto de Violões da Universidade Federal do Ceará recebe inscrições, até 8 de
março próximo, para seleção de novos integrantes, no âmbito do Programa de Bolsa de Cultura e
Artes-2012 da Pró-Reitoria de Extensão (Edital nº 01 / 2012).

Os interessados devem entrar em contato com a Coordenação do Curso de Música, pelo fone (85)
3366.9222.

(Site da UFC)

Investimentos da estatais registrou queda em 2011

“O primeiro ano do governo Dilma Rousseff marcou a quebra de uma série histórica de 11 anos seguidos de crescimento dos investimentos realizados por empresas estatais federais, informa reportagem de Breno Costa, publicada na Folha desta segunda-feira.

Segundo dados do Ministério do Planejamento, o consolidado de R$ 82,4 bilhões executados em 2011 pelas estatais representa um tombo de R$ 6,7 bilhões na comparação com o volume executado em 2010, já considerando valores corrigidos pela inflação do período.

A queda, de 7,5%, representa uma mudança brusca na curva observada desde 2000, segundo levantamento feito pela Folha nos dados de anos anteriores. Em dólar, a queda é de 2,8%.

Os investimentos de estatais, sempre carreados pelo peso da Petrobras e suas subsidiárias, vinham crescendo desde então, numa variação média de 13,7% a cada ano.

OUTRO LADO

O Ministério do Planejamento nega que tenha havido queda nos investimentos das estatais federais em 2011 na comparação com 2010. “Não se pode comparar investimentos fortemente influenciados por insumos importados a partir de valores nominais em reais.” Porém, a comparação que o ministério faz em seus relatórios é sempre em reais.

A Petrobras afirma que a redução no volume de investimentos é decorrente, “entre outros fatores, das dificuldades dos fornecedores de bens e serviços, tanto do Brasil como do exterior de entregar, nos cronogramas previstos, o que atrasou entrega e desembolsos”.

(Folha)

Mercado financeira estima crescimento da economia neste ano em 3,3%

“A estimativa de analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) para o crescimento da economia – Produto Interno Bruto (PIB) – este ano foi mantida em 3,3%. Para 2013, a previsão caiu de 4,2% para 4,1%.

Segundo o boletim Focus, a expectativa para o crescimento da produção industrial, neste ano, passou de 2,79% para 2,7%. Para 2013, permanece em 4%.

A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB passou de 36,95% para 36,9%, este ano, e de 35,8% para 35,5%, em 2013.

A expectativa para a cotação do dólar ao final do ano segue em R$ 1,75 tanto para este ano quanto para 2013.

A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) passou de US$ 19,5 bilhões para US$ 19,1 bilhões, em 2012, e de US$ 14,5 bilhões para US$ 14 bilhões, no próximo ano.

Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), as estimativas passaram de US$ 67,95 bilhões para US$ 68 bilhões, este ano, e permanece em US$ 70 bilhões, em 2013.

A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi mantida em US$ 55 bilhões, tanto para 2012 quanto para o próximo ano.”

(Agência Brasil)

Cid viaja para conferir posse na Petrobras

184 2

O governador Cid Gomes (PSB) viajou, nas últimas horas, para o Rio de Janeiro. Ali, vai conferir a solenidade de posse de Graça Foster como presidente da Petrobras. Ela substituirá Sérgio Gabrielli.

Cid leva uma série de reivindicações do interesse do governo do Estado. Quer aproveitar para acertar com Graça Foster uma audiência, logo após o Carnaval, para tratar principalment sobre o projeto da Refinaria Premium.

Dilma faz balanço sobre programa “Saúde Não Tem Preço”

165 2

“Ao fazer o balanço do primeiro ano do programa Saúde Não Tem Preço, a presidenta Dilma Rousseff disse hoje (13) que 7,8 milhões de diabéticos e hipertensos receberam medicação gratuita no país. Apenas em janeiro deste ano, 3,2 milhões de pessoas tiveram acesso gratuito aos remédios por meio do programa Aqui Tem Farmácia Popular.

“Há um ano, quando o usuário ainda pagava 10% do valor do remédio, esse número era bem menor – eram 853 mil pacientes”, ressaltou, em seu programa semanal Café com a Presidenta. Segundo Dilma, a falta de dinheiro não é mais motivo para que os pacientes interrompam o tratamento. Ao todo, 20,3 mil farmácias em 3,2 mil municípios fazem a distribuição da medicação.

Além de remédios para tratar a pressão alta e o diabetes, os locais oferecem remédios com descontos de até 90% para asma, colesterol alto, osteoporose e rinite. É possível ter acesso também a anticoncepcionais e fraldas geriátricas.

“No ano passado, o Farmácia Popular chegou a 781 municípios que não tinham nenhuma farmácia credenciada no programa. O Ministério da Saúde identificou onde está a população mais pobre, tanto nas grandes cidades como no interior do Brasil, e está estimulando o credenciamento de novas farmácias nesses municípios”, destacou a presidenta.

Este ano, segundo Dilma, a previsão é que sejam investidos R$ 7,7 bilhões apenas na compra de medicamentos. Ela lembrou que o Sistema Único de Saúde (SUS) registrou, no ano passado, 8,4 mil internações a menos de pacientes com hipertensão e 2,7 mil a menos de pessoas com diabetes.

“Outro resultado importante do programa foi o aumento do controle da distribuição dos medicamentos. Quando uma pessoa pega o remédio, a farmácia tem que tirar uma cópia da receita, com o registro do médico e o CPF do paciente para o controle do Ministério da Saúde”, ressaltou a presidenta.”

(Agência Brasil)

Eliana Calmon: “Não estou sozinha na moralização do Judiciário”

121 2

“Quando chamei alguns membros do Judiciário de bandidos de toga, sabia que isso causaria um grande alvoroço.Agora sei que não estou sozinha na luta para fortalecer o Judiciário”.

A afirmação é da corregedora nacional da Justiça, desembargadora Eliana Calmon, que está em Salvador, apesar de ter sido desencorajada pela segurança do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de vir à capital baiana devido ao clima gerado pela greve da Polícia Militar.

A missão, no entanto, não é oficial. Ela está reformando o novo imóvel que comprou no Farol da Barra, no mesmo prédio onde tinha apartamento. “Vou ganhar outro neto, então resolvi adquirir apartamento maior, para dar mais conforto à minha família”, disse a corregedora em entrevista exclusiva a Agência A Tarde.

– Como a senhora viu a mobilização dos brasileiros em defesa do trabalho de moralização que a senhora está fazendo na Justiça?

Foi fantástico. Digo que foi uma vitória especial, institucional, porque entendo que o CNJ é fundamental para dar mais segurança e credibilidade à Justiça que vive uma crise de gestão. As redes sociais enlouqueceram.

Recebi uma quantidade tão grande de e-mails que não dei conta de ler todos. Aliás, estou arquivando tudo e encaminhando à biblioteca para que, quem sabe?, mais tarde sirva para um estudo sociológico.”

(O Globo)

Haddad transportou família em jato oficial

“O pré-candidato a prefeito de São Paulo pelo PT, Fernando Haddad, usou jatinhos da FAB (Força Aérea Brasileira) para transportar mulher e filha de Brasília para São Paulo enquanto ocupava o cargo de ministro da Educação.

Levantamento feito pela Folha revela que foram 129 deslocamentos em aeronaves oficiais, entre janeiro de 2010 e dezembro de 2011 -pelo menos uma viagem de ida e volta por semana.

Em 97 voos, estavam juntos o então ministro, a mulher, Ana Estela, e a filha menor, além de outras autoridades e servidores públicos.

Caso optassem por aviões de carreira nas viagens, a mulher e a filha de Haddad teriam gasto cerca de R$ 50 mil em passagens aéreas.”

(Folha.)