Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Dirceu vai se entregar e está preocupado com filha de 7 anos

A poucas horas de se entregar à Superintendência da Polícia Federal (PF) em Brasília, o ex-ministro José Dirceu está “absolutamente sereno”, porém “indignado”, segundo o deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF), que tomou café da manhã com ele nesta sexta-feira (18). O deputado informou ainda que a maior preocupação de Dirceu é como explicar a situação para a filha mais nova, Maria Antônia , de 7 anos. O ex-ministro aproveitou o início da manhã para revisar alguns capítulos do livro que está finalizando.

“Está revisando um dos capítulos do livro dele. Conversou um pouco com a filha pequena, que não foi hoje à escola. O cuidado maior que ele tem é com a menina. Para a família, isso já era esperado”, disse o deputado ao deixar o prédio onde Dirceu mora, no bairro do Sudoeste, região de classe média alta em Brasília.

Chico Vigilante disse que Dirceu cumprirá a decisão judicial e se entregará à PF dentro do prazo, até as 17h de hoje. “Ele vai cumprir a decisão judicial e recorrer às esferas superiores. Já que a juíza [Gabriela Hardt, substituta da 13ª Vara Federal] disse que ele tem de se entregar até as 17h, ele vai se entregar antes das 17h. Sobre cumprir a pena em Curitiba [ou em Brasília], cabe aos advogados decidir.”

A ordem para que Dirceu se entregue foi dada pela juíza substituta do titular Sérgio Moro, que está fora do país. Ela determinou a execução provisória da condenação de Dirceu a 30 anos e nove meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, no âmbito da Operação Lava Jato.

Decisão

A prisão do ex-ministro foi decidida após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitar, no início da tarde dessa quinta-feira (17), o último recurso de Dirceu contra a condenação na segunda instância da Justiça. Ainda cabe recurso às instâncias superiores.

Além de negar o recurso, a Quarta Seção do TRF4 determinou a imediata comunicação à 13ª Vara Federal para que fosse determinada a prisão, com base no entendimento do Supremo Tribunal Federal que autoriza a execução da pena após o fim dos recursos na segunda instância.

Condenação

Dirceu foi condenado por Moro a 20 anos e 10 meses de prisão em maio de 2016. Em setembro do ano passado, o TRF4 aumentou a pena para 30 anos e nove meses. A pena foi agravada devido ao fato de o ex-ministro já ter sido condenado por corrupção na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Edição: Graç

Em clima de palestra, presidenciável Manuela D’Ávila lota teatro da Unifor

A presidenciável do PCdoB, deputada estadual Manuel D’Ávila, testa, nesta manhã de sexta-feira, sua popularidade. Ela lota o Teatro Celina Queiroz, da Unifor, em clima de palestra. Aborda o tema “O Futuro da Nação e a Universidade que Queremos”.

Após esse compromisso, a pré-candidata dará entrevista coletiva na Assembleia Legislativa.

Já às 14 horas, Manuela D’Ávila se deslocará com lideranças do PCdoB até o bairro Bom Jardim, onde conhecerá o trabalho do Instituto Katiana Pena. Essa entidade trabalha com crianças e jovens em situação de risco, oferecendo atividades culturais como dança.

Às 17 horas, Manuela seguirá para o auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, onde apresentará seu plano de governo. Isso em clima de debate.

(Foto – Jâmia Figueiredo)

Presidente do Congresso anuncia obra hídrica para a região de Várzea Alegre

Saiu edital do Dnocs para a construção do açude Barbosa na cidade de Várzea Alegre, a 446 km de Fortaleza. A obra está orçada em cerca de R$ 100 milhões e, segundo o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, é “um sonho de 60 aos da população daquela região do Estado.”

O projeto atenderá também moradores da sede de Lavaras da Mangabeira, do distrito Arrojado, de Lavras, e a sede do município de Cedro, adianta Eunício.

“É o segundo grande açude assinado com a Presidência da República e que atende a nosso pleito”, adianta Eunício. O primeiro foi o Lago de Fronteiras, em Crateús, que está em obras.

DETALHE – Eunício Oliveira já está em Fortaleza e confirma que, neste sábado, pela manhã, vai ao município de Sobral (Zona Norte), participar do lançamento de um pacote de obras ao lado do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito Ivo Gomes (PDT).

(Foto – Agência Senado)

Ex-secretário de Luizianne chama direção do PT de “frouxa” e avisa a Camilo: “Defender Ciro é de lascar!”

3034 1

Geraldo Acioli, histórico petista, ex-secretário da gestão Luizianne Lins e hoje assessor da senadora Regina Sousa (PT/PI), manda nota de Brasília para o Blog. Ele comenta a declaração do governador Camilo Santana (PT) que, no Estadão, defendeu a chapa Ciro-Haddad. De quebra, bate na cúpula estadual do partido, que admite abrir mão da vaga de senador. Confira:

“Caro Eliomar de Lima,

Nunca vi uma direção estadual do PT cearense tão frouxa e subserviente. Lamento a inclusão de Eunício numa chapa conosco. Nossa base não vota nele.”

Ainda na nota, Geraldo sugere :”Camilo Santana devia deixar o PT, seguindo assim conselho antigo do seu pai, Eudoro. Defender Ciro é de lascar!”

(Foto – Marta Soares)

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é lembrado em Fortaleza

A Associação dos Conselheiros, ex-Conselheiros Tutelares e Suplentes do Estado do Ceará (ACONTESCE) acaba de lançar campanha de enfrentamento ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes no Estado. O evento, realizado na Sala das Comissões da Assembleia Legislativa, nessa quinta-feira, foi coordenado pelo presidente da entidade, Eulógio Neto.

Marcou o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, que está sendo lembrado nesta sexta-feira.

O evento contou com diversos parceiros como a Secretaria de Políticas Públicas Sobre Drogas, a Assembleia Legislativa, a Câmara Municipal de Fortaleza e a Aprece.

(Foto – Divulgação)

Banco do Brasil dá um refresco e reduz taxa de juros

O Banco do Brasil anunciou nova redução de juros para pessoas físicas e jurídicas. As taxas do BB caem mesmo com a manutenção da Selic pelo Banco Central. As novas taxas praticadas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira, 21.

Segundo Paulo Caffarelli, presidente da instituição, o objetivo é “estimular a concorrência saudável no sistema bancário” e “proporcionar melhores condições para a contratação de crédito para os clientes”.

Para pessoa física, a linha de cheque especial terá juro reduzido em até 0,6 ponto porcentual (p.p.), com taxas a partir de 1,99% ao mês. Já os clientes pessoas jurídicas poderão ter taxas até 1,5 p.p. menor, ao mês.

(Com Agências)

Governadores do NE fazem reunião no Recife. Camilo vai vender seu peixe político no encontro

Camilo quer Ciro e Haddad.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta sexta-feira:

Os governadores dos nove estados do Nordeste e Fernando Pimentel, de Minas Gerais, vão se reunir hoje no Recife (PE). Oficialmente, falarão sobre ações para o rio São Francisco e debaterão uma posição conjunta sobre a privatização da Eletrobras, que deve ter impactos na região a partir de taxas pelo uso da água franciscana.

A conversa, no entanto, não se encerra aí. Como todos são majoritariamente de esquerda, deverão conversar sobre o cenário político-eleitoral do País e, em especial, como os partidos poderão caminhar de forma conjunta durante a próxima campanha presidencial.

A situação de Lula, preso em Curitiba, e os nomes que poderiam representar a esquerda em uma grande aliança nacional serão tema à parte do encontro.

Camilo Santana (PT), aliás, já deu seu recado: voltou a defender a chapa Ciro-Fernando Haddad.

Enem 2018 – Período de inscrições termina nesta sexta-feira

Termina hoje (18) às 23h59min (horário de Brasília) o prazo para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. As inscrições são feitas pela internet, na página do participante. O pagamento da taxa de inscrição para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, deve ser feito até 23 de maio nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios.

Mesmo os candidatos que pediram a isenção da taxa do Enem devem fazer a inscrição para a prova. Para se inscrever, o participante deverá apresentar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e do documento de identidade e criar uma senha. O candidato precisa também informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que será usado para enviar informações sobre o exame.

Com o fim do prazo de inscrição, também fica encerrada a possibilidade de alterar dados cadastrais, o município onde o estudante quer fazer a prova e a opção de língua estrangeira. Os candidatos que precisarem de atendimento especializado têm que fazer o pedido no ato da inscrição.

Para o uso do nome social na prova do Enem, o pedido poderá ser feito entre os dias 28 de maio e 3 de junho. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro.

(Agência Brasil)

FPM – Segundo decêndio de maio será creditado nesta sexta-feira

O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 2º decêndio do mês será creditado na conta das Prefeituras brasileiras nesta sexta-feira. O valor é de R$ 591.196.749,27 já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante chega a R$ 738.995.936,59.

De acordo com dados da Secretária do Tesouro Nacional (STN), comparado com mesmo período de 2017, o 2º decêndio deste mês apresentou uma leve queda de – 0,08% em termos nominais, sem considerar os efeitos da inflação. Quando deflacionado, ou seja, levando em conta as consequências da inflação, o valor apresenta uma queda de 2,47%.

O presente decêndio se manteve praticamente estável em relação ao mesmo período do ano anterior. De janeiro a maio, o FPM foi positivo, sendo que março apresentou o melhor resultado até então.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) alerta aos gestores municipais para manterem cautela em suas gestões e ficarem atentos aos primeiros meses do ano, ao gerir os recursos municipais. Isso porque, historicamente, os recursos do FPM do primeiro semestre são superiores aos do segundo, o que exige a elaboração de um planejamento estratégico para não haver surpresas negativas no segundo semestre.

SERVIÇO

*Confira valores aqui.

Presidenciável do PCdoB cumprirá agenda em Fortaleza nesta sexta-feira

A pré-candidata à Presidência da República pelo PCdoB, deputada estadual (RS) Manuela D’Ávila, já está Fortaleza para cumprir  programação com objetivo de divulgar suas propostas para o País.

A partir das 9 horas desta sexta-feira, ela participará de um debate, no auditório da Biblioteca da Unifor, sobre o tema “O Futuro da Nação e a Universidade que Queremos”. Em seguida, dará entrevista coletiva na Assembleia Legislativa.

Já às 14 horas, Marnuela D’Ávila se deslocará com lideranças do PCdoB até o bairro Bom Jardim, onde conhecerá o trabalho do Instituto Katiana Pena. Essa entidade trabalha com crianças e jovens em situação de risco, oferecendo atividades culturais como dança.

Às 17 horas, Manuela seguirá para o auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, onde apresentará seu plano de governo. Isso em clima de debate.

Bom lembrar: Lula, antes de ser preso, destacou como novas e importantes lideranças para o Brasil a presidenciável Manuela e o presidenciável do Psol, Guilherme Boullos.

(Foto – ALRS)

Presidenciável Flávio Rocha diz que Ciro quer instalar no Brasil o “socialismo bolivariano”

O pré-candidato à presidência da República, empresário Flávio Rocha (PRB), subiu o tom ontem contra Ciro Gomes (PDT), que também pleiteia o posto de chefe do Palácio do Planalto, e o acusou de fazer “socialismo bolivariano” quando apresenta saídas para a economia brasileira, ainda estagnada após dois anos de governo Michel Temer (MDB).

Crítico da economia liberal, Ciro chegou a declarar, em palestra no município de Uberlândia, em junho de 2016, que “o liberalismo nunca produziu saída para nenhuma sociedade na história humana”. Para o conservador Flávio Rocha, “a ideologia que ele (Ciro) propugna é a do bolivarianismo socialista que devastou a Venezuela e 70 experiências socialistas no mundo”.

Defensor do livre mercado, o pré-candidato diz que a ideologia defendida pelo PRB “é aquela que está aplicada no Chile, que é uma economia livre e uma das mais liberais do mundo”. A declaração foi dada ontem na Praça do Ferreira, em passagem pelo Ceará, para apresentar a pré-candidatura para as eleições de outubro.Ligado à igreja evangélica, Flávio chegou por volta das 15h30 de ontem no Centro da Capital acompanhado de militantes do PRB — muitos oriundos de igrejas da Região Metropolitana de Fortaleza —, de membros do Movimento Brasil 200 e de integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL). Era um verdadeiro clima de campanha. A militância barulhenta foi ao ato político com bandeiras, adesivos e gritos de guerra. “Brasil pra frente. Flávio Rocha presidente”, diziam em coro.

Viajando pelo País afora com objetivo de se tornar conhecido do grande eleitorado, Rocha afirma que sua pré-candidatura tenta evitar que os eleitores tenham que escolher “entre um projeto de extrema esquerda e extrema direita”.

Para ele, “extrema esquerda significa voltar a um período de devastação da economia e dos valores” e “um projeto de extrema direita é abrir mão da democracia”.

O pré-candidato tentou, ainda, criar diferenças entre a postulação do PRB e a pré-candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Embora conservadores, Rocha disse que Bolsonaro “não tem nenhum compromisso com as ideias do livre mercado, muito menos com a democracia nem com as reformas”, que segundo ele “são absolutamente imprescindíveis” ao País.Ele diz ainda ver “uma diferença brutal” entre os dois projetos que serão apresentados ao Brasil em pouco menos de três meses.

“O que me tirou da zona de conforto foi justamente a ausência de ter em quem votar”, justificou ao O POVO.

(O POVO – Repórter Wagner Mendes)

Bancadas do PT na Câmara e no Senado mandam resposta a Camilo: Lula, mesmo preso, é candidato

As bancadas do PT na Câmara e no Senado divulgaram ontem, nota conjunta ratificando defesa da pré-candidatura à Presidência da República do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi condenado e preso pela Lava Jato. No documento, deputados e senadores petistas dizem que o partido não pode “fazer concessões” na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos do ex-presidente.

O documento foi divulgado no mesmo dia em que o jornal O Estado de S. Paulo publicou entrevista com o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), na qual ele defende que seu partido apoie a candidatura presidencial do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), seu padrinho político, e indique o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) como vice. Santana diz estar convicto de que Lula não conseguirá ser candidato e afirma que o PT não pode “apostar no isolamento suicida”.

“As bancadas do PT na Câmara e no Senado afirmam sua unidade em defesa da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Líder em todas as pesquisas eleitorais, mesmo depois de ter sido injusta e arbitrariamente condenado e preso, Lula representa a oportunidade de o Brasil reencontrar o caminho da democracia, da inclusão social, do diálogo, da soberania nacional, do crescimento econômico e da geração de empregos”, diz a nota.

No documento, as bancadas dizem que as eleições de outubro só serão democráticas se todas as forças políticas puderem participar de forma livre e justa. “Não podemos fazer concessões na luta em defesa da inocência e da manutenção dos direitos políticos de Lula. Nesse cenário, a candidatura Lula se impõe ao partido e é a melhor alternativa à nação”, afirmam na nota, assinada pelos nove senadores e 60 deputados da legenda em exercício.

Lula “liberou” o PT para conversar com outros partidos de centro-esquerda visando uma aliança eleitoral para o segundo turno da eleição, conforme relato da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, que visitaram o petista ontem na sala especial onde está preso há 40 dias, na Polícia Federal, em Curitiba.

Para o primeiro turno, o partido insistirá no registro da candidatura do petista e alega que ele pode concorrer e até ser eleito, mesmo preso e condenado em segunda instância, segundo a presidente da legenda.

Gleisi reconhece, no entanto, que Lula tem o risco de ser impedido pela Justiça Eleitoral de concorrer. “No primeiro turno, nós teremos candidato, será Lula. No segundo turno, ele vai vencer e queremos fazer uma composição. Se não for ele, nós vamos ver quem da esquerda foi para o segundo turno. Se lá na frente nada der certo, o presidente saberá encaminhar o processo junto com a direção do PT.

(Foto – Veja)

Governo do Estado, BID e Banco Mundial promovem seminário internacional sobre prevenção de crimes

Com apoio do Banco Mundial e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Governo do Ceará vai promover o seminário internacional “Evidências e Estratégias para Prevenção de Crime & Violência no Ceará”. O evento ocorrerá na sede da Vice-Governadoria, a partir das 8 horas das próximas segunda (21) e terça-feira (22).

Nestes dois dias de debates com o setor público e privado, as propostas de ações serão divididas em três eixos de atuação: prevenção primária (escolas, esporte, etc), prevenção secundária (Inteligência Policial e ações para pessoas em situações de vulnerabilidade) e prevenção terciária (ação policial direta contra a criminalidade).

No primeiro dia serão realizadas palestras com especialistas sobre experiências exitosas de prevenção e segurança pública de vários países. No segundo dia, representantes do Governo do Ceará apresentam as ações do Estado. Também serão realizadas oficinas e workshops para debates, discussões e proposições de encaminhamentos. Ao final do encontro, a partir das experiências repassadas, serão traçadas ações para serem aplicadas no Ceará.

A vice-governadora Izolda Cela, que coordena o Pacto por um Ceará Pacífico, considera o seminário dos mais importantes. “O enfrentamento da violência passa pelas ações de prevenção social nas classes e camadas mais vulneráveis da sociedade. Com essas políticas interinstitucionais, e a participação dos vários parceiros nesse Pacto, conseguiremos atuar cada vez mais na prevenção social e na segurança pública”, destaca.

SERVIÇO

*Gabinete da Vice-Governadoria  – Avenida Barão de Studart, 598 (em frente ao Palácio da Abolição)

(Foto – Divulgação)

Uma eleição sem candidato, uma disputa capenga

Com o título “Eleição sem candidato”, ei artigo do professor e médico Antonio Mourão Cavalcante. Ele expõe suas preocupações com o processo sucessório sem Lula.Confira:

As recentes pesquisas eleitorais continuam indicando a supremacia de Lula em todos os cenários possíveis. Ele tem o dobro do segundo. Jair Bolsonaro não consegue evoluir. Um primeiro dado que parece desconfortável: preso ou solto, Lula é peça chave na sucessão.

Num passe de mágica (sem explicações!) os analistas sacam Lula do jogo e afirmam ser esse o panorama que vai prevalecer. Quem acredita em eleição sem povo?

A situação parece ainda mais preocupante quando verificamos a quantidade de votos nulos e brancos, atingindo a maioria. Um resultado impossível. Desenha-se, facilmente, um cenário de caos: ninguém será capaz de ganhar as eleições. O impasse está formado.

Nessa bizarra discussão, os simpáticos da direita, insistem em criticar o PT e seus dirigentes: será que não sabem que o Lula não pode ser votado e, muito menos, ser eleito? A equação – sem Lula, embora racionalmente explicada, não tem sustentação política. Aonde fica a tal “vontade soberana do povo”?

A figura de Lula, esse personagem extraordinário da cena política brasileira, tem uma influência decisiva no processo e fim de papo!

Não se trata da pessoa física, que anda alquebrada, doente, algo melancólica e revoltada. Lula transcende a pessoa. Ele representa uma política que não parece ser esquecida pela maioria dos eleitores. Votar nele significa escolher um salário mínimo mais digno. Quer dizer, mais oportunidades sociais. Mais política social voltada aos mais desfavorecidos. Esse lado não tem registro, nem expressão, nos outros candidatos apresentados. Caçando um nome na lista divulgada, não se encontra. Há um vazio.

Por isso, o processo eleitoral brasileiro, mesmo correndo, feito o tic-tac de uma maquininha de táxi, não anda. Não evolui. Não chega aonde se quer. Fica uma disputa capenga. Não é democrática.

Não falo, necessariamente, na volta física de Lula, daquela voz rouca das ruas. O processo precisa apenas, de um cara, que saiba interpretar e se associar a esse sonho e estas bandeiras…

Teremos resposta antes de outubro?

*Antonio Mourão Cavalcante,

Médico, antropólogo e professor universitário.

Pesquisa diz que consumidor brasileiro está mais cauteloso

O consumidor brasileiro segue cauteloso, segundo pesquisa divulgada hoje, em São Paulo, pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O Indicador de Confiança do Consumidor (ICC) ficou estável ao passar de 42,2 pontos em março para 42,0 pontos em abril. No mesmo período de 2017, o índice estava em 40,5 pontos.

A metodologia da pesquisa, que tem seu indicador de zero a 100, indica que resultados acima de 50 pontos demonstram otimismo entre os consumidores e abaixo dessa marca, representam pessimismo. “A lenta e gradual retomada econômica ainda não exerce efeito no humor do brasileiro, que segue cauteloso para comprometer sua renda, mesmo com uma inflação sob controle. A expectativa é que a confiança acompanhe o ritmo de melhora do mercado de trabalho, que deve se consolidar apenas após o período eleitoral”, disse o presidente da CNDL, José Cesar da Costa.

Custo de vida

Mesmo com inflação controlada, 49% dos consumidores atribuem a avaliação negativa da vida financeira ao alto custo de vida. O aumento de preços de produtos e serviços serve como argumento principal da percepção negativa da economia brasileira para 51% dos consumidores, enquanto 39% citam os altos juros.

“Mesmo com a inflação abaixo da meta, o custo de vida ainda incomoda porque a renda ainda não se recuperou para níveis próximos ao período pré-crise. O desemprego continua elevado, a despeito do avanço recente da atividade econômica”, afirmou a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

A elevação dos preços é sentida, principalmente, nos supermercados (87%), combustíveis (85%) e conta de energia (82%). Os consumidores mencionam também o fato de estarem desempregados (37%), a queda da renda familiar (27%) e de terem lidado com algum imprevisto que desorganizou as finanças (16%).

Em sentido oposto, para aqueles que consideram o momento atual como bom ou ótimo, o controle das finanças foi a razão mais destacada, lembrada por 57% dos entrevistados. Há ainda 24% que disseram contar com alguma reserva financeira.

Futuro

A pesquisa também procurou saber o que os brasileiros esperam do futuro da economia para os próximos seis meses e descobriu que 40% estão declaradamente pessimistas com a economia.

Quando essa avaliação se restringe à vida financeira, o volume de pessimistas cai para 12%. Os otimistas com a economia são 17% da amostra, ao passo que, para a própria vida financeira, o percentual dos que vislumbram uma melhora sobe para 56% dos ouvidos pela pesquisa.

(Agência Brasil)

Mercado projeto déficit de R$ 138,5 bi nas contas públicas

Instituições financeiras consultadas pelo Ministério da Fazenda projetam que o déficit primário do Governo Central, formado por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, deve chegar a R$ 138,543 bilhões neste ano. A estimativa está abaixo da meta de déficit perseguida pelo governo de R$ 159 bilhões. Em abril, a projeção era R$ 136,103 bilhões.

Os dados constam da pesquisa Prisma Fiscal, elaborada pela Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda, com base em informações do mercado financeiro. Para 2019, a estimativa das instituições financeiras é déficit de R$ 105,929 bilhões, contra R$ 107,304 bilhões previstos em abril.

A projeção da arrecadação das receitas federais este ano caiu de R$ 1,459 trilhão para R$ 1,453 trilhão, neste ano. Para 2019, a estimativa é R$ 1,576 trilhão, ante R$ 1,578 trilhão previsto anteriormente.

Para a receita líquida do Governo Central, a estimativa para este ano é R$ 1,219 trilhão, ante R$ 1,223 trilhão prevista no mês passado. No caso da despesa total do Governo Central, a projeção permaneceu em R$ 1,359 trilhão, em 2018.

A pesquisa apresenta também a projeção para a dívida bruta do Governo Central, que, na avaliação das instituições financeiras, deve ficar em 75% do Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país), neste ano. A previsão anterior era 74,9% do PIB. Para 2019, a estimativa ficou em 76,8% do PIB, ante 79,9% previstos no mês passado.

(Agência Brasil)

Cid Gomes teria admitido trocar Senado por mandato de deputado federal

Cid Gomes começou a repensar os planos de concorrer a uma vaga para o Senado. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Numa conversa recente, ele disse que está pensando seriamente em disputar uma vaga na Câmara. Com isso, arrastaria outros deputados do PDT e teria mais tempo para coordenar a campanha do irmão, Ciro Gomes, à presidência da República.

O Blog tenta falar com Cid Gomes sobre o assunto.