Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Eduardo Guardia é o nome que amadurece para a Fazenda

No Palácio do Planalto, não restam mais dúvidas: Eduardo Guardia, o número 2 da Fazenda, será mesmo o sucessor de Henrique Meirelles. É o que informa o jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo.

O anúncio oficial, contudo, só deve ser feito na semana que vem. A chiadeira de alguns políticos fisiológicos não passa disso: chiadeira sem consequências.

Assembleia Legislativa promove seminário sobre Fake News

A Coordenadoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa vai promover, a partir das 14 horas da próxima segunda-feira, no Auditório Murilo Aguiar, o seminário “Os desafios da comunicação frente ao fenômeno fake news e o uso consciente das mídias sociais”.  O evento tem como objetivo esclarecer servidores e sociedade sobre as implicações que podem ocorrer com quem curte ou compartilha uma notícia falsa.

Durante o seminário, de acordo com o chefe da Coordenadoria de Comunicação Social, jornalista Ilo Santiago Jr., será lançada uma campanha editorial e publicitária, a ser veiculada nos diversos órgãos que compõem o complexo de comunicação da Casa (rádio, TV, Agência de Notícias, mídias sociais, revista e jornal), para tratar do tema. “A campanha durará até o fim do ano e ganha mais importância ainda em ano de eleição, porque nessas ocasiões sabemos que o número de fake news tende a aumentar”, explica.

Programação

O seminário apresentará o painel “As fake news e o cenário atual do jornalismo”, mediado pelo assessor de imprensa do Ministério Público do Ceará (MP/CE), Reginaldo Aguiar. O tema será debatido pelo jornalista do Blog Verminosos por Futebol e do Tribuna do Ceará, Rafael Luís Azevedo; o jornalista do Sistema Verdes Mares de Comunicação, Roberto Maciel; o editor-executivo de Política do Jornal O POVO, Guálter George, e pelo presidente da Associação Cearense de Imprensa (ACI), Salomão de Castro.

Também será apresentado o painel “As consequências do mau uso das mídias sociais”, mediado pelo jornalista Inácio Aguiar, do Sistema Verdes Mares de Comunicação. Foram convidados como debatedores o promotor do Ministério Público do Ceará (MP/CE), Emanuel Girão; o professor e delegado do Departamento de Inteligência da Polícia Civil do Ceará, Julius Caesar Rocha Bernardo, o procurador geral da AL, Rodrigo Martiniano; e o presidente da Comissão de Direito e Tecnologia da Informação da Ordem dos Advogados do Brasil Secional Ceará (OAB-CE), Renato Torres de Abreu.

O evento conta ainda com a apresentação das mídias sociais da Assembleia Legislativa pelo chefe do Setor de Mídias Sociais da AL, Rafael Alves, e com a palestra “O uso das redes sociais como ferramenta de marketing pessoal”, ministrada pelo professor Serginho Aragão.

SERVIÇO

*O seminário é aberto ao público e o credenciamento será a partir das 13 horas, no local do evento.

(Foto – Sara Maia)

Vem Pra Rua convoca atos em todo o País para pedir a prisão de Lula

435 1

O Vem Pra Rua vai realizar, em todo o País, no próximo dia 3, um dia antes do Supremo Tribunal Federal decidir o futuro do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, já condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federa da 4ª Região. Até a manhã desta terça-feira (27), pelo menos 48 cidades de 14 Estados já tinham confirmado adesão aos protestos.

Com o slogan “Ou você vai, ou ele volta!”, o Vem Pra Rua espera mobilizar o restante dos estados brasileiros e a população “que defende a democracia, o combate à corrupção e uma justiça que seja imparcial e igual para todos “, diz em comunicado. Outros grupos aderiram aos atos do dia 3.

Ceará

Em Fortaleza, está acertado que haverá manifestação na data no local que, quando do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, foi o point de protestos: a Praça Portugal, no bairro Aldeota.

 

Cantor Falcão está de volta à TV Ceará

1273 7

O cantor e bregastar Falcão estará de volta à telinha da TV Ceará, a partir de maio próximo, com seu programa Leruaite. Agora em abril, ele já entra nos estúdios para gravar os primeiros programas.

Falcão, que iniciou o projeto na TVC, passando depois para a TV Diário, segundo sua produção, estará retornando assim ao seu antigo aconchego.

(Foto -Divulgação)

 

Dias Toffoli libera para julgamento ação sobre restrição ao foro privilegiado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli,liberou hoje (27) para julgamento o processo que trata da restrição ao foro privilegiado para deputados, senadores e ministros de Estado. Em novembro do ano passado, o ministro pediu vista do processo, e o julgamento foi interrompido. A partir de agora, cabe à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, marcar a data para análise do caso no plenário do tribunal.

Antes da interrupção do julgamento, oito integrantes da Corte manifestaram-se a favor de algum tipo de restrição na competência da Corte Suprema para julgar crimes praticados por deputados e senadores. No entanto, há divergências sobre a situação dos processos que já estão em andamento.

De acordo com a maioria formada, deputados federais e senadores somente devem responder a processos no STF se o crime for praticado no exercício do mandato. No caso de delitos praticados antes do exercício do mandato, o parlamentar seria processado pela primeira instância da Justiça, como qualquer cidadão.

O voto condutor do julgamento foi proferido em junho do ano passado pelo relator, ministro Luís Roberto Barroso. De acordo com o ministro, os detentores de foro privilegiado, como deputados e senadores, somente devem responder a processos criminais no STF se os fatos imputados a eles ocorrerem durante o mandato.

O caso concreto que está sendo julgado envolve a restrição de foro do atual prefeito de Cabo Frio (RJ), o ex-deputado federal Marcos da Rocha Mendes. Ele chegou a ser empossado como suplente do deputado cassado Eduardo Cunha (MDB-RJ), mas renunciou ao mandato parlamentar para assumir o cargo no município. O prefeito responde a uma ação penal no STF por suposta compra de votos, mas, em função da posse no Executivo municipal, o ministro Barroso manifestou-se pelo retorno do processo à primeira instância da Justiça Eleitoral.

(Agência Brasil)

Raquel Dodge volta a denunciar Aécio Neves ao STF por corrupção e obstrução de justiça

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, voltou a denunciar o senador Aécio Neves (PSDB) por corrupção e obstrução de justiça, no processo que havia sido iniciado pelo ex-procurador Rodrigo Janot. Nesta terça-feira, 27, Dodge apresentou réplica aos argumentos da defesa do parlamentar e reiterou o pedido feito ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que receba integralmente a denúncia contra ele. Na peça, são acusados também a irmã de Aécio, Andréa Neves da Cunha, o primo Frederico Pacheco de Medeiros, e o ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrela (MDB/MG), Mendherson Souza Lima.

Aécio Neves é acusado de solicitação e obtenção, junto ao empresário Joesley Batista, de uma propina no valor de R$ 2 milhões e por obstrução da Justiça, ao tentar atrapalhar o andamento da Operação Lava Jato. Quanto ao recebimento do dinheiro, que o senador alega ter se tratado de pedido de empréstimo pessoal, Dodge aponta que não há provas que apontem tratar-se de algo com esse caráter, a partir da análise da conversa entre Aécio e o empresário.

Para Dodge, a “vantagem indevida” fica clara “quando o senador afirma que a pessoa que iria receber as parcelas deveria ser alguém ‘que a gente mata antes de fazer delação’. Além disso, a forma como os valores foram entregues, em dinheiro, com utilização de artimanhas para dissimular o seu recebimento (inclusive com a parada do veículo que os transportou em local sem qualquer registro de câmeras, conforme detalhado pelas autoridades policiais em seus relatórios), “também demonstram a ilicitude da transação”.

A procuradora disse ainda que esse tipo de troca de favor não foi um ato isolado, mas uma prática do parlamentar na relação com Joesley, configurando crime contra a administração pública.

Obstrução

Consta no documento que os acusados tentaram de “diversas formas” obstruir as investigações, por meio de pressões sobre o governo e a Polícia Federal para escolher os delegados que conduziriam os inquéritos da Lava Jato, bem como ações vinculadas à atividade parlamentar. Nesse sentido, o texto cita a defesa pelo senador da aprovação do projeto de lei de abuso de autoridade (PLS 85/2017) e da anistia para crimes de caixa dois, no âmbito da tramitação das chamadas “10 medidas contra a corrupção”.

Obstrução

Conforme a procuradora-geral, os fatos ilustram,  “de forma indubitável, que a conduta do acusado, que procurou de todas as formas ao seu alcance livrar a si mesmo e a seus colegas das investigações, não cuidou de legítimo exercício da atividade parlamentar. Ao contrário, o senador vilipendiou de forma decisiva o escopo de um mandato eletivo e não poupou esforços para, valendo-se do cargo público, atingir seus objetivos espúrios”.

Na réplica aos argumentos da defesa, Dodge pede a rejeição das preliminares suscitadas pelos denunciados, como os supostos indícios de que o então procurador da República Marcelo Miller, com ciência e anuência da PGR, teria atuado na elaboração da colaboração premiada dos executivos da J&F com a procuradoria e a alegada ilicitude da gravação do diálogo mantido entre Joesley Batista e o senador, cujos fatos revelados e tornados públicos embasam a denúncia.

Raquel Dodge defendeu a validade da gravação, falou que não houve indução por parte dos colaboradores para que o senador cometesse crime de corrupção passiva, já que voluntariamente ele teria procurado Joesley, e aponta a validade dos acordos de colaboração questionados pelo acusado. Diante disso, ela pediu o recebimento integral da denúncia, com a citação dos acusados e o início da instrução processual penal.

A denúncia pede a condenação de Aécio Neves por obstrução de justiça e corrupção passiva, sendo que este crime é imputado também aos demais réus. Conforme a PGR, os irmãos Aécio e Andréa também devem ser condenados a reparar a União dos danos materiais no valor da propina de R$ 2 milhões. Já por corrupção, pede que paguem R$ 4 milhões, valor referente aos danos morais causados por eles.

 

(Agência Brasil)

Fachin diz que sua família tem recebido ameaças

Em entrevista ao jornalista Roberto D’Avila, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, disse que sua família tem recebido ameaças.

“Uma das preocupações que tenho não é só com julgamento, mas também com segurança de membros de minha família. Tenho tratado desse tema e de ameaças que têm sido dirigidas a membros da minha família.”

O ministro contou que algumas providências que solicitou à presidente Cármen Lúcia e à Polícia Federal já estão sendo adotadas.

(O Antagonista)

Ministro do STF revoga inelegibilidade do ex-senador Demóstenes Torres

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu hoje (27) uma liminar (decisão provisória) em que permite ao ex-senador Demóstenes Torres concorrer ao Senado nas eleições deste ano. Demóstenes foi cassado em outubro de 2012 pelo plenário do Senado, sob a acusação de ter se colocado a serviço da organização criminosa supostamente comandada pelo empresário Carlos Cachoeira, conforme apontavam as investigações da Polícia Federal na Operação Monte Carlo.

Em abril do ano passado, entretanto, a Segunda Turma do STF, da qual Toffoli faz parte, concedeu um habeas corpus a Demóstenes e anulou escutas telefônicas que foram utilizadas para embasar o processo de cassação do parlamentar. Na ocasião, foi determinado também a reintegração do ex-senador ao Ministério Público de Goiás, no qual ingressou em 1987.

Com a decisão do habeas corpus, o ex-senador pediu neste ano que fosse restituído seu mandato, bem como que fosse afastada sua inelegibilidade. O relator, Dias Toffoli, não considerou plausível a volta dele ao cargo, mas diante da proximidade das eleições, deferiu o pedido para que ele concorra no pleito, antes que o mérito da questão seja julgado pela Segunda Turma.

Caixa fecha com lucro líquido de R$ 12,5 bilhões em 2017

A Caixa Econômica Federal registrou lucro líquido recorde de R$ 12,5 bilhões, em 2017. O crescimento em relação a 2016 chegou a 202,6%. O lucro líquido recorrente alcançou R$ 8,5 bilhões, aumento de 106,9% em 12 meses. Segundo o banco, houve redução nas despesas com Provisão para Devedores Duvidosos (PDD) em 4,2% e crescimento nas receitas com prestação de serviços em 11,5%, totalizando R$ 25,0 bilhões.

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, considera que o resultado excelente é consequência da melhor alocação de capital em todas as operações do banco, além do fortalecimento da gestão do risco dentro da empresa. O índice de inadimplência encerrou o ano com redução de 0,6 ponto percentual em 12 meses, alcançando 2,25%, abaixo da média de mercado (de 3,25%).

“A nossa estratégia neste ano de 2017 foi trazer sempre uma melhoria, o fortalecimento da nossa governança, melhoria da eficiência, assegurando a rentabilidade, por mais que tenhamos mantido nossa carteira de crédito com ligeira queda”, disse Occhi.

Ao final de 2017, a carteira de crédito da Caixa alcançou saldo de R$ 706,3 bilhões, apresentando leve redução de 0,4% em 12 meses, e manutenção da participação de mercado em 22,4%, a maior carteira entre as instituições brasileiras. “Esse desempenho ocorreu devido à retração de 15,3% na carteira comercial e foi compensado pelo crescimento de 6,3% das operações de habitação e 5,2% das operações de saneamento e infraestrutura. Essas evoluções estão em linha com o Plano de Capital da Empresa”, disse o banco.

(Agência Brasil)

Flávio Rocha ingressa no PRB sonhando com a presidência da República

O empresário Flávio Rocha, dono da Riachuelo, filiou-se nesta terça-feira, ao PRB, partido ligado à Igreja Universal, para tentar viabilizar uma candidatura pelo partido à Presidência da República. A informação é da Exame.

A decisão foi tomada por ele, após reunião com dirigentes e deputados federais da legenda em Brasília. Rocha, que era filiado ao PR.

A filiação é mais um sinal de dispersão da atual base de apoio do presidente Michel Temer (MDB), que na semana passada admitiu em entrevista que pretende concorrer à reeleição em outubro.

Rocha já vinha conversando com o PRB desde o ano passado. No último sábado, 24, ele se reuniu com o líder da legenda na Câmara dos Deputados, Celso Russomano (SP), para fechar os detalhes finais da negociação. O encontro aconteceu na casa do empresário, na capital paulista. Faltava apenas o encontro de hoje para que pudesse bater o martelo.

DETALHE – O presidente regional do PRB, deputado federal Ronaldo Martins, comemora. Ele disse para o Blog que Flávio entra na legenda já na condição de presidenciável. “O Flávio representa o novo. É um empresário arrojado e de propostas para o Brasil”, destacou o parlamentar cearense. Bom destacar, no entanto, que Flávio já foi deputado federal no passado.

Enem 2018 – Provas não serão mais difíceis, garante Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou hoje (27) que a ampliação do tempo dado aos candidatos para fazer a prova no segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não significa que o nível de dificuldade do exame vai aumentar. Segundo o Inep, o conteúdo das provas do Enem é definido pelas Matizes de Referência, que estão disponíveis no portal da instituição.

“O documento, de 2009, indica as habilidades que serão avaliadas e orienta a elaboração das questões da prova, assim como a construção de escalas de proficiência que definem o que e o quanto o aluno realiza no contexto da avaliação”, disse o instituto em nota.

O Inep alerta aos interessados em fazer o Enem que consultem apenas os canais oficias do Inep e do Ministério da Educação para se informar e tirar dúvidas sobre o exame.

Depois da divulgação de que os candidatos terão 30 minutos a mais no Enem deste ano para fazer as provas de exatas, no segundo dia do exame, alguns alunos manifestaram preocupação nas redes sociais sobre o possível endurecimento das questões. No entanto, o aumento do tempo agradou professores e estudantes.

Regras

De acordo com o edital do Enem, o primeiro dia da prova, que reúne redação e questões de linguagens e ciências humanas, terá cinco horas e meia de duração e o segundo dia, com questões de ciências da natureza e matemática, terá cinco horas. Até o ano passado, o segundo dia tinha duração de quatro horas e meia.

Assim como em 2017, as provas do Enem deste ano serão realizadas em dois domingos seguidos: nos dias 4 e 11 de novembro. As inscrições para o Enem deverão ser feitas das 10h do dia 7 de maio às 23h59 de 18 de maio.

(Agência Brasil)

Ceará é incluído em programa de saneamento anunciado pelo governo federal

Em cerimônia hoje (26), no Palácio do Planalto, o governo anunciou a pré-seleção de 86 projetos de saneamento em 76 municípios de sete estados brasileiros pelo programa Avançar Cidades – Saneamento. As cidades terão acesso a R$ 2 bilhões, que serão disponibilizados por agente financeiro para viabilizar a execução dos projetos.

Os projetos pré-selecionados fazem parte da primeira fase do programa e serão executados nos estados de Mato Grosso do Sul; do Ceará; de Minas Gerais e São Paulo; do Paraná e Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. As propostas foram apresentadas por municípios, estados e concessionárias nas modalidades de abastecimento de água; esgotamento sanitário; manejo de resíduos sólidos; manejo de águas pluviais; redução e controle de perdas, estudos e projetos e planos de saneamento básico.

De acordo com o Ministério das Cidades, os investimentos serão viabilizados por recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Ao anunciar os recursos, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, informou que, em abril, na segunda etapa do Avançar Cidades – Saneamento, haverá mais R$ 3,5 bilhões para o financiamento de projetos. “Essa etapa do programa estará aberta a partir do dia 2 de abril para receber propostas para que, nos próximos meses, estejamos celebrando mais R$ 3,5 bilhões em investimentos no grupo Avançar Saneamento.”

Em discurso, o presidente Michel Temer disse que garantir o acesso da população à água e ao saneamento é levar desenvolvimento para o país e cumprir o preceito constitucional de garantir a dignidade da pessoa humana. Segundo Temer, o saneamento vai produzir efeitos benéficos para a saúde e, ao mesmo tempo, abrir “uma soma enorme de empregos, porque saneamento significa bem-estar”.

Temer afirmou que investimentos em saneamento reforçam o pacto federativo entre União, estados e municípios. Ele lembrou que a União tem promovido ações em várias áreas e citou, além do saneamento, a segurança pública. “Tivemos oportunidade, no nosso governo, de incursionar por várias áreas, inclusive entrando em uma área sensível, que há muito tempo era desejada e jamais adotada, que é a da segurança pública. Assumimos, portanto, a convicção de que essa conjugação entre União, estados e municípios reforça e ideia federativa.”

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que os investimentos em saneamento anunciados hoje ocorrem em um momento de recuperação econômica no país. “É um momento em que o Brasil se recupera da maior recessão da história. E os investimentos também, [tanto] do setor privado [quanto] da economia como um todo, se recuperam. Portanto, é um movimento em que se soma investimento público em área fundamental”, acrescentou.

(Agência Brasil)

Uece inscreve para curso de Gestão de Negócios Gastronômicos

A Universidade Estadual do Ceará abriu inscrições para a Especialização em Gestão de Negócios Gastronômicos, uma iniciativa proposta e desenvolvida pelo Observatório Cearense da Cultura Alimentar (Occa), que é vinculado à Instituição. O objetivo do curso é formar profissionais para gerenciar e operacionalizar, de forma rentável e segura, as atividades administrativas e financeiras do setor de alimentos e bebidas, bem como desenvolver nos profissionais competências para gerir os mais diversos aspectos dos negócios gastronômicos.

A carga horária do conteúdo teórico é de 375 horas aula, sendo mais 90 horas aula para desenvolvimento de monografia. A grade de professores inclui profissionais Doutores, Mestres e Especialistas com vasta experiência no mercado de trabalho e na pesquisa acadêmica sobre Gastronomia e Cultura Alimentar.

SERVIÇO

*Coordenação do Núcleo Latu Sensu – (85) 3292.1294 e 3225.8729.

Bolsonaro lidera pesquisas no Centro-Oeste e em Minas

Além dos dados que apontam o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ) na liderança das pesquisas no Centro-Oeste, uma enquete que mostra o deputado na dianteira em Minas também chegou às mãos dos aliados de Geraldo Alckmin (PSDB).

É o que informa a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta terça-feira, adiantando que Bolsonaro lidera no cenário sem Lula.

Quando o ex-presidente Lula tem nome incluído na pesquisa, há empate técnico.

Índice de Confiança do Comércio avança 1,3 ponto em fevereiro

O Índice de Confiança do Comércio, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV) avançou 1,3 ponto de fevereiro para março e chegou a 96,8 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Esta foi a sétima alta consecutiva, o indicador atingiu o maior patamar desde abril de 2014 (97,8 pontos).

O aumento da confiança foi percebido em empresários de sete dos 13 segmentos do comércio pesquisados. Eles estão mais confiantes no futuro, já que o Índice de Expectativas avançou 1,8 ponto e chegou a 100,2 pontos, voltando a zona de otimismo (superior a 100 pontos).

O Índice de Situação Atual, que avalia a confiança dos empresários no momento, avançou 0,7 ponto e chegou a 93,5 pontos, o melhor resultado desde junho de 2014 (96,5 pontos).

De acordo com a FGV, apesar da melhora do indicador, as expectativas estão relativamente estáveis, depois da forte alta no final de 2017, o que sugere cautela por parte dos empresários.

(Agencia Brasil)

Taxa básica de juros pode sofrer nova redução

A taxa básica de juros, a Selic, pode voltar a ser reduzida na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC), marcada para maio. É o que sinaliza a ata da última reunião do comitê, realizada na última semana, quando a Selic foi reduzida em 0,25 ponto percentual, para 6,5% ao ano. A ata foi divulgada hoje (27), no site do BC. Nessa reunião a Selic passou pelo 12º corte seguido.

“A evolução do cenário básico tornou adequada a redução da taxa básica de juros em 0,25 ponto percentual nesta reunião. Para a próxima reunião [em maio], o comitê vê, neste momento, como apropriada uma flexibilização monetária moderada adicional [redução da Selic de 0,25 ponto percentual]”, diz a ata.

Para o comitê, uma nova redução da Selic reduz o risco de a inflação demorar a chegar ao centro da meta. O Copom lembra que as expectativas de mercado para a inflação em 2018 estão em torno de 3,6%. Para 2019 e 2020, as projeções estão em cerca de 4,2% e de 4%, respectivamente.

A meta de inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA,) é de 4,5% neste ano, 4,25% em 2019 e 4% em 2020. O intervalo de tolerância é de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Entretanto, o comitê ressalta que essa visão de nova redução na Selic na próxima reunião pode mudar e o ciclo de cortes ser interrompido em maio, caso não seja mais necessário reduzir o risco de que a inflação demore a chegar à meta.

Caso o cenário atual se mantenha, o Copom sinalizou para junho a interrupção do ciclo de cortes na Selic, “visando avaliar os próximos passos”.

(Agência Brasil)

Alunos de escola do Rio recebem cenouras em “kit saudável” da Páscoa

2312 1

A Secretaria Municipal de Educação de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, decidiu, nesta semana que antecede o Domingo de Páscoa, presentear os alunos da rede pública de ensino da cidade. No entanto, os tradicionais ovos e bombons de chocolate foram trocados por uma opção saudável: cada criança recebeu um kit com cenouras e uma receita de bolo. O brinde não foi bem aceito e, nas redes sociais, pais e familiares criticaram a medida. A informação é do jornal Extra.

No kit “Páscoa com alimentação saudável”, cada criança recebeu um pacote com algumas cenouras e uma sugestão de receita para bolo de Páscoa impressa e entregue junto com as raízes. Em um documento enviado aos diretores de escolas municipais, a coordenadora de alimentação escolar, da SME, Ana Lucia de Almeida, explica o projeto:

“Prezado diretor. Cumprimentando-o, encaminhamos para que seja implementado nas unidades escolares o projeto ‘Páscoa com alimentação saudável’, onde nessa ação cada aluno deverá receber, simbolizando a páscoa, um kit de cenoura acompanhado de uma receita de bolo (anexo) para ser confeccionado pelas famílias”, diz.

Segundo a coordenadora, o município recebeu uma quantidade maior do que a “usual” de cenoura e, para evitar o desperdício, o alimento deveria ser entregue aos alunos.

“Esclarecemos que essa proposta foi construída em parceria com o Conselho de Alimentação Escolar tendo em vista o quantitativo de cenoura recebido nas unidades escolares divergente da per capita usual. Solicitamos que seja realizado o registro fotográfico desta ação e que seja encaminhado à CAESC por e-mail. Torna-se imprescindível o esclarecimento bem como a união de esforços a fim de que não haja desperdício de gêneros, uma vez que estes são para atendimento efetivo dos alunos”, diz no comunicado aos diretores.

A receita do bolo de cenoura entregue aos alunos leva poucos ingredientes: três xícaras de farinha de trigo, duas xícaras de açúcar, três colheres de fermento, três cenouras grandes — entregues no kit —, uma xícara de óleo e quatro ovos. O passo a passo ainda inclui o modo de preparo.

Nas redes sociais, pais e familiares de alunos não receberam bem a ideia da secretaria de Educação e do conselho de alimentação: “Obrigado senhor prefeito Washington Reis, pelo ótimo presente que o senhor deu para nossas crianças que estudam na Escola Municipal Anton Dwovsak. Que o senhor seja ricamente abençoado por ter abençoado nossas crianças pelas três cenouras murchas para fazermos bolo de cenoura”, ironizou a familiar de uma das crianças.

Outra moradora da cidade compartilhou a foto da prima com o “kit Páscoa saudável” e escreveu sobre o caso: “Olha o que a minha prima ganhou no colégio. Enquanto em outros colégios as crianças estão ganhando bombom, ovinhos de Páscoa, ela simplesmente ganhou cenoura do prefeito. Ela disse que a professora entregou dizendo que o prefeito que pediu para entregar e que era para eles fazerem bolo de cenoura em casa para comer. Minha prima virou coelha agora?”, escreveu.

Em nota, a Prefeitura de Duque de Caxias diz que o prefeito Washington Reis, após ter conhecimento da distribuição de cenouras pela secretaria municipal de Educação aos alunos da rede de ensino, procurou os responsáveis pela pasta em busca de explicações. A secretaria explicou que houve um erro no pedido de cenoura e que, por se tratar de um alimento perecível, a SME decidiu distribuir as raízes aos alunos, para evitar o desperdício.

“A Prefeitura ressalta que não compactua com desperdício, nem tolera o gasto desordenado e irresponsável de dinheiro público. Em nome do prefeito Washington Reis, a Prefeitura lamenta e pede desculpas ao povo de Duque de Caxias, em especial aos nossos 80 mil estudantes e suas famílias”, diz em nota.

Temer só nomeará novos ministros após a Semana Santa, avisa Marun

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que o governo não deverá nomear novos ministros nesta semana. Mesmo com alguns deles deixando suas pastas antes do feriado da Páscoa, os substitutos em definitivo deverão ficar para depois. Com isso, serão nomeados nomes interinos.

“Eu não acredito que soluções definitivas sejam tomadas esta semana. Acredito que aqueles ministros que decidirem se dedicar, a partir de agora, ao processo eleitoral, deverão ser substituídos por ministros interinos. Ficando a montagem final do ministério para semana que vem”, disse Marun.

Todos os ministros que quiserem disputar as eleições deste ano têm até o dia 7 de abril para deixar seus cargos, na chamada desincompatibilização.

Os ministros que provavelmente deixarão seus cargos esta semana, para começarem a se dedicar às eleições deste ano, são os ministros da Saúde, Ricardo Barros e Maurício Quintella, dos Transportes. O ministro do Turismo, Marx Beltrão, deixará o governo depois do feriado, assim como o ministro da Educação, Mendonça Filho, que sairá dia 5 de abril.

A saída de outros ministros também é esperada pelo governo. Dentre eles, estão o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra; de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho; da Integração Nacional, Helder Barbalho; e Esportes, Leonardo Picciani.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, já sinalizou que pode deixar a pasta para concorrer a presidência da República, mas não há ainda uma decisão oficial.

 

(Agência Brasil)