Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Governador de Pernambuco em alta com vitória da Unidos da Tijuca

302 2

Paulo Barros, da Unidos, ao lado de Eduardo Campos, em flash da Setur-PE.

“A maré de sorte do governador Eduardo campos (PSB) parece que não acabou. Nesta Quarta-Feira de Cinzas, o socialista colocou na sua galeria de vitórias mais uma com a escola de samba Unidos da Tijuca, anunciada agora há pouco como campeã do Carnaval do Rio.

Em 2008, o então prefeito do Recife,João Paulo (PT), teve menos sorte com o patrocínio da Mangueira. Apesar de investir R$ 3 milhões na escola carioca, choveu muito na hora do desfile e quase a tradicional escola foi rebaixada.”

(Blog da Folha de Pernambuco)

VAMOS NÓS – Eduardo Campos tem sonhos bem altos. Para ele, essa conquista da Unidos da Tijuca, com patrocínio de sua gestão, lhe garantiu mais espaço nacional e, claro, prestígio político. Ou seja, algo de deixar alguns companheiros de PSB com dor de cotovelo., não é mesmo?

CVM na mira de ex-presidente da Petrobras

198 1

“José Sergio Gabrielli saiu da Petrobras (ou, mais precisamente, foi saído), mas os problemas que lá deixou ainda não o permitem pensar 100% no seu novo projeto – eleger-se governador da Bahia.

Na terça-feira que vem, a CVM julga um processo de uma ”eventual ocorrência de irregularidades em negócios realizados no mercado de futuros da BM&F” em nome de fundos de investimentos geridos pela BBDTVM.

Gabrielli e Almir Barbassa, diretor financeiro da Petrobras, estão entre os acusados.”

(Radar Online)

CNBB lança Campanha da Fraternidade criticando orçamento da saúde

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=SlLMzSrFazY&feature=related[/youtube]

“Com o tema Fraternidade e Saúde Pública, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou hoje (22) a 49ª Campanha da Fraternidade, que pretende sensibilizar os fiéis sobre a situação das pessoas que enfrentam longas filas de atendimento e falta de vagas em hospitais públicos do país. Para o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, não é exagero dizer que a saúde pública no país não vai bem.

De acordo com ele, é preocupante a decisão do governo de cortar cerca de R$ 5 bilhões da área de saúde. “Os problemas verificados na área da saúde são reflexo do contexto mais amplo de nossa economia de mercado, que não tem, muitas vezes, como horizonte, os valores ético-morais e sociais”.

No texto-base da campanha, a CNBB expõe as grandes preocupações da Igreja com relação à saúde pública, como a humanização do atendimento aos pacientes e o financiamento da saúde pública, classificado pela confederação, como “problemático e insuficiente”. A entidade critica ainda a escassez de recursos destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS).

O texto da campanha compara os gastos da saúde no Brasil com o de alguns países em que 70% do que é dispendido na área vêm do governo e 30%, do contribuinte. Já no Brasil, em 2009, o governo foi o responsável por 47% (R$ 127 bilhões) dos recursos aplicados na saúde, enquanto as famílias gastaram 53% (R$ 143 bilhões).

No entanto, segundo dom Leonardo, a Igreja reconhece também alguns avanços na área, como a redução da mortalidade infantil, a erradicação de algumas doenças infecto-parasitárias e o aumento da eficiência da vacinação e do tratamento da aids. “São significativos os avanços verificados nas últimas décadas na área da saúde pública”.

De acordo com o ministro da saúde, Alexandre Padilha, que participou do evento, este ano a saúde terá orçamento 17% maior que em 2011, R$ 72 bilhões. “O aumento de R$ 13 bilhões é o maior aumento nominal que já existiu de recursos para a saúde de um ano para o outro, desde o ano 2000. O meu papel como ministro não é ficar esperando os recursos virem, mas, sobretudo, fazer mais com o que temos”.

Segundo ele, o debate sobre o financiamento da saúde continua e será mais amplo com o apoio da campanha da fraternidade. O ministro disse ainda que o contingenciamento de R$ 5 bilhões, com o corte do Orçamento anunciado pelo governo na semana passada, não afetará nenhum programa da pasta. “Tudo o que estava programado pelo Ministério da Saúde e foi encaminhado para o Congresso Nacional está absolutamente mantido”.

Segundo o membro do Conselho Nacional de Saúde Clóvis Boufleur, a campanha da fraternidade pretende efetivar a participação de conselhos estaduais e municipais de saúde. Entre os temas que serão debatidos nos conselhos, está a violência, a obesidade e a gravidez na adolescência. “A violência dentro de casa se transformou em um problema de saúde. A partir dos 4 anos de idade, os acidentes e a violência são as principais causas de mortes de crianças e jovens”.”

(Agência Brasil)

Alô, cineastas cearenses!!

Da Comissão Organizadora do I Festival Internacional de Cinema de Campos do Jordão, recebemos a seguinte nota:
Estão abertas as inscrições de filmes para a mostra competitiva do I Festival Internacional de Cinema de Campos do Jordão. Serão aceitos filmes do gênero comédia produzidos entre 2010 e 2012 e a inscrição dos trabalhos deve ser feita até 23 de março. Uma comissão indicada pelo Instituto São Paulo de Arte e Cultura e pela Prefeitura Municipal de Campos do Jordão selecionará 15 longas e 15 curtas-metragens brasileiros e estrangeiros que serão exibidos entre os dias 27 de abril e 5 de maio.
O festival terá também uma mostra paralela homenageando a história do cinema de comédia no Brasil e no mundo e ainda uma seleção de filmes para jovens e adolescentes, com longas, médias e curtas-metragens produzidos para cinema, TV e internet. A curadoria do evento está a cargo do cineasta André Sturm, diretor do MIS – Museu da Imagem e do Som.

SERVIÇO

Para se inscrever, os candidatos devem acessar o site do festival – www.cinemaemcamposdojordao.com.br – e preencher a ficha de inscrição. Assim que o documento estiver completo, ele deverá ser impresso e assinado em duas vias pelo responsável legal do filme no Brasil.

Um alerta e a pressão da bancada evangélica

250 6
Com o título “O Triunfo da religião?”, eis artigo da professora Sandra Helena, da Universidade de Fortaleza. Ela aborda as idas e vindas do governo federal diante de pressões da bancada evangélica. Confira:

“Seja realista, peça o impossível”. Volto mais uma vez à sugestiva frase dos muros do maio de 68 em Paris. Se considerarmos que o sentido de uma ação se esclarece a partir dos meios empregados para atingir um fim, a ação política contém uma ambiguidade peculiaríssima: seus fins são, via de regra, justificáveis ou não, do ponto de vista dos ideais, ideologicamente, como se costuma dizer, enquanto os meios o são instrumentalmente, a saber, do ponto de vista de sua capacidade de alcançar esses fins.

Sim é isso mesmo: os fins justificam meios. Se isso é discutível em termos da moralidade privada, é incontornável no âmbito do “ethos” da política. Creio que foi por isso que Aristóteles recusou o idealismo de Platão e sentenciou que ou o ideal é atingível para o comum dos homens, ou permanecerá apenas um ideal impossível. Considerar a política como arte do possível, entretanto, nem de longe significa cair no colo de um pragmatismo tosco, o tipo das “políticas do real” que amiúde vemos por aqui e por ali.

Indiscutivelmente, os governos Lula, e agora Dilma, reposicionaram um ideal até bem pouco tempo tomado como impossível: erradicação da fome e da miséria extrema em nosso País. A isso Dilma acrescentou o saudável ideal de País de classe média. É sobretudo em função desses fins supremos que se deve julgar a maior ou menor racionalidade das alianças, das estratégias político-administrativas e dos resultados. Ok.

O visível constrangimento do ministro Gilberto Carvalho pedindo “perdão”, pasmem, à bancada evangélica por declarações bastante razoáveis durante o Fórum Social em Porto Alegre, quando mencionou a necessidade de o Estado disputar ideologicamente a chamada nova classe C, (o que é que tem demais nisso?) não deve passar em branco. Aos poucos vemos um silencioso-ruidoso crescimento da intolerância religiosa mais obscurantista, alimentando-se justamente da laicização do Estado que os mesmos atores combatem.

Podemos estar criando corvos. Em plena aurora do século XXI, quando as clínicas de medicina reprodutiva fazem cotidianamente diagnóstico genético pré-implantação selecionando os melhores embriões para diminuir riscos na gravidez, uma ministra não pode nem mencionar a palavra aborto que um bispo a chama de “mal-amada”. Depois do STF julgar legítima a união homoafetiva, o belo vídeo do Ministério da Saúde tem que ser retirado do ar. Do perdão podemos passar à heresia.

O poder de barganha da bancada de Deus assombra o governo como um espectro. Até aqui os compromissos de segundo turno têm sido honrados. Mas é bom considerar que, quando a religião institucional triunfa, todos perdem. Exemplos não faltam. É tempo e hora de voltar a exigir o impossível, ampliando os fins, readequando os meios. É preciso não temer os religiosos. É sim preciso enfrentá-los no campo democrático, nos debates, nos referendos, nos plebiscitos, nos parlamentos. É hora de ver se o fim, nesse caso, realmente justifica o acovardado meio. Deus? Não temais. Ele não tem nada a ver com isso.

* Sandra Helena de Souza

sandraelena@uol.com.br

Professora de Filosofia e Ética da Unifor

Senai investirá R$ 3 bi em educação profissional até 2014

“O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) pretende investir R$ 3 bilhões até 2014 na expansão de sua rede de educação profissional, que oferece atualmente 3 mil cursos de aprendizagem, qualificação e aperfeiçoamento técnico nas 471 unidades fixas e 326 unidades móveis espalhadas pelo país. Metade do dinheiro sairá de empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O diretor-geral do Senai, Rafael Esmeraldo Lucchesi Ramacciotti, ex-secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia, adiantou que a maior parte do investimento será concentrada nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, em razão da nova geografia econômica do Brasil, provocada pela melhor distribuição territorial da indústria.

Exemplo disso, segundo ele, é a inversão de R$ 170 milhões que o Senai fará em Pernambuco, nos próximos três anos, em qualificação profissional para a indústria e na disseminação de inovação tecnológica. A medida foi dada na semana passada pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, ao governador do estado, Eduardo Campos.

O investimento se justifica, de acordo com o dirigente do Senai, porque muito projetos industriais estão sendo implantados em Pernambuco, principalmente nos setores automotivo, farmacoquímico, naval e de petróleo, que vão gerar mais de 30 mil empregos, e falta mão de obra especializada para atender à demanda. O objetivo do Senai, segundo ele, é apoiar a competitividade da indústria no estado.

Rafael Lucchesi disse que a carência de mão de obra qualificada é muito grande no país, além de a pouca oferta de trabalhadores formados ser mal distribuída.Isso leva o Senai a investir em educação, que “tem efeito direto na melhoria da produtividade e na promoção de novas tecnologias”. E a inovação, acrescentou, é fundamental na conquista de vantagens como a diferenciação de produtos, incorporação de funcionalidades e até mesmo a concepção de novos produtos e modelos de negócios.

Esse é o tema de um trabalho desenvolvido desde 1942, ano de criação do Senai, adiantou Lucchesi. Segundo ele, em 70 anos de atuação a instituição investiu na competitividade das 28 áreas da indústria e  preparou, até o fim do ano passado, 55 milhões de profissionais.

O diretor lembrou que outro aspecto importante no desempenho do Senai é a atuação disseminada em quase metade dos 5.565 municípios do país. E essa capilaridade, acrescentou, deve aumentar, em virtude das necessidades geradas por uma economia em constante expansão e que deve investir quase US$ 650 bilhões  (R$ 1,114 trilhão a preços de hoje) no período 2011-2015.”

(Agência Brasil)

Senado vai debater emenda que amplia competências do CNJ

275 1

“A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) realiza no dia 28 às 14 horas, audiência pública para orientar a votação de proposta de emenda à Constituição que explicita e amplia as competências do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da Corregedoria Nacional de Justiça (PEC 97/2011). Embora o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha reconhecido em julgamento recente a prerrogativa do CNJ para abrir investigação contra juízes sob suspeição, os senadores entendem que o assunto deve constar do texto constitucional – e de maneira mais abrangente.

Foi convidada para essa audiência pública a atual corregedora nacional de Justiça, Eliana Calmon. Ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ela está no centro do debate sobre o CNJ desde que entrou em conflito com associações de magistrados por defender o poder do conselho de agir independentemente de tribunais e suas corregedorias quanto à análise de denúncias e processos contra juízes.

Também foram convidados o ex-presidente do Supremo, Nelson Jobim e o juiz do trabalho Paulo Schimidt, vice-presidente da Associação Nacional dos Magistrados do Trabalho (Anamatra).

De iniciativa do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), a PEC 97/11 já conta com voto favorável do relator, senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que elaborou substitutivo Substitutivo é quando o relator de determinada proposta introduz mudanças a ponto de alterá-la integralmente, o Regimento Interno do Senado chama este novo texto de “substitutivo”. Quando é aprovado, o substitutivo precisa passar por “turno suplementar”, isto é, uma nova votação. condensando o texto da proposta e de emenda apresentada pelo senador Humberto Costa (PT-PE).”

(Agência Senado)

Se você tem picape Frontier, fique atento!

“A Nissan do Brasil convocou nesta quarta-feira (22) um recall de 35.280 unidades da picape Frontier produzidas desde 2007 (veja os números de chassis no fim da matéria). O motivo principal do chamado, segundo a montadora japonesa, é o “mau funcionamento na junção da coluna e da caixa de direção, que pode levar ao desgaste do encaixe estriado e, assim, diminuir a sua durabilidade com o uso em condições severas”.

– Em casos raros, pode ocorrer uma falha na mecânica da direção. Após a inspeção, se necessário, a Nissan trocará junta da coluna e a caixa de direção. O fabricante também informou que, além do possível problema na coluna de direção, o recall envolve a inspeção do parafuso da trava do capô.

– A Nissan identificou que não houve a aplicação do torque necessário em algumas unidades, o que, em alguns casos, pode ocasionar a abertura da peça com o carro em movimento e em velocidade de rodovias. A inspeção irá verificar se há necessidade de aplicação do torque correto ou se o parafuso deverá ser trocado por outro.

A marca informou que o problema foi identificado após relatos de clientes no Brasil e no exterior, mas que não houve acidentes no País. A eventual troca dos componentes será realizada sem custos em qualquer concessionária Nissan do Brasil. O serviço pode ser agendado a partir desta quarta-feira.

Para sanar dúvidas, a Nissan disponibiliza o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), no telefone 0800 011 1090, ou ainda pelo site nissan.com.br. O recall da picape Frontier envolve os seguintes números de chassis.”

– Entre 94DVDUD409J030319 e 94DVCUD40CJ991448.
– Entre 94DVDUD409J030319 e 94DVCUD40CJ877692.
– Entre MNTVCUD4086000002 e MNTVCUD4086004932.

 (R7.com)

Simon pede a Dilma ficha limpa em altos cargos no Governo

Passado o Carnaval, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) vai insistir na sugestão já feita à presidente Dilma Rousseff de que baixe um decreto exigindo que os indicados para cargos de confiança do Executivo tenham ficha limpa — com os mesmos requisitos da lei confirmada pelo Supremo Tribunal Federal para os candidatos às eleições em todos os níveis.

A informação é da coluna “Informe JB”, do Jornal do Brail Online, acrescentando que, de acordo com Simon, Dilma Rousseff poderá, a partir de agora, marcar um novo Brasil, “governando com osresponsáveis e com os mais dignos”.

O senador sugeriu à presidente da República que, “pelo amor de Deus”, adote por decreto a exigência de ficha limpa.

Carnaval do Rio – Apuração começa às 15h45

“A partir das 15h45 começa a apuração para definir a campeã do carnaval carioca de 2012. Os resultados do Grupo Especial serão divulgados na Praça da Apoteose, centro da cidade.

As duas últimas agremiações na lista de classificação serão rebaixadas para o Grupo de Acesso A. A primeira classificada desse rol será promovida ao Grupo Especial para os desfiles de 2013. Em 2011, não houve rebaixamento por causa do incêndio na Cidade do Samba, na zona portuária, que destruiu os barracões de três escolas.

Cada escola terá descartada a menor nota de cada quesito. O último quesito anunciado será o primeiro usado para o desempate entre mais agremiações que tenham conseguido o mesmo número de pontos.

O sorteio para definir a ordem de abertura dos envelopes dos dez quesitos ocorrerá por volta das 11 horas, na Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro.

No ano passado, a escola vencedora do Grupo Especial foi a Beija-Flor de Nilópolis com o enredo A Simplicidade de Um Rei, seguida da Unidos da Tijuca, com o enredo Esta Noite Levarei Sua Alma, e da Mangueira, com O Filho Fiel, Sempre Mangueira.”

(Agência Brasil)

Bolsa Família – Beneficiário com pagamento bloqueado deve atualizar cadastro até dia 29

“Os beneficiários do Bolsa Família que não receberam o benefício em janeiro e fevereiro têm até o próximo dia 29 para atualizar os dados cadastrais. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), os responsáveis pelas famílias devem procurar a prefeitura a fim de confirmar ou alterar as informações que constam do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e evitar o cancelamento do pagamento em março.

O ministério informou que 729 mil famílias tiveram os benefícios bloqueados por não atualizar as informações no Cadastro Único. A atualização cadastral é periódica e funciona como um dos mecanismo de controle do programa de transferência de renda, que atende a 13,3 milhões de famílias.

O governo determinou que os beneficiários dos municípios afetados pelas enchentes em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e Espírito Santo, cujas prefeituras decretaram estado de emergência ou de calamidade pública, não tivessem o recurso bloqueado. Mas é importante que as famílias procurem o gestor municipal o mais rápido possível para fazer a atualização cadastral.

Segundo o MDS, no início de cada ano, o ministério identifica todas as famílias com cadastros sem atualização nos últimos dois anos e publica a relação no Sistema de Gestão Integrada do Programa Bolsa Família. Também emite avisos nos extratos bancários dos beneficiários para que façam a atualização e não tenham os benefícios bloqueados.

O programa atende famílias com renda por pessoa de até R$ 140 por mês. Os valores dos benefícios variam de R$ 32 a R$ 306, de acordo com o perfil de renda e o número de integrantes. As famílias precisam manter os filhos na escola, a agenda de saúde em dia e atualizar, pelo menos a cada dois anos, os dados de renda, número de integrantes, endereço e escola dos filhos.”

(Agência Brasil)

Bancos atendem a partir do meio-dia desta 4ª feira

“Os bancos voltarão a funcionar a partir das 12 horas desta Quarta-feira de Cinzas (22), segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). As contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo, por exemplo) e os carnês que venceram durante o carnaval poderão ser pagos, sem a incidência de multa, na quarta (22).

A população também poderá usar os canais alternativos de atendimento para as operações bancárias, como caixas eletrônicos, Internet Banking, Mobile Banking, banco por telefone e correspondentes (casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados).

Os tributos, normalmente, já estão com a data de pagamento ajustada conforme o calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais.

Os clientes podem ainda agendar nos bancos o pagamento das contas de consumo ou pagá-las (as que têm código de barras) nos próprios caixas automáticos ou nos correspondentes. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser agendados ou pagos por meio do Débito Direto Autorizado.”

(Agência Brasil)

PDT e PR cobram mais espaço no Governo

“A presidente Dilma Rousseff vai inciar, depois do carnaval, uma série de encontros com partidos da base aliada, em especial com as bancadas da Câmara. A promessa foi feita na reunião do Conselho Político, e os encontros devem ocorrer em março.

As conversas servirão para resolver “contenciosos”, como o espaço do PDT e até do PR no primeiro escalão do governo.

O PDT já não esconde mais a insatisfação com a demora na escolha de um nome da sigla para ocupar do Ministério do Trabalho, onde o interino Paulo Roberto Pinto está desde o início de dezembro, quando Carlos Lupi deixou o cargo. Na semana passada, o próprio Lupi disse que trataria do assunto com o Palácio do Planalto.

O incômodo do PDT tem aparecido nas sessões da Câmara. O partido tem ameaçado votar contra o projeto que cria o Regime de Previdência Complementar do Servidor Público da União (Funpresp).

* Do O Globo, leia em PDT e PR cobram mais espaço no governo 

DETALHE – O líder do PDT na Câmara é o cearense André Figueiredo.

Campanha da Fraternidade – Arcebispo de Fortaleza faz lançamento nesta 5ª feira

O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio de Aparecido Tose, é aguardado nesta quarta-feira do Acre, onde cumpre missão desde a última semana. A assessoria da Arquidiocese já informou que ele vai lançar, a partir das 9 horas desta quinta-feira, a Campanha da Fraternidade 2012.

O ato ocorrerá no Centro Pastoral Maria Mãe da Igreja durante entrevista coletiva.

Neste ano, a Campanha da Fraternidade, com lançamento oficial nesta quarta-feira pelo Papa Bento XVI, em pronunciamento para o Brasil, tem como tema central “Fraternidade e Saúde Pública”.

A CNBB baterá, mais uma vez, na tecla da necessidade de o Brasil investir em saúde e democratizar o atendimento de qualidade.

Programa da declaração do IR 2012 estará à disposição a partir do dia 24

A Receita Federal vai disponibiizra o programa de computador para o preenchimento da declaração a partir das 18 horas do próximo dia 24. O programa estará na página da Receita Federal na internet e, para ter direito à restituição nos primeiros lotes, os declarantes devem preencher e enviar o formulário eletrônico logo no início do prazo. As pessoas com idade acima de 65 anos têm prioridade. A regra não vale se forem constatadas inconsistências ou pendências na declaração.

Se der certo em 2012, a Receita Federal pretende liberar o programa gerador da declaração antes do prazo nos próximos anos para facilitar o preenchimento pelo contribuinte. Segundo o supervisor do Programa do Imposto de Renda, Joaquim Adir, com a antecipação o contribuinte poderá fazer a declaração com tranquilidade e se familiarizar com o aplicativo.

As pessoas físicas que preencherem a declaração nesses dias terão, no entanto, que esperar até março para enviar o documento. O prazo para a entrega do documento será de 1º de março a 30 de abril pela internet ou em disquetes nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil. A Receita informou ainda que o prazo para as empresas entregarem a declaração com a relação de rendimentos pagos aos trabalhadores (o total do recolhimento em impostos e os descontos) termina no dia 29 de fevereiro.

A Receita espera receber este ano mais de 25 milhões de declarações. Segundo Joaquim Adir, além da recomposição salarial, houve o ingresso de trabalhadores no mercado de trabalho. Em 2011, foram enviados 24,37 milhões de documentos. As regras para a Declaração do Imposto de Renda 2012, foram publicadas no início de fevereiro no Diário Oficial da União.”

(Com Agêcia Brasil)

CNBB lança nesta quarta-feira campanha ‘Fraternidade e Saúde Pública’

131 2

O secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, dom Leonardo Ulrich Steiner, abre nesta quarta-feira (22), às 14 horas, na sede da CNBB, em Brasília, a Campanha da Fraternidade-2012. O tema da campanha deste ano é “Fraternidade e Saúde Pública” e o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra”, tirado do livro do Eclesiástico, da Bíblia.

O ministro da saúde, Alexandre Padilha, confirmou sua presença. Além dele, participarão do ato de abertura da CF o sanitarista Nelson Rodrigues dos Santos; o gestor de Relações Institucionais da Pastoral da Criança e membro do Conselho Nacional de Saúde, Clovis Boufleur; e o cirurgião e membro da equipe de assessoria da Pastoral da Saúde do Conselho Episcopal Latino-Americano, André Luiz de Oliveira.

A CF-2012 tem como objetivo geral “refletir sobre a realidade da saúde no Brasil em vista de uma vida saudável, suscitando o espírito fraterno e comunitário das pessoas na atenção aos enfermos”, e mobilizar a administração pública e a população por uma melhoria no sistema público de saúde.

Desde 1964

Realizada desde 1964, a Campanha da Fraternidade mobiliza todas as comunidades católicas do país, e procura envolver outros segmentos da sociedade no debate do tema escolhido. São produzidos vários materiais para uso das comunidades com destaque para o texto-base, produzido por uma equipe de especialistas.

A campanha ocorre durante todo o período da Quaresma que, segundo o secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, “é o caminho que nos leva ao encontro do Crucificado-ressuscitado”.

Na apresentação do texto-base, dom Leonardo explica que, com esta Campanha da Fraternidade, a Igreja quer sensibilizar as pessoas sobre a “dura realidade de irmãos e irmãs que não têm acesso à assistência de saúde pública condizente com suas necessidades e dignidade”.

(Jornal do Brasil – JB)

EM FORTALEZA, a campanha será lançada nesta quinta-feira pelo arcebispo, dom José Antônio. No Centro Pastoral Maria Mãe da Igreja, a partir as 9 horas.

O eterno rebelde sem causa

189 2

Em artigo publicado neste sábado (18), no O POVO, o editor adjunto do Núcleo de Conjuntura do O POVO, Luis Henrique Campos, diz que o PT corre o risco de perder Fortaleza, porque não perdeu o jeitão de oposição dos anos de 1980, apesar de três mandatos presidenciais e diversos mandatos estaduais e municipais. No poder, a oposição ocorre internamente. Confira:

Com 32 anos completados no último fim de semana, o Partido dos Trabalhadores (PT) não conseguiu se desvencilhar do trauma que marcou a sua criação e o seu crescimento.

Surgido em meio às graves do ABC paulista, nos idos dos anos 1980, quando o País vivia à sombra do período ditatorial, a legenda da estrela vermelha foi marcada pela luta em benefício dos menos favorecidos, o que lhe conferiu a possibilidade da conquista de três mandatos presidenciais e de diversas gestões municipais e estaduais.

A experiência no poder foi fundamental para que o partido passasse a encarar outras visões de mundo, antes restritas às conquistas por meio de ações radicais e pouco abertas ao diálogo.

Nem isso, porém, foi capaz de fazer com que o PT perdesse da sua origem a condição de eterno grupamento político afeito a duras disputas internas, muitas vezes mais virulentas do que até mesmo com seus adversários externos. Essa trajetória complexa é responsável por se entender o porquê de atitudes que o fazem um partido pulsante, mas também autofágico em não raros momentos.

A eleição de 2012 em Fortaleza é um exemplo disso. Como explicar que o PT, com a prefeitura na mão, o apoio do governador do Estado, e sem oposição, se encontre hoje sob o risco de perder o comando da gestão da Capital? Situação típica de um grupo que não teve o discernimento para compreender que na democracia não se governa sozinho, sem ouvir os aliados, e se fechando para o diálogo. Em relação ao governador, quantas vezes teve que engolir em seco provocações em nome da manutenção dessa aliança? De divergências administrativas a ameaças veladas, não faltaram gestos ofensivos da prefeitura para com o governo.

O resultado é o que vemos agora. Como disse Cid, ele, ao defender praticamente sozinho dentro de seu partido a manutenção da aliança com o PT, ainda é alvo de ataques de membros da legenda. Parece ficar claro que o PT é incapaz de viver na calmaria, mesmo com o vento a seu favor. Cresceu, tornou-se adulto, mas não perdeu a rebeldia, muitas vezes sem causa, da juventude. Se isso é bom ou ruim, tirem suas conclusões.

Dilma a la bombeiro?

A presidente Dilma Rousseff mandou comunicar às assessorias do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza, nesta sexta-feira (17), que alterou a agenda a ser cumprida dia 27 próximo, ao Ceará.

Além de visitar as obras do Projeto Metrofor – Estação de Maracanaú, e o Trecho V, do Eixão das Águas, em Caucaia, incluiu escala no Projeto Vila do Mar, no Grande Pirambu, que é obra da Prefeitura.

Dilma resolveu mexer na programação, segundo fontes de Brasília, depois que se inteirou do clima pesado entre PT e PSB por conta de ânimos acirrados entre o governador Cid Gomes e o senador José Pimentel. Cid reagiu à crítica do petista de que o Estado teria devolvido recursos federais por falta de projetos. O que se informa é que Dilma não gostou do bate-boca.

(O POVO / Vertical)