Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

PMDB indica Garibaldi Alves para Previdência Social

“O líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), anunciou no início da tarde que o indicado do partido para o ministério da Previdência será o senador reeleito Garibaldi Alves (RN). A confirmação de Garibaldi foi feita por meio do microblog twitter e deverá ficar na cota da bancada do Senado.

“Garibaldi será o nome do PMDB para o ministério da Previdência. Eu, Garibaldi e Renan acabamos de acertar a indicação.Temer levará a Dilma”, diz Henrique Eduardo Alves no post.

Hoje, o presidente do partido e vice-presidente eleito, Michel Temer, almoçou com a presidente eleita Dilma.

Não há, até o momento, nenhuma confirmação de que ela teria aceitado o nome do senador.

Além da Previdência, o PMDB do Senado também deve ficar com o Ministério de Minas e Energia, que deverá ser comandado no próximo ano por Edison Lobão.

Por outro lado, a bancada da Câmara deve ficar com Agricultura e Turismo. Na Agricultura, o nome mais cotado é o do atual ministro Wagner Rossi, aliado de Temer. Para o Turismo, o partido deve indicar o deputado Pedro Novais.”

(Blgo do Noblat)

CNI expõe na Fiesp modelo de Responsabilidade Social

O presidente do Conselho de Administração do Sebrae/CE e coordenador da Comissão Temática de Responsabilidade Social da CNI, Jorge Parente, é convidado do Seminário ISO 26000 – Responsabilidade Social. O encontro ocorrerá nesta quarta-feira, em São Paulo, no auditório da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp).

Jorge Parente ali estará também na condição de representante do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson de Andrade.

Na ocasião, ele vai expor o trabalho que tem feito nessa área na entidade. Jorge, aliás, foi reconduzido para a coordenação da Comissão Temática de Responsabilidade Social da CNI.

Lula diz que vetará projeto de partilha do Pré-sal

“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje no Rio que vai vetar o projeto de lei aprovado no Congresso Nacional, que prevê a divisão dos recursos dos royalties do petróleo por todos os estados, independentemente de serem ou não produtores. Segundo Lula, o governo federal editará medida provisória restabelecendo o teor da proposta encaminhada ao Congresso.

“Eu pretendo, ao receber a proposta do Congresso, vetar e colocar, para que votem, a medida provisória que foi a razão do acordo”, disse, no Rio, durante o lançamento do Cartão Família Carioca, no Palácio da Cidade.

Lula criticou a modificação do projeto enviado aos congressistas. A proposta do governo previa a manutenção do modelo atual de distribuição para as áreas atualmente em exploração e para as já licitadas do Pré-Sal.

“Construímos uma proposta que era a melhor, em que o Rio sairia ganhando e cederia um pouco para todo o Brasil ganhar. Quando chegou ao Congresso Nacional, o relator, pensando eminentemente na questão eleitoral, fez a proposta Ibsen Pinheiro”, afirmou.

De acordo com o presidente, o pré-sal recebe o suficiente para garantir os estados produtores e a participação dos demais. “A União ficará com uma grande parte de recursos para Educação, Saúde, Ciência e Tecnologia. Temos de torcer para que a Petrobras tenha toda a sorte do mundo e que o governantes distribuam de forma justa as riquezas do pré-sal”, disse Lula.”

(Veja Online)

Jogos Escolares – Delegações de handebol e basquete masculino viajam para Goiânia

O Ceará está participando dos Jogos Escolares que, neste ano, ocorrem em Goiânia (GO). Nesta tarde de terça-feira, embarcou a delegação masculina de handebol, representada pelo Colégio Darwin. Também seguiu a equipe de basquete masculino formad pelos alunos do Colégio Batista.

Os grupos estão otimistas quanto ao certame que, para tais modalidades, começa nesta quarta-feira e vai até o próximo dia 12.

(Foto – Paulo MOska)

Aécio anuncia novo PSDB para 2014

113 1

“Em entrevista gravada para o programa Roda Viva, na tarde de [ontem], o ex-governador mineiro e senador eleito Aécio Neves falou com entusiasmo de uma nova cara do PSDB para 2014, que em nada lembra o partido derrotado pela terceira vez consecutiva nas eleições presidenciais deste ano.

Este partido tem a cara dele, é claro, mas Aécio tomou todo o cuidado do mundo para não personificar a tese da ”refundação” do PSDB e não antecipar as discussões sobre o nome dos tucanos para 2014, antes mesmo que a presidente eleita Dilma Rousseff, tome posse.

Depois de três semanas de férias, o ex-governador voltou bronzeado, animado e afiado no discurso para assumir o papel de principal líder da oposição assim que o Congresso Nacional reabrir suas portas no começo de fevereiro.

Diálogo com todas as forças políticas, reformas constitucionais, meritocracia no funcionalismo público, aproximação com os sindicatos, ética na política, resgate das bandeiras da social-democracia, defesa das privatizações feitas no governo FHC: Aécio voltou com o cardápio completo de futuro candidato que, por enquanto, só quer discutir o programa do partido.

Para não perder tempo, acompanhado apenas da fiel assessora de imprensa Heloísa Neves, Aécio almoçou antes do programa com o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin, e saiu dos estúdios da TV Cultura direto para uma conversa com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o primeiro político a lhe telefonar quando saiu de férias após a campanha eleitoral.

O diálogo com a oposição começa nesta terça-feira, em Brasília, num jantar já marcado com o governador reeleito de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, um dos seus intelocutores preferidos.

Os dois vivem se elogiando mutuamente e seus nomes estão em todas as listas de presidenciáveis para 2014, apontados como as novas grandes lideranças políticas do pós-Lula. No Brasil, como sabemos, mal acaba uma campanha eleitoral, e já começa a discussão de nomes para a próxima.

Num momento em que “tem muita gente tirando senha na fila para dinamitar pontes”, como disse na entrevista, Aécio quer desde já ser ele mesmo a ponte com partidos que estiveram “do outro lado” na eleição nacional, mas o apoiaram em Minas, como é o caso do PSB e do PDT.

É o ponto de partida para romper o crescente isolamento dos tucanos que esvaziou seus palanques em 2010, na maior parte do país. “Sou um tucano, como vocês sabem…”, brincou Aécio, que evitou as bolas divididas.

O senador eleito, porém, admitiu erros na última campanha presidencial, como incorporar o discurso conservador e temas religiosos no segundo turno. “Isto foi um retrocesso, não só para o partido como para o país. Não deve se repetir”.

De bem com a vida, Aécio constatou que “está faltando arte na política”, citando várias vezes seu avô Tancredo Neves para contornar perguntas sobre o fato de ser “a bola da vez” na oposição, depois de se ver passado para trás na fila tucana em 2006 e 2010.

“Um ensinamento de Tancredo foi nos mostrar que, em política, as oportunidades têm que surgir naturalmente, não podem ser uma obsessão, um desejo pessoal”. O entrevistado riu quando comentei que, às vezes, isto acontece…

Aécio garantiu que não quer disputar nenhum cargo no partido, e só pensa no momento em exercer seu mandato de senador. Como bom mineiro, sabe que precisa agir com cuidado porque José Serra ainda não desistiu nem de controlar o PSDB nem de uma nova candidatura presidencial.”

(Blog do Noblat)

Unilab abre inscrições

73 2

“Estão abertas, até o próximo dia 22, as inscrições ao processo seletivo para ingresso nos cursos de graduação da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), sediada em Redenção, no Ceará. Podem concorrer estudantes de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. As inscrições devem ser apresentadas nas missões diplomáticas brasileiras naqueles países e o processo seletivo será realizado sob a coordenação da Pró-Reitoria de Graduação da Unilab.

Estão sendo oferecidas 180 vagas distribuídas entre os cursos de Agronomia (bacharelado), Administração Pública (bacharelado), Ciências da Natureza e Matemática (licenciatura), Enfermagem (bacharelado) e Engenharia de Energias (bacharelado). As vagas serão distribuídas de forma equitativa entre os seis países, cabendo um máximo de 30 vagas por país ou seis por curso. Caso não sejam preenchidas as vagas disponibilizadas para um ou mais países, elas serão remanejadas para outro em que haja candidatos aprovados.

De acordo com o Edital nº 1-Unilab/2010, o candidato interessado em ingressar na universidade em 2011 deve seguir os seguintes procedimentos: preencher o formulário de inscrição, a declaração de compromisso, e redigir uma Carta de Motivação. Além desses documentos, deve apresentar o passaporte, vias originais do histórico escolar com a relação das disciplinas cursadas e notas obtidas durante todos os anos do Ensino Médio, além do certificado de conclusão do Ensino Médio realizado em seu país ou em outro, que não seja o Brasil; certidão de nascimento; original de atestado de saúde física e mental com no mínimo 90 dias de expedido e providenciar documentação que comprove meios de subsistência.

No ato da inscrição, que é gratuita, o candidato poderá optar por dois cursos de graduação, mas somente concorrerá ao curso da Opção 2 caso as vagas para este não tenham sido preenchidas por candidatos de Opção 1. Quando da divulgação dos resultados, será anunciado o período, local e horário de matrícula dos classificados.”

SERVIÇO

 O edital completo, com todas as informações sobre o processo seletivo, pode ser acessado no site www.unilab.ufc.br

(Site da UFC)

DETALHE – A Unilab teria sede para ser inaugurada pelo presidente Lula quando da visita dia 13 próximo. A obra, no entanto, não ficou pronta.

Ex-porta-voz de Lula será sabatinado na Rádio POVO/CBN e dará palestra sobre Conjuntura

O jornalista Ricardo Kotscho, que foi o porta-voz do governo federal no primeiro mandato de Lula, estará em Fortaleza no próximo dia 13. Aqui, ele vem ser sabatinado, a partir das 11 horas, no projeto “Debates Especiais Grandes Nomes”, da rádio O POVO CBN (AM 1010)

Também, ele aproveitará e dará palestra, a partir das 19 horas do mesmo dia, no Gran Marquise Hotel, sobre o tema “A Nova Conjunturta Política e Econômica do Brasil Pós-Eleição”. A promoção é da VSM Comunicação e do Instituto Frutal.

Ministro da Pesca visita o Ceará

O ministro da Pesca e Aquicultura, Altemir Gregolin, cumprirá agenda em Fortaleza, nesta quarta-feira. Ele vem entregar, na Barra do Ceará, o barco-escola do Instituto de Ciências do Mar (Labomar), da Universidade Federal do Ceará e mais três caminhões frigoríficos para as prefeituras de Cascável e Barroquinha e para a Associação dos Piscicultores de Nova Jaguaribara.

Altemir Gregolin também vai estar na quinta-feira inaugurando o terminal pesqueiro da cidade de Camocim, que foi totalmente reformado. O investimento, de R$ 10 milhões, inclui a instalação de uma câmara frigorífica.

Confirmado no Ministério da Defesa, Jobim prepara secretaria para cuidar de aeroportos

“O ministro Nelson Jobim vai continuar no comando do Ministério da Defesa a partir do próximo dia 1º de janeiro, quando a presidente eleita, Dilma Rousseff, assumir o governo. Dilma também decidiu que vai mesmo criar uma secretaria só para cuidar da infraestrutura dos aeroportos e da aviação civil. Na tarde de segunda-feira, Jobim confirmou aos membros do Conselho Nacional de Aviação Civil (Conac) o projeto da presidente eleita. 

A Secretaria Especial da Aviação Civil será ligada à Presidência da República e vai abrigar a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), a Secretaria de Aviação Civil (SAC) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A intenção é deixar essa secretaria fora da partilha político-partidária da base aliada. A criação da secretaria especial deve ser acompanhada da abertura do capital da Infraero, o que daria mais agilidade à empresa estatal e multiplicaria as fontes de investimentos em aeroportos.”

(Agência Estado)

Ceará em quarto no ranking da educação no NE

886 2

“Dez Estados brasileiros alcançaram resultados no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa, na sigla em inglês) melhores que a média nacional. Todos eles estão nas regiões Sul e Sudeste, com exceção do primeiro lugar: o Distrito Federal, que já foi campeão do Pisa 2006 e agora obteve 439 pontos na média das três áreas avaliadas.

No último lugar do ranking, aparece Alagoas, com 354 pontos, seis a menos que sua última média. O Estado perdeu pontos em ciências e leitura e melhorou um pouco em matemática. A maioria dos Estados, no entanto, teve resultado significativamente melhor que os de 2006. O Maranhão, último colocado naquele ano, conseguiu aumentar em 43 pontos sua média em leitura – ainda assim, mantém-se como penúltimo no ranking brasileiro.

(Estadão)

IBGE – Ceará é o segundo em queda na produção industrial

“De setembro para outubro deste ano, a produção industrial brasileira cresceu em 4 dos 14 estados e regiões pesquisados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os destaques da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgados hoje (7), foram para os estados da Bahia, com crescimento de 5,4%, e do Espírito Santo, onde a produção cresceu 3,8 %.

Na comparação com outubro de 2009, a produção industrial avançou 2,1%, e no acumulado do ano, 11,8%, o mesmo índice do acumulado dos últimos 12 meses. Segundo o IBGE, os resultados de outubro indicam uma clara perda de ritmo do crescimento da produção industrial, frente aos números no primeiro e terceiro trimestres de 2010, na comparação com igual período do ano anterior.  

O Rio de Janeiro, com 0,7%, e Minas Gerais, com 0,1%, foram os outros dois resultados positivos de outubro. No estado de Santa Catarina, o crescimento da produção industrial foi zero, o mesmo índice observado em setembro. Os demais locais registraram taxas negativas, com destaque para o Paraná, com queda de 7,6%, Ceará (-5,9%), Goiás (-4,5%) e o Amazonas (-3,3%). Quedem Pernambuco (-0,6%), São Paulo (-0,5%) e na Região Nordeste (-0,1%).

No confronto com outubro de 2009, o destaque nos resultados regionais foi para os aumentos de 20% na produção de Goiás, impulsionado, de acordo com o IBGE, pela indústria de alimentos e bebidas, e de 11,4% na do Espírito Santo, atribuído ao crescimento da indústria extrativa.”

(Agência Brasil)

Dilma quer fazer reformas logo nos dois primeiros anos de sua gestão

“A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) pretende promover as tão propaladas reformas tributária e política já nos dois primeiros anos de governo. Ela prepara a equipe para isso, e estes são os temas principais da conversa que ela terá até dia 20 com a futura equipe ministerial, que já terá sido anunciada.

Nesta meta, para ter o apoio total dos aliados no Parlamento da mesma forma que obteve na campanha, a presidente tem privilegiado a distribuição de ministérios para as grandes bancadas, enquanto as pequenas também serão contempladas. E depois Dilma cobrará a fidelidade na aprovação das reformas.”

(Informe JB – JB Online)

Casa do Ceará em Brasília homenageará Tiririca

O humorista Tiririca, cearense que foi eleito deputado federal pelo PR de São Paulo com mais de 1 milhão e 300 mil votos, ganhará homenagem da Casa do Ceará, em Brasília. Anuncia o presidente da entidade, jornalista Fernando César Mesquita.

“Nós vamos acertar a data com o Tiririca”, adianta o jornalista. Ele diz que o objetivo é destacar esse cearense e nordestino, que conseguiu superar dificuldades e ganhar fama nacional.

TCU vai investigar entidades fantasmas bancadas por relator-geral do Orçamento e outros

104 1

“O Ministério Público no Tribunal de Contas da União decidiu nesta segunda-feira, 6, investigar o esquema, revelado pelo Estado, de institutos fantasmas e empresas de fachadas envolvendo emendas orçamentárias de parlamentares de São Paulo, Bahia, Goiás, Distrito Federal, entre outros Estados.

Entre os autores dessas emendas estão o senador Gim Argello (PTB-DF), relator do Orçamento da União de 2011, e os deputados Luciana Costa (PR-SP), Carlos Alberto Lereia (PSDB-GO), Sandro Mabel (PR-GO) e Rodovalho (PP-DF), entre outros. O dinheiro é destinado a eventos culturais bancados pelos ministérios do Turismo e da Cultura.

O procurador Marinus Marsico, representante do Ministério Público no TCU, avisou que vai recomendar até quarta-feira, por escrito, que os ministérios do Turismo e da Cultura abram imediatamente uma apuração interna sobre as suspeitas apontadas.

Ao mesmo tempo, vai solicitar todos os convênios suspeitos para realizar uma investigação dentro do próprio tribunal, além de oficiar o comando do TCU para que entre no caso. “Os ministérios deveriam se encarregar da lisura dos processos e se cercar para que não repasse dinheiro a entidades que não existem. É preciso, pelo menos, confrontar informações, CNPJs”, afirmou.

“Se comprovarmos as irregularidades publicadas pelo Estado, vamos pedir a suspensão dos repasses dos recursos e apontar os responsáveis”, afirmou. O procurador avalia ainda que seria importante que o Ministério Público Federal entrasse no caso para investigar desvio de verbas e suposto pagamento de propinas.”

(Estadão)

Dilma vai nomear Pimentel para Desenvolvimento e Fernando Coelho para Integração

“A presidente eleita, Dilma Rousseff, vai nomear Moreira Franco (PMDB) para a Secretaria de Assuntos Estratégicos, Fernando Bezerra Coelho (PSB) para Integração Nacional e Fernando Pimentel (PT) para Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Segundo a Folha apurou, o líder do PP na Câmara, Mario Negromonte (BA), deverá ser o novo ministro das Cidades. Carlos Lupi, presidente licenciado do PDT, será mantido no Trabalho.

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, voltou a ser o mais cotado para a Saúde, apesar de Dilma ainda analisar outras opções, como Gonzalo Vecina, indicado pela senadora eleita Marta Suplicy (PT-SP). Uma das principais assessoras da Casa Civil, Tereza Campelo deverá ser ministra. A presidente eleita estuda indicá-la para o Ministério do Desenvolvimento Social ou o Desenvolvimento Agrário.

A petista espera fechar até amanhã o pacote de ministérios para contemplar PMDB, PSB, PP e PR. Nove pastas são objeto da negociação. A maior força da aliança, o PMDB, já completou suas indicações. Além de Wagner Rossi para a Agricultura e Edison Lobão em Minas e Energia, a legenda designou o deputado Pedro Novais (MA) para o Turismo.

Ligado à família Sarney, sua recomendação foi patrocinada pelo colega e líder da bancada, Henrique Eduardo Alves (RN). Novais é um veterano da Comissão Mista de Orçamento. Já integrou o órgão ao menos 14 vezes. Na cota do Senado, o nome mais forte para a Previdência é o do recém-eleito Eduardo Braga (AM).

Ao aceitar a Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco será o quinto ministro do PMDB. Os peemedebistas não contabilizam Nelson Jobim, que ficará na Defesa, na cota do partido. O PR deverá emplacar o senador eleito Alfredo Nascimento (AM) nos Transportes. Ele já ocupou a pasta.

LULA
Num evento com prefeitos e governadores ontem, o presidente Lula confirmou a saída do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Casa Civil para o Planejamento, e disse à plateia que pensava em fazer o sucessor há ao menos quatro anos.

“Fazer a sucessão fazia parte do meu programa de governo e eis que apareceu a possibilidade de eleger uma mulher”, afirmou. “Vejo peão de fábrica dizer que trabalha muito… Fala isso porque não é presidente. [Peão] tem horário para entrar para sair e para tomar as canas.”

(Folha Online)

Fortaleza é considerada alvo americano para o terrorismo

“A cidade de Fortaleza está entre os alvos potenciais de ataques terroristas contra os interesses dos Estados Unidos da América (EUA) no exterior. Segundo dados sigilosos do Departamento de Estado americano, divulgados pelo site WikiLeaks (www.wikileaks.ch), cabos submarinos de telecomunicação que conectam o Brasil aos EUA, através da capital cearense, são considerados “instalações sensíveis” para governo americano.

Segundo a correspondência confidencial, além de Fortaleza, onde está localizado o cabo submarino Américas-II, o Brasil conta com pontos alvo nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás.

O Rio recebe o cabo submarino Globenet 360, que também interliga os dois continentes. Já em Minas e Goiás, o motivo são as minas de manganês, ferro e nióbio localizadas nos estados.

O documento afirma que, com a perda desses locais, a segurança americana seria afetada de maneira “significativa”, especialmente no que diz respeito à capacidade de comunicação e suprimento de materiais essenciais à indústria. Por este motivo, os Estados Unidos estariam dispostos a protegê-los contra possíveis ataques terroristas.

Um telegrama do Departamento de Estado, com data de fevereiro de 2009, pede às embaixadas americanas em todo o mundo um inventário das infraestruturas e empresas “cuja perda afetaria de maneira significativa a saúde pública, a segurança econômica e/ou a segurança nacional dos Estados Unidos”.

Em seguida, o documento enumera as instalações que, em 2008, faziam parte dessa mesma lista, entre as quais também constavam cabos submarinos, portos, minas e indústria farmacêutica. O arquivo integra um lote de mais de 250 mil correspondências diplomáticas que o WikiLeaks vem publicando desde o dia 28 de novembro.

A divulgação dessas “instalações sensíveis” para os EUA pode gerar novos protestos do governo americano, que acusa o WikiLeaks de colocar em risco a vida de americanos e estrangeiros em todo o mundo.

Como medida preventiva, devido ao vazamento das informações, os EUA estão preparando um grande remanejamento de cargos diplomáticos, a fim de reposicionar os funcionários identificados nas correspondências. A alteração foi confirmada por uma porta-voz do Departamento de Estado, Leslie Phillips. “Nós já dissemos que o faríamos se fosse necessário”, afirmou.”

(Com Agências)

Conta de luz dobra na Era Lula

107 1

“O peso dos tributos federais na conta de energia dobrou nos oito anos do governo Lula. A cada R$ 100 pagos em 2002, quase R$ 7 iam para a Receita Federal. Agora, em uma conta no mesmo valor, a fatia é de R$ 14. O aumento dos tributos federais só não foi ainda maior porque nesse período a CPMF, que tinha peso de meio ponto percentual na conta, foi extinta.

A carga tributária total do setor elétrico saltou de 35,9%, em 2002, para 45% em 2008, segundo estudo da PricewaterhouseCoopers e do Instituto Acende Brasil. Nesse período, a arrecadação cresceu 115%, ao passar de R$ 21,4 bilhões para R$ 46,2 bilhões -resultado de mais de 20 tributos e encargos sociais e setoriais.

“É um abuso arrecadatório. O setor elétrico virou um varal onde se pendura todo tipo de encargo”, diz o presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales. Todos os tributos tiveram aumento de participação na fatura de energia, mas o maior peso recai sobre o PIS/Pasep e a Cofins, cujo regime de cobrança mudou entre 2002 e 2004.  Antes era 3,65% em toda a cadeia de forma cumulativa. Mudou para incidência não cumulativa. Teoricamente, era para ser melhor, mas acabou subindo para 9,25% do total”, diz Sales.”

(Folha Online) 

DETALHE – Vale lembrar que a conta de luz da Coelce sofrerá reajuste em abril próximo. Dentro do que rege o contrato de privatização abençoado pelo governo federal.