Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Lula sem barba e cabelo, mas com bigode

182 2

Fotos: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) resolveu se antecipar aos efeitos da quimioterapia a qual está se submetendo. Lula luta contra um câncer na laringe e já se desfez da barba e dos cabelos.

A ex-primeira dama Marisa Letícia corta cabelo e barba do marido.

Uma sequência de três fotos foi divulgada no site do Instituto Cidadania, criado por Lula. O número de acessos ao endereço eletrônico o fez sair do ar.

Numa das imagens,  o fotórgrafo Ricardo Stuckert, do Instituto Cidadania, resgistrou o momento em que a tradicional barba era feita. O bigode do ex-presidente foi mantido.

(Com Agências)

Caixa registra lucro de R$ 1,3 bi no terceiro trimestre do ano

“A Caixa Econômica Federal (CEF) fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 1,3 bilhão, um crescimento de 72,5% em relação ao mesmo período de 2010, quando atingiu R$ 749 milhões.  No ano, acumula um lucro de R$ 3,6 bilhões, valor 47,6% maior do que aquele obtido até setembro no ano anterior. De janeiro a setembro, a instituição injetou recursos da ordem de R$ 279 bilhões na economia brasileira, por meio de empréstimos, financiamentos, repasses e pagamentos de benefícios sociais.

Para o presidente da CAIXA, Jorge Hereda, a expansão do crédito registrado no trimestre foi fator preponderante para o resultado da instituição. “Foi o crescimento do crédito com qualidade que permitiu à CAIXA alcançar esses resultados”, afirma Hereda. O presidente destaca, também, que os números refletem a crescente importância da instituição para o desenvolvimento sócio-econômico do País e seu foco, como banco público, na busca pela melhoria das condições de vida da sociedade.

Em setembro, a CAIXA administrava cerca de R$ 1 trilhão em ativos, sendo R$ 507 bilhões de ativos próprios, superando uma marca histórica e se consolidando como um dos maiores bancos do País. Além dos recursos próprios, a Instituição é responsável pela administração de mais R$ 490,5 bilhões, destacando-se R$ 280,9 bilhões referentes ao FGTS e R$ 149,6 bilhões em fundos de investimento.”

(Com Agências)

Lupi diz a Dilma que tem como se defender de acusações

140 2
“O ministro Carlos Lupi (Trabalho) esteve nesta quarta-feira (16) com a presidente Dilma Rousseff, disse que tem como se defender e, por enquanto, fica no cargo até que o Palácio do Planalto avalie a repercussão das explicações do pedetista. Amanhã, Lupi tem depoimento agendado no Senado para falar sobre as acusações de contratos irregulares com ONGs.
Durante a audiência com a presidente, Lupi afirmou que as últimas notícias sobre sua viagem num avião particular não o desmentem. Ele disse a Dilma que o que havia afirmado é não ter viajado em avião particular do empresário Adair Meira, diretor da ONG Pró-Cerrado, que tem convênios com o ministério.
Reportagem da revista “Veja” afirma que o ministro fez uma viagem oficial ao Estado do Maranhão em dezembro de 2009 a bordo de um avião turbo-hélice King Air “providenciado” por Meira, que comanda uma rede de ONGs que mantém convênios com o ministério no valor de R$ 10,4 milhões.

(Folha.com)

Vice-presidente do BNDES fala sobre Inovação em Fortaleza

O vice-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), João Carlos Ferraz, dará palestra nesta sexta-feira, às 8h30min, no auditório da Federação das Indústrias do Estado. Ele falará sobre o tema “Inovar e Investir para Competir”, atendendo a um convite do Instituto Euvaldo Lodi, da Federação das Indústrias do Ceará (Fiec).

O evento tem o apoio da Confederação Nacional da Indústria e é parte de um ciclo de dez programadas para 2011 e 2012, que pretendem mobilizar as empresas a pensar e agir de forma inovadora dentro de seus processos, além de aumentar a produtividade e o acesso a novos mercados. O evento é aberto ao público e voltado a todas as empresas.

João Carlos Ferraz é economista e especialista em temas relacionados à organização industrial e competição, inovação e estratégias empresariais, financiamento e políticas de desenvolvimento produtivo. Antes de integrar a diretoria do BNDES, exerceu, entre julho de 2003 e junho de 2007, o cargo de diretor da Divisão de Desenvolvimento Produtivo e Empresarial da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal ), agência da ONU, em Santiago, Chile.

IBGE – Analfabetismo reduz em todas as regiões

“Dados completos do Censo 2010 divulgados na manhã desta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirmam a redução do analfabetismo em todas as regiões e a manutenção dos quadros de desigualdade – a população branca ganha até 2,4 vezes mais que a negra nos municípios de maior porte e o homem ganha 42% mais que a mulher.

Com uma população de 190,7 milhões, o Brasil tem 84,4% de seus habitantes morando nas cidades e quase 40% das famílias chefiadas por mulheres. Outro dado é que 80% das mortes de jovens entre 20 e 24 anos são de homens.

Na educação, o analfabetismo entre as pessoas de 15 anos ou mais caiu de 13,6% em 2000 para 9,6% em 2010. Na área rural, porém, o analfabetismo da população com 15 anos ou mais ainda é de 23,2%.

Houve queda, ainda, na faixa de 10 a 14 anos de idade: o analfabetismo foi de 7,3% em 2000 para 3,9% em 2010. Alagoas foi o estado com maior percentual de analfabetismo das pessoas de 10 anos ou mais (22,5%), seguido de Piauí (21,1%), Paraíba (20,2%) e Maranhão (19,3%).

Se o quadro do analfabetismo melhorou no país, os dados sobre saneamento apontam que este setor carrega ainda o principal atraso no desenvolvimento socioeconômico brasileiro. Em 2000, 62,2% dos domicílios tinham acesso à rede de esgoto e fossa séptica. Em 2010, esse percentual ainda é de 67,1%.

As disparidades entre as regiões em 2010 mostram situação ainda pior: enquanto no Sudeste o percentual é de 86,5% e no Sul, de 71,5%, no Centro-Oeste ele é de 51,5% e, no Nordeste, é de 45,2% — ou seja, mais da metade dos domicílios no Nordeste não contam com rede de esgoto. No Norte, o percentual chega a ser pior: 32,8%, o que significa que cerca de 70% dos domicílios não têm rede de esgoto.

Os dados sobre renda também apontam para a situação de desigualdade no país. Na divisão do bolo de rendimentos domiciliares, a maior parcela vai para os 10% que ganham mais: 42,8% dos rendimentos domiciliares, enquanto os 10% mais pobres têm apenas 1,3% desses rendimentos.

No Nordeste, a concentração de renda é maior: 10% mais pobres não conseguem ficar nem com 1% da renda (0,9%). A desigualdade ocorre também quando se olham os dados por gênero: homens ganham 42% mais que as mulheres (R$ 1.395 contra R$ 984). Além disso, nos dados por cor e raça, o ganho dos brancos chega a ser 2,4 vezes maior que o de negros nas cidades com mais de 500 mil habitantes. Já onde o saneamento é inadequado, vivem 70% dos que têm rendimento domiciliar per capita de meio mínimo.”

(Globo.com)

Serasa – Inadimplência do consumidor cai pelo segundo mês consecutivo

“A inadimplência do consumidor brasileiro caiu 1,5% no mês de outubro em relação a setembro, segundo dados da empresa de consultoria Serasa Experian. É a segunda queda consecutiva do indicador, após seis meses de alta. Já na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o índice apresentou elevação de 19,2%. No acumulado do ano, considerando os meses de janeiro a outubro, houve aumento de 23% ante o mesmo período de 2010.

Entre os itens que compõem o índice, de setembro para outubro, houve redução na inadimplência tanto no caso das dívidas não bancárias, como cartões de crédito e com empresas financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços, e débitos com os bancos. As quedas foram 2,8% e 2,7%, respectivamente. Já os cheques sem fundos tiveram uma alta de 8,1% e contribuíram para que a queda do indicador não fosse ainda maior. Os títulos protestados cresceram 3,3%.

O valor médio dos débitos teve variação positiva em três dos quatro itens considerados. Os títulos protestados tiveram a maior alta, com elevação de 15,5% de janeiro a outubro deste ano, ficando em R$ 1.365,88, contra R$ 1.182,39 no mesmo período de 2010. Os cheques sem fundos tiveram nesse período crescimento de 7,9% em seu valor médio, passando de R$ 1.251,01 para R$ 1.349,39. As dívidas com bancos subiram de R$ 1.308,91 para R$ 1.315,09, em dez meses, o que representa uma elevação de 0,5%. Já as dívidas não bancárias caíram 14,2% e tiveram o valor médio reduzido de R$ 378,85, no acumulado de 2010, para R$ 324,97, em igual período deste ano.

Segundo os economistas da Serasa, a diminuição do ritmo inflacionário, a manutenção das taxas de desemprego em patamares historicamente baixos e o crescimento mais moderado do endividamento do consumidor têm contribuído para amenizar a situação de inadimplência das pessoas físicas, favorecendo a renegociação de dívidas e a quitação de débitos em atraso.”

(Agência Brasil)

O amor, estranho amor de Lupi

217 2

Com o título “Eu  te Amo !!!!”, eis artigo de Edson Guimarães, avogado especialista em Direito Eleitoral. Ele aborda a postura do ministro Carlos lupi (Trabalho e Emprego) diante de tantas denúcias. Confira:

Amor é sentimento nobre. Expressão maior do relacionamento entre as pessoas, o amor fascina, o amor aproxima, o amor encanta, o amor embriaga, o amor tortura. O amor é a palavra chave  para se obter a paz.

“ Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”,  segundo a Bíblia, se fazia impor na tábuas da lei entregues por Deus a Moisés nos Dez Mandamentos encontrados inicialmente em Exodus e repetido em Deuteronômio. Essa lição se transmitiu à humanidade ao longo dos séculos, o que, infelizmente, não fez repercutir  a inúmeros lideres mundiais que optaram pelo desamor fomentando as guerras.

No entanto, nos tempos recentes nunca se banalizou tanto o amor e, assim, muitas vezes num primeiro encontro, num primeiro contato, num primeiro “fica”,  já se diz “eu te amo”, já se trata alguém de “meu amor”  e o verdadeiro sentido do amor está se diluindo a ponto de não ser raro, jovens ainda iniciando em suas vidas desacreditarem no amor.

Fazer amor é sinônimo de relações ocasionais e se confunde com a transa vulgar, o sexo fortuito, a pratica sexual descompromissada, onde muitas vezes os parceiros sequer lembram com quem praticaram o “amor”.

E, assim, o amor se tornou banal e irresponsável, leviano. Dizer “eu te amo” espalha-se  por todos os cantos e em todos os lugares. Reproduzido por pessoas que não entendem o significado e o peso da  palavra dita. Machado de Assis afirmava que a melhor definição de amor não vale um beijo; Nelson Rodrigues dizia que  o verdadeiro amor não acaba nunca.

Recentemente, o senhor ministro do Trabalho, Carlos Lupi, após ser acusado de  práticas não recomendáveis à função que exerce,  de forma arrogante e diante de câmeras e microfones dos mais diversos órgão da imprensa brasileira, afirmou que não sairia do cargo a não ser abatido por balas, mas que essas tinham que ser pesadas por ser pesado e duro na queda.  No mesmo momento, ele afirmou que a presidenta Dilma não iria demiti-lo motivada pelas acusações que contra ele pesavam, porque a presidenta o conhecia – isso em tom jocoso, para não dizer ameaçador.

As  declarações, no mínimo levianas do titular da pasta do trabalho, como não poderia deixar de ser, repercutiram junto à Presidenta da Republica que, de imediato, delegou à sua Chefe da Casa Civil a missão de repreender o fanfarrão, o que, pelo que se tornou público, foi feito de forma exemplar. Fora advertido que  seu cargo, como dos demais ministros, pertence  à  Chefe do Poder Executivo, que poderá  demitir seus auxiliares, se assim entender, a qualquer tempo.

A reprimenda surtiu efeito, em momento imediato, diante de uma Comissão  composta de representantes do povo no Congresso Nacional. Mais uma vez, o acusado fez  ecoar para todo o Pas o despreparo que detém para o exercício das altas funções. Temendo ser apeado do pomposo cargo, o ministro, de forma ridícula, ao se referir à Chefe da Nação, afirmou: “Eu te amo Presidenta Dilma!”, com gestos mais adequados ao “Velho Guerreiro” que nunca negou sua condição de “Velho Palhaço”, mas que tantas alegrias trouxe a milhões de brasileiros.

No entanto, o deboche praticado pelo ministro, com certeza, nenhuma alegria trouxe ao povo brasileiro, a quem ele, por dever da função, deve respeito e respeito a Presidente da República.  Em verdade, a frase de Carlos Lupi traduz o imenso amor que nutre pelo cargo que ocupa e as vantagens que dele obtém, amor  às ONGs fantasmas que patrocinou, amor às viagens em aviões fretados por terceiros com negócios nebulosos na pasta que ocupa e, acima de tudo, amor ao prestigio que a função lhe confere. Jamais à sua superiora  a quem deveria, no mínimo, respeito e que lhe faltou de público por três vezes e, voltando às escrituras sagradas, lembrando Pedro que negou a Jesus.

* Edson Guimarães,

Advogado e especialista em Direito Eleitoral.       

Senado – Recursos de multas de trânsito só podem ser usados em campanhas educativas

150 1

“A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou hoje projeto de lei que restringe a aplicação dos recursos arrecadados com a cobrança de multas de trânsito ao financiamento de campanhas educativas de segurança para motoristas e motociclistas. Como tramitou em caráter terminativo, a matéria agora será analisada pela Câmara e, se aprovada, segue à sanção presidencial.

Autor da proposta, o senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) argumentou que esses recursos arrecadados pelos estados são usados para “custear despesas como pagamento de pessoal dos órgãos de trânsito ou mesmo reforçar o caixa dos governos”. O parlamentar acrescentou que a destinação dos recursos de multas para essas outras finalidades representa “uma clara distorção” de sua função principal, que é tornar o trânsito mais seguro.”

(Agência Brasil)

IBGE – Metade dos brasileiros tem rendimento per capita até R$ 375,00

“Apesar da tendência de redução da pobreza observada nos últimos anos, dados do Censo Demográfico 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que a desigualdade de renda ainda é bastante acentuada no País. Embora a média nacional de rendimento domiciliar per capita fosse de R$ 668 em 2010, 25% da população recebia até R$ 188, e metade dos brasileiros recebia até R$ 375, menos do que o salário mínimo naquele ano (R$ 510). As informações foram divulgadas nesta quarta-feira pelo IBGE.

Em 2010, a incidência de pobreza era maior nos municípios de porte médio (de 10 mil a 50 mil habitantes), independentemente do indicador de pobreza monetária analisado. Enquanto a proporção média de pessoas que viviam com até R$ 70 de rendimento domiciliar per capita naquele ano era de 6,3%, nos municípios com 10 mil a 20 mil habitantes, essa proporção era duas vezes maior.

Enquanto cerca da metade da população urbana recebia, em média, até R$ 415, nas áreas rurais esse valor era de aproximadamente R$ 170. Como os dados sobre rendimento ainda são preliminares, consideram-se apenas pessoas e domicílios com declaração de rendimento positivo, excluindo aqueles com renda zero ou sem declaração. Nos municípios com até 50 mil habitantes, predominou o valor de até um salário mínimo para 75% da população. Já nos com mais de 500 mil habitantes, metade da população recebia até R$ 503. O rendimento médio domiciliar per capita nestes municípios mais populosos era R$ 991, mais de duas vezes superior ao observado nos municípios de até 50 mil habitantes.”

(JB Online)

Fortaleza vira a capital do debate sobre Comunicação

Caco Barcellos é um dos conferencistas.

Fortaleza será sede, a partir das 8 horas desta qunta-feira, no Marina Park Hotel, do I Congresso Brasileiro de Comunicação que terá como tema “A Comunicação de todos os sentidos”. Voltado para profissionais e estudantes da área, o evento apoiado pelo Grupo de Comunicação O POVO vai discutir tmos como comunicação digital, pesquisas políticas, design, marketing nas organizações, assessoria de imprensa, propaganda e publicidade e relações públicas.

Entre os palestrantes convidados para este Congresso, nomes de peso em diversas áreas da comunicação. O designer austríaco naturalizado brasileiro Hans Donner conversa na sexta-feira (18) sobre sua vida e trabalhos conhecidos, como as vinhetas e a marca da Rede Globo. No dia seguinte, sábado (19), último dia do evento, o jornalista Caco Barcellos apresenta o tema Jornalismo e Empreendedorismo. Profissional premiado, Caco apresenta o programa Profissão Repórter, da Globo.

Programação

Dia 17 (quinta)

8h30 – Cores na Web – Pequenos detalhes, grandes resultados com Martha Gabriel

13h – Tendências da Comunicação Digital com Martha Gabriel.

17h30 – Ibope e Pesquisas políticas com Marcia Cavallari

20h – Atendimento e criatividade no mercado de propaganda, publicidade e business com Augusto Gomes

Dia 18 (sexta)

8h – Marketing Pessoal com Roufman Ribeiro Rolim (auditório A)

8h – Televisão e Conteúdo com Jonas Luís da Silva (Auditório B)

10h – O papel da comunicação no marketing das organizações com a Claudia Buhamra

14h – A Comunicação Social no Exército Brasileiro com gal. Barcellos

16h – Ibope – Pesquisas políticas com Marcia Cavallari

19h – Palestra com Hans Donner

Dia 19 (sábado)

8h – A importância da Assessoria de Imprensa para a imagem e o marketing em todos os Sentidos nos Sistemas de Governos e empresas com Yole Mendonça (Auditório A)

8h – A importância da Imagem das Relações Públicas e o Marketing pessoal em todos os Sentidos nos Sistemas de Governos e empresas com Antonieta Maria Pereira (Auditório B)

10h15 – Jornalismo e Empreendedorismo com Caco Barcellos

14h – A Criação Publicitária no Brasil e no Mundo com Roberto Duailibi

16h30 – Mídia (a definir)

16h30 – Assessoria de imprensa com José Ramos Filho (Auditório B)

19h – Falar Bem: A Alma do Sucesso Profissional (a definir)

SERVIÇO

* Quanto: R$ 698 (profissionais); R$ 598 (estudantes); R$ 350 (palestra individual para profissionais); R$ 298 (palestra individual para estudantes)

* Mais informações e inscrições: 3087.0998 e 9659.7500 ou pelo site www.cbraex.com.br

FHC – Desafio de Dilma é enfrentar a corrupção

“Para o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, o maior desafio político de Dilma Rousseff será desmontar o que ele chama de sistema de corrupção e de fisiologismo criado ao longo do segundo mandato do petista Luiz Inácio Lula da Silva. A tarefa será essencial para garantir a governabilidade e preservar a democracia brasileira de danos maiores, advertiu o tucano. A grande interrogação, afirmou Fernando Henrique, está na real capacidade de Dilma Rousseff executar esse desmonte.

“Espero que a presidente Dilma consiga avançar mais. Mas, para isso, ela terá de alterar as bases de sustentação do governo”, afirmou FHC na terça-feira em Washington, nos EUA, onde participou da conferência Acabando com a Guerra Mundial contra as Drogas, organizado pelo Cato Institute.

“Se ela pode? Esse é o grande ponto de interrogação.” Conforme explicou Fernando Henrique, esse desmonte passa pelo fim da “obsessão” gerada no segundo mandato de Lula de ampliar a base aliada do governo no Congresso Nacional, a partir de concessões de “certos pedaços do Estado” ou do “acesso a recursos” públicos por diferentes setores partidários.

O ex-presidente disse não entender a razão dessa necessidade tão premente no governo de Lula e lembrou ter o seu governo conseguido aprovar reformas constitucionais no Congresso sem valer-se de tal artifício.”

(Estadão)

Residência Médica terá seleção unificada no Ceará

A UFC acaba de firmar convênio com as demais instituições cearenses que possuem programas de Residência Médica para a realização de seleção unificada.

O edital 2012, a ser divulgado no próximo mês, ofertará 392 vagas em 40 especialidades. A medida visa à redução das vagas ociosas nos programas e à simplificação do processo seletivo.

(Site da UFC)

Estados não cumprem lei do piso nacional do professor

150 2

“Aprovada há mais de três anos, a lei nacional do piso do magistério não é cumprida em pelo menos 17 das 27 unidades da Federação.

A legislação prevê salário mínimo de R$ 1.187 a professores da educação básica pública, em jornada semanal de 40 horas, excluindo as gratificações, e assegura que os docentes passem ao menos 33% desse tempo fora das aulas.

A ideia é que os professores tenham melhores condições de trabalho com aumento salarial e período remunerado para atender aos alunos, preparar as aulas e estudar.

O levantamento da Folha com as secretarias estaduais de Educação mostra que a jornada extraclasse é o ponto mais desrespeitado da lei: 15 Estados a descumprem, incluindo São Paulo, onde 17% da carga é fora da classe.

Desse grupo, quatro (MG, RS, PA e BA) também não pagam o mínimo salarial, ou seja, estão totalmente fora da legislação nacional. Outros dois desrespeitam só o salário.

Para aumentar o período dos docentes fora da sala de aula é preciso contratar mais profissionais ou elevar a carga dos que já estão na rede -ambas opções são custosas.”

(Folha)

STF deve reavaliar posse de vice do PP

162 1

Vice-presidente do PP, o deputado federal João Pizzolatti será o primeiro político no País a ter sua posse reavaliada pelo STF no rastro da Lei da Ficha Limpa. O ministro Marco Aurélio Mello pediu informações à Procuradoria-Geral da República esta semana para julgar Pizzolatti, se possível, até dezembro.

Num mandado de segurança, o suplente Odacir Zonta reivindica a cadeira que Pizzolatti ocupa desde julho.

(Ricardo Boechat -IstoÉ)

Receita paga restituições do penúltimo lote do IR 2011

“A Receita Federal deposita hoje (16) nos bancos o dinheiro do penúltimo lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2011. Praticamente todas as pessoas que não tiveram pendências, mas deixaram a entrega para os últimos dois dias, estão incluídas no lote, segundo informou o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O último lote deve ter a consulta liberada na segunda semana de dezembro.

A consulta ao penúltimo lote foi liberada no último dia 9, na página da Receita na internet e por meio do ReceitaFone (146). Foram liberados ainda da malha fina lotes residuais referentes ao Imposto de Renda de 2010, 2009 e 2008.

Ao todo, são R$ 1,5 bilhão para 1.219.136 contribuintes. Para o exercício de 2011, são 1.155.493 restituições, totalizando R$ 1.397.532.413,25, com correção de 6,81 % . De acordo com a Receita, 9.031 contribuintes estão no lote conforme o Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741).

De 2010, são 36.711 contribuintes, no valor de R$ 64.396.948,07, com correção de 16,96 %, e de 2009, 15.600 contribuintes, totalizando R$ 23.948.869,03, corrigidos em 25,42 %. Do lote residual de 2008, foram liberadas as restituições de 11.332 contribuintes, em um total de R$14.121.769,65, com correção de 37,49 %.”

(Agência Brasil)

Royalties do petróleo – Dilma que votação só em 2012

“A presidente Dilma Rousseff entrou em campo para deixar para 2012 a votação, na Câmara dos Deputados, do projeto que cria uma nova divisão para os royalties do petróleo. A estratégia do governo é protelar uma definição sobre o tema para não contaminar outras propostas de interesse do Executivo que têm de ser analisadas até o fim deste ano e deixar esfriar a temperatura entre os lados envolvidos na disputa. O adiamento favorece os Estados e municípios produtores, que são beneficiados pelo modelo atual no qual a maior parte da receita é concentrada em suas mãos.
Em conversa com a cúpula do PMDB na semana passada, a presidente usou o exemplo do que ocorreu no governo Luiz Inácio Lula da Silva para demonstrar o que não quer repetir. Lula patrocinou um acordo com governadores sobre o tema, mas o Congresso derrubou a proposta e aprovou então a polêmica emenda Ibsen Pinheiro redistribuindo todos os recursos da extração de petróleo no mar entre todos os Estados e municípios, de acordo com os fundos de participação. O presidente acabou tendo de vetar o texto aprovado pelo Congresso.

Para Dilma, se o projeto do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) for referendado pela Câmara, ela terá de vetar para evitar danos ao Rio de Janeiro e Espírito Santo e a polêmica será prolongada.

Dilma pediu dados sobre os impactos do projeto aprovado pelo Senado. Os números entregues à presidente são diferentes dos anunciados por Vital. Com isso, ela tem argumentos para adiar uma definição e tentar construir um acordo para evitar uma fragmentação na base aliada.”

(Agência Estado)

Dirigente de ONG diz que Lupi usou avião para viajar ao Maranhão

“O empresário Adair Meira, dirigente de ONGs beneficiadas por convênios com o Ministério do Trabalho, afirmou nesta terça-feira (15) ao G1 que o ministro Carlos Lupi andou em dois modelos de aeronaves durante viagem em 2009 pelo Maranhão, um bimotor Sêneca e um turbo-hélice King Air. Adair confirmou ter intermediado o aluguel do King Air, mas negou ter arcado com os custos.

Ele contou que recomendou ao ex-secretário de Políticas Públicas e Emprego Ezequiel Nascimento que alugasse o King Air na empresa de taxi aéreo Aerotec. “As empresas têm dificuldade em alugar para desconhecido. Eu recomendei ao Ezequiel a Aerotec e falei sobre ele para os dirigentes da empresa”, disse. O G1 tenta contato com Ezequiel Nascimento.

O G1 tentou contato com a Aerotec, que teria alugado o avião, mas foi informado por um funcionário que os diretores, que falam pela empresa, estavam viajando. O G1 deixou recado no celular de um dos diretores, mas não recebeu resposta até a publicação desta reportagem.

Segundo Adair, Lupi estava cumprindo a agenda pelo Maranhão no avião de modelo Sêneca, quando Ezequiel o convidou a andar no King Air por ser maior. Adair afirmou que essa aeronave foi usada pela comitiva do ministro em pelo menos um trajeto da viagem. “Acompanhei o ministro no King Air em um dos trechos, me parece que de Imperatriz (MA) a Timon, no Piauí”, afirmou.

Foto divulgada pelo site “Grajaú de Fato” mostra que Lupi também teria desembarcado em Grajaú com o turbo-hélice modelo King Air. No último fim de semana, o Ministério do Trabalho divulgou nota dizendo que Lupi apenas utilizou o modelo Sêneca durante a agenda no Maranhão. O G1 tenta contado com a assessoria da pasta.”

(Portal G1)