Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Fortaleza abre série de manifestações em favor da aprovação da PEC 300

O Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, com apoio de várias entidades da sociedade civil, promoverá neste sábado, a partir da 8h30min, uma grande passeata em favor da aprovação da PDEc 300. Trata-se da emenda constitucional que garante avanços salariais para toda a Polícia do País e que tramita no Congresso.

A concentração ocorrerá no aterro da Praia de Iracema de onde a passeata se deslocará até o Clyube Náutico, onde haverá ato público.

O Sinpoce, por meio de sua diretoria, informa que no Ceará existem 1.600 policiais civis, uma categoria sacrificada e trabnalhando em uma situação de muitas dificuldades.

Esse ato será o primeiro de uma série que vai se estender por outros Estados.

Índice que reajusta aluguel acumula 11,5% de alta em 12 meses

“A inflação mensurada pelo IGP-M (Índice Geral de Preços — Mercado), usado como referência na maioria dos contratos de aluguel, teve variação de 0,79% em janeiro, ante alta de 0,69% em dezembro. No acumulado dos últimos doze meses, a variação registrada foi de 11,50%. O IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

O IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo) apresentou taxa de variação de 0,76%. No mês anterior, a taxa foi de 0,63%. O índice relativo aos bens finais variou 0,08%, em janeiro. Em dezembro, este grupo de produtos mostrou variação de -0,46%. Contribuiu para a aceleração o subgrupo alimentos in natura, cuja taxa de variação passou de -9,09% para -1,14%. Excluindo-se os subgrupos alimentos in natura e combustíveis, o índice de bens finais (ex) registrou variação de 0,17%. Em dezembro, a taxa foi de 0,34%.

O índice referente ao grupo bens intermediários variou 0,78%. Em dezembro, a taxa foi de 0,83%. O subgrupo materiais e componentes para a manufatura registrou decréscimo em sua taxa de variação, que passou de 1,18% para 0,90%, sendo o principal responsável pela desaceleração do grupo. O índice de bens intermediários (ex), calculado após a exclusão do subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção, variou 0,79%, ante 0,91%, em dezembro.

No estágio inicial da produção, o índice de matérias-primas brutas variou 1,50%, em janeiro. Em dezembro, o índice registrou variação de 1,66%. Os principais responsáveis pela desaceleração do grupo foram os itens: aves (8,02% para -2,36%), soja (em grão) (2,58% para 1,13%) e suínos (3,01% para -6,70%). Ao mesmo tempo, registraram-se acelerações em itens como: minério de ferro (-2,24% para 1,07%), laranja (-2,22% para 10,76%) e café (em grão) (5,08% para 9,30%).

O IPC (Índice de Preços ao Consumidor) apresentou variação de 1,08%, em janeiro. Em dezembro, a variação foi de 0,92%. Quatro dos sete grupos componentes do índice apresentaram acréscimos em suas taxas de variação, com destaque para educação, leitura e recreação (0,42% para 2,75%). Nesta classe de despesa, vale mencionar o item cursos formais (0,00% para 4,64%).

Também apresentaram avanços em suas taxas de variação os grupos: transportes (0,57% para 1,94%), despesas diversas (0,44% para 0,95%) e saúde e cuidados pessoais (0,48% para 0,53%). Nestas classes de despesa, as maiores contribuições partiram dos itens: tarifa de ônibus urbano (0,26% para 3,89%), mensalidade para TV por assinatura (0,40% para 2,09%) e salão de beleza (0,76% para 0,86%), respectivamente.

Em contrapartida, apresentaram decréscimos em suas taxas de variação os grupos: vestuário (0,87% para 0,35%), alimentação (1,96% para 1,47%) e habitação (0,43% para 0,22%). Nestas classes de despesa, destacaram-se os itens: roupas (1,27% para 0,50%), carnes bovinas (6,32% para -0,58%) e aluguel residencial (1,03% para 0,26%), respectivamente.

O INCC (Índice Nacional de Custo da Construção) registrou, em janeiro, variação de 0,37%, abaixo do resultado de dezembro, de 0,59%. Dois dos três grupos componentes do índice apresentaram aceleração: materiais e equipamentos, de 0,09% para 0,22%, e serviços, de 0,25% para 1,21%. Já o índice relativo ao grupo mão de obra passou de 1,08%, no mês anterior, para 0,32%, nesta apuração.”

(Folha.com)

FMI alerta sobre controle do déficit

“As endividadas economias avançadas precisam urgentemente estabelecer planos de redução do déficit antes que os mercados se virem contra elas, alertou o Fundo Monetário Internacional (FMI), citando Estados Unidos e o Japão como os países mais atrasados nesse sentido.

Aos mercados emergentes, o FMI lembrou que os equilíbrios fiscais em Brasil, China e Índia estão mais fracos do que o previsto em novembro, ressaltando que a deterioração nas contas fiscais brasileiras é “particularmente pronunciada”.

Em uma análise sobre dívida e déficit global, o FMI afirmou que o ritmo de corte do déficit nas economias avançadas deve desacelerar neste ano, principalmente devido a ajustes fiscais atrasados nos EUA e no Japão.

O alerta surge em meio ao anúncio de cortes no rating da dívida soberana do Japão pela agência Standard & Poor’s pela primeira vez desde 2002. A S&P afirma que Tóquio não apresentou um plano crível para lidar com sua alta dívida.

“Nas economias avançadas, onde a sustentabilidade fiscal não tem sido uma preocupação, planos críveis que vão além de 2011 precisam ser colocados em vigência urgentemente para assegurar a confiança do mercado”, afirmou o fundo em seu relatório de monitoramento fiscal.

“As novas pressões do mercado sobre algumas economias avançadas pedem um compromisso mais determinado desses países para atingir suas metas de déficit e que produzam planos de contingência para assegurar que essas metas serão atingidas”, acrescentou o FMI.”

(O Globo)

Lula ganha homenagem nesta 6ª feira

211 2

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fará nesta sexta-feira sua primeira viagem fora de São Paulo desde que deixou o cargo, no dia 1º de janeiro. Ele receberá, às 18 horas, o título de doutor honoris causa na Universidade Federal de Viçosa (MG), onde também será paraninfo da turma de formandos. A homenagem foi combinada em 17 de setembro do ano passado, quando Lula, ainda presidente, esteve em outra universidade mineira, a Federal de Juiz de Fora, inaugurando instalações.

Honoris causa, do latim “por causa da honra”, é um título concedido por universidades a pessoas que, independentemente de título acadêmico, tenham se destacado em uma área. Academicamente, ele tem o mesmo tratamento de um doutorado tradicional. Após deixar a Presidência, Lula se hospedou em uma base militar no Guarujá (litoral paulista). Em 18 de janeiro, visitou o ex-vice presidente José Alencar no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Na última terça-feira, ele voltou a aparecer em público, em um evento em homenagem aos 457 anos de São Paulo. Lá, esteve em companhia do próprio Alencar, da presidente Dilma Rousseff, do governador Geraldo Alckmin (PSDB) e do prefeito Gilberto Kassab (DEM). Em fevereiro, Lula reassume o posto de presidente de honra do PT, de acordo com comunicado do presidente da sigla, José Eduardo Dutra.”

(Folha.com)

Sem acordo, Pimentel e Marta devem fazer rodízio na 1ª Vice do Senado

197 1

“Sem consenso, o PT decidiu fazer rodízio entre os senadores Marta Suplicy (PT-SP) e José Pimentel (PT-CE) na 1ª vice-presidência do Senado Federal. Nenhum dos dois abriu mão de disputar a indicação do partido para a o cargo de sucessor imediato do presidente da Casa e buscaram apoios até instantes antes da reunião na qual foi tomada a decisão salomônica. O resultado foi a divisão do comando do cargo, em que cada qual ocupará um dos dois anos de mandato na Mesa Diretora. A solução evitou que a indicação fosse definida no voto dentro da bancada.

A definição partiu de acordo entre os 15 senadores petistas, que estiveram reunidos durante toda a tarde de ontem na sede da liderança do partido no Senado. Segundo a assessoria de comunicação de Pimentel, o partido já trabalhava sob a orientação de alternância de nomes tanto na Mesa quanto nas comissões. Na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), por exemplo, mesma regra será seguida entre os senadores Delcídio Amaral (PT-MS) e Eduardo Suplicy (PT-SP).

Falta definir quem deverá iniciar o rodízio, ocupando a 1ª vice-presidência durante o primeiro ano de mandato da presidente Dilma Rousseff (PT). Em 2012, aquele que for eleito para o primeiro ano no posto renuncia para o outro assumir. Marta e Pimentel tentarão chegar a um acordo, que deverá ser anunciado em reunião do partido, na próxima segunda-feira, 31, véspera da votação dos nomes que comporão a diretoria da Casa.

O 1º vice-presidente do PT no Ceará, o deputado federal José Guimarães, em tom de lamento, disse entender a decisão como o “entendimento possível”. “Eu estava torcendo e engajado na perspectiva do Pimentel ser o escolhido, mas deu impasse. Pelas conversas, pela direção nacional do PT, eu achava que ele tinha maioria”, afirmou o petista.

Guimarães acha mais conveniente se Pimentel iniciar o rodízio, assumindo logo neste ano. “Porque eu acho que ele está preparado e é um ano importante, decisivo para o governo da presidente Dilma”, argumenta.

Presidência

Ontem, também, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), anunciou sua decisão de concorrer à reeleição. Se confirmar o favoritismo, será a quarta vez em que presidirá a Casa. Em contraponto, Psol articula lançar o senador eleito Randolfe Rodrigues (AP) como candidatura própria contra Sarney.”

(Com Agências de Notícias)

(O POVO)

TCU condena filho de Prestes por desvio de R$ 1 milhão

107 1

“O filho de Luís Carlos Prestes (1898 -1990), principal dirigente comunista da história brasileira, foi condenado na quarta-feira por desvios de R$ 1 milhão dos cofres públicos. Os ministros do Tribunal de Contas da União (TCU) condenaram Antônio João Ribeiro Prestes por irregularidades num patrocínio de R$ 10,5 milhões dos Correios ao Instituto da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, com sede em Joinville (SC) e ligado ao teatro russo de mesmo nome.

O patrocínio ocorreu entre 2002 e 2004, e já foi alvo de investigações cíveis e criminais em Santa Catarina. Mas só agora o TCU decidiu condená-lo. Antônio Prestes era o representante do Instituto Bolshoi no Brasil na época do fechamento do patrocínio dos Correios. É acusado de “desvio de recursos do patrocínio sob o disfarce de pagamento por serviços de agenciamento”.

“O valor contratado foi de R$ 10.500.000,00 e foram pagos à empresas ligadas ao sr. Antônio João Ribeiro Prestes o montante de R$ 1.050.000,00 por serviços de agenciamento. É incabível o pagamento por esse tipo de serviço”, diz trecho do processo do TCU.

Pelo menos quatro empresas vinculadas a Antônio Prestes receberam os recursos. O TCU quer a devolução do dinheiro aos cofres públicos.

A condenação inclui dois ex-dirigentes dos Correios envolvidos no patrocínio. Ex-presidente do instituto do Bolshoi, Sylvio Sniecikovski também aparece no acórdão. O TCU determina que todos devolvam os recursos desviados.

Procurado pelo Estado, o Instituto da Escola do Teatro Bolshoi informou que o filho de Prestes deixou a entidade em 2005 e a nova gestão ainda não foi informada da decisão. A reportagem não conseguiu localizar Antônio Prestes.”

 (Estadão)

Lula receberá R$ 13 mil de salário como presidente de honra do PT

114 4

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai ganhar um salário mensal do Partido dos Trabalhadores (PT) no valor de R$ 13 mil e ser registrado em carteira. O contracheque será equivalente ao do presidente nacional do partido, José Eduardo Dutra.

A partir do dia 10 de fevereiro, Lula receberá o título de “presidente de honra” do partido. Segundo Dutra, “ele é um importante dirigente político e está se dispondo a trabalhar junto com o PT”. Segundo a assessoria do partido, o estatuto não prevê pagamento a cargos simbólicos e o registro será de assessor, mesma situação montada para a presidente Dilma Rousseff durante a campanha.

Segundo o jornal, o novo salário de Lula se soma às duas aposentadorias que ele recebe – uma de anistiado político, outra por invalidez devido à perda do dedo – e às palestras que devem acontecer a partir de março.”

(Folha Online)

Em visita à Argentina, Dilma terá encontro com "Mães da Praça de Maio"

151 1

“Em sua visita à Argentina, a presidente Dilma Rousseff se reúne, na próxima segunda-feira, com o grupo de mulheres chamado de as Mães (e Avós) da Praça de Maio. O encontro foi confirmado pelo assessor especial de assuntos internacionais da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia. As mães e avós argentinas se tornaram famosas pela luta em favor da punição dos envolvidos na ditadura (1976 a 1983) e na busca pelos filhos e netos desaparecidos no período.

Garcia disse que o encontro foi agendado a pedido de Dilma. “(A presidente) tem uma grande sensibilidade para questões relativas aos direitos humanos”, afirmou o assessor. “(Essa iniciativa da presidente em receber essas senhoras) valoriza muito essa luta emblemática que essas senhoras têm na história política recente da Argentina”, disse ele. Porém, Garcia afirmou que, por falta de tempo, Dilma não poderá visitar o Museu da Memória Aberta, construído na área onde funcionou a Escola de Mecânica Armada da Marinha (ESMA) – no local havia um dos principais centros de tortura da Argentina.

Dilma visita a Argentina, na sua primeira viagem ao exterior, acompanhada pelos ministros das Relações Exteriores, Antonio Patriota, da Defesa, Nelson Jobim, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, e da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante. A presidente chega a Buenos Aires, no domingo, por volta das 18h30. Na segunda-feira, Dilma cumprirá uma intenso dia de compromissos. Pela manhã, ela se reúne com a presidente argentina, Cristina Kirchner, em seguida haverá uma reunião ampliada com ministros argentinos e brasileiros. Acordos em várias áreas serão firmados.”

(Portal Terra)

CNI – Indústria brasileira vai diminuir desempenho neste ano

69 1

“O desempenho da indústria brasileira em 2011 será menor que o do ano passado.  As previsões dos empresários sobre a demanda e a compra de matéria-prima recuaram em janeiro na comparação com o mesmo mês de 2010.  No primeiro mês deste ano, o indicador de expectativa da demanda para os próximos seis meses foi 58,1 pontos, ante os 62,9 pontos registrados em janeiro de 2010.

No mesmo período, o indicador de perspectivas de compras de matérias-primas caiu de 59,8 pontos para 56,8 pontos, informa a pesquisa Sondagem Industrial do quarto trimestre de 2010, divulgada nesta quinta-feira, 27 de janeiro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).   Os indicadores da pesquisa variam de zero a cem. Valores acima de 50 pontos indicam expectativas positivas.

Além da redução do otimismo com o mercado interno, os empresários estão pessimistas com o desempenho das exportações.  Eles acreditam que as vendas externas de suas empresas cairão nos próximos seis meses. Em janeiro de 2011, o índice de expectativa da quantidade exportada foi de 49 pontos, abaixo da linha divisória de 50 pontos. O resultado ficou acima do registrado em dezembro de 2010, quando o indicador foi de 48,3 pontos.

Os números de produção e de uso da capacidade instalada no quarto trimestre de 2010 também indicam que o ritmo de crescimento da atividade industrial em 2011 será moderado. O indicador de produção recuou em dezembro para  44,7 pontos, 5,3 pontos abaixo da linha divisória de 50 pontos. O resultado da produção em dezembro é menor que o de novembro, quando foi de 52,7 pontos.

A utilização da capacidade instalada em dezembro foi inferior ao usual para o mês. O indicador, que caiu para 48,2 pontos, foi o menor valor do ano. Em novembro, tinha alcançado 50,4  pontos. 

FALTA DE MÃO DE OBRA

A Sondagem Industrial indica ainda que   30,2% dos empresários se queixaram da falta de mão de obra qualificada no quarto trimestre de 2010. O número é maior que os 26,5% registrados no trimestre anterior. O número de indústrias que reclama da falta de trabalhador qualificado cresce desde o primeiro trimestre de 2009.

A carência de profissionais é o terceiro maior problema enfrentado pelas empresas. Perde apenas para a alta carga tributária e a competição acirrada de mercado.  No quarto trimestre de 2010, o peso dos tributos foi considerado por 62,7% dos entrevistados como o maior obstáculo enfrentado pela indústria. No período anterior, esse percentual era de 65,3%. A competição acirrada de mercado foi lembrada por 40,3% das empresas, ante os 40,5% do trimestre anterior.”

(Site da CNI)

Tasso comandará Instituto Teotônio Vilela

84 2

Quando encerrar seu mandato neste fim de mês, Tasso Jereissati assumirá um posto na Executiva Nacional tucana: a presidência do Instituto Teotônio Vilela (ITV), organismo voltado para a promoção de estudos e eventos políticos da legenda.

O nome de Jereissati foi endossado pela bancada do federal do PSDB nesta quarta-feira.

DETALHE:  O cearense Raimundo Gomes de Matos trabalha para ocupar uma vaga na futura mesa diretora da Câmara dos Deputados.

Taxa de desemprego no País é a menor desde 2002

“A taxa de desemprego média no Brasil em 2010 foi de 6,7%, a menor da série histórica do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), iniciada em 2002. Segundo o órgão, o contingente de desocupados foi de 1,6 milhão de pessoas, em média, no ano passado.

Em 2009, a taxa havia ficado em 8,1%. O dado foi divulgado nesta quinta-feira (27) pelo IBGE. Já as pessoas ocupadas somaram 22 milhões, 3,5% a mais do que em 2009.

O número de pessoas com carteira assinada no setor privado também atingiu um recorde no ano passado. Foram 10,2 milhões de pessoas, em média, em 2010, ou seja 46,3% do total de pessoas ocupadas. Em 2009, a proporção era de 44,7%.

O rendimento médio real dos trabalhadores em 2010 foi o maior desde 2003: R$ 1.490,61. O ganho foi de 3,8% em relação a 2009 e de 19,0% em relação a 2003.

Levando em consideração apenas o mês de dezembro de 2010, a taxa de desemprego foi de 5,3%, com um contingente de desocupados de 1,3 milhão de pessoas. O rendimento médio foi de R$ 1.515,10.”

(Agência Brasil)

PSDB nacional em clima de Guerra

156 1

“Um dos principais interlocutores do ex-governador tucano José Serra, o deputado Jutahy Magalhães Jr (PSDB-BA) acusou nesta quinta-feira (27) o presidente nacional do PSDB, Sérgio Guerra, de “atitude indigna”. Segundo Jutahy, Guerra criou uma ideia de fato consumado para que os deputados do partido aderissem a um abaixo-assinado em favor de sua recondução à presidência do partido. A reunião aconteceu na manhã de ontem.

“A atitude do presidente Sérgio Guerra foi indigna e o desqualifica como presidente do partido. Ele fez um pronunciamento, numa reunião convocada exclusivamente para eleger o líder, passando a ideia de que havia um acordo desrespeitoso da cúpula”, criticou. “Vamos reagir”, disse. Derrotado na corrida presidencial, Serra manifesta interesse pela direção da sigla para se manter em evidência.

Segundo tucanos, a articulação teve aval do ex-governador Aécio Neves (MG) e o governador Geraldo Alckmin (SP) foi consultado por telefone –inclusive durante a reunião– sobre o abaixo-assinado, que, na prática, impõe barreiras a uma candidatura de Serra à presidência do partido. Mas, de acordo com Jutahy, Alckmin foi informado que o movimento contava com a anuência de todos os governadores.

Ausente à reunião por motivos pessoais, Jutahy disse ter consultado Guerra sobre a hipótese de não comparecer. Em resposta, o presidente do PSDB teria descartado a necessidade de sua presença. “O papel do presidente é lutar pela unidade e pelo fortalecimento do partido e não tentar criar um fato consumado baseado na traição a princípios elementares”, disse Jutahy.

O deputado Vaz de Lima (SP) –que se recusou a assinar o documento– disse ter se queixado ao líder recém-eleito, Duarte Nogueira (SP). “Isso não foi debatido. Não vou assinar nenhum documento sem discussão.” Um dos operadores do movimento, o deputado Bruno Araújo (PE) disse que a intenção foi criar uma estabilidade interna no partido.”

(Folha Online)

Dom Aldo diz presenciar na Paraíba o que assistiu na Era Tasso

166 4

“O arcebispo de João Pessoa, dom Aldo Pagotto, declarou nesta semana, que o governador Ricardo Coutinho (PSB) vem demonstrando nestes primeiros dias de gestão que, de fato, quer construir “uma nova Paraíba”.  Ele disse que vem aprovando as “medidas corajosas” do socialista e parabenizou a escolha de “nomes técnicos” para seu secretariado. “O governador já tomou posições bastante claras de que vai construir uma nova Paraíba. Estou presenciando aqui o que já tinha presenciado há mais de 20 anos no Ceará”, enfatizou Dom Aldo numa referência à primeira gestão de Tasso Jereissati no Governo do Ceará, iniciado em 1987.

As declarações do religioso foram dadas em entrevista à rádio CBN, quando ele falou também de outros temas polêmicos. O arcebispo disse, por exemplo, que os casais homossexuais não são considerados uma família, que o MST é uma entidade que já caducou e classificou os “emos” como pessoas que, com um visual exótico, gostavam de provocar e insultar a população.

Sobre o projeto de lei que criminaliza a homofobia, ele disse que a ideia era uma “aberração e algo não civilizado”.

DETALHE – No primeiro Governo, Tasso implantou um projeto de reestruturação da máquina pública estadual, colocando em dia, por exemplo, o pagamento do funcionalismo público, e adequando a estrutrura à adoção de um projeto definido como desenvolvimentista.

DETALHE 2 – Dom Aldo foi bispo de Sobra (Zona Norte).

DETALHE 3 – Pode-se criticar ou elogiar Dom Aldo por suas declarações mas, sem sombra de dúvidas, ele mostra coragem de expor suas ideias e opiniões. Ao contrário do que temos em Fortaleza com o arcebispo, dom José Antônio, que nunca se manifesta em momentos de polêmica ou não.

(Blog do Professor José – PB)

BNB divulga balanço 2010 nesta 5ª feira

O presidente do Banco do Nordeste do Brasil, Roberto Smith, e o superintendente estadual do Ceará, Isidro Moraes de Siqueira, vão anunciar os resultados operacionais da Instituição no Nordeste e no Ceará durante o exercício de 2010.

O anúncio será feito durante entrevista coletiva nesta quinta-feira, às 10 horas, no auditório do gabinete da Presidência do BNB, em Fortaleza.

Entre os destaques, o desempenho do banco em matéria de Fundo Constitucioal (FNE) e programas de economia solidária como o CrediAmigo e o AgroAmigo.

DETALHE – Podemos adiantar que os dados virão positivos.

CNJ adia discussões sobre escutas telefônicas em presídios federais

126 1

“O Conselho Nacional de Justiça adiou a discussão relativa à instalação de escutas para captar conversas entre presos e advogados em presídios federais de segurança máxima. Um pedido de providências, de autoria do Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e das seccionais do órgão em Mato Grosso do Sul e no Paraná, contesta no CNJ decisões judiciais que autorizaram grampos nos presídios de Campo Grande (MS), Catanduvas (PR), Mossoró (RN) e Porto Velho (RO).

Em junho do ano passado, a OAB denunciou a instalação indiscriminada de grampos nos parlatórios (salas reservadas para conversa entre advogados e presos) das penitenciárias federais. Segundo a legislação, o diálogo entre defensor e cliente preso é inviolável, exceto nos casos em que o advogado está sendo investigado com autorização judicial.

Escutas no Presídio de Catanduvas revelaram que advogados de líderes do tráfico de drogas do Rio de Janeiro estariam repassando informações para criminosos fora da prisão, fato que culminou na invasão, pelas forças públicas de segurança, do Complexo do Alemão, no fim do ano passado.

Para a OAB, a gravação indiscriminada de conversas entre advogados e clientes é uma agressão à intimidade e à privacidade, além de ferir a inviolabilidade do sigilo profissional e o respeito às prerrogativas dos advogados.

Antes de o julgamento ser suspenso, o pedido de providências foi votado pelo relator Paulo Tamburini e pelos conselheiros José Adônis e Jefferson Kravchychyn, representantes do Judiciário, do Ministério Público e da OAB, respectivamente, no CNJ.”

(Agência Brasil)

Caso Battisti – Luizianne engrossa bloco favorável à permanência do italiano no País

138 11

Ministro, Luizianne e Maria Luiza.

A presidente estadual do PT, prefeita Luizianne Lins, endossou ontem, em Brasília, a mobilização de parlamentares e representantes de entidades civis que defendem exílio político para o ex-ativista italiano Cesare Battisti. Em reunião com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo (PT-SP), o grupo pediu que o Governo Federal tente convencer o Supremo Tribunal Federal (STF) a manter a decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No último dia de sua gestão, Lula negou a extradição de Battisti, pedida pelo governo italiano.

Apesar de ser favorável ao exílio político do italiano e já ter questionado publicamente a decisão do STF de rediscutir juridicamente a decisão de Lula, Cardozo tem optado por não intervir na decisão do órgão.

“Ele disse que vai aguardar a decisão do STF. Mas nós estamos preocupados com o desfecho dessa crise, que pode se tornar uma crise entre os dois poderes”, disse o vice-presidente estadual do PT, deputado José Guimarães, que participou da reunião, representando a bancada do PT na Câmara.

Ainda esteve presente a ex-prefeita de Fortaleza, Maria Luiza Fontenele, que em 2009 prestou depoimento em defesa de Battisti. Foi ela quem, na última segunda-feira, convenceu a executiva do PT a subscrever uma carta em que a irmã de Frei Tito Alencar, Nildes Alencar, pede à presidente Dilma Rousseff (PT) que lute pela liberdade de Battisti, preso preventivamente desde 2007, na Penitenciária da Papuda, em Brasília.

Expulsa do PT na década de 1980, a ex-prefeita integra o grupo cearense Crítica Radical, que defende o fim da política partidária.”

(O POVO)

Lula defenderá volta de Delúbio, segundo um dirigente petista

110 3

“O secretário de Comunicação do PT, André Vargas, disse ontem à Folha que o ex-presidente Lula defenderá a volta ao partido do ex-tesoureiro Delúbio Soares, acusado de operar o mensalão. Ele afirmou que o ex-companheiro “foi injustiçado” e que a direção da sigla deve votar seu pedido de refiliação em março ou abril.

“Se for questionado, Lula vai dizer que é favorável”, disse Vargas, que é deputado federal pelo Paraná e integra o Diretório Nacional do PT. O ex-presidente evitava falar do escândalo, mas mudou o tom no fim do mandato, quando chamou o mensalão de “tentativa de golpe” e prometeu reavaliá-lo depois de deixar o Planalto.

Ontem, Vargas disse que os petistas não têm condições morais para barrar a refiliação de Delúbio, que foi expulso da legenda em 2005 e é um dos réus no processo do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal).

“Como é que nós vamos dizer que ele não pode se filiar? Nenhum de nós tem condição moral ou política de dizer que ele não pode militar no PT”, declarou o dirigente.

“Se qualquer evidência de caixa dois servir para excluir alguém do PT, tem que dar uma excluída boa, geral”, afirmou. “Do PT ou do PTB, do PMDB”, acrescentou.”

(Folha)

Aniversário de São Paulo vai virar festa de ecletismo político

“São Paulo vai emprestar seu ar eclético a um encontro entre adversários políticos. O prefeito Gilberto Kassab (DEM) convidou para a comemoração do aniversário de 457 anos da cidade, nesta terça-feira, a presidente Dilma Rousseff (PT), o ex-presidente Lula (PT) e o ex-vice-presidente José Alencar (PRB). Os três confirmaram presença, a exemplo de líderes da oposição, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Alencar será homenageado com a Medalha 25 de Janeiro, oferecida a personalidades que, por “mérito pessoal ou serviços prestados à cidade”, a mereçam.

A previsão é que a honraria tire o ex-vice do hospital pela primeira vez após dois meses de internação. Nem para a posse de Dilma Alencar pode sair do Sírio-Libanês. Por conta do estado de saúde delicado, os médicos só baterão o martelo na manhã desta terça.

Homenagem 

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso também foi indicado pelo prefeito para receber a homenagem, mas não vai comparecer à cerimônia. Está em viagem em pela Suíça até sexta-feira. Kassab chegou a ir até a casa de FH no início do mês comunicar-lhe da homenagem.

A Medalha 25 de Janeiro foi uma homenagem criada no fim de 2009. Os primeiros contemplados, em 2010, foram o ex-presidente Lula e o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB).”

(Veja Online)

CNI divulgará índice de confiança do empresariado

“A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgará nesta terça-feira, às 11 horas, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do mês de janeiro.  A divulgação será feita pelo site da CNI (http://www.cni.org.br) e por e-mail aos jornalistas cadastrados (entre os quais este Blog).
 
A pesquisa revela a avaliação dos industriais sobre o desempenho da economia e suas expectativas para os próximos seis meses em relação ao cenário nacional e à empresa.

O levantamento foi feito entre 3 e 20 de janeiro com 1.893 empresas.”

(Site CNI)