Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Serra cumpre agenda no Ceará

O candidato a presidente da República pelo PSDB, José Serra, cumprirá agenda no Ceara no próximo sábado, 16. Ele visitará, ao lado do senador tucano Tasso Jereissati, o município de Canindé onde, às 11 horas, assistirá a uma missa na Basílica de São Francisco das Chagas.

Em seguida, ao meio-dia, o tucano participará de reunião do PSDB, PPS e DEM, no espaço cultural “Luar do Sertão”(Avenida Presidente Ernesto Geisel, 1880).

Serra, após concluir essa programação vem para Fortaleza e embarca para São Paulo. Ali, vai se preparar para o segundo debate com Dilma Rousseff (PT), a ser travado as 21h15min de domingo, na Redetv.

Maluf não tomará posse

“O deputado Paulo Maluf (PP-SP), reeleito no último dia 3, não poderá tomar posse na Câmara dos Deputados. Ele concorreu sem o registro de candidatura e dependia de uma decisão da Justiça para ter direito aos 497.203 votos que recebeu.

Maluf recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o ministro Marco Aurélio Mello arquivou o caso. Alegou que os advogados perderam o prazo para recorrer e, com isso, o processo transitará em julgado. Ou seja: Maluf não poderá mais recorrer e não poderá tomar posse.

Os advogados de Maluf ainda podem recorrer ao plenário. Caso o plenário concorde com Marco Aurélio – a possibilidade mais provável de ocorrer -, Maluf estará fora do páreo.”

(Globo)

Datafolha – Dilma, 47%; Serra, 41%

“A segunda pesquisa Datafolha no segundo turno da eleição presidencial apresenta um cenário de estabilidade. Dilma Rousseff (PT) tem 54% dos votos válidos (excluem brancos, nulos e indecisos), contra 46% de seu oponente, José Serra (PSDB). Os dados são exatamente os mesmos registrados em levantamento realizado na semana passada. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

A taxa de indecisos, porém, oscilou para cima e agora está em 8% (era 7% na pesquisa anterior). Os que pretendem anular o voto ou votar em branco, 4%, eram em número idêntico na semana anterior. Em votos totais, a petista registrou uma leve oscilação para baixo, passando de 48% para 47%, enquanto o tucano se manteve com 41%. Para o Datafolha, essa oscilação se explica por uma queda de 3 pontos percentuais entre o eleitorado de menor escolaridade, que representa 47% do total de eleitores no Brasil.

RELIGIÃO
Os temas religiosos que dominaram esta etapa da campanha, como aborto e casamento homossexual, parecem não ter influenciado o eleitorado.

Entre os católicos, por exemplo, que são maioria na população brasileira, a ex-ministra tem 51% contra 38% do ex-governador de São Paulo, números semelhantes aos registrados na semana passada (o tucano oscilou um ponto para cima).

No grupo de evangélicos não pentecostais a candidata petista cai quatro pontos, enquanto Serra oscila positivamente dois pontos. Essa faixa representa 6% do eleitorado.

Curiosamente, a maior movimentação ocorre justamente no grupo dos que se declaram sem religião, em que Dilma caiu cinco pontos percentuais, e Serra cresceu cinco (a petista ainda vence por 45% a 40%). O grupo também representa 6% do eleitorado.

MARINA
O apoio de Marina Silva poderia influenciar no voto de 25% dos entrevistados, segundo o Datafolha. Entre os que votaram na candidata verde no primeiro turno, 51% dizem optar por Serra agora, contra 23% que declaram o voto em Dilma (oscilação positiva de um ponto com relação à pesquisa anterior –o tucano manteve o patamar). Pretendem votar em branco ou anular o voto 11%, enquanto 15% dos eleitores de Marina estão indecisos.

REJEIÇÃO
Entre os que dizem não votar em Serra, a rejeição ao candidato tucano passou de 63% para 66%. No caso de Dilma, o número de eleitores que não declaram voto na petista e não votariam nela de jeito nenhum oscilou um ponto para baixo, caindo de 68% para 67%.

A pesquisa foi feita nos dias 14 e 15 de outubro com 3.281 eleitores de 202 municípios brasileiros e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Os contratantes do levantamento, registrado no TSE sob o número 35.746, são a Folha e a Rede Globo.”

(Folha Online)

Datafolha – Avaliação de Lula em alta nesta reta final das eleições

Nas alturas.

“A aprovação ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a subir na reta final da eleição, após meses de estabilidade, e atingiu na segunda semana de outubro seu maior índice desde que o petista foi eleito, mostra pesquisa Datafolha realizada nos dias 14 e 15 de outubro com 3.281 eleitores de 2020 municípios.

Pela primeira vez, a aprovação do presidente chega a 81% de ótimo/bom, recorde na série histórica do Datafolha. No levantamento realizado na semana passada, 78% dos eleitores brasileiros consideravam a administração de Lula ótima ou boa. Antes, a melhor avaliação havia sido atingida em 24 de agosto (79%).

O pior momento do petista na Presidência foi entre outubro e dezembro de 2005, quando 28% avaliavam-na como ótima ou boa. Nessa época, Lula enfrentava as denúncias relacionadas ao mensalão. No levantamento atual, 15% consideram o atual governo regular, enquanto 4% avaliam que ele é ruim ou péssimo. A nota atribuída ao governo Lula no levantamento atual é de 8,1, ante 8 na semana passada.”

(Folha.com)

Abandonado por Dilma, Lúcio cai nos braços de José Serra

“O PR do Ceará decidiu nesta sexta-feira apoiar o candidato do PSDB à Presidência, José Serra. No primeiro turno, a legenda ficou ao lado de Dilma Rousseff (PT). A mudança decisiva ocorreu por atuação de Lúcio Alcântara, candidato derrotado ao governo do estado pelo PR. Ele diz que se sentiu abandonado pelo PT no primeiro turno. Dilma priorizou a candidatura de Cid Gomes (PSB), que saiu vencedor.

“O PT disse que ela estaria nos dois palanques. Ficou só com o adversário. Nunca tive espaço na campanha. Optaram por me excluir”, queixou-se o ex-governador Lúcio Alcântara em sua página no twitter, na tarde desta sexta-feira.

O candidato derrotado não esconde suas mágoas com os petistas: “Não tenho vocação para estar onde não se cumpre compromisso e não se respeitam as pessoas. Não tenho idade para ficar onde estou sobrando”. Há dois dias, Alcântara foi convidado por José Serra para uma conversa, em São Paulo. Saiu de lá decidido a apoiar o tucano. O PR cearense referendou a posição do ex-governador, que teve 16,4 % dos votos.

Também pesou o fato de Dilma Rousseff ter nomeado Ciro Gomes, inimigo de Lúcio, coordenador de sua campanha no Nordeste. Lúcio Alcântara deve acompanhar José Serra neste sábado, quando o tucano visita o Ceará. Ele vai assistir a uma missa na cidade de Canindé, que comemora a Festa de São Francisco.

Tasso entra na briga – Depois de perder a disputa ao Senado, o tucano Tasso Jereissati também já mobilizou o PSDB estadual para trabalhar para a campanha de José Serra. No primeiro turno, o apoio de Tasso a Serra foi tímido. Agora, derrotado numa eleição que teve forte influência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o tucano quer dar o troco derrotando Dilma Roussseff.

O apoio de Lúcio Alcântara e de seu partido pode significar uma reação de Serra no estado, o terceiro maior colégio eleitoral do Nordeste. No primeiro turno, o tucano obteve 16,3% dos votos válidos no Ceará.”

(Veja Online)

Em defesa da vida e contra o aborto

Eis artigo do jornalista Wanderley Pereira intitulado “Em defesa da vida e contra o aborto”. Ele entra assim na polêmica provocada pelo aborto nesta campanha eleitoral, onde Dilma (PT) e Serra (PSDB) trocam farpas no horário gratuito. Confira: 

Não se pode evitar que o tema aborto entre para o debate político, em face das circunstâncias e da provocação do discurso político. Primeiro porque do ponto de vista jurídico, o aborto é crime e também é contrário à Lei Divina, que traz no 5º mandamento: “Não matarás”. Trata-se, portanto, tanto do ponto de vista humano como do divino, de um tema que diz respeito ao maior de todos os direitos humanos: o direito à vida. Logo, não pode ser um assunto que se ignore ou que seja retirado da pauta do debate público, apenas por ameaçar interesses casuístas e circunstanciiais desse ou daquele grupo social.

Não é um tema de domínio exclusivo da religião. É um assunto que mexe com todos independentemente de crença, raça, classe social, porque afeta a pessoa, a família, a segurança, a saúde, o trabalho, a sociedade como um todo nas suas relações naturais. Se há hipócritas ou não que o pregam e o defendem, mas não o praticam, é problema da consciência de cada um. O próprio Jesus Cristo disse que não se preocupava com o que pensavam os homens a seu respeito, mas com o que pensava Deus.

A lei divina não se altera por causa dos conceitos, divergências ou preferências humanas. Ela não se adapta a conceitos decorrentes de ideologias políticas, do orgulho, nem das vaidades transitórias, porque ela é imutável e eterna. Se fosse mutável não seria uma lei divina. As leis dos homens é que devem se amoldar a ela, conforme as circunstâncias e os progressos das civilizações.

Temos visto defensores do aborto sugerindo-o como a grande saída no controle da concepção, como se a família fosse a grande responsável pela miséria. E pior ainda: que o aborto seria a solução para evitar essa tragédia sobretudo nas grandes famílias pobres. Ora, o planejamento da concepção deve atender aos princípios éticos e não pode minimizar a inteligência científica na conquista de recursos eficazes, mas que respeitem a vida.

A hipocrisia, nesse caso, está com os governos, com as autoridades quando afirmam que o aborto é um problema de saúde pública, quando é o contrário: o abortamento voluntário é fruto da falência do sistema de saúde pública, da educação, da cultura, da segurança, das leis e da política transformada em instrumento de mentira e corrupção. Não é justo negar a importância de um assunto tão sério e tão grave, que diz respeito à vida e as relações do homem com a criação e o Criador. 

Wanderley Pereira,

Jornalista   

Horário de Verão não muda atendimento de bancos em Fortaleza e Região Metropolitana

193 1

“A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) comunica que nos estados em que não vigorará o horário de verão, as agências deverão antecipar em uma hora a abertura e o fechamento para atendimento ao público. “Essa medida tem o objetivo de assegurar o perfeito funcionamento do serviço de compensação”, diz a Febraban em nota.

Os estados que terão alteração no horário de abertura das agências bancárias são: Acre, Amapá, Amazonas, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins.

Alguns municípios, entretanto, manterão inalterados os horários de atendimento. São eles: Manaus (AM); Belém (PA) e região metropolitana: Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará; Fortaleza (CE) e região metropolitana: Aquiraz, Caucaia, Chorozinho, Euzébio, Guaiuba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante; Recife (PE) e região metropolitana: Abreu e Lima, Camaragibe, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e Paulista; Salvador (BA) e região metropolitana: Candeias, Camaçari, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, Simões Filho e Vera Cruz.

Segundo a Febraban, as agências e os postos de atendimento manterão fixados cartazes comunicando a mudança de horário de atendimento.

O horário de verão vigorará da zero hora do próximo domingo, 17, até 2 de fevereiro de 2011 no Distrito Federal e nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul.”

(Agência Brasil)

Prazo para revalidar diploma de medicina expedido no Exterior vai até domingo

“Prorrogado até domingo (17) o prazo de inscrição para quem pretende revalidar diploma de medicina expedido por instituição de ensino estrangeira. Os candidatos à revalidação do diploma precisam se cadastrar até a meia-noite do dia 17, pela internet, para participar das próximas etapas do processo .

Por lei, o médico que não for graduado em instituição de ensino brasileira precisa ter o diploma estrangeiro revalidado para exercer a profissão no Brasil. Os ministérios da Saúde e da Educação deram início, em 2009, a um novo sistema de reconhecimento desses documentos, pois o processo anterior era demorado e podia levar até seis anos para ser concluído.

A primeira fase do processo de validação foi a apresentação de documentos para comprovar que o candidato atende a alguns pré-requisitos, como ter concluído o curso de medicina em universidade reconhecida, com carga horária mínima de 7,2 mil horas.

Os 500 selecionados nessa fase participarão de provas objetivas e discursivas. A data provável para aplicação dos testes é 24 de outubro. Os locais serão divulgados pela internet, na página do Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe/UnB), responsável pelo certame.

Para ser aprovado, o candidato precisará obter um mínimo de 112 pontos. Quem atingir essa pontuação passará para a última fase do processo, um exame prático de habilidades clínicas. A avaliação prática está prevista para ser aplicada nos dias 4 e 5 de dezembro.

O projeto piloto de revalidação de diplomas estrangeiros de medicina no Brasil recebeu 502 inscrições até agora. A maioria dos candidatos estudou na Bolívia (237), em Cuba (154) e no Peru (24).”

(Agência Brasil)

Conselho Federal dos Corretores de Imóveis terá Instituto para estudar mercado

Vem aí o Instituto Colibri, um organismo a será criado pelo Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Confeci) e que deve entrar em operações até meados de 2011. Segundo o tesoureiro do Confeci, Armando Cavalcante, esse Instituto será o responsável pelos levantamentos estatísticos e tudo que diga respeito a volunme e velocidade de vendas no segmento.

“Será um instituto que municiará todos os conselhos de corretores do País, dando informações técnicas sobre o movimento das vendas de imóveis nos Estados, para que todos tenhamos uma visão global de merca. Com isso, dá para saber qual o Estado com ofertas melhores ou em elvação e outros dados”, explicou Armando Cavalcante durante entrevista à jornalista Neyla Fontenele, nesta tarde de sexta-feira, dentro do programa “Mercado & Ngócios”.

O setor de venda de imóveis no Ceará, adiantou Cavalacante, vai muito bem e deverá fechar o ano com um crescimento da ordem de 10%.

(Foto – Paulo Moska)

Carro zero km sai de concessionária com multa

“Por causa de um registro errado feito pelo órgão responsável pela fiscalização de trânsito no Distrito Federal (DFtrans), um carro zero km, comprado pela professora Juliana Crispim em fevereiro deste ano, foi retirado da concessionária já com uma multa.

A confusão começou quando a professora não recebeu o documento do veículo. Ela foi ao Procon e descobriu que o problema era uma infração de 2004, no valor de R$ 488, aplicada por transporte pirata no Gama, a cerca de 40 Km de Brasília.

Durante seis meses, Juliana pagou as prestações do carro, mas o veículo ficou parado na garagem por falta de documento. “Era um sonho que virou pesadelo. Porque comprei um carro para poder sair, ir para o cursinho e trabalhar. Mas o carro ficou parado e eu tendo que andar de ônibus”, desabafa Juliana.

Ela entrou com uma ação na Justiça. Em nota, o Detran admitiu o erro. O departamento disse que a multa foi aplicada pelo DFtrans, que trocou as placas na hora de cadastrar a notificação.”

(Portal G1)

Após 27 dias de demissão, Erenice deixa residência oficial da Casa Civil

“Vinte e sete dias depois de se demitir da Casa Civil, a ex-ministra Erenice Guerra deixou na última quarta-feira (13) a residência oficial do órgão, no Lago Sul, região conhecida como “Península dos Ministros”. Ela tinha 30 dias de prazo para desocupar a residência oficial, onde já moraram a presidenciável do PT e ex-ministra, Dilma Rousseff, e o ex-ministro José Dirceu. Os seguranças da residência confirmaram na manhã desta sexta-feira (15) que a casa está vazia, mas não souberam informar para onde foram levados os pertences de Erenice.

Desde que deixou a Casa Civil, em 16 de setembro, a ex-ministra mudou a rotina e desapareceu de lugares que frequentava, como a academia onde costumava fazer fisioterapia e hidroginástica três vezes por semana, em Brasília. Erenice entregou a carta de demissão ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva após ter sido envolvida em denúncias de tráfico de influência no Palácio do Planalto, para beneficiar empresas privadas que teriam contratos de suposto lobby com a Capital Assessoria e Consultoria, empresa na qual atuavam seus dois filhos, Saulo e Israel Guerra. O primeiro era dono da empresa e o segundo atuava em seu nome para conseguir contratos.

Servidores da Casa Civil também teriam participado do suposto esquema envolvendo Erenice e seus filhos. Vinicius Castro e Stevan Knezevic deixaram o órgão após reportagens denunciarem os supostos casos de tráfico e influência. A mãe de Vinícius, Sônia Castro, é uma das sócias de Saulo na Capital. Tanto os filhos de Erenice quanto os servidores já compareceram à Polícia Federal, mas utilizaram o direito e permanecer calados diante do delegado que comanda a investigação.

Perícia em computadores
No começo do mês, a PF anunciou a intenção de interrogar a ex-ministra e pedir autorização para periciar os computadores de Erenice e dos servidores. As máquinas foram lacradas pela sindicância interna que tenta apurar a responsabilidade de servidores do órgão nos supostos esquemas denunciados.

Sindicância na Casa Civil
O prazo aberto para a comissão instalada na Casa Civil concluir a apuração do caso termina no próximo domingo (17). Segundo informações do próprio órgão, o trabalho do grupo é mantido sob extremo sigilo. Na segunda-feira (18), a comissão deve apresentar seu relatório ao ministro-interino, Carlos Eduardo Esteves Lima, ou solicitar a prorrogação dos trabalhos por mais 30 dias. Com a proximidade do segundo turno da eleição, a tendência é de que a investigação seja prorrogada.

Demissões
Além de dois servidores da Casa Civil, o escândalo envolvendo Erenice causou a demissão do diretor de Operações dos Correios, coronel Eduardo Artur Rodrigues da Silva. Em 20 de setembro, o coronel afirmou, por meio de carta de demissão, que foi “alvo de ataque pela imprensa”. Segundo ele, as “insinuações” sobre propriedade e controle de empresas podem ser desmentidas.

Silva pediu demissão após ser apontado por reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, como sendo ligado à empresa Master Top Linhas Aéreas (MTA), citada nas denúncias de tráfico de influência que culminaram no pedido de demissão da ex-ministra da Casa Civil. Nesta semana, a PF encaminhou o inquérito à Justiça Federal no Distrito Federal, para que as investigações tenham continuidade.”

(POrtal G1)

Fortaleza é sede do Wind Brasil 2010

Fortaleza recebe novamente etapas do campeonato brasileiro e mundial de windsurf. Esses certames envovlerão cerca de 40 atletas e ocorrerão na praia do Marina Park Hotel entre os dias 20 e 31 deste mês. Organizado pela Arrow Marketing, o Wind Brasil 2010 objetiva promover o
Ceará turisticamente, desenvolvendo no estado os segmentos de esportes náuticos e de aventura. A idéia surgiu de uma parceria da empresa com o Governo do Ceará, através da Secretaria de Esporte. Atualmente, o evento encontra-se em sua 14ª edição.

A etapa fórmula do Campeonato Brasileiro será realizada entre os dias 20 e 24 de outubro e, de 27 a 31, ocorre a etapa do Campeonato Mundial. Três regatas serão realizadas diariamente, às 12h, 13h e às 14h, exceto nos sábado e domingos, 23 e 24, e 30 e 31 de outubro,
quando a disputa terá duas. Entre os destaque, está o velejador cearense Gabriel Browne, que vendeu etapa no Mundial de Formula Windsurf 2009, realizada de 25 a 29 de novembro na etapa de Fortaleza. Esta foi a primeira vez que um brasileiro conseguiu o título, antes conquistado somente por velejadores internacionais.

Ciro evita bater em Serra

67 5

“A partir do anúncio do deputado federal Ciro Gomes (PSB) como um dos coordenadores de Dilma Rousseff no segundo turno, os aliados esperavam artilharia pesada contra o candidato de oposição, José Serra (PSDB). Mas o que se viu até agora foi o silêncio do ex-ministro da Integração.

A atitude impressiona os partidos da base, já que Ciro e os tucanos chegaram a trocar ofensas e apelidos. Em outubro de 2009, o PSDB qualificou o deputado de “nanico de Dilma”, em referência à reedição de uma propaganda do PT em São Paulo. No mês seguinte do mesmo ano, Ciro chamou Serra de “coisa” e “ectoplasma”, que não o considerou como candidato à presidência.

“Eu comemoro que ele tenha finalmente notado que eu existo. Pois eu, normalmente, só percebo a existência dele por meio do coisa, que não é ele, é um ectoplasma”, disse, à época. Por enquanto, Ciro continua ponderado.

(Coluna Painel – Folha)

DETALHE – Ciro Gomes está em Fortaleza. Chegou sem dar entrevistas no aeroporto de Fortaleza, prática que vem adotando ´desde que começou a campanha logo no primeiro turno.

Tiririca será diplomado e cassação pode vir depois, diz procurador eleitoral

“Uma eventual ação judicial para cassar o mandato de Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), o Tiririca, por conta do suposto analfabetismo do humorista, só poderá ser apresentada à Justiça após a diplomação dos candidatos eleitos, marcada para dezembro, segundo o Ministério Público Federal.

O procurador regional eleitoral em São Paulo, Pedro Barbosa, diz que antes da diplomação só podem ser adotadas medidas judiciais contra o mandato de candidatos em situações mais graves que a de analfabetismo, como em casos de abuso de poder político ou econômico.

Barbosa afirma que a apuração do caso está sendo feita com rigor, mas também com cautela. “Várias decisões da Justiça Eleitoral declaram que devem ser aceitas as candidaturas de pessoas que tenham noções, mesmo que rudimentares, de escrita e leitura”, diz o procurador.

Já existe uma ação em curso contra Tiririca por conta da suspeita de que ele tenha falsificado uma declaração de que é alfabetizado para registrar a candidatura dele. Porém o processo foi iniciado pelo Ministério Público Estadual de São Paulo, e pode resultar em uma condenação de prisão de até cinco anos, mas não na cassação do mandato de Tiririca, votado por 1,3 milhão de pessoas.”

(Folha.com)

Semana Nacional da Conciliação começa a ser planejada no Ceará

51 1

“Os Juizados Especiais Cíveis e Criminais (JECCs) de Fortaleza deram início aos preparativos para a Semana Nacional de Conciliação, que será realizada de 29 de novembro a 3 de dezembro deste ano. Um grupo de magistrados dos JECCs já esteve reunido, na diretoria do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza, e apresentou sugestões e traçou estratégias para a mobilização das unidades.

“Estamos aproveitando as experiências que cada Juizado tem com a conciliação, ouvindo todas as sugestões para, a partir daí, traçar um plano de ação para a Semana”, afirmou o juiz Carlos Henrique Garcia de Oliveira, titular do 2º JECC, que ficará responsável pela coordenação das unidades durante o evento.

Segundo o magistrado, uma das estratégias para alcançar maior número de acordos será sensibilizar as empresas que possuem grande número de processos envolvendo direitos do consumidor.

DETALHE – A Semana Nacional da Conciliação é promovida pelo Conselho Nacional de Justiça, em parceria com Tribunais de Justiça, com o objetivo de buscar acordos amigáveis para as ações judiciais.”

(Com Site do TJ-CE)

Vinde a mim os eleitores da Dilma

261 3

Com Dilma Rousseff, candidata petista à presidência da República caindo na intenção de votos, segundo as pesquisas, Lula voltará firme à cena eleitoral. Por recomendação expressa dos marqueteiros.

Ou seja, Lula também salva.

(Ilustração do Blog da Folha)

PSOL deve ficar neutro nesta disputa de 2º turno

133 1

“O senador José Nery (PSOL-PA) afirmou da tribuna, nesta quinta-feira, considerar “provável” que o PSOL fique neutro no segundo turno das eleições presidenciais. Ele também cumprimentou o candidato Plínio de Arruda Sampaio por sua atuação no primeiro turno.

José Nery explicou que os programas dos candidatos José Serra e Dilma Rousseff não têm identidade com o programa do PSOL e, por isso, o partido deverá fazer oposição ao próximo governo federal. A executiva nacional do PSOL se reunirá nesta sexta-feira (15) para tomar a decisão sobre seu comportamento no segundo turno.

Ao fazer um balanço da atuação de seu partido nas eleições do último dia 3, José Nery registrou que o deputado federal Chico Alencar obteve a segunda maior votação do estado do Rio de Janeiro. Em São Paulo, foi reeleito o deputado federal Ivan Valente.

Apesar de a ex-senadora Heloísa Helena não ter conseguido uma vaga para o Senado, em Alagoas, Nery disse que o partido teve a “grata surpresa” de ver dois candidatos eleitos para o Senado: Randolfe Rodrigues, no Amapá, e Marinor Brito, no Pará. Ele lamentou ainda que a deputada federal Luciana Genro (RS) não tenha conseguido se reeleger.

José Nery leu nota em que Randolfe Rodrigues desmente que tenha declarado voto de apoio a Dilma Rousseff.”

(Agência Senado)

Pesquisas exigem prudência

Eis artigo assinado pelo editor de Conjuntura dol O POVO, Guálter George, na edição desta sexta-feira do jornal. Guálter pede prudência na avaliação das pesquisas que, no primeiro turno, provocaram muitas surpresas. Conifra: 

É impressionante a opção pelo erro que continuamos a fazer, na imprensa, quando se trata de dar peso equivocado às pesquisas dentro de um processo eleitoral. Os problemas do primeiro turno ainda nem foram absorvidos de todo, depois que os apressados, jornalistas e diretores de institutos, quebraram a cara ao tentar anunciar vencedores com um ano de antecedência, e o quadro ameaça se repetir.

Já tem gente cravando o resultado do segundo turno a partir de uma situação apontada por números relacionados a intenções de votos que dizem respeito ao momento. Vale para hoje, talvez para amanhã e até pode estar ainda atualizado para o dia previsto de votação, no final do mês.

A questão é que ninguém, de sã consciência, pode assegurar que a tendência clara de agora, sem dúvida favorável ao candidato tucano José Serra, se sustentará pelos próximos 15 dias de campanha que ainda há pela frente. Dilma Rousseff, a petista, enfrenta dificuldades reais, especialmente diante de uma armadilha estratégica que a mantém num ritmo de queda que vem desde o final do turno anterior da campanha.

O errado é concluir, a partir dai, que o quadro está resolvido. A forma como se usa uma pesquisa eleitoral no Brasil já é danosa por si, porque permite aos inescrupulosos, marqueteiros e candidatos, explorarem de maneira oportunista números de valor científico inquestionável na maior parte dos casos.

Especialmente quando se está diante da perspectiva de uma disputa equilibrada, mais prudente será esperar que o eleitor se manifeste. No voto, não na intenção.

Guálter George. Editor-executivo de Conjuntura do O POVO.

O POVO ganha Menção Honrosa no Prêmio Vladimir Herzog

A Comissão Organizadora do 32º Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos divulgou os primeiros vencedores do ano. São eles:

– Categoria Jornal: “Crimes de maio”, de Renato Santana, do jornal A Tribuna de Santos – SP

* Menção Honrosa: Diários da liberdade, de Paula Sarapu, jornal O Dia – RJ

* Menção Honrosa: Inquisição – no rastro dos amaldiçoados, de Demitri Túlio Silva Araújo, Luiz Henrique Campos, Cláudio Ribeiro, Ana Mary C. Cavalcante e Fátima Sudário, do Jornal O Povo – CE

Jurados: Sinval Itacarambi, Paulo Salvador e Rose Nogueira

– Categoria Rádio: Infância perdida, de Fabiana Maranhão Lourenço da Silva e equipe, Rádio Jornal de Pernambuco

* Menção Honrosa: Desaparecidos, feridas que não cicatrizam, de Letícia Cardoso e equipe, Rádio CBN Vitória

* Menção Honrosa: Poder que abusa, de Carlos Alberto Silveira Morais e equipe, Rádio Jornal AM 780 – Sistema Jorna do Comércio

Jurados: Benê Rodigues, Benê Correia e Oswaldo Luiz Colibri Vitta

– Categoria Fotografia: Tortura em domicílio, de João Augusto Souza Kuerten, Diário Catarinense, SC

* Menção Honrosa: De frente para o crime, de Weimer de Carvalho Franco, Jornal O Popular, GO

* Menção Honrosa: Morta ao sair da delegacia, de Ney Douglas Marques, Empresa Novo Jornal – RN

Jurados: Elvira Alegre, Amâncio Chiodi e Kiko Farkas

Após a cerimônia de premiação, todos os trabalhos estarão disponíveis no site www.premiovladimirherzog.org.br

Lula aparecerá mais na TV para frear queda de Dilma nas pesquisas

140 1

“Em meio a um de seus piores momentos, a campanha de Dilma Rousseff (PT) voltará a recorrer à popularidade do presidente Lula para estancar a queda nas pesquisas de intenção de voto.
Segundo a Folha apurou, os petistas decidiram aumentar a presença de Lula na TV e em eventos de rua para “mexer com o povão” e ajudar a mobilizar a militância. A coordenação da campanha também definiu Minas Gerais e São Paulo como Estados prioritários, para evitar que a petista perca votos nos dois maiores colégios eleitorais do país, onde o PSDB venceu os pleitos regionais.

Lula apareceu menos ao lado de Dilma no segundo turno. Suas aparições na TV também têm sido menores. Essa redução foi definida por uma avaliação de que, no segundo turno, o foco deveria ser na candidata, e Lula não deveria ofuscá-la. Mas as últimas pesquisas, que indicam uma queda na diferença entre a petista e José Serra, definiram a volta de Lula ao centro do palco.

No Datafolha, a diferença passou de 12 para 7 pontos percentuais, entre o final do primeiro turno e a primeira pesquisa do segundo turno. Em outras pesquisas, a diferença caiu para 6 e 4 pontos. A participação de Lula, entretanto, será modulada pela preocupação de ele não ofuscar a imagem da candidata.

Outra mudança adotada foi quebrar o “monopólio” do Vox Populi como instituto oficial da campanha e contratar o Ibope para realizar pesquisas só no Sudeste. A ideia é evitar que alterações relevantes em São Paulo, Minas e no Rio de Janeiro passem despercebidas, como ocorreu no primeiro turno, além de definir estratégias focadas nesses Estados.

Além da queda nas pesquisas, contribui para o clima tenso na equipe a desarticulação em alguns Estados, sobretudo Minas Gerais. Por isso, o presidente do PT, José Eduardo Dutra, e o ministro licenciado Alexandre Padilha (Relações Institucionais) passaram por Minas. As pesquisas internas apontam redução da dianteira que Dilma conquistou sobre Serra no primeiro turno.

Em São Paulo, com a vitória de Geraldo Alckmin, o PT vê a necessidade de reforçar ações de campanha. Hoje, além de comício de Dilma e Lula na zona leste da capital, há uma reunião de lideranças políticas para articular a ação no interior. Amanhã, Lula e Dilma fazem ato público em Minas, e se encontram com prefeitos na semana que vem.

Apesar do mau momento, assessores de Dilma avaliam que a maré ruim pode acabar. A avaliação da candidata em pesquisas qualitativas, que vinha caindo, melhorou após o debate da Band.
No entanto, alguns aliados e petistas questionam a eficácia da propaganda de TV, e consideram a do PSDB “mais competitiva” nesta fase.”

(Folha Online)