Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Sai no Diário Oficial da União lei que regulamenta profissão de taxista

O senador Eunício Oliveira (PMDB) foi relator da matéria.

“O Diário Oficial da União publicou na edição desta segunda-feira, 29, a lei que regulamenta a profissão de taxista. Ele passa a ser obrigado a ter habilitação para conduzir veículo automotor nas categorias B, C, D ou E, além de cursos de relações humanas, direção defensiva, primeiros socorros, mecânica e elétrica básica de veículos.

Entre os direitos que o profissional passa a ter estão piso salarial, ajustado entre os sindicatos da categoria. A lei também prevê a aplicação da legislação que regula o direito trabalhista do Regime Geral da Previdência Social. Dessa forma, os taxistas terão garantidos os direitos previdenciários e de aposentadoria.

Também foi publicada a lei que regulamentada a profissão de sommelier – profissional que se dedica ao serviço especializado de vinhos em hotéis e restaurantes. Pelo projeto aprovado no Congresso, a lei reconheceria tanto aqueles com certificado como quem tivesse atuação prática no mercado por pelo menos três anos.

Mas a presidenta Dilma Rousseff vetou esse artigo, restringindo o reconhecimento sem certificado apenas aos profissionais que estejam exercendo a profissão há mais de três anos até a data desta segunda-feira, 29.”

(Agência Brasil)

Governo eleva superávit primário

“O ministro Guido Mantega (Fazenda) anunciou nesta segunda-feira (29) a elevação da meta do superavit primário (resultado antes do pagamento dos juros) do governo central em R$ 10 bilhões. O governo central é composto pelo Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central. Segundo o ministro, a intenção é evitar um aumento nas despesas correntes, dando mais espaço para o Banco Central usar os juros como arma contra uma deterioração da crise econômica mundial, que pode afetar a economia brasileira.

Será enviado ao Congresso Nacional um projeto prevendo o aumento da meta nominal para a economia que o governo faz antes do pagamento dos juros da dívida, que passará a ser de R$ 91 bilhões, o que significa uma elevação de 0,25% a 0,30% do PIB (Produto Interno Bruto).

Mantega disse ainda que a medida procura evitar um desaquecimento da economia brasileira, como aconteceu durante a crise de 2008.

“Não queremos ter aquele mergulho que tivemos em 2008 durante três meses [de setembro a dezembro]. Se houver alguma deterioração, o Banco Central terá mais grau de liberdade para tomar medidas para enfrentar uma eventual desaceleração”, completou.”

(Folha.com)


PDT homenageará Leonel Brizola

Na próxima quinta feira, em Porto Alegre, o PDT Nacional vai realizar seu Congresso Nacional. O mote principal já está definido.

Segundo o presidente nacional interino da legenda, o deputado federal André Figueiredo, será uma homenagem à memória do ex-governador e presidente de honra do partido, Leonel Brizola, pelos 50 anos da Rede da Legalidade.

André deu a informação antes de seguir, nesta madrugada de segunda-feira, para Brasília, onde participou de reunião do Conselho Político do Governo Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto.

"Lei da Ficha Limpa" pode não valer em 2012

159 1

“A Lei da Ficha Limpa corre o risco de não valer na eleição municipal de 2012 nem nas que vierem depois. Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão pessimistas e preveem que a Corte poderá declarar a regra inconstitucional ao julgar três ações que tramitam há meses no tribunal e que tratam da lei que nasceu de uma iniciativa popular a favor da moralização dos costumes políticos no País.

Em março, o STF decidiu por 6 votos a 5 que a norma não teria validade para a eleição de 2010 porque foi aprovada com menos de um ano de antecedência ao processo eleitoral. Há uma regra na Constituição Federal segundo a qual modificações desse tipo têm de ser feitas pelo menos um ano antes. Na ocasião, os ministros somente analisaram esse aspecto temporal da lei.

Nos futuros julgamentos, eles deverão debater se a regra está ou não de acordo com a Constituição Federal ao, por exemplo, estabelecer uma punição (inelegibilidade do político) antes de uma condenação definitiva da Justiça.

Os contrários a esse tipo de punição afirmam que ela desrespeita o princípio constitucional da presunção da inocência, ou seja, que ninguém será considerado culpado até uma decisão judicial definitiva e sem chances de recursos. O entendimento do Supremo será fixado durante o julgamento conjunto de três processos: duas ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs) e uma ação direta de inconstitucionalidade (ADI).

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) nacional e o PPS pedem que o tribunal chancele a constitucionalidade da lei. Já a Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL) quer que a Corte declare inconstitucional um dispositivo da norma segundo o qual são inelegíveis as pessoas excluídas do exercício de profissão em razão de infração ético-profissional.”

(iG)

Governo gasta R$ 2,9 milhões com prevenção e controle do tabagismo

“Desde 1986, pela lei federal nº 7488, 29 de agosto marca a comemoração do Dia Nacional de Combate ao Fumo. A data foi criada com o objetivo de conscientizar a população sobre o assunto e diminuir riscos de doenças causadas pelo hábito de fumar. O governo federal possui orçamento específico para a prevenção e controle do tabagismo, administrado pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), vinculado ao Ministério da Saúde. Dos R$ 5,8 milhões autorizados para este ano, R$ 2,9 milhões foram gastos até julho, equivalente a 50,5% do total.

Mesmo tendo desembolsado quantia significativa dos recursos disponíveis para este ano, o montante demonstra diminuição de 26,8% nos valores pagos para o programa no mesmo período do ano passado, cerca de R$ 4,0 milhões.  Durante todo o ano de 2010, R$ 5,9 milhões foram destinados ao programa.

Com a ação de prevenção e controle do tabagismo, o Ministério da Saúde busca capacitar equipes técnicas responsáveis por ações educativas e de fiscalização para a promoção de ambientes livres e monitorar a implantação de tais espaços. Além disso, tem como meta apoiar e estimular ações em escolas para incentivo à prática de atividade física, alimentação saudável, prevenção do tabagismo, dentre outras.  Os recursos ainda subsidiam o desenvolvimento de estudos e vigilância do tabagismo e a produção de material técnico, educativo e informativo.

A polêmica em torno do cigarro está bem acesa e ganha cada vez mais medidas. No começo da última semana, por exemplo, a Receita Federal fixou preço mínimo de R$ 3,00 para a venda no varejo por maço de cigarros. O novo preço começa a valer entre novembro deste ano e dezembro de 2012. Segundo o ministro da saúde, Alexandre Padilha, a expectativa é que a medida do governo irá colaborar para a redução do número de fumantes no país. Em relação ao valor atual, cada maço irá aumentar para R$ 3,50 em 2013; R$ 4,00 em 2014; e R$ 4,50 em 2015.

Os números do tabagismo no mundo são preocupantes. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, a cada dia, 100 mil crianças tornam-se fumantes em todo planeta. A previsão é que o tabaco mate quase 6 milhões de pessoas este ano, incluindo 600 mil não fumantes, “porque os governos não estão fazendo o suficiente para persuadir as pessoas a deixar de fumar ou proteger outras da fumaça”, afirmou a organização nas proximidades do dia 31 de maio, conhecido como Dia Mundial sem o Tabaco. Até 2030, é possível que o número de mortes por ano chegue a 8 milhões.

A Organização das Nações Unidas (ONU) fez apelo aos governos para que assinem e implementem tratado de controle do tabaco. A OMS alertou ainda que, se as tendências atuais se mantiverem, o tabaco pode causar até 1 bilhão de mortes no século XXI, aumento dramático em relação ao século passado, quando causou 100 milhões de mortes.

Até agora, 172 países e a União Européia firmaram a Convenção para o Controle de Tabaco (FCTC) da OMS, que entrou em vigor em 2005 e obriga os países a tomar medidas ao longo do tempo para reduzir o índice de tabagismo,  além de limitar a exposição de não fumantes à fumaça, o chamado fumo passivo, e limitar a publicidade e promoção de cigarros.”

(Site Contas Abertas)

BNDES vai expor para empresários e gestores cearenses suas linhas de financiamento

A Federação das Indústrias do Ceará (FIEC) promoverá, a partir das 14 horas desta segunda-feira, encontro do empresariado e gestores municipais com técnicos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na ocasião, será apresentadas as linhas de crédito específicas para o setor público.

Outros três encontros com o mesmo fim foram promovidos nos dias 24 e 25 deste mês envolvendo técnicos do Banco e empresários dos setores têxtil, do turismo, de fornecedores da construção civil e do setor de trigo, panificação e massas.

A exposição será feita por Carla Marins, Mônica Abdalla, André Luís Lima e Adriane Carine, gerentes e técnicos de atendimento empresarial do BNDES das regiões Sudeste e Nordeste. Programs do BNDES como “Caminho na Escola”, “Um Computador por Aluno” e “Intervenção Viária” constam na lista dos financiamentos.

Relator do Novo Código de Processo Penal fará palestra em Fortaleza

O procurador regional do Distrito Federal, Eugênio Pacelli de Oliveira, relator-geral da Comissão de Juristas instituída no Senado Federal para a elaboração de anteprojeto do Novo Código de Processo Penal (CPC), é um dos convidados do XVIII Fórum de Ciência Penal. O encontro é uma realização do Ministério Público estadual e ocorrerá de quarta até sexta-feira, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. O Fórum será aberto às 19h30min com a entrega do Troféu Forças Vivas 2011 a 15 personalidades.

A exposição do procurador regional da República do Distrito Federal e doutor em Direito, Eugênio Pacelli de Oliveira, será às 8 horas de quinta-feira. Ele abordará o tema “Reformas e Atualizações: Presente e Futuro do Processo Penal”. A mesa dos trabalhos será presidida pela procuradora Geral de Justiça do Estado, Socorro França, e terá como debatedores o advogado Ernando Uchôa e o procurador de Justiça José Valdo Silva.

No período da tarde, a partir das 14h30, a palestra: “O Agravo de Instrumento no novo Processo Penal (Lei nº 12.403/2011)” será proferida pelo promotor de Justiça do Estado do Ceará, Francisco André Karbage Nogueira, tendo como presidente de mesa o procurador de Justiça do Estado do Ceará, José Wilson Sales Júnior.

A terceira palestra do dia está marcada para as 16h15min, com o tema: “O Juiz de Garantias e a Nova Fase Inquisitorial no CPP (Lei nº 12.403/2011)”, ministrada pelo promotor de Justiça do Estado do Ceará, Antônio Iran Coelho Sírio. A procuradora de Justiça do Estado do Ceará, Maria Magnólia Barbosa da Silva, será a presidente da mesa diretora dos trabalhos, que terá como debatedores: a promotora de Justiça e Diretora Geral da ESMP do Ceará, Ângela Teresa Gondim Carneiro Chaves, e o juiz de Direito do Estado do Ceará, Michel Pinheiro.

O XVIII Fórum de Ciência Penal prossegue na sexta-feira, às 9 horas, com a palestra “As Medidas Cautelares, Prisão e Liberdade Provisória na Reforma do CPP (Lei nº 12.403/2011)” apresentada pelo procurador da República no Estado do Ceará, Lino Edmar de Menezes. A mesa dos trabalhos será a presidida pela procuradora de Justiça do Estado do Ceará, Vanja Fontenele Pontes, tendo como debatedores o defensor público do Estado do Ceará, Emerson Castelo Branco, e o promotor de Justiça do Estado do Ceará, Humberto Ibiapina Lima Maia.

A última palestra, prevista para as 10h45min, será ministrada pelo conselheiro Nacional do Ministério Público e doutor em Direito, Luiz Moreira Gomes Júnior, que tratará sobre “O Direito Penal do Inimigo”.

(Site do MPE)

Aliados recebem menos verbas que oposição

“O governo Dilma preteriu as bancadas de dois dos seus principais aliados na Câmara, o PP e o PR, ao liberar recursos de emendas dos deputados neste ano.Levantamento feito no Siafi (o sistema de acompanhamento de gastos da União) mostra que os dois partidos, hoje no centro da crise entre o governo e a base, tiveram desempenho abaixo de siglas da oposição (proporcionalmente ao tamanho das bancadas que possuem).

As emendas são uma das principais demandas dos deputados, que, dessa forma, podem destinar recursos para pequenas obras em suas bases eleitorais.Com 41 deputados, o PR deixou a base após denúncias de corrupção que derrubaram o ministro Alfredo Nascimento (Transportes). O PP, que também tem 41 cadeiras na Casa, tem o seu ministro, Mário Negromonte (Cidades), na berlinda.

Neste ano, os deputados do PP obtiveram R$ 12,5 milhões (R$ 304,6 mil por deputado), e o PR, R$ 11,9 milhões (média de R$ 291,4 mil).O levantamento contabiliza recursos pagos desde janeiro, referentes a emendas individuais apresentadas nos últimos quatro anos, os chamados “restos a pagar”.

(Folha.com)

Mercado volta a reduzir projeção do PIB deste ano

“A projeção de analistas do mercado financeiro para o crescimento da economia este ano caiu pela segunda semana seguida. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, passou de 3,84% para 3,79%. Para 2012, também foi reduzida a estimativa, de 4% para 3,9%.

A estimativa para o crescimento da produção industrial, neste ano, permanece em 2,96%. Para 2012, a projeção caiu de 4,34% para 4,3%.

A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB passou de 39,1% para 39,15%, em 2011, e continua em 38%, no próximo ano.

A expectativa para a cotação do dólar foi mantida em R$ 1,60, ao fim de 2011, e em R$ 1,65, ao final de 2012. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) foi ajustada de US$ 22,8 bilhões para US$ 22,9 bilhões, este ano, e permanece em US$ 12,1 bilhões, em 2012.

Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa passou de US$ 57,97 bilhões para US$ 57,93 bilhões, em 2011, e de US$ 68,9 bilhões para US$ 68,63 bilhões, no próximo ano.”

(Agência Brasil)

Dilma busca apoio para cortar mais gastos

“Em meio à crise econômica mundial, a presidente Dilma Rousseff deve anunciar hoje medidas de aperto fiscal para permitir que o Banco Central inicie o mais rápido possível a redução da taxa básica de juros. O pacote com o arrocho fiscal será discutido pela primeira vez em reunião do Conselho Político, convocada às pressas para hoje de manhã pela presidente. A estratégia de Dilma é mostrar o contorno real da crise para frear o apetite por gastos da base aliada.

Nas últimas semanas, rachas internos nas legendas aliadas, insatisfações com a “faxina” promovida pela presidente – afastamento de ministros e servidores envolvidos em denúncias de corrupção – em órgãos públicos e uma crise de articulação política desencadearam no Congresso um movimento pela liberação de emendas parlamentares e de aprovação de propostas com aumentos de gastos. Para minimizar a reação da base e evitar a deterioração do clima no Congresso, a presidente Dilma Rousseff quer um clima de “sociedade” com os partidos nas medidas a serem anunciadas.

Cenário

A presidente escalou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para apresentar aos líderes partidários um quadro detalhado da economia brasileira e internacional e fazer um relato das preocupações do governo com o agravamento da crise mundial. A grande inquietação do governo é não deixar que o baixo crescimento econômico nos países avançados afete a expansão da economia no Brasil.

A meta oficial de crescimento econômico para 2011 ainda é 4,5%, mas Mantega já admitiu que pode ficar em 4%. A preocupação é para 2012. Se o governo deixar a economia desacelerar demais este ano, será necessário um esforço maior para evitar que o crescimento fique abaixo dos 4% em 2012. A meta de superávit primário deste ano (economia que o governo faz para pagamento de juros da dívida) está praticamente cumprida, segundo os dados de julho divulgados na sexta-feira.

“São medidas que o Brasil precisa adotar neste momento”, disse o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP). Ele e o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), vão ter uma conversa reservada com a presidente Dilma Rousseff antes da reunião do Conselho Político.

“A presidente assumiu um compromisso conosco de dar conhecimento em reunião do Conselho Político de alguma ação que o governo fosse adotar”, contou o senador Humberto Costa (PT-PE).”

(Estadão.com.br)

DETALHE – O presidente nacional interino do PDT, deputado federal  André Figueiredo, participará da reunião do Conselho Político. Ele garante que o partido, como aliado, tem sido fiel ao Governo Dilma em todos os sentidos.

Guia de turismo será obrigatório em excursões locais

212 1

“A Comissão de Turismo e Desporto aprovou proposta que obriga a presença de guia de turismo local em excursões organizadas com intermediação de empresa devidamente credenciada pela Embratur e autorizada a prestar esse serviço. O texto aprovado foi o substitutivo ao Projeto de Lei 1231/11.

O texto determina que a lei entrará em vigor no prazo de 180 dias, a contar da data de sua publicação.

Inicialmente, o projeto estabelecia que a norma entraria em vigor imediatamente, mas dependeria de regulamentação.”

(Agência Câmara)

Compra feita por órgão do Meio Ambiente sob suspeita

“Braço do Ministério do Meio Ambiente responsável pela gestão de parques e reservas nacionais, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) é considerado um órgão pequeno na estrutura da administração federal, com orçamento anual de R$ 558 milhões. Por isso, a licitação milionária realizada este ano para a contratação de serviços gráficos chamou a atenção do Ministério Público Federal.

O órgão fez um pregão de R$ 20,3 milhões, embora, no ano anterior, gastos com a mesma rubrica tenham sido de R$ 775 mil. A manobra esconde uma prática que se alastra na Esplanada dos Ministérios, com risco crescente de fraudes com recurso público: compras governamentais feitas por meio de adesão a atas de registro de preços.

O esquema funciona assim: um órgão do governo realiza uma licitação na modalidade de pregão eletrônico usando como instrumento a chamada ata de registro de preços — ou seja, lista um conjunto de itens que pretende comprar e realiza o pregão, vencido pela empresa que oferecer o menor preço médio. Só que a soma desses itens é sempre muito maior do que as necessidades daquele órgão, porque o objetivo é que esse pregão sirva de guarda-chuva para compras de outros órgãos federais, sem licitação.

— Em tese, um órgão minúsculo como o Instituto Chico Mendes, que tem necessidades específicas de serviços gráficos, pode servir de guarda-chuva para fornecer esses serviços para toda a administração — explica o procurador do Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), Marinus Marsico.

Na semana passada, Marsico recebeu um dossiê com denúncias de fraudes e suspeitas de direcionamento nas licitações de dois órgãos do governo: o Instituto Chico Mendes e a Valec, estatal de ferrovias ligada ao Ministério dos Transportes.

— Essa prática se alastra. Está disseminada e tem que ser coibida imediatamente. Na área de eventos, já identificamos superfaturamento de mais de 500%. Vamos atuar junto ao TCU e requisitar investigação nesses casos (das novas denúncias) — afirma o procurador.

A Valec, que gastou R$ 4,8 mil em 2008 com a contratação de serviços gráficos, fez um pregão em 2009 no valor de R$ 23,3 milhões, que resultou na contratação da Gráfica Brasil. Segundo a denúncia encaminhada ao procurador, o edital foi feito sob medida para beneficiar a Gráfica Brasil, do empresário Benedito de Oliveira, o Bené, que é ligado ao PT e ficou conhecido nacionalmente na campanha eleitoral de 2010 pelo envolvimento em mais um escândalo de dossiê.”

(Globo)

Banco infla calote para sonegar, diz Receita

“Os bancos estão declarando inadimplência maior do que a realmente verificada em suas carteiras de crédito como forma de pagar menos impostos, segundo apuração da Receita Federal. A informação é de Lorenna Rodrigues, em reportagem da Folha desta segunda-feira (íntegra está disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha).

As autuações a instituições financeiras por terem informado calote maior do que o observado pelo fisco somam quase R$ 200 milhões até julho deste ano –o valor já supera em 20% o total de notificações de todo o ano passado.

A expectativa é que as notificações (que incluem os valores dos impostos que deixaram de ser recolhidos, multas e juros) cheguem a R$ 600 milhões neste ano.”

* Na Folha

Doutor "Patch" Adams, que inspirou filme com Robin Williams, visitará o Ceará

O Doutor Hunter “Patch” Adams , médico americano que ficou mundialmente conhecido com o filme homônimo estrelado pelo ator Robin Williams, vsitará o Ceará. Entre os dias 29 de setembro e 6 de outubro, fará no Estado a primeira “Viagem Humanitária de Palhaços” ao Brasil, chamada de “Jornada de Palhaços Cuidadores” (JPC). A “Viagem Humanitária de Palhaços” (Humanitarian Clown Trip) é um dos programas de humanização da atenção à saúde desenvolvido por Patch Adams há mais de 20 anos. A vinda dele é promovida pela ONG Instituto Beija-Flor.

Durante a viagem, Patch Adams realizará dia 30 de setembro, das 19h30min às 22 horas e 1º de outubro, das 8h30min às 12h30min, no Coliseum Hotel, em Beberibe (Litoral Leste), o workshop “Uma atenção à saúde mais humana”, direcionado para profissionais e estudantes da área da saúde, e a palestra “Decidindo ser feliz”, na qual revela, a partir de sua experiência, como ser feliz e descobrir a emoção de viver com alegria todos os dias. Além disso, Patch Adams, juntamente com três integrantes do Gesundheit Institute e 16 clowns voluntários, realizará visitas cuidadoras a instituições de saúde como o Iprede e a Associação Peter Pan. Nas visitas, Patch e os palhaços cuidadores deverão alegrar os corações e abrir os sorrisos dos pacientes e profissionais de saúde.

SERVIÇO

As inscrições para a palestra e o workshop podem ser realizadas no site www.patchadamsceara.com.br. A verba arrecadada com os eventos será revertida para custear as atividades do Instituto Beija Flor.

Assembleia é sede de seminário sobre Nordeste

“Projetos de interesse do Ceará e do Nordeste como a transposição das águas do rio São Francisco e a divisão dos royalties do petróleo serão discutidos hoje, a partir das 8 horas, na Assembleia Legislativa, durante o seminário Políticas Sociais para o Nordeste, Recursos Hídricos e Programa Água para Todos.

A realização é da Comissão de Desenvolvimento Regional, presidida pelo senador Benedito de Lira (PP-AL) e pela Subcomissão do Desenvolvimento do Nordeste, cujo presidente é o senador Wellington Dias (PT-PI). Quem traz o debate é o vice-líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT).

A ordem é incluir a região na pauta nacional a partir do Plano Plurianual 2012/2015. Cid Gomes e o presidente do BNB, Jurandir Santiago, participarão do evento. Que não vire blablablá.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

José Dirceu acusa repórter da Veja de invadir seu apartamento em Brasília

“O ex-ministro da Casa Civil e membro da direção nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), José Dirceu, publicou, em seu blog na sexta-feira, um texto no qual acusa o jornalista Gustavo Nogueira Ribeiro, da revista Veja, de ter tentado invadir seu apartamento localizado no Hotel Naoum, no qual, como ele mesmo diz, “costumeiramente se hospeda” quando está em Brasília (DF).
De acordo com informações de Dirceu, o repórter teria tentado entrar duas vezes em seu quarto. Ele afirma que Ribeiro teria alegado a uma camareira que estaria hospedado no apartamento de Dirceu e simulou que havia perdido as chaves, a fim de que ela abrisse a porta.

“O repórter não contava com a presteza da camareira, que não só resistiu às pressões como, imediatamente, informou à direção do hotel sobre a tentativa de invasão”, escreveu Dirceu. Segundo ele, o hotel registrou um boletim de ocorrência sobre o caso no 5º Distrito Policial. O DP confirma o BO aberto por “violação de domícilio”. Após o episódio, Dirceu afirma que o jornalista ainda teria tentado se passar por um assessor da prefeitura de Varginha que queria entrar no quarto para deixar documentos.

Na edição desta semana, a Veja publicou a reportagem sobre a estadia de José Dirceu no hotel citado. Segundo a revista, o ex-ministro utiliza o local para receber autoridades da República a fim de conspirar contra o governo da presidente Dilma Rousseff. Entre os visitantes recebidos por ele entre os dias 6 e 8 de junho, estão o ministro do Desenvolvimento, Fernando Pimentel, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e o deputado federal Eduardo Gomes, do PSDB. A semanal publicou ainda imagens da câmara de segurança do hotel que mostram os encontros.

Ainda de acordo com a revista, a diária na suíte alugada pelo ex-ministro custa R$ 500 e quem pagaria a conta é o escritório de advocacia Tessele & Madalena, no qual um dos assessores de Dirceu é sócio. Procurada pela reportagem , a assessoria de imprensa do Hotel Naoum não foi encontrada. A assessoria da Veja também não foi localizada.Neste sábado, o assunto repercutiu na internet e a hashtag #vejainvaders chegou ao topo dos assuntos mais comentados do Twitter.o Terra.”

(Portal Terra)