Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Governo quer cortar recursos do PAC 2 obras sem comprometer discurso oficial

129 1

“O governo trabalha numa fórmula que lhe permita reduzir os investimentos na segunda fase do PAC 2 sem que isso comprometa o discurso de Dilma Rousseff – em mais de uma ocasião, a presidente afirmou taxativamente que os recursos do programa escapariam do contingenciamento orçamentário a ser anunciado neste mês pela equipe econômica.

Uma das manobras em estudo no Planalto é o atraso deliberado no cronograma de obras pontuais. Com isso, o governo faria caixa durante alguns meses, contribuindo para o esforço fiscal necessário ao cumprimento da meta de superavit primário de 3,1% do PIB.”

 (Folha Online)

Dilma quer baixar o preço dos remédios para diabetes e hipertensão

107 1

“Governo e representantes da indústria farmacêutica se reúnem hoje para discutir como baixar o preço dos remédios para hipertensão e diabetes dados à população nas farmácias populares. Dilma Rousseff vai comandar a reunião.

O governo quer descontos de mais de 50% nos preços. Argumenta que o preço menor será compensado pelo aumento no volume. A indústria vai ouvir, mas reagirá reclamando dos impostos sobre o setor.”

(Veja Online)

Biografia de parlamentares tem até "piadas fantárdigas"

131 1

“A biografia oficial dos novos deputados federais, disponível no site da Câmara, ganhou itens pouco comuns no cadastro parlamentar. O perfil do deputado Tiririca (PR-SP) cita como única obra publicada pelo palhaço o livro “As piadas fantárdigas do Tiririca” — com a ressalva de que o parlamentar foi co-autor da obra. O jogador de futebol e deputado federal Danrlei (PTB-RS) também destacou seu único livro publicado até o momento: “Danrlei: uma lenda gremista”.

Outro deputado famoso, Romário (PSB-RJ) inovou no campo “condecorações”. As comendas e títulos de cidadão honorário, comuns no perfil de parlamentares mais experientes, deram lugar aos títulos obtidos pelo baixinho em 1994: “tetra campeão do mundo de futebol” e “melhor jogador do mundo”. Todas essas informações são repassadas por assessores dos parlamentares a partir de um formulário padrão elaborado pela Câmara.

Os deputados mais novos e com menor experiência política foram os mais sucintos no preenchimento dos dados biográficos. Com 21 anos, idade mínima exigida para assumir o mandato, o deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB) destacou, além da filiação partidária, apenas sua formação acadêmica: “medicina (incompleto)”.

Outro jovem deputado, o filho do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), Renan Filho (PMDB-AL), lembra não só sua atuação política à frente da Prefeitura de Murici como também os anos de estudo na UnB (Universidade de Brasília). No campo “atividades sindicais, representativas de classe e associativas.”

(Folha.com)

Dilma quer executivo do Banco Safra comandando a Infraero

166 1

“O governo federal já decidiu quem deseja colocar no comando da Infraero: o presidente do Banco Safra, Rossano Maranhão. Dilma Rousseff quer anunciar o futuro titular da empresa em março e sacramentar a criação da Secretaria de Aviação Civil, órgão com status de ministério que subordinará não só a Infraero como também a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Ex-presidente do Banco do Brasil em parte do governo anterior, Maranhão já recusou, no passado, um convite de Lula para comandar a estatal que administra o setor aeroportuário.

Em 2007, na crise aérea, ele havia sido chamado pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, mas recusou a oferta.

A assessoria de Dilma já fez um diagnóstico dos problemas do setor. Avalia que quase a metade dos aeroportos brasileiros precisa de grandes reformas. Além de reestruturar completamente a companhia, ela ordenou uma troca de quase toda a diretoria da empresa.

Segundo a Folha apurou, a presidente também já sabe quem será o futuro ministro da Aviação Civil. Só não os nomeou ainda porque ambos estariam se desvencilhando de assuntos particulares e profissionais para ingressar nas novas funções.

A ideia é fazer um anúncio conjunto desses dois nomes. Dilma quer reestruturar completamente a companhia. Na campanha eleitoral, prometeu diversas vezes abrir o capital da Infraero.

Sua principal preocupação é preparar os aeroportos do país para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.”

(Folha Online)

DETALHE- Por aqui, quem comanda a Infraero é o petista Welington Santos. Com a meta de tocar o projeto de ampliação do Aeroporto Internacional Pinto Martins de olho na Copa 2014.

Envolvidos em escândalos são favoritos para a CCJ

“Apontadas como as mais importantes da Câmara e do Senado, as Comissões de Constituição e Justiça (CCJs) de ambas as Casas podem ser comandadas por parlamentares cujos nomes foram citados em escândalos recentes de corrupção.

Para a CCJ da Câmara, o PT ainda não bateu o martelo, mas o mais cotado é o deputado João Paulo Cunha (SP). Ele é um dos réus do esquema do mensalão por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro, no processo que está em análise no Supremo Tribunal Federal (STF).

No Senado, o PMDB escolheu Eunício Oliveira (CE), que teve seu nome e o de uma de suas empresas citados no inquérito da Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal.

A PF suspeita que uma empresa do senador teria se beneficiado do esquema que desviou dinheiro público e distribuiu propinas no Distrito Federal, no escândalo do mensalão do DEM.”

(Estadão)

Caso Panamericano – Servidores do Estado do Ceará em clima de apreensão

157 1

“A falência e a venda do Banco Panamericano, que pertencia ao empresário e dono do SBT, Sílvio Santos, mexeram com a vida de quase 20 mil servidores do Estado, que pagam seguro de vida em grupo nesse banco desde o Governo Virgílio Távora.

Eles temem que se repita o caso do Banco Santos. Quebrado, deixou servidores da Prefeitura de Fortaleza na mão, depois de operações mal sucedidas realizadas por gestores do Instituto de Previdência do Município (Era Juraci Magalhães).

O que se sabe a respeito desse episódio é que o IPM conseguiu – dos R$ 30 milhões que ficaram retidos, recuperar cerca de R$ 15 milhões. A metade, portanto.”

(Coluna Vertical, do O POVO)

Líder do Governo diz que recriação da CPMF só dentro de um pacote de reformas

“O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), afirmou que uma possível recriação da CPMF só será discutida no âmbito de uma reforma tributária mais ampla. Ele disse que não há possibilidade de aprovação do tributo de forma isolada.

“A CPMF só vai ser discutida no âmbito da reforma tributária. Ela não será discutida isoladamente”, afirmou Jucá. Ele disse não haver espaço para a recriação do chamado imposto do cheque porque “o governo não quer aumentar a carga tributária”.

Mesmo descartando a possibilidade da recriação isolada do tributo, Jucá destacou que considera a CPMF um “bom tributo”.

“Eu acho que é um bom imposto. Tem racionalidade, amplia a base de tributação e evita planejamento tributário. A única questão é que não se pode fazer isso isoladamente porque há um clamor por uma reforma tributária mais ampla”.

(Com Agências)

Carnaval 2011 – "Galo da Madrugada" terá camarote gay

“Pela primeira vez para o desfile do Galo da Madrugada haverá um camarote de grande porte direcionado ao público LGBT.

Será o ‘Metrópole Secrets’, que chega para confirmar o conceito de exclusividade e alegria que a marca do Clube Metrópole levará para a folia do Galo, em um ambiente confortável e repleto de surpresas. A começar pelo serviço All Inclusive e buffet com um wellcome coffe (café da manhã) e petiscos ao longo da festa. 

O espaço também ganhou conceito de marca e produção executiva da agência pernambucana Dot Assessoria & Promoção, que está à frente da produção do ‘Metrópole Secrets’, auxiliando a promoter Maria do Céu, organizadora do camarote, que promete muita criatividade para o espaço que receberá 700 pessoas.

A localização do camarote ainda é secreta e só será divulgada nos próximos dias, quando for anunciada o início da venda e valores dos convites do espaço. “Onde todos irão revelar os seus mais secretos segredos e fantasias no Carnaval 2011″.

O público que irá para a festa do Galo para participar do ‘Metrópole Secrets’ encontrará um ambiente climatizado, cenografia especial para dar todo charme, e exclusividade com decoração temática inspirada em um Carnaval clean remetendo ao conforto das cores branca e tons de lilás. 

No camarote o público encontrará um lounge club, bares, banheiros exclusivos, segurança, além de um área de relax e beleza, com serviços de massoterapia, estúdio de cabelo e maquiagem e moda de customização de camisetas.

Na programação, os foliões contarão ainda com shows de bandas locais e a animação de setlists de DJs que agitarão  o ‘Metrópole Secrets’ nos intervalos dos trios com os melhores sucessos do funk, axé, pagode e da house internacional.

Ainda animando o camarote haverá a presença de Gogo Dancers que farão performances sensuais nos queijos (mini plataformas) remetendo o clima da noite de uma boate.”

(JC Online)

Dilma visita o Congresso e lê mensagem em clima cordial

“O comparecimento da presidenta Dilma Rousseff ao Congresso Nacional para apresentar a mensagem presidencial pela abertura dos trabalhos legislativos deste ano foi marcada pelo clima de boa vontade entre o governo e a oposição.

Ao chegar ao Congresso Nacional, Dilma cumprimentou parlamentares aliados e oposicionistas. E no plenário, ao entrar acompanhada dos presidentes do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e da Câmara, Marco Maia (PT-RS), e de líderes partidários, ela foi aplaudida de pé pelos congressistas que lotaram o local.

No percurso da presidenta até a mesa, deputados e senadores se amontoaram para saudá-la, recepcionando o governo que se inicia. Dilma por sua vez, voltou a prometer diálogo com o Congresso e trabalho conjunto, em seu discurso.

Do lado de fora do plenário, centenas de pessoas aguardavam a saída da presidenta da República, que foi até perto dos populares, estendeu as mãos e cumprimentou algumas pessoas.

A recepção calorosa também foi oferecida pelos deputados e senadores de oposição, que evitaram críticas contundentes e prometeram um voto de confiança nos primeiros meses do novo governo.

“O governo pode ter certeza de que irá encontrar uma postura aberta ao diálogo de nossa parte”, disse o líder do Democratas da Câmara, deputado Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA) ao fim da cerimônia.

Uma pequena manifestação, com faixas pela libertação de Cesare Battisti, ativista italiano preso no Brasil, foi instalada no caminho que a presidenta percorreu para deixar o Congresso. Os manifestantes pediam a libertação do italiano e caminhavam em direção a Dilma e ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Cesar Peluso.

A presidenta da República saiu do Congresso Nacional sob aplausos. Ela estava acompanhada dos presidentes do Senado, José Sarney, da Câmara, Marco Maia, e de parlamentares.”

(Agência Brasil)

Reforma Política – Presidente da Câmara defende um menu fatiado

“Em sua primeira entrevista coletiva após ser eleito presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS) afirmou, nesta terça-feira (2), que uma reforma política em pedaços tem maior chance de êxito no Congresso do que uma proposta mais completa, com brechas para impasses. Ele também defendeu a continuidade das emendas parlamentares e a implementação de uma política salarial para os colegas.

“Não gosto de fazer promessas. As pequenas mudanças que vamos produzindo na legislação contribuem para mudar a cultura e a estrutura política do Brasil”, disse o petista, ao lado de sua 1ª vice-presidente, Rose de Freitas (PMDB-ES). “Vamos fazer um amplo debate e ver o que conseguimos aprovar por consenso. Vamos produzir em 2011 mudanças significativas na estrutura política brasileira”, afirmou.

Maia afirmou que, apesar de o tema também estar em debate no Senado e de ser “um grande desejo da sociedade brasileira”, os deputados não vão “responder a todos os temas, pela complexidade do que é uma reforma política”. “Vamos fazer um amplo debate sobre o assunto e avançar no que for possível”, disse ele, que considerou o tema “uma das maiores contribuições que esta legislatura pode dar ao Brasil”.

É consenso entre os principais líderes partidários que se não houver mudanças na estrutura política neste ano o governo da presidente Dilma Rousseff pode terminar sem tê-las, já que em 2012 o Congresso atua de olho nas eleições municipais. Muitos parlamentares temem que uma reforma possa reduzir suas chances de vencer eleições.

Em outro tema sensível para os colegas, o das emendas parlamentares, Maia afirmou que se trata de um “instrumento eficaz” para fazer recursos chegarem a regiões isoladas. O Palácio do Planalto já demonstrou que pretende deixar de lado muitas dessas propostas, em um ano no qual pretende fazer um ajuste fiscal que pode chegar a R$ 60 bilhões. “As emendas apresentam uma condição mais democrática de aplicação de recursos públicos”, disse Maia, retomando uma de suas bandeiras de campanha.

Salários

Maia disse que os deputados “resolveram um problema” no ano passado ao equipararem seus salários aos recebidos por ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), alcançando R$ 26,7 mil. O objetivo neste ano, disse ele, é “dar arcabouço legal a isso, o que não podíamos fazer no ano passado”. Por meio de uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional), ele quer que os aumentos de salários sejam automáticos, sem votação.

Sobre o salário mínimo, o petista evitou o confronto com os colegas e com o Palácio do Planalto. Deputados ligados ao sindicalismo e outros insatisfeitos com Dilma desejam que o número chegue a R$ 580, enquanto a presidente defende, no máximo, R$ 545, sob a justificativa de manter as contas públicas em equilíbrio.

“Todos nós gostaríamos que o salário mínimo continue crescendo e sendo instrumento de distribuição de renda. Foi uma política responsável para que o Brasil entrasse e saísse diferente da crise econômica”, disse Maia, ex-torneiro mecânico e ex-sindicalista em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. O Parlamento quer ver essa política continuando. Agora também queremos que as contas públicas também estejam equilibradas. Isso também é a garantia de que sigamos crescendo.”

O presidente da Câmara, que assumiu o cargo pela primeira vez em dezembro após Michel Temer renunciar para assumir a Vice-Presidência da República, afirmou que o Parlamento não vai acelerar a discussão sobre o salário mínimo nem sobre a PEC 300, que estipula um piso nacional para os policias – embora tenha determinado “funcionamento imediato” para uma comissão especial que cuida do assunto de segurança.”

(Portal Uol)

Queixa contra a Brastemp mostra força das redes sociais

188 2

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=riOvEe0wqUQ[/youtube] 

“O site You Tube e as redes sociais – como o Facebook, Twitter e Orkut , se transformaram em uma arma poderosa para os consumidores e hoje são uma séria ameaça à reputação das empresas instaladas no Brasil, um dos países com mais adeptos de internet do mundo. A rapidez com que um vídeo postado há duas semanas por um cliente revoltado com Brastemp se disseminou pela internet ( veja vídeo) mostra que esses novos canais de comunicação já são capazes de proteger mais os direitos dos consumidores do que o Código de Defesa do Consumidor e o Procon (Fundação de Defesa e Proteção do Consumidor) e são mais eficientes do que qualquer Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) dos fornecedores.

A queixa contra a Brastemp feita por Oswaldo Oboreli, que ficou mais de 90 dias sem conseguir com que a empresa consertasse sua geladeira, ganhou tamanha audiência em tão poucos dias na internet que forçou a fabricante a se desculpar publicamente pelo defeito, pelo mau atendimento e a trocar o refrigerador prontamente.

Diante da repercussão, o próprio diretor de serviços e qualidade da Whirlpool, a dona da marca, Fabio Armaganijan, ligou para Oboreli para atender às suas reclamações. Só no You Tube, o vídeo “Não é umacontra a Brastemp”, feito por Oboreli, registra mais de 170 mil acessos.

No Twitter, a queixa contra a Brastemp chegou a figurar entre os assuntos mais comentados no mundo, o que chamou a atenção do professor da Escola Superior de Marketing do Rio De janeiro, Bruno Chamma. Durante um curso específico sobre mídias sociais, Chamma dedicou uma aula ao caso. “Esse é um exemplo do poder das redes sociais e de gestão de crise de comunicação”, afirma o professor, para quem as empresas terão de melhorar o processo de atendimento ao consumidor.

Chamma salienta que soube do vídeo pela internet, pelo site da Brainstorm9, especializado em marketing, e que suas conversas com Oboreli ocorreram pelo Facebook, o que demonstra por si só as mudanças dos canais de comunicação.

Boca a boca

A repercussão surpreendeu até mesmo Oboreli, funcionário público de 58 anos e morador de Santana do Paranáiba. “Recebi mensagens de apoio no Facebook até mesmo de brasileiros que vivem nos Estados Unidos”, afirma.

Após perder a paciência, sensação já vivenciada por qualquer consumidor, Osboreli decidiu arrastar a geladeira até a frente de sua casa e colocar um cartaz acusando a Brastemp. Só para o SAC da empresa, ele já havia feito mais de 10 ligações, todas sem resultados. “Pedi para que a minha filha gravasse o vídeo e coloquei no You Tube”, conta Oboreli, que possuía na época uma conta Twitter com 16 seguidores. Esse número saltou para 3 mil de uma hora para outra. 

Hoje, além de trocar sua geladeira por uma nova, Oboreli negocia uma indenização da Brastemp por danos materiais e pelo constrangimento. Por mais de 90 dias, explica, sua família precisou comer fora de casa.”

(iG)

Dilma vai ao Congresso ler a mensagem do Executivo

“A presidente Dilma Rousseff (PT) vai nesta quarta-feira, às 16 horas, entregar pessoalmente sua mensagem ao Congresso Nacional, repetindo o script feito pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003. No Congresso, Dilma deve falar reforçando a urgência de reformas no sistema tributário e enfatizar a dedicação na luta contra a pobreza, prioridade do seu governo. A presidenta vai se empenhar ainda na parceria entre os Três Poderes e ressaltará a necessidade de colaboração mútua.

Em 2003, o discurso de Lula confirmou o compromisso com a estabilidade e o crescimento, anunciando ênfase no ajuste fiscal, no sistema de metas inflacionárias, na ampliação do acesso ao crédito e na reforma tributária. Em 2007, a sua última mensagem ao Congresso Nacional foi levada por Dilma Rousseff na condição de ministra-chefe da Casa Civil. O presidente Lula voltou a destacar a contribuição de senadores e deputados para as realizações de seu governo.

Além de Dilma e Lula, o ex-presidente José Sarney também entregou a mensagem pessoalmente ao Congresso porque o presidente eleito, Fernando Collor de Mello, só tomou posse no dia 15 de março.”

(Agência Senado)

Uma análise sobre empregos gerados na Era Lula

Com o título “Brasil gera emprego, mas falta mão de obra qualificada”, Eduardo Pragmácio Filho, advogado e mestre em Direito do Trabalho, faz uma avaliação da geração de empregos na Era Lula. Confira:

Estudo recente da Organização Internacional do Trabalho (OIT) divulgou dados que revelam a diminuição do desemprego em alguns países em desenvolvimento. A boa notícia é que, pela primeira vez, o Brasil vai na contramão dos países mais desenvolvidos, que sofrem com o fantasma do desemprego estrutural e da instabilidade social. O país apresenta uma taxa de desemprego abaixo da dos países ricos e, pelo menos nas áreas metropolitanas, abaixo da média mundial.

Essa inusitada diminuição do desemprego nas economias emergentes é atestada também pela divulgação do número dos novos milhares de postos de trabalho criados na era Lula. Deve-se tomar o cuidado, no entanto, para que não haja apenas um crescimento numérico, mas, sobretudo, gerar um crescimento qualitativo.

A garantia constitucional do pleno emprego não é pura e simplesmente a criação de postos de trabalho e a manutenção deles. A garantia vai bem mais além, abrangendo a inclusão social e no emprego, a formação profissional e, sobretudo, a manutenção e promoção de um trabalho decente, erradicando qualquer forma de trabalho degradante e que venha ferir a dignidade da pessoa humana.

Na União Européia, para se alcançar o pleno emprego, busca-se um crescimento econômico sustentável, com coesão social, aliando políticas econômicas às políticas de emprego, promovendo a aprendizagem ao longo da vida como meio de aumentar a empregabilidade e a adaptabilidade. Nesse sentido, privilegia-se a mobilidade profissional e geográfica, entre setores e regiões, aumentando assim o potencial de produtividade da economia. A legislação trabalhista brasileira, no entanto, precisa avançar, no sentido de prever as mobilidades funcionais e geográficas, além de impor o dever de formação profissional, envolvendo a classe trabalhadora, patronal e o Estado.

Na prática, na realidade brasileira, o que se verifica é a falta de trabalhadores qualificados, aptos para atuarem em certas funções na construção civil, na área de tecnologia e nas novas zonas de industrialização. Esse ilusório paradoxo – diminuição de desemprego e aumento das vagas não preenchidas – pode provocar a imigração de trabalhadores estrangeiros, para contemplar a demanda cada vez crescente por mão-de-obra multi e super qualificada.

A formação profissional ao longo da vida deve ser plenamente fomentada pelo governo brasileiro, envolvendo as empresas, parceiros sociais e a classe trabalhadora, compartilhando a responsabilidade dessa imprescindível tarefa. Com isso, combate-se a exclusão social, melhora-se a competitividade e a adaptabilidade, promovendo, sobretudo, a dignidade da pessoa humana.

* Eduardo Pragmácio Filho, Advogado, Mestre em Direito do Trabalho pela PUC-SP, Professor da Faculdade Farias Brito.

Dez mais ricos têm metade da riqueza no Congresso

124 1

Eunício Oliveira (PMDB) integra a lista.

“A elevada concentração de renda no Brasil está explícita no novo Congresso. Metade de todo o patrimônio declarado pelos 567 congressistas empossados ontem (1º) está nas mãos de apenas dez parlamentares, ou seja, de menos de 2% dos eleitos em outubro na Câmara e no Senado. Do montante de R$ 1,6 bilhão em bens declarados pelos 513 deputados e 54 senadores, R$ 792 milhões estão em nome desse pequeno grupo de multimilionários.

Os dados fazem parte de levantamento feito pelo Congresso em Foco com base em informações prestadas pelos então candidatos à Justiça eleitoral. Na média, cada parlamentar declarou possuir R$ 2,9 milhões em imóveis, empresas, fazendas, veículos, objetos de arte, dinheiro em espécie e aplicações financeiras, entre outros bens.

OS DEZ MAIS RICOS DO CONGRESSO


Fonte: Congresso em Foco com base na declaração patrimonial dos candidatos ao TSE

O parlamentar com maior patrimônio declarado vem do estado com pior índices de desenvolvimento humano (IDH) e uma das menores rendas per capita do país, Alagoas. De volta à Câmara após quatro anos, o deputado João Lyra (PTB-AL) tem uma fortuna declarada de R$ 240,39 milhões.

O petebista, que já foi senador, é dono de um império que reúne mais de dez grandes empresas no estado, entre as quais usinas sucroalcooleiras, fábrica de fertilizantes, empresas de táxi aéreo, de comunicação e concessionária de veículos. A renda per capita gira em torno de R$ 6 mil em Alagoas, estado com um dos maiores índices de analfabetismo e mortalidade infantil do país.

O grupo dos maiores milionários do novo Congresso é formado por seis deputados e quatro senadores. Há representantes das cinco regiões do país e de dez estados. São três do Centro-Oeste (Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul), dois do Sudeste (São Paulo e Minas Gerais), dois do Nordeste (Alagoas e Ceará), dois do Norte (Amazonas e Rondônia) e um do Sul (Paraná). Eles são de cinco partidos políticos: três do PMDB, dois do PR, do PP e do PSDB e um do PTB. Não há nenhuma mulher entre eles. ”

(Congresso em Foco)

IBGE – Produção industrial brasileira avança 10,5% em, 2010

“A produção industrial brasileira avançou 10,5% em 2010, alcançando o maior crescimento desde 1986 (10,9%). Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Com isso, o setor reverte a queda de 7,4% na produção registrada em 2009, quando a indústria sentiu os efeitos da crise econômica global.

Apesar do resultado recorde, os números mostram desaceleração do setor a partir de junho. “Ao longo de 2010, o setor industrial apresentou crescimento decrescente, com clara perda de ritmo a partir do segundo trimestre do ano”, diz o IBGE em nota.

Em dezembro, a atividade da indústria recuou 0,7% em relação ao mês anterior, na série sem influências sazonais.”

(iG)

E 59 dos 513 deputados federais empossados estão na condição de réus

“Pelo menos 59 dos 513 deputados federais que tomaram posse ontem chegam à Câmara na condição de réus em ações penais, ou seja, respondem a processos nos quais são acusados de crimes, de acordo com levantamento realizado pelo site G1 em 61 tribunais, entre eles o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF).

Juntos, os 59 deputados respondem a pelo menos 92 processos. Em alguns casos, o deputado é acusado pelo Ministério Público por mais de um crime. A maioria das denúncias é de crimes contra a administração pública, como peculato, corrupção e crime contra a Lei de Licitações. Há ainda casos de delitos contra o sistema financeiro, crimes eleitorais e até crimes contra a pessoa, como homicídio e lesão corporal.”

(Globo Online)

UFC oferece vagas de professor efetivo

“A Universidade Federal do Ceará realizará concurso público para preenchimento
de duas vagas de professor adjunto: uma em Fortaleza e outra no Campus do Cariri.
Na Capital, a vaga é para o Departamento de Zootecnia, no setor de estudo Produção
de não Ruminantes: Suinocultura. As inscrições vão até 2 de março.

A outra, no Campus do Cariri, é para o setor de estudo Bioquímica e Fisiologia Vegetal, com inscrições a partir do próximo dia 7 e se estendendo até 2 de março.

Nos dois casos, o regime de trabalho é de 40 horas  semanais, com dedicação exclusiva e os candidatos devem ter o título de doutor. A taxa de inscrição é de R$ 183,00 e os aprovados receberão remuneração de R$ 7.333,67.

SERVIÇO

– Editais disponíveis no endereço: www.srh.ufc/editais.htm.

– Núcleo de Seleção e Adaptação Funcional do Departamento de Desenvolvimento Profissional/SRH/UFC  – Fone: (85) 3366.7407).