Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Fernanda Montenegro pode ser a "Dilma" no cinema

303 1

“Sem poder contar com a atriz Marieta Severo, que recusou viver Dilma Rousseff nos cinemas, produtores do filme sobre a trajetória da primeira mulher presidente do país agora tentam convencer Fernanda Montenegro a aceitar o papel.

O produtor do filme Antonio de Assis enviou à agente de Fernanda na última terça-feira (26) a primeira versão do roteiro de “A Primeira Presidenta”, ainda em fase de pré-produção e com lançamento previsto para dezembro de 2012. Porém, até ontem, não tinha uma resposta.

“Conversei com ele hoje pela primeira vez”, afirmou na terça-feira Carmem Mello, representante da atriz. De acordo com ela, a negociação “ainda é uma conversa entre produtores”. “A Fernanda ainda nem entrou na conversa”.”[O roteiro] ainda não foi liberado para ninguém, foi feita uma exceção”, afirmou Assis, que confirma a negociação. Segundo ele, o roteiro já foi finalizado e está apenas passando por revisões finais.”

(Folha.com)

Ministério da Pesca divulga instrução nomativa sobre registro e licença de aquicultor

“Entrou em vigor nesta semana a Instrução Normativa nº 06 do Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), que dispõe sobre o Registro Geral do Aquicultor.  Agora o aquicultor pode iniciar o trâmite de regularização no MPA, através da obtenção do Registro que tem caráter preliminar. Desta forma, será possível orientar melhor o interessado na busca da licença ambiental.

Dentre as categorias que devem estar inscritas no RGP, está a de Aquicultor, que passa a ser regulamentada pela IN nº 06. Conforme definição da Lei da Pesca e Aquicultura, o aquicultor é a pessoa física ou jurídica, que registrada e licenciada pelas autoridades competentes exerce aquicultura com fins comerciais.

Compete ao MPA a organização e manutenção do Registro Geral da Atividade Pesqueira – RGP, instrumento do Governo Federal que visa contribuir para a gestão e o desenvolvimento sustentável da atividade pesqueira.

Juntamente com essas novas regras, inicia-se a inscrição eletrônica para a categoria de aquicultor no Sistema Informatizado do Registro Geral da Atividade Pesqueira – SisRGP, criado para gerenciamento e controle de informações. A utilização desse sistema traz maior facilidade e agilidade nas operações de requerimento de inscrição, renovação e alteração no RGP, além de facilitar a comunicação do interessado com o MPA.

Para atender aos interessados de maneira efetiva, o MPA elaborou um manual com o passo a passo para o requerimento eletrônico, entregue aos técnicos responsáveis pelo RGP de aquicultor das Superintendências Federais da Pesca e Aquicultura – SFPAs, que tiveram treinamento para inclusão, análise e deferimento a partir do SisRGP.

SERVIÇO

OaAquicultor interessado em obter o Registro ou Licença deverá acessar o site do MPA ou acessar o link.: http://www.mpa.gov.br/#aquicultura/registro-e-licenca-de-aquicultura/inscricao-no-rgp.

 Em caso de dúvidas o aquicultor deverá procurar a Superintendência Federal da Pesca e Aqüicultura no seu estado. (http://www.mpa.gov.br/#ministerio/superintendencia_estaduais)

(Site do MPA)

Ibope divulga pesquisa sobre casamento gay

226 1

Nesta quinta-feira, o IBOPE vai divulgar pesquisa sobre união estável entre pessoas do mesmo sexo. A pesquisa foi motivada pelo debate público desencadeado sobre o tema após a decisão do Supremo Tribunal Federal que autorizou casamengto gay.. O IBOPE Inteligência, empresa do Grupo IBOPE, foi a campo para ouvir a opinião dos brasileiros a respeito desta decisão.

Além de avaliar o nível de aprovação sobre essa questão, a pesquisa também fez perguntas aos entrevistados a respeito de:

– Nível de aprovação para adoção de crianças por casais gays;

– Reações à possibilidade do seu melhor amigo se revelar homossexual

– Nível de incômodo com a presença de profissionais homossexuais em postos de ocupação como médicos de rede pública, policiais ou professores do ensino fundamental.

A pesquisa será disponibilizada para toda a imprensa na manhã desta quinta-feira, 28, quando também será publicada no portal do Grupo IBOPE e em seu Twitter: @grupoibope.

Argentina inaugura embaixada em Brasília tendo Lula, Dilma e Cristina Kirschner na festa

“O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa, nesta sexta-feira, de encontro com a presidente Dilma Rousseff e a presidente da Argentina, Cristina Kirschner, na inauguração da embaixada da Argentina em Brasília.

Segundo a assessoria do ex-presidente, o convite foi feito pela presidenta da Argentina, como homenagem pelo empenho de Lula ao fortalecimento das relações entre Brasil e Argentina.

Antes do evento, Lula ainda dará uma palestra na Escola Superior de Guerra, no Rio de Janeiro.”

(Valor Online)

CNI – Construção civil cresce no primeiro semestre

“A indústria da construção terminou o primeiro semestre do ano em crescimento, de acordo com a Sondagem Indústria da Construção, divulgada nesta quarta-feira, 28.07, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo. O aumento do nível de atividade do setor em junho na comparação com o mês anterior foi o segundo consecutivo no ano. Desde o final de 2010 que o setor não apresentava dois meses seguidos de alta na atividade.

O indicador de atividade ficou em 52,4 pontos em junho ante maio, numa escala de zero a 100 pontos, em que 50 indica estabilidade e números acima disso demonstram crescimento. Em maio, havia sido de 53,1 pontos. “O ritmo de atividade não foi tão alto como no mesmo período do ano passado, mas já mostra uma recuperação em relação ao primeiro trimestre, quando houve arrefecimento, principalmente por conta da política de restrição de crédito adotada pelo governo”, analisou o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI, Renato da Fonseca.

Uma das hipóteses para a retomada do crescimento levantada por Fonseca é a aceleração das obras de infraestrutura para a Copa do Mundo. “Outra é a retomada de obras por parte dos governos federal e estaduais, que sempre paralisam empreendimentos no começo dos mandatos”, disse.

As grandes empresas foram as que mais contribuíram para essa alta. No segmento, o indicador foi de 57,5 pontos em junho na comparação com maio. Entre as médias, foi de 50,3 pontos e, entre as pequenas, de 49,6 pontos.

Entre os setores da construção pesquisados, o de construção de edifícios (mercado imobiliário) foi o que teve maior aumento da atividade, com 51,3 pontos em junho comparativamente a maio.  O setor de obras de infraestrutura se elevou em 50,7 pontos no mesmo intervalo de comparação. O de serviços especializados registrou  crescimento de 50,3 pontos em junho.

Principais problemas- A falta de trabalhador qualificado se manteve como o principal problema do setor em junho, independente do porte da empresa, de acordo com os empresários ouvidos pela Sondagem Indústria da Construção. O que chamou a atenção na pesquisa, segundo Renato da Fonseca, foi o aumento do número de respostas sobre o alto custo da mão-de-obra, que passou a ser o terceiro maior problema do setor, com 40,4% de respostas entre as grandes empresas, 31,9% entre as médias e 32,3% entre as pequenas.

“É um resultado de se esperar se levarmos em conta a ausência de trabalhadores qualificados. Com o mercado em expansão, as empresas acabam tendo de elevar os salários para manter seus empregados e atrair novos funcionários, seja de outras empresas, seja de outras regiões”, explicou o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa da CNI.

Os empresários da indústria da construção estão otimistas em relação ao futuro. Eles prevêem aumento da atividade, do emprego, de novos empreendimentos e serviços e da compra de matérias-primas e insumos. O aumento do nível de atividade é o índice mais elevado, com 61,1 pontos, conforme a sondagem, vindo em seguida, o lançamento de novos empreendimentos e serviços, com 61 pontos.

A pesquisa da CNI foi elaborada a partir de questionários respondidos por 411 empresas, das quais 212 pequenas, 149 médias e 50 de grande porte, entre os dias de julho.”

(CNI)

Correção de tabela do IR abrirá pauta do Senado

236 1

O Senado deve analisar, na primeira sessão plenária deste segundo semestre, prevista para a próxima terça-feira, a medida provisória que corrige a tabela do Imposto de Renda em 4,5% ao ano, de 2011 a 2014 (MP 528/11). Foi o que informou o senador José Pimentel (PT) nesta quarta-feira. Ele explicou que o reajuste na tabela do IR acompanha a meta inflacionária estabelecida pelo governo, também de 4,5%.

“A estimativa para 2011 é de uma inflação maior, resultado do forte crescimento econômico de 2010. Mas o Banco Central tem tomado uma série de medidas para fazer com que a inflação volte para a meta e os analistas já prevêem um retorno para os 4,5%, coincidindo com o índice de atualização da tabela do Imposto de Renda”, afirmou Pimentel.

O senador também destacou outro importante item da pauta do Senado neste mês de agosto: a medida provisória que reduz a contribuição do empreendedor individual para a Previdência Social de 11 para 5% do salário mínimo (MP 529/11). E, depois de uma série de articulações políticas envolvendo os parlamentares, o Palácio do Planalto e os ministérios da Previdência Social, do Planejamento e da Fazenda, foi possível estender o mesmo benefício para as donas de casa com renda familiar de até dois salários mínimos mensais, disse Pimentel.

“Pelas regras atuais, elas teriam de pagar à Previdência 20% do salário mínimo. Estamos reduzindo essa contribuição para 5%. Com isso, cerca de 10 milhões de donas de casa poderão ser incluídas no sistema previdenciário, tendo direito ao salário maternidade, à aposentadoria por idade, ao auxílio-doença e a pensão por morte para os dependentes”, destacou o senador cearense.    

A MP 529/11 foi aprovada por unanimidade pela Câmara dos Deputados no final do primeiro semestre de 2011. E, segundo Pimentel, deve ser votada pelo Senado até o dia 18 de agosto.

Só 5% dos deputados compareceram às sessões

“Três dias por semana. Eis o número de compromissos semanais obrigatórios para os parlamentares em plenário – em algumas ocasiões, motivos como falta de acordo entre base e oposição e eventual morte de alguma autoridade tornam a semana legislativa improdutiva. Caso não haja justificativa para a ausência (saúde, missão oficial, compromisso partidário) em sessões deliberativas, quando há votação de projetos variados, a falta é computada e há o desconto no salário. Quando a maior parte dos trabalhadores brasileiros é obrigada a trabalhar cinco, até seis dias por semana, a grande maioria dos deputados federais não é capaz de ir ao Congresso nas terças, quartas e quintas-feiras.

Dos 572 deputados que exerceram mandato em algum momento nos últimos seis meses, apenas 28 compareceram a todas as sessões plenárias destinadas a votação. O número corresponde a pouco mais que 5% do total de congressistas que passaram pela Câmara neste ano. Desses, 15 são novatos. Entre os parlamentares desse grupo estão celebridades como o palhaço Tiririca (PR-SP) e o ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ).

A lista de mais assíduos, levantada pelo Congresso em Foco, é formada por parlamentares que compareceram a todas as sessões deliberativas do plenário da Casa. Nessas sessões, são votados os principais projetos de lei, propostas de emenda à Constituição, medidas provisórias e outras proposições legislativas que dão origem às regras legais que regem a sociedade brasileira. No primeiro semestre deste ano, ao todo, foram realizadas 55 sessões para apreciação de matérias.

Na bancada dos mais presentes em plenário, São Paulo é o estado com o maior número de representantes, com nove deputados entre os mais assíduos. Rio de Janeiro fica em segundo com  três representantes. Seguem Maranhão, Minas Gerais e Paraná, com dois deputados. Outros dez estados – Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins – tiveram um deputado cada na lista dos mais assíduos nas votações plenárias.

A maior bancada partidária da Casa – o PT, com 86 deputados – teve apenas um representante entre os mais assíduos: o deputado novato Jesus Rodrigues (PI). O partido com maior número de assíduos é o PDT, com seis deputados. O PMDB vem em segundo, com cinco, seguido do PR e PSB, com três deputados; DEM e PSDB, com dois, e PCdoB, PRB, PTB, PTC, PTdoB e PV, com um cada.

“Corro, corro muito”

Uma das justificativas para as ausências em plenário são as responsabilidades inerentes à função de líder de bancada. O cargo de líder demanda mais responsabilidade e habilidade de articulação acentuada – até porque a atenção às bases partidárias se impõe às lideranças. Mas para o líder do PR, deputado Lincoln Portela (MG), é possível conciliar as atividades da liderança com o comparecimento às votações em plenário. A receita é simples, apesar de árdua.

“Como é possível? A resposta é ‘corro, corro muito’”, responde Portela com humor. “A atividade em plenário é muito importante. Nestes 12 anos e meio de mandato, devo ter em torno de 96% de presença no plenário da Câmara. Isso é uma obrigação minha, não estou fazendo mais do que minha obrigação. Sou pago para trabalhar”, diz.

Portela considera baixa a marca de 28 deputados presentes em todas as sessões deliberativas no último semestre. O líder do PR, no entanto, ressalta que muitos deputados estão em trabalho mesmo não estando presentes no plenário. Para o parlamentar, casos como missão oficial “notadamente comprovada” devem ser computados como presença, e não como ausência justificada, como é feito hoje.

“Um parlamentar que vai para uma missão oficial, notadamente comprovada como missão oficial, deveria ser computado como presente. Ele está trabalhando para a Câmara. Ele não perde no salário, mas perde no sentido de ficar carimbado como ausente. Esse é um problema que tem que ser avaliado”, considera.

Sobreposição de atividades

Outro deputado assíduo que “corre muito” entre plenário e comissões é Reguffe (PDT-DF). Parlamentar de primeiro mandato, Reguffe diz que comparecer às sessões plenárias é o “mínimo” que um congressista deve fazer no exercício do mandato.

“Na minha opinião, deveria ter sessão todos os dias. Só tem votação terça, quarta e quinta, e o mínimo que os parlamentares devem fazer é estar presentes nesses três dias. Não é um favor, é obrigação estar presente às sessões”, disse o deputado ao Congresso em Foco, ressalvando que apenas problemas de saúde ou morte de familiares são motivos que justificam as ausências.

Mas Reguffe, que abdicou do direito ao 14º e 15º salários, critica o atual modelo de compromissos legislativos. “Uma coisa que precisa ser ajustada é o fato de existir múltiplas atividades acontecendo ao mesmo tempo. O tempo deve ser otimizado, não deveria haver sessões simultâneas. As audiências públicas, por exemplo, não deveriam funcionar ao mesmo tempo que as sessões em plenário”, ponderou o deputado, lembrando que o regimento impede que deliberações em comissão temática continuem depois de iniciada a ordem do dia (votação de proposições na pauta do plenário).”

(Congresso em Foco)

Usuário poderá mudar plano de saúde a partir desta 5ª feira

346 2

“A partir de amanhã (28), mais de 13 milhões de usuários de planos de saúde terão direito de mudar de operadora sem precisar cumprir novos prazos de carência. As operadoras tiveram 90 dias para se adaptar à nova regra estabelecida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Esse prazo termina hoje (27).
Com a norma, quem se beneficia são os clientes de planos de saúde individual, familiar e coletivo por adesão (contratado por conselhos profissionais, entidades de classe, sindicatos e federações). Esse último grupo representa mais de 5 milhões de usuários. A ANS espera aumentar a concorrência no mercado e melhorar o atendimento ao consumidor.

Para fazer a portabilidade, o cliente precisa estar com o pagamento das mensalidades em dia. A nova regra permite que ele mude de um plano de abrangência municipal, por exemplo, para outro com cobertura em todo o estado ou nacional. O usuário terá quatro meses a partir do mês de aniversário do contrato para fazer a mudança, e não mais dois meses como era anteriormente.

A ANS criou também uma portabilidade especial para usuário de plano de saúde que está sob intervenção da agência ou em processo de falência e para quem perdeu direito ao plano por causa da morte do titular. Nesses casos, a portabilidade não está limitada ao mês de aniversário do contrato nem é exigida uma permanência mínima no plano para pedir a mudança.

A nova norma não vale para planos coletivos contratados por empresas para seus funcionários, os chamados planos empresariais.”

(Agência Brasil)

Beach Park e seguradora são condenados a indenizar família por morte em brinquedo

“O Beach Park Hotéis e Turismo deve pagar 300 salários mínimos aos pais de um menino que faleceu, aos sete anos de idade, nas dependências do parque aquático, em 2002. A Companhia de Seguros Aliança da Bahia, seguradora do complexo, foi condenada a pagar pensão mensal. A determinação foi da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

Consta no processo que, no dia 23 de janeiro de 2002, o garoto se divertia no brinquedo “correnteza encantada”, acompanhado do irmão, quando foi puxado pela força da água. O irmão, ao perceber, tentou segurá-lo, mas não conseguiu.

A família afirmou que ele gritou pedindo socorro aos instrutores do Beack Park, porém não foi atendido. Ao perceber o desespero, dois turistas ajudaram a levar a criança para a enfermaria do parque.

Ainda de acordo com os pais, a ambulância demorou quase uma hora para chegar ao local e encontrou o menino já falecido. Segundo eles, o acidente trouxe muitos danos à família, que necessitou de cuidados médicos e psicológicos na tentativa de superar a perda do filho.

Em fevereiro de 2008, o Juízo de 1º Grau condenou o Beach Park a pagar 300 salários mínimos e a Companhia de Seguros Aliança da Bahia a pagar pensão mensal no valor de 2/3 do salário mínimo na idade em que o menor estaria entre 14 e 25 anos, bem como 1/3 do salário mínimo dos 25 aos 65 anos.

Inconformado, o parque aquático interpôs apelação (nº 284-64.2000.8.06.0034) no TJCE. Assegurou que o socorro foi prestado pelo profissional que trabalha no local. Defendeu que a sentença proferida está dissociada do laudo pericial, pois o brinquedo não apresenta risco aos usuários. Ainda segundo o Beach Park, a Companhia de Seguros Aliança da Bahia também deveria ser condenada a pagar danos morais.

A família também recorreu pedindo a majoração do valor. Ao analisar o processo, nessa segunda-feira (25/07), a 3ª Câmara Cível negou provimento aos recursos, mantendo a decisão de 1ª Instância. No voto, o desembargador Rômulo Moreira de Deus destacou que a empresa responsável pelo parque aquático não pode se eximir da obrigação de zelar pela integridade dos clientes.

O relator destacou que a profundidade do brinquedo “correnteza encantada” é de 90 cm, mas, no dia da perícia, era de um metro de altura, podendo haver ainda variações na altura em decorrência das ondas formadas pela movimentação da correnteza.”

(Site do TJ-CE)

Projetos de campanha continuam no papel

162 1

“O primeiro ano de mandato da presidente Dilma chegou à metade sem que projetos destacados durante a campanha eleitoral tivessem saído do papel nesse período.

As 500 novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), por exemplo, que deveriam garantir atendimento médico 24 horas por dia à população, não registraram nem compromisso de gasto, o chamado “empenho” de verbas, de acordo com documentos do Tesouro Nacional.

Dilma ao lado de Lula na inauguração de uma UPAO Orçamento da União de 2011 autoriza gastos de R$ 212,5 milhões nas UPAs.

Na mesma situação estão outros projetos destacados na campanha, como a implantação de postos de polícia comunitária. Seriam criados 2,8 mil postos desse tipo durante o mandato, segundo a promessa eleitoral.

O dinheiro previsto para começar a construir 8 mil Unidades Básicas de Saúde (UBSs) tampouco foi liberado. No Orçamento deste ano, as autorizações de gastos para os dois projetos alcançaram R$ 350 milhões e R$ 480,2 milhões, respectivamente.

As chamadas Praças do PAC, espaços integrados de esporte, cultura, lazer e prestação de serviços públicos, encontram-se igualmente paradas, de acordo com os registros do Tesouro. O início da instalação das Praças conta com R$ 170 milhões no Orçamento deste ano, dinheiro intocado até agora.

O Ministério do Planejamento contesta que os projetos estejam paralisados. “O entendimento de que uma ação não saiu do papel porque sua execução orçamentária está baixa ou zerada é uma avaliação limitada porque prioriza ou torna exclusivo o viés da execução orçamentária”, informou a assessoria da ministra Miriam Belchior.

Em nota, a pasta informou que “as UPAS, UBS e Praças dos Esportes e da Cultura estão em pleno cumprimento das etapas técnicas obrigatórias por lei, que antecedem a obra física propriamente dita”.

Segundo o Planejamento, o governo já lançou o processo de seleção para a construção de 400 praças em 362 municípios. Também teriam sido contratadas 1.219 UBSs e outras 119 UPAs. Dados do Tesouro não registram contratação das obras.”

(Estadão)

Pelé é nomeado o "Embaixador da Copa"

229 1

A presidente Dilma Rousseff nomeou nesta terça (26) o ex-jogador Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, “embaixador honorário” do Brasil para a Copa de 2014. Dilma se reuniu com Pelé e o ministro dos Esportes, Orlando Silva, em seu gabinete, no Palácio do Planalto. O rei do futebol afirmou que “não poderia deixar de aceitar” o convite de Dilma. Ele terá como função fazer a promoção no país e no exterior da Copa do Mundo do Brasil. A função não é remunerada.

“Eu não poderia deixar de aceitar esse convite da nossa presidenta. Como brasileiro vocês sabem que eu já faço isso desde quando nasci. Desde a primeira Copa do Mundo que eu defendo e faço a promoção do Brasil. É uma responsabilidade muito grande, mas eu não poderia deixar de aceitar”, disse Pelé.

Logo após o anúncio do novo cargo, Pelé pediu o apoio dos brasileiros para a realização do mundial de futebol no Brasil. Pelé lembrou a Copa da Suécia, em 1958, quando a vitória da seleção brasileira “enalteceu” o nome do país. Segundo ele, todos os 190 milhões de brasileiros precisam contribuir para a organização do mundial.

“Eu gostaria de pedir para todo o povo brasileiro que acreditasse, porque estava meio confuso, meio em dúvida com alguns problemas que nós tivemos aqui e que a gente sabe ainda das condições, mas que podemos acreditar, porque a presidente disse que vai fazer todo o esforço e espero que a gente entregue bem essa Copa do Mundo. Agora essa administração será feita com com 190 milhões de brasileiros e todos ficaremos orgulhosos de entregar bem essa Copa”, disse o ex-jogador.

O ministro dos Esporte, Orlando Silva, afirmou que a presidente Dilma ficou “feliz” em receber o ex-jogador em seu gabinete. Segundo Orlando Silva, a função de embaixador é uma homenagem a Pelé “pelo que ele fez pelo esporte e pelo Brasil”.

(Portal G1)

Mulher que encontrou camisinha dentro de extrato de tomate recebe R$ 10 mil

197 2

“Após o preparo de um almoço em dezembro de 2008, uma vendedora da cidade gaúcha de Lajeado (114 km de Porto Alegre) teve uma infeliz surpresa. Ao transferir o conteúdo de uma lata de extrato de tomate para outro recipiente, deparou com um preservativo masculino no fundo da embalagem.

Imediatamente, a mulher, que pediu para não ter seu nome divulgado, entrou em contato com a Unilever Brasil, fabricante do produto. As primeiras conversas não deram o resultado esperado por ela.

Dois anos e meio depois, em 29 de junho deste ano, a Justiça determinou que a empresa pague à consumidora R$ 10 mil de indenização por danos morais.

“Vi mofo dentro da lata. Logo em seguida, notei a borracha. Achei que fosse uma dedeira industrial. Então vi que não era e comecei a vomitar. A camisinha estava enrolada e parecia não ter sido usada”, disse a mulher.

Segundo ela, no primeiro contato que teve com a empresa logo após a descoberta do preservativo, foi mal atendida por telefone. “Eu falei o que tinha encontrado. Então a empresa disse que era para eu enviar o recipiente para a fábrica que iam trocar a lata. Foi quando eu afirmei que queria o meu dinheiro de volta. Então a atendente respondeu: ‘Se é dinheiro que a senhora quer da gente, a senhora não vai ter’”, afirmou a consumidora.

A Unilever, no entanto, retornou a ligação e ofereceu auxílio médico à família. Além da comerciante, seu marido e três filhos ingeriram o extrato de tomate da lata. Isso fez com que molho vermelho fosse visto por eles com muita cautela, desde então.

“Demorei uns três meses para contatar um advogado, pois eu estava constrangida. Mas um dia, quando meu filho lembrou do caso na mesa e minha filha saiu vomitando, criei coragem e procurei um representante.”

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) condenou a Unilever a pagar a indenização por danos morais. O processo foi julgado pelo juiz João Gilberto Marroni Vitola, da 2ª Vara Cível da Comarca de Lajeado.        

A empresa alegou que todo o processo de produção e embalagem do produto é automatizado, não havendo contato humano. Entretanto, o Juiz descreveu em sua sentença que a Unilever não negou a existência de profissionais que acompanham o processo e que poderiam intervir em razão de algum descontrole no trabalho programado. A empresa recorreu da decisão.

Durante o julgamento da apelação, a desembargadora Marilene Bonzanini, da 9ª Câmara Cível do TJRS, confirmou a sentença anterior. “O sentimento de insegurança, repugnância e o nojo experimentados pela autora da ação certamente geraram os danos morais alegados, o que se conclui pelo mero conhecimento da cultura de nosso povo – não se acredita que qualquer pessoa não se sinta repugnada ao encontrar um preservativo em produto alimentício utilizado no preparo de refeição para a família”, descreveu em sua decisão.

A Unilever tem 15 dias para recorrer da decisão após sua divulgação, que ocorreu nesta segunda-feira (25). A assessoria de imprensa foi contatada pela reportagem do UOL Notícias para comentar o ocorrido, mas até a conclusão deste texto não havia retornado à ligação.”

(Folha.com)

Dilma lança programa de bolsas para alunos de camadas mais pobres

“A presidente da República, Dilma Rousseff, afirmou nesta terça-feira (26) que o programa “Ciência Sem Fronteiras” não é baseado no “quem indica”, mas sim no mérito e vai atender às camadas mais pobres da sociedade.

“Nos não estamos fazendo programa baseado no quem indica estamos criando no Brasil ações orientadas pelo mérito dentro de um quadro de um grande esforço de garantir que as populações mais pobres tivessem acesso ao mérito”, disse a presidente.

O programa, lançado oficialmente nesta terça-feira, vai custear 100 mil bolsas de intercâmbio nas principais universidades do exterior para estudantes, desde o nível médio ao pós-doutorado. A intenção do governo é promover o avanço da ciência, tecnologia e competitividade do Brasil.

Dilma Rousseff participou nesta terça-feira (25) da 38ª reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), na qual foi detalhado o programa. Em seu discurso, a presidente afirmou que haverá cuidado especial com a representação étnica, de gênero e de estudantes de todas as regiões do Brasil.

“A partir do critério de mérito, vamos aplicar outros que podem contemplar gênero, a questão étnica. A questão do mérito é essencial, sem o que não podemos implementar o projeto. Está provado que a política de mérito no Brasil pode contemplar as camadas mais pobres da população”, disse.

O foco do programa é a área das ciências exatas, que, segundo a presidente, sofrem de uma deficiência no Brasil. “O Brasil tem de reconhece que tem falhas e fraquezas e se a gente as reconhece nós damos um passo em direção ao fortalecimento. Por isso o foco desse programa está nas áreas exatas. Não estamos dizendo que automaticamente vamos formar 75 mil Einstens. Vamos forma a base de pensamento educacional do país. A expectativa é que eles voltem e se integrem à universidades, às empresas”, disse a presidente.

A presidente Dilma explicou ainda que a pré-seleção dos alunos que poderão ser beneficiados pelo programa será feita pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e pelo Programa Universidade para Todos (ProUni). Além disso, segundo a presidente, terão mais chances os alunos ganhadores de olimpíadas, principalmente da Olimpíada de Matemática.”

(Portal G1)

A economia brasileira, segundo Guido Mantega

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=_Q-llauRt-Y&feature=player_embedded[/youtube]
Durante exposição sobre o cenário econômico mundial, apresentada na 38ª Reunião Ordinária do Pleno do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), no Salão Nobre do Palácio do Planalto, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, apresentou números que demostram que o Brasil está numa situação bem mais favorável na comparação com os demais países. Segundo Mantega, “o Brasil é um dos países que tem um dos melhores desempenhos fiscais do mundo”. “Isso dá solidez para a economia brasileira continuar crescendo sem desequilíbrios”, pontuou o ministro.
Guido Mantega destacou também que as commodities deixaram de crescer e, há alguns meses, encontram-se em trajetória descendente. O ministro explicou que o governo atuou numa outra frente importante: o controle da inflação. Segundo ele, o governo não economizou esforços para que as taxas fossem mantidas dentro da meta estabelecida e que os índices que estão sendo divulgados nas últimas semanas mostram o comportamento dentro do previsto. Ele atribui os resultados às medidas tomadas pela equipe econômica.

UFC oferece curso de Economia Ecológica

A Universidade Federal do Ceará inscreve, até o próximo dia 30, para a terceira edição do Curso de Extensão em Economia Ecológica. São ofertadas 20 vagas e o público-alvo são alunos de graduação, de pós-graduação e profissionais interessados em qualificação na área de Economia Ecológica. Com aulas às sextas-feiras, das 19 às 21 horas e aos sábados, das 9 às 11 horas, o curso será realizado de 5 de agosto a 3 de dezembro.

Ministrado por professores do Departamento de Teoria Econômica da Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado – FEAAC/UFC, o treinamento ocorre em nove módulos. Realizado em parceria pelo Departamento de Teoria Econômica, da Faculdade de Economia, Administração, Atuárias, Contabilidade e Secretariado (FEAAC) e Programa de Gestão, Estudos e Pesquisas Ambientais (PROGEPA), da Pró-Reitoria de Extensão, o curso é gratuito.

SERVIÇO

* Programa de Gestão, Estudos e Pesquisas Ambientais, do Departamento de Teoria Econômica/FEAAC – Fone: (85) 3366.7798.

(Com site da UFC)

Sebrae publica edital para contratar consultores

Profissionais interessados em se tornarem consultores do Sebrae têm até o dia 5 de agosto para se inscreverem no Processo de Credenciamento para Prestação de Serviços de Instrutoria e Consultoria da instituição. A seleção é para 11 áreas diferentes: recursos humanos e empreendedorismo, educação, marketing e vendas, comércio exterior, planejamento empresarial, sustentabilidade, inovação, desenvolvimento territorial, agronegócios, desenvolvimento setorial e políticas públicas. Dentro de cada área, há subáreas. O edital está publicado no Portal Sebrae.

Para integrar o cadastro da instituição, é necessário ser pessoa jurídica. O resultado final do processo de credenciamento será divulgado no dia 20 de outubro. Os nomes dos selecionados passarão a constar no banco de dados do Sebrae Nacional e poderão ser convocados pelas unidades estaduais em qualquer tempo, se houver demanda. O credenciamento não obriga o Sebrae a efetuar a solicitação de serviços.

A certificação será realizada em duas fases. A primeira vai avaliar os conhecimentos técnicos do profissional e constará de prova objetiva e prova discursiva ou análise de caso referente à área de interesse na prestação de serviços e conhecimentos gerais sobre micro e pequenas empresas (em alguns casos pode ocorrer prova discursiva e análise). As provas serão realizadas apenas em Brasília. Na segunda etapa, os interessados vão fazer uma prova situacional com atividade prática, que será uma aula simulada ou a apresentação da vivência profissional (em alguns casos pode haver aula e apresentação). Não serão fornecidas referências bibliográficas, materiais para consulta e modelos de apresentações.

Todo o processo de credenciamento será feito pela Fundação de Apoio à Pesquisa, Ensino, Tecnologia e Cultura (Fapetec). Mais informações podem ser obtidas no endereço http://www.fapetec.org ou pelo e-mail sebraena@fapetec.org.br.

SERVIÇO

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebrae

(Com Agência Sebrae)