Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Greve na SPU completa um mês

Os servidores da Secretaria do Patrimônio da União, em todo o País, incluindo o departamento do Ceará, completam um mês de greve. A luta da categoria é por reestruturação do seu plano de cargos, carreiras e vencimentos, que continua parado no Ministério do Planejamento.

Nesta terça-feira, lideranças do movimento voltam a negociar com o Ministério do Planejamento, em Brasília. Pelo Ceará, participa a lider sindical Rosângela Azevedo.

IBGE – Nível de emprego na indústria aumenta 0,7% em março

“O nível de emprego na indústria aumentou 0,7% em março, na comparação com fevereiro, terceira alta mensal consecutiva, informou nesta terça-feira o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em relação a igual período em 2009, houve alta de 2,4%, a maior desde agosto de 2008. No primeiro trimestre deste ano, o emprego industrial acumulou alta de 0,7%.

Já o valor da folha de pagamento dos trabalhadores da indústria cresceu 1,2% em relação a fevereiro. Na comparação com março de 2009, verificou-se aumento de 5,6%, o maior desde os 7,7% registrados em setembro de 2008. No primeiro trimestre, a elevação chegou a 3,3%.

Investimento estrangeiro na indústria atinge menor nível desde 2005
Emprego formal na construção civil atinge nível recorde em março
Emprego industrial cresce abaixo da média e cede espaço a serviços

Na comparação com igual mês em 2009, o emprego industrial subiu em todos os 14 locais pesquisados, com as principais contribuições vindo de São Paulo (2,7%), da região Nordeste (3,5%) e do Rio Grande do Sul (3,2%).

Entre os setores, houve avanço nas contratações em 15 dos 18 ramos industriais. As maiores contribuições vieram das produções de alimentos e bebidas (2,5%), máquinas e equipamentos (4,5%), têxtil (6,2%), calçados e couro (5,2%), produtos de metal (4,2%) e meios de transporte (3,1%).

Por outro lado, madeira (-9,2%), refino de petróleo e produção de álcool (-3,4%) e vestuário (-0,6%) apontaram os resultados negativos neste mês.

O número de horas pagas aumentou 1% em março, de acordo com o IBGE. Em relação ao mesmo mês de 2009, houve alta de 3,7%. Já nos três primeiros meses de 2010, foi constatada elevação de 1,8%.

Em relação a março de 2009, o número de horas pagas registrou avanço nas 14 regiões avaliadas, e em 15 dos 18 ramos. Em termos setoriais, as principais contribuições vieram das indústrias de alimentos e bebidas (3,7%), meios de transporte (8,8%), máquinas e equipamentos (6,4%), calçados e couro (6,2%), minerais não metálicos (6,4%) e têxtil (7%).”

(Folha Online)

Quase 80% dos idosos brasileiros têm menos de 20 dentes. Ceará na lista

“Uma pesquisa da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP mostrou que metade dos brasileiros entre 35 e 45 anos perdeu ao menos 12 dentes e que cerca de 80% dos idosos no País têm menos de 20 dentes. Segundo o estudo, aproximadamente 35% dos idosos que precisam de dentadura não tem acesso a ela.

Os maiores risco de perda dentária estão no interior do Mato Grosso, e regiões Norte e Nordeste

A pesqusa analisou dados do levantamento mais recente sobre o assunto, o Projeto Saúde Bucal Brasil 2003, publicado pelo Ministério da Saúde em 2004. O levantamento foi feito em 250 municípios de todos os estados e abrangeu 13.471 adultos entre 35 e 44 anos e 5.349 idosos entre 65 e 74 anos. Com as informações, a tese indicou quais fatores tinham relação com a perda dentária em adultos, com a falta de dentaduras e a presença de menos de 20 dentes na boca (edentulismo funcional) em idosos.

“Quem tem menos de 20 dentes não consegue mastigar ou falar de forma eficiente”, explica o dentista Rafael da Silveira Moreira, autor da tese. “E a estética fica comprometida”.

A pesquisa aponta que a média de perda dentária e edentulismo funcional foram maiores entre os habitantes de cidades pequenas, estados onde são extraídos mais dentes por habitante e regiões com menor número de dentistas por habitante. Com essas informações, Silveira elaborou mapas mostrando as áreas do Brasil em que esses fatores de risco estão mais presentes.

Áreas de risco alto para perda dentária estão presentes principalmente no Mato Groso e Pará, no oeste da região Norte, em todos os estados do Nordeste, exceto Pernambuco e Bahia. Também há áreas menores na divisa entre Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.”

* Da Agência USP, leia mais aqui.

Dunga divulga nesta 3ª feira lista dos convocados para a Seleção Brasileira

Nesta terça-feira, a partir das 13 horas, o técnico Dunga estará acabando com um mistério: a convocação dos 23 jogadores que vestirão, mês que vem, a camisa da Seleção do Brasil na Copa da África do Sul. Será que Dunga vai convocar Ronaldinho Gaúcho, do Milan, e Ganso e Neymar, do Santos? Eis as grandes dúvidas da torcida que quer o Brasil conquistando o hexa. Após a convocação, a CBF vai divulgar quais serão os outros jogadores a compor a lista de 30 enviada para a Fifa – dos quais sete serão cortados.

O time vai se reunir e iniciar a preparação no CT do Caju, em Curitiba (PR). O centro pertence ao Atlético-PR. O Brasil ficará de 21 a 26 de maio no país, e depois viajará para a África do Sul, quando estreará  na Copa dia 15 de junho contra a Coreia do Norte.

(Com Agências) 

Servidores do Incra do Ceará entram em greve

Os servidores da Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Ceará decidiram, em assembléia geral realizada nesta segunda-feira, paralisar as atividades até quarta-feira. Nesse dia, será realizada nova reunião de negociação com o Ministério do Planejamento, em Brasília, enquanto na quinta-feira haverá nova assembléia para definir o rumo do movimento no Estado.

Além da isonomia entre as carreiras, a cateogira luta pela reestruturação dos planos de carreira, com a melhoria das tabelas salariais dos servidores e o fortalecimento institucional do Incra, que hoje vivencia uma grande evasão dos servidores admtidos nos últimos concursos. A mobilização também quer o cancelamento da proposta de Projeto de Lei nº 549/2009, que propõe o congelamento dos investimentos públicos da União por dez anos, com o consequente prejuízo aos trabalhos e investimentos do serviço público federal.

Anfitrião de Serra e Dilma em feijoada é investigado por suspeita de rombo na Previdência

“A feijoada que juntou na mesma mesa, na última segunda-feira, os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), teve como anfitrião um empresário investigado sob acusação de fraude contra a Previdência Social e citado como favorecido em uma gravação do escândalo do mensalão do DEM, no Distrito Federal.

Vice-presidente da ABCZ (Associação Brasileira de Criadores de Zebu), Jonas Barcellos Corrêa Filho é um dos maiores nomes da pecuária brasileira. Ele também é dono da Brasif S/A, empresa que controlava os free-shops dos aeroportos brasileiros, desde 2006 nas mãos de uma companhia suíça.

Em maio passado, a Procuradoria da República em Minas Gerais denunciou criminalmente Barcellos e outros quatro diretores da Brasif por um rombo de R$ 332 mil nos cofres da União por não recolhimento de INSS dos ex-funcionários. O processo tramita na 11ª Vara Federal de Belo Horizonte, ainda sem julgamento.

O advogado da empresa, Ciro Kurtz, diz que o Ministério Público Federal fez a denúncia antes da conclusão de processo administrativo do INSS, e que a dívida de R$ 332 mil já foi corrigida para meros R$ 86,78. Segundo Barcellos, a ação penal “é uma bobagem”.

No caso do mensalão do DEM, em uma das conversas gravadas pelo delator do esquema, Durval Barbosa, Jonas e a Brasif são citados pelo ex-chefe da Casa Civil de José Roberto Arruda, José Geraldo Maciel, como supostamente favorecidos em uma licitação. Kurtz diz que a licitação nem chegou a acontecer e que a empresa nunca teve nenhum contrato com o governo do DF.

Hospitalidade
Na última segunda-feira, data da abertura oficial da ExpoZebu 2010, principal feira pecuária do Brasil, Barcellos abriu as portas de sua fazenda Mata Velha, em Uberaba (MG), para uma de suas feijoadas.
Inicialmente oferecidas para seletos amigos, 20 anos depois reúne centenas de empresários, políticos e autoridades do primeiro escalão da República.

Além de Serra e Dilma estiveram presentes neste ano, entre outros, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, o vice-presidente José Alencar e a senadora Kátia Abreu (DEM-TO).

Apesar de o grosso das doações da Brasif -nas campanhas de 2002 e 2006 foram R$ 2,1 milhões- irem para candidatos a deputado e senador do DEM e PSDB, Barcellos nega preferências partidárias e não revela em quem votará.

Diz, contudo, que pretende contribuir para a campanha de seus dois convidados, Dilma e Serra, mas que isso ainda depende de aprovação de outros sócios da empresa.”

(Folha)

Dinheiro da educação é desviado

“O Ministério da Educação (MEC) constatou que 21 estados deixaram de aplicar R$ 1,2 bilhão em ensino básico no ano passado. O dinheiro deveria ter sido repassado ao Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica), principal mecanismo de financiamento da rede pública. Mas, numa espécie de sonegação contábil, acabou livre para custear outras atividades.

O MEC já alertou os tribunais de contas dos estados e municípios, os ministérios públicos federal e estadual, os conselhos de acompanhamento e controle social do Fundeb e os respectivos governos estaduais. Convencido de que é preciso aumentar os investimentos em educação, o ministério quer evitar desvios nas verbas legalmente reservadas para o ensino.”

(Globo)

Lula vai ao velório da mãe de Chico Buarque

O presidente Lula seguirá, nesta sexta-feira, do Recife para sua casa em São Paulo, mas não cumprirá agenda oficial. É que neste sábado, ele seguirá para o Rio de Janeiro. Vai ao velório da mãe do compositor e cantor Chico Buarque, dona Maria Amélia Buarque de Hollanda, que morreu na última quarta-feira (4).

Lula era amigo de Maria Amélia e, inclusive, esteve, com sua mulher, Marisa, na festa do seu aniversário de 100 anos, em janeiro deste ano.

Lula, Dilma e o primeiro navio

Eis uma das cenas da visita que o presidente Lula faz ao Recife, nesta sexta-feira, ao lado da pré-candidata a presidente da República pelo PT, Dilma Rousseff. Militante petista expõe um cartaz expondo a frase “Dilma e Lula pelo Nordeste”.

O presidente conferiu o lançamento do primeiro navio brasileiro construido no estaleiro Atlântico Sul e que atende a contrato da Transpetro.

Pela foto, será que há cheiro de campanha nessa história?

(Foto – JC Online)

Empresas aceitam união gay em plano de saúde

“Antes mesmo do reconhecimento pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), algumas empresas, repartições públicas e até operadoras de assistência médica já ofereciam cobertura ao dependente de uma união homossexual nos seus planos de saúde. O objetivo foi garantir igualdade, conforme prevê a Constituição.

A Petrobras reconhece o companheiro do mesmo sexo no plano de seus empregados, por meio da Assistência Multidisciplinar de Saúde (AMS). A medida entrou em vigor em julho de 2007, informou a estatal.

Já a rede de concessionárias UAB Motors incluiu em abril o parceiro de um funcionário. “Tratamos isso com seriedade porque eles têm as mesmas garantias asseguradas”, salientou o diretor de recursos humanos da empresa, Ricardo Mota.

No setor público, o Supremo Tribunal Federal (STF) passou a aceitar esse companheiro desde julho do ano passado no seu STF-Med. A Medial destacou que recebe essa adesão sem qualquer distinção.”

(Diário de São Paulo)

Fortaleza será sede do Simpósio Brasileiro de Climatologia

Fortaleza será sede do IX Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica (SBCG). O evento ocorrerá de 26 a 30 de setembro próximo e reunirá professores, pesquisadores, graduandos e pós-graduandos da área na discussão de novos conhecimentos, técnicas e resultados provenientes das pesquisas climatológicas. O tema central é  “Climatologia e Gestão do Território”.

Na programação, debates, minicursos, apresentação de painéis e trabalhos de campo na Serra de Baturité, sertão de Quixadá e no litoral de Morro Branco e Canoa Quebrada.

INSCRIÇÕES

As inscrições para o simpósio prosseguem até 30 deste mês no site www.ixsbcg.com.br ou pelo e-mail ixsbcg@gmail.com.

(Com Site da UFC)

Inflação de abril sobe 0,57%

“A inflação oficial usada pelo governo, o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), voltou a acelerar, e teve em abril a maior taxa para o mês desde 2005 (0,57%), informou nesta sexta-feira o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em março, o índice havia registrado elevação de 0,52%. Em abril de 2009, a inflação havia sido de 0,48%. Nos últimos 12 meses, o IPCA acumula alta de 5,26%.

Os alimentos subiram 1,45% em abril –a maior alta para o mês desde 2001–, contra variação positiva de 1,55% em março. A principal contribuição veio do leite pasteurizado, com alta de 7,43% em abril, inferior aos 8,03% de março. Em seguida, veio o feijão, que subiu 27,88% em abril.

Os produtos não alimentícios tiveram aceleração e registraram inflação de 0,31%, ante 0,22% em março. As principais influências sobre o indicador no mês passado foram os itens remédios, com reajuste de 2,22%, automóvel novo (1,04%) e vestuário (1,28%).

O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), calculado entre as famílias com renda mensal até seis salários mínimos, teve elevação de 0,73% em abril, ante 0,71% observados no mês anterior. Nos 12 meses encerrados em abril, o indicador acumula elevação de 5,49%, acima dos 5,30% relativos aos 12 meses imediatamente anteriores.”

(Folha Online)

Transpetro recebe primeiro navio do Promef

Um ano e oito meses de espera e, finalmente, o primeiro navio do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) será lançado nesta sexta-feira, no Recife, com a presença do presidente Lula, e do presidente da Transpetro, o cearense Sérgio Machado. A embarcação do tipo Suezmax, de 274 metros de comprimento e capacidade para transportar um milhão de barris de petróleo, é vista como o renascimento da indústria naval brasileira. Depois desta sexta-feira, ainda serão necessários alguns retoques para, finalmente, em agosto próximo, o navio ser entregue à dona, a Transpetro.

A embarcação, construída pelo Estaleiro Atlântico Sul (EAS), é a primeira de grande porte construída no Brasil a ser entregue ao Sistema Petrobras em 13 anos. A última foi o Livramento, cuja construção foi encomendada em 1987 e levou 10 anos para ser concluída. Em suas duas primeiras fases, o Promef prevê a construção de 49 navios no Brasil. Destes, 46 já foram licitados e 38 contratados. Os três restantes estão em fase final de licitação. Em junho, será lançado ao mar o segundo navio do programa, desta vez no Estaleiro de Mauá, em Niterói (RJ).

O Estaleiro Atlântico Sul montará 22 navios do Promef, tendo assim a maior carteira do programa. São 10 navios do tipo Suezmax (160 mil toneladas de porte bruto, capazes de transportar 1 milhão de barris de petróleo), cinco Aframax (110 mil toneladas de porte bruto), quatro aliviadores Suezmax DP (com posicionamento dinâmico) e três aliviadores Aframax DP.

(JC Online)

VAMOS NÓS – E o nosso estaleiro, hein? Continua ancorado nessa briga de localização envolvendo Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza. Até quando?

Fortaleza em 28º lugar em saneamento

“Fortaleza está na 28º colocação no ranking do saneamento entre as maiores cidades brasileiras, com população superior a 300 mil habitantes. A constatação é de uma pesquisa divulgada ontem pelo Instituto Trata Brasil, organização com sede em São Paulo, que avaliou a situação de 81 municípios entre os anos de 2003 e 2008. O estudo mostrou que nesse período, houve um avanço de 11,7% no atendimento de esgoto nas cidades observadas e de 4,6% no tratamento.

A base de dados consultada para apontar o avanço foi extraída do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), divulgado anualmente pelo Ministério das Cidades, e que reúne informações dos serviços de água e esgoto fornecidas pelas empresas prestadoras dos serviços. De acordo com o Trata Brasil, a série se encerra em 2008, sendo a última e mais atualizada informação oficial que o País dispõe, que foi divulgada pelo Ministério das Cidades, em 29 de Março último.

Pesquisa
O levantamento detectou o nível de cobertura de água e o volume de esgoto gerado pela população de cada uma das cidades. Após essa análise inicial, foram avaliados indicadores relacionados a oferta dos serviços, eficiência dos operadores – municipais, estaduais e privados -, a política tarifária praticada e os investimentos no período.

O estudo considerou população total atendida com água tratada e com rede de esgoto; tratamento de esgoto por água consumida; índice total de perda de água tratada, calculado com base nos volumes totais de água produzida e de água faturada, tarifa média praticada nos serviços, que corresponde a relação entre a receita operacional direta do prestador do serviço e o volume faturado de água e de esgoto na cidade, além do volume de investimentos em relação à geração de caixa dos sistemas, compreendendo a arrecadação sem despesas operacionais.

Na avaliação de Raul Pinho, Conselheiro do Instituto Trata Brasil, no balanço geral o resultado do levantamento mostra que o Brasil conseguiu melhorar o alcance da prestação dos serviços de coleta e tratamento de esgoto com a retomada dos investimentos no setor desde a criação do Ministério das Cidades, em 2003. ”

Mais informações no www.tratabrasil.org.br

(O POVO)

<!–

–>

Acidente da Gol – EUA negam cassação de licença de pilotos do Legacy

“A Direção Federal de Aeronáutica Civil (FAA, na sigla em inglês) negou nesta quinta-feira, 6, um pedido de deputados brasileiros para caçar as licenças dos dois pilotos norte-americanos que pilotavam o Legacy que se chocou com o voo 1907 da Gol, em setembro de 2006, causando a morte de 154 pessoas.

Em abril, os deputados Milton Monti (PR-SP) e Jaime Martins (PR-MG) entregaram à FAA um dossiê pedindo a cassação das licenças de Joseph Lepore e Jan Paladino. Os dois continuam pilotando normalmente nos EUA – um trabalha para a American Airlines e outro para a ExcelAir.”

(AP)

"Big Brother Brasil 10" lidera ranking da baixaria na TV brasileira

“O “Big Brother Brasil 10”, exibido pela TV Globo, foi o programa de TV que mais recebeu denúncias de desrespeito aos direitos humanos na campanha “Quem financia a baixaria é contra a cidadania”. O programa lidera o 17º Ranking da Baixaria na TV, divulgado há pouco em seminário na Câmara.

Entre agosto de 2009 e abril de 2010, a campanha recebeu 227 denúncias fundamentadas contra o reality show. As reclamações tratavam de desrespeito à dignidade da pessoa humana, apelo sexual, exposição de pessoas ao ridículo e nudez.

O 2º lugar do ranking, com 105 denúncias, foi o programa “Pegadinhas picantes”, exibido pelo SBT. Em terceiro lugar ficou o “Pânico na TV”, apresentado pela Rede TV. Figuram no quarto e quinto lugar da lista, respectivamente, os programas os regionais “Se liga Bocão”, da Record, e “Bronca na TV”, do SBT.”

* Da Agência Câmara, leia mais aqui.

IBGE prevê safra recorde no País

“A produção brasileira de grãos deve totalizar este ano 146,5 milhões de toneladas, um recorde histórico, com aumento de 9,4% em relação à safra obtida em 2009 – 133,9 milhões de toneladas. O resultado deve ser 0,4% superior ao recorde de 2008, de 145,9 milhões de toneladas. Em 2010, o Paraná deverá superar Mato Grosso e voltar a ser o principal produtor de cereais, leguminosas e oleaginosas do país.

A previsão consta do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de abril (quarta estimativa), divulgado hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O IBGE prevê um aumento de 0,1% em relação à área plantada no ano passado, chegando a 47,3 milhões de hectares. Em relação a 2009, para as três principais culturas – arroz, milho e soja (que representam 82,3% da área plantada) –, a estimativa é de que haja variações de -5,0%, 5,9% e 6,5%, respectivamente. Segundo o IBGE, a produção do milho e da soja deverá crescer 4,0% e 19,2%, respectivamente, enquanto a do arroz terá retração de 9,7%.

A distribuição regional da produção de grãos deve ser: Sul, 62,2 milhões de toneladas; Centro-Oeste, 51 milhões de toneladas; Sudeste, 16,5 milhões de toneladas; Nordeste, 12,9 milhões de toneladas e Norte, 3,9 milhões de toneladas. Em relação à safra passada, estima-se uma queda de 4,0% apenas no Sudeste. As demais terão incrementos: Norte, de 3,2%; Nordeste de 9,6%; Sul, de 18,7%; e Centro-Oeste, de 4,4%.

O estado do Paraná deve retornar à posição de maior produtor nacional de grãos, superando em 1,5 ponto percentual o estado de Mato Grosso, que no ano passado assumiu a liderança, uma vez que a safra paranaense foi muito afetada pelas condições climáticas desfavoráveis, como a seca no início de 2009, geadas em junho e chuvas excessivas no período final das culturas de inverno.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) também divulgou nesta quinta-feira projeção para a safra de grãos. Segundo a estatal, no ciclo 2009/2010 devem ser produzidos 146,81 milhões de toneladas, consolidando um novo recorde.

A diferença entre os dados divulgados pelo IBGE e pela Conab se deve aos períodos avaliados. O instituto analisa a colheita de janeiro a dezembro e a estatal se baseia no chamado ano-safra, que vai de agosto a julho. ”

(Agência Estado)

VAMOS NÓS – Resta saber que impacto terá a chamada “seca verde”, que atinge vários municípios do Ceará, nas projeções futuras sobre safra.

Serasa: Pedidos de falências caem 25% em abril

“O índice de falências requeridas apresentou redução de 25,1% em abril na comparação com março, passando de 195 para 146, segundo o indicador da Serasa Experian divulgado nesta quinta-feira. Entre as micro e pequenas empresas a queda foi maior, de 26,8%, indo de 123 pedidos em março para 90 no mês passado. Entre as médias empresas, o recuo foi de 9,1% (de 44 para 40), e nas grandes de 42,8% (de 28 para 16).

Já as falências decretadas tiveram alta de 7,1% em abril ante março, concentrada entre as pequenas empresas, já que as médias e grandes mantiveram os patamares de março. Na comparação entre os quatro primeiros meses de 2010 e os de 2009, o número de falências requeridas teve baixa de 8,7%. As médias empresas se destacam, com 14,4% de queda no período.

O número de falências decretadas, na comparação quadrimestral, caiu 1,9%, com queda de 3,8% entre as micro e pequenas, (de 235 para 226), e de 66,7% entre as grandes, (de 9 para 3). As médias empresas tiveram alta de 66,7% neste primeiro quadrimestre (de 15 para 25 registros).

“Com algumas exceções, decorrentes das dificuldades das empresas exportadoras, os indicadores de insolvência das empresas apresentam quedas, tanto na comparação mensal quanto na quadrimestral”, diz a Serasa em nota.

Segundo a Serasa, a perspectiva é de que os indicadores de falências e recuperações continuem em queda, por conta das melhores condições financeiras das empresas e pela recuperação, mesmo que lenta, do crédito às empresas.”

(Folha Online)

Financial Times vê problemas no futuro do Brasil, mas destaca o PAC

“Problemas como o trânsito, as favelas, a precariedade dos aeroportos e estradas, e a deficiência no tratamento de água e esgoto estão atrapalhando o “futuro brilhante” do Brasil, segundo uma série de reportagens produzidas para um caderno especial sobre a infraestrutura nacional, publicado nesta quinta-feira pelo jornal britânico Financial Times.

“Os planos estão na mesa. A economia está crescendo. Os investidores estão fazendo fila… Mesmo assim, o novo futuro brilhante do Brasil parece ainda estar fora de alcance”, diz o artigo que abre o caderno.

“O panorama para a infraestrutura (brasileira) é profundamente irregular”, afirma o FT.

Como exemplo de problemas, o jornal cita a “assustadora” tarefa de se urbanizar favelas, evidenciada pelos recentes desabamentos no Rio; a melhoria “lenta” dos transportes públicos enquanto o país compra mais carros do que suas ruas comportam; a confusão sobre as responsabilidades de Federação, Estados e Prefeituras sobre o tratamento de água e esgoto; atrasos em projetos causados por “falhas de gerenciamento e o peso da burocracia”; e até “ideologias” entre o que deve ser privatizado ou mantido sob o controle do governo.

‘PAC não é fracasso’ O FT destaca ainda que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), lançado pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2007, enfatizou a importância dos gastos em infraestrutura para o desenvolvimento do país, “mesmo não tendo alcançado seus objetivos”.

“Seria errado desqualificar o PAC como sendo um fracasso”, diz o jornal. “Ele trouxe empregos, casas e uma vida melhor para muitas pessoas que vivem nas favelas. E colocou o investimento em infraestrutura de volta ao centro do cenário político.” Em vários artigos separados, o FT examina a situação dos vários setores da infraestrutura, como habitação, eletricidade, energia, construção civil, bancos, agricultura e indústrias naval e siderúrgica, analisando obstáculos e avanços.

O diário também dedica uma reportagem à “dificuldade” que o Brasil está tendo para preparar a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada do Rio, em 2016.

“Apesar da confiança depositada no país pelos organizadores dos dois maiores eventos esportivos do mundo, ainda há uma montanha íngrime a ser escalada em termos de colocar a infraestrutura – transportes, hotéis e estádios – em um alto nível internacional antes dos prazos de 2014 e 2016″, afirma o FT.”

(Folha Online)