Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Blog Social

lucianooaln

Lamentamos muito não ter conferido, nesta semana, o lançamento do livro “Boa Noite”, da querida jornalista Fátiam Sampaio, que trabalhou no O POVO e que, em certa época, era nossa “chefe”. O livro, que conta um pouco da trajetória do grande Cid Moreira (Rede Globo), foi lançado na Livrarai Saravia, em noite de segunda-feira das mais concorridas.

FOTO – Jornalistas Marcos Sampaio e Luciano Almeida, ambos do Caderno “Vida & Arte”, do O POVO, ao lado de Fátima e de Cid Moreira.

Presidente do TRE-AM é afastado

“O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu, nesta terça-feira (6/4), instaurar Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), Ari Moutinho da Costa, e afastá-lo preventivamente de suas funções até o término da apuração dos graves indícios de infração disciplinar cometida pelo desembargador. Sindicância realizada pela Corregedoria do CNJ aponta que, como presidente do TRE-AM, Moutinho teria favorecido o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, além de ter requisitado para trabalhar no Tribunal um delegado que presidia um inquérito policial contra seu filho. Ele é alvo ainda de outras acusações envolvendo troca de favores e violação dos princípios da moralidade e impessoalidade.

Os conselheiros acataram por unanimidade o voto do corregedor nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, que relatou as Sindicâncias (200910000016959 e 200910000016832) contra o desembargador. “A gravidade das infrações funcionais supostamente praticadas pelo sindicado impõe seu afastamento”, destacou o ministro em seu voto.  Com a decisão, Moutinho ficará afastado de suas funções tanto no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), quanto no TRE-AM, até a conclusão do PAD que tramitará no CNJ. Segundo o ministro, o afastamento preventivo visa preservar a figura do sindicado, além de resguardar os jurisdicionados.

Moutinho é suspeito de ter favorecido o prefeito de Manaus, Amazonino Mendes, no andamento de um mandado de segurança no TRE-AM, em que o político questionava decisão tomada pela juíza da 58ª Zona Eleitoral de Manaus, Maria Eunice Torres do Nascimento. A juíza determinou a cassação do registro de candidatura de Amazonino, por captação ilícita de recursos e votos, além de negar a expedição do seu diploma, o que o impediria de tomar posse como prefeito. De acordo com o relatório de sindicância, a ação “recebeu tramitação mais célere do que a convencional”.

Além disso, a juíza foi afastada da presidência do processo eleitoral de 2008 em Manaus, antes do julgamento do mandado de segurança e a apresentação da prestação de contas de Amazonino, assim com sua diplomação foram prorrogadas pelo presidente do TRE-AM. O ministro salientou que o filho de Ari Moutinho figurava como 1º suplente para a vaga do vice-prefeito eleito e que, no ano passado, Amazonino nomeou a filha do desembargador para a presidência da Fundação Dr. Thomaz, entidade da administração indireta do município de Manaus, fato este, que segundo o voto, demonstra a troca de favores.”

(CNJ)

CNI reafirma posição contrária à redução da jornada de trabalho

“Remanescente da Agenda CNI do ano passado, a PEC 231/1995, que trata da redução da jornada de trabalho, consta mais uma vez no anuário da Confederação Nacional da Indústria. A entidade, no entanto, é contra o Proposta de Emenda à Constituição do deputado Inácio Arruda (PCdoB/CE).

Para a CNI, reduzir a duração da jornada de trabalho é uma medida “inconveniente” para o Brasil. “Nossa compreensão é que, neste momento, essa questão é inconveniente ao País. Portanto, continuamos com aquela posição muito firme de que não se deve fazer redução de jornada através de uma medida impositiva. Acho que redução de jornada deve ser discutida setor a setor, pela via da negociação e não pela via impositiva, pela via legal”, disse Armando Monteiro Neto (PTB), presidente da CNI.

Para ele, cada caso é um caso. “Acho que há diferenças. Uma pequena empresa de confecções do Nordeste não pode ser nivelada a uma planta petroquímica de última geração”.

Para o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB), é preciso buscar um equilíbrio entre os interesses do empresariado e das centrais sindicais. “Precisamos buscar um meio termo. Temos que dialogar bastante. Mas a sua polêmica é inevitável”, disse Temer.”

(Com CNI)

DETALHE – O presidente da Fiec, Roberto Macedo, é contra a votação da proposta neste ano, alegando que não há clima. Isso, por causa das eleições.

Chuvas no Rio provocam 95 mortes

“As fortes chuvas que atingem o Estado do Rio já provocaram 95 mortes desde a noite de ontem, segundo informações da assessoria do Corpo de Bombeiros. Também eram registradas 93 pessoas feridas em decorrência dos temporais, por volta das 18h10min desta terça-feira. A cidade permanecia em estado máxima de alerta no horário.

Ainda de acordo com os bombeiros, há informações sobre desaparecidos, mas os números estão imprecisos. Do total de vítimas, 34 são da cidade do Rio e 41 foram registradas em Niterói, na região metropolitana. Os demais mortos são dos municípios de Petrópolis, na região serrana, São Gonçalo, região metropolitana, Nilópolis e Paracambi, na Baixada Fluminense.”

(Folha Online)

Triatleta cearense ganha bronze na Colômbia

wsleybrnze

Wesley comemora o bronze por equipe.

Com direito a recepção festiva, desembarcou nesta tarde de terça-feira em Fortaleza o tiratleta Wesley Matos (22), E não era por menos. Engajado à seleção brasileira, ele conquistou, no fim de março, a medalha de bronze por equipe – categoria elite, no Campeonato Sul-Americano realizado em Bogotá (Colômbia).

Wesley foi recebido pela família e por amigos e ainda trouxe na bagagem o passaporte para os Jogos Pan-Americanos 2011, em Guadalajara, engajado à equipe brasileira em sua modalidade.

“Foi maravilhoso. Valeu o nosso treinamento”, disse Wesley, triatleta há cinco anos e que retornou para Fortaleza no começo do ano, após passar pelo Centro de Treinamento da equipe brasileira em Vila Velha (ES).

(Foto – Paulo Moska)

MPF faz mobilização contra Lei Maluf

Membros do Ministério Público de todo país estão mobilizados nesta terça-feira, em Brasília, e, a partir das 15 horas, na sede da Procuradoria Geral da República, farão o “Dia Nacional de Alerta contra a Lei Maluf”. A iniciativa é da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR).

A ordem é derrubar o projeto de lei 265/2007 que prevê a criminalização e penalização de membros do Ministério Público que agirem por suposta má fé, com intenção de promoção pessoal ou visando perseguição política.

Para o presidente da ANPR, Antonio Carlos Bigonha, a realização de ações conjuntas e de âmbito nacional será de extrema importância para fortalecer a posição contrária à Lei Maluf, convencendo a opinião pública sobre o prejuízo que pode ser acarretado à sociedade, se o projeto for aprovado. “A proposta inaceitável de fazer calar o Ministério Público tem de ser combatida com rigor”, afirma.

O ato contará com a presença do procurador-geral da República (PGR) Roberto Gurgel e da vice-procuradora-geral da República Deborah Duprat, além do presidente da ANPR. Na ocasião, será lido um manifesto que, em seguida, será entregue à Câmara dos Deputados, em mão ao presidente Michel Temer.

MALUF

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP),  autor do texto do PL 265/2007, não tem qualquer credibilidade para exigir punições ou levantar questionamentos sobre o trabalho do Ministério Público.  Maluf já foi preso por denúncia de corrupção, processado pelo MP e, agora, entrou no rol dos procurados pela Interpol. Nos bastidores, a lei é vista como retaliação aos desafetos criados ao longo dos anos pelo político.

(Com site do MPF)

Superintendentes das Policias Rodoviárias Federais participam de encontro em Fortaleza

Com a presença do diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, inspetor Hélio Derenne, será aberto, nesta terça-feira pela manhã, no Marina Park Hotel, o I Encontro Nacional de Superintendentes da Polícia Rodoviária Federal.

O evento reunirá, até quinta-feira, todos os  superintendentes da PRF de todos os estados, bem como os coordenadores-gerais e coordenadores do Departamento de Polícia Rodoviária Federal de Brasília.

Segundo o inspetor Ubiratan de Paula, superintendente da PRF do Ceará, o encontro debaterá o processo de atualização dos procedimentos e das atividades operacionais desenvolvidas pelas policias rodoviárias federais.

Deputado cearense apresenta emenda criando o Conselho Nacional da Defensoria Pública

maurbenvuides

“Depois do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que regula a atividade do Judiciário, e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), que acompanha as ações de procuradores e promotores no País, eis que deve surgir, em breve, o Conselho Nacional da Defensoria Pública.

O deputado federal Mauro Benevides (PMDB) iniciou a coleta de assinaturas para viabilizar uma emenda constitucional criando esse organismo. Ele precisa de 171 assinaturas, o que corresponde a um terço da Câmara, para que a emenda se viabilize e tramite. Mauro Benevides, autor da lei complementar da Defensoria Pública da União e dos Estados, considera importante a criação do CNDP para regular esse segmento, hoje fundamental na boa prática da justiça no País“.

Eis mais uma luta em favor dos defensores, que continuam feito “primos pobres“ do Judiciário. ”

(Coluna Vertical, do O POVO)

MPF quer obrigar operadoras a cancelar contratos sem multa

“O Ministério Público Federal em São Paulo entrou na Justiça para que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) obrigue as operadoras de telefonia celular e TV por assinatura a tornar menos rígidas as regras de fidelização — tempo mínimo de contratação para poder desistir do serviço.

Na ação civil pública, a Procuradoria pede que a agência crie uma norma permitindo que, nos contratos em que houver cláusula de fidelização, seja possível a rescisão sem pagamento de multa, como prevê o Código de Defesa do Consumidor.

Na ação, o MPF pede que a Anatel estipule a rescisão sem multa nos casos de:

– defeito, não funcionamento, funcionamento falho, interrupção, suspensão ou falha no serviço;

– alteração dos termos iniciais de prestação, aí incluída a alteração dos planos e condições oferecidas, alteração do valor da assinatura, preços, tarifas ou quaisquer encargos;

– perda da renda do consumidor, especialmente nas hipóteses de demissão posterior à assinatura do contrato, com base no inciso V, do artigo 6º do Código do Consumidor;

– e ainda que as prestadoras de serviços de televisão por assinatura e as prestadoras de serviço móvel pessoal de telefonia garantam o funcionamento do aparelho pelo prazo mínimo de contratação como garantia complementar à garantia legal (artigo 24 do Código do Consumidor).

Histórico

Em janeiro, o MPF já havia recomendado no às operadoras e à Anatel que não exigissem a fidelização nos casos em que há mudanças nos termos iniciais da prestação de serviço, como a alteração dos planos e condições oferecidas, bem como valor da assinatura, preços, tarifas e outros encargos.

Apesar da recomendação, não houve solução extrajudicial para o caso, sendo necessária a propositura da ação.

Para o procurador da República Márcio Schusterschitz, autor da ação, é necessário que o prazo de fidelização deva ser compatibilizado com o Código de Defesa do Consumidor, que prevê a revisão das cláusulas contratuais em razão de fatos que ocorram após o início da relação o cliente a operadora, principalmente quando o fornecedor não cumpre a sua parte.

“Não pode prevalecer qualquer obrigação de permanecer fiel a uma empresa que não atenda às mínimas expectativas do consumidor na prestação do serviço ou mesmo não cumpra o que prometeu”, ressaltou Schusterschitz.”

(Ultima Instância)

Cearense Raul Araújo é nomeado ministro do STJ

raull

O desembargador cearense Raul Araújo foi nomeado pelo presidente Lula, nesta segunda-feira, como ministo do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Raul estava numa lista tríplice e desde novembro aguardava a definição.

Lula fez a escolha durante reunião, no fim desta tarde, com o ministro da Justiça, Luis Barreto.

Agora, o STJ contará com três cearenses. Ali, já estão o presidente do tribunal  César Asfor Rocha, e Napolão Nunes Maia.

Livro sobre trajetória de Cid Moreira será lançado nesta 2ª feira em Fortaleza

boanoite

Cid Moreira e sua mulher, a jornalista Fátima Sampaio, lançarão nesta segunda-feira, a partir das 20 horas, na Livraria Saraiva (Iguatemi), o livro dela “BoaNoite”.

A publicação conta um pouco da trajetória de Cid Moreira, que chega aso 65 anos de carreira, e foi escrita por Fátima Sampaio.

O lançamento ocorre depois de atos no Rio e em São Paulo. Fortaleza entrou no programa por escolha de Fátima que, inclsuive, chegou a trabalhar no O POVO.

Peugeot faz recall do modelo 207

“A Peugeot anunciou nesta segunda-feira recall do modelo 207 HB 1.4 flex, ano de fabricação 2009 e 2010, por risco de dificuldade de partida a frio e possibilidade de vazamento de combustível, com riscos de incêndio.

De acordo com a empresa, o recall servirá para a empresa trocar a tubulação de alimentação de combustível do sistema de partida a frio, já que verificou a possibilidade de má conexão da tubulação.

Para mais informações, a empresa disponibiliza o telefone 0800-7032424 ou no site da empresa.

O veículos envolvidos nesse recall têm chassi entre os números:
8ADZMKFWXAG020711 e 8ADZMKFWXAG023337.”

(Folha Online)

Procuradores de justiça do Ceará apuram possíveis ilícitos no MP do Amazonas

Os procuradores de justiça Rosemary Brasileiro, Zélia Moraes, Maurício Carneiro e Marcos Tibério Aires viajaram, na madrugada desta segunda-feira, para Manaus (AM). Ali, darão prosseguimento aos trabalhos para os quais foram designados pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e que diz respeito a um procedimento disciplinar instalado para fins de apuração de ilícitos administrativos supostamente cometidos pelo ex-orocurador-geral de Justiça daquele Estado.

Em Manaus, os procuradores de justiça do Ceará contarão com o apoio dos dirigentes do Ministério Público daquele Estado. Após o encerramento dos trabalhos, será enviado um documento a Maria Ester Henriques, relatora designada pelo Conselho Nacional do Ministério Público, que levará referido relatório à deliberação do Plenário do Colegiado – CNMP.

Especialista em Marketing Político agenda palestra em Fortaleza

manhanelli

Fortaleza será sede nos dias 23 e 24 deste mês, no Hotel Oásis Atlântico, do 9º Congresso Brasileiro de Estratégias Eleitorais e Marketing Político.  O evento busca promover o debate e a democratização do acesso a conhecimentos relativos ao marketing político, a fim de gerar a modernização das campanhas eleitorais brasileiras.  A promoção é  da empresa Marketing Político e Companhia (MP & Cia) e conta com o apoio institucional da Associação Brasileira de Consultores Políticos (ABCOP). Durante o congresso, haverá a participação de um dos maiores especialistas na área do marketing político: Carlos Manhanelli.

Membro fundador e Presidente da ABCOP, Manhanelli milita na área de consultoria em comunicação política e marketing eleitoral desde 1974. Autor de dez livros sobre o assunto vai lançar no evento, sua 11ª obra: “Marketing Eleitoral: o passo a passo do nascimento de um candidato”. Já atuou em mais de 220 campanhas e presta consultoria atualmente para mais de 20 Prefeituras e Governos em todo o Brasil, América Latina e África, além de lecionar na Universidade de Salamanca – Espanha. Carlos Manhanelli bateu papo direto de São Paulo com este Blog:

Blog – Qual a importância do 9º Congresso Brasileiro de Estratégias Eleitorais e Marketing Político, que pela primeira vez acontece em Fortaleza?

CM – O Congresso é o evento mais antigo e mais importante sobre a matéria. É o momento em que os consultores políticos de todo o Brasil e de países de língua portuguesa trazem a baila os assuntos mais importantes e atuais sobre campanhas eleitorais.

B – Quais os principais temas que vão ser debatidos no Congresso?

CM – Teremos atualizações sobre direito eleitoral, Internet em campanhas eleitorais, planejamento e apresentação de um plano de marketing eleitoral, pesquisas eleitorais, enfim, os mais importantes temas serão debatidos e atualizados por especialistas na área.

B – O Congresso conta com o apoio institucional da Associação Brasileira de Consultores Políticos (ABCOP), fundada pelo senhor há 19 anos. Quais as contribuições que a entidade deu ao marketing político brasileiro?

CM – Inúmeras contribuições foram levadas a êxito pela ABCOP. Para mencionar apenas uma, a ABCOP foi chamada no ano passado a Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Federal, para elucidar aos deputados sobre a importância da internet no processo eleitoral, e através da palestra e da participação no debate nessa casa, tivemos então a liberação para uso pleno dos recursos na via digital mais importante e interativa do mundo.

B – No evento, o senhor estará lançando o seu 11º livro: “Marketing Eleitoral: o passo a passo do nascimento de um candidato”. De que trata a obra?

CM – Este livro traz toda a metodologia que desenvolvi em meus 36 anos de trabalho na área, para fazer um plano de marketing eleitoral desde o roteiro do primeiro briefing com o candidato, passando pelos questionários das pesquisas necessárias e planilhas de trabalho, até a apresentação em PPT do plano para o cliente.

B – Quais as novidades que o eleitor pode esperar na eleição deste ano?

CM – Sem duvida nenhuma será o uso da internet na plenitude de seus recursos.

Apartamento de filha de Lula é invadido em Florianópolis

“Ladrões invadiram o apartamento da filha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Lurian Silva, na noite de sexta-feira, por volta das 20h30m. Lurian, que é secretária de Ação Social de Florianópolis, estava em casa, sozinha, fazendo exercícios, e não percebeu o arrombamento. A informação é do blog Visor, do jornal Diário Catarinense.

O imóvel de Lurian fica no Bairro Itaguaçu, região Continental de Florianópolis. Os ladrões levaram um notebook e objetos pessoais. Os filhos de 5 e 12 anos de Lurian estão em São Paulo.

Segundo o Diário Catarinense, logo depois de perceber a invasão, Lurian acionou a sua equipe de segurança. A segurança da filha e dos netos do presidente em Florianópolis é feita por 10 agentes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

No sábado à tarde, técnicos do Instituto Geral de Perícia (IGP) da Polícia Civil estiveram no apartamento para colher vestígios. A polícia não divulga nenhuma informação sobre o caso.”

(ClicRBS)

Era Digital – Contratos entre editoras e autores devem sofrer mudança

“Ainda é cedo para se afirmar que a prática tradicional da leitura será extinta por meio dos novos formatos digitais que estão no mercado. Mas uma coisa é certa: os livros digitais deverão fazer com que os contratos entre editoras e autores sejam modificados e passem a contemplar os novos modos de exploração e reprodução das obras.

“A Lei de Direitos Autorais diz que os negócios jurídicos devem ser interpretados restritivamente, o que significa que concedida uma determinada forma de reprodução ou licenciado/cedido um direito não se pode presumir a concessão de outros”, afirma o advogado Alexandre Lyrio, sócio do escritório Castro, Barros, Sobral, Gomes Advogados.

O artigo 29 da Lei 9.610, de 1998, determina que qualquer forma de utilização da obra necessita de prévia autorização do autor, inclusive “quaisquer modalidades de utilização existentes ou que venham a ser inventadas”. Em complemento, o artigo 30 da Lei de Direitos Autorais estabelece que “o titular dos direitos autorais poderá colocar à disposição do público a obra, na forma, local e pelo tempo que desejar, a título oneroso ou gratuito”.

Da mesma forma, o artigo 31 diz que as diversas modalidades de utilização de obras literárias, artísticas ou científicas ou de fonogramas são independentes entre si, e a autorização concedida pelo autor, ou pelo produtor, respectivamente, não se estende a quaisquer das demais.

“As novas formas de reprodução ou aquelas não contempladas nos contratos não são ainda objeto de negócio jurídico entre as partes. Se uma das partes desejar utilizar-se do formato digital e seu contrato originário não contemplar tal hipótese, deverá haver pactuação junto ao autor, pois as modalidades são independentes e a outorga de uma não faz presumir a outorga de outra”, explica Lyrio.

O advogado lembra que os direitos autorais continuam a pertencer àqueles a quem a legislação determina. Os direitos de autor pertencem ao autor, os de edição ao editor e assim sucessivamente. “As obras continuam sendo obras e os direitos pertinentes continuam existindo. Os contratos passarão a contemplar este novo formato”, diz.

Rodrigo Borges Carneiro, sócio do escritório Dannemann Siemsen, afirma que é recomendável, para evitar discussões, que os contratos sejam revistos de modo a esclarecer as condições de edição para o ambiente digital.

Para ele, as regras vigentes da Lei 9.610/98 são suficientemente flexíveis para uma rápida migração para o ambiente digital.  “Existe uma grande oportunidade comercial para novas parcerias das editoras com empresas de tecnologia ou mesmo para que as editoras criem seus modelos de distribuição digital”, diz o advogado.

Segundo Carneiro, alguns contratos já incorporaram de forma expressa o ambiente digital entre as possibilidades de publicação da obra —como o áudio book e outras versões.

“O direito de autorizar a tradução pertence originalmente aos autores. Uma vez autorizada a tradução, nasce para o tradutor um direito autônomo sobre ela. Esse direito também vai ser alvo de um contrato com o editor que geralmente encomenda a tradução. Esse contrato vai especificar a possibilidade de explorar a tradução também no ambiente digital”, exemplifica.

Quanto ao aspecto comercial e econômico dos livros digitais, a remuneração também deve sofrer alterações. “A mudança de formato pode mudar a distribuição e a comercialização. Alterados os custos de produção, distribuição e a forma de comercialização, natural que sejam modificadas as remunerações pagas”, afirma Alexandre Lyrio.”

(Última Instância)

Na pauta da Câmara, projeto que quer internet nas escolas de todo o País

paulohenrique

Paulo Henrique: banda larga nas escolas.

O projeto de lei 1481/07, que torna obrigatória a univer

salização do acesso a redes digitais de informação, inclusive à internet, em estabelecimentos de ensino de todo o país até 2013, poderá ser votado na Câmara dos Deputados ainda neste mês. Os parlamentares líderes discutem a inclusão da proposta na pauta de votações nesta semana.

A medida, que deve alcançar tanto instituições públicas quanto particulares, do ensino básico até o superior, deverá ter como fonte os recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust). A proposta obriga ainda a oferta de um computador com acesso à Internet, em cada turno da escola, para cada dez alunos.

A comissão especial da Câmara já apresentou um substitutivo ao projeto, relatado pelo deputado Paulo Henrique Lustosa (PMDB/CE).”

(Agência Câmara)

IBGE encerra neste domingo inscrições para seleção de recenseador

“O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) encerra neste domingo (4) as inscrições para o processo seletivo que contratará recenseadores. As vagas são para todo o país, para trabalhar na coleta de informações do Censo de 2010, pelo período de um a quatro meses, a partir de agosto.

Segundo o IBGE, os recenseadores receberão uma remuneração por produtividade, que pode variar entre R$ 800 e R$ 1,6 mil para cada setor censitário (composto em média por 300 domicílios) concluído pelo profissional.

Pelo menos 668 mil pessoas já se inscreveram para as 191.972 vagas. As inscrições podem ser feitas pelo site da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br), até as 23h59 de domingo, segundo o horário de Brasília. Quem se inscrever no final de semana poderá pagar a taxa de inscrição, de R$ 18, até terça-feira (6).

Os candidatos selecionados na prova, marcada para 30 de maio, ainda passarão por um treinamento eliminatório no mês de julho, antes de sair às ruas. Os recenseadores irão aplicar questionários aos moradores de todos os domicílios brasileiros, com a ajuda de um computador de mão, para traçar um raio x da população do país.”

(Agência Brasil)

No sábado de Aleluia, Arruda será Judas

“Tradição na Bahia, a queima de Judas é a oportunidade que algumas pessoas têm para se vingar de personagens da classe política que não teriam honrado os cargos que ocupam e traído a confiança do eleitor. O governador cassado do Distrito Federal José Roberto Arruda, envolvido no escândalo que ficou conhecido como o “mensalão do DEM”, foi o escolhido para ser o personagem-simbolo da traição dos moradores da Rua Padre Domingos de Brito, bairro Garibaldi, próximo ao centro da capital baiana, que sempre realizam uma grande festa no Sábado de Aleluia.

O organizador da malhação do “Judas-Arruda”, o comerciante Jalmirez Bispo disse que todo ano os moradores da rua realizam uma eleição para escolher o personagem-símbolo a partir dos fatos marcantes ocorridos nos meses que antecedem a festa. “Foram três candidatos: o casal Nardoni, (condenados pelo crime de Isabela Nardoni), o governador Arruda e o presidente Lula, que foi incluído para esquentar a polêmica. Arruda, ficou em primeiro, seguido do casal Nardoni e de Lula”, afirmou.

Os moradores realizaram bingos, rifas e uma série de outros eventos para arrecadar o dinheiro da festa. Juntaram R$ 1,6 mil com os quais alugaram a estrutura do palco, contrataram uma bandinha e compraram o boneco de Judas de uma família que tradicionalmente fabrica as peças. “O Judas custava R$ 200, mas conseguimos um abatimento e ficou por R$ 180”, disse Bispo, garantindo não ter recebido nenhuma ajuda financeira do “homenageado”.

Bispo passou a Sexta-feira da Paixão, “preparando” o boneco para torná-lo o mais parecido possível com Arruda, inclusive introduzindo dinheiro na cueca e nas meias. A festa está marcada para começar por volta das 22h deste sábado, com a leitura do “testamento” e a queima do boneco.”

(JB Online)