Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Chico Xavier, o filme

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=BVjR8nbWEWw[/youtube]

Estreia nacionalmente, nesta sexta-feira santa, o filme “Chico Xavier”, de Daniel Filho. Assisti, na última terça-feira, em primeira mão à película e posso garantir: a história é de um homem que sofreu muito preconceito, mas nunca perdeu a ternura e o desejo de ajudar as pessoas.

Agricultura familiar sustenta 30 milhões de brasileiros, diz Ipea

“A agricultura familiar é responsável pelo sustento dos 30 milhões de brasileiros que vivem em ocupações rurais. No entanto, há, entre eles, um baixo nível de educação e a remuneração média é menor do que o salário mínimo. Boa parte (75%) do contingente de trabalhadores não remunerados é composta por mulheres.

A constatação é do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que tem por base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada hoje (1º), no capítulo sobre o setor rural. A publicação é uma descrição da situação rural do país, que deverá ser utilizada para a formatação de políticas públicas no Brasil.

De acordo com a pesquisa, 43% da população rural não é remunerada. “A população rural é estimada em 30 milhões de habitantes. Isso corresponde a pouco mais de 16% da população brasileira. É maior do que a população de muitos países do mundo, mas que, por uma falha histórica do Estado, acaba ficando sem qualquer tipo de vínculo trabalhista, direitos e garantias sociais ou qualquer acesso a bens e serviços”, explica a coordenadora de área de Desenvolvimento Rural do Ipea, Brancolina Ferreira.

A baixa qualidade da educação prejudica sensivelmente a qualidade de vida da população rural e o desempenho da agricultura familiar como um todo, “tanto em termos de produção, acesso e uso de novas tecnologias, como por não dar a eles conhecimentos sobre como reivindicar o que precisam”, avalia a pesquisadora.

As mulheres, segundo a pesquisadora, constituem um grande contingente (75%) dos trabalhadores não remunerados que fazem parte da população economicamente ativa. “São mais de 4 milhões de mulheres e pouco mais de 2 milhões de homens nessa situação”, informou Brancolina.”

(Agência Brasil)

59% dos brasileiros acreditam em Deus e também em Darwin

“Ao investigar as convicções sobre o desenvolvimento da espécie humana, pesquisa Datafolha mostrou que a maioria crê em Deus e em Darwin. Para 59%, o homem resulta de milhões de anos de evolução, mas guiada por um ente supremo, informa reportagem de Hélio Schwartsman publicada nesta sexta-feira pela Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Um em cada quatro brasileiros, porém, acredita que o ser humano foi criado por Deus há menos de 10 mil anos. Para 8%, a evolução se dá sem interferência divina.

Os índices variam segundo a classe social e a educação. Quanto maiores a renda e a instrução, maior é a parcela de darwinistas e menor a de criacionistas, que dão mais peso à ação divina.

Os resultados se assemelham aos da Europa e contrastam com os dos EUA. Segundo pesquisa Gallup de 2008, lá os criacionistas somam 44%. Os evolucionistas com Deus, 36%, e os darwinistas “puros”, 14%.

O Datafolha ouviu 4.158 pessoas com mais de 16 anos. A margem de erro é de dois pontos.”

(Portal Uol)

Vacinação contra gripe suina é prorrogada

“O Ministério da Saúde informou nesta quinta-feira que a segunda etapa de vacinação contra a gripe suína –a gripe H1N1– foi prorrogada e deve acontecer até o dia 23 de abril. Nesta fase estão sendo imunizadas grávidas, crianças de seis meses a dois anos e portadores de doenças crônicas.

De acordo com a pasta, esta etapa de vacinação começou no dia 22 de março e deveria se estender até amanhã (2), mas em decorrência do feriado prolongado de Páscoa deverá seguir simultaneamente com a terceira etapa da campanha, que começa na segunda (5) e será destinada a população de 20 a 29 anos.”

(Folha Online)

Ministério do Trabalho reconhece entidade que faz oposição à ANDES

Atenção professores do ensino superior público do Ceará: 

O Ministério do Trabalho vai conceder, neste mês, o registro sindical para o Fórum de Professores das Instituições de Ensino Superior – Proifes, corrente sindical em oposição à Associação Nacional dos Docentes do Ensino Superior (ANDES).

O Profis surgiu por docentes que se desfiliaram da ANDES e nasceu em 2005 na Universidade São Carlos (SP), tendo como precursos o professor Gil Vicente Reis de Figueiredo.

Pré-estreia de Chico Xavier em Fortaleza é sucesso

eliomarexavier

Este repórter e o ator Chico Xavier.

A pré-estreia do filme “Chico Xavier”, nesta noite de terça-feira, em Fortaleza, foi um sucesso. Duas salas de cinema do Shopping Iguatemi foram pequenas para os convidados – jornalistas, cineastas, empresários da comunicação como Dummar Neto e Demócrito Filho (Grupo O POVO) e profissionais liberais que se emocionaram, riram e conheceram mais um pouco do homem que, embora espírita, transcendeu com seus ensinamentos e caridade.

O filme mostrou Chico Xavier criança, jovem e maduro com seus sofrimentos e crenças e alvo de questionamentos. Vez em quando chamado de charlatão, mas, na essência, um ser de luz que viveu em Uberaba (MG) pregando o amor e com livros psicografados e traduzidos para vários países com renda para a filantropia.

volneioliveira

Cineasta Volney Oliveira conferiu tudo.

Os atores Nelson Xavier (Chico adulto), Mateus Costa (Chico criança) e André Dias, o “Emanuel”, guia do médium, e Anselmo Vasconcellos (Perácio) conferiram a pré-estreia, ao lado de produtores do longa ligados à Leribi, do diretor Daniel Filho, Globo Filmes, Dowtown e Estação da Luz, esta representada pelo cearense Luis Eduardo Girão.

bassumagirão

Deputado Luis Bassuma e Luís Eduardo Girão.

O filme conta ainda no elenco com Tony Ramos, Cristianne Torloni, Giovana Antonelli, Giulia Gam, Paulo Goulart, Letícia Sabatella, Ana Rosa e Luís Melo. Vale ser conferido, porque tem mensagem de vida e de esperança. E é para ser assistido sem preconceitos.

carlasocorrofrança

Carla Soraya  e minha Socorro França.

DETALHE – Luís Bassuma é deputado federal pelo PV da Bahia e coordenador da Frente Parlamentar contra o Aborto.

Chico Xavier, o filme

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=BVjR8nbWEWw[/youtube]

Eis o trailer do filme “Chico Xavier”, de Daniel Filho, que está sendo lançado, em primeira mão, no Cine Iguatemi, nesta noite de terça-feira. A promoção tem apoio da ONG Estação da Luz, do empresário Luís Eduardo Girão.

O Adeus a Armando Nogueira

Será enterrado, no fim da manhã desta terça-feira, no Cemitério São João Batisst,a no Rio, o corpo do jornalista Armando Nogueira. Vítima de câncer, Armando passou 25 anos à frente da direção de Jornalismo da Rede Globo e foi um dos idealizadores do “Jornal Nacional”, que deu nova dimensão ao jornalismo televisivo no País.

Cronista esportivo brilhante, Armando Nogueira, com 10 livros publicados, assim descreveu Pelé: “É tão perfeito que, se não tivesse nascido gente, teria nascido bola”.

Microempresas têm até 4ª feira para entregar a Declaração 2010

A Receita Federal dá o lembrete: até esta quarta-feira (31), as micro e pequenas empresas que optaram pelo Simples Nacional devem entregar a declaração de 2010. A Declaração Anual do Simples Nacional (DASN) contém informações socioeconômicas e fiscais da empresa referentes a 2009.

O documento deve ser enviado à Receita Federal por meio do portal do Simples Nacional, na página da Receita na internet, no endereço www.receita.fazenda.gov.br. Caso a entrega não seja feita no prazo, a multa mínima será de R$ 200.

Os microempreendedores individuais também têm até quarta-feira para entregar uma declaração própria. O atraso acarreta multa mínima de R$ 50. O prazo, que originalmente venceria em 29 de janeiro, foi prorrogado para o fim do mês.

O Simples Nacional é um regime simplificado de pagamento de tributos que beneficia empresas com um faturamento anual de até R$ 2,4 milhões. O sistema unifica o recolhimento de seis tributos federais, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), destinado aos estados, e o ISS (Imposto sobre Serviços), que é municipal.

Destinado a profissionais autônomos que recebem até R$ 36 mil por ano, o sistema de microempreendedor individual (MEI) unifica o recolhimento simplificado da contribuição para a previdência social e impostos para estados e municípios.”

(Agência Brasil)

Câmara inicia nesta 3ª feira debate sobre o Plano Nacional de Banda Larga

eunicioo

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados, deputado Eunício Oliveira (PMDB), marcou audiência pública para debater as propostas e a viabilidade do Plano Nacional de Banda Larga, em estudo no Governo Federal. A audiência, que será dividida em duas etapas: uma ocorrerá nesta terça-feira e a outra no próximo dia 8, atenderá ao requerimento da deputada Luiza Erundina (PSB-SP).

O objetivo é avaliar as metas do programa, as questões relacionadas à administração da rede, que deverá se formar entre todos os municípios brasileiros, a participação estatal no processo e o papel reservado à iniciativa privada. Segundo Eunício Oliveira, que já foi ministro das Comunicações, as propostas de universalização da internet em banda larga precisam chegar rapidamente ao Congresso Nacional para debate, visando um resultado prático, que é a oferta do serviço nas casas dos brasileiros.

Para a audiência desta terça-feira foram  convidados o presidente da Telebrás, Jorge da Motta e Silva; o secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Rogério Santana; o presidente-executivo da Abrafix, José Fernandes Pauletti; o presidente da Abrappit, Ricardo Lopes Sanchez; e o presidente da Informática de Municípios Associados, Pedro Jaime Ziller.
 
NOVO ENCONTRO
 
Para a segunda audiência, marcada para o dia 8 de abril, às 9h30, foram convidados o presidente da Anatel, Ronaldo Sardenberg; o secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Roberto Pinto Martins; o presidente da Abranet, Eduardo Fumes Parajo; o presidente-executivo da TelComp, Luis Cuza; o presidente da Anid (Associação Nacional da Inclusão Digital), Percival Henriques de Souza Neto; e o coordenador do Programa de Inclusão Digital da Presidência da República, Cezar Alvarez.

(Foto – Paulo Moska)

Corpo de Armando Nogueira é velado no Estádio do Maracanã

armandonogu

“O velório do ex-diretor da Central Globo de Jornalismo e comentarista esportivo Armando Nogueira, de 83 anos, começou por volta das 14h40 desta segunda-feira (29), na Tribuna de Honra do Estádio do Maracanã, na Tijuca, Zona Norte do Rio. O jornalista morreu por volta das 7h desta segunda-feira (29), em seu apartamento, na Lagoa, na Zona Sul do Rio, em consequência de um câncer no cérebro.

 
Armando Augusto Magalhães Nogueira, mais conhecido como Manduca, filho único do jornalista Armando Nogueira, chegou por volta das 14h30 no velório. Ele contou que o estádio do Botafogo, time pelo qual o pai torcia, foi oferecido, mas a escolha pelo Maracanã se deu “porque esse era o endereço do Armando Nogueira todos os domingos”. “Ele não era cronista de um time só, era o cronista do futebol”, completou.
 
Muitos amigos e parentes chegam ao local para se despedir do jornalista. O vice-presidente das Organizações Globo, João Roberto Marinho, afirmou que Armando Nogueira mudou a linguagem do telejornalismo brasileiro.
“Armando foi um companheiro maravilhoso no plano pessoal, uma pessoa cativante, adorável. No plano profissional, Armando mudou a linguagem do telejornalismo brasileiro. A televisão começou no Brasil a partir do rádio, então tinha uma linguagem totalmente radiofônica. Armando na TV Globo construiu toda uma linguagem voltada para a televisão com um rigor fantástico na precisão da informação e na qualidade do texto, quando trouxe um padrão de qualidade. Acho que se o Jornal Nacional hoje é o ponto de encontro da maioria dos brasileiros, ele é feito por uma equipe que na grande maioria é de discípulos do Armando, foram todos formados pelo Armando. Armando deixa para nós uma inspiração, mais do que uma lembrança, uma inspiração”, disse João Roberto Marinho.”
(Portal G1)

Na disputa, a vez do Serra paz e amor

Com o título “Serra: a estratégia do camaleão”, o publitiário Ricardo Alcântara analisa as perspectivas do presidenciável tucano.

Os motivos de José Serra para não posicionar sua estratégia eleitoral em oposição frontal ao governo Lula encontram-se perfeitamente justificados, uma vez mais, pelos números da recente pesquisa Datafolha.

A premissa só precisa de um único dado para se revestir de consistente fundamentação: apenas 4% dos brasileiros avaliam o governo de Lula como ruim ou péssimo. Dentro da margem de erro, quer dizer: “oposição zero”.

Em outros termos: a realidade está impermeável ao gotejamento crítico. Só há dois tipos com disposição para uma briga dessas: os francoatiradores e os suicidas compulsivos – nenhum deles combina com o figurino de Serra.
 
Outro dado – secundário, mais volátil, serve à postura de neutralidade: entre os que aprovam o governo (“bom” e “ótimo”), é igual o percentual de eleitores que votam em Serra ou Dilma: 32% e 33%, respectivamente.
 
Como, por força de um processo de escolha que se dá por método de exclusão, o tucano já teria seu nome consolidado entre os eleitores à direita – o “voto liberal” – ele deverá, agora, buscar a conquista de novos espaços.
 
Logo, será com propostas mais identificadas com a esquerda, de maior apelo social, que Serra tentará se postar como o “sucessor mais qualificado” para avançar a partir dos bons resultados obtidos até então.
 
Receberão atenção maior os temas de Saúde, onde o candidato já agregou grande credibilidade em sua ação pública, e Emprego, sempre uma boa causa – ainda mais para ele, sensível às prioridades do setor produtivo.
 
Como um camaleão, Serra tentará incorporar as expectativas de quem pretende continuidade nas políticas de centroesquerda, oferecendo ao eleitor o aval de sua biografia, pública e pessoal.
 
Vem aí o menino pobre que venceu por méritos próprios. O líder estudantil exilado. O desenvolvimentista. O gestor brilhante. O político de atitudes ponderadas, recomendáveis para o exercício do cargo.
 
Não será, como gostariam os aliados do DEM e tucanos conservadores como Tasso Jereissati e Artur Virgílio, o opositor raivoso. A estratégia será “individualizada”, sustentada na trajetória do candidato.
 
O que aqui se projeta não é um exercício de quiromancia, mas uma avaliação fundamentada tanto na sinalização das pesquisas quanto nos primeiros gestos públicos do candidato. Se terá êxito, logo saberemos.

Os dois anos sem Isabella serão lembrados nesta 3ª feira com missa

nardo

“Os dois anos da morte de Isabella Nardoni serão lembrados por amigos e parentes amanhã, em uma missa às 20h, na paróquia Nossa Senhora dos Prazeres, na Parada Inglesa (zona norte de São Paulo).

Veja como foi o julgamento o caso Isabella minuto a minuto
Leia cobertura completa sobre o caso Isabella
Casal Nardoni é condenado pela morte de Isabella
Leia íntegra da sentença do casal Nardoni

Segundo a paróquia, a família preferiu realizar a missa um dia depois do aniversário da morte da menina. Ela morreu em 29 de março de 2008, aos 5 anos. Ainda segundo a igreja, Ana Carolina Oliveira permitiu que a comunidade fosse convidada a participar da celebração.

Reprodução
 
Ana Carolina Cunha de Oliveira e a filha, Isabella, 5, que caiu do sexto andar de prédio

Neste fim de semana, a mãe de Isabella que agora pode “retomar a vida”, após a condenação do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina, acusados pelo crime. “A ficha está caindo. Ainda estou numa fase de processamento, mas acredito que agora posso retomar minha vida de novo, numa nova fase.”

Os acusados foram condenados por homicídio triplamente qualificado e fraude processual (por ter alterado a cena do crime). De acordo com a sentença, o pai de Isabella foi condenado a 31 anos, um mês e dez dias de prisão por homicídio triplamente qualificado: por ter sido usado meio cruel, recurso que dificultou a defesa da vítima, e para garantir a ocultação de crime anterior. Já Anna Carolina foi condenada a 26 anos e oito meses de prisão.

A defesa afirmou que vai pedir que o casal seja julgado novamente, de acordo com a lei, em vigor na época do crime, que previa novo júri popular automático em casos de condenações iguais ou superiores a 20 anos de detenção.”

(POrtal Uol)

MPT denuncia Magazine Luiza

O Ministério Público do Trabalho, de Araraquara (SP), entrou com Ação Civil Pública contra a rede de lojas Magazine Luiza, a segunda maior rede de varejo do Brasil, por conta da ocorrência de assédio moral em uma loja, no município de Matão.

O procurador Gustavo Rizzo Ricardo, autor da ação contra o Magazine Luiza, pediu também a condenação da empresa ao pagamento de R$ 500 mil reais, por danos morais coletivos.

Na ação consta que, na busca por uma maior produtividade, os trabalhadores da loja eram submetidos a humilhações e declarações que ferem a moral, xingamentos e ameaças constantes de demissões.

O MPT pede a regularização integral da jornada de trabalho, com concessão de intervalos e repousos, assim como o término da alteração de cláusulas contratuais sem o consentimento dos trabalhadores.

Além do assédio, a Gerência Regional do Trabalho de Araraquara,  também acusa a loja de Matão de fazer “acertos” nos cartões de ponto, com o objetivo de evitar o pagamento de horas extras.

A loja do Magazine Luiza, de Matão, é acusada também de excesso de jornada, ausência de intervalos e descanso semanal, e alteração compulsória dos contratos.”

(Site do MPT-SP)

TRT-7ª Região firma convênio com CNJ para informatizar tarefas

parewnte

O Tribunal Reional do Trabalho – 7ª Região firma convênio nesta segunda-feira, em Brasília, com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Segundo o presidente do TRT, desmbargador federal José Antõnio Parente, o objetivo, é investir na modernização da Justiça do País apostando em informatização.

José Parente disse que o Ceará iniciou essa a partir da 1ª Vara do Trabalho. Nós estamos com a infomratização nessa Vara, atendendo à clientela e os resultados são os melhores”, disse o presidente do tribunal. O gnaho não é só economômico, mas de tempo. “É o fim doa Justiça com papel”, acentua José Parente.

DETALHE – Com a informatização, será decretado o fim do carimbo e reduzido o trabalho do oficial de justiça, segundo o presidente do TRT-7ª Região.

Analistas preveem melhora do PIB e inflação inalterada

“A projeção dos analistas do mercado financeiro para o desempenho da economia brasileira neste ano teve leve melhora na última semana, de acordo com o boletim Focus, divulgado há pouco pelo Banco Central (BC).

Segundo o documento, a estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010 passou de 5,50% para 5,51%. Já para o próximo ano, a estimativa de crescimento ficou estável, em 4,50%, pela 16ª semana consecutiva.

Os analistas também mantiveram, pela décima semana, as apostas para a taxa básica de juros (Selic) deste ano em 11,25%. Para o próximo ano, a expectativa caiu para 11%, ante 11,10% na projeção anterior.

A estimativa de inflação (IPCA) para 2010 teve leve alta, ao passar de 5,10%, para 5,16%. Já para 2011, a taxa ficou estável em 4,70%.

A expectativa para a produção industrial deste ano cresceu de 8,79%, para 8,95% na última semana. Para 2011, a estimativa manteve-se em 5%, pela quarta semana seguida. As projeções para a taxa de câmbio em 2010 foram finalizadas em R$ 1,80, a mesma da apuração anterior. Para 2011, a expectativa ficou em R$ 1,85, contra R$ 1,87.

A aposta para o saldo da balança comercial em 2010 ficou inalterada pela nona semana em US$ 10 bilhões. Para 2011, a projeção avançou de US$ 2,50 bilhões, para US$ 3,55 bilhões.”

(JB Online)

Danilo Forte deixa Funasa para disputar cadeira de deputado federal pelo PMDB

“O cearense Danilo Forte lança os números sobre a mesa para mostrar que está deixando a presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), três anos depois de assumi-la, entregando o órgão em condições melhores do que quando o recebeu. A despeito, como lembra, de em vários momentos do período haver enfrentado o que considera “bombardeio“ de denúncias e acusações.

A Funasa, o que talvez ajude a explicar a briga política permanente pelo seu controle, administra para 2010 um orçamento de R$ 4,7 bilhões, quase a metade, por exemplo, dos R$ 10 bilhões que o Governo do Ceará disporá para investimento e custeio no mesmo período, em todas as áreas.

Danilo Forte, que já fez um evento-despedida com os servidores na semana passada, afasta-se, oficialmente, do comando da Funasa, na próxima quarta-feira, dia 31, para disputar uma cadeira de deputado federal pelo PMDB do Ceará.

“Conquistas”
O lugar que ele vaga será ocupado pelo atual diretor-executivo, Faustino Lins, o que pode garantir a continuação de que o dirigente cearense chama de “conquistas da atual gestão”. Todas, destaca, mensuráveis através de números que demonstram um órgão hoje muito mais fortalecido.

É no documento intitulado “Consolidado das Ações da Funasa & 2009“ que Danilo Forte vai buscar os números que fundamentam seu sentimento de missão cumprida.

“Na aquisição de medicamentos, por exemplo, saímos de R$ 12,5 milhões em 2007, aproximadamente, para R$ 81,2 milhões no ano passado“, diz, citando um dos vários feitos que atribui à sua gestão.

A aquisição de 690 novos veículos em três anos e uma redução de aproximadamente R$ 12 milhões nos gastos com terceirização (comparados os períodos de 2007 e 2009) são outros pontos que ele aponta.

Para Danilo Forte, há injustiça nas críticas à Funasa pelo ritmo das obras listadas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), que têm sua responsabilidade direta de execução.

“É diferente você ter um projeto do tamanho do Metrofor, por exemplo, e um projeto para uma pequena obra de saneamento, uma cisterna etc. No entanto, do ponto de vista legal, em muitos estados a dificuldade para se obter uma licença ambiental é a mesma“, reclama, dizendo-se otimista com o fato de a situação estar sendo discutida por alguns governadores.

“Aqui mesmo, no Ceará, o governador Cid Gomes está consciente de que algo precisa mudar para que as coisas aconteçam, no âmbito do que é de responsabilidade da Funasa, com maior agilidade“, adianta Danilo.

Saúde indígena
A Funasa deixa de ser responsável pela saúde indígena, a partir de decisão recente do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de, no âmbito do Ministério da Saúde, criar uma secretaria de Saúde Indígena.

Por um lado, Danilo Forte diz compreender a medida em virtude de compromissos políticos assumidos por Lula junto às lideranças do setor.

Por outro, no entanto, considera que o órgão que presidiu nos últimos três anos apresentou avanços importantes na prestação de serviços aos índios. Pelo relato dele, “um desafio”.”

Cid e Luiziannne conferem Lula lança PAC 2 com PAC 1 atrasado

“Preparada para impulsionar a candidatura da ministra Dilma Rousseff à Presidência, a segunda edição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) mira o eleitor das grandes cidades, apresenta um pacote de verbas para saúde e educação e faz promessas de cunho “municipalista”, como construir 6 mil creches e postos de polícia comunitária.

Com fatia de recursos e projetos herdados do primeiro plano, o PAC 2 será lançado amanhã, a dois dias da despedida de Dilma da Casa Civil, embalado por previsões de investimentos que somam a astronômica quantia de R$ 1 trilhão.

A cifra inclui estimativas de desembolsos do governo, das estatais e de empresas privadas para o período de 2011 a 2014, quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já estiver fora do Palácio do Planalto. Além das obras de infraestrutura logística do tipo “duplicação de estradas”, abrigadas no guarda-chuva do PAC, a nova etapa do programa tratará de temas que também serão adotados como bandeiras do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), futuro adversário de Dilma na disputa presidencial.

Embora 54% dos 12.163 empreendimentos previstos no primeiro PAC não tenham saído do papel desde 2007 – data de seu nascimento -, o governo quer inflar esse orçamento, de olho no eleitorado dos grandes centros urbanos.

Na lista das prioridades – que já aparecem no discurso da pré-candidata do PT – estão o aumento das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para que elas possam cobrir todo o território nacional. Não é só: no diagnóstico interno, 60% das 30 mil equipes do programa Saúde da Família funcionam de forma insuficiente ou mesmo precária.

Com a plataforma do PAC 2, o comando da campanha petista já se movimenta para revidar os ataques de Serra, que foi ministro do Planejamento e da Saúde no governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002). A primeira prévia do embate político entre Dilma e Serra ocorreu na quinta-feira, quando Lula e os dois pré-candidatos participaram da solenidade de entrega de 650 ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), em Tatuí, no interior paulista.

CPMF. O presidente antecipou o tom da campanha ao classificar de “mesquinharia” a atitude do Senado, que em 2007 derrubou a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), conhecida como “imposto do cheque”. Lula sempre culpa a rejeição da CPMF pelo fracasso do PAC da saúde, chamado de “engodo” por tucanos.

“O Senado, por mesquinharia, me tirou R$ 40 bilhões por ano do orçamento da Saúde neste país”, reclamou Lula. “Quem quer que seja o presidente da República, depois de mim, vai ter que discutir mais dinheiro para a saúde. Não tem alternativa. Não é possível fazer saúde neste país sem dinheiro. Custa caro.”

Na tentativa de conquistar o voto feminino – faixa do eleitorado em que o desempenho de Dilma ainda está aquém das expectativas -, o Planalto também tratou de encaixar no PAC 2 o Proinfância, programa do Ministério da Educação que existe desde 2007. A ideia é investir R$ 7,1 bilhões na construção de 6 mil creches destinadas a crianças de zero a cinco anos até 2014.

Prioridade. O governo promete custear as novas matrículas em creches e pré-escolas do programa. O valor, por aluno, é de R$ 2.745 em 12 meses e a estimativa é de atendimento de 324 mil crianças por ano. O Nordeste terá prioridade nesse capítulo por apresentar mais regiões com baixo índice de desenvolvimento da educação básica.

“Vamos ampliar e disseminar por todo o Brasil a rede de creches, pré-escolas e escolas infantis”, disse Dilma, no mês passado, ao ser aclamada candidata do PT à sucessão de Lula, no 4.º Congresso do partido. “E vamos resolver os problemas da saúde, pois temos um incomparável modelo institucional, o SUS. Vamos cuidar das cidades brasileiras e colocar todo o empenho do governo, junto com Estados e municípios, para promover uma profunda reforma urbana, que beneficie prioritariamente as camadas mais desprotegidas.”

Neste ano eleitoral, nenhum detalhe escapou do escopo doPlanalto: para atender os jovens, serão injetados R$ 4,1 bilhões, em quatro anos, na construção e cobertura de quadras esportivas das escolas.

Olhar social. A nova temporada do programa Minha Casa, Minha Vida – que prevê agora a construção de mais 2 milhões de casas, o dobro do projeto original -, e a urbanização de bairros da periferia, com ações de saneamento e intervenções na segurança pública, completam o “olhar social” do PAC 2.

Embora a segurança seja da competência dos Estados, o governo propõe ações integradas para investir, por exemplo, em postos de polícia comunitária. A projeção de crescimento anual até 2014, no cenário otimista traçado pelo Planalto, é de 5,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

No mês passado, em entrevista ao Estado, Lula disse que não lançou o primeiro PAC em 2006, ano de sua reeleição, por ter sido aconselhado a esperar o fim da corrida eleitoral.

“Eu fui orientado a não utilizar o PAC em campanha porque a gente não precisaria dele para ganhar as eleições, segundo o otimismo que reinava no governo”, afirmou o presidente, abrindo um sorriso. “Então, disseram, não vamos gastar uma peça importante, que vai cheirar a uma coisa eminentemente eleitoral.”

Agora, porém, Lula mudou de ideia e incentivou Dilma a montar o PAC 2. Trata-se da última tarefa sob a coordenação da ministra antes de ela deixar o governo para se dedicar aos palanques.”

(Agência Estado)

DETALHE – O governador Cid Gomes (PSB), já recuperado de gripe,  participará desse ato, segundo nos informou, neste domingo, sua assessoria. A prefeita Luizianne Lins (PT) também nos confirma que estará em Brasília nesse ato.