Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Chico Lopes: Desfile da Tuiuti entrará para história por desafiar o golpe

O deputado federal Chico Lopes (PCdoB) disse, nesta quarta-feira, que o desfile da Escola de Samba Paraíso do Tuiuti, no sambódromo do Rio, ficará gravado na história “por explicar e desafiar o golpe”. Segundo o parlamentar, a apresentação mostrou a coragem de todos que fazem a escola e a enorme importância dessa manifestação para que brasileiros de todo o País “possam refletir sobre o golpe e lutar em defesa da democracia e contra as perdas de direitos populares impostas pelo desgoverno Temer”.

Para Lopes, o Carnaval é festa popular, mas “também lugar de expressão do povo contra as injustiças. E ninguém cometeu mais injustiças contra o povo brasileiro, em tão pouco tempo, do que o senhor Michel Temer, pagando aos grandes empresários nacionais e internacionais a conta do golpe”, destaca. Ele lembra a retirada de direitos trabalhistas, a precarização da saúde e da educação por 20 anos, e o ‘liberou-geral’ da terceirização, além da entrega do pré-sal para estrangeiros e, agora, na tentativa de fazer a reforma da Previdência.

“Na dificuldade histórica que temos no Brasil, de os ricos aceitarem que os pobres tenham direito a viver com dignidade, algumas pessoas podem ter demorado a entender o que foi esse golpe, como ele aconteceu. E podem até ter contribuído pra ele, infelizmente. Agora, pra quem ainda não havia entendido, a escola de samba do Tuiuti desenhou e explicou”, complementa Chico lopes.

(Foto – PCdoB)

Reforma da Previdência – MP ainda não tem comissão especial mista designada

Eunício Oliveira é alvo de cobranças.

A poucos dias de perder a validade – no dia 22 de fevereiro –, a medida provisória que altera pontos da reforma trabalhista (MP 808/2017) nem sequer teve os membros da comissão especial mista designados, para a primeira etapa de tramitação da matéria.

O presidente deverá ser o senador Bendito de Lira (PP-AL). Já o relator será um deputado. Inicialmente, a ideia era que Rogério Marinho (PSDB-RN), que foi o relator da reforma na Câmara, também fosse o da MP, mas as conversas não avançaram.

“Infelizmente, qualquer pergunta em relação a esse tema tem que ser dirigida ao presidente do Congresso Nacional [Eunício Oliveira]. As medidas provisórias são congressuais [Câmara e Senado, com comissões mistas] e desde que a medida veio para o Congresso, dia 14 de novembro, até agora o presidente ainda não acenou de que forma essa comissão iria funcionar. Vários partidos já designaram membros, mesmo assim o presidente ainda não definiu o funcionamento da comissão. Eu fui indicado pelo líder do governo como relator, mas a rotina, a liturgia é de primeiro eleger o presidente, que será alguém do Senado”, explicou Marinho à Agência Brasil.

O deputado lembrou que o presidente geralmente acata a designação feita pela liderança do governo que é fruto de um consenso e de um rodízio entre os partidos. “Não tenho mais expectativa sobre isso não, já era pra estar funcionando, não vou agora fazer prognóstico, vamos aguardar o que o presidente do Congresso vai decidir”, disse o deputado.

Acordo

A edição da MP foi um compromisso do presidente Michel Temer com os senadores, que estavam insatisfeitos com alguns pontos da reforma aprovada na Câmara. O acordo garantiu que o texto fosse aprovado pelo Senado sem alterações, para que a matéria não tivesse de ser analisada mais uma vez pelos deputados, pois o governo tinha pressa.

O atraso na instalação da comissão acontece porque o presidente do Senado e do Congresso, Eunício Oliveira (MDB-CE), busca garantir que as modificações acertadas com Temer sejam mantidas na MP. Já Marinho indicou anteriormente que não tem esse compromisso, o que causa desconforto.

Até o fechamento desta reportagem o presidente do Senado não foi encontrado para comentar o assunto.

(Agência Brasil)

Atriz Glória Menezes é internada com infecção respiratória

Está internada no Hospital CopaStar, na zona sul do Rio, a atriz Glória Menezes (83). A causa seria uma infecção respiratória, segundo boletim médico.

A direção do hospital não informou quando a atriz foi internada.

Glória Menezes está afastada das novelas da Rede Globo desde 2015 A sua última participação ocorreu na novela Totalmente Demais.

(Foto -Divulgação)

Shalom anuncia o Festival Halleluya 2018

A Comunidade Shalom anunciou, durante o Renascer, a data de um dos maiores eventos musicais do País: o Festival Halleluya.

Além do anúncio, nessa teça-feira à noite, no ginásio Paulo Sarasate, houve o lançamento da blusa oficial do evento que acontecerá de 25 a 29 de julho próximo, no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU). A entrada será gratuita.

SERVIÇO

*Mais informações: facebook.com/festivalhalleluya

(Foto – Divulgação)

Carnaval do Rio – Escola vencedora sai nesta tarde de quarta-feira

Salgueiro é uma das favoritas.

A abertura dos envelopes com as notas das escolas de samba do grupo especial do Carnaval do Rio de Janeiro ocorrerá na tarde de hoje, a partir das 15h30min, na Praça da Apoteose, no Sambódromo.

Antes da leitura das notas, o presidente da Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Jorge Castanheira, fará um sorteio para definir a ordem de leitura dos quesitos.

O último quesito sorteado será o primeiro para fazer o desempate entre duas ou mais agremiações que obtiveram a mesma pontuação.

De acordo com a Liesa, as seis primeiras classificadas voltarão a se apresentar no Sambódromo no sábado (17), no desfile das campeãs. As duas últimas colocadas caem para o grupo de acesso.

(Agência Brasil)

Campanha da Fraternidade 2018: superação da violência

Confira o Editorial do O POVO desta quarta-feira. Aborda o tema da Campanha da Fraternidade deste ano.

Findo o Carnaval, é hora de voltar à rotina depois de uma catarse que serviu também de canal para o desabafo político da população, como é tradição. Desta vez, ainda mais fortemente, em razão da crise que continua a incomodar a sociedade. A Quarta-Feira de Cinzas coloca-nos de novo frente à transitoriedade da vida (“Lembra-te, ó homem, que és pó”), mas, também, traz o apelo de se viver essa passagem, não isoladamente, mas em comunhão com o outro. É o que faz a Igreja Católica ao escolher esta data para lançar anualmente a Campanha da Fraternidade. Neste ano, o tema é “Fraternidade e superação da violência”, e o lema “Em Cristo somos todos irmãos”.

Mais uma vez, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) mostrou-se sintonizada com a sociedade ao trazer à tona um dos problemas que mais a afligem: a violência. A Igreja Católica, em conjunto com outras igrejas irmãs, tem uma ampla capilaridade por todo o território nacional e pode dar uma contribuição importante não só ao debate dessa questão, mas, para o encontro de soluções, a partir da base da sociedade, ajudando a superar o gap existente entre a representação política e os cidadãos, no momento em que ambos parecem cada vez mais de costas, um para o outro.

Criar uma cultura de paz, efetivamente, exige um aprendizado de convivência que se inicia no próprio ambiente familiar, onde a prática do respeito mútuo, do perdão e do amor tem importância decisiva. Mas, antes, é preciso que a própria família sobreviva à desestruturação causada por um contexto de desigualdade e exclusão social escandaloso, falta de acesso aos serviços públicos básicos e todas as mazelas que se abatem sobre quem não tem igualdade de oportunidades. Aí se encontram as raízes básicas da violência. Se houver acesso universalizado a serviços públicos de qualidade, nas áreas de saúde, educação, seguridade social, segurança pública, se terá uma base mínima de dignidade humana para se conquistar o resto. Sem isso, dificilmente, a violência será reduzida.

Não basta a um país ser rico. Os EUA, por exemplo, são riquíssimos, mas a sociedade é violenta. A causa está na desigualdade. Não é à toa que tem a maior população carcerária do mundo. Por enquanto, tem condições financeiras para bancá-la (uma opção que o Brasil não tem). Então, a Igreja, pela sua credibilidade (quando comparada a instituições públicas desgastadas como as nossas) tem a oportunidade de levar essa discussão à fundo, chamando os crentes e pessoas de boa vontade a se assumirem como cidadãos participativos para construir as bases de uma sociedade solidária, como reclama sua própria doutrina social e, assim, frear a violência.

CNBB lança Campanha da Fraternidade com alerta sobre violência

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançará , nesta quarta-feira, em todas as dioceses do Brasil a Campanha da Fraternidade que tem como temática a superação da violência com base em uma cultura de paz. O lançamento será na sede provisória da CNNB, em Brasília, e terá a presença da ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O tema “Fraternidade e Superação da Violência” foi escolhido em 2016, quando o Brasil teve recorde de mortes violentas intencionais: 61.619 vítimas, o equivalente a 168 por dia, segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Para o secretário-executivo da campanha, padre Luís Fernando, a superação da violência também “exige comprometimento e ações envolvendo a sociedade civil organizada, a Igreja e os poderes constituídos para a formulação de políticas públicas emancipatórias que assegurem a vida e o direito das pessoas em uma sociedade”.

ProUni 2018 – Resultado sai nesta quarta-feira

Será divulgado nesta quarta-feira o resultado do Programa Universidade para Todos (Prouni). Virá através do site http://siteprouni.mec.gov.br/. A informação é de agências.

Os candidatos pré-aprovados devem comprovar os dados pessoais informados na inscrição entre os dias 15 e 23 de fevereiro, na universidade onde estudarão. Só assim terão suas vagas garantidas.

O programa oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais.

Segunda chamada

Haverá a divulgação de uma 2ª lista de aprovados no dia 2 de março. Caso o candidato não seja aprovado novamente, poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.

Poderão concorrer à primeira opção de curso aqueles que:

Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares;

Foram pré-selecionados só na segunda opção de curso, mas não houve formação de turma.

Poderão concorrer à segunda opção de curso aqueles que:

Não foram pré-selecionados nas chamadas regulares e não houve formação de turma na primeira opção;

Foram pré-selecionados na primeira opção de curso, mas reprovados porque não houve formação de turma.

DETALHE – O Prouni disponibilizará os boletins de desempenho de cada participante para as instituições de ensino que integram o programa. Caberá a elas analisar quantas vagas não foram ocupadas para convocar novos candidatos. O resultado da lista de espera será publicado pelas universidades no dia 20 de março.

Carnaval deve movimentar R$ 6 bilhões e gerar 20 mil empregos

O maior feriado do calendário brasileiro vai aquecer corpos, ruas e também a economia. Após três anos em queda, a movimentação financeira gerada pelo carnaval deve registrar crescimento em 2018. Ao todo, R$ 6,25 bilhões devem ser injetados na economia, se confirmada a previsão da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Já o Ministério do Turismo estima que a festa envolva 11 milhões de turistas, entre os quais 400 mil estrangeiros.

Uma dessas pessoas que virão de longe é a artista francesa Anna Bouillet. Ela disse que espera viver o carnaval brasileiro como um sonho. “Estranho”, “chocante” e “de intensa felicidade” são algumas das palavras que ela usa para resumir toda essa expectativa. O destino será o carnaval do Recife, cujas imagens evitou ver antecipadamente para “ter uma experiência total”.

“Imagino que a cidade inteira está parada e todo o mundo lá fora a dançar e a festejar. A música por todo lado. Imagino uma espécie de loucura coletiva, de uma energia incrível partilhada entre as pessoas”, relata Anna, que depois da festa viajará por outras cidades e regiões do país.

Quanto aos foliões brasileiros, o Ministério do Turismo informou à Agência Brasil que eles tendem a fazer deslocamentos curtos. “Em um país de dimensões continentais, o turismo inter-regional e interestadual tem grande força”, informou.

Setores econômicos

Neste ano, 85% de toda a receita gerada no carnaval devem vir dos segmentos de alimentação fora do domicílio, tais como bares e restaurantes (R$ 3,6 bilhões); transporte rodoviário (R$ 1,03 bilhão) e serviços de alojamento em hotéis e pousadas (R$ 705,6 milhões), detalha estudo da CNC. As atividades artísticas, esportivas e de lazer devem somar R$ 497,3 milhões. As pessoas que contratarão agências de viagens em busca de festas ou de descanso aportarão R$ 173,8 milhões.

Para a CNC, a principal razão para a reação no setor está no comportamento recente da inflação. Como resultado desse movimento, o estudo estima a contratação de 19,3 mil trabalhadores temporários entre janeiro e fevereiro de 2018, 8,9% a mais do que no carnaval de 2017 (17,7 mil). O segmento de serviços de alimentação deverá oferecer cerca de 70% das oportunidades de emprego, com 13,7 mil postos.

(Agência Brasil)

Roberto Requião é o relator da emenda que extingue o auxílio-moradia

O senador Roberto Requião (MDB-PR) foi designado o relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do projeto de auxílio-moradia que tramita no Congresso Nacional. A Proposta de Emenda à Constituição 41 é de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O texto altera o artigo 39 da Constituição Federal, para vedar o pagamento de auxílio-moradia aos membros dos três Poderes, sob a justificativa de que o benefício “se transformou em forma de concessão de reajuste do subsídio de parlamentares, ministros de Estados, magistrados e membros do Ministério Público, e, ainda, de burlar o teto remuneratório”, além de o classificar como privilégio.

Uma PEC não precisa de sanção presidencial. Requer, no entanto, ser apreciada em dois turnos nas duas casas legislativas e só será aprovada se alcançar, na Câmara e no Senado, três quintos dos votos dos deputados (308) e dos senadores (49).

Em uma enquete promovida pelo portal do Senado, mais de 19 mil pessoas responderam que aprovam a matéria, enquanto apenas 61 votaram contra a proposição que limita o auxílio-moradia.

(Agência Senado)

Mais de 65% das cidades brasileiras não farão Carnaval. É o bloco da liseira

A crise econômica ainda marca os municípios brasileiros, por isso muitos resolveram dar outras prioridades para seus recursos e não fazer Carnaval.

Uma pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) junto a 3.426 municípios, 61,5% do total, aponta que 1.649 não contribuirão com o Carnaval deste ano. O número equivale a 65,4% das cidades analisadas.

Mais de 50% dos gestores responderam que a existência de outras prioridades foi o motivo para  não garantir suporte financeiro ao evento. Já 45,5% apontaram a falta de recurso destinado ao carnaval e outros 7,9% disseram ter outra demanda da sociedade.

A Confederação Nacional de Municípios concluiu que os mais atingidos são os municípios com até 50 mil habitantes. Para a Confederação, por serem cidades pequenas, são “os que mais dependem dos repasses das transferências constitucionais, sendo assim priorizam outras áreas”.

(Agência Brasil)

Futebol no Carnaval – Ceará e Fortaleza “desfilam” em campo neste sábado

Chamusca comanda o Vovô.

Não tem pra bloco carnavalesco, fantasia e nem folia. No Ceará, o sábado de Carnaval será de compromisso importante. Hoje, às 18 horas, o Alvinegro enfrenta o Horizonte, no Castelão, em partida que pode, com duas rodadas de antecedência, deixar bem encaminhada a classificação à próxima fase do Estadual.

Em caso de vitória, o Ceará abre seis pontos de diferença para o 7º colocado, primeiro time fora da zona de classificação, que é o próprio Horizonte.

 

Rogério Ceni é o técnico do Leão.

 

Já o Fortaleza volta a campo pelo Campeonato Cearense às 16h30min deste sábado, contra o Guarani, em Juazeiro do Norte (Região do Cariri).

O Leão precisa da vitória para se manter na liderança do certame. A partida vale também como reabilitação, já que o último resultado do tricolor foi uma derrota no Clássico-Rei.

Outros jogos

Além de Horizonte x Ceará e Guarani de Juazeiro x Fortaleza, a rodada deste sábado de Carnaval tem ainda mais dois jogos pelo Cearense.

No estádio Morenão, em Iguatu, o time da casa recebe o Floresta, às 16 horas. O duelo é um confronto direto de duas equipes que ocupam lugar no G-4 e possuem a mesma campanha: 11 pontos, com 3 vitórias, 2 empates e 1 derrota.

Quem vencer praticamente garante classificação para a 2ª fase do Estadual. A seu favor, o time mandante tem o fator casa, já que está invicto atuando em seus domínios. Em três jogos em seu estádio, o Iguatu venceu dois e empatou um.

O sábado tem ainda Uniclinic x Tiradentes, encontro de times da Capital, que se enfrentam às 16 horas, no estádio Presidente Vargas, em Fortaleza.

(Com O POVO)

Carnaval de Fortaleza – Margareth Menezes é atração

A programação do primeiro dia de Carnaval de Fortaleza está repleta de atrações em diferentes pontos da cidade. São nove polos ao todo, cada um com uma programação diferente durante todo o dia. No bairro Benfica e no Passeio Público, no Centro da cidade, as atividades já começam nesta manhã deste sábado. O Benfica recebe, entre outras atrações, o bloco Luxo da Aldeia, que toca o repertório de músicos e compositores cearenses.

À noite, começa o desfile dos maracatus na Avenida Domingos Olímpio, e o aterrinho da Praia de Iracema recebe o Bloco das Travestidas – formado por travestis e transformistas sob o comando de Gisele Almodóvar (Silvero Pereira) e Mulher Barbada (Rodrigo Ferrera) – e a cantora baiana Margareth Menezes.

*Confira a programação completa deste sábado (10):

17h: Aterrinho
Bloco Geração Coca-Cola
Bloco das Travestidas

Margareth Menezes
Das 16h às 19h: Mercado dos Pinhões

As Damas Cortejam
Das 9h às 18h: Benfica
9h: Banda Pacote de Biscoito, Raízes do Griô
13h: Alexandra Elói
15h: Luxo da Aldeia
Das 9h às 11h: Passeio Público

Banda Só Alegria
Das 17h às 20h: Mercado da Aerolândia
Tarcísio Sardinha e Banda
Das 18h às 22h: Mocinha

Bloco Num Spaia Sinão Ienche
Das 17h às 19h: Mercado dos Peixes

Charanga Os Foliões da Serra
Das 17h às 19h: Mercado Joaquim Távora

Charanga Frevo Folia

Domingos Olímpio
18h40: Maracatu Kizomba
19h20: Maracatu Axé de Oxossi
20h: Maracatu Nação Palmares
20h40: Maracatu Rei Zumbi
21h20: Maracatu Nação Pindoba
22h: Maracatu Filhos de Iemanjá
22h40: Maracatu Az de Ouro
23h20: Maracatu SolarVeja a programação completa do Carnaval 2018

 

(Agência Brasil)

Carnaval 2018 – Ministério do Turismo fará campanha contra exploração de crianças e adolescentes

 

O Ministério do Turismo prepara uma forte campanha de sensibilização dos turistas que viajam durante o Carnaval para alertar sobre a importância de denunciar casos de violação dos direitos das crianças e adolescentes no período. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Em uma ação articulada com a Secretaria de Direitos Humanos e a Infraero, foi escolhido o aeroporto de Recife para reunir crianças e adolescentes, que vão surgir nas esteiras de bagagem, no lugar das malas dos viajantes, em situações consideradas vulneráveis.

Frente Parlamentar em Defesa da Mulher alerta contra assédio durante o Carnaval

A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres, da Assembleia Legislativa do Ceará, divulgou nota pedindo vigilância redobrada conta o assédio no Carnaval. A presidente da Frente, a deputada estadual Fernanda Pessoa (PR), incentiva que as mulheres “se ajudem” ao verem agressões e tentativas de assédio e denunciem pelo Disque Denuncia, o número 180. “Durante o carnaval, os casos de violência e assédio disparam, é preciso ter respeito. O carnaval faz parte da nossa história e as brincadeiras devem ser saudáveis para que todas e todos possam se divertir. Pedimos também respeito às questões de gênero e identidade”, adiantou a parlamentar , lembrando que a violência não é um problema específico somente do Carnaval. “A violência contra as mulheres acontece a cada sete segundos, segundo pesquisa do Instituto Maria da Penha. Nossa luta é todos os dias mas no carnaval os números, infelizmente, aumentam”.

Entre o carnaval de 2016 e 2017, os casos de violência sexual contra mulheres registrados pela Central de Atendimento à Mulher (Disque 180) aumentaram 88%, de acordo com o órgão. A parlamentar também pediu atenção a exploração sexual de crianças e adolescentes “É lamentável que temos ainda de conviver com isto. Por favor, denunciem também a exploração e a violação sexual de crianças e adolescentes. Isso é um crime sério de desrespeito dos direitos humanos”.

“Brinquem e se divirtam, mas tenham respeito. A brincadeira acaba quando a outra pessoa não quiser. Como dizem as campanhas, Não É Não ! “, lembrou Fernanda Pessoa.

Quem também está divulgando, em suas redes sociais, campanha contra o assédio durante o Carnaval é a deputada federal Luizianne Lins (PT). São vários cartazes estampando a necessidade de se respeitar o direito da mulher de querer brincar sem ser incomodada.

CNJ recebe cartas com 2,3 mil denúncias de presos em condições degradantes

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recebeu mais de 2 mil cartas escritas por presos de todo o país que denunciam violações de direitos humanos e condições degradantes nas penitenciárias brasileiras. Algumas das cartas relatam o sofrimento causado por agressões e abusos por parte de agentes penitenciários e pela falta de comida e atendimento médico.

As 12 caixas contendo 2.331 cartas foram encaminhadas nesta quinta-feira (8) pelo defensor nacional de Direitos Humanos da Defensoria Pública da União (DPU), Anginaldo Oliveira Vieira, à ministra Cármen Lúcia, presidente do CNJ. De acordo com Anginaldo, o objetivo é dar visibilidade a presos que se encontram em situação de “absoluto abandono no sistema penitenciário”.

Em uma das correspondências, um detento conta que está em uma cela onde divide oito camas com mais 16 pessoas e que a comida não é suficiente para todos.

“O direito do preso tem que ser respeitado tanto quanto o de um cidadão que não cometeu nenhum crime. Nós sabemos da situação precária das cadeias brasileiras, que não são seguras nem para os servidores, nem para as autoridades, e muito menos para os presos. Eles vivem em uma situação de negação absoluta de direitos, até falta de comida relatam, além da questão da violência e dos problemas de saúde e das mortes que ocorrem nesse ambiente”, afirmou.

As cartas já foram encaminhadas ao setor responsável pela questão no CNJ, o Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas (DMF). A DPU recebeu, entre outubro do ano passado e 31 de janeiro de 2018, 8.500 correspondências. O movimento teve início após o órgão entrar com habeas corpus no Supremo Tribunal Federal pedindo que os detentos que estivessem em presídios federais há mais de dois anos retornassem aos estados de origem, já que a legislação impede o isolamento carcerário de forma ininterrupta.

As condições desumanas e degradantes estão presentes em outros relatos, escritos à mão pelos próprios detentos: além de sofrer agressões, um interno afirmou, na carta, que é ameaçado com cachorros e que a unidade prisional não presta atendimento médico devido à falta de remédios e de escolta policial.

Segundo o defensor público Anginaldo Vieira, as cartas revelam que muitos dos internos já têm direito a indulto e progressão de pena e não são beneficiados por falhas nos processos administrativos e burocráticos. A expectativa da DPU é que o número de cartas recebidas nos próximos meses dobre, já que, segundo Vieira, a instituição tem demonstrado à população carcerária que está “atenta” às suas queixas.

“Na aplicação dos indultos e das progressões, é necessário mudar o modelo decisório para que a inércia favoreça a liberdade, e a informática é a ferramenta que possibilita de imediato esta aplicação”, afirmou.

(Agência Brasil)

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 70 milhões no sorteio deste sábado

O prêmio principal da Mega-Sena poderá pagar R$ 70 milhões a quem acertar as seis dezenas do concurso 2.013, que será sorteado neste sábado (10). Segundo a Caixa, aplicado na poupança, o prêmio renderia cerca de R$ 280 mil por mês.

Nenhum apostador acertou os seis números do concurso 2.012. O sorteio foi feito pelo Caminhão da Sorte, na cidade de Santana, no Amapá, nessa quinta-feira (8). Os números sorteados foram:  8, 11, 27, 35, 36 e 51.

Mesmo sem ganhador no prêmio principal, 107 apostas fizeram a quina e vão receber, cada uma, R$ 32.506,98. A quadra registrou 6.828 apostas vencedoras que levaram R$ 727,72 cada.

A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 3,50 e pode ser feita até as 19h (horário de Brasília) de amanhã (10), dia do sorteio, em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas do país.

(Agêncai Brasil)

Sociedade Zoo

Com o título “Sociedade Zoo”, eis artigo do repórter fotográfico Fábio Lima, do O POVO, sobre o cenário da violência no País turbinado por facções de todo gênero. Confira:

No Brasil das facções e dos golpistas – esses, de terno, gravata e foro, que fazem as leis e se reelegem ano após ano – fazemos parte da sociedade que sempre acreditou que era só jogar indivíduos criminosos pra longe dos olhos, em uma jaula de um sistema prisional falido que não recupera ninguém, que iríamos nos livrar desse problema.

Pois é, essa ilusão coletiva custou caro. Hoje vivemos com medo, trancados em apartamentos e evitando a rua que nos era comum, nos privando da vida para podermos continuar nela.

E só agora nos damos conta de que de nada servem as grades e muros de nossas casas, pois essas já não nos separam dos muros e grades do sistema.

E mesmo nos muros das ruas estão siglas e palavras pichadas, dizendo como devemos agir, ditando regras e espalhando medo.

Todos nós, bandidos e mocinhos, fazemos parte de um enorme zoo que ninguém vai visitar.

*Fábio Lima,

Repórter fotográfico.