Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

E por falar em retorno social de investimentos…

Com o título “Retorno social do investimento”, eis artigo de Haroldo Rodrigues Júnior, sócio e fundador da Investidora de Impacto in3citi. Ele comenta tema do momento que, sem dúvidas, precisa ser replicado nestes tempos de negócios politicamente ajustados ao custo social. Confira:

As nossas ações diárias criam e destroem valores; elas transformam o mundo ao nosso redor. Impactos são criados. Porém, podem ir muito além daquilo que pode ser capturado em termos financeiros, até porque, em grande parte, é esse o único valor que é mensurado e contabilizado. Como resultado, valores que podem ser comprados e vendidos adquirem maior significado e muitas outras dimensões importantes ficam de fora. Decisões tomadas com foco no impacto financeiro são frágeis, é essa a trajetória dos investimentos no Brasil.

Portanto, é imperioso a definição de valor para as mudanças causadas por um investimento. Empresas com propósito, como as empresas B, redefinem o significado do sucesso empresarial por meio do valor social sobre o investimento financeiro.

O Retorno Social do Investimento – SROI, mensura e contabiliza este conceito de valor muito mais amplo, pois busca reduzir a desigualdade e a degradação ambiental e melhorar o bem-estar ao incorporar custos e benefícios sociais, ambientais e econômicos.

O SROI mede mudanças que são relevantes às pessoas ou às que experimentam essas mudanças ou que contribuem para elas.

O SROI conta a história de como as mudanças estão sendo criadas ao medir os resultados sociais, ambientais e econômicos e utiliza valores monetários para representá-los. Isso permite que uma proporção entre custos e benefícios seja calculada. Por exemplo, a proporção 3:1 indica que um investimento de R,00 resulta em R,00 de valor social.

Assim, pergunte-se: qual o retorno social dos investimentos na coleta seletiva e reciclagem de resíduos sólidos no seu território? Quais os indicadores de mudanças pactuados com você? Percebem-se mudanças na valorização do seu ambiente urbano? Houve desobstrução das redes de macro e microdrenagem? Houve inclusão social? É essa a grande transformação que os investimentos sociais geram na sociedade, é esse o propósito das empresas que têm os negócios de impacto em seu DNA.

*Haroldo Rodrigues Jr.

haroldo@in3citi.com

Sócio Fundador da Investidora de Impacto in3citi.

Ministro nega liminar para garantir representante de Lula em debates com presidenciáveis

332 1

O ministro Og Fernandes, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou um pedido de liminar (decisão provisória) do PT para que fosse garantida a participação de um representante do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em debates entre pré-candidatos ao Palácio do Planalto. Desde que Lula foi preso, em 7 de abril, o PT o mantém como pré-candidato da legenda, afirmando que irá registrá-lo para concorrer ao pleito.

Pela via judicial, o partido pretendia garantir a presença de um representante de Lula já no ciclo de entrevistas com pré-candidatos, iniciado pelo jornal Folha de S.Paulo, pelo portal UOL e pelo SBT.

O partido alegou que Lula não foi convidado apesar de aparecer como “líder na pesquisa de intenção de votos”. Os veículos de comunicação estariam com isso violando o princípio da isonomia entre os pré-candidatos, segundo o PT, ao alegarem que o ex-presidente “estaria indisponível para figurar nas entrevistas em decorrência de sua prisão”.

Ao analisar o caso, Og Fernandes reconheceu a importância da isonomia, mas destacou não haver dispositivo legal que garanta a participação de representante na hipótese de impossibilidade de participação de determinado candidato.

O ministro disse que o caso não tem precedentes e por isso deve ser examinado em plenário pelo TSE. Enquanto isso não ocorre, ele entendeu não haver urgência na concessão de liminar, pois “o fato de o ciclo de entrevistas já ter se iniciado não impede que, em caso de procedência desta representação, venha ser garantido à agremiação o direito de indicar alguém para ser entrevistado no lugar de seu pré-candidato”.

(Agência Brasil/Foto Eduardo Anizelli – Folhapress)

O PT de José Pimentel não desistiu da vaga de senador

582 2

José Pimentel (PT) não desistiu do desejo de postular reeleição ao Senado, o que já chegou aos ouvidos do governador Camilo Santana. Principalmente depois que Cid Gomes (PDT) virou alvo de denúncias da JBS.

Algumas alas do PT, inclusive, vão se reunir nesta noite de sexta-feira, na sede do partido, para tratar de eleições, tendo um ponto de pauta que considera fundamental: lutar pela vaga de senador que ocupa no momento.

(Foto – Agência Senado)

Comércio varejista cresce 0,3% de fevereiro para março

O comércio varejista brasileiro teve uma alta de 0,3% no volume de vendas na passagem de fevereiro para março. O resultado veio depois da queda de 0,2% de janeiro para fevereiro. O dado, da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), foi divulgado hoje (11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o estudo, também foram registradas altas nos outros quatro tipos de comparação temporal: média móvel trimestral (0,3%) em relação a março de 2017 (6,5%), acumulado do ano (3,8%) e acumulado de 12 meses (3,7%).

Após queda de 0,2%, vendas do comércio subiram 0,3% entre fevereiro e março (Arquivo/Agência Brasil)
De fevereiro para março, cinco dos oito segmentos do varejo pesquisados pelo IBGE tiveram crescimento no volume de vendas. A maior alta ocorreu no setor de combustíveis e lubrificantes (1,4%).

(Agência Brasil)

O Céu de Maio – Tá bonito pra chover

441 3

Com o título “O céu de maio”, eis artigo da jornalista Domitila Andrade, que pode ser conferido também no O POVO desta sexta-feira. Ela revisita sua infância, seu torrão e os carinhos de mãe em clima chuvoso, do jeitinho que está se vendo no Interior cearense. Confira:

Quando descia a Chapada do Apodi, vindo do Tomé em direção a sede de Limoeiro do Norte, a imensidão sertaneja era de falhar o ar do pulmões. Era um mergulho e as cores iam se misturando. O alaranjado dos paredões de rocha, o verde esmaecido da caatinga, e o céu. Fecho os olhos e revejo aquele firmamento: lilases, azuis, vermelhos, rosas… Se não há como o luar daquelas paragens, para mim é o lusco-fusco que me enamora.

Trazendo um sertão dentro do peito, moro em Fortaleza há 13 anos e ainda tenho fixação naquele céu, que não se replica com facilidade nas bandas de cá. O céu daqui é feito de outras tintas, acho. Lindas, mas o mar empresta tons outros para a abóbada. Anos atrás, tomava um café em um recanto simples do José Bonifácio e fui tomada pelo meu céu. Me senti descendo de novo a Chapada, quase senti o cheiro da tapioca de minha mãe. Era maio. Desde então, anseio por todos os maios e os céus sertanejos que vêm visitar Fortaleza.

Sei que não reparo sozinha. Tanto que dá o quinto mês e as timelines se enchem do firmamento nuançado. Mais que o entardecer da Praia de Iracema, em maio toda Cidade é cenário. Subindo e descendo os viadutos de dentro dos carros na BR; das janelas do Benfica; refletido pelas faces espelhadas dos prédios do Meireles; dividindo espaço com o Castelão. De gente conhecida ou desconhecida, nativos da Capital, ou das minha brenhas que vieram fazer a vida aqui, vejo as fotografias e agradeço. É feito um acalanto.

Este ano, maio já vai contando onze dias e anda branco. Toda noite, a Cidade toma banho, e os dias seguem pálidos. Vinha sentindo o coração amiudar da possibilidade de não reencontrar meu pedaço de sertão na paleta do céu. Mas me atinei: e se este ano, em meio a trégua de seca, os céus fizeram o caminho inverso? E se o céu carregadinho de chuva daqui foi passear pela caatinga também? Assim, fiz as pazes com o céu e com maio. É esperança derradeira e é também prece. Agora, anseio por junho.

*Domitila Andrade

domitila@opovo.com.br

Jornalista do O POVO

Escritora Marcia Tiburi dará palestra em Fortaleza sobre democracia e fascismo

Marcia Tiburi, escritora, artista plástica e professora de Filosofia, dará palestra, às 18h30min, no auditório do IFCE (Benfica), no próximo dia 16. Ela falará sobre “Democracia e Fascismo – Desafios e Perspectivas para o Brasil”, num encontro promovido pelo Conselho Regional de Serviço Social da 3ª Região/CE, Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) e o Sindicato dos Servidores do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (SINDSIFCE).

Nessa ocasião, será lançada a IX Marcha dos Servidores Municipais do Ceará, que, neste ano, leva o tema “Em defesa da democracia e dos serviços públicos frente à criminalização dos que lutam”.

Pró-Lula

Marcia se juntou ao grupo de intelectuais brasileiros que têm repudiado a prisão do ex-presidente Lula, encarcerado desde o dia 7 de abril, em Curitiba (PR). Autora de obras como “Como conversar com um fascista” e “Ridículo Político – Uma investigação sobre o risível, a manipulação da imagem e o esteticamente correto”, a filosofa disseca os personagens e as manifestações contemporâneas. Nos livros, faz reflexões sobre o cotidiano autoritário brasileiro, com o crescimento do discurso fascista, e expõe a cadeia de fenômenos que, na sua visão, colocam a democracia em risco.

Dia das Mães – Shopping centers estão otimistas

Para uma das datas mais importantes do varejo, o Dia das Mães, o setor de shopping centers está otimista com o aumento das vendas. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) e divulgado pela Veja Online, a expectativa é um crescimento em vendas de 6,5%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Entre as categorias de produtos, vestuário é a que mais se espera um crescimento nas vendas com 46,91% das respostas, seguida por calçados (16,05%) e perfumaria (12,35%).

Na medição regional, entre os participantes da pesquisa, 54,88% dos shoppings são da região Sudeste, 16,47% do Sul, 15,29% do Nordeste, 8,54% do Centro-Oeste e 4,82% da região Norte. Desse total, 65,85% ficam na capital e 34,15% no interior dos estados.

Ministro da Fazenda diz que não se cogita reduzir impostos para conter alta de preço dos combustíveis

278 1

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou, nessa quinta-feira ao Portal G1, que não há possibilidade de reduzir impostos para conter a alta de preços dos combustíveis. Ele disse que não há espaço para essa diminuição do peso dos impostos na composição do preço no setor. devido à crise fiscal.

Os tributos, de acordo com dados da Petrobras, correspondem a 45% do preço final dos combustíveis.

Desde julo de 2017, quando a tributação subiu e a Petrobras mudou a política de reajustes, o preço da gaoslina subiu 20,4% e o diesel 18,15%.

(Foto – Wilson Dias, da Agência Brasil)

Ciro Gomes – Um olho no peixe e outro no gato

390 1

Com o título “Ciro e a habilidade para o jogo político”, eis artigo da jornalista Lucinthya Gomes, editora de Política do O POVO. Ela comenta as costuras eleitorais que o presidenciável pedetista tenta fechar de olho nas urnas. Confira:

Se o temperamento de Ciro Gomes (PDT) sempre foi um risco às suas pretensões eleitorais, a habilidade para o jogo político é inegável. Desde o início do ano, quando a movimentação pela pré-candidatura se intensificou, o pedetista tem mantido um olho no peixe e o outro no gato.

Lamentou e prestou solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, quando foi decretada a prisão dele, mas não tem poupado críticas ao PT. Busca herdar os votos do petista, preso há pouco mais de um mês, mas não abre mão do espaço que pode ocupar entre os eleitores anti-Lulistas. Mira o público que vota à esquerda ao mesmo tempo em que flerta com o mercado financeiro. Demarca território no Nordeste e articula para vice um nome ligado ao Sudeste. Tenta se aliar ao PP e também ao PSB e ao PCdoB.

Com todas as incertezas em torno da candidatura de Lula, Ciro tem se mostrado o nome de centro-esquerda com melhor rendimento nas pesquisas de intenção de voto e maior capacidade de articulação para formar alianças. Há quem diga que, hoje, ele tenta se construir como o nome mais próximo do perfil conciliador que tinha Lula, quando eleito em 2002. Resta saber se a ambiguidade do jogo será o bastante para levá-lo ao segundo turno e aglutinar apoio das demais lideranças de esquerda.

*Lucinthya Gomes,

lucinthya@opovo.com.br

Editora de Política.

Arquidiocese de Fortaleza comemora o 52º Dia Mundial das Comunicações

A Arquidiocese de Fortaleza vai comemorar neste sábado o 52º Dia Mundial das Comunicações (13 de Maio), que tem como tema para reflexões “A verdade vos tornará livres” e como o lema “Fake news e jornalismo de paz”.

A celebração, sob a coordenação da Pastoral de Comunicação, ocorrerá em três momentos:

– Das 9 às 12 horas, a jornalista e mestra Andrea Pinheiro falará sobre o tema da mensagem do papa, na Paulinas Livraria (Centro);

– A partir das 14 horas, na Paróquia Jesus, Maria, José (Bairro Antônio Bezerra) falarão sobre o tema as jornalistas Aline Herculano, Romana Melo e Evelane Barros;

– Às 17 horas, no Santuário Nossa Senhora de Fátima, haverá a santa missa para os comunicadores. São convidados a participar todos os profissionais de comunicação e os membros da Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Fortaleza.

Eunício gastará até 1,7 milhão em suporte técnico de computadores

O presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (MDB), segundo informa a Coluna Radar, da Veja Online, resolveu investir em tecnologia para ver suas máquinas voando.

O Senado abriu licitação para contratar uma empresa que preste suporte técnico aos computadores da Casa.

O edital prevê gasto de até R$ 1,7 milhão, incluindo o serviços a ser prestado e o fornecimento de peças novas para os equipamentos.

(Foto – Pedro Ladeira, da Folhapress)

Placas de veículos terão até dezembro padrão dos países do Mercosul

O Diário Oficial da União publicou hoje (11) resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que regulamenta a produção das placas de identificação dos veículos brasileiros no padrão dos países do Mercosul. As novas placas deverão ser implementadas no Brasil até 1º de dezembro deste ano em veículos a serem registrados, que estejam em processo de transferência de município ou propriedade ou quando houver a necessidade de substituição das placas.

A resolução traz as regras e requisitos de credenciamento das empresas responsáveis pela produção, estampa e o acabamento final das placas veiculares. As empresas só poderão produzir e comercializar as placas se forem credenciadas no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

De acordo com a resolução, a venda das placas deverá ser feita de forma direta das empresas credenciadas aos proprietários de veículos. A definição dos preços também será feita pelos fabricantes.

Substituição da placa

A resolução permite ainda que o proprietário do veículo antecipe a substituição da placa, mantenha os números originais no cadastro e altere os caracteres no novo modelo a ser instalado.

Conforme outra resolução publicada em março deste ano, a medida se aplica a todos os tipos de veículo, incluindo reboques, semirreboques, motocicletas, triciclos, motonetas, ciclo elétricos, quadriciclos, ciclomotores, tratores e guindastes, que serão identificados por uma única placa, instalada na parte traseira.

Para veículos já emplacadas, a troca será opcional até 2023, quando toda a frota nacional deve circular com a nova identificação. As novas placas são revestidas com película retrorrefletiva e têm fundo branco com margem superior azul. Além de estampar a bandeira brasileira com o símbolo do Mercosul, o novo modelo mantém os atuais sete caracteres alfanúmericos e apresenta ainda Quick Response Code (QRCode) e número de ID único para coibir fraudes.

(Agência Brasil)

E por falar em sucessão governamental…

Com o título “A cinco meses das urnas”, eis o Editorial do O POVO desta sexta-feira. Aborda as pré-candidaturas já expostas na rua e de olho no voto do eleitorado cearense. Confira:

Contados de hoje, serão agora 149 dias pela frente até a votação de 7 de outubro, data do primeiro turno das Eleições 2018. Arredondando a contagem, cinco meses de expectativa, incertezas, acirramentos, movimentações intensas – as públicas e, principalmente, as de bastidores.

A disputa nacional puxou os debates até então. Agora, na ambiência local, as pré-candidaturas no Ceará já se põem ao teste das ruas. Passaram a se expor, tentar aparições que possam render apoios, além de apenas a agenda de encontros reservados nos gabinetes. O eleitor começa a (re)conhecer quais serão os concorrentes ao Palácio da Abolição.

O governador Camilo Santana (PT), que disputa a reeleição, parece ter a certeza de dois de seus adversários: o general da reserva Guilherme Teophilo (PSDB), novato em disputas, e o bancário Ailton Lopes (Psol), experiente de outras urnas. A trinca, até o momento, é a mais significativa que se apresenta para tentar o governo estadual.

O governador tem um hub aéreo e bons números na educação a seu favor, mas dados da segurança pública são um severo contraponto. O general banca o discurso da oposição, de discordância da condução administrativa atual, mas se mostra desembarcando de paraquedas no meio da fauna política de tantas matizes e pelagens. E o bancário reforça sua fala pela luta de classes e por garantia de direitos individuais, mas sem experiências administrativas vindas de seu partido.

Além de possíveis virtudes, Camilo, Teophilo e Ailton, cada um terá um senão e algo mais a comprovar ou esclarecer. Na corrida de bastidor, as composições partidárias tentam acertar possíveis vices que agreguem algum valor às chapas majoritárias. E também definir candidatos ao parlamento que puxem votos. Daqui a cinco meses escolheremos presidente da República, governador, dois senadores, 22 deputados federais e 46 estaduais. Pelo cenário atual, deveremos ir a um segundo turno. Por enquanto, as pesquisas confirmam isso em nível nacional. Por enquanto, não há consulta simulada em nível estadual. Oficialmente, há R$ 2,5 bilhões para serem gastos pelos partidos políticos.

Será a primeira disputa com fundo público para financiamento de campanhas, que repassará R$ 1,7 bilhão. As legendas terão mais R$ 888 milhões, liberados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), oriundos de dotação da União.

Serão dias agitados, estes até outubro. Dois anos atrás, quando Michel Temer assumiu a presidência no afastamento de Dilma Rousseff, já se imaginava que estas eleições de 2018 seriam assim. De extremismos, desconfianças e um pleito em que tudo do nacional interfere no local e vice-versa. Agora os candidatos vão gastar sola de sapato e saber do que precisarão mudar. Como candidatos e como gestores.

Prefeitura de Sobral fecha parceria com Instituto Ayrton Senna

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), vai assinar, às 10 horas desta sexta-feira, um termo de cooperação com o Instituto Ayrton Senna para inclusão das competências socioemocionais nas escolas da rede municipal.

A cerimônia reunirá diretores, coordenadores, professores, estudantes, técnicos da Secretaria e comunidade, no auditório do Colégio Sobralense de Tempo Integral Maria Dias Ibiapina localizado, no Bairro Cohab III.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Sobral, ja foram realizadas várias ações para inserção das competências socioemocionais nas escolas. Um diagnóstico com os estudantes do 5º ao 9º ano do ensino fundamental, consta nessa parceria.

Moreira Franco usa jatinho da FAB para descansar no Rio

Moreira Franco mudou de ministério (agora é titular de Minas e Energia), mas conversou os maus hábitos. Praticamente todas as sextas-feiras, ele pega um jatinho da FAB para passar o fim de semana no Rio e retornar a Brasília na segunda-feira.

Em seus relatórios de voos, segundo informa a Veja Online, a Força Aérea justifica que a viagem se dá porque Moreira está a serviço e por motivos de segurança.

A primeira desculpa com uma consulta à agenda do próprio ministro, que não costuma ir compromissos oficiais aos sábados e domingos, vide a semana passada.

A segunda é usada por uma penca de auxiliares de Temer, que viajam às custas do erário com medo de serem xingados nos aeroportos.

Caso Marielle – Reconstituição durou 5 horas e usou rajadas de tiros

Foi concluída, por volta da 4h15min desta madrugada de sexta-feira, a reconstituição dos assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL) e de seu motorista, Anderson Gomes. O trabalho da polícia durou mais de cinco horas após o seu início, por volta de 23 horas de quinta-feira (10). A informação é do Portal G1.

Marielle e Anderson foram mortos a tiros no dia 14 de março quando voltavam de carro de uma reunião política no centro do Rio. O ataque vem sendo tratado como crime político e está recebendo grande atenção da cúpula da intervenção federal no estado.

Houve seis episódios de tiros durante a reconstituição. Eles ocorreram entre 2h50min e 4 horas. A polícia alternou tiros sequenciais e rajadas de disparos de diferentes tipos de armas automáticas. O trabalho pretendia tentar confirmar a hipótese da polícia que os matadores da vereadora e do motorista usaram uma submetralhadora MP5, da fabricante alemã HK.

Outro objetivo era tentar checar o grau de habilidade do assassino, pois uma das hipóteses da polícia é que o ataque foi realizado por matadores treinados.

oda a reprodução simulada do crime foi realizada com a participação de testemunhas – entre elas uma assessora de Marielle que estava no carro e sobreviveu ao ataque e testemunhas que estavam próximas ao local do ataque.

Benjamin Steinbruch pode ser o vice de Ciro Gomes

Dono do grupo Vicunha Têxtil e da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e um dos homens mais ricos do país, o empresário Benjamin Steinbruch se filiou ao Partido Progressistas. O gesto se coloca como um aceno ao pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT): Steinbruch deixa seu nome para compor uma possível chapa com o político cearense. A ficha partidária de filiação do empresário foi assinada em 4 de abril, três dias antes do final do prazo para formalizações de candidatura com vistas à eleição de 2018.
“A avaliação no PDT é de que o empresário, de 64 anos, se encaixa no perfil que Ciro procura para vice.

Em entrevista ao Estadão publicada em 27 de abril, o presidenciável disse que procurava um vice “da produção, ligado ao Sudeste”. “Steinbruch tem de candidato o que a gente quer como vice. Se o PP quiser, será uma segunda etapa de negociações”, afirmou o presidente nacional do PDT, Carlos Luppi.

“Ele (Steinbruch) é nosso amigo, estamos com ele praticamente toda semana”, disse o ex-ministro Cid Gomes (PDT), irmão de Ciro e um dos coordenadores da campanha do pedetista. Cid afirmou que a questão da vice-presidência ainda não está fechada, mas fez questão de ressaltar que Steinbruch seria um “excelente” nome para compor a chapa com Ciro. “Cada coisa ao seu tempo.”

(Site BR 247)

Dia das Mães – Consumidor pretende gastar R$ 108 com presente

Levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), divulgado hoje (10), revela que os brasileiros pretendem gastar mais este ano para presentear as mães no próximo domingo (13), em comparação com o ano passado. O valor médio dos presentes subiu 11%, atingindo R$ 108, contra média de R$ 98 em 2017. O levantamento se baseia na Sondagem do Consumidor que ouviu 1.612 pessoas entre os dias 2 e 19 de abril, em todo o país.

De acordo com a coordenadora da Sondagem do Consumidor do Ibre, Viviane Seda, a disposição positiva do consumidor é reflexo da melhoria das expectativas em relação à situação financeira das famílias. “Houve aumento do valor médio para todas as faixas de renda e também da intenção de comprar para todas as faixas de renda”, sublinhou.

O indicador que mede a intenção de gastar para presentear as mães subiu 9,9 pontos, passando de 59,4, em 2017, para 69,3 este ano, melhor desempenho desde 2014.Viviane destacou que o maior aumento da intenção de gastos foi observado para a faixa de renda familiar mensal entre R$ 4,8 mil e R$ 9,6 mil (14 pontos).

Para a faixa de renda mais baixa, até R$ 2,1 mil por mês, o aumento foi menor (6,9 pontos). Apesar disso, essa categoria apresentou a maior evolução no valor médio do presente (25%), que atinge R$ 63 este ano, contra valor médio de R$ 51 em 2017. Para consumidores com maior poder aquisitivo (renda familiar superior a R$ 9,6 mil), o preço médio do presente é deR$ 180, contra R$ 164 em 2017.

Escolha de presentes paras as mães
O levantamento mostra que vestuário e perfumaria estão entre os itens que lideram a preferência dos consumidores para a data, citados por 50,4% e 10,6% dos entrevistados, respectivamente. Viviane Seda disse que vestuário concentra a preferência popular pela maior facilidade de o consumidor achar preços de todos os tipos. “Tem uma grande variedade de tipos de produtos dentro do vestuário e a todos os preços. Então, você agrada todos os públicos. Por isso, é mais fácil esse tipo de produto ser o preferido entre os consumidores”.

Em relação à inflação dos 27 itens mais consumidos pelos brasileiros na data, o levantamento mostra que a variação média dos serviços e presentes para o Dia das Mães ficou em 2,55%, abaixo da variação acumulada em 12 meses pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da FGV, que subiu 2,98% entre maio de 2017 e abril de 2018. Considerando somente os preços dos serviços para o Dia das Mães, a inflação atinge 3,39%. Na parte dos presentes, a taxa alcança 1,32%.

Houve queda de preços em nove dos 13 itens preferidos pelos consumidores para presentear as mães. Destaque para aparelho celular (-7,91%), aparelho de TV (-6,72%), forno elétrico e de microondas (-5,27%).

Embora joias e bijuterias sejam preferidas por apenas 2,8% dos consumidores ouvidos pelo Ibre-FGV para presentear as mães, a Associação de Joalheiros e Relojoeiros do Rio de Janeiro (Ajorio) está otimista para o aumento das vendas e prevê crescimento de 6% no faturamento em comparação ao ano passado. Na avaliação da presidente da Ajorio, Carla Pinheiro, o segmento começa a recuperar o fôlego depois de um período de estagnação.

“Pesquisas mostram que a melhora no cenário econômico de um modo geral deverá aquecer a data, e a joia é o tipo de produto que nunca sai de moda”, avaliou. Filiada ao Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM), a Ajorio reúne cerca de 3 mil empresas no estado.

(Agência Brasil)