Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Cantor Jorge Vercillo é atração no Palco Mucuripe

O cantor e compositor Jorge Vercillo fará show em Fortaleza no próximo dia 16. Ele é atração no Palco Mucuripe, uma realização da Mucuripe FM.

O show, exclusivo para convidados, ocorrerá a partir das 19 horas, no Espaço O POVO de Cultura & Arte.

DETALHE – No dia seguinte, 17 próximo, Jorge Vercillo vai se apresentar na abertura do Natal de Luz, na P|raça do Ferreira, a partir das 18 horas.

Endividamento do consumidor brasileiro aumentou no mês de outubro

O percentual de consumidores endividados ficou em 61,8% em outubro deste ano. Segundo dados divulgados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a taxa é superior às registradas em setembro deste ano (61,7%) e em outubro do ano passado (59,8%).

De acordo com a CNC, os consumidores inadimplentes, isto é, com dívidas e contas em atraso, ficaram em 26% em outubro deste ano, patamar abaixo dos 26,5% de setembro deste ano, mas acima dos 24,7% de outubro do ano passado.

Já os consumidores que não conseguirão pagar suas dívidas ou contas ficaram em 10,1%. Em setembro deste ano, o percentual havia sido 10,9%. Em outubro do ano passado, a taxa foi 9,8%.

O tempo médio com pagamento em atraso ficou em 63,8 dias.

(Agência Brasil)

Três projetos do Ceará são destaque em fórum internacional sobre gestão ambiental

Artur Bruno é o titular da Sema.

O III Seminário de Boas Práticas e o I Fórum Internacional de Parcerias na Gestão das Unidades de Conservação acontecerá em Brasília, no período de 27 a 29 deste mês. A Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (Sema) enviou seis projetos, na categoria “Boas Práticas submetidas por servidores dos Estados”.

Das 10 iniciativas dos órgãos estaduais previstas no Edital, três projetos cearenses foram selecionados para participar do evento. Os gestores e/ou responsáveis irão a Brasília apresentar as práticas contempladas, que são as seguintes:

Projeto Chama Maré: uma abordagem às comunidades tradicionais e moradores do entorno do Parque Estadual do Cocó;Programa Agente Voluntário Ambiental: um instrumento de gestão para as Unidades de Conservação Estaduais do Ceará;

Projeto Aflorar – Arie do Sítio Curió.

Produção de veículos subiu 42% em outubro, segundo Anfavea

A produção de veículos no Brasil subiu 42,2% em outubro, na comparação com o mesmo período do ano passado, anunciou, nesta quarta-feira (8) a associação das montadoras (Anfavea). A informação é do Portal G1.

De acordo com a entidade, foram fabricados 249.932 carros, comerciais leves (picapes e furgões), caminhões e ônibus no mês passado, enquanto em outubro de 2016 a indústria alcançou 175.710 unidades.

No acumulado do ano, de janeiro a outubro, o crescimento é de 28,5%, com 2,23 milhões de veículos, contra 1,74 milhão no mesmo período do ano passado.

Defesa de Lula diz que Moro viola direito e quer ver perícia

A defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva entregou ao juiz Sergio Moro um documento em que reclama do veto para acompanhar a perícia dos sistemas Drousys e My Web Day. Assinado pelo advogado Cristiano Zanin, o documento afirma que Moro permitiu somente à Odebrecht o acompanhamento da perícia. A informação é da Veja Online.

O advogado afirma que, com a decisão de Moro, foi violado o direito de ampla defesa do ex-presidente.

“Inegável, portanto, que Vossa Excelência deixou de considerar (“omissão”) que a Odebrecht S.A. não é desinteressada no resultado da perícia. Trata-se, na realidade, de empresa leniente, cujo acordo fora firmado perante a Força Tarefa da Operação Lava-Jato”, diz Zanin.

A Petrobras e o calote chamado refinaria

144 1

De Paulo Saboia, leitor do Blog, num comentário sobre a postagem “A Petrobras deu um calote no Ceará”, diz Camilo Santana. Confira:

A quem o governador Camilo pretende enganar com essa conversa mole de que “a Petrobrás deu calote no Ceará”? Empresa não dá calote em ninguém. Há responsáveis nessa história e ele sabe muito bem quem são.

Os que deram o calote nos cearenses foram seus correligionários do PT, Lula e Dilma que mandavam e roubavam da Petrobrás e ganharam várias eleições e elegeram seus apaniguados à custa dessas promessas tipo refinaria, siderúrgica, transposição que agora o governador – beneficiário delas também –“denuncia” como se a Petrobras fosse um ente autônomo.

E quem gastou o dinheiro do Ceará para receber a refinaria também era conivente, pois tendo sido íntimo do Palácio do Planalto, tanto de Lula quanto de Dilma, não pode se sentir caloteado.

Reforma da Previdência – Maia diz que não coloca matéria em plenário sem votos suficientes

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reafirmou hoje (7) que não colocará a reforma da Previdência na pauta do plenário, enquanto a proposta não tiver o número de votos suficientes para ser aprovada. Por se tratar de emenda constitucional, a reforma precisa pelo menos de 308 votos favoráveis entre os 513 deputados, em dois turnos de votação.

“Se tiver voto, dá pra votar amanhã, mas não tem voto”, disse. “Não podemos ter a irresponsabilidade de pautar de qualquer jeito pra perder, porque essa seria uma sinalização muito ruim para a sociedade brasileira, a de que não conseguimos acabar com a transferência de renda que existe hoje, dos que ganham menos para os que ganham mais”, afirmou.

O deputado falou à imprensa depois de se reunir com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto. Também participaram do encontro líderes da base governista, o relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e outros integrantes da equipe econômica e política do governo.

Rodrigo Maia ressaltou que o governo não desistiu da reforma e que não vai deixar se empenhar para conseguir aprovar as mudanças na Previdência. Ele destacou, no entanto, que ainda é necessário definir com as lideranças partidárias a forma como a proposta será analisada na Câmara e se poderá ser apresentada em outro formato de proposição legislativa que dependa de menos votos.

“O que está se discutindo, primeiro é de que forma se consegue votar a reforma da Previdência. A matéria vai ser discutida com os líderes, sabendo que eles estão hoje com uma posição contrária. Qual texto será aprovado? Vamos discutir, e quando isso estiver organizado, vamos a plenário com o texto que é possível. Não sei se é um texto maior ou menor, o importante é que temos que construir as condições para aprovar a matéria, para possamos reduzir a grande desigualdade na Previdência brasileira”, afirmou.

O texto da reforma que foi aprovado na comissão especial, e aguarda votação do plenário desde o primeiro semestre, estabelece idade mínima para a aposentadoria de 65 anos para os homens e 62 para as mulheres, com tempo de mínimo de 25 anos de contribuição. Para receber o benefício integral a que tem direito, o trabalhador terá que contribuir para a Previdência Social por 40 anos.

(Agência Brasil/Foto – Pedro Ladeira, da Folhapress))

Tasso Jereissati anuncia candidatura e promete novo Código de Ética para o PSDB

276 1

O senador Tasso Jereissati lançou, nesta quarta-feira, na sala da liderança do PSDB, sua candidatura à presidência nacional do partido. Em seu discurso, ele disse que seu objetivo é fazer com que os tucanos voltem às origens.

Tasso não quis avaliar como rachar o fato de disputar o cargo com o governador de Goiás, Marconi Perillo. Preferiu definir como sinal de revitalização do PSDB, ressaltando que o debate que ocorrerá vai ser necessário e benefício para a legenda.

“Nenhum partido está fazendo isso. O PT está simplesmente acomodado diante dos seus erros ou fingindo que não vê. Isso é grave, gravíssimo…Nós vamos mudar.”

O tucano bateu duro no cenário de corrupção que se alastra em quase todos os segmentos da sociedade brasileira. Prometeu \presentar na próxima semana o novo código de ética do partido, que virá mais rigoroso.

“Vamos ter um programa de compliance interno, para acompanhar e fiscalizar todos os atos de cada um de nossos membros e do partido como um todo”, complementou em discurso Jereissati.

O que é compliance?

*É o conjunto de disciplinas para fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio e para as atividades da instituição ou empresa, bem como evitar, detectar e tratar qualquer desvio ou inconformidade que possa ocorrer. O termo compliance tem origem no verbo em inglês to comply, que significa agir de acordo com uma regra, uma instrução interna, um comando ou um pedido.

(Foto – Correio Braziliense)

Manuela D’Àvila lança pré-candidatura a presidente nesta quarta-feira

A deputada estadual Manuela D’Àvila (RS) lançará, às 15 horas desta quarta-feira, em Brasília, sua pré-candidatura a presidente da República em 2018.

Será durante entrevista coletiva a ser transmitida via Facebook do PCdoB e, no Ceará, pelo Facebook do deputado federal Chico Lopes.

Sobre ess apré-candidatura, Chico considera “positiva” a repercussão, pois chega como um fato novo no atual cenário de desencanto com a política. Ele destaca que Manuela, que foi sua colega na Câmara, é “altamente preparada” para o cargo.

(Foto – Divulgação)

O deslumbrado juiz Sergio Moro

139 1

Com o título “Nós é que estaríamos presos”, eis artigo de José Nilton Mariano Saraiva, economista pela UFC e aposentado do Banco do Nordeste. Aborda as decisões do juiz federal Sergio Moro, que responde pelos processos da Lava Jato. Confira:

Metade do mundo e a outra banda sabem que a tal Operação Lava Jato, na perspectiva do seu arquiteto e executor, o deslumbrado juiz de primeira instância, Sérgio Moro, pretendia assemelhar-se e ser uma cópia fiel da Operação Mani Pulite (Mãos Limpas), levada a efeito na Itália em meados da década 90 e que, no entendimento do dito cujo, fora a redenção daquele país.

Na verdade, Mani Pulite quase destruiu a Itália.

Procuramos mostrar isso na postagem “O Catecismo do Moro”, de nossa lavra (quase dois anos atrás), onde destrinchamos, item por item, o trabalho de autoria do respectivo (“Considerações a respeito da Operação Mani Pulite”), onde Moro delineia, pari passu, o que pretendia executar depois do retumbante fracasso que houvera experimentado anos atrás quando da operação “Contas CC5” do Banestado, no Paraná (coincidentemente envolvendo o mesmo doleiro-bandido Alberto Yousseff, à época vergonhosamente absolvido por Sua Excelência).

Basicamente, a ideia era se valer de um tema de imenso apoio popular (no caso, o pretenso combate à “corrupção”) para, a partir daí, desencadear uma demolidora ofensiva contra partidos políticos e seus principais líderes, exterminando-os (só que, no caso, um só partido político (o PT) foi alvo, com o objetivo de impedir, por cima de pau e pedra, que o seu principal líder, Lula da Silva, retornasse ao poder, nos braços do povo).

Para tanto, pelo roteiro elaborado por Moro, a principal providência seria obter o necessário apoio das principais corporações midiáticas (claramente refratárias ao PT/Lula) como forma de convencer a população da necessidade de “passar por cima” da própria Carta Maior (Constituição Federal), a fim de atingir o objetivo colimado.

E aí, tivemos um verdadeiro “festival de abusos” de Moro e sua equipe, que, contando com o beneplácito e a inexplicável conivência dos frouxos e prolixos integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF), desandaram a exorbitar das suas funções: prisões preventivas alongadas e sem necessidade de provas (objetivando forçar o detido a “dedurar” os demais), conduções coercitivas sem a antecipada notificação judicial, interceptações telefônicas ilegais (e a posterior criminosa divulgação do seu conteúdo para a grande mídia), censura dos processos aos defensores do acusado (impedindo-os de “advogarem”), e por aí vai.

A destacar, o encarceramento abusivo de “supostos” suspeitos e a posterior obtenção, a fórceps, das tais “delações premiadas” (que, por lei, deveriam ser voluntárias) principalmente envolvendo “portentos” da construção civil e outros “empresários bandidos” que se locupletavam com o dinheiro público, num ilusório aviso de que “dessa vez a coisa vai”. Só que “esqueceram” do efeito colateral daí resultante: que sem um prévio acordo de leniência, as grandes empresas nacionais envolvidas tenderiam a rapidamente “ir pra onde a vaca vai” (pro brejo). Por conta disso, desde então o desemprego campeia nas áreas atingidas, e está aí pra todos verem.

Fato é que, guindados à condição de pop-stars e de figurinhas-carimbadas das principais revistas, jornais e TVs, Sérgio Moro e seus procuradores, ao contrário do que recomendam os manuais, abandonaram de vez a discrição, recato e prudência necessárias e exigidas de um magistrado e passaram a pulular em eventos de qualquer natureza: sociais, políticos, midiáticos e por aí vai (holofotes e bajulação, não lhes faltam).

No mais recente (internacional), com Sérgio Moro e seus procuradores agora na plateia, eis que o inusitado se fez presente: o principal convidado, o italiano Gherardo Colombo, um dos magistrados que participaram da Operação Mani Pulite (Mãos Limpas) na Itália, inquirido a traçar um paralelismo das duas operações, contundentemente vociferou: “SE TIVÉSSEMOS FEITO O MESMO QUE A LAVA JATO, NÓS É QUE ESTARÍAMOS PRESOS” e, ainda, asseverando que “olhando retrospectivamente hoje, podemos entender que a corrupção na Itália não diminuiu, absolutamente”. Portanto, desmoralização pública e explícita do modus operandi adotado por Moro e cupinchas.

Assim, talvez a única certeza nisso tudo é que, se na Itália, por conta da Operação Mani Pulite, emergiu no cenário político o mafioso Sílvio Berlusconi, que acabou de destroçar com o país, no Brasil temos a temporária e perigosa ascensão do comprovadamente despreparado ultraconservador Jair Bolsonaro, que, na perspectiva da inviabilização da candidatura Lula da Silva (“objeto de desejo” de Sérgio Moro e seus procuradores), pode, sim, atingir o poder, conforme mostram as pesquisas.

E aí, que Lúcifer tenha pena do nosso Brasil.

*José Nilton Mariano Saraiva

Economista e aposentado do BNB.

Temer se reúne com Rodrigo Maia para discutir Reforma da Previdência

O presidente Michel Temer está reunido com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e relator da reforma da Previdência na Câmara, Arthur Maia (PPS-BA), para discutir a reforma que aguarda votação na Casa. Também participam da reunião o secretário de previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, e o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), que presidiu a comissão especial que analisou o tema.

Em vídeo divulgado na noite de ontem (7) no Twitter, o presidente Michel Temer pediu apoio aos cidadãos do país para aprovar a reforma. Depois de reuniões com líderes da base aliada da Câmara dos Deputados na segunda (6), e do Senado, ontem (7), o governo já admite mudanças no texto da reforma para que, pelo menos, parte dela seja aprovada ainda este ano. Como se trata de emenda Constitucional, para aprovar a reforma na Câmara serão necessários, pelo menos, 308 votos favoráveis.

Na segunda-feira, ao discursar na abertura da reunião com os líderes da Câmara, Temer disse que, mesmo que não se consiga fazer tudo o que for necessário na reforma, é importante avançar para que quem vier depois possa fazer uma revisão na Previdência. “A reforma da Previdência é a continuação importante, fundamental para fecho das reformas que estamos fazendo. Continuarei empenhando nela, trabalharei muito por ela. Por mais que não se consiga fazer tudo, se permita que quem venha depois, mais adiante, que possa fazer uma nova revisão da Previdência Social”.

Ontem (7), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que a reforma da Previdência não é mais uma opção. “A reforma não é uma questão de escolha, ela terá que ser feita em algum momento, é uma questão fiscal, numérica”. Ele comentou a declaração dada na segunda-feira (6) por Temer sobre as dificuldades para a aprovação da reforma da Previdência.

“O presidente reconheceu as dificuldades, é um processo controverso em qualquer lugar do mundo, não há dúvida. O presidente reconheceu esse fato para as lideranças partidárias que ali estavam expressando as suas preocupações”, afirmou o ministro.

(Agência Brasil)

Petrobras lançará nova campanha publicitária

A Petrobras lançará, no próximo sábado (11), sua nova campanha publicitária. Segundo a Coluna Radar, da Veja Online, feito pela agência DPZ. O anúncio exibirá o slogan “A vida em movimento”.

Em vez de exibir plataformas monumentais e cenas de mar aberto, a nova campanha se concentra na força de trabalho da empresa.

A ideia é mostrar que a Petrobras está em pleno funcionamento após o furacão da Lava-Jato.

Gol alcança lucro líquido de R$ 328 milhões no terceiro trimestre deste ano

A GOL Linhas Aéreas anunciou o resultado consolidado do terceiro trimestre de 2017. De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, eis os resultados:

– A receita líquida atingiu R$2,7 bilhões, representando aumento de 13,2% em comparação ao terceiro trimestre de 2016.

– O resultado operacional (EBIT) recorrente no terceiro trimestre d 2017 foi R$326,9 milhões, aumento de 49,3% em comparação ao terceiro trimestre de 2016. Este é o quinto trimestre seguido de lucro operacional. Margem EBIT recorrente melhorou 2,9 p.p. em relação ao terceiro trimestre do ano passado.

– As receitas auxiliares e de cargas tiveram aumento de 7,0% no terceiro trimestre de 2017, totalizando R$323,3 milhões.

– O resultado líquido no período foi lucro de R$ 327,6 milhões, após minoritários da Smiles, representando margem líquida de 12,1%, um resultado positivo em comparação ao prejuízo de R$0,9 milhão do terceiro trimestre de 2016. Neste trimestre, o LPA foi R$0,94.

– O fluxo de caixa líquido no terceiro trimestre deste ao foi de R$419,3 milhões. Caixa, equivalentes de caixa, investimentos de curto prazo e contas a receber aumentaram para R$2.118,1 milhões.

– A dívida liquida total ajustada, excluindo os bônus perpétuos, foi reduzida em R$3,4 bilhões quando comparado com terceiro trimestre de 2016, atingindo R$10,2 bilhões no terceiro trimestre deste ano.

– A frota média operacional da Companhia foi de 109 aeronaves Boeing 737, com utilização de 12,3 horas bloco/dia.

– A taxa de ocupação média no 3T17 aumentou 0,4 p.p. em comparação ao 3T16, chegando a 80,2%. O yield médio por passageiro aumentou 8,6% no trimestre.

(Foto – Paulo MOska)

Luizianne Lins: PT não vai abrir mão da vaga de senador

196 2

Da Coluna Vertical, do O POVO desta quarta-feira:

Em contato com esta Vertical, a deputada federal Luizianne Lins (PT) rebate o chefe da Casa Civil do Governo, Nelson Martins (PT), que tirou seu nome do páreo pela segunda vaga de senador – a primeira é de Cid Gomes (PDT) -, como forma de ampliar o raio de apoios à reeleição de Camilo Santana (PT). Nelson não é a favor da reeleição do senador José Pimentel.

A petista, no entanto, informa que o partido “não vai abrir mão da vaga” porque a executiva nacional decidiu que, onde conta com senador, deve briga para manter o espaço.

Lembrada de que o PT já conta com o cargo de governador, ela insistiu: “Vamos ampliar apoio a Camilo, mantendo a vaga de senador”. Destacou que a posição de vice na chapa também seria para negociar, deixando claro que sua posição é a mesma de José Guimarães. “Se o Nelson não é mais candidato, temos o José Pimentel, o Guimarães e eu”, concluiu Luizianne.

Polícia Federal deflagra operação contra fraudes ao Enem e concursos no Ceará, Paraíba e Piauí

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal realizam, nesta manhã de quarta-feira, a Operação Adinamia . O objetivo, segundo a assessoria de imprensa da Superintendência estadual da PF, é  desarticular organização criminosa que promove fraudes em concursos públicos e processos seletivos para ingresso no ensino superior, por meio do ENEM (2016/2017) no Ceará e em outros estados.

Estão sendo cumpridos 36 mandados, sendo 21 de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e 11 de condução coercitiva, no Ceará (Fortaleza, Juazeiro, Barbalha, Mauriti, Abaiara e Lavras da Mangabeira), Paraíba (São José de Piranhas e Cajazeiras) e no Piauí (Teresina).

Cerca de 90 policiais federais participam da Operação Adinamia, visando à coleta de provas dos delitos cometidos, quais sejam: fraudes a processo seletivo e concursos públicos, organização criminosa e lavagem de dinheiro, crimes, cujas penas preveem prisão de 1 a 4 anos, 3 a 8 anos e 3 a 10 anos de prisão, respectivamente, e multas.

Fraudes

De acordo com a assessoria de imprensa da PF, as formas da fraude consistem na violação antecipada de lacres para acesso às provas do ENEM e concursos e/ou utilização de candidato piloto e de ponto eletrônico, com a transmissão dos gabaritos. O curso de medicina é o principal alvo das fraudes e também o mais caro, sendo pago em torno de R$ 90 mil, por vaga, sendo metade do valor pago antes do certame e metade depois de garantida a vaga.

Esse tipo de fraude tem uma repercussão social de longo alcance, para além da questão criminal, por frustrar o esforço de candidatos honestos que estudam e buscam legitimamente o acesso aos cursos de nível superior e cargos públicos.

DETALHE – A Polícia Federal dará coletiva à imprensa às 14 horas desta quarta-feira, na sede da Delegacia de Policia Federal em Juazeiro do Norte.

Câmara aprova projeto que acaba com atenuante de pena para menores de 21 anos

O plenário da Câmara aprovou na noite dessa terça-feira (7) projeto de lei que acaba com o chamado atenuante de pena no Código Penal para menores de 21 anos. Também fica extinta, pelo projeto, a redução pela metade dos prazos de prescrição nos casos em que o autor tinha menos de 21 anos quando cometeu o crime. A matéria agora vai a votação no Senado.

De acordo com o projeto aprovado, foram mantidos no Código Penal Brasileiro os chamados atenuantes e o prazo menor de prescrição de penas para maiores de 70 anos. Os deputados aprovaram no texto também dispositivo para permitir a maior de 16 anos e menor de 18 anos a apresentação de queixa sem a necessidade de serem acompanhados por um adulto.

O texto aprovado é uma emenda substitutiva do deputado Subtenente Gonzaga (PDT-MG) ao Projeto de Lei 2862/04, de autoria do ex-deputado Rubinelli. A emenda apresentada pelo relator utiliza dispositivos do PL 1383/15, do deputado Capitão Augusto (PR-SP), que tramita em conjunto com o PL 2862/04.

Na justificativa do projeto apresentado em 2004, o ex-deputado Rubinelli argumentou que era preciso acabar com certos privilégios existentes no Código Penal. “A presente proposição tem por escopo revogar o art. 115 do Código Penal, acabando com os privilégios ali previstos. Desse modo, esperamos contar com o apoio de nossos ilustres Pares, com vistas à aprovação dessa propositura, que se reveste de inegável alcance social”, justificou.

(Agência Brasil)

Encceja 2017 – Locais das provas já podem ser conhecidos

Os candidatos que vão fazer o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) poderão consultar o local de prova a partir das 14 horas desta quarta-feira, na página do participante. O exame será aplicado no dia 19 de novembro.

Neste ano, 1,5 milhão de pessoas se inscreveram para fazer o Encceja, que é direcionado aos jovens e adultos que não concluíram os estudos em idade própria. Dessas, 301 mil farão provas para o ensino fundamental e 1,2 milhão para o ensino médio. O exame será aplicado em 564 municípios em todos os estados.

Os participantes precisam ter, no mínimo, 15 anos completos na data de realização do exame, para quem busca a certificação do ensino fundamental. Quem busca a certificação do ensino médio tem que ter, no mínimo, 18 anos completos na data de realização do exame.

As provas serão aplicadas pela manhã e à tarde. No turno matutino, os portões abrem às 8 horas e fecham às 8h45min e as provas serão realizadas das 9 às 13 horas. No turno vespertino, a abertura dos portões será às 14h30min, com fechamento às 15h15min e prova das 15h30min às 20h30min.

Os alunos do ensino fundamental vão fazer provas de ciências naturais, história e geografia pela manhã e de língua portuguesa, língua estrangeira, artes, matemática, educação física e redação à tarde. Candidatos do ensino médio vão fazer provas de ciências da natureza e ciências humanas pela manhã e de linguagens e códigos, redação e matemática à tarde.

A partir deste ano, a certificação de conclusão do ensino médio só poderá ser feita por meio do Encceja. Até o ano passado, os estudantes com mais de 18 anos poderiam usar o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para receber o diploma do ensino médio.

O Encceja para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Encceja PPL) será aplicado nos dias 21 e 22 de novembro.

(Agência Brasil)