Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Fortaleza será sede do VIII Encontro Intercontinental sobre Natureza – O2

Fortaleza será sede, a partir das 8 horas da próxima segunda-feira, do VIII Encontro Intercontinental sobre a Natureza – O2. O evento é uma realização do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil (IHAB) e ocorre, até o próximo dia 8, no Centro de Eventos. Como início do encontro, será realizado um plantio de mudas nativas na área do Parque Estadual do Cocó. A atividade servirá para zerar as emissões de carbono que ocorrerão durante o evento, o chamado Carbono Zero. Isso significa que a queima de gases do efeito estufa durante o evento será compensada com o plantio, uma espécie de balança ecológica.

O plantio de mudas terá representantes do Instituto Hidroambiental Águas do Brasil (IHAB), do Governo do Estado, da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), da C. Rolim Engenharia e da OSCIP Prima Mata Atlântica. Em 2017, o O2 terá como tema central “Governança da Água e Segurança Hídrica para Usos Múltiplos”.

A Conferência Magna, que ocorrerá no dia 6, será proferida por Oscar de Moraes Cordeiro Netto, professor da Universidade de Brasília (UNB), ex-diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) e ex-presidente da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Hídricos) que será condecorado como Embaixador O2 para a Natureza 2017 e terá Francisco Teixeira, Secretário de Recursos Hídricos do Ceará, como presidente.

Programação

A programação é voltada para engenheiros, geólogos, geógrafos, agrônomos, pesquisadores, jornalistas, empresários, lideranças políticas, estudantes e pessoas comprometidas com o assunto. O O2 é um encontro bianual com sede permanente em Fortaleza buscando despertar na sociedade o interesse pela proteção da água, do meio ambiente, do turismo ecológico, da eco arte cultura, com discussões de questões de desenvolvimento sustentável, ressaltando as atuais condições, os estudos e experiências realizadas e as ações a serem implantadas e implementadas para o manejo geoecológico da natureza no nível local e global.

Um dos destaques da programação será o Fórum de Líderes Internacionais, que reunirá representantes de diversos países para discutir “Os Futuros da Água e Soluções – Procurando os Caminhos para atingir a Segurança Hídrica em 2030/2050”. O espaço será coordenado por Alberto Palombo, Secretário Executivo da Rede Interamericana de Recursos Hídricos (RIRH).

Eco Arte e Cultura

Dentro do O2, ocorrerá ainda a 8ª edição do Eco Arte e Cultura, evento promove e conscientiza ecologicamente a população em geral, através do dialogo das artes integradas com a ecologia. Ao longo dos três dias, os participantes verão feira de artesanato com produtos naturais, oficinas, exposição fotográfica, apresentações musicais, mostra de vídeos e exposições.

SERVIÇO

*As inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site: http://www.ihab.org.br/o2017/.

(Foto – Divulgação)

Novo Refis – Quem aderir terá de pagar parcelas de agosto, setembro e outubro

Os contribuintes que aderirem ao Programa Especial de Regularização Tributária (Pert) a partir de hoje (1º) terão que pagar as parcelas referentes aos meses de agosto, setembro e outubro. O prazo para adesão que terminaria ontem (31) foi prorrogado até o próximo dia 14. O pagamento das parcelas referente a esses meses pode ser feito até o dia 14. Já a parcela de novembro, poderá ser paga até o último dia útil do mês, ou seja, dia 30. A parcela de dezembro poderá ser paga até o dia 29 do próximo mês.

A Lei nº 13.496 de 2017, que institui o Pert, conhecido como novo Refis, foi publicada no Diário Oficial da União, no último dia 25. Ontem (31), o governo publicou uma medida provisória em edição extra do Diário Oficial para prorrogar o prazo de adesão.

Segundo a Receita, entre as novidades da lei destaca-se a possibilidade de parcelar débitos provenientes de tributos retidos na fonte ou descontados de segurados; débitos lançados diante da constatação de prática de crime de sonegação, fraude ou conluio; e débitos devidos por incorporadora optante do Regime Especial Tributário do Patrimônio de Afetação. No texto original da medida provisória, esses débitos não podiam ser parcelados no Pert.

A lei traz nova modalidade de pagamento da dívida não prevista no texto original: 24% de entrada, em 24 parcelas, podendo o restante ser amortizado com créditos que porventura o contribuinte tenha na Receita, inclusive provenientes de Prejuízo Fiscal ou Base de Cálculo Negativa da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL).

Para dívidas inferiores a R$ 15 milhões, o percentual a ser pago em 2017, sem descontos, foi reduzido de 7,5% para 5%.

Outra mudança feita no Congresso foi o aumento dos descontos sobre multas: após pagamento da entrada em 2017 (5% ou 20%, conforme o valor da dívida seja maior ou menor que R$ 15 milhões), se o contribuinte optar por pagar todo o saldo da dívida em janeiro de 2018, terá desconto de 90% sobre os juros e 70% sobre as multas; se optar por pagar o saldo da dívida em 145 parcelas, os descontos serão de 80% sobre os juros e de 50% sobre as multas; se optar por pagar o saldo da dívida em 175 parcelas, permanecem os descontos de 50% dos juros e de 25% das multas.

(Agência Brasil)

Oito em cada 10 são contra projeto que pode inviabilizar o Uber

O PLC 28/2017 já é um dos mais acessados no portal do Senado.

É o projeto que pretende regulamentar os aplicativos de transporte individual como o Uber e o 99 Pop. Também é um dos que mais recebeu opiniões populares no site da Casa.

Mais de 280 mil pessoas já participaram da votação simbólica. Desses, 84% já manifestaram serem contrários a proposta (237 mil).

Fortaleza será sede de encontro sobre o mercado do audiovisual do Nordeste

Fortaleza será sede do III MAN – Mercado Audiovisual do Nordeste. A abertura ocorrerá às 10 horas do próximo dia 13, no auditório do BNB Passaré, e contará com a presença de três dos quatro diretores da Agência Nacional de Cinema (Ancine), órgão vinculada ao Ministério da Cultura: Alex Braga, Christian de Castro e Débora Ivanov, que atualmente é a presidente em exercício.

O MAN vai se estender até o dia 18, com palestras, oficinas e rodadas de negócios de produtoras independentes de conteúdo audiovisual e canais de tv abertos e por assinatura.

Esta edição do MAN tem patrocínio do Ministério da Cultura, Governo do Estado, BNDES e BNB, e é uma realização do 27° Cine Ceará e do CONNE – Conexão Audiovisual Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Líderes do governo no Congresso querem Temer fechando uma agenda com Câmara e Senado

Líderes do governo, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) e o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) querem que o Planalto abrace a construção de uma agenda feita “a seis mãos”, fruto de acordo do Executivo com os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE). A ideia é pinçar propostas já em tramitação e com apelo popular. A tese ganhou força com a constatação de que Michel Temer sobreviveu às denúncias, mas perdeu capital político, segundo informa a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta quarta-feira.

Ribeiro (PP-PB) falou sobre o assunto com o ministro Eliseu Padilha (Casa Civil), nesta terça (31). Defendeu que o governo centre esforços em uma “pauta cooperativa entre Executivo e Legislativo”.

Como o deputado, Jucá também prega um encontro entre Maia e Eunício logo após este feriado. Diz que é preciso correr contra o tempo e reconhece que há apenas mais um mês útil para o Congresso mostrar serviço.

Com a agenda dos parlamentares definida, o governo poderia negociar a aprovação das medidas provisórias que viabilizam o ajuste fiscal.

Tasso Jereissati: “O PSDB desses caras não é o meu PSDB!”

363 7

Deputados da ala que defende o apoio do partido ao governo Michel Temer bateram boca com o presidente interino da legenda, senador Tasso Jereissati (CE), que é favorável ao rompimento. A briga ocorreu durante encontro da bancada tucana na Câmara, nessa terça-feira. Segundo dois deputados que não quiseram se identificar, houve ameaças de agressão. “Esse PSDB desses caras não é o meu PSDB”, disse Tasso.

A reunião foi convocada pelo líder do PSDB na Casa, deputado Ricardo Tripoli (SP), para que a empresa Ideia Big Data fizesse uma exposição sobre o plano de reestruturação de comunicação do partido nas redes sociais. A empresa foi contratada por Tasso recentemente.

A discussão começou quando os deputados Domingos Sávio (MG), Paulo Abi-Ackel (MG) e Giuseppe Vecci (GO) criticaram a contratação da empresa. Os três parlamentares são aliados do senador Aécio Neves (MG), presidente licenciado da sigla.

A contratação gerou reações negativas porque o proprietário da empresa, Moriael Paiva, foi responsável pela campanha do governador Fernando Pimentel (PT) em 2014, que derrotou a candidatura do tucano Pimenta da Veiga, apoiado por Aécio, ao governo de Minas.

Os ânimos se exaltaram quando Vecci questionou Tasso se ele será candidato a presidente do PSDB na eleição interna marcada para dezembro. “O Tasso parece que ficou nervoso com essa pergunta, mas não quis responder. Nesse momento, nosso tom de voz e do Tasso aumentou”, contou Sávio.

Kassab descarta uso de dinheiro público para salvar a Oi

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, descartou hoje  (31) o uso de recursos do governo federal para socorrer a empresa de telefonia Oi.

“Não há a menor hipótese de o governo colocar recursos públicos. Melhor será se não houver intervenção do governo. Porém, a Anatel [Agência Nacional de Telecomunicações] está se preparando para uma possível intervenção, porque é um dever do Estado, caso seja necessário”, disse Kassab. A Oi tem dívidas acumuladas que somam cerca de R$ 65 bilhões e passa por um processo de recuperação judicial.

O ministro fez a declaração durante a solenidade comemorativa dos 20 anos de criação da Anatel. Com sede em Brasília e com unidades regionais, a agência foi criada em 1997, por meio da Lei 9.472 (Lei Geral de Telecomunicações), com a finalidade de ser o órgão regulador das telecomunicações no Brasil. A Anatel conta com 1,5 mil servidores.

“Desde quando foi criada, até aqui, a Anatel se mostrou eficaz não somente para viabilizar o serviço de telefonia fixa, mas também para atrair investimentos essenciais para popularização do serviço móvel e a introdução do serviço de internet no país”, destacou o presidente da agência reguladora, Juarez Quadros.

O Brasil é o quinto maior mercado de telecomunicações do mundo. O montante gerado pelo setor corresponde a 4% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

(Agência Brasil)

Presidente do Banco Central diz que economia está em recuperação

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfjan, disse hoje (31) que a redução da inflação, a queda na taxa de juros e a melhoria das condições do mercado de crédito têm propiciado a recuperação da economia brasileira.

“Após dois anos de recessão, o conjunto recente dos indicadores de atividade econômica mostra sinais compatíveis com a recuperação atual da economia brasileira. Depois de um crescimento de 1% no primeiro trimestre, no segundo semestre, subiu 0,2%, e o consumo cresceu 1,4% no segundo semestre. Foi o primeiro resultado positivo do consumo desde 2014”, destacou Goldjfan em audiência na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

Goldfjan ressaltou que a inflação no país deve alcançar o patamar de 4,3% em setembro do ano que vem, taxa ainda abaixo da meta atual de 4,5% ao ano. “Em 12 meses, a inflação acumulada é apenas 2,5%. Ao longo dos próximos meses, até dezembro, acredito que vai chegar em 3,2% e, em setembro de 2018m a 4,3%. A meta do Banco Central é 4,5%. A perspectiva é que, de uma inflação baixa hoje, de 2,5%, devagarzinho vá voltando para a meta. O mais importante é que a inflação sai de quase 11% para 2,5%.”

Segundo Goldfjan, o processo de flexibilização monetária continuará dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e possíveis reavaliações das estimativas de ciclos e projeções das expectativas de inflação.

“Uma vez que a inflação cai, o juros caem. A taxa Selic, que estava em 14,25%, caiu para 7,5%. A última queda foi de 0,75 ponto percentual, que foi adotada na reunião da semana passada. Para a próxima reunião do Copom, caso o cenário básico evolua conforme o esperado, o comitê vê, nesse momento, como adequada uma redução moderada na magnitude da flexibilização monetária”, destacou.

O presidente do BC reiterou a importância das reformas para a manutenção da recuperação da economia brasileira. Nesta manhã, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, também defendeu o pacote de ajuste fiscal do governo, em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos, do Senado.

“Nesse sentido, quero ressaltar que a continuidade dos ajustes e reformas, em particular, da reforma da Previdência. É importante para o equilíbrio da economia, com consequências favoráveis para a inflação, a queda da taxa de juros estrutural e para recuperação sustentável da economia brasileira”, concluiu.

Cenário externo

Na audiência, o presidente do Banco Central fez também um balanço do cenário internacional para contextualizar o atual momento econômico do país. “Nos últimos tempos, o cenário internacional, de forma geral, tem sido favorável a economias emergentes e ao Brasil. A atividade econômica mundial está melhorando, está se criando emprego nos principais países e, ao mesmo tempo, não temos uma pressão em demasia das condições financeiras das economias avançadas”, disse.

“A economia global está crescendo e os juros se mantêm relativamente baixos. Isso contribui para manter o apetite ao risco em relação às economias emergentes, proporcionando um ambiente mais sereno no mercado de ativos brasileiros”, acrescentou.

(Agência Brasil)

Confira novos preços das tarifas postais

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações publicou, nesta terça-feira (31), no Diário Oficial da União, o reajuste nas tarifas de serviços postais e telegráficos dos Correios. O reajuste médio será de 1,209% em relação a tarifa anterior, para serviços nacionais e internacionais.

O primeiro porte da Carta Comercial, por exemplo, terá seu valor atualizado de R$ 1,80 para R$ 1,85. No caso de telegrama nacional redigido pela internet, o novo valor é de R$ 7,69 por página. A tarifa da Carta Social, destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família, permanece inalterada, em R$ 0,01, bem como a da Carta Não Comercial, que permanece com o valor de R$ 1,25.

As novas tarifas não se aplicam ao segmento de encomendas e marketing direto.

SERVIÇO

*Confira os novos preços dos serviços postais aqui.

Ministro do STJ mantém prisão de Joesley e Wesley Batista

172 1

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Rogério Schietti Cruz, negou hoje (31) pedido de liberdade feito pela defesa dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos da J&F. Os dois estão presos preventivamente por uma decisão da Justiça Federal em São Paulo.

No processo, os acusados respondem pelo crime de insider trading (informação privilegiada), sob a suspeita de usarem informações obtidas por meio de seus acordos de delação premiada para venderem e comprarem ações da JBS no mercado financeiro.

Na decisão, o ministro entendeu que a prisão preventiva dos acusados é necessária para assegurar o prosseguimento das investigações. Segundo Schietti, mesmo assinando acordo de delação premiada, Joesley e Wesley continuaram a praticas atividades ilícitas.

Além do processo sobre a venda das ações, Joesley tem outro mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Em setembro, a prisão por tempo indeterminado foi requerida pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, após a anulação da imunidade penal que foi concedida por ele. O procurador concluiu que Joesley omitiu informações da Procuradoria-Geral da República (PGR) durante o processo de assinatura do acordo de delação premiada.

(Agência Brasil)

Senado devolve para a Cãmara projeto que regulamenta os aplicativos como o Uber

O Senado deve devolver Projeto de Lei Complementar 28/2017, que regulamenta os aplicativos de transporte Uber, Cabify e 99, de autoria do deputado federal Carlos Zaratini (PT-SP), para a Câmara dos Deputados. Isso porque, pressionado pelos motoristas dos aplicativos e sem acordo com o Governo Federal de que haverá vetos, os senadores devem aprovar emendas ao PLC, obrigando matéria a voltar para a outra Casa.

Entre as mudanças das emendas, estão o fim da obrigatoriedade da placa vermelha e do emplacamento dos veículos em nome do motorista do aplicativo. O relator de plenário será o senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) e não mais o senador Acir Gurgacz (PDT-RO), que vinha tentando o acordo das emendas de redação, para atender aos taxistas e impedir o retorno a Câmara.

Governo é interessado no retorno do projeto à Câmara, para não ter de enfrentar desgaste de vetar partes do projeto. Líder do governo no Senado,Romero Jucá (PMDB-RR), nega que haja acordo para sancionar ou vetar projeto. “O governo não está participando dessa negociação”, disse.

(Com Agências)

Em Fortaleza, Levy Fidelix confirma que disputará de novo a presidência da República

Quem esteve em Fortaleza, nesse começo de semana, foi o presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix. Aqui, manteve reuniões com a direção estadual e municipal do partido.

Fidelix confirmou para o Blog que já está como pré-candidato a presidente da República em 2018.

Ele deixou a Capital cearense nas últimas horas.

Vice-presidente do Grupo M. Dias Branco receberá Troféu Equilibrista 2017

Geraldo Luciano, vice-presidente de Investimentos e Controladoria do Grupo M. Dias Branco, receberá o Troféu Equilibrista 2017.

A premiação, concedida ao executivo de finanças do ano pelo Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças (Ibef), regional do Ceará, vai ser entregue  durante solenidade no dia 21 de novembro, às 19 horas, no Hotel Gran Marquise.

(Foto – Divulgação)

ZPE gera impacto de 50% nas exportações do Ceará

Responsável pelo aumento de 48% do Produto Interno Bruto (PIB) da indústria do Ceará, a Zona de Processamento de Exportações (ZPE), localizada em São Gonçalo do Amarante (Região Metropolitana de Fortaleza), já gerou em sete anos mais de 10 mil empregos diretos e indiretos e conta com uma infraestrutura favorável à produção e a comercialização de grandes investidores, entre eles, a mineradora Vale.

Segundo o secretário de Assuntos Internacionais do Ceará, Antonio Balhmann, a expectativa é que a ZPE do estado se desenvolva ainda mais com a aprovação do Projeto de Lei 5957, de 2013, que tramita no Congresso Nacional. “A legislação atual veda projetos que não sejam 100% voltados para a exportação. Com a iniciativa, isso será flexibilizado, viabilizando que empresas de pequeno e grande porte, que são exportadoras, mas que também colocam os produtos no mercado interno, participem da ZPE”, ressaltou.

Outra vantagem apontada pelo secretário é a inserção de serviços dentro dos distritos industriais. “Toda a parte de software, a inclusão dos data centers, as empresas de Tecnologia da Informação (TI), por exemplo, que podem favorecer a competição do produto brasileiro, ainda não têm espaço nas Zonas de Processamento de Exportação. Hoje, temos 25 projetos que aguardam as mudanças com a nova legislação”, explicou.

A ZPE/CE tem mais de 6 mil hectares e está inserida dentro de um complexo industrial que conta com porto, ferrovias, geração de energia elétrica local, além da proximidade com o aeroporto. “Esse ambiente permitiu que o Ceará saísse na frente em relação aos demais distritos industriais. A ZPE do estado está indo para o sexto prêmio internacional. Os últimos que ganhamos reconhecem a Zona de Processamento de Exportação como a melhor free zone da América Latina na atração de grandes investimentos”, afirmou Balhmann.

Benefícios

A deputada federal Gorete Pereira (PR/CE) também aguarda a aprovação do Projeto de Lei. Segundo ela, as alterações na lei vão garantir a ampliação das exportações e o desenvolvimento social dos municípios do Nordeste. “As mudanças previstas estimularão os distritos industriais no país e vai igualar as ZPEs brasileiras aos projetos que já existem em todo o mundo. Esse projeto tem um alcance social enorme e vai melhorar as exportações no país”, destacou.

(Agência Radio Mais)

MEC libera R$ 1,47 bilhão para o Fies e beneficia mais de um milhão de universitários

O Ministério da Educação liberou nesta segunda-feira, 30, R$ 1,47 bilhão para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os recursos serão repassados para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia que atua como agente operador do programa, e destinados à recompra de certificados do Tesouro Nacional pertencentes às entidades mantenedoras de instituições de ensino superior com adesão ao Fies. A verba contempla cerca de 1,2 milhão de alunos, informa o site do MEC.

O FNDE efetua o pagamento dos encargos educacionais às mantenedoras de instituições de ensino. Esses encargos se referem às operações de financiamento realizadas por meio de repasses de títulos da dívida pública, os Certificados Financeiros do Tesouro – Série E (CFT-E), que são utilizados prioritariamente para a quitação de tributos fisco-previdenciários.

“O Fies é uma das ações estruturantes do MEC para o acesso da população à educação superior”, observa o coordenador-geral de finanças da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento do MEC, Waslei José da Silva. “Com essa liberação financeira, mantemos a regularidade dos pagamentos dessa ação que atende, anualmente, centenas de milhares de estudantes brasileiros por meio da oferta de financiamento de cursos em instituições privadas.”

Com essa liberação, o MEC mantém o cronograma de repasses para o Fies. Depois de quitados os tributos fisco-previdenciários, o saldo remanescente de títulos pode ser recomprado pelo Fies e os recursos financeiros creditados em conta corrente aberta especificamente para esse fim.

Superintendência do BB do Ceará sob nova direção a partir do próximo dia 6

O novo superintendente do Banco do Brasil no Ceará, Amauri Aguiar de Vasconcelos, assumirá funções na próxima segunda-feira (6). A informação é da assessoria de imprensa da Instituição.

Sobralense, Amauri (51) conta com 30 anos de carreira no BB, a maior parte dela em unidades do banco no Ceará, onde exerceu o cargo de superintendente regional e gerente geral de agências de Fortaleza.

Amauri também atuou como superintendente estadual em Rondônia, regional no Rio Grande do Norte e, no último ano, estava como gerente-executivo da diretoria de Distribuição do Banco do Brasil , em Brasília.

Perfil

Amauri Vasconcelos é graduado em Ciências da Computação pela UFC e especialista em Estratégia e Gestão, também pela UFC, e em Administração Pública, pela USP.

Também concluiu MBAs em Gestão Pública e Formação de Altos Executivos BB, pelo Insper, após aprovação no Programa de Ascensão de Executivos do Banco do Brasil.

O Ceará de Camilo Santana

Com o título “Ceará XXI”, eis artigo do superintendente estadual do Sebrae, Joaquim Cartaxo. Ele destaca a conquista de investimentos da área da infraestrutura e comunicação de dados, pelo governo estadual. Confira: 

O Estado do Ceará pousou no século XXI, pilotado pelo governador Camilo Santana (PT), por meio dos projetos de logística portuária e aeroviária; de infraestrutura e comunicação de dados; de produção de conhecimento tecnológico para área da saúde.

Logística portuária. Quando assinou, em 2017, o memorando de entendimento entre o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP) e o Porto de Roterdã, considerado um dos principais equipamentos mundiais em movimentação de carga, o governador conectou o Ceará à economia global do século XXI.

Logística aeroviária. Irá se instalar no Ceará, na capital Fortaleza, o centro de conexões aeroviárias da Air France-KLM/ Gol que possibilitará voos diretos para Paris e Amsterdã e, consequentemente, intenso incremento nos circuitos turísticos cearenses.

Infraestrutura e comunicação de dados. Em agosto de 2017, foi lançado o South Atlantic Cable System, a primeira rede de cabos submarinos de fibra ótica conectando a África ao Brasil, diretamente, cuja obra será liderada pela Angola Cables e reforçará a posição do Ceará como polo nacional de infraestrutura e comunicação de dados.

Conhecimento científico. Polo Tecnológico e Industrial da Saúde do Eusébio possui como âncora a Fiocruz, no qual funcionará a primeira fábrica de vacina de base vegetal da América Latina sob a responsabilidade do Instituto Bio-Manguinhos, posicionando o Ceará na vanguarda da produção tecnológica em saúde.

O que os pequenos negócios têm a ver com isso?

Esses projetos impactarão positivistamente o ecossistema socioeconômico cearense, gerando mais empregos, renda, receita pública e novas oportunidades de negócio a partir de suas respectivas cadeias de valor.

Assim sendo, são incomensuráveis as possibilidades de encadeamentos produtivos formados por empresas âncoras e pequenos negócios como fornecedores de bens e serviços, os quais já são responsáveis por quase 1/3 do PIB e 58,7% dos empregos formais do Ceará.

*Joaquim Cartaxo

cartachojoaquim@bol.com.br

Arquiteto urbanista e superintendente do Sebrae/Ceará.

Lúcio Funaro diz que pagou despesas e desafia Cunha a teste em detector de mentiras

O corretor de valores Lúcio Funaro afirmou hoje (31) ter pago despesas milionárias para Eduardo Cunha e desafiou o deputado cassado a passar, junto com ele, por um teste em um aparelho detector de mentiras, como uma maneira de comprovar que diz a verdade perante a Justiça.

Funaro, que foi interrogado em Brasília na ação penal da Operação Sépsis, ficou irritado com as perguntas tidas como repetitivas do advogado de Cunha Délio Lins e Silva Júnior e, antes de encerrar seu depoimento, disse que estava disposto a se submeter a um polígrafo, equipamento de detecção de mentiras, para repetir as acusações que fez contra o ex-deputado.

“Estou à disposição para fazer um teste de polígrafo junto com o deputado Eduardo Cunha para acabar com esse negócio de que sou mentiroso”, afirmou Funaro com a voz elevada. Sentado de frente para seu ex-operador financeiro, Cunha se manteve calado e não esboçou reação.

Nesta terça-feira, Funaro disse ter pago centenas de despesas em nome do ex-deputado ao longo dos últimos 15 anos, incluindo dez carros de luxo, entre eles uma BMW e um apartamento em São Paulo.

O ex-operador financeiro de Cunha afirmou ter como provar suas declarações. “Tenho como provar como gerei o dinheiro, como paguei, que eu paguei o advogado dele na Suíça, tenho todas essas provas. Aí eu quero ver como ele vai negar”, disse. “O deputado Eduardo Cunha alugou um flat na mesma rua que a minha para pegar dinheiro no meu escritório, levar pro flat e de lá distribuir dinheiro de propina”, acrescentou.

Após o interrogatório de Funaro, Cunha deu uma breve declaração aos jornalistas, voltando a negar todas as declarações de seu ex-operador-financeiro. “[Ele não disse] nada do que já foi falado, ele tem que sustentar a mentira dele”, afirmou.

As audiências da ação penal resultante da Operação Sépsis tiveram início na semana passada. Além de Funaro, já foram interrogados Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa, e Alexandre Margotto, ex-funcionário de Funaro. Ainda deve ser ouvido o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves. Todos são réus no processo. O interrogatório de Cunha na ação está marcado para a próxima segunda-feira (6).

Operação Sépsis

A Operação Sépsis investiga desvios na vice-presidência de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal, responsável pela operacionalização do Fundo de Investimentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FI-FGTS), cujos aportes precisam ser aprovados pelo conselho curador do FGTS, composto por 12 membros.

Segundo as investigações, uma organização criminosa comandada por Cunha e operada por Funaro e Cleto negociava com empresas interessadas a liberação de aportes milionários do FI-FGTS, em troca do pagamento de propina para campanhas políticas do PMDB.

(Agência Brasil)