Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Reação a conversas vazadas expõe divisão dentro do Ministério Público Federal

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), um braço do Ministério Público Federal, publicou nota nessa segunda-feira e acabou expondo a divisão que existe no órgão em relação à Lava Jato de Curitiba. É o que revela a Coluna Painel, da Folha de S.Paulo desta terça-feira.

Dizem os procuradores que hoje o Ministério Público espelha a polarização da sociedade. A PFDC é identificada com a esquerda e crítica à força-tarefa da Lava Jato. Há, na outra ponta, quem defenda o grupo com unhas e dentes. A maioria, no entanto, estaria no centro: tem reparos à ação dos colegas, mas não quer validar o “crime de um hacker”.

A PFDC considerou, em nota, ser inadmissível que o Estado “para reprimir um crime, por mais grave que seja, se transforme, ele mesmo, em um agente violador de direitos”. A PFDC falava especificamente sobre o vazamento de mensagens de integrantes da Lava Jato de Curitiba e do ex-juiz Sergio Moro.

(Fotos – Agência Brasil)

Em tempos de redes sociais, como manter uma amizade real?

Com o título “Em tempos de redes sociais, como manter uma amizade real?”, eis artigo de Tiago Marcon, escritor e missionário da Comunidade Cação Nova. “Corremos o risco de viver uma certa “substituição”, tentando suprir virtualmente aquilo que é indispensável fisicamente, pois somos seres com necessidade de contato, de relação e comunhão profunda”, diz o articulista. Confira:

Sou um jovem, entre milhares, que está continuamente conectado e usufrui das redes sociais para se relacionar, interagir, reencontrar pessoas, trocar experiências. O Papa Francisco nos mostra que “emails, mensagens de texto, redes sociais podem ser formas de comunicação totalmente humanas. A internet pode ser usada para construir uma sociedade saudável e aberta” (Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Comunicação Social).

Sim, é possível fazer e estreitar amizades por meio das redes sociais, contudo, sem fecharmos os olhos para os riscos, por isso, a prudência e a cautela sempre precisam estar presentes. Já me aproximei, estabeleci relacionamentos de amizade, fortaleci aquelas que já existiam, mas não posso negar que, mesmo com todos esses benefícios, a presença física continua sendo indispensável. Porque mesmo que as novas tecnologias nos aproximem a ponto de termos a sensação de quase tocarmos fisicamente, o contato direto, onde podemos olhar nos olhos, e não por uma tela, devemos abraçar, ter a presença física, primordial para que os laços de amizade se fortaleçam e se estreitem.

Corremos o risco de viver uma certa “substituição”, tentando suprir virtualmente aquilo que é indispensável fisicamente, pois somos seres com necessidade de contato, de relação e comunhão profunda.

A questão está em entendermos que os “meios” são “meios” e não fim, o objetivo final. Se temos, hoje, esses meios propícios e eficazes, que colaboram para que nossas relações de amizade cresçam, é desperdício não fazermos uso deles. Ao mesmo tempo, não podemos cair no extremo de achar que as redes sociais são suficientes para construirmos uma amizade verdadeira, pois esta sempre vai precisar ser cultivada e regada e, para isso, é preciso ir além dos cliques, visitar e estar. Que tal, pelos cliques, combinar um bom encontro com aquele amigo que, há tempo, você não vê?

Certo dia, impressionei-me ao perceber que estava me sentindo um tanto perdido, sem jeito, quando tive contato com alguns amigos que, há tempos, não estavam juntos presencialmente. É como se eu tivesse desaprendido de estar presente fisicamente. Achei estranho, fiquei incomodado com isso; então, comecei a retomar o estar com o outro, isto é, estar inteiro, até fazendo o exercício de deixar o smartphone de lado e olhar nos olhos, perguntar, escutar, falar… Gestos tão comuns, mas dos quais precisei redescobrir a riqueza e o valor.

O conceito da verdadeira e duradoura amizade não pode se perder! Amigos a gente não conquista somente baseado em cliques, aceitação de amizade no perfil, em seguimento, curtidas e compartilhamentos. Os stories me ajudam a contar minhas histórias, mas meus amigos esperam que eu as conte pessoal e presencialmente. Fazendo esses ajustes, tomando esses cuidados, preservando o essencial, penso que as redes sociais se tornam mais eficazes na arte de fazer e cultivar amizades.

* Tiago Marcon é missionário celibatário da Comunidade Canção Nova, apresentador do programa de TV “Revolução Jesus” e autor dos livros: “Em busca do Reino de Uranôn”, “A normal vida secreta de um jovem” e “Os Castos e os Gastos – Descubra os ganhos e as perdas da castidade.

(Foto – Divulgação)

Governadores do Nordeste querem conhecer a proposta da reforma tributária

107 1

Os governadores do Nordeste já começam a se articular pela próxima reforma: a tributária.

Segundo a Folha de S.Paulo desta terça-feira, os gestores da região enviaram mensagens ao presidente da comissão especial que trata do tema, Hildo Rocha (MDB-MA), para marcar reunião e conhecer detalhes do projeto.

Hildo Rocha e o relator do projeto, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), vão se encontrar nesta semana, pela primeira vez, para afinar o discurso e delinear o cronograma da reforma tributária na Câmara.

Embora o governo federal defenda como ponto de partida a unificação dos impostos federais, a visão inicial de Hildo Rocha é a de que o ICMS, arrecadado pelos estados, faliu e, por isso, precisa ser revisto com urgência.

Prevalecendo essa posição, ganha força a emenda do deputado Baleia Rossi (MDB-SP), que vai na direção oposta do idealizado pelo governo Bolsonaro, mas tem o aval e o carimbo do time do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

IPCA da Região Metropolitana de Fortaleza em junho fecha em 0,26%

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), em junho, apresentou elevação, fechando em 0,26%, acima do índice de maio, de 0,21%. Com o resultado de junho, a RMF ficou em 2º lugar, abaixo apenas de Vitória (0,54%), dentre as 16 cidades/regiões metropolitanas pesquisadas pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) na RMF, em junho, ficou em 0,40%, acima da taxa de maio, que foi de 0,05%. Os dados são divulgados pela assessoria de imprensa do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

No ano (janeiro a junho, o IPCA na RMF ficou em 3,31%, bem acima de igual período de 2018, quando atingiu 2,37%. O resultado deste ano foi superior ao IPCA nacional, que fechou em 2,23. As maiores altas do IPCA acumuladas nos últimos 12 meses foram verificadas em Rio Branco (AC), com 4,71%, e Aracaju, com 4,07%. Já o menor índice (12 meses) foi registrado em Curitiba (2,63%); Recife (2,83%) e Campo Grande (2,95%). Os dados estão no Termômetro da Inflação (Volume 2 – nº 07/2019) publicado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece).

Alimentos e transportes

O trabalho revela que, em junho, os grupos de Alimentação e Transportes, com peso de 43% nas despesas das famílias, apresentaram deflação de -0,25% e -0,31% no IPCA nacional. Mas, na RMF esses mesmos grupos registraram alta de 0,64% e 0,04%, respectivamente. Já o grupo Habitação registrou leve alta de 0,07% no nacional, enquanto apresentou deflação de -0,35% na RMF. Na RMF houve queda do Item Energia Elétrica, de -2,57%, mas o Item que mais contribuiu para alta dos alimentos foi o de Tubérculos, raízes e legumes, com elevação de 23,36%; no grupo de Transportes, destaque para o Item Transporte Público, com alta de 6,05%.

INPC

Já o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) na RMF, em junho, também apresentou alta: de 0,40%, acima do 0,05% registrado em maio de 2019. O acumulado dos últimos 12 meses do INPC na RMF ficou em 3,98%. O INPC se refere às famílias com rendimento monetário de um a cinco salários mínimos. É calculado também para dez regiões metropolitanas, além de seis municípios, que são as mesmas áreas geográficas que abrange o IPCA.

Deltan teria pedido passagem e hospedagem em hotel no Beach Park, diz colunista

578 11

O procurador Deltan Dallagnol pediu passagem e hospedagem no parque aquático Beach Park para ele, a mulher e os dois filhos como condição para dar palestra sobre combate à corrupção na Fiec (Federação das Indústrias do Ceará), em julho de 2017. E cobrou cachê. A informação é da colunista Monica Bergamo, na Folha de S´.Paulo desta terça-feira.

Segundo a colunista, Deltan discutiu o assunto num diálogo com a mulher obtido pelo The Intercept Brasil e analisado pelo site e pela Folha. “Posso pegar [a data de] 20/7 e condicionar ao pagamento de hotel e de passagens pra todos nós”, disse Dallagnol a ela. Um mês depois, o procurador fez propaganda da Fiec para convencer o então juiz Sergio Moro a aceitar um convite da entidade.

“Eu pedi pra pagarem passagens pra mim e família e estadia no Beach Park. As crianças adoraram”, disse Dallagnol em outro trecho de conversa vazada e exposto por Monica. “Além disso, eles pagaram um valor significativo, perto de uns 30k [R$ 30 mil]. Fica para você avaliar.”

Na conversa com Moro, Dallagnol festejou ainda o fato de não ter sofrido punição de órgãos de fiscalização por dar palestras, prossegue a colunista. “Não sei se você viu, mas as duas corregedorias —[do] MPF [Ministério Público Federal] e [do] CNMP [Conselho Nacional do Ministério Público]— arquivaram os questionamentos sobre minhas palestras dizendo que são plenamente regulares”, disse.

(Foto – Agência Brasil)

Funceme abre seleção para bolsistas

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) abriu seleção para Bolsistas de Transferência Tecnológica (BTT) que vão atuar no Programa de Pesquisas em Ciências Ambientais, incluindo Meteorologia e seus Impactos nos Setores de Recursos Hídricos, Agricultura e Energias. A informação é da assessoria de imprensa do órgão, adiantando que são ofertadas 20 vagas.

Podem participar do processo seletivo estudantes, pesquisadores e profissionais com proficiência técnica e/ou científica das áreas de Oceanografia, Agronomia, Geografia, Engenharia, Meteorologia, Ciências Atmosféricas, Ciências Ambientais e afins.

Os aprovados irão participar do projeto intitulado “Preparação aos Extremos Hidrológicos Visando Aumentar a Resiliência”, que é voltado para as seguintes áreas temáticas: Tempo, Clima e Impactos: Passado, Presente e Futuro; Água e Meio Ambiente.

SERVIÇO

*As inscrições, que serão realizadas exclusivamente online por meio do endereço www.funceme.br/editais, ficarão abertas a partir das 8h desta terça (16) até as 17h do dia 23 de julho. A seleção compreenderá de duas etapas: provas e títulos.

(Foto – Divulgação)

Grupo JBS sai da lista suja do trabalho escravo

A Justiça do Trabalho decidiu, na semana passada, retirar o grupo JBS da lista suja do trabalho escravo.

A informação é da Veja Online.

Segundo a publicação, os advogados Francisco Caputo e Gustavo Caputo Bastos alegaram, e a Justiça concordou, que o grupo não pode ser responsabilizado por fatos cometidos por empresa terceirizada que foi contratada pela Seara quando ela ainda não fazia parte do grupo JBS.

(Foto – Lucas Tavares, da Folhapress)

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro exalta Eduardo: “Frita hambúrguer também, tá legal?”

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) desconversou, na manhã desta terça-feira, no Palácio da Alvorada, ao ser questionado sobre a indicação do filho e deputado federal, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para o comando da embaixada do Brasil nos EUA, mas voltou a exaltar as qualidades do parlamentar.

“Eduardo é meu filho. Fala inglês, fala espanhol, tem uma vivência internacional muito grande”, elencou. “E frita hambúrguer também, tá legal?”, brincou o presidente, informa o site Metropoles.

A declaração foi feita durante o hasteamento da bandeira do Brasil, quando Bolsonaro aproveitou para tirar foto junto a apoiadoras. Uma delas segurava uma faixa em aprovação à indicação do filho do presidente à função de embaixador nos EUA.

Em solenidade na Câmara dos Deputados nessa segunda-feira (15/07/2019), o presidente afirmou que uma das principais métricas para avaliar se a indicação de Eduardo é correta, e suposta prova da competência dele, é o volume de críticas que o assunto tem recebido.

“Nós temos que tomar decisões que não agradam a todos, como a possibilidade de indicar meu filho à embaixada nos Estados Unidos, que está sendo criticada pela mídia. Se está sendo criticada, é sinal de que [Eduardo] é a pessoa adequada”, afirmou, no plenário da Casa.

(Foto – Agência Brasil)

Nas redes sociais, deputados cearenses divulgam voto dado em favor dos professores

128 2

Os deputados federais cearenses estão difundindo em suas redes sociais o voto que deram no destaque da reforma da Previdência que abrandou a  aposentadoria para os professores que já estão na ativa. Esse destaque, quando da votação, obteve o placar de 465 votos a 25.

Os parlamentares acataram ainda a proposta do PDT que permite que professores da educação infantil e do ensino básico se aposentem trabalhando cinco anos a menos que o exigido para os demais trabalhadores.

A emenda aprovada reduz a idade mínima dos professores que já estão trabalhando e vão optar pela regra de transição que prevê pedágio de 100% sobre o tempo que falta para se aposentar. De acordo com a nova redação, a idade mínima cai de 58 para 55 anos no caso dos homens e de 55 para 52 anos no caso das mulheres.

A favor

AJ Albuquerque (PP)

André Figueiredo (PDT)

Aníbal Gomes (DEM)

Capitão Wagner (Pros)

Célio Studart (PV)

Denis Bezerra (PSB)

Domingos Neto (PSD)

Dr. Jaziel (PL)

Eduardo Bismarck (PDT)

Heitor Freire (PSL)

Idilvan Alencar (PDT)

José Guimarães (PT)

Júnior Mano (PL)

Leônidas Cristino (PDT)

Luizianne Lins (PT)

Moses Rodrigues (MDB)

Pedro Bezerra (PTB)

Robério Monteiro (PDT)

Roberto Pessoa (PSDB)

Vaidon Oliveira (Pros)

Contra

Heitor Freire (PSL).

VAMOS NÓS – Pois é, esse grupo sabe que professor pesa e influencia na hora do voto. Em todos os sentidos.

ProUni 2019 – Prazo para manifestar interesse na lista de espera termina nesta terça-feira

Estudantes têm até as 23h59min desta terça-feira, para manifestar interesse em participar da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni). Para isso, o candidato deve acessar o site do programa.

A lista de espera é para quem não foi pré-selecionado nem na primeira, nem na segunda chamadas. Serve para ter uma reserva para as instituições de ensino em casos de haver bolsas não preenchidas. Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018.

Como são feitas duas opções de curso, são dois tipos de lista de espera.

Para a primeira opção pode participar o candidato:

não pré-selecionado nas chamadas regulares;

pré-selecionado na segunda opção de curso, reprovado por não formação de turma.

Para a segunda opção, pode participar o candidato:

não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não ter ocorrido formação de turma na primeira opção de curso;

não pré-selecionado nas chamadas regulares, na hipótese de não haver bolsas disponíveis na primeira opção de curso;

pré-selecionado na primeira opção de curso, reprovado por não formação de turma.

A relação dos candidatos participantes da lista de espera estará disponível para consulta pelas instituições na quinta-feira, 18.

Os participantes da lista de espera terão que comparecer de 19 a 22 de julho às instituições para apresentar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição.

SERVIÇO

*O candidato deve acessar o site do programa.

Governo vai instalar 1 mil radares de velocidade nas rodovias federais, anuncia ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse, nessa segunda-feira, que o governo vai instalar 1 mil radares para controle de velocidade nas rodovias administradas pela União. De acordo com o ministro, o número de radares faz parte de um acordo que o governo federal e o Ministério Público Federal (MPF) fecharam para reduzir de 8 mil para 2,2 mil o número de pontos a ser monitorados.

“Existe uma diretriz do presidente que estamos seguindo de facilitar a vida do cidadão”, disse o ministro sobre a decisão do governo de diminuir os pontos de monitoramento. “A gente verificou tecnicamente onde são os pontos que obrigatoriamente tem que ter radar e chegamos a mil equipamentos para 2,2 mil faixas monitoradas e isso foi acordado com o Judiciário e o MPF” disse o ministro.

O contrato assinado ainda na gestão do ex-presidente Michel Temer estava orçado em R$ 1 bilhão para a instalação de 8.015 radares em cinco anos. A instalação dos novos aparelhos foi suspensa em abril, após questionamentos sobre a medida.

O ministro disse que, em um cenário de corte de gastos no governo, não seria razoável manter o contrato como estava. “É razoável nesse cenário de orçamento você ter contrato de R$ 1 bilhão de radar?”, questionou. “Não é só o radar que salva vidas, a manutenção rodoviária, a correção geométrica, a sinalização salva vidas”.

De acordo com o ministro, com a revisão, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pela manutenção das estradas administradas pelo governo, deve conseguir uma economia de cerca de R$ 600 milhões.

(Agência Brasil)

Comissão Mista do Orçamento vota Lei de Diretrizes Orçamentárias em agosto

O relatório do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020 deve ser votado no início de agosto na Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional. O parecer do deputado Cacá Leão (PP-BA) seria examinado na última quarta-feira (10), mas a reunião foi cancelada em razão da votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara.

“Fizemos uma reunião com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e da CMO, senador Marcelo Castro (MDB-PI), para que a LDO não interferisse na reforma da Previdência”, disse Leão. “Adotamos a cautela de deixar a LDO para o segundo semestre. Na primeira semana de agosto, acredito que vamos votá-la na comissão e no plenário do Congresso Nacional”, acrescentou.

Constitucionalmente, deputados e senadores devem aprovar a LDO pelo Congresso antes do recesso legislativo, em sessão conjunta da Câmara e do Senado. No entanto, o recesso, que começaria dia 18 de julho, foi antecipado após a conclusão da votação do primeiro turno da reforma da Previdência sem a análise do parecer na CMO.

Com 2.996 emendas apresentadas, a maioria delas (1.918) de redação, o prazo para sugestões de alteração no texto foi encerrado no início de julho.

Reajuste salarial

O  relatório da proposta da LDO de 2020 (PLN5/2019) deve incluir a permissão para que o Executivo autorize reajuste salarial para o funcionalismo público em 2020. A medida contraria o governo que, na proposta original, enviada ao Congresso em abril, prevê a possibilidade de aumento apenas aos militares.

Ao apresentar o relatório preliminar, no final de junho, Cacá Leão defendeu, entre outros pontos, a prorrogação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Previsto para ser extinto em 2020, o fundo divide recursos da União entre estados e municípios.

Salário Mínimo

O texto em análise prevê ainda que o salário mínimo seja reajustado para R$ 1.040 em 2020, sem ganho acima da inflação. Na comparação com o valor atual do mínimo, R$ 998, o aumento nominal será de 4,2%, mesma variação prevista para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Para os dois anos seguintes, a proposta sugere que a correção também siga apenas a variação do INPC.

Em relação à meta fiscal, o projeto da LDO prevê para 2020 um déficit primário de R$ 124,1 bilhões para o governo central, que abrange as contas do Tesouro Nacional, da Previdência Social e do Banco Central. A meta para este ano é de um déficit de R$ 139 bilhões.

(Agência Senado)

Prefeito de Uruburetama é afastado do cargo por 90 dias

275 4

O prefeito José Hilson de Paiva, 70, de Uruburetama, foi afastado, nesta segunda-feira, provisoriamente, por 90 dias, pela Câmara dos Vereadores. Com isso, o vice-prefeito Artur Wagner Vasconcelos Nery assume o cargo. Ele é acusado de assédio e estupro, conforme reportagem divulgado no último domingo pelo programa Fantástico, da rede Globo.

Após a decisão, Thiago Abreu, assessor jurídico da Câmara, informou que, após o afastamento, deverá ser definida uma comissão processante que escolherá seu presidente e relator. Depois disso, o prefeito poderá apresentar sua defesa.

A partir do momento que ele for notificado, o prazo tem início. “A Câmara tem que trabalhar durante 90 dias nesse processo, para que não haja nenhum impedimento de prazo nesse processo”, afirma.

Caso o prazo não seja cumprido, uma nova denúncia e uma nova votação devem ser realizadas, reabrindo o mesmo processo.

A defesa pode apresentar até dez testemunhas, além das provas. “A comissão irá analisar a defesa dele. Ele será ouvido, as testemunhas serão ouvidas, as provas serão trazidas aos autos e, ao final do processo, a comissão dará um parecer, optando pela cassação ou pela absolvição do prefeito. Esse parecer vai para o plenário e os 11 vereadores irão decidir”, informou o assessor.

A sessão é extraordinária, uma vez que a Câmara estava em recesso. José Hilson é acusado de estuprar pacientes em consultórios ginecológicos em clínica particular e em hospitais públicos. Investigações já são conduzidas pela Promotoria de Justiça de Uruburetama com apoio do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc), do Ministério Público do Estado.

Dois vereadores são impedidos de votar por motivo de parentesco: Cristiane Cordeiro, filha do prefeito, que não compareceu à sessão extraordinária; e Alexandre Wagner Albuquerque Nery (filho do vice-prefeito, também acusado em esquema criminoso de extorsão). Suplentes foram convocados para substituí-los.

Há cordão de isolamento nas proximidades da Câmara, com policiamento reforçado, enquanto dezenas de pessoas acompanham as movimentações políticas do lado de fora.

“A gente vai ter de convocar suplentes dos vereadores impedidos e vamos fazer tudo dentro da legalidade. Os motivos são justos, há comoção do povo”, declarou a presidente da Câmara, Maria Stela Gomes Rocha.

O PCdoB, até então partido de Hilson, expulsou o político e repudiou os atos “que afrontam a dignidade humana” supostamente cometidos por ele.

(Com O POVO Online)

Inadimplência do consumidor brasileiro cresce 0,9% no primeiro semestre

89 1

O volume de consumidores com contas sem pagar cresceu 9% no primeiro semestre de 2019, na comparação com o final do ano passado. Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) é a segunda menor variação nos atrasos, desde 2012, quando a inadimplência havia crescido 5,8% no primeiro semestre.

Quando analisado só o mês de junho, o volume de consumidores com contas sem pagar, e registrados em listas de inadimplentes, teve alta de 1,7% ante o mesmo mês de 2018.

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, a inadimplência apresentar crescimento mais modesta é fator positivo, que acompanha a lenta recuperação da economia. Mas o número de pessoas com atraso nas contas e dificuldade de voltar ao mercado de crédito ainda é muito elevado. Até abril deste ano, eram 62,6 milhões de pessoas nessa situação, o que representa quase 41% da população adulta.

Segundo ele, o ano de 2019 vem frustrando as expectativas de que haveria uma consolidação no processo de retomada econômica, com reflexo positivo no dia a dia dos consumidores. Embora os juros estejam menores e a inflação dentro da meta, o desemprego ainda é elevado e acaba reduzindo tanto a capacidade de pagamento das famílias, quanto ao apetite às compras.

“A recuperação está mais lenta que o esperado e as projeções mostram que teremos um segundo semestre ainda tímido para as finanças do brasileiro, mesmo com o avanço de reformas estruturais, cujos efeitos serão sentidos no longo prazo. A expectativa é que a inadimplência comece a apresentar recuos a partir de 2020”, afirmou.

Regiões

O indicador mostrou alta no número de inadimplentes em três das cinco regiões do país. Na Região Sudeste ocorreu maior crescimento em junho, na comparação com junho do ano passado (3,4%). Em segundo lugar, ficou a Região Norte, com alta de 2,2%, seguida da região Sul (1,79%). Com exceção da Região Norte, todas também apresentaram desaceleração nos atrasos. Já no caso das regiões Nordeste e Centro-Oeste, foram observados recuos de -0,6% e -0,3%.

Faixa etária

O levantamento também indicou que na faixa dos 18 aos 24 anos, houve queda de -22,7% e na faixa dos 25 aos 29 anos, de -9,1%. Na faixa que abrange pessoas de 30 a 39 anos, a inadimplência ficou praticamente estável (-0,8%). O maior crescimento no atraso de contas foi observado na população idosa, que varia de 65 aos 84 anos, cuja alta foi de 7,5%. Em seguida, aparecem os consumidores de 50 a 64 anos (3,9%) e de 40 a 49 anos (2,8%).

Valores

De acordo com a pesquisa, somando todas as pendências, cada consumidor inadimplente deve, em média, R$ 3.252,70, valor 0,4% inferior ao constatado no mês anterior (R$ 3.239,48). O valor representa quase três vezes e meia o salário mínimo no país (R$ 998,00). Em média, cada devedor tem duas contas em aberto.

Com relação às dívidas contraídas em nome de pessoas físicas em junho deste ano, na comparação com 2018, houve queda de 1,0%. As despesas básicas para o funcionamento do lar, como contas de água e luz foram as que mais cresceram em junho de 2019, com alta de 17,2% na base anual de comparação.

As dívidas bancárias, como cartão de crédito, cheque especial, financiamentos e empréstimos tiveram alta de 2,7%. Já as compras feitas no carnê ou crediário, em estabelecimentos comerciais, caíram -5,2%, enquanto os atrasos em contas de internet, TV por assinatura e serviços de telefonia despencaram -20,3% no período.

De acordo com o indicador do SPC Brasil, mais da metade das dívidas pendentes (53%) de pessoas físicas no país têm como credor algum banco ou instituição financeira, seguido do comércio, que concentra 17% do total de dívidas não pagas e do setor de comunicação (11%). Os débitos com as empresas concessionárias de serviços básicos como água e luz representam 10% das dívidas não pagas no Brasil.

“Para evitar o chamado efeito “bola de leve”, o consumidor deve priorizar o pagamento de dívidas com juros mais elevados, que, geralmente, são as dívidas bancárias. É preocupante que o segmento represente a maior fatia das contas em aberto no país. Uma opção que pode ser analisada em certos casos é a substituição da dívida por uma outra que cobra juros mais baixos, como é o caso do consignado”, disse o educador financeiro do SPC Brasil, José Vignoli.

(Agência Brasil)

CCBNB vai comemorar sua maioridade ao som de Nando Cordel

Uma atração vai dar o tom festivo às comemorações dos 21 anos do Centro Cultural Banco do Nordeste de Fortaleza. Nesta quarta-feira, o cantor e compositor Nando Cordel será o destaque.

Autor de sucessos como “De Volta pro Aconchego”, “Gostoso Demais” e “Vem Ficar Comigo”, o artista cantará sua obra e concederá entrevista aos jornalistas Dalwton Moura e Marcos Sampaio (O POVO), descrevendo sua trajetória artística e contando sua história de vida, a partir das 19 horas.

SERVIÇO

*Entrada franca.

(Foto – Divulgação)

Porto do Mucuripe é declarado alfandegado pela Receita Federal

405 1

A Receita Federal declarou, nesta segunda-feira, o alfandegamento do Porto do Mucuripe. O ato ocorreu pela manhã e contou com a presença de autoridades da Receita e da Companhia Docas do Ceará, gestora do terminal portuário.

Agora, os 275 mil metros quadrados do Porto Organizado estão alfandegados, o que vai permitir a ampliação de capacidade de atracação das embarcações com mais um berço de 350 metros, informa a assessoria de imprensa das Docas.

O diretor-presidente em exercício da Companhia Docas, Mario Jorge Cavalcanti, destacou a medida como uma conquista para o porto, que agora terá maior capacidade no atendimento das demandas de cargas, inclusive de contêineres. “A medida traz mais segurança e competitividade, já que a ampliação pode alavancar mais negócios para o estado do Ceará”, disse ele.

No alfandegamento, o governo federal investiu investiu cerca de R$ 12,6 milhões em equipamentos como o sistema de monitoramento e segurança eletrônica (CFTV), aquisição da tecnologia OCR, que permite o reconhecimento de caracteres em imagens, além de scanner para contêineres.

O secretário nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni, presente ao ato, qualificou a medida como importante fator para o desenvolvimento do Ceará. “Nossa meta é tornar as Companhias Docas mais modernas, seguras e competitivas”, destacou o titular da secretaria dos Portos.

(Foto – Igor Machado)

PC do B expulsa prefeito de Uruburetama, acusado de assédio e estupros

342 5

A Comissão Politica do PCdoB do Ceará expulsou, nesta tarde de segunda-feira, dos seus quadros o prefeito de Uruburetama, José Hilson. Membros do colegiado se reuniram na sede do partido, avaliaram o caso e adotaram a medida.

O prefeito José Hilson é acusado de assédio sexual e de estupro, segundo reportagem divulgada pelo programa Fantástico desse domingo à noite.

O caso estava sendo investigado pelo Ministério Público do Estado.

Cassação

Já a Câmara Municipal de Uruburetama tem maioria para cassar o prefeito. Uma sessão extraordinária deve ocorrer ainda nesta segunda-feira.

TSE vai definir primeiras cidades que vão emitir o Documento Nacional de Identificação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve definir em novembro deste ano as cidades que vão participar do projeto-piloto para as primeiras emissões do Documento Nacional de Identificação (DNI), documento digital que reunirá informações da identidade (RG), CPF, título de eleitor e carteira nacional de habilitação dos cidadãos.

De acordo com o tribunal, responsável pela gestão do programa, técnicos trabalham na identificação das localidades que apresentam condições técnicas para iniciar a emissão do DNI. Cidades com maior número de pessoas cadastradas no sistema biométrico de votação das urnas eletrônicas devem participar do projeto inicial.

Segundo a Justiça Eleitoral, mais de 100 milhões de pessoas já foram cadastradas pela biometria em todo o país.

Em 2018, o projeto-piloto do documento único foi lançado pelo governo federal e pelo TSE, que fornecerá a base de dados da biometria dos eleitores para compor o banco de informações. No início de janeiro, o governo federal retomou iniciativas passadas para criar a base digital que unifique diversos documentos.

(Agência Brasil)