Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Funaro diz que Temer recebeu R$ 20 milhões em propina de dono da Gol

161 1

O operador financeiro Lúcio Bolonha Funaro acusou o presidente Michel Temer de receber propina de R$ 20 milhões de Henrique Constantino, um dos fundadores da Gol Linhas Aéreas (Gol). Seria em troca de apoio ao projeto de abertura do setor aéreo ao capital estrangeiro. As informações são do jornal O Globo.
Segundo o delator, em novo trecho da sua delação premiada, a propina foi paga em horas de voo na campanha eleitoral de 2014.
Durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma, no ano passado, a Câmara aprovou medida provisória que permitia 100% do controle acionário de empresas aéreas brasileiras pelo capital externo. De acordo com o Globo, por se tratar de fato relacionado ao exercício do mandato, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá incluir as informações na nova denúncia que pretende apresentar contra Temer.
(Com o Congresso em Foco/Foto – Folhapress)

Camilo embarca para a China nesta semana

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O governador Camilo Santana (PT) embarca, na próxima sexta-feira, para o eixo China-Coreia. Na agenda dele, segundo o secretário estadual de Assuntos Internacionais, Antonio Balhmann, encontro com investidores interessados na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Pecém.

Há, também, reunião com grupo que quer instalar uma usina de regaseificação no Pecém (on shore, em solo). Uma feira internacional voltada para oportunidades de exportações também consta no roteiro, pois abre oportunidade de rodada de negócios com investidores de vários setores da economia chinesa.

Claro que o velho sonho da refinaria de petróleo não poderia faltar nesse giro internacional. Balhmann garante que as conversas avançam. Mas ele prefere evitar detalhes.

PF cumpre mandado na casa do ex-procurador Marcelo Miller. de Joesley, Saud e na J&F

A Polícia Federal está cumprindo, nesta manhã de segunda-feira, mandado de busca e apreensão na casa do ex-procurador Marcelo Miller, na Lagoa, Zona Sul do Rio. Um carro da PF e outro do Ministério Público Federal estão no local desde as 6 horas. A informação é da TV Globo.

As buscas também acontecem em outros nas casas de Joesley Batista, de Ricardo Saud e também na sede do grupo J&F, em São Paulo. O advogado de Joesley e Saud, Pierpaolo Bottini, disse que encarou com naturalidade os mandados de busca após a prisão dos executivos.

Neste fim de semana, um pedido de prisão contra o ex-procurador Marcelo Miller foi negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin. O nome de Marcelo Miller aparece em áudios das conversas entre o empresário Joesley Batista e Ricardo Saud da JBS. Ambos se entregaram neste domingo (10) depois que tiveram a prisão temporária decretada.

Em São Paulo, cinco a sete equipes deixaram a sede da Polícia Federal ainda na madrugada para cumprir mandados relacionados à prisão de Joesley Batista e Ricardo Saud. A procuradora da República Janice Ascari, que trabalha diretamente com o procurador-geral da República Rodrigo Janot, participa da operação.

76% dos brasileiros ficaram indignados com a rejeição da denúncia Temer, diz Ibope

Não se sabe se, nos próximos dias, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentará uma segunda denúncia contra o presidente Michel Temer — provavelmente, sim.

Mas, segundo O Globo, o arquivamento da primeira denúncia pela Câmara deixou 76% dos brasileiros indignados. Apenas 19% não se sentiram dessa maneira, de acordo com uma pesquisa inédita feita pelo Ibope com 2.002 brasileiros de todos os estados entre os dias 17 e 21 de agosto

Lava Jato vai devolver mais de R$ 600 milhões à Petrobras

O Ministério Público Federal do Paraná está prestes a dar uma boa notícia à Petrobras, ou mais precisamente aos seus cofres: vai ressarci-la em mais R$ 600 milhões.

A informação é do colunista Lauro Jardim, do O Globo.

Segundo adianta, será a quarta devolução de recursos recuperados pela Lava-Jato da rapinagem feita na Petrobras. Até agora, R$ 500 milhões já haviam sido devolvidos.

Edson Fachin: Joesley e Saud adotaram “prática sistemática de delitos contra a administração pública”

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que há “múltiplos os indícios, por eles mesmos confessados, de que integram organização voltada à prática sistemática de delitos contra a administração pública e lavagem de dinheiro”. Esse conteúdo está na decisão que pediu a prisão de Joesley e Saud. A informação é do O Globo.

A determinação concorda com o pedido feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR), afirmando que a prisão temporária dos delatores “é medida que se impõe” depois que um áudio entre os dois veio à tona dando a entender ambos omitiam informações aos investigadores. O prazo inicial é de cinco dias de detenção para Joesley e Saud e, depois desse período, a medida pode ser convertida em prisão preventiva, sem prazo para terminar. Ou resultar na soltura dos dois, a depender de decisão de Fachin. Os executivos da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud devem se entregar ainda neste domingo.

Para Fachin, se os delatores continuassem em liberdade, poderiam comprometer as investigações. “Percebe-se pelos elementos de convicção trazidos aos autos que a omissão por parte dos colaboradores quando da celebração do acordo, diz respeito ao, em princípio, ilegal aconselhamento que vinham recebendo do então Procurador da República Marcello Miller. Tal atitude permite concluir que, em liberdade, os colaboradores encontrarão os mesmos estímulos voltados a ocultar parte dos elementos probatórios, os quais se comprometeram a entregar às autoridades em troca de sanções premiais, mas cuja entrega ocorreu, ao que tudo indica, de forma parcial e seletiva. Dessa forma, como requerido pelo PGR, resta presente a indispensabilidade da prisão temporária pretendida”, escreveu o relator.

Na mesma decisão, Edson Fachin concordou com a decisão da PGR de suspender cláusulas do acordo de delação premiada firmado com os executivos. Com isso, eles perderam a imunidade penal. “Cabível, portanto, nos termos pleiteados pelo MPF, a parcial suspensão cautelar da eficácia dos benefícios acordados entre o Procurador-Geral da República e os colaboradores para o fim de se deferir medidas cautelares com a finalidade de se angariar eventuais elementos de prova que possibilitem confirmar os indícios sobre os possíveis crimes ora atribuídos a Marcello Miller”, afirmou o ministro. No pedido de suspensão temporária do acordo, a PGR argumentou que a medida é necessária para se investigar as omissões dos delatores.

 

Justiça do Trabalho do Ceará vai leiloar mais de R$ 28 milhões em bens penhorados

A Justiça do Trabalho do Ceará vai realizar, no próximo dia 20, leilão de bens penhorados em processos em curso nas varas do trabalho de Fortaleza e Região Metropolitana. O valor arrecadado servirá para pagar dívidas trabalhistas. Estarão disponíveis 185 lotes para compra, no valor total de R$ 28,8 milhões. O leilão acontecerá às 9 horas, no auditório da agência do Banco do Brasil, informa a assessoria de imprensa do TRT do Ceará.

A maioria dos bens que vão a leilão é composta por máquinas industriais e por equipamentos e mobiliário comerciais para academia de musculação, sorveteria, lanchonete, bar, mercearia, escola, lavanderia, consultório e empresas do ramo gráfico, têxtil e de construção. Também há diversas mobílias de escritório, aparelhos eletrônicos, eletrodomésticos e equipamentos de informática.

Dos bens que serão ofertados, 26 são imóveis, entre terrenos, casas, apartamentos, lojas, salas comerciais e até uma vaga de estacionamento em um prédio empresarial. Entre eles, está o item mais caro do leilão: um terreno industrial em Maracanaú, com área de 32 mil metros quadrados, avaliado em R$ 6,2 milhões. Nele estão construídas edificações como um galpão, prédio administrativo, refeitório e oficina. O lance mínimo para arrematar esse imóvel é de R$ 4,34 milhões.

Oito veículos também estão disponíveis. Um carro Fiat Linea 1.8, modelo 2013, avaliado em R$ 34 mil, poderá ser arrematado a partir de R$ 15,3 mil. Já um Toyota Etios, modelo 2013, avaliado em R$ 28 mil, tem lance mínimo de R$ 12,6 mil. Uma moto Honda CG Cargo, ano 2009 e avaliada em R$ 3 mil, pode ser arrematada a partir de R$ 1,3 mil. Além de veículos, são ofertados também litros de gasolina, carrocerias tipo baú e equipamentos automotivos, como centralina, alarme e farol.

Há ainda uma numerosa quantidade de peças de roupas disponíveis para arremate. São camisas, blusas, calças, bermudas, shorts, saias, vestidos, calcinhas e sutiãs, além de tecidos, fantasias infantis e acessórios, como óculos e um colar de pérolas com diamantes avaliado em R$ 3 mil, podendo ser arrematado a partir de R$ 1 mil.

Quer participar?

Para participar do leilão, é necessário comparecer no dia ao local do evento portando documento de identificação pessoal, ou ainda ofertar lances pela internet, através do site do leiloeiro, no qual o interessado deve estar cadastrado com antecedência mínima de 48 horas.

O leilão unificado faz parte das ações que a Justiça do Trabalho do Ceará está realizando para a Semana Nacional da Execução Trabalhista, que acontece de 18 a 22 de setembro. Além disso, o Tribunal Regional do Trabalho do Ceará e suas varas do trabalho estão recebendo pedidos de audiência de conciliação em processos em fase de execução. Advogados, empregadores e trabalhadores que queiram agendar uma audiência devem ligar para o telefone 0800 280 1771 e informar o número do processo e o nome das partes. O telefone está disponível de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h30. Também é possível solicitar audiências por meio de formulário on-line.

SERVIÇO

*Banco do Brasil (Av. Santos Dumont, 2.889, Aldeota, Fortaleza)

*Edital aqui.

Danilo Forte aguarda o cenário partidário para deixar o PSB

Nos últimos meses, o deputado federal Danilo Forte (PSB-CE) já foi convidado a entrar em doze partidos. Segundo o colunista Lauro Jardim, do O Globo, o parlamentar não é caso único.

O balcão de negócios partidários está a mil por hora. O destino de Danilo Forte, contudo, já está selado.

Ele vai para o partido que sucederá o DEM, o Centro

O POVO lança nesta segunda-feira especial “As Águas de São Francisco”

Uma mesma obra, a transposição do rio São Francisco, de uma ideia inicial lançada 200 anos atrás, agora já existente e posta à prova em dois cenários distintos: o da realidade e o da expectativa. De um lado, o Eixo Leste, com a água correndo nos canais e alcançando outros rios e cidades que clamavam por abastecimento perene. Na outra ponta, o Eixo Norte, com as calhas que adentram o Ceará ainda secas do longo atraso da obra e o risco do colapso hídrico chegar a Fortaleza. Um projeto já saindo por quase o triplo do valor inicialmente previsto, mas agora irreversível e imprescindível.

O POVO lança nesta segunda-feira, em todas as suas plataformas, o especial As Águas de Francisco – Expectativa e Realidade na Peleja da Espera. O conteúdo atualiza o leitor/internauta/ouvinte sobre o andamento da maior obra em execução no País. E ainda por terminar. O projeto se estende por Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Por canais, túneis, estações de bombeamento e aquedutos, transpondo o rio, hoje menos caudaloso que antes, para outros cantos precisados do mesmo Nordeste. Já está em fase operacional de testes ou lançando água efetivamente para cidades até pouco tempo colapsadas, mas ainda aguarda conclusões de etapas importantes para, de fato, funcionar plenamente.

Cantora Wanderléa vai lançar livro

183 1

A Record lançará, em novembro próximo, o livro “Foi Assim”. A autora é a cantora Wanderléa, a “Ternurinha” dos tempos da Jovem Guarda.

Na obra, ela fala de tudo: da morte do seu filho ao ex-marido tetraplégico.

(Foto – O Globo)

Fachin manda prender Joesley e Ricardo Saud

236 3

A prisão temporária dos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud foi autorizada pelo ministro Edson Fachi, do Supremo Tribunal federal. A decisão foi tomada a partir do pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Janot pediu, ainda, a prisão do ex-procurador da República Marcello Miller. Neste caso, o ministro não autorizou a prisão. A informação é do Portal G1.

A autorização de Fachin não significa que as prisões ocorrerão na manhã deste domingo (10), como normalmente acontece com as execuçōes realizadas pela Polícia Federal (PF). As prisões podem ocorrer ao longo do dia, ou até mesmo nesta segunda-feira (11).

Em relação aos delatores, a prisão foi autorizada porque ele são suspeitos de omitir informações, o que quebra cláusulas do acordo. No caso do ex-procurador, a suspeita é que ele teve uma conduta criminosa ao atuar pra J&F enquanto ainda integrava o Ministério Publico .

Uma semana depois de pedir exoneração do cargo , Miller ja atuava em reuniões na PGR como advogado do escritório que negociou a leniência da J&F , uma espécie de delação premiada do grupo empresarial. Fachin, no entanto, não viu motivos para a prisão dele.

O pedido de prisão entrou no sistema eletrônico do Supremo com sigilo – não é possível saber conteúdo, as razões que levaram a procuradoria a a fazê-lo, e se há informações novas da investigação nesse pedido.

Fachin atendeu ao pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Desigualdade de renda no Brasil não caiu entre 2001 e 2015, revela estudo

O crescimento da renda da população mais pobre no Brasil nos últimos 15 anos foi insuficiente para reduzir a desigualdade. Segundo estudo divulgado nesta semana pela equipe do economista Thomas Piketty, famoso por propor a taxação dos mais ricos para reduzir as disparidades na distribuição de renda, a maior parte do crescimento econômico neste século foi apropriada pelos 10% mais ricos da população.

De acordo com o estudo, conduzido pelo World Wealth and Income Database, instituto codirigido por Piketty, a fatia da renda nacional dessa parcela da população passou de 54,3% para 55,3% de 2001 a 2015. No mesmo período, a participação da renda dos 50% mais pobres também subiu 1 ponto percentual, passando de 11,3% para 12,3%. A renda nacional total cresceu 18,3% no período analisado, mas 60,7% desses ganhos foram apropriados pelos 10% mais ricos, contra 17,6% das camadas menos favorecidas.

A expansão foi feita à custa da faixa intermediária de 40% da população, cuja participação na renda nacional caiu de 34,4% para 32,4% de 2001 a 2015. De acordo com o estudo, a queda se deve ao fato de que essa camada da população não se beneficiou diretamente das políticas sociais e trabalhistas dos últimos anos nem pôde tirar proveito dos ganhos de capital (como lucros, dividendos, renda de imóveis e aplicações financeiras), restritos aos mais ricos.

“Ao capturar pouco ou nenhuma parte da distribuição da renda de capital e ao não capturar muitos dos frutos da política social diretamente, a faixa intermediária ‘espremida’ poderia ser um produto das elites que a quer botar em competição com a faixa inferior [de renda]”, destacou o estudo, assinado pelo economista Marc Morgan.

O estudo classificou a manutenção da desigualdade no Brasil como “chocante”, principalmente se comparada com outros países desenvolvidos. “É digno de nota que a renda média dos 90% mais pobres no Brasil é comparável à dos 20% mais pobres na França, o que apenas expressa a extensão da distorção na renda no Brasil e a falta de uma vasta classe média”, ressalta o levantamento. Em contrapartida, o 1% mais rico no Brasil ganha mais que o 1% mais rico no país europeu: US$ 541 mil aqui, contra US$ 450 mil a US$ 500 mil na França.

O levantamento exclui transferências de renda. Considerando o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada, a participação dos mais pobres teria encerrado 2015 em 14%, mas a evolução da renda dos 10% mais ricos permaneceria inalterada. No entanto, o salário mínimo, as aposentadorias e pensões e o seguro-desemprego estão incluídos no cálculo.

(Agência Brasil)

Geddel Vieira já está preso na Papuda

243 1

O ex-ministro Geddel Vieira Lima concluiu seu depoimento na Superintendência da Polícia Federal (SPF), em Brasília, na noite desta sexta-feira, e, após fazer exame de corpo de delito, foi levado para o Complexo Penitenciário da Papuda, também na capital federal.

Geddel foi preso preventivamente nessa sexta-feira de manhã, na casa em que mora e onde cumpria prisão domiciliar em Salvador. A prisão foi determinada pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, em uma nova fase da Operação Cui Bono, que investiga fraudes na Caixa Econômica Federal.

A prisão do ex-ministro ocorreu após a Polícia Federal encontrar R$51 milhões de reais em dinheiro em um apartamento de um amigo do político. O dinheiro apreendido já foi depositado em conta judicial. Além dele, também foi preso preventivamente o chefe da defesa civil de Salvador, Gustavo Ferraz, que foi exonerado do cargo.

A defesa do ex ministro informou por meio de nota que só vai se manifestar quando que tiver acesso aos autos e documentos que embasaram a prisão.

(Com Agência Brasil)

Cúpula do PMDB é denunciada por organização criminosa

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, apresentou hoje (8) denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra senadores do PMDB  pelo crime de organização criminosa. Foram denunciados os senadores Renan Calheiros (AL), Edison Lobão (MA), Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA), além do ex-senador José Sarney.

A íntegra da denúncia ainda não foi divulgada, mas está relacionada com a delação premiada do ex-diretor da Transpetro, Sérgio Machado, empresa subsidiária da Petrobras.

Segundo a PGR, os parlamentares são acusados de ter recebido R$ 864 milhões em propina, por meio de desvios na Petrobras. Os desvios, de acordo com a denúncia, geraram prejuízo de R$ 5,5 bilhões para a estatal e de R$ 113 milhões para a Transpetro.

“As ações ilícitas voltaram-se inicialmente para a arrecadação de recursos da Petrobras por meio de contratos firmados no âmbito da Diretoria de Abastecimento e da Diretoria Internacional, assim como da Transpetro. O aprofundamento das apurações levou à constatação de que, no mínimo entre os anos de 2004 e 2012, as diretorias da sociedade de economia mista estavam divididas entre os partidos políticos responsáveis pela indicação e manutenção dos respectivos diretores ”, diz nota do MPF.

Outro lado

Em nota divulgada à imprensa, a defesa senador Romero Jucá disse que espera celeridade no julgamento pelo Supremo e que “acredita na seriedade do STF ao analisar as denúncias apresentadas pelo PGR”.

O advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, representante de Lobão, disse que recebeu com “certa perplexidade” a denúncia. Para o defensor, Janot está contra os partidos políticos. Castro, que também defende Sarney, também declarou que o ex-senador não participou de indicações para a Petrobras.

Em nota, Renan Calheiros afirmou que a denúncia do procurador é uma tentativa de vinculá-lo com desvios na estatal. “Para criar uma cortina de fumaça tentando desviar o assunto e encobrir seus malfeitos, o procurador-geral começa a disparar mais denúncias defeituosas. Essa é mais uma tentativa de vincular-me aos desvios criminosos da Petrobras, me denunciando várias vezes pela mesma acusação.  Ocorre  que eu nunca mantive  qualquer relação com os operadores citados e o procurador já sabe disso”, diz nota.

A defesa de Sérgio Machado reitera que ele continua colaborando com a Justiça. Sua colaboração trouxe provas materiais sobre crimes envolvendo políticos e fornecedores da Transpetro, que vêm sendo confirmados por outras colaborações, e já resultou na instauração de diversos procedimentos perante o Supremo Tribunal Federal, além de inquéritos policiais na Subseção Judiciária de Curitiba.

(Agência Brasil)

Janot deve pedir a prisão de ex-procurador que atuou para a JBS

A prisão preventiva do ex-procurador Marcello Miller, deve ser pedida pela Procuradoria-Geral da República. Miller é suspeito de fazer jogo duplo, ou seja, atuar como investigador do grupo de trabalho da Lava-Jato e, ao mesmo tempo, defender os interesses de executivos da J&F no início deste ano, conforme entendimento unânime da equipe de auxiliares mais próximos do procurador-geral Rodrigo Janot. A informação é do O Globo.

Para estes assessores o pedido deveria ocorrer ainda nesta sexta-feira. A equipe do procurador-geral considera que ao patrocinar a defesa do empresário Joesley Batista e outros delatores da J&F, controladora da JBS, o ex-procurador incorreu em crimes como envolvimento com organização criminosa, exploração de prestígio e obstrução de justiça.

Como o GLOBO mostrou, o procurador-geral está decido a pedir também a prisão de Joesley Batista e do ex-diretor de Assuntos Institucionais da J & F Ricardo Saud. É dado como certo também que eventuais pedidos de prisão de Miller, Batista e Saud seriam acolhidos pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

Ministros do STF teriam se irritado com o conteúdo de uma conversa de quatro horas entre Batista e Saud. Na conversa, gravada involuntariamente, os dois falam sobre arrancar do ex-ministro José Eduardo Cardozo revelações comprometedoras sobre ministros do STF.

*Confira mais aqui.

 

Sistema Positivo de Ensino banca palestra de Max Gehringer

O Sistema Positivo de Ensino, que já conta em Fortaleza com os colégios Teles e Irmã Maria Montenegro, vai apostar não somente em expansão. Quer também investir em proximidade com a população através de eventos.

Na próxima quinta-feira (14), a Editora Positivo promoverá, no Hotel Gran Marquise, uma palestra do consultor Max Gehringer, que também é comentarista do programa “Mundo Corporativo”, na Rede CBN).

Ele falará sobre Gerenciamento de Mudanças.

(Foto – Divulgação)

Fortaleza é sede de encontro regional sobre gestão participativa e social da água

Fortaleza vai ser sede, de 11 a 13 próximos, do Encontro Regional Nordeste – Gestão Participativa  e Social da Água – A Sociedade Compartilhando Tecnologias Locais. O encontro, que ocorrerá no Centro de Eventos, é um preparatório para o VIII Fórum Mundial da Água, que ocorrerá em 2018 em Brasília.

A realização desse encontro de gestão participativa e social da água é da Secretaria dos Recursos Hídricos e da Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (Rebob ), com o apoio da Agência  Nacional de Águas (ANA) e a Companhia Estadual de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

SERVIÇO

*Inscrições gratuitas pelo site rebob.org.br

*Mais Informações – 34337688.