Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Melhora quadro de saúde de Bibi Ferreira

O quadro de saúde da atriz, cantora e diretora Bibi Ferreira, de 96 anos, mantém-se estável, de acordo com boletim médico divulgado na tarde de hoje (6) pelo Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo. Ela está internada desde segunda-feira (6) para exames, que faz a cada dois meses, e tratamento de um quadro de desidratação. “O quadro clínico da paciente está estável e apresenta evolução no tratamento da desidratação”, informou o Pró-Cardíaco.

Como atriz e cantora, Bibi teve grande sucesso nos musicais Gota d’Água, de Chico Buarque e Paulo Pontes, My Fair Lady, Alô Dolly e Piaf, a Vida de uma Estrela da Canção, em 1983. Com este espetáculo, Bibi percorreu o Brasil inteiro e vários países, encerrando a turnê em Portugal.

Em 1960, ela inaugurou a TV Excelsior com o programa Brasil 60, no qual usava o recurso do videoteipe para transmitir reportagens das capitais brasileiras, aposentando o programa ao vivo, o que, até então, era comum na TV brasileira. O sucesso foi tanto que se desdobrou em Brasil 61, Brasil 62 etc. Na Excelsior, fez também Bibi Sempre aos Domingos. Em 1968, ela voltou à televisão, mas sem o teipe, e comandou na TV Tupi carioca o musical Bibi ao Vivo, com direção de Eduardo Sidney. No programa, Bibi apresentava, cantava e dançava com a orquestra do Maestro Cipó e as coreografias de Nino Giovanetti no histórico auditório da Urca.

Bibi Ferreira nunca aceitou papéis em telenovelas, pois não se sentia à vontade vivendo personagens na telinha. O veículo se adequava melhor a seu temperamento histriônico de apresentadora, onde criou estilo único. Além de ser poliglota, sempre transmitiu muita credibilidade, que vinha de sua ampla cultura, e fazia isso com charme imbatível. Na transmissão que fez para a TV Tupi, em 1972, da entrega do Oscar, maior prêmio do cinema mundial, mostrou todo esse potencial.

Nos anos 90, Bibi Ferreira completou 50 anos de trajetória artística com o espetáculo Bibi in Concert. Em 2009, em homenagem ao Ano da França no Brasil, ela retornou ao Teatro Maison de France para reviver o musical Bibi Canta e Conta Piaf.

(Agência Brasil)

STF – Maioria dos ministros suspende uso do voto impresso

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, há pouco, suspender o uso do voto impresso nas urnas eletrônicas durante as eleições de outubro. A Corte julga na tarde desta quarta-feira (6), pedido de liminar da Procuradoria-Geral da República (PGR) para impedir a impressão, criada na minirreforma eleitoral, em 2015.

Até o momento, votaram contra a impressão do voto os ministros Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Marco Aurélio, Rosa Weber e Ricardo Lewandowski. A maioria entendeu que a impressão viola o princípio constitucional do sigilo do voto.

O julgamento continua para tomada dos votos restantes, dos ministros Celso de Mello e da presidente, Cármen Lúcia. O relator do caso, Gilmar Mendes, e Dias Toffoli, votaram pela manutenção do voto impresso.

Apesar de ser chamado de voto impresso, o mecanismo serve somente para auditoria das urnas eletrônicas, e o eleitor não ficará com o comprovante da votação.

Ao entrar na cabine, o eleitor digitará o número de seu candidato. Em seguida, um comprovante para conferência vai aparecer no visor da urna. Se a opção estiver correta, o eleitor confirma o voto, e a impressão será direcionada para uma caixa lacrada, que será analisada posteriormente pela Justiça Eleitoral. A fiscalização deverá confirmar se os votos computados batem com os impressos.

(Agência Brasil)

Polícia Federal pede quebra do sigilo telefônico de Temer

A Polícia Federal (PF) pediu a quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e dos ministros Eliseu Padilha (MDB-RS), da Casa Civil, e Moreira Franco (MDB-RJ), de Minas e Energia. O Palácio do Planalto disse que não vai comentar o pedido da PF. A informação é do Portal G1.

O pedido foi apresentado ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito que investiga os três emedebistas dentro da Operação Lava Jato. O inquérito apura o suposto de pagamento de propina pela Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil quando a pasta foi comandada pelo MDB, em 2014.

Com o pedido de quebra de sigilo, a PF pretende rastrear telefonema do presidente e dos dois ministros em data próxima a um encontro no Palácio do Jaburu, residência oficial de Michel Temer, onde teria sido acertado o pagamento pela Odebrecht. De acordo com o depoimento do delator Cláudio Melo Filho, ex-executivo da Odebrecht, ao Ministério Público Federal (MPF), o presidente Michel Temer pediu, em 2014, R$ 10 milhões ao empreiteiro Marcelo Odebrecht.

Segundo Melo Filho, quando Temer ocupava a Vice-Presidência da República, ele compareceu a um jantar no Palácio do Jaburu, com a participação de Marcelo Odebrecht, e do ministro Eliseu Padilha. Ainda de acordo com o delator, neste encontro Temer solicitou “direta e pessoalmente” a Marcelo Odebrecht apoio financeiro para as campanhas do MDB em 2014.

Sobre esse assunto, o presidente já admitiu que houve o jantar, mas sempre disse que não falaram de valores. Quando este depoimento se tornou conhecido, o Palácio do Planalto divulgou nota informando que o presidente Michel Temer “repudia com veemência” o conteúdo da delação de Melo Filho.

Quebra de sigilo

O inquérito que investiga o suposto pagamento dos R$ 10 milhões foi aberto no ano passado, mas Temer só foi incluído entre os investigados em março deste ano.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestou contra o pedido da PF para quebra de sigilo telefônico do presidente. Porém, se manifestou a favor da quebra de sigilo dos ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha. Raquel Dodge considerou que não há indícios consistentes, até agora, contra o presidente para deferir a medida.

No inquérito dos portos, em que Temer também é investigado, a PF pediu quebras de sigilos bancários. A PGR foi contra, mas o ministro Luis Roberto Barroso, relator do inquérito no STF, autorizou a quebra de sigilo do presidente Michel Temer, atendendo pedido da PF. No caso do inquérito sobre suposta propina da Odebrecht ao MDB, a decisão sobre a quebra de sigilo caberá ao ministro Fachin.

MEC libera R$ 734 milhões pra custeio das instituições federais de ensino

O Ministério da Educação autorizou a liberação de R$ 734,18 milhões para as instituições federais de ensino vinculadas à pasta. A verba será utilizada para manutenção, custeio e pagamento de assistência estudantil, entre outras destinações. “Esses recursos asseguram o compromisso mantido pelo MEC com as instituições federais, garantindo o pagamento de custeio e investimento dos institutos federais e universidades, além de auxiliar no equilíbrio do orçamento de cada uma dessas instituições”, disse o ministro da Educação, Rossieli Soares.

A maior parte dos valores autorizados, R$ 536,59 milhões, foi destinada às universidades federais, incluindo os hospitais universitários. Já a rede federal de educação profissional, científica e tecnológica obteve autorização para um montante de R$ 195,49 milhões. O restante, R$ 2,10 milhões, foi autorizado em favor do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), do Instituto Benjamin Constant (IBC) e da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Neste ano, o Ministério da Educação autorizou o repasse de R$ 3,21 bilhões para as instituições federais vinculadas à pasta, incluindo o que foi destinado ao pagamento de despesas das universidades e institutos federais, do Ines, do IBC e da Fundaj. As informações são do site do MEC.

Grupo que controla marcas como iFood é multado em R$ 1 milhão por questões trabalhistas

A Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo (SRT-SP) autuou a Rapiddo, empresa do Grupo Movile, holding que controla marcas como iFood e Spoonrocket, e que utiliza plataformas tecnológicas de serviços sob demanda via aplicativos de smartphones. A mesma tecnologia e modelo de negócios é utilizada, por exemplo, nos aplicativos de serviços de transportes de passageiros. Após as investigações, auditores-fiscais do trabalho expediram 14 autuações e duas notificações. A informação é do site do Ministério do Trabalho.

Entre as irregularidades estão a falta de registro na carteira profissional dos motociclistas e recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Somados, os valores de multa e FGTS podem chegar a R$ 1 milhão. Os auditores consideraram o comportamento da empresa durante um ano e uma amostragem de 675 trabalhadores.

A empresa foi notificada e tem até o dia 19 de junho para regularizar a situação dos motociclistas, sob pena de nova autuação. O auditor-fiscal Sérgio Aoki explica que a empresa ocultava a relação de emprego com os motoboys ao defender que se tratava de um aplicativo de smartphone para facilitar a captação de clientes.

Igreja do Carmo recebe nesta sexta-feira as relíquias de São João Vianney

Nesta sexta-feira, a Igreja do Carmo, situada no Centro de Fortaleza, receberá, direto da cidade de Ars, na França, relíquias (cálice e pedaço do coração) de São João Maria Vianney, patrono de todos os padres. Na data, 8 de junho, é comemorado pela igreja o sagrado Coração de Jesus e o Dia Mundial de Oração pelos religiosos.

“Com imensa alegria vamos receber em nossa paróquia o cálice-relíquia de São João Maria Vianney e um pedaço de seu coração que ficarão expostos durante a Tarde da Misericórdia aberto ao público em geral”, explica padre Douglimar Lucena, membro da Comunidade Shalom, vigário da Igreja do Carmo.

As relíquias estão percorrendo algumas cidades do Brasil, sob os cuidados do reitor da Basílica de Ars, Padre Patrice Chocholski. O acontecimento se deve à comemoração do bicentenário da chegada de São João Maria Vianney à pequena cidade de Ars.

Na madrugada de quinta para sexta, as relíquias estarão expostas na vigília perpétua de adoração ao Santíssimo Sacramento na Diaconia Geral, sede do Governo Geral da Comunidade Shalom, que fica em Aquiraz (RMF). Na manhã de sexta-feira, serão conduzidas para o encontro privativo dos padres da Arquidiocese de Fortaleza.

Confira a programação da Tarde da Misericórdia

15h – Chegada das relíquias.

15h10 – Recitação do Terço da Misericórdia e intercessão por todos os sacerdotes.

15h45 – Palavra do Pe. Patrice, Reitor da Basílica de Ars.

16h00 – Benção do Santíssimo Sacramento.

17h – Santa Missa

SERVIÇO

*A Igreja do Carmo está situada na avenida Duque de Caxias, sem número, no Centro de Fortaleza. A Paróquia é administrada por padres da Comunidade Shalom.

Petrobras diminui 0,45% do preço da gasolina na refinaria

A Petrobras anunciou hoje (6) uma nova redução do preço da gasolina nas refinarias de todo o país, a terceira queda consecutiva. Segundo o site da estatal, o preço da gasolina passará a custar, a partir de amanhã (7), R$ 1,9617, 0,45% inferior ao preço que vigorava no dia de hoje, de R$ 1,9706.

Desde a última alta anunciada para valer no dia 2, o preço da gasolina nas refinarias já caiu 2,45%.

(Agência Brasil)

Em plena crise, Câmara dispara gastos com combustível

Pesquisa exclusiva do Ranking dos Políticos mostra que a Câmara gastou R$ 54,5 milhões de reais em combustíveis e lubrificantes entre 2015 e 2017. É o que revela a Coluna Radar, da Veja Online, nesta quarta-feira.

O número é 12% superior se comparado ao triênio anterior, de 2011 a 2014, quando foram dispendidos R$ 48,7 milhões.

A disparada acontece, justamente, durante a eclosão da última recessão.

Ex-ministro da Educação prestigia em Fortaleza lançamento de livro sobre a Reforma do Ensino Médio

O ex-ministro da Educação, José Henrique Paim, vai estar em Fortaleza nesta sexta-feira. Ele participará, a partir das 18h30min, na Livraria Cultura, do lançamento do livro “Os Desafios do ensino médio”.

A publicação, da Editora FGV, conta com artigos do secretário estadual da Educação, Rogers Mendes, e do ex-titular da Seduc, Idilvan Alencar, pré-candidato a deputado federal pelo PDT.

No ato, haverá debate sobre a Reforma do Ensino Médio.

SERVIÇO

*Livraria Cultura – Avenida Dom Luís, 100 – Loja 8 – Bairro Aldeota.

(Foto – Divulgação)

Mantega, em depoimento, culpa filho por investimento na JBS

Em depoimento dado à Polícia Federal no último dia 29, e obtido com exclusividade pela Coluna Radar, da Veja Online, o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirma que não sabia que seu filho, Leonardo, havia pedido 5 milhões de dólares ao empresário Joesley Batista.

Esse dinheiro foi injetado em 2012 na Companhia Brasileira de Distribuição de Material Esportivo e Saúde, que tem como nome fantasia Pedala. Leonardo foi sócio da empresa por quatro meses.

Mantega afirma que o filho e Joesley se conheceram casualmente, durante um almoço em São Paulo. “Os dois conversaram um pouco e trocaram cartões”, disse Mantega.

Ele afirma que durante o almoço disse a Leonardo “que preferia que ele não entrasse em contato com Joesley, porque sabia que a empresa na qual Leonardo trabalhava estava em busca de investidores. E receava que isso fosse mal interpretado pelo empresário”.

Segundo o ex-ministro, “somente depois da delação da JBS é que ficou sabendo, pelo próprio Leonardo, que ele acabou procurando Joesley à sua revelia.

PT lançará pré-candidatura de Lula em Minas. Camilo vai?

O PT vai lançar a pré-candidatura de Lula a presidente na próxima sexta-feira, durante ato em Contagem (MG). A informação é do senador José Pimentel, adiantando que o evento contará com a participação de toda a bancada federal petista, de parlamentares estaduais e de dirigentes petistas

Pimentel adianta que os cinco governadores da legenda estão sendo convocados para o ato. Camilo Santana vai? Eis a dúvida.

A convocação para esse encontro pró-Lula soa como uma espécie de teste de fidelidade.

(Foto – Heinrich Aikawa/Instituto Lula)

Jair Bolsonaro tenta adiar julgamento no STF

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), publica O Globo desta quarta-feira, vem fazendo manobras para tentar adiar seu julgamento no STF para depois das eleições de outubro. Ele é réu em duas ações penais por ter dito para a deputada petista Maria do Rosário, em 2014, que ela não merecia ser estuprada por ser feia.

Dificilmente o caso irá à pauta antes do pleito, registra a reportagem.

“Há um recurso nas mãos do relator, ministro Luiz Fux, para que as testemunhas sejam dispensadas, o que aceleraria o processo. O magistrado pode decidir sozinho ou levar a questão à Primeira Turma da Corte.”

Fiec é contra tabela do frete mínimo proposta por Temer

A Federação das Indústrias do Ceará mandou nota para o Blog, nesta quarta-feira, posicionando-se contra a tabela de frete mínimo que o governo Temer quer criar, via Medida Provisória. Confira:

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) se manifesta contra a Medida Provisória nº 832/2018, que instituiu a Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas e resultou na edição da Resolução ANTT nº 5820/2018, que estabeleceu uma tabela de fretes no modal rodoviário. Em um momento tão delicado como o enfrentado pela economia do Brasil, o tabelamento de preços de frete é uma atitude lamentável e só gera insegurança jurídica para o setor produtivo nacional.

A política proposta pela MP 832 é uma clara afronta ao art. 170 da Constituição Federal, que trata da livre-iniciativa, e ao artigo 36 da Lei nº 12.529/11 – Lei da Concorrência, impedindo a livre negociação entre as partes. A Resolução da ANTT apresenta uma série de distorções na metodologia de cálculo do frete, que são extremamente danosas para a região nordeste. Cita-se como exemplo a exigência da cobrança em dobro nos casos em que não existe carga de retorno. Os fluxos logísticos da região nordeste diferem das outras regiões e impedem que o contratante fique responsável pela garantia da carga de retorno. Ademais, não há clareza sobre como isso será fiscalizado, dando margem à abusos por parte dos caminhoneiros.

Por fim, cumpre destacar que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE e o próprio Ministério da Fazenda já possuem posicionamentos contrários ao tabelamento de fretes, que geram aumento de preços ao consumidor e elevam os custos em praticamente toda a economia. A consequência imediata da manutenção dessa política é a perda da já prejudicada competitividade do setor produtivo, que utiliza deste modal. Portanto, é de suma importância para a retomada das atividades econômicas que essa Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas seja imediatamente revista pelo Governo Federal.

Fortaleza – CE, 06 de junho de 2018

*Sistema FIEC

Inflação para famílias com renda mais baixa fica em 0,6% em maio

O Índice de Preços ao Consumidor – Classe 1 (IPC-C1), que mede a variação de preços da cesta de compras para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, ficou em 0,6% em maio deste ano. A taxa ficou acima do 0,31% registrado em abril. O dado foi divulgado hoje (6) pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

De acordo com a FGV, o IPC-C1 registrou, em maio, taxa acima do Índice de Preços ao Consumidor Brasil (IPC-BR), que mede a inflação para todas as faixas de renda e que ficou em 0,41% no mês.

O IPC-C1 acumula taxas de inflação de 1,49% no ano e de 1,58% em 12 meses. Em 12 meses, o IPC-C1 ficou abaixo dos 2,87% acumulados pelo IPC-BR.

Cinco das oito classes de despesas componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação de abril para maio: habitação (de 0,23% para 1,02%), transportes (de -0,16% para 0,64%), alimentação (de 0,25% para 0,50%), comunicação (de -0,18% para -0,06%) e vestuário (de 0,32% para 0,35%).

Por outro lado, três grupos tiveram quedas na taxa: saúde e cuidados pessoais (de 1,32% para 0,66%), educação, leitura e recreação (de 0,15% para -0,37%) e despesas diversas (de 0,29% para 0,11%).

(Agência Brasil)

A Política da gambiarra e as eleições 2018

Confira a Coluna Política, assinada nesta quarta-feira, no O POVO, pelo jornalista Henrique Araújo. Principalmente o tópico “A política da gambiarra e as eleições”.

Aliança política também é feita de gambiarra. É o que se vê agora, por exemplo. Eunício Oliveira (MDB) diz que sim, Ciro Gomes (PDT) diz que não e Cid (PDT) fala que talvez, quem sabe, na frente a gente conversa etc.

A cizânia, claro, é eleição. Cabe um emedebista na chapa de Cid e Ciro? O ex-governador tem sugerido que a presença do presidente do Senado é tóxica à candidatura presidencial do irmão, hoje prioridade para o grupo no Estado.

De fato. Cid tem razão. Estrategicamente, é disparatada qualquer hipótese de coligação com um partido que apoiou o que Ciro vem trovejando aos quatro ventos como “golpe”, ou seja, o impeachment de Dilma Rousseff. E Ciro tem sido até desinteligente nesse ponto, reiterando esse discurso num momento em que até o PT já deixou de lado a narrativa golpista e Lula costura dobradinhas em estados do Nordeste com parlamentares da legenda que deram sustentação crucial à derrubada da petista.

Para Ciro, todavia, é interessante manter certo escrúpulo, como a dar a entender que ele, sim, é homem de esquerda, o que o ajuda a vender-se como oposição a Michel Temer (MDB) e a estabelecer conexões com siglas como PSB e PCdoB. É inteligente como tática eleitoral.

E aí vem Eunício melar os planos ciristas. Que fazer, então? O grupo dos Ferreira Gomes acha que encontrou uma saída ideal: que tal se, oficialmente, afirmarmos que não há aliança com o MDB, mas, extraoficialmente, abrirmos espaço para que o governador Camilo Santana (PT) se encarregue de jogar sozinho a água no moinho eunicista?

Também parece uma estratégia inteligente. Apenas parece. Para dar certo, depende de uma combinação de variáveis que incluem o PT, a oposição e, último caso, os eleitores. Num estado majoritariamente lulista como o Ceará, a quem caberá carregar o ônus de pedir votos para Eunício?

(Foto – Iana Soares)

Cearense entra com ação popular para barrar mudança no estatuto da Caixa que flexibiliza nomeações

O governo federal quer alterar o estatuto da Caixa Econômica Federal para ter condições de promover nomeação de diretores da Instituição que não sejam funcionários de carreira da Instituição.

Para barrar essa medida, o advogado cearense Deodato Ramalho, ex-vereador que, dai 22 próximo, assumirá como presidente do PT de Fortaleza, entrou com uma ação popular para “impedirmos essa ação temerista e nociva contra a Caixa”.

Deodato, em nota enviada para o Blog, comentou: “Fico aqui matutando sobre o histérico e infundado discurso contra o aparelhamento do estado pelo PT”

Ele deu entrada na ação popular junto ao Tribunal Regional Federal, da 5ª Rergião.

.

Tite libera sexo para jogadores da Seleção Brasileira durante a Copa. Mas só nas folgas

Londres – Cada técnico sabe onde seu calo aperta. Joachim Löw, à frente da Alemanha, impôs a abstinência sexual aos seus jogadores, de olho no quinto título mundial. Tite, pelas bandas da CBF, resolveu fazer diferente, não ser tão duro com a seleção brasileira. As relações estão liberadas nas folgas. Até agora foram dois períodos de descanso, desde que os jogadores começaram a se apresentar na Granja Comary, sempre depois de uma semana de trabalho. Neles, o amor esteve no ar.

Ainda não há uma programação exata de quantos dias fora da concentração os jogadores terão direito durante a Copa do Mundo. A folga da última segunda-feira, por exemplo, só começou a ser desenhada no fim de semana. O que já está definido é o que eles podem fazer durante esse período. Em termos de sexo, não há restrições. O médico Rodrigo Lasmar, entre um leve sorriso envergonhado, garantiu que a questão não é vista como delicada dentro da seleção.

– Acho que isso não pode ser encarado como tabu. Sexo é natural, faz parte, são jovens jogadores, com saúde perfeita – lembrou o médico da seleção: – Nada mais natural que eles façam no seu momento de folga, que tenham a folga no ponto de vista físico, na questão mental, da pressão que existe dentro de uma preparação para a Copa do Mundo. Para nós, não será nenhum problema.

Nos períodos de concentração, a regra é clara: amor, somente o fraternal. Os jogadores são proibidos de levar parceiras ou parceiros para os quartos, não importam onde estejam. Nos hoteis onde a seleção ficará hospedada haverá espaços reservados para os encontros com familiares e amigos. Mas a intimidade nesses casos não deve passar daquela que se costuma ter em público.

Na última folga, os jogadores usaram as redes sociais para mostrar um pouco do que fizeram fora do centro de treinamento do Tottenham. Allison esteve com a filha Helena, de pouco mais de um ano, Willian recebeu Neymar e Philippe Coutinho em seu restaurante em Londres. Paulinho postou uma foto de sua mão e da mão da esposa juntas, no que parecia ser um restaurante.

– Folga é folga. Tem que descansar e cada um faz o que acha melhor para si. Todo o trabalho necessita de folga e descanso. Viemos de uma semana de treinamentos fortes. Na folga, é para aproveitar da maneira possível para voltar forte – destacou o volante.

Quando questionado a respeito se há alguma recomendação em relação à sexo, Paulinho encerrou a entrevista: “Não preciso nem dar resposta, né?”.

(Jornal Extra)

Escritora cearense integra júri internacional

A escritora Socorro Acioli, de “A cabeça do santo” e “Diga Astrasgud”, foi anunciada recentemente como integrante da edição 2019 do júri do NSK Neustadt Prize, dos Estado Unidos, uma das premiações mais importantes voltadas ao universo da literatura infantil. A lista de nove votantes é formada, além de Socorro, por autores dos Estados Unidos, Irlanda, Canadá e México.

“É um prêmio de muito prestígio, e estar nesse júri foi uma experiência incrível para mim. Recebi o livro dos autores finalistas e tive a oportunidade de conhecer uma gama de escritores que eu não conhecia”, reconhece Socorro, que já foi publicada nos Estados Unidos, na França e no Reino Unido.

Seu primeiro romance, A cabeça do santo, foi finalista do Los Angeles Times Book Prize, além de ter sido selecionado como um dos 50 melhores livros de 2017 pela Biblioteca Pública de Nova York. “Sempre que acontece algo assim, um trabalho fora do Brasil, me sinto com a missão e responsabilidade de não ser só pessoa física, mas de representar o meu país e, principalmente, a minha língua”, conta ela, que está preparando um novo romance.

Os finalistas do NSK Neustadt Prize devem ser divulgados ainda durante este mês, e o vencedor será revelado em outubro. O prêmio, que existe desde 2003 e tem caráter bienal, já foi laureado a oito escritores.

Socorro Acioli participa do Festival Vida&Arte, em Fortaleza, relançando seu último livro, Diga Astrasgud (Editora Dummar). O evento está marcado para o domingo, 24, a partir das 15 horas, no Café Lúcia Dummar, no Centro de Eventos do Ceará.

(O POVO – Repórter Jáder Santana)