Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Governo promete aprovar MP que garante venda da Eletrobras ainda neste semestre

O governo federal decidiu se empenhar para aprovar, no Congresso Nacional, a Medida Provisória que trata da venda da Eletrobras. Prorrogada por 60 dias desde 26 de março, a MP 814, de 2017, propõe a realização de um leilão para privatizar as distribuidoras da estatal em maio e a empresa como um todo até o final do ano. Paralelo a essa proposta, segue em comissão especial na Câmara a discussão da privatização da estatal. De acordo com o ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, o Palácio do Planalto deve focar suas articulações junto à base aliada para que a MP seja aprovada nas próximas semanas.

Para ele, vender parte das ações da maior companhia de capital aberto do ramo de energia da América Latina é uma prioridade do presidente Michel Temer neste semestre. Caso contrário, a União teria que aplicar recursos próprios na empresa, deixando de investir em outras áreas estruturais do país. “Nós estamos propondo que essa capitalização aconteça a partir de recursos privados. Se não for, nós vamos ter que capitalizar a Eletrobras com recursos do Estado, recursos públicos. Isso significa menos cerca de 15 bilhões de reais na saúde, na educação, na segurança, na habitação, na infraestrutura, e nós entendemos que, neste momento, isso não é o mais correto”, disse Marun.

Ele informou ainda que a aprovação da MP que trata da venda da Eletrobras está no foco do pacote de propostas que o governo quer aprovar no Congresso. “É prioridade. Nós temos aqui algumas prioridades no sentido de melhoria do ambiente econômico e outras que são medidas necessárias também em termos fiscais”, completou.

Controle

Relator da comissão especial da Câmara que trata da venda da Eletrobras, o deputado José Carlos Aleluia, do DEM da Bahia, reafirma que investimentos na companhia são fundamentais e que seu parecer, apresentado na última semana, mantém a base do que foi proposto pelo governo. “A União não vai controlar. Não será uma estatal, mas a União terá o controle sobre grandes decisões. Desnacionalizar a empresa não era possível. Portanto, a União garantirá que essa empresa será, no conceito de jargão do mercado, uma corporação. E não uma empresa de propriedade de nenhum dos empresários do setor, nem do Brasil nem de fora”, concluiu.

A oposição já adiantou que pedirá vista do relatório tão logo ele seja colocado em votação, ou seja, vai querer mais tempo para analisar a proposta de José Carlos Aleluia. Diante disso, a expectativa é de que esse relatório seja votado até o final deste mês.

(Blog do Planalto)

José Dirceu vai cumprir pena em cela coletiva da Papuda

O ex-ministro José Dirceu vai cumprir os primeiros dias da pena de 30 anos e nove meses à qual foi condenado no Complexo Penitenciário da Papuda, em uma cela coletiva. Ele se entregou nesta sexta-feira (18) pouco antes das 15 horas no presídio, após fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML), em Brasília.

Dirceu ficará recolhido no Bloco 5 do Complexo de Detenção Provisória (CPD) da Papuda, destinado a pessoas com ensino superior, idosos, políticos e ex-policiais. A cela onde ele vai permanecer tem 30 metros quadrados e possui camas do tipo beliche, chuveiro e vaso sanitário. O ex-ministro tinha até as 17h de hoje para se apresentar à Polícia Federal (PF) por determinação da juíza substituta de Sérgio Moro na 13ª Vara Federal em Curitiba, Gabriela Hardt.

Segundo a Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe), o ex-ministro terá direito, assim como os demais custodiados no presídio, a duas horas de banho de sol e quatro refeições diárias, como café da manhã, almoço, jantar e lanche noturno. A secretaria de segurança pública do DF não informou quantas pessoas dividem a cela com José Dirceu.

O recolhimento do ex- ministro na Papuda foi determinado pela Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. Segundo o advogado Roberto Podval, a expectativa da defesa é de que a pena seja cumprida em Brasília pelo menos nos primeiros dias. A decisão judicial previa que ele ficasse preso no Complexo Médico Penal de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba (PR).

Um dos principais quadros do PT, Dirceu foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a 20 anos e 10 meses de prisão em maio de 2016 pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, no âmbito da Operação Lava Jato. Em setembro do ano passado, o TRF4 aumentou a pena para 30 anos e nove meses. A pena foi agravada devido ao fato de o ex-ministro já ter sido condenado por corrupção na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

(Agência Brasil)

Investigação contra Rodrigo Janot volta a andar no Ministério Público

Engavetada em 2015, uma investigação contra o ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, vai voltar a andar no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). A informação é da revista Veja.

Havia sido arquivada pelo corregedor-geral Cláudio Henrique Portela do Rego porque, na ocasião, Janot estava à frente da PGR.

Entre dez irregularidades apontadas no processo 0715/2015-57, está a reforma de uma casa do Ministério Público por R$ 4 milhões, contratada sem licitação.

(Foto – Adriano Machado, da Reuters)

Dólar sobe pelo sexto dia consecutivo

A cotação do dólar comercial caminha hoje (18) para fechar o sexto dia em alta, sem atuação mais forte do Banco Central (BC). A moeda americana atingiu a faixa R$ 3,77, na maior cotação da manhã. Por volta das 12h10, o dólar estava cotado a R$ 3,75, com alta de 1,31%. Enquanto o dólar sobe, o Ibovespa (índice da bolsa de valores B3) segue em queda. Às 12h15, o índice caia 1,35%, com 82.494 pontos. Na quinta-feira (17), o Ibovespa fechou em queda de 3,37%, com 83.622 pontos, e o dólar subiu pelo quinto dia útil consecutivo. A alta da moeda foi de 0,61%, cotada a R$ 3,701, o maior valor em 26 meses.

A alta do dólar ocorre depois de o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) decidir manter os juros básicos da economia brasileira em 6,5% ao ano, na última quarta-feira (16), numa tentativa de lidar com o aumento da volatilidade internacional de capitais. A desvalorização do real também pode ter influenciado a decisão do BC de manter a taxa Selic no mesmo patamar, uma vez que dólar mais caro pode significar aumento da inflação no médio prazo, devido ao encarecimento de produtos e serviços importados em moeda estrangeira.

A alta do dólar ocorre mesmo com ajustes na atuação do Banco Central no mercado de câmbio nos últimos dias. O órgão alterou leilões de contratos de swaps cambiais, equivalentes à venda de dólares no mercado futuro, passando a renovar contratos que tinham vencimento em junho. Com isso, o BC iniciou a oferta diária de rolagem integral de 4.225 contratos. Além disso, passou a fazer a oferta adicional de 5 mil novos contratos ao longo do mês e não apenas ao final, como estava previsto. A ideia, com isso, é manter aplicações em dólar no país, evitando a fuga da moeda que impacta na desvalorização do real.

(Agência Brasil)

Presidente do BNDES diz que está “cheio de dinheiro” para emprestar

“Estamos cheios de dinheiro e cheios de vontade de emprestar”, disse nesta sexta-feira (18) o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Dyogo Oliveira, na abertura do seminário Desafios e Oportunidades do BNDES para o Crédito, realizado pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em São Paulo.

“Nossa economia está em estado grave, mas nós estamos pensando nas ações certas e numa postura de transparência e diálogo”, disse Oliveira. “Vamos entrar numa nova era. A era dos juros baixos”, completou.

Para o presidente do BNDES, as empresas vivem hoje “um processo de desalavancagem”. “Sabemos da necessidade de melhoria das condições de financiamento. Estamos fazendo a digitalização do banco, que vai ser mais ágil e mais flexível. Vamos oferecer mais alternativas”.

Dyogo Oliveira citou como exemplo uma linha com taxa fixa de 10% ao ano, segundo ele, sem “semelhante no mercado”. “Temos o BNDES Garagem, para investir em jovens promessas, empreendedores com boas ideias”. Segundo Dyogo Oliveira, é importante lembrar que as linhas tradicionais do banco continuam disponíveis. “Não se assustem se o BNDES ligar para vocês para oferecer alguma oportunidade”, disse.

Outro alvo da atenção do banco, conforme Dyogo Oliveira, são os prazos de financiamento. “O nosso prazo de financiamento à inovação foi ampliado de 12 para 20 anos”, disse. “Estamos sempre pensando na ampliação dos prazos para não comprometer o fluxo de caixa das empresas”.

(Agência Brasil)

O bem que possa o governante é e sempre será a fórmula consagrada do bom êxito

Com o título “Mudar cenários com ações concretas”, eis artigo do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Fortaleza, Assis Cavalcante. Confira:

Conta-se que um reino enfrentava grandes dificuldades, tal o espírito de rebeldia em certas famílias, levando a província ao desespero. O dever de administrar com inteireza de propósitos leva o rei a convocar um hábil juiz, depois um doutrinador famoso, um sacerdote, um médico e um general célebre. Nenhum, a seu modo, consegue operar a mínima alteração e a perturbação prossegue. Quando a morte começava a ceifar vidas, o imperante, triste, convida um sábio a ocupar-se do posto. Dirigindo-se em pessoa à região conflagrada, observa as necessidades e, com ações concretas a bem de todos, improvisa escolas, incentiva o serviço e a educação, luta com valioso espírito de entendimento e fraternidade, eliminando a desconfiança, a dureza e a indecisão dos espíritos inconformados. Somem as discórdias, reina a paz.

Guardemos o ensinamento. O bem que possa o governante é e sempre será a fórmula consagrada do bom êxito. Muitas são as dificuldades; milhões de vidas, milhões de necessidades e desejos. Se o cerne da questão repousa na firme e sincera decisão de acertar (no trabalho conjunto governo/pessoas), a colheita dos melhores frutos está assegurada. No combate aos efeitos da violência que assola o País, na última quarta-feira, foi aprovado o projeto que cria o Sistema Único de Segurança Pública, visando a disciplinar a organização e o funcionamento dos órgãos responsáveis pelo setor, de maneira a garantir a eficiência de suas atividades. Será coordenado e gerido pelo Ministério Extraordinário de Segurança Pública e abrangerá os três entes da federação.

A esse respeito, recebemos na CDL representantes do Município e do Estado para expor sobre a questão; fizeram relato da situação atual e do porvir, na perspectiva de dias melhores. É a articulação de políticas públicas para a redução de fatores predisponentes e desencadeantes da violência, com investimentos em tecnologia e inteligência. Com o apoio de programas continuados e sérios de saúde e educação de qualidade, que existem, chegaremos a bom termo. Desconfiança e dureza combatem-se com boa vontade e trabalho.

*Assis Cavalcante

assisvisao@secrel.com.br

Lojista e presidente da CDL Fortaleza.

XIII Festival Brasil Sabor movimenta restaurantes do Ceará

O XIII Festival Brasil Sabor, uma promoção da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), movimenta a gastronomia do Ceará até o dai 3 de junho. O lançamento do evento, o maior do gênero gastronômico do mundo (registrado no Guiness Book), acontece nesta sexta-feira, às 19 horas, no Mercado dos Pinhões, em Fortaleza. Na ocasião, os restaurantes participantes e chefes de cozinha da Associação dos Chefes de Cozinha do Ceará (ACC) irão expor e comercializar pratos inscritos, com um valor promocional de R$ 10,00.

Com o tema “Original do Brasil”, da Abrasel vai ocorrer também nos municípios de Aquiraz, Aracati, Trairi e na Região do Cariri. Nestas cidades, os clientes poderão degustar pratos em 47 restaurantes com preços que variam entre R$ 10 e R$ 59. Na Capital, os ingredientes escolhidos são carne de sol e atum, que estarão presentes nas receitas do Medit Bistrô (Atum tataki); Carneiro do Ordones (Carne de sol Ordones); Artesanal Restaurante (Risoto cangaceiro); Bistrô das Saladas (Risoto Ondas do Mar); Divina Comida (Strogonoff de carne de sol); Cantinho do Frango (Carne do Sol do Cantinho), dentre outros.

Em Fortasleza, o Festival Brasil Sabor conta com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo, Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria de Pesca, Agricultura e Aquicultura do Estado, Instituto Centro Tecnológico do Ceará (Centec) e da Associação dos Chefes de Cozinha do Ceará (ACC), além de patrocínio nacional da Ambev.

Premiação

A premiação dos melhores pratos ocorre no dia 6 de junho, no Mercado dos Pinhões. Os restaurantes participantes serão visitados e avaliados por comissão julgadora, composta por associados inscritos no festival, membros da diretoria da Abrasel, jornalistas e chefs da ACC. Ao todo, serão mais de R$ 4 mil reais em prêmios divididos para os três primeiros colocados.

Programação do Festival Brasil Sabor

19h30 – Cerimônia de abertura

Apresentação das Bandas: O Verbo e Batuque da Gente

Participação dos chefs: Barão, Marie Anne, Nice, Rosi, Dedé, Ana Clévia, Irene Semente, Lúcia Soltero, Charton Nogueira, Luciano Ferreira, Ana Katarina, Anax Freitas, Soraia, Sandra, Carlos Henrique, Mauricio Campos, Fabiana; e chefs do Willi Gastrô, Budega dos Pinhões, Budega do Raul.

Confira a lista de restaurantes participantes:

Fortaleza

Bar Teresa & Jorge; Bistrô das Saladas; Boozer’s Pub; Brasil Tropical Restaurante; Cantinho do Frango; Carneiro do Ordones Original; Casa do Carneiro O Diniz; Cervejaria Turatti; Crocobeach; Dez17 Lounge Bar; Divina Comida – Desembargador Leite Albuquerque; Divina Comida – Torres Câmara; Etho’s Pastelaria Pizzaria; Floresta Bar; Floresta Brasil; Jardins Lounge Bar; Medit Bistrô; Órbita Blue; Pirata Bar; Primo Piato; Terra Mia Restaurante Pizzaria; Tutto Mercato.

Aquiraz

Artesanal Restaurante e Moenda Restô (Engenhoca Parque).

Aracati

Bar Caverna, Barraca & Restaurante Antônio Coco, Cantinho da Sardenha, Dunas Burguers, La Trattoria, Restaurante Mangueiral e Rica Panccita.

Trairi

Atlântico Food

Barbalha

Barbalha Vip

Crato

Toca do Lampião, Ponto do Cupim, Pau D’Arco Pizzaria e Churrascaria, Tabuleiro da Carne, Restaurante Só Baião, Monarca Lounge Bar.

Juazeiro do Norte

Camarão & Cia, Cupim na Brasa Cariri, Dom Botteco, Pasto & Pizzas, Monalisa Restaurante, Seu Gringo, Rock Dog e Taberna da Carne.

SERVIÇO

*Mercado dos Pinhões (Praça Visconde de Pelotas, s/n – Centro).

STJ reconhece validade de contratos digitais para execução de dívida

A 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça reconheceu que é possível execução de dívida fundada em contrato eletrônico, ao julgar recurso especial apresentado pela Fundação dos Economiários Federais (Funcef). A entidade queria cobrar devedor com base em negócio firmado por meio eletrônico, mas teve o pedido negado no tribunal de origem. A justificativa do juízo de primeira instância foi a falta de requisitos de título executivo do documento, principalmente com relação à ausência de assinaturas de testemunhas. O entendimento foi mantido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal, informa o site Consultor Jurídico.

A fundação, então, levou o caso ao STJ. O relator, ministro Paulo de Tarso Sanseverino, permitiu que a organização execute a dívida diretamente com base no contrato digital, equiparando sua validade à dedicada aos acordos assinados em papel.

O ministro disse que a legislação processual exige apenas a existência de um “documento” para o reconhecimento de títulos executivos. Assim, ele concluiu que o contrato eletrônico entra nesse conceito e ganha foros de autenticidade e veracidade quando conta com assinatura digital. A ausência de testemunhas, por si só, também não afasta a executividade do contrato eletrônico, segundo o relator.

Sanseverino reconheceu a importância econômica e social desses acordos firmados on-line nos dias atuais, comuns nas instituições financeiras e em vários países do mundo. Grande parte dos negócios hoje não é mais celebrada em papel, mas em bits, declarou. O voto foi seguido por maioria, ficando vencido o ministro Ricardo Villas Bôas Cueva. O julgamento ocorreu na terça-feira (15/5), e o acórdão ainda não foi publicado.

Inovação reconhecida

O principal fundamento da decisão dos ministros foi a atenção do tribunal às inovações tecnológicas, segundo Bruno Batista Lobo Guimarães, advogado do Viveiros Advogados. “O ministro Moura Ribeiro, em outra ação, já tinha votado contra a execução com contrato eletrônico e agora mudou o posicionamento”, afirma.

Sobre a ausência de testemunhas no contrato da Funcef, a corte entendeu que esse ponto deve ser alegado pela defesa do executado, destaca Guimarães. O STJ deve analisar os requisitos fundamentais para o título executório em momento posterior.

Ciro Gomes pode ganhar apoio do PSB

O ex-governador Cid Gomes (PDT) jantou, nessa quarta-feira, em Brasília, com a bancada federal do PSB, num encontro articulado pelo deputado federal Odorico Monteiro.  No menu, buscou apoio pró-presidenciável Ciro Gomes.

Ele saiu satisfeito, mas deve procurar Carlos Siqueira, presidente nacional dos socialistas, para amiudar as conversações.

Por falar em Ciro, um dado: ele mandou nota para o Blog garantindo ser “completamente sem fundamento” nota da Veja Online, aqui replicada, informando que estaria pensando em trocar a disputa de senador por um mandato de deputado federal.

(Foto – Veja)

Era Geisel – O erro de quem cala e o equívoco de quem minimiza

Com o título “O erro de quem cala e o equívoco de quem minimiza”, eis artigo do jornalista Guálter George, editor de Política do O POVO. Ele aborda as posturas de Camilo Santana (PT) e do general Theóphilo, pré-candidato tucano ao Governo, sobre relatório da CIA envolvendo a Era Geisel com torturas e assassinatos. Confira:

Sinceramente, estou em dúvida no meu esforço de concluir sobre o que é pior na maneira como reagiram ao devastador memorando da Central de Inteligência Americana (CIA) dois dos principais personagens da disputa eleitoral prestes a começar no Ceará em 2018, no caso, o governador Camilo Santana (PT), que deve tentar reeleição, e o general Guilherme Theóphilo (PSDB), cuja voz começa a ser percebida como contraponto mais evidente aos que despacham atualmente desde o Palácio da Abolição. De um lado, silêncio total e absoluto; de outro, um esforço de escamotear a gravidade da descoberta com o recurso à estratégia de desacreditar o documento, pura e simplesmente.

Duas formas incorretas, ao meu ver, de fazer parte de uma discussão que é emblemática para o País, envolve uma etapa da nossa história que precisamos discutir com maturidade para, exatamente, estabelecer as condições necessárias para que nunca mais se repita nos seus excessos, desvios e, até, nos crimes que eventualmente possibilitou ou encobriu. Em nenhuma circunstância deve-se admitir como natural que pessoas sejam eliminadas como efeito de uma disputa que, na essência, tem a manutenção do poder como única justificativa apresentável.

De Camilo Santana não há uma frase pública, um gesto, uma palavra sequer que se conheça como reflexão sua sobre o que acaba de ser revelado pelo pesquisador Matias Spektor, da Fundação Getúlio Vargas. É relevante que um político de um partido de esquerda, que governa um estado onde também há ainda muita ferida a ser cicatrizada do período militar, manifeste o que pessoalmente pensa acerca de novas, e aterrorizantes, descobertas sobre o que acontecia naqueles porões. Em tempos de redes sociais utilizadas para qualquer tipo de comunicação pelo governador, relevante e irrelevante, a manifestação poderia estar lá, por exemplo, caso alguém questione se ele foi demandado a falar acerca do tema.

No caso do General Theophilo, até existe uma fala pública acerca do documento da CIA, mas, lamente-se, a opção foi pelo desprezo absoluto à densidade do conteúdo revelado. O uso do termo “fake” para resumir o pensamento dele acerca da confiabilidade da informação dá um sentido de atualidade semântica, ao mesmo tempo em que busca tirar a gravidade de uma coisa absolutamente séria, onde um presidente da República, Ernesto Geisel, aparece em relatos de conversas nas quais se admitia uma autorização do Palácio do Planalto para que adversários políticos fossem assassinados. Trata-se, afinal, de um memorando oficial da principal agência de inteligência do governo dos Estados Unidos, descoberto e tornado público por um professor que, até hoje, apresenta-se confiável e respeitável nos trabalhos acadêmicos que assina.

O cálculo estratégico, olhando os comportamentos na perspectiva de uma eleição que bate à porta, indica que o silêncio de Camilo tem peso para parte dos seus simpatizantes, abrigados numa faixa de maior crítica ao que o País viveu em seus 31 anos de ditadura militar, especialmente quando comparado à postura do General, que, ao contrário, alinhou-se no mesmo sentimento dos ex-colegas de farda ao colocar em xeque a credibilidade do estudo. Ficamos nós, assim, entre o nada e o desdém, impedidos de conhecer o pensamento efetivo de ambos acerca dos limites que precisam estar impostos a quem assume o exercício do poder.

*Guálter George

gualter@opovo.com.br

Editor de Política do O POVO.

Dirceu vai se entregar e está preocupado com filha de 7 anos

A poucas horas de se entregar à Superintendência da Polícia Federal (PF) em Brasília, o ex-ministro José Dirceu está “absolutamente sereno”, porém “indignado”, segundo o deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF), que tomou café da manhã com ele nesta sexta-feira (18). O deputado informou ainda que a maior preocupação de Dirceu é como explicar a situação para a filha mais nova, Maria Antônia , de 7 anos. O ex-ministro aproveitou o início da manhã para revisar alguns capítulos do livro que está finalizando.

“Está revisando um dos capítulos do livro dele. Conversou um pouco com a filha pequena, que não foi hoje à escola. O cuidado maior que ele tem é com a menina. Para a família, isso já era esperado”, disse o deputado ao deixar o prédio onde Dirceu mora, no bairro do Sudoeste, região de classe média alta em Brasília.

Chico Vigilante disse que Dirceu cumprirá a decisão judicial e se entregará à PF dentro do prazo, até as 17h de hoje. “Ele vai cumprir a decisão judicial e recorrer às esferas superiores. Já que a juíza [Gabriela Hardt, substituta da 13ª Vara Federal] disse que ele tem de se entregar até as 17h, ele vai se entregar antes das 17h. Sobre cumprir a pena em Curitiba [ou em Brasília], cabe aos advogados decidir.”

A ordem para que Dirceu se entregue foi dada pela juíza substituta do titular Sérgio Moro, que está fora do país. Ela determinou a execução provisória da condenação de Dirceu a 30 anos e nove meses de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa, no âmbito da Operação Lava Jato.

Decisão

A prisão do ex-ministro foi decidida após o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) rejeitar, no início da tarde dessa quinta-feira (17), o último recurso de Dirceu contra a condenação na segunda instância da Justiça. Ainda cabe recurso às instâncias superiores.

Além de negar o recurso, a Quarta Seção do TRF4 determinou a imediata comunicação à 13ª Vara Federal para que fosse determinada a prisão, com base no entendimento do Supremo Tribunal Federal que autoriza a execução da pena após o fim dos recursos na segunda instância.

Condenação

Dirceu foi condenado por Moro a 20 anos e 10 meses de prisão em maio de 2016. Em setembro do ano passado, o TRF4 aumentou a pena para 30 anos e nove meses. A pena foi agravada devido ao fato de o ex-ministro já ter sido condenado por corrupção na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

Edição: Graç

Em clima de palestra, presidenciável Manuela D’Ávila lota teatro da Unifor

A presidenciável do PCdoB, deputada estadual Manuel D’Ávila, testa, nesta manhã de sexta-feira, sua popularidade. Ela lota o Teatro Celina Queiroz, da Unifor, em clima de palestra. Aborda o tema “O Futuro da Nação e a Universidade que Queremos”.

Após esse compromisso, a pré-candidata dará entrevista coletiva na Assembleia Legislativa.

Já às 14 horas, Manuela D’Ávila se deslocará com lideranças do PCdoB até o bairro Bom Jardim, onde conhecerá o trabalho do Instituto Katiana Pena. Essa entidade trabalha com crianças e jovens em situação de risco, oferecendo atividades culturais como dança.

Às 17 horas, Manuela seguirá para o auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa, onde apresentará seu plano de governo. Isso em clima de debate.

(Foto – Jâmia Figueiredo)

Presidente do Congresso anuncia obra hídrica para a região de Várzea Alegre

Saiu edital do Dnocs para a construção do açude Barbosa na cidade de Várzea Alegre, a 446 km de Fortaleza. A obra está orçada em cerca de R$ 100 milhões e, segundo o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, é “um sonho de 60 aos da população daquela região do Estado.”

O projeto atenderá também moradores da sede de Lavaras da Mangabeira, do distrito Arrojado, de Lavras, e a sede do município de Cedro, adianta Eunício.

“É o segundo grande açude assinado com a Presidência da República e que atende a nosso pleito”, adianta Eunício. O primeiro foi o Lago de Fronteiras, em Crateús, que está em obras.

DETALHE – Eunício Oliveira já está em Fortaleza e confirma que, neste sábado, pela manhã, vai ao município de Sobral (Zona Norte), participar do lançamento de um pacote de obras ao lado do governador Camilo Santana (PT) e do prefeito Ivo Gomes (PDT).

(Foto – Agência Senado)

Ex-secretário de Luizianne chama direção do PT de “frouxa” e avisa a Camilo: “Defender Ciro é de lascar!”

3218 1

Geraldo Acioli, histórico petista, ex-secretário da gestão Luizianne Lins e hoje assessor da senadora Regina Sousa (PT/PI), manda nota de Brasília para o Blog. Ele comenta a declaração do governador Camilo Santana (PT) que, no Estadão, defendeu a chapa Ciro-Haddad. De quebra, bate na cúpula estadual do partido, que admite abrir mão da vaga de senador. Confira:

“Caro Eliomar de Lima,

Nunca vi uma direção estadual do PT cearense tão frouxa e subserviente. Lamento a inclusão de Eunício numa chapa conosco. Nossa base não vota nele.”

Ainda na nota, Geraldo sugere :”Camilo Santana devia deixar o PT, seguindo assim conselho antigo do seu pai, Eudoro. Defender Ciro é de lascar!”

(Foto – Marta Soares)

Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes é lembrado em Fortaleza

A Associação dos Conselheiros, ex-Conselheiros Tutelares e Suplentes do Estado do Ceará (ACONTESCE) acaba de lançar campanha de enfrentamento ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes no Estado. O evento, realizado na Sala das Comissões da Assembleia Legislativa, nessa quinta-feira, foi coordenado pelo presidente da entidade, Eulógio Neto.

Marcou o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, que está sendo lembrado nesta sexta-feira.

O evento contou com diversos parceiros como a Secretaria de Políticas Públicas Sobre Drogas, a Assembleia Legislativa, a Câmara Municipal de Fortaleza e a Aprece.

(Foto – Divulgação)

Banco do Brasil dá um refresco e reduz taxa de juros

O Banco do Brasil anunciou nova redução de juros para pessoas físicas e jurídicas. As taxas do BB caem mesmo com a manutenção da Selic pelo Banco Central. As novas taxas praticadas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira, 21.

Segundo Paulo Caffarelli, presidente da instituição, o objetivo é “estimular a concorrência saudável no sistema bancário” e “proporcionar melhores condições para a contratação de crédito para os clientes”.

Para pessoa física, a linha de cheque especial terá juro reduzido em até 0,6 ponto porcentual (p.p.), com taxas a partir de 1,99% ao mês. Já os clientes pessoas jurídicas poderão ter taxas até 1,5 p.p. menor, ao mês.

(Com Agências)

Governadores do NE fazem reunião no Recife. Camilo vai vender seu peixe político no encontro

Camilo quer Ciro e Haddad.

Da Coluna do Eliomar de Lima, no O POVO desta sexta-feira:

Os governadores dos nove estados do Nordeste e Fernando Pimentel, de Minas Gerais, vão se reunir hoje no Recife (PE). Oficialmente, falarão sobre ações para o rio São Francisco e debaterão uma posição conjunta sobre a privatização da Eletrobras, que deve ter impactos na região a partir de taxas pelo uso da água franciscana.

A conversa, no entanto, não se encerra aí. Como todos são majoritariamente de esquerda, deverão conversar sobre o cenário político-eleitoral do País e, em especial, como os partidos poderão caminhar de forma conjunta durante a próxima campanha presidencial.

A situação de Lula, preso em Curitiba, e os nomes que poderiam representar a esquerda em uma grande aliança nacional serão tema à parte do encontro.

Camilo Santana (PT), aliás, já deu seu recado: voltou a defender a chapa Ciro-Fernando Haddad.

Enem 2018 – Período de inscrições termina nesta sexta-feira

Termina hoje (18) às 23h59min (horário de Brasília) o prazo para os estudantes se inscreverem no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. As inscrições são feitas pela internet, na página do participante. O pagamento da taxa de inscrição para quem não conseguiu a isenção, no valor de R$ 82, deve ser feito até 23 de maio nas agências bancárias, casas lotéricas e agências dos Correios.

Mesmo os candidatos que pediram a isenção da taxa do Enem devem fazer a inscrição para a prova. Para se inscrever, o participante deverá apresentar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física) e do documento de identidade e criar uma senha. O candidato precisa também informar um endereço de e-mail válido e um número de telefone fixo ou celular, que será usado para enviar informações sobre o exame.

Com o fim do prazo de inscrição, também fica encerrada a possibilidade de alterar dados cadastrais, o município onde o estudante quer fazer a prova e a opção de língua estrangeira. Os candidatos que precisarem de atendimento especializado têm que fazer o pedido no ato da inscrição.

Para o uso do nome social na prova do Enem, o pedido poderá ser feito entre os dias 28 de maio e 3 de junho. As provas do Enem serão aplicadas em dois domingos, nos dias 4 e 11 de novembro. Os resultados serão divulgados em janeiro.

(Agência Brasil)