Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Tudo pronto para o Forricó 2019

622 1

Tudo pronto para o Forricó 2019

É o festão junino da cidade de Icó (375 km de Fortaleza), que acontecerá de 11 a 14 deste mês, numa promoção da Prefeitura local e apoio do governo do Estado. É o maior evento festivo do município.

Neste ano, serão 20 atrações, tendo na lista Xand Avião,  Mastruz com Leite, Zé Cantor, Wallas Arrais e a dupla Bruno e Marrone.

Rappi – entre o prejuízo e a capitalização

550 9

O Rappi, a startup de entrega por aplicativo presente em sete países da América Latina, mas que tem no Brasil o seu maior mercado, registra um prejuízo de US$ 25 milhões por mês, segundo dados do mercado financeiro.

A informação é divulgada nesta segunda-feira pelo jornalista Lauro Jardim, colunista do O Globo

Mas ele adianta que a Rappi ainda tem muito combustível para queimar, pois já teria captado US$ 1,4 bilhão de investidores internacionais.

Grupo Reijers investe em tecnologia para ganhar mercado europeu

O Grupo Reijers, maior produtor de flores do País e com operações em São Benedito (Serra da Ibiapana), resolveu apostar em tecnologia para adequar suas flores às normas de exportação e padrão de qualidade internacionais. Nesse sentido, recebeu a visita técnica do consultor israelense Niv Nir, gerente regional de Vendas da Danziger para a União Europeia, Brasil e Austrália.

“Trouxemos para São Benedito um técnico internacional para acompanhar o nosso processo de produção. Vamos nos reconfigurar às exigências internacionais. Temos condições de entregar flores nos padrões solicitados pelo mercado europeu”, informa o empresário Roberto Reijers. A ideia é enviar a primeira remessa para a Europa ainda neste semestre. Segundo ele, a empresa quer atingir 1,5 milhão de hastes enviadas para o Velho Continente.

(Foto – Divulgação)

Rodrigo Maia diz que semana será decisiva para a reforma da Previdência

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje (8) que a Casa vai viver uma semana decisiva com o início da votação da reforma da Previdência. Aprovada na semana passada, na comissão especial, a proposta de emenda à Constituição (PEC 6/19) vai a plenário nesta terça-feira (9).

“Vamos viver uma semana decisiva. O grande desafio nosso é a votação no plenário. Temos que mobilizar um número enorme de parlamentares, deputados, deputadas, para um tema que é fundamental e decisivo, mas a gente sabe que foi uma construção”, disse Maia, em um podcast publicado em suas redes sociais.

Segundo o presidente da Câmara, a elaboração do texto que vai a plenário se deve “à capacidade de diálogo” e ao “equilíbrio” do Congresso.

“A construção da vitória, se acontecer, será uma construção do Parlamento, não será uma construção do governo. O governo ajuda. O governo, em alguns momentos, atrapalhou, mas tem ajudado nas últimas semanas. Mas precisa ficar claro, nesse processo – exatamente para que os deputados tenham conforto para votar –, que o resultado desta semana será o resultado do esforço, do trabalho e da dedicação de cada deputado e de cada deputada”, afirmou Maia.

Negociações

As negociações para votação da reforma da Previdência continuam entre Maia e líderes partidários, nesta segunda-feira, após um fim de semana de conversas na residência oficial da Presidência da Câmara.

No sábado (6), Maia se reuniu com líderes e articuladores do governo. Ele disse estar confiante na aprovação da reforma da Previdência “com uma boa margem de votos”. Maia trabalha para que o quórum de deputados seja alto e, terminado o debate, seja possível entrar no processo de votação do texto entre terça-feira (9) e quarta-feira (10).

No domingo (7), foi a vez do ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, se reunir com Maia. Na saída da reunião, ele demonstrou otimismo com a possibilidade de votação do primeiro turno da reforma da Previdência nesta semana no plenário da Câmara.

O relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-RJ) foi aprovado na madrugada de sexta-feira (5) na comissão especial destinada a apreciar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) encaminhada pelo governo. Maia marcou sessões no plenário a partir desta segunda-feira (8) à tarde para garantir que a matéria comece a ser apreciada no dia seguinte, já que é preciso um interstício de duas sessões do plenário.

(Agência Brasil)

IGP-DI registra inflação de 0,63% em junho, diz FGV

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) registrou inflação de 0,63% em junho deste ano, taxa superior ao 0,40% observada em maio. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o IGP-DI acumula taxas de 4,40% no ano e de 6,04% em 12 meses.

A taxa foi puxada pelos preços no atacado e na construção civil. O Índice de Preços ao Produtor Amplo, que mede o atacado, cresceu de 0,52% em maio para 0,83% em junho. O Índice Nacional de Custo da Construção avançou de 0,03% para 0,88% no período.

Por outro lado, o Índice de Preços ao Consumidor, que mede o varejo, teve deflação (queda de preços) de 0,02% em junho, depois de registrar inflação de 0,22% no mês anterior.

(Agência Brasil)

Moro tira licença do cargo por motivos particulares

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, vai se afastar do cargo na próxima semana “para tratar de assuntos particulares”. O período de afastamento dele se dará de 15 a 19 de julho.

O despacho presidencial que autoriza a licença de Moro está publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, dia 8, sem mais informações sobre os motivos da decisão.

O Ministério da Justiça e Segurança Pública explicou, por meio de sua assessoria, que o afastamento de Moro se trata de uma licença não remunerada prevista em lei. “Por ter começado a trabalhar em janeiro, o ministro não tem ainda direito a gozar férias. Então está tirando uma licença não remunerada, com base na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990”, informou a assessoria do ministério.

Segundo um auxiliar da pasta, a licença já estava sendo planejado desde que o ministro assumiu, e não tem a ver com o cenário atual de pressão sobre Moro relacionada a uma suposta troca de mensagens com procuradores.

(Agência Estado)

Cadastro Positivo entra em vigor nesta terça-feira

108 1

Entra em vigor amanhã (9) o cadastro positivo compulsório. O sistema, instituído na Lei Complementar 166, de abril deste ano, prevê a adesão automática no repasse, sem consentimento, de informações de histórico de pagamento de cidadãos a bureaus (escritórios) de crédito (como Serasa e SPC – Centralização de Serviços dos Bancos e Serviço de Proteção ao Crédito).

Eles servirão de base para atribuição de notas de crédito a cada cidadão, que serão utilizadas como referência na tomada de empréstimos e realização de crediários, entre outras operações. O cadastro positivo já existe no país. Contudo, dependia da autorização do indivíduo para que fosse incluído na lista.

A diferença da nova modalidade consiste na adesão automática, sem que a pessoa tenha de dar qualquer permissão para que informações de histórico de pagamento possam ser avaliadas pelos bureaus de crédito para formar as notas. Serão avaliados os “dados financeiros e de pagamentos, relativos a operações de crédito e obrigações de pagamento adimplidas ou em andamento”, conforme descrito na lei.

Entram aí, por exemplo, o quanto uma pessoa atrasou pagamentos de contas ou de cartão de crédito, que dívidas ela tem, com que empresas e sua capacidade financeira de arcar com compromissos adquiridos. Podem, inclusive, ser consideradas informações de desempenho também dos familiares de primeiro grau.

A lei vetou o uso de algumas informações pessoais dos cidadãos para a formação da nota, como as que “não estiverem vinculadas à análise de risco de crédito e aquelas relacionadas à origem social e étnica, à saúde, à informação genética, ao sexo e às convicções políticas, religiosas e filosóficas”.

Essas notas (ou score, no termo em inglês utilizado entre as empresas) podem ser empregadas por empresas e instituições financeiras para determinados tipos de transação. Cada empresa vai definir a forma de adotar as notas e que tipo de restrição determinados índices podem trazer, como na diferenciação de condições, taxas de juros ou de acesso a serviços.

Recusa

Os consumidores que não quiserem ter seus dados incluídos no cadastro positivo podem solicitar a retirada. Essa requisição deve ser feita juntamente aos bureaus de crédito, como Serasa, SPC e Boa Vista Serviços. Caso a pessoa desista da saída do sistema, pode pedir o retorno ao cadastro. Esses procedimentos podem ser realizados presencialmente ou por meio dos sites dessas empresas.

A diretora de Operação de Dados da Serasa Experian, Leila Martins, disse que o consumidor também pode requisitar aos bureaus a disponibilização das informações sobre ele e cobrar a correção em caso de dados errados. “Se ele entende que tem algum dado que não considera correto, pode contestar. A fonte que deu origem tem que responder”, explicou.

Benefícios

Para o presidente da Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC), Elias Sfeir, o novo sistema pode gerar benefícios aos consumidores.

“Com o cadastro positivo você tem uma pontuação mais próxima realmente do seu comportamento. Tendo essa pontuação mais próxima, os agentes de crédito podem fazer melhor avaliação e dar uma taxa melhor de juros, considerando o seu perfil”. A promessa do novo cadastro positivo é que com tais informações, bancos, fintechs e outras instituições reduzam taxas e juros.

Segundo Sfeir, em países que adotaram esse modelo houve queda de 45% da inadimplência, o que causou impacto na redução de spreads bancários. Com isso, haverá espaço para incluir pessoas no sistema de crédito, beneficiar micro e pequenas empresas e aumentar a arrecadação.

Riscos

Na avaliação do coordenador de direito digital do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Diogo Moyses, além do cadastro positivo violar a privacidade dos consumidores, há problemas a serem resolvidos na sua implementação.

O primeiro é o fato de a legislação apontar a possibilidade de uso de alguns dados não expressos, o que abriria espaço para abusos. Por isso, acrescenta, é importante que o Banco Central e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (aprovada em lei neste ano, mas ainda não criada pelo governo) regulamentem de forma detalhada os registros dos consumidores que podem ser utilizados para a formação da nota.

A segunda preocupação envolve em que tipo de transação a nota de crédito será admitida. Ele cita como exemplo as operadoras de telefonia, que já estão restringindo o acesso a planos pós-pagos a pessoas com notas baixas.

“Há um receio que o score seja utilizado para cercear o acesso dos consumidores além das relações de crédito. Milhões de consumidores podem ser excluídos economicamente. Em vez de gerar inclusão, o cadastro pode se tornar instrumento de exclusão. Ainda mais com cenário de pessoas desempregadas e aumento da inadimplência”, afirmou.

(Agência Brasil)

Datafolha – 33% dos brasileiros aprovam governo Bolsonaro e 33% desaprovam

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) é considerado ótimo ou bom por 33% dos eleitores do País. O percentual é o mesmo para quem considera a gestão ruim ou péssima. A pesquisa, do Datafolhoa, foi divulgada nesta manhã de segunda-feira, 8, pelo jornal Folha de S.Paulo.

Jair Bolsonaro obteve na classificação regular 31%. Sobre o futuro da gestão, 51% disseram esperar um governo bom ou ótimo depois do primeiro semestre. Outros 21% esperam uma gestão regular, enquanto 24% disseram que a expectativa é péssima.

Antes da posse, os brasileiros tinham a expectativa de um governo bom ou ótimo na ordem de 65% contra 17% de regular e 12% projetando um mandato ruim ou péssimo.

DETALHE – A pesquisa foi realizada nos dias 4 e 5 de julho e foram entrevistados 2.086 pessoas com mais de 16 anos, em 130 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou menos.

(Foto – Agência Brasil)

GOL já está vendendo bilhetes do trecho Fortaleza-Juazeiro do Norte

A GOL Linhas Aéreas já está vendendo bilhetes para a rota direta entre Fortaleza e Juazeiro do Norte (Região do Cariri). Os clientes terão à disposição voos diretos todos os dias, entre as duas cidades, a partir de 2 de setembro.

Os bilhetes, segundo a empresa, estão disponíveis a partir de R$ 99,99 o trecho (sem taxas) em todos os canais da companhia – aplicativo e site (www.voegol.com.br), nas lojas VoeGOL e nas agências de viagem. Cumprindo com o compromisso da companhia em oferecer preços acessíveis.

Atualmente a GOL disponibiliza cerca de 430 frequências semanais no estado do Ceará (pousos e decolagens). Opera em três aeroportos do estado: Fortaleza, Jericoacoara e Juazeiro do Norte e lidera em decolagens no Ceará com 36% da oferta de assentos.

(Foto – Divulgação)

Mercado financeiro reduz estimativa de crescimento da economia pela 19ª vez consecutiva

122 1

A estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia este ano continua em queda. Segundo o boletim Focus, pesquisa semanal do Banco Central feita junto a instituições financeiras, a projeção para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todos os bens e serviços produzidos no país – desta vez foi reduzida de 0,85% para 0,82%. Foi a 19ª redução consecutiva.

Para 2020, a expectativa é que a economia tenha crescimento maior – de 2,20% -, a mesma da semana passada. A previsão para 2021 e 2022 permanece em 2,50%.

A estimativa de inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), se manteve em 3,80% este ano. A meta de inflação de 2019, definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), é de 4,25%, com intervalo de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

A projeção do mercado financeiro para a inflação em 2020 é de 3,91%. A meta para o próximo ano é de 4%, com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual para cima ou para baixo.

Para 2021, o centro da meta de inflação é 3,75% e para 2022, 3,5%, também com intervalos de tolerância de 1,5 ponto percentual. A previsão do mercado financeiro para a inflação em 2021 e 2022 permanece em 3,75%.

Taxa básica de juros

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central usa como principal instrumento a taxa básica de juros, a Selic, mantida em 6,5% ao ano pelo Comitê de Política Monetária (Copom).

Ao final de 2019, as instituições financeiras esperam que a Selic esteja em 5,50% ao ano, mesma projeção da semana passada.

Para o fim de 2020, a expectativa é que a taxa básica seja de 6% ao ano e, no fim de 2021 e 2022, chegue a 7,5% ao ano.

Quando o Copom reduz a Selic, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle da inflação e estimulando a atividade econômica.

(Agência Brasil)

Datafolha – Parcelas mais ricas da população se dividem na avaliação do governo Bolsonaro

Com a avaliação quase inalterada na base da pirâmide econômica, a maior mudança na percepção do governo Bolsonaro ocorreu nas elites, informa a Painel, da Folha de S.Paulo, baseada em pesquisa do Datafolha.

Em comparação com a pesquisa anterior, os que ganham de cinco a dez salários mínimos expressaram uma visão mais crítica, enquanto os que têm renda acima desta marca ampliaram a aprovação. No primeiro time, os que taxam a gestão como ótima ou boa recuaram de 43% para 37%. No segundo, saltaram de 41% para 52%.

Entre os de renda de cinco a dez mínimos, a avaliação de Jair Bolsonaro oscilou para pior em todos os quesitos. Além do número dos que veem seu governo como ótimo e bom ter encolhido, o dos que o classificam como regular passou de 26% para 29%, e o dos que o tratam como ruim ou péssimo de 28% para 32%.

Já a percepção dos mais ricos fez trajetória oposta. Na faixa dos que ganham mais de dez salários mínimos, além do salto na aprovação do presidente, o índice dos que veem sua gestão como regular passou de 26% para 15%, e como ruim e péssima de 37% para 32%.

(Foto – Agência Brasil)

BNB registra crescimento de 9% nas contratações do primeiro semestre

O Banco do Nordeste registrou, nos primeiros seis meses deste ano, a aplicação de R$ 18,8 bilhões na economia da região, por meio de mais de 2,4 milhões de operações. A informação é do presidente do BNB, Romildo Rolim.

O montante representa um crescimento de 9% em relação ao mesmo período de 2018, quando a instituição havia contratado R$ 17,4 bilhões.

Somente com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), principal funding da instituição, as aplicações somaram R$ 13,4 bilhões, envolvendo mais de 250 mil operações. O volume aplicado também foi superior ao do primeiro semestre do ano passado, quando as aplicações do FNE fecharam em 12,3 bilhões.

Para o presidente do BNB, o volume de negócios deve crescer ainda mais no segundo semestre. “Em face do reaquecimento da economia, esperamos ultrapassar nossa meta de aplicações, que é de R$ 38,7 bilhões em 2019, sendo R$ 27,7 bilhões oriundos do FNE e R$ 11 bilhões destinados ao microcrédito urbano, Crediamigo”, prevê.

(Foto – Fábio Lima)

Receita Federal abre nesta segunda-feira consulta ao segundo lote de restituições do IR 2019

A Receita Federal abrirá, a partir das 9 horas desta segunda-feira (8), as consultas ao segundo lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) de 2019, e a lotes residuais de 2008 a 2018. A informação é do Portal G1.

De acordo com o Fisco, serão pagos neste lote R$ 5 bilhões, a 3.164.229 contribuintes. Os depósitos serão feitos em 15 de julho.

Do total a ser pago, R$ 2,362 bilhões serão pagos a contribuintes idosos acima de 60 anos, com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

SERVIÇO

*As consultas podem ser feitas pelo site da Receita Federal na internet. Há, ainda, o aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF, diretamente nas bases de dados da Receita Federal.

(Foto – Agência Brasil)

ProUni 2019 – Candidatos tem até esta segunda-feira para comprovar informações

134 1

Os estudantes selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até hoje (8) para comprovar as informações fornecidas na hora da inscrição. No site do ProUni está disponível a lista da documentação necessária.

Cabe aos estudantes verificar, nas instituições de ensino para as quais foram selecionados, os horários e o local de comparecimento para a confirmação das informações. O resultado da segunda chamada foi divulgado no último dia 2 e está disponível na página do programa.

Aqueles que não foram selecionados podem ainda participar da lista de espera nos dias 15 e 16 de julho.

ProUni

Ao todo, serão ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais, de 100% do valor da mensalidade, e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até 3 salários mínimos.

Quem pode participar

O ProUni é voltado a candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Além disso, os estudantes precisam ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral.

É preciso ainda ter obtido no mínimo 450 pontos na média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem. O cálculo é feito a partir da soma das notas das cinco provas, dividida por cinco. Outra exigência é de que o aluno não tenha tirado zero na redação.

Também podem se inscrever no programa estudantes com deficiência e professores da rede pública.

(Agência Brasil)

Após vitória em campo, Paulo Guedes espera aprovar a reforma da Previdência

Após a vitória da seleção masculina do Brasil sobre a seleção peruana no jogo desse domingo (7), o que rendeu ao país mais um título de campeão da Copa América, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que espera que a próxima vitória seja a aprovação da reforma da Previdência no Congresso Nacional.

“Espero que esta seja uma grande semana, que comece agora com o Brasil campeão e que, ao longo da semana, a gente aprove a Previdência”, disse Guedes à TV BrasilGov no intervalo da partida.

A expectativa é que a proposta de reforma da Previdência, que foi aprovada na Comissão Especial na última quinta-feira (4), seja votada em primeiro turno no plenário da Câmara dos Deputados até esta quarta-feira (10). O texto precisa ser aprovado em dois turnos na Câmara antes de seguir para o Senado, onde também passa por dois turnos. Nesse processo, a proposta ainda pode ser modificada.

De forma geral, a proposta estabelece, para se aposentar, a idade mínima de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres, com um mínimo de 20 anos de contribuição para eles e de 15 anos para elas. Os trabalhadores que contribuírem pelo tempo mínimo terão direito a uma aposentadoria de 60% da média dos salários, assegurando que seja pago pelo menos o salário mínimo. Para ter direito a 100% da média dos salários, será necessário contribuir por 40 anos.

Atualmente, a aposentadoria por idade pode ser solicitada pelos homens aos 65 anos e pelas mulheres, aos 60, com, no mínimo, 15 anos de contribuição. Já a aposentadoria por tempo de contribuição pode ser solicitada com 35 anos de trabalho pelos homens e com 30 anos pelas mulheres.

(Agência Brasil)

Bolsonaro comemora vitória da Seleção; alguns atletas o chamam de “Mito”

632 5

O presidente Jair Bolsonaro testou popularidade durante o jogo em que o Brasil conquistou a Copa América, ao derrotar, nesse domingo, o Peru pelo placar de 3 a 1, no Maracanã. Foi aplaudido pela torcida e até posou ao lado dos jogadores da seleção, em clima de festa da vitória.

Bolsonaro teve direito a corinho de “Mito” entoado por alguns aletas da Canarinho.

Ainda no mesmo domingo, ele voltou a admitir que quer ir para a reeleição.

(Vídeo – Reprodução de TV)

Brasil é a virgem que todo tarado de fora quer, diz Bolsonaro

142 2

“O primeiro mundo quer para eles a administração dessa área. O Brasil é uma virgem que todo tarado de fora quer”, afirmou o presidente Jair Bolsonaro ao ser questionado sobre fala do Papa Francisco, que afirmava que a situação na Amazônia é o melhor exemplo para explicar os problemas ambientes e sociais que acontecem ao redor do mundo.

Bolsonaro fez a declaração nesse sábado, 6, quando falava sobre a pressão de países europeus pela preservação da Amazônia e o processo de demarcação de terras indígenas.

Para Bolsonaro, os países do continente europeu não têm outro objetivo além de querer explorar, no futuro, as terras da região. Segundo ele, na “cabeça dos europeus”, a Amazônia não seria territória brasileiro.

Bolsonaro também foi duro em criticar a influência de outros países no processo de demarcação dos territórios indígenas e quilombolas. “Você quer perder a Amazônia? Quando os outros presidentes iam nessas reuniões, como eu fui, vinham pra cá e demarcavam dezenas de terras indígenas. Você consegue imaginar o tamanho da região Sudeste? Dá pra imaginar? Uma área maior que isso não está reservada para índio. O índio não tem poder de lobby? ONGs, grana de fora do Brasil. Áreas riquíssimas. O que o outro mundo quer é preservar essa área pra poder explorar um dia”, finalizou.

Datafolha – 58% consideram inadequadas conversas de Moro e procuradores da Lava Jato

Pesquisa feita pelo Datafolha e publicada neste sábado, 6, aponta que 58% dos brasileiros consideraram inadequadas as supostas conversas vazadas entre Sérgio Moro, então juiz da Operação Lava Jato, e procuradores da força-tarefa. Já os que viram as mensagens como adequadas são 31%. Os que não souberam opinar representam 11% dos entrevistados.

Apesar disso, 55% dos entrevistados não acham que Moro deveria deixar o cargo de ministro da Justiça, posto que assumiu no início deste ano após convite do presidente Jair Bolsonaro, que venceu eleição no ano passado derrotando no segundo turno o petista Fernando Haddad, apoiado pelo ex-presidente Lula. Outros 38% concordam que Moro deveria renunciar. Os que não sabem são 7%. A avaliação de Moro como ministro caiu de 59% em abril para 52% nesta pesquisa.

Segundo os dados divulgados em reportagem do jornal Folha de S.Paulo, quanto menor a faixa de renda dos entrevistados, maior o índice de reprovação às conversas. Os mais jovens também são os que mais reprovam as mensagens vazadas. Por região, a rejeição é maior no Nordeste (56%), seguido por Centro-Oeste e Norte (44%), Sudeste (35%) e Sul (33%).

O levantamento indica também que, se as conversas forem comprovadas, 59% das pessoas concordam que o conteúdo é grave e as decisões de Moro como juiz dos casos da operação devem ser revistas. Outros 30% acreditam que as conversas não têm importância diante dos resultados da Lava Jato no combate à corrupção, enquanto 11% não souberam opinar.

Contudo, a maioria dos brasileiros (54%) é a favor da punição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, que faz parte dos processos da Lava Jato. A prisão é vista como injusta por 40%. Os que não souberam opinar são 6%.

As supostas conversas têm sido vazadas em uma série de reportagens produzidas pelo site The Intercept Brasil, do jornalista Glenn Greenwald, que se tornou conhecido internacionalmente por reportagens sobre o programa global de espionagem do governo norte-americano.

Nas mensagens, Moro teria orientado o trabalho dos procuradores da Lava Jato, indicando um conluio entre juiz e acusação. Moro nega o conluio e afirma não ter como confirmar a autenticidade das mensagens, por não se lembrar de conversas ocorridas há anos e porque, mesmo que sejam verdadeiras, já teriam sido apagadas.

Bolsonaro tem dado apoio a Moro e disse na sexta-feira, 5, que pretende assistir no domingo à final da Copa América, entre Brasil e Peru, no Maracanã, ao lado do titular da Justiça e Segurança Pública. “E o povo vai dizer se nós estamos certos ou não”, disse o presidente.

(Agência Estado)

Morre João Gilberto, o Pai da Bossa Nova

139 2

O cantor, compositor e violonista baiano João Gilberto, considerado um dos pais da Bossa Nova, morreu hoje (6) aos 88 anos, na cidade do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo filho do artista Marcelo Gilberto, que também é músico, em seu perfil na rede social Facebook.

O artista, conhecido por sua reclusão e perfeccionismo, cimentou as bases da Bossa Nova com os discos Chega de Saudade (1959), O Amor, o Sorriso e a Flor (1960) e João Gilberto (1961). Chega de Saudade, de autoria de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, é uma das músicas mais famosas tocadas por João Gilberto. O álbum jazz e bossa nova Getz/Gilberto (1964), uma parceria com o saxofonista estadunidense Stan Getz, foi premiado com o Grammy. Ele também fez composições próprias, como Bim-Bom e Oba-la-la.

A última vez em que João Gilberto pisou nos palcos foi em 2008, por ocasião das comemorações dos 50 anos da Bossa Nova. Houve uma expectativa de que ele voltasse aos palcos em novembro de 2011, em uma turnê nacional com o show João Gilberto 80 anos – Uma Vida Bossa Nova. Mas a primeira apresentação que seria realizada na capital paulista foi cancelada por motivos de saúde do músico e a turnê acabou não acontecendo.

O compositor foi visto cantando e tocando violão pela última vez em 2015: ele aparece em vídeos postados na rede social Facebook por Claudia Faissol, mãe de Luisa, filha caçula do cantor. João estava de pijama e tocava e cantava Garota de Ipanema ao lado da filha.

Devido a problemas financeiros e de saúde do cantor, a filha dele Bebel Gilberto conseguiu a interdição do músico no último dia 15 de novembro. O processo corre em segredo de justiça na 5ª Vara de Órfãos e Sucessões do Rio de Janeiro.

(Agência Brasil)