Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Alckmin e Doria querem desembarque do PSDB do governo só depois de aprovadas as reformas

Na disputa pela candidatura tucana em 2018, o prefeito de São Paulo, João Doria, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, jogam juntos quando o assunto é o desembarque do PSDB do governo. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Ambos concordam que não pode ser agora, mas que ele tem de ser feito logo depois da aprovação das reformas.

2 a 0 – Ceará vence Juventude com gols dos “reservas”

Sete minutos de jogo. Foi esse o tempo que o Ceará precisou para definir a vitória sobre o Juventude por 2 a 0, neste sábado, 15, pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado obtido no Castelão para um público total de 5601 torcedores, o Alvinegro subiu para 21 pontos e assumiu a sexta colocação da competição. O Juventude, até então líder, segue com 26 pontos, agora na segunda colocação.
Logo aos quatro minutos da primeira etapa, Valdo, que jogou em função da suspensão do titular Rafael Pereira, abriu o placar. Ricardinho cobrou escanteio e a bola sobrou para o zagueiro chutar de direita, no canto do goleiro Matheus.
Aos sete minutos foi a vez de Elton, agora titular na vaga de Magno Alves, deixar sua marca. Após jogada de Cametá pela direita, a zaga do Juventude se atrapalhou e o centroavante tocou com categoria, de pé esquerdo, para fazer o 2 a 0.
Com a vantagem, o Ceará passou a dar mais campo ao time gaúcho na tentativa de buscar os contra-ataques. A alternativa ficou prejudicada porque faltava inspiração aos homens de frente do time verde e branco. Ainda assim, o Juventude teve duas boas oportunidades para diminuir o placar. Na principal, no fim do primeiro tempo, Juninho cruzou e Cametá quase marca contra, mas a bola bateu na trave e depois no travessão antes do perigo ser afastado.
No segundo tempo o Ceará praticamente não atacou. O objetivo do time era segurar o marcador e garantir os três pontos. Assim, a posse de bola ficou com o Juventude, mas foram poucas as jogadas de perigo real criadas, até porque o sistema defensivo do Ceará funcionou com correção.
Para tentar dar mais atitude ofensiva ao time, apesar da vantagem, o técnico Marcelo Chamusca ainda colocou Lelê, Arthur e João Marcos – que não jogava desde meados do ano passado – mas o panorama do jogo não mudou. Nem o placar. Melhor para o Ceará, que somou a sua sexta vitória na Segundona.
DETALHE – Na terça-feira que vem, em Campinas, o Ceará visita o Guarani, líder da Série B, com 26 pontos. O jogo começa às 20h30min.
(O POVO Online)

Eleições 2018 – Tasso desconversa sobre aliança do PSDB com o PMDB

O presidente interino do PSDB nacional, senador Tasso Jereissati, disse estar muito cedo para se tratar de sucessão presidencial e da possibilidade de seu partido fechar coligação com o PMDB. Para Tasso, há um longo caminho a ser trilhado até o pleito de 2018.

Desconversando sobre esse assunto, voltou a afirmar que está cada vez mais próximo de os tucanos desembarcarem do governo. Uma das sinalizações, conforme ele, foi a votação do parecer que tratou da denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra Temer. Na CCJ, dos sete tucanos que participaram da votação, cinco apoiaram a continuidade das investigações.

Tasso comemorou a aprovação da reforma trabalhista. Apoiador da medida, afirmou que ela vai ajudar a gerar mais empregos no País. Será oportunidade para reduzir o desemprego, adiantou o senador tucano, ao visitar, nesta semana, a Expocrato, a maior exposição agropecuária do Nordeste, que acontece na cidade do Crato (Região do Cariri).

Fortaleza terá ato de solidariedade a Lula neste domingo

A Frente Brasil Popular vai realizar, a partir das 15 horas deste domingo, no Parque do Cocó, o  ato “Diretas Já” e contra o governo do presidente Michel Temer (PMDB). A manifestação conta ainda como PT, PT, PCdoB, movimentos sociais e sindicais como a Central Única dos Trabalhadores (CUT).

O ato será também de solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi condenado pelo juiz Sergio Moro pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Para os organizadores, Lula é vítima de imparcialidade jurídica e perseguição política.

O ex-presidente Lula manteve a agenda de visitas que fará a vários estados, incluindo o Ceará. Ele começará esse giro pelo País, a partir do próximo mês.

 

UFC abre concurso para professor efetivo

A Universidade Federal do Ceará recebe inscrições, no período de 17 deste mês a 16 de agosto próximo, para concurso público com três vagas de professor efetivo. De acordo com o Edital nº 108/2017 (https://goo.gl/5LTkzT), as oportunidades são para a Faculdade de Medicina (Famed) e para o Centro de Ciências Agrárias (CCA). A informação é da assessria de imprensa da Instituição.

Na Famed, a vaga é voltada para o Departamento de Saúde Materno-Infantil, no setor de estudo Pediatria, com jornada de 40 horas semanais. Já no CCA, as duas vagas disponíveis, com regime de trabalho de 40 horas e dedicação exclusiva, são para o Departamento de Economia Doméstica: uma para o setor Políticas Sociais, Inclusão e Diversidade, e outra para Governança, Políticas Públicas e Desenvolvimento. Todas as vagas exigem dos candidatos título de doutor.

SERVIÇO

*Mais informações sobre documentação exigida, taxa de inscrição, valor da remuneração, entre outras, podem ser consultadas na íntegra do edital, disponível no site da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (https://goo.gl/5LTkzT).

BNDES quer assembleia do Grupo JBS para discutir comando da empresa

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) pediu a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE) do grupo JBS, com objetivo de discutir o comando da empresa. O banco é sócio minoritário da companhia comandada pelos irmãos Joesley e Wesley Batista, com 21,3% das ações. Segundo o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, a AGE deverá acontecer em breve.

A informação foi dada por Rabello nesta sexta-feira (14), durante coletiva para o lançamento do Livro Verde – Nossa História Tal Como Ela É, que destaca as principais  atividades do banco no período de 2001 a 2016.

Por conta da delação premiada de Joesley, em 17 de maio, o grupo JBS chegou a perder R$ 3,5 bilhões em valor de mercado, causando prejuízo ao BNDES e a outros acionistas minoritários, incluindo a Caixa Econômica Federal, que detém 4,9% das ações. Questionado se o banco iria pedir o afastamento dos irmãos Batista da JBS, o presidente confirmou que o assunto será colocado em pauta na AGE.

“Isso é um assunto que é interna corporis [resolvido internamente] dos sócios, nem eu posso responder. Porque nós estamos agindo em bloco [com outros minoritários]. A AGE foi solicitada e ela deve ser marcada nos próximos dias. Eu defendo o melhor para a companhia. Será jogado em pauta [na AGE], mas não com o termo que foi utilizado [destituição], porque destituir a gente destitui é rei”, afirmou Paulo Rabello.

Ele explicou que o motivo da convocação da AGE é realizar uma apuração sobre o que ocorreu na JBS após a delação de Joesley, que impactou negativamente nas ações empresas na bolsa de valores.

“Não significa dizer que a gente tem qualquer parti pris [do francês, opinião preconcebida] de que o administrador causou qualquer dano. Mas o que é fundamental é que se haja uma apuração. Isso é o que o Brasil quer que seja feito, por que ele [o país] é investidor na companhia. Queda de preço [de ações] momentâneo não é prejuízo, quando a ação sobe também não é lucro. Governança profissionalizada é um objetivo do banco”, disse Paulo Rabello.

Livro Verde

Entre os assuntos abordados no Livro Verde, está o aumento da participação das micro, pequenas e médias empresas (MPME) nos empréstimos do banco. No período entre 1996 e 2000, essa participação foi menos de 15% do total, alcançando uma média de 32% entre 2011 e 2016. Também no setor da agropecuária, que respondia por menos de 3% do total de empréstimos em 2010, houve forte crescimento, passando para 18% do total, em 2016.

Os desembolsos médios totais do banco no país para o setor de infraestrutura, entre 2011e 2016, foi de R$ 2,3 bilhões por ano no setor de rodovias, R$ 2,1 bilhões em ferrovias, R$ 1,4 bilhão em portos e hidrovias e R$ 1,3 bilhão em infraestrutura aeroportuária. Também houve desembolso médio anual de R$ 4,1 bilhões para obras de mobilidade urbana.

(Agência Brasil)

Mesmo condenado, Lula mantém agenda de visitas pelo País. O Ceará está na lista

131 4

Antes do anúncio da condenação, o ex-presidente Lula tinha definido um périplo por 22 cidades brasileiras. Pois o cronograma está mantido. Candidatíssimo, ele começa as visitas em agosto.

Lula foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão pelo juiz Sergio Moro. O petista vai aguardar a decisão da instância superior em liberdade.

DETALHE – A visita ao Ceará e demais estados nordestinos, num giro utilizando um ônibus, não saiu, portanto, da agenda.

(Foto – AFP)

Sana 2017 terá festival de música pop coreana

Fortaleza receberá, pelo segundo ano consecutivo, as finais regionais do K-pop World Festival. Trata-se de um dos maiores concursos de música pop coreana do mundo, que ocorrerá neste sábado (15), no Centro de Eventos, como parte da programação do Sana 2017. O certame tem o apoio da Embaixada da República da Coreia, que participa deste três dias de Sana (14, 15 e 16 de julho) com um estande com uma série de atividades, como degustação de comidas típicas, atividades tradicionais, jogos e brindes.

Outra novidade neste ano. A Kocca Brasil, a agência de conteúdo criativo da Coreia, participará com estande de Kdramas e Kpop, ampliando a presença do país asiático no evento. No espaço serão exibidos filmes coreanos e programas de entretenimento. A ideia é que não apenas os apaixonados por Kpop, mas também o público do evento e a população de Fortaleza e região possam se aproximar de uma cultura vibrante.

SERVIÇO

*Mais sobre o Sana 2017 aqui.

Prefeitura de Caucaia empossa 172 novos professores

Nesta sexta-feira, o prefeito de Caucaia, Naumi Amorim, deu posse a 172 professores aprovados no mais recente concurso público desse município da Região Metropolitana de Fortaleza. O grupo, segundo a assessoria de imprensa do Paço, vai reforçar o ensino em escolas municipais já a partir de agosto deste ano, no retorno do calendário letivo.
“Nossos índices precisam melhorar. Como a gente só consegue alcançar algo se sonhar junto, eu quero sonhar junto com vocês. Nós pegamos a educação de Caucaia acabada, mas vamos fazer tudo o que for possível para melhorar”, prometeu o prefeito.
Dos 172 professores empossados hoje, 125 são para Educação Básica. Os demais dividem-se em: 12 de Educação Física, nove de Matemática, sete de Língua Portuguesa, seis de Língua Estrangeira, cinco de Ciências, quatro de Geografia, três de História e um de Artes. “Não podemos falar de educação de qualidade sem professores capacitados. A educação precisa de pessoas comprometidas para reverter o quadro atual. É um grande desafio. Por isso, o dia de hoje é de alegria mas também de compromisso” sintetizou a secretária municipal de Educação, professora Lindomar Soares.
Conforme o edital do concurso, a Prefeitura teria dois anos para convocar profissionais para todas as vagas. Fez isso, porém, em menos de sete meses da nova administração municipal. Inclusive no tocante ao Cadastro Reserva. “Nós precisamos de um time consciente e que se entenda na posição de influenciador. Porque muitas crianças têm em vocês um referencial! Nós estamos cientes das muitas dificuldades, mas também de que temos condições de avançar. Que vocês sejam bênçãos e abençoadores”, pontuou a secretária de Governo e Articulação Política, a primeira-dama Erika Amorim.
Essa foi a segunda posse da gestão de Naumi Amorim. A primeira ocorreu em 20 de abril, quando 126 aprovados no último concurso municipal assumiram seus cargos nas secretarias Municipais de Saúde (SMS), Desenvolvimento Social (SDS) e Planejamento Urbano e Ambiental (Seplam).
(Foto – Divulgação)

Eduardo Cunha depõe, mas permanece calado

O ex-deputado federal Eduardo Cunha compareceu hoje (14) à Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, para ser interrogado no âmbito da Operação Cui Bono. Ele é investigado por suposto envolvimento em esquema criminoso que fraudava os Fundos de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na Caixa Econômica Federal.

A audiência começou por volta das 11 horas e durou apenas 15 minutos. Cunha não respondeu às perguntas nem se manifestou sobre o assunto.

Segundo a defesa do ex-deputado, ele não falou porque já existe ação penal em curso na 10ª Vara da Justiça Federal, no Distrito Federal, que apura os mesmos fatos. Assim, Cunha só deverá depor em juízo.

Eduardo Cunha está detido no Complexo Médico Penal em Pinhais (Região Metropolitana de Curitiba).

(Agência Brasil)

Líder do PMDB diz que recessão não vai impactar votação de denúncia contra Temer

O líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (PMDB-SP), afirmou hoje (14) que o recesso parlamentar não deve ter impacto na votação da denúncia contra o presidente Michel Temer. A partir do próximo dia 18, o Congresso Nacional entrará em recesso e retomará suas atividades na primeira semana de agosto.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou a votação da denúncia em plenário para o dia 2 de agosto. Rossi está confiante de que até esta data a base governista agregará o número mínimo necessário de votos para vencer no plenário.

“Acho que nós tivemos uma vitória muito importante ontem na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), com 41 deputados votando contra a denúncia. E agora, marcado para o dia 2 de agosto, acho que o resultado da CCJ vai se refletir no plenário, com uma vitória também importante do governo no plenário. Acho que o recesso não interfere”, disse.

A oposição adiantou que não se esforçará para garantir o registro da presença em plenário. Já, o líder do PMDB garante que a base estará presente. “Não achamos que um assunto dessa importância pode ficar parado na Câmara. Nós estaremos aqui pra votar e temos certeza de que o governo terá no plenário uma vitória importante”, declarou Rossi.

De acordo com o regimento interno da Câmara, uma sessão deliberativa pode ser aberta com o registro de pelo menos 257 votos, mas o número é inferior ao mínimo necessário para autorizar o prosseguimento da denúncia. Pela Constituição Federal, uma denúncia contra presidente da República precisa ser autorizada por 342 deputados, o que representa dois terços dos 513 parlamentares da Câmara.

O impasse em torno do quórum alto deve ser discutido entre as lideranças durante o recesso. Mais cedo, o deputado Beto Mansur (PRB-SP), confirmou que nem a base, nem a oposição contam ainda com o mínimo de votos necessários para abrir o quórum.

Segundo Mansur, até o momento o governo conta com o apoio de 262 parlamentares, a oposição com 171 e 80 deputados ainda estão indecisos. “Nós temos que trabalhar e convencer os indecisos a votar conosco. A oposição como sempre quer ficar batendo nessa cantilena de corrupção, nós queremos aprovar reformas”, disse Mansur.

Oposição

Os oposicionistas acreditam que, durante o recesso, a pressão popular pode favorecer o convencimento dos indecisos em favor da denúncia.

“Vamos insistir na aprovação da denúncia aqui em duas semanas, com contato direto com a sociedade, muitos deputados vão sair da indefinição. Novas denúncias poderão vir nesse período, portanto o nosso interesse, através da pressão social legitima, é aprovar a denúncia do Procurador- Geral da República, [Rodrigo Janot]”, disse o deputado federal Chico Alencar (Psol-RJ).

Ele disse ainda que os partidos da oposição farão um levantamento sobre as emendas parlamentares que foram prometidas pelo governo aos deputados em troca de votos na CCJ. Para os oposicionistas, a manobra “pode caracterizar corrupção ativa por parte do governo e corrupção passiva por parte dos deputados”. O líder do PMDB respondeu que a acusação não tem fundamento.

parecer aprovado na CCJ pela não admissibilidade da denúncia pode ser lida no plenário da Câmara na próxima segunda-feira (17).

Denúncia

No inquérito, Janot acusa Temer de ter se aproveitado da condição de chefe do Poder Executivo e recebido, por intermédio do seu ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, “vantagem indevida” de R$ 500 mil. O valor teria sido ofertado pelo empresário Joesley Batista, dono do grupo JBS, investigado pela Operação Lava Jato.

A defesa do presidente Michel Temer argumenta que as provas contidas na denúncia não são concretas e que o presidente não cometeu nenhum ilício. Temer classificou a denúncia de “peça de ficção” e questionou a atuação de Janot.

(Agência Brasil)

Copa Nordeste – Ceará vai receber R$ 1 milhão; o Ferroviário, R$ 775 mil

Que notícia boa essa do jornalista Fernando Graziani, em seu Blog: o meu Ceará vai receber R$ 1 milhão de cota na Copa Nordeste. O Ferroviário vai ver dinheiro que nunca pensou receber. Confira:

Divulgadas as cotas de participação dos clubes da Copa do Nordeste para o ano que vem e o torneio, que tem o Esporte Interativo como detentor dos direitos de transmissão para a televisão, dará premiação recorde aos participantes, somando R$ 22.400.000,00. Em 2017, por exemplo, o total distribuído foi de R$ 18.520.000,00, enquanto em 2016 o valor chegou aos R$ 14.820.000,00. O aumento tem ocorrido ano após ano, desde 2013, quando passou a ser novamente disputada.

Os valores que serão pagos pela participação na primeira fase privilegiam as equipes com melhores posições no ranking. Assim, Ceará, Bahia, Vitória e Santa Cruz (que herdou a vaga do Sport) vão receber R$ 1.000.000,00 cada pelos seis primeiros jogos. Nas fases seguintes, os 16 times receberão a mesma quantia. Para as quartas de final, a cota é de R$ 450.000,00, enquanto para a semifinal a premiação será de R$ 550.000,00. O campeão leva R$ 1.500.000,00. Assim, o dono da taça, levará a maior premiação da história da Copa do Nordeste, com R$ 3.500.000,00 só de cotas.

FERROVIÁRIO

Pela primeira fase da Copa do Nordeste, o Ferrão vai levar R$ 775.000,00, mesma cota de Salgueiro, Confiança e Altos. Vice-campeão do Campeonato Cearense, o clube jamais recebeu um valor tão grande para uma competição. No estadual deste ano, o montante não chegou aos R$ 180.000,00. É a chance do Ferroviário fazer um trabalho com o mínimo de planejamento para um 2018 com muitas competições relevantes e que colocarão o clube, depois de bastante tempo, no radar regional e nacional.

Em tempo: pela primeira fase, ABC, CRB, Botafogo-PB e Sampaio Corrêa vão receber R$ 850.000,00. Já as equipes que entrarão na competição via repescagem levam R$ 750.000,00.

(Do Blog Futebol do POVO, do Fernando Grazianni/Foto- Evilázio Bezrra)

Sérgio Machado promete devolver R$ 75 milhões. Já pagou R$ 25 milhões

Da Coluna Poder em Jogo, do O Globo

Delator que intermediava propina para o PMDB, o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, avisou ao ministro Edson Fachin (STF) ter pago, na semana passada, R$ 25 milhões desviados dos cofres públicos.

Ele prometeu devolver, ao todo, R$ 75 milhões.

A fortuna veio da venda de apenas um imóvel que havia sido comprado no exterior em nome de um trust. A dívida de Machado é, agora, de R$ 40 milhões. Ele já havia desembolsado R$ 10 milhões.

Governador Pezão pede licença médica

Luiz Fernando Pezão pediu licença médica para cuidar da saúde. A informação foi publicada pelo colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo. O governador do Rio de Janeiro se interna amanhã e deve ficar afastado das funções durante uma semana, fazendo exames em um hospital na Zona Sul da cidade.

No ano passado, Pezão anunciou que estava com câncer, um linfoma não-Hodgkin. Ele se afastou do governo para fazer o tratamento e, em julho, informou que não apresentava mais os sinais da doença.

A licença médica desta vez, no entanto, não tem relação com o câncer. Sua taxa de glicose, por exemplo está em 304 mg/dl. Muito acima do normal, que seria algo entre 70 e 110 mg/dl.

O momento não é dos melhores para o Estado do Rio de Janeiro. Em crise, o governo ainda apara as arestas para assinar com a União o Termo de Recuperação Fiscal. A assinatura do acordo, cercada de burocracias, tem sido adiada e deve ficar para agosto.

FNDE repassa R$ 948,5 milhões Estados, municípios e DF

Distrito Federal, estados e municípios de todo o Brasil já podem investir a parcela de junho do salário-educação. Disponíveis desde a quinta-feira, 13, os recursos, que totalizam R$ 948,5 milhões, foram repassados pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC. Desse montante, foram destinados R$ 517,8 milhões às redes municipais e R$ 430,7 milhões às redes estaduais e distrital.

Ao lado do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e o desenvolvimento do ensino. Trata-se de uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. A alíquota é de 2,5% sobre a folha de pagamento.

Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos, sendo 90% em cotas estadual/municipal (2/3) e cota federal (1/3), e 10% para serem utilizados pela autarquia em programas e ações voltados à educação básica, com o objetivo de reduzir os desníveis socioeducacionais entre municípios e estados.

SERVIÇO

*Os valores transferidos a cada ente federativo podem ser conferidos na página eletrônica do FNDE, em Liberação de recursos.

Cartão-Reforma – Decreto sobre o programa é publicado no Diário Oficial da União

Foi publicado hoje (14), no Diário Oficial da União, o decreto  que detalha os valores que serão pagos aos beneficiários do Cartão Reforma, do governo federal. O programa visa a melhorar as condições de vida de famílias com renda mensal de até R$ 2.811, por meio da reforma, ampliação ou conclusão das moradias, sem necessidade de devolução posterior do valor.

O auxílio varia conforme a categoria de obra planejada e a composição da família. Obras para fazer o sistema de esgoto sanitário poderão ser favorecidas com, no máximo, R$ 1.645,88. Já as famílias que quiserem ampliar moradias com mais de três moradores por dormitório receberão até R$ 8.048,18.  Residências sem banheiro de uso exclusivo serão custeadas com até R$ 5.009,84 e domicílios com cobertura inadequada, com até R$ 4.594,59.

Caso o objetivo seja concluir a construção, a família poderá obter um auxílio de R$ 7.000,21. Esse valor poderá ser destinado à complementação de instalações elétricas e hidrossanitárias, a revestimentos internos ou externos, incluindo pintura, e a forros e reforma da cobertura. Nessa classe, também são englobadas a instalação de pisos e esquadrias e a adaptação do imóvel para acessibilidade.

Critérios para adesão

O beneficiário deverá residir no local da reforma. Ele fica responsável por fornecer mão de obra, equipamentos e ferramentas para a execução dos serviços, mas contará com assistência técnica de profissionais da área, que farão visitas periódicas. A contribuição poderá ser concedida mais de uma vez à família, desde que não ultrapasse R$ 9.646,07.

Poderão aderir ao programa maiores de 18 anos ou emancipados. Outro pré-requisito é possuir um celular habilitado para receber SMS. É necessário que o imóvel seja o único da família e esteja em área regularizada. Imóveis em precariedade extrema, como aqueles formados por taipa não revestida, madeira aproveitada e palha, não são abrangidos pelo programa.

A publicação complementa o decreto publicado no final de junho, que determinava as condições para recebimento do subsídio. Ela esclarecia ainda que o cartão tem validade de um ano e que o valor disponibilizado é parcelado.

A meta do Ministério das Cidades é de 170 mil famílias beneficiadas até o término de 2018. A pasta ainda definirá os limites de subvenção distribuída a cada estado e município, com base no Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os interessados, vendedores de materiais de construção e entes apoiadores podem consultar mais informações no site oficial do programa.

(Agência Brasil)

Funece abre inscrições para seleção de professores

A Universidade Estadual do Ceará (Funece) lançou o Edital nº 39/2017 que tem por objetivo a seleção de professores (ocupação de vagas e cadastro de reserva) para atuação no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), no âmbito da Funece – exercício de 2017.

Serão ofertadas vagas nos cursos de Agricultor Familiar, Avicultor, Caprinocultor, Agente de Informações Turísticas, Inglês aplicado aos Serviços Turísticos, Libras, Agente de Desenvolvimento Sócio Ambiental, Higienista de Serviços de Saúde e Assistente de Secretaria Escolar.

Poderão participar da seleção docentes integrantes do Grupo Ocupacional Magistério Superior (MAG) das Universidades Estaduais do Estado do Ceará; docentes com vínculo funcional nas esferas federal, estadual e municipal; professores sem vinculação com a Administração Pública; e profissionais atuantes nas áreas de formação acadêmica dos cursos com experiência em Educação Profissional.

Inscrições

Os candidatos interessados deverão entregar ficha de inscrição e documentação exigida em Edital na secretaria da Unidade de Educação Profissional da Uece (Unep), no prédio da Reitoria, Campus Itaperi, no período de 17 a 21 de julho, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas. O pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 50, deverá ser efetuado por meio de depósito bancário.

O candidato poderá se inscrever, concorrer e ser selecionado, no máximo, em duas vagas/curso/disciplina/município, desde que atenda às exigências de formação acadêmica, que seja do interesse da Funece e que não haja simultaneidade de calendário e horários.

SERVIÇO

*Leia o Edital e o Adendo nº 01.

*Mais informações – (85) 3101-9997.

Escoliose moral, pior que a Chikungunya

Com o título “Escoliose Moral, pior que a Chikungunya”, eis artigo do advogado Irapuan Diniz de Aguiar. Eis como ele vê atualmente os parlamentares e o Parlamento brasileiro. Confira:

Os recentes episódios que vêm ocorrendo no parlamento brasileiro, seja na esfera federal ou estadual, fartamente expostos pela mídia, demonstram a total falta de compromisso dos nossos representantes com os interesses coletivos e cristaliza a crise moral. O que preside as ações e os comportamentos dos parlamentares é a preocupação, tão somente, com a própria manutenção no poder e a obtenção de vantagens pessoais, conduzindo-se por uma inclinação devassa que chega a enojar.

Essa realidade, ao tempo em que desencanta e desestimula os eleitores, permite que se possa refletir sobre as fontes dos infortúnios brasileiros, entre as quais a crescente crise ética e moral que se instalou no Legislativo. A grande disputa de espaços e a perene luta pelo poder faz com que deputados e senadores passem a ver seus colegas, não como oponentes nos debates das idéias, mas como competidores por conta de, em regra, seguirem cega obediência ao Olimpo, se desnudando dos valores que deveriam engrandecer seus mandatos. O Parlamento, dessa forma, fica dividido entre os que “pisam” e os que são “pisados” – colocando os iguais em planos diferentes.

Vivemos uma crise de legitimidade do modelo político, por não corresponder às necessidades de participação e de mudança da sociedade. Amarguramos uma crise de representatividade dos partidos políticos tradicionais, vinculados as oligarquias regionais e/ou aos mandatários de plantão. Antes da crise econômica ou política, experimentamos uma profunda esta profunda crise ética e moral decorrente da fragilidade de tais práticas condenáveis no exercício do múnus público. A esperança de obter ganhos e espaços induz o Parlamentar a se submeter a determinações que lhe retiram a oportunidade de se afirmar como legítimo representante do povo o qual deixa de ser o “seu patrão”. A vontade do povo é substituída, por conseqüência, pelo desejo do governante.

A ética e a moral são valores do homem livre. Na ética se mede a forma pela qual o homem deve se comportar no meio social sendo, pois, a ciência da conduta humana. Ela está intimamente ligada ao caráter das pessoas. Na moral se avalia a qualidade desta conduta.

A inobservância a estas regras de convivência humana dá lugar a toda sorte de posturas condenáveis que contaminam os que fazem o Parlamento, não só o apequenando diante dos olhos da sociedade mas, e especialmente, atingindo suas dignidades. A esta enfermidade que acomete os legisladores do país podemos denominar de ‘escoliose moral’ cuja cura é difícil porquanto para ela não tem remédio já que a mudança está na índole e na consciência de cada um dos detentores de mandato popular.

*Irapuan Diniz Aguiar,

Advogado.