Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Reforma Trabalhista é desaprovada por 58% da população

Aprovada na Câmara dos Deputados, a reforma trabalhista do presidente Michel Temer, que segue para o Senado, é desaprovada por 58% da população. Apenas 7% são a favor das mudanças na CLT. Pelo menos é o que revela uma pesquisa realizada pelo instituto Ipsos.

O índice de rejeição é maior ainda entre os mais escolarizados – 64% dos entrevistados com curso superior são contrários à medida. A informação é da Veja Online.

A Reforma da Previdência e a Questão Fiscal

Com o título “Debate sobre a Previdência deve ir além da questão fiscal”, eis artigo dos professores Flávio Ataliba e Carlos Alneto Manso sobre tema dos mais políticos. Replicamos da Folha desta terça-feira. Confira:

O enfrentamento da questão fiscal é a principal motivação para a reforma da Previdência apresentada pelo governo: argumenta-se que, sem aporte contínuo de recursos, essa despesa se tornará insustentável.

Embora esse argumento esteja correto, havendo números consistentes para corroborá-lo, concentrar a discussão exclusivamente nesse ponto, negligenciando outros aspectos, pode gerar importantes efeitos adversos e comprometer melhorias quando do desenho da concessão de benefícios.

Assim, é preciso atenção a diversos fatores de risco, como as distorções geradas no mercado de trabalho, as quais contribuiriam para a elevação da evasão do sistema e da informalidade, capazes até de impedir ganhos futuros de produtividade.

Também são preocupantes os impactos negativos sobre a poupança agregada –por conseguinte, sobre crescimento econômico–, uma vez que a proposta exigirá níveis maiores de transferências de quem tem maior propensão a poupar para inativos, que poupam menos. Ademais, é necessário observar os efeitos sobre os incentivos à educação, dada a perda real de renda das famílias. Certamente, o complexo debate em torno da Previdência precisará de consistentes análises sobre esses e outros efeitos.

Dessa forma, mesmo com a aprovação da proposta do governo, de forma integral ou não, as discussões deverão continuar. Porém, será imprescindível que elas não se restrinjam à sustentabilidade fiscal do sistema.
Um melhor desenho previdenciário para o país deverá estar no centro das análises, e esse desafio não poderia ser maior, uma vez que diversos itens estão envolvidos. A concessão de benefícios não só influencia o padrão de vida das pessoas mais velhas mas também o bem-estar da população.

De uma forma geral, para os indivíduos e as famílias, o principal objetivo nesse sentido é estabelecer um padrão de consumo durante toda a vida e, eventualmente, servir como seguro, garantindo renda diante uma eventualidade.

Para o governo, por sua vez, a Previdência pode ser vista como um mecanismo de redistribuição de renda e um instrumento capaz de promover a eficiência e o crescimento econômico, especialmente por meio do melhor funcionamento no mercado de trabalho e de uma eficiente acumulação de ativos.

Relativamente aos sistemas previdenciários, eles podem ser classificados, em sua estrutura básica, como de repartição e capitalização. No primeiro caso, há transferência de renda, mediada pelo Estado, entre gerações de ativos e inativos; no segundo, o indivíduo forma sua própria poupança ao longo do ciclo laboral. Os efeitos na economia decorrem da preponderância de cada um desses sistemas e, logicamente, de seus riscos associados.

No Brasil, prevalecem os sistemas de repartição, porém deve ser mais bem avaliada a adoção de sistemas multipilares, nos quais se possa separar a parte previdenciária da assistencial, deixando mais claras suas fontes de financiamento. Outra possibilidade a ser considerada é a expansão do sistema capitalizado, pela sua importância para a formação de poupança de longo prazo.

Naturalmente, qualquer sugestão de reforma ao sistema previdenciário necessita ser acompanhada de correta mensuração dos impactos gerais e de ampla avaliação dos riscos envolvidos, e o objetivo principal deve ser sempre o fortalecimento do vínculo entre contribuições e benefícios. O debate atual precisa evoluir nessa direção.

*Flávio Atailba, professor e presidente do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) e Carlos manso, também professor.

SBPC – Encontro Regional será aberto no Crato

O titular da Secitece é o ex-senador Inácio Arruda (PCdoB).

Será aberta às 19 horas desta terça-feira, no Centro de Convenções do Cariri, no município do Crato, a Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Cerca de três participantes estão escritos no evento, que vai se estender até sábado na Universidade Regional do Cariri (URCA).

O encontro tem apoio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior e contará com autoridades e representantes das mais importantes instituições de fomento à pesquisa do Brasil. A Funcap firmará acordo de cooperação com a Capes na ocasião.

Com o tema “Território, Biodiversidade, Cultura, Ciência e Desenvolvimento”, a reunião da SBPC irá contar com 17 conferências que discutirão, entre outros temas, meio ambiente, políticas científicas, inovação e educação. Entre as conferências, discussões sobre “Por que o Cariri necessita e merece mais dados de satélites?”, Resíduos sólidos, gestão e planejamento ambiental em regiões metropolitanas”, “Tecnologias geradas pela Embrapa Semiárido”, “2017-2018: Biênio da matemática Brasil”, e “A situação da CT&I no Brasil”.

Uece reabre inscrições para Vestibular 2017.2

A Universidade Estadual do Ceará reabriu as inscrições para o Vestibular 2017.2 até o próximo dia 8, exclusivamente pela internet. Estão sendo oferecidas 1.642 vagas, das quais 1.239 são para os cursos de Fortaleza e 403 vagas para as Unidades da Uece no Interior do Estado, localizadas nos municípios de Quixadá, Limoeiro do Norte, Itapipoca, Iguatu e Crateús.

A taxa de inscrição no valor de R$ 130 poderá ser paga na rede bancária ou nos estabelecimentos por ela credenciados, através de boleto bancário emitido via internet, até o dia 8 de maio, com vencimento no dia 9. Ao candidato será atribuída total responsabilidade pelo correto preenchimento dos campos da ficha eletrônica de inscrição e do boleto bancário.

As provas da 1ª Fase do certame serão aplicadas no dia 11 de junho (domingo), das 9 às 13 horas, com uma Prova de Conhecimentos Gerais de múltipla escolha: Língua Portuguesa, Língua Estrangeira, Geografia, História, Matemática, Física, Química e Biologia.  A 2ª Fase acontecerá nos dias 02 e 03 de julho, respectivamente (domingo e segunda-feira), com a realização de quatro Provas: uma de Redação e três Específicas, de acordo com o curso de opção do candidato.

SERVIÇO

*Veja o comunicado e o novo cronograma.

*Mais informações – 85 3101.9710 ou 3101.9711.

Ignácio de Loyola Brandão destacou a Bienal do Ceará

Com o título “Cada pessoa, um livro. O mundo, uma biblioteca”, eis artigo de Ignácio de Loyola Brandão, escritor e colunista da Folha. Ele escreveu sobre a Bienal Internacional do Livro do Ceará, destacando como bom exemplo a Bienal Fora da Bienal. Confira:

Literatura te tira do tiro da rua e te tira do tiro da viatura, frase em muros de Fortaleza

No fim da tarde de sábado passado, a van que me levava para Cuca Jangurussu, extrema periferia de Fortaleza, passou pela Vila do Mar, Pirambu, onde presenciei Daniel Galera sendo “batizado” – ou seja, enfiado no mar – pelos surfistas e jovens leitores ao terminar sua apresentação de literatura para uma plateia inteira dentro da água. “Entrar no mar para conversar sobre literatura foi a experiência vivida pelo escritor em programação da Bienal Fora da Bienal. Galera conversou com surfistas e nadadores no Pirambu sobre a relação entre o mar e a literatura”, escreveu a repórter Maria Parente no jornal O Povo, em matéria de grande destaque. Livros e escritores foram as estrelas aqui por 10 dias.

Hora e meia depois, contornando toda a cidade por avenidas marginais, cheguei a Jangurussu (a palavra significa enxame de abelhas) e fiquei assombrado ao penetrar nos equipamentos do Cuca, Centro Urbano de Cultura, Arte, Ciência e Esportes. A noite tinha caído e um cheiro forte de vegetação dominava a atmosfera. Em um campo de areia, dois times disputavam futebol social. Outro grupo esperava a vez. Há dias, disse meu guia Daniel Mamede, diretor de Promoção de Direitos no Instituto Cuca, que você passa aqui às 3 da manhã e tem garoto jogando. Assim, fogem das ruas. Na quadra do ginásio de esportes, surdos-mudos treinavam futsal. Na concha acústica, a garotada disputava um campeonato de xadrez. Os degraus da arquibancada, pichados ou com grafites. De instante a instante, damos com frases pelos muros, as mais recorrentes assinadas por Remido: Literatura te tira do tiro da rua. E Literatura te tira do tiro da viatura.

Os degraus e as paredes são nossas páginas de livros, me disse Mamede. Logo à frente, uma frase que nosso prefeito Doria, rei da selfie, adoraria apagar: No país onde roubar é arte, pichar é crime. Difícil imaginar que esse bairro, criado em cima de um lixão insalubre, atmosfera infecta, de onde a população tirava o sustento, era dos mais violentos e atrasados do Brasil. Nascer ali, era crescer para a marginalidade, avançar para a morte precoce. Em 2015, 292 adolescentes foram mortos na cidade. Hoje, o lixão sumiu, os jovens estão deixando de ser “mulas” de traficantes, a busca por aprendizado é a determinante. Esporte, arte, literatura e projetos sociais estão alterando o panorama.

A Rede Cuca é formada por gigantescos equipamentos montados pela prefeitura de Fortaleza. Criados numa gestão, tiveram continuidade na seguinte, mesmo sendo o eleito da oposição. Isso é governar. Isso é ser gestor. Neles, há atendimento psicossocial, encontros com escritores, aulas de artes cênicas, economia criativa, audiovisual, informática básica, teatro, fotojornalismo, dança, fotografia, música, canto, animação, línguas, basquete, vôlei, futebol de areia, jiu-jítsu, capoeira, projetos de educação integral e inclusiva. Frequentadíssimos, os Cucas não param, agitam o tempo todo, promovem, ensinam, são “clubes” sem carteirinha, sem crachás nem catracas na entrada. Os Fóruns de Jovens determinam a política do que e como fazer. Ali, estive por quase três horas e falei sobre livros e literatura. O que é tudo isso? A Bienal Fora da Bienal, segmento da Bienal Internacional do Livro do Ceará, em sua 12.ª edição. Brilhante ideia, nascida há cerca de uns oito anos.

A Bienal em si não existe apenas dentro do gigantesco Centro de Convenções da cidade, que teve todos os seus espaços ocupados por palestras e debates durante dez dias. Foram cerca de 150 escritores de variados calibres se revezando com mestres do saber, oficineiros, músicos, repentistas, turma do cordel, bandas, danças, vídeo, teatro, o que, no balanço de público, deu mais de 600 mil visitantes, todos os dias entre 9 da manhã e 10 da noite. E houve no meio enorme problema com ônibus sendo incendiados em guerra de facções, assustando a população.

A Bienal Fora da Bienal tem sido a fórmula bem-sucedida para incluir, envolver a cidade e as cidades próximas na questão livro, formação de leitor. Está aí a sugestão para a FLIP, que tem sofrido críticas por conservar a comunidade de Paraty “fora” do evento. Além de Galera falando no ar e dos meus encontros no Cuca, tivemos Walter Hugo Mãe maravilhado ao visitar aldeias indígenas. O ator Gero Camilo foi à Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, antiga capital do Estado. Posso dizer que essa Bienal esteve ligada à recente Correntes d’Escritas da Póvoa de Varzim, Portugal. Vieram direto para cá Tony Tcheka e Manuel Casqueiro, de Guiné-Bissau, Rosalina Tavares, de Cabo Verde, Carlos Subuhana, de Moçambique, e Ondjaki, de Angola, que se reuniram na Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Unilab, para discutir oralidades escritas em língua portuguesa. Agito por todos os lados, de todos os tipos.

Nesse momento de crise, em que a cultura tem sido sufocada por cortes de orçamentos em todas as esferas, o Ceará dá a demonstração de que o livro é fundamental e por intermédio dele podemos nos desenvolver. Por aqui e outros lugares trocam-se inutilmente secretários, estaduais e municipais, e se paralisa tudo ao sabor de ambições políticas.

Razão tem Affonso Romano de Sant’Anna ao comparar a Bienal do Ceará com a Feira do Livro de Frankfurt, a famosa Buchmesse, em sua grandiosidade. Acrescento a de Guadalajara, no México.

O caderno de programação tinha 60 páginas, cada uma listando 20 acontecimentos. Agora, a cada lugar onde irei, vou usar a camiseta da Bienal com o tema deste ano: Cada Pessoa, um livro. O mundo, uma biblioteca.

Lembrete: Rita Gullo e eu voltamos com o show Solidão no Fundo da Agulha 2, com novas histórias e músicas. Às 20 horas de segunda-feira, no Teatro Sérgio Cardoso, Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista.

*Ignácio de Loyola Brandão.

Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Mulher repudia agressão praticada por policial militar

A deputada estadual Fernanda Pessoa (PR), que preside a Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa do Ceará, manda nota para o Blog. O organismo repudia agressão praticada por capitão da PM contra uma mulher no calçadão da Beira Mar, em Fortaleza. Confira:

Nota de repúdio

A Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres manifesta repudio ao ato de agressão desferido pelo capitão do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) , na noite do último domingo (30\04). Pelo vídeo que circula nas redes sociais e nos meios de comunicação de Fortaleza, é nítido o ato de truculência.

Não podemos tolerar em nossa sociedade atitudes violentas à uma cidadã que apenas informava uma ocorrência de furto. Policiais militares estão a serviço da população, sua função é o de cuidar, amparar e promover a cidadania. Não podemos permitir que profissionais que estão para cuidar da população desrespeite o cidadão, desrespeite a mulher e aja de forma truculenta.

Repudiamos atos de violência e esperamos uma apuração com isenção e que excessos nas condutas de policiais militares sejam coibidos e o respeito ao ser humano seja garantido. Pedimos que a justiça seja feita e o policial seja justamente responsabilizado. Vamos acompanhar o caso.

*Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Mulheres.

Veja o vídeo do caso:

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=J0p5nlmi6Qg[/embedyt]

No Rio, oito veículos incendiados em ataques criminosos

Pelo menos oito veículos foram incendiados na manhã de hoje (2) em vários pontos da cidade. Três ônibus foram queimados por criminosos na rodovia Rio-Petrópolis (BR-040), altura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Mais dois ônibus foram incendiados na Avenida Brasil, altura de Cordovil, sendo um na pista lateral em direção à zona oeste. Um caminhão foi queimado na pista central, também da Avenida Brasil, em direção à região central da cidade. Mais um ônibus foi totalmente destruído na Avenida Paris, altura da Praça das Nações, em Bonsucesso e o outro na Rua Itabira, no mesmo bairro. Também foi queimado um ônibus na Rua Bulhões Marcial, em Cordovil.

Devido à ação dos criminosos, a Polícia Militar interditou a rodovia Rio-Juiz de Fora, a pista lateral da Avenida Brasil nos dois sentidos, altura de Parada de Lucas, além da interdição total da Linha Vermelha, via expressa que liga a Baixada Fluminense à zona norte do Rio. Outro trecho interditado é a Rua Bulhões Marcial, em Cordovil, subúrbio da cidade. Mais de 3 mil crianças da rede municipal de ensino estão sem aula, em Cordovil, por medida de segurança.

Em nota, a Polícia Militar informou que foi acionada, nesta terça-feira (2), em razão de um intenso confronto entre criminosos na Cidade Alta, em Cordovil, zona norte do Rio. Na ação atuam policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), do 16° Batalhão de Polícia Miltar (BPM de Olaria) e do 22°BPM (Maré). Já o Batalhão de Ações com Cães está em Parada de Lucas.

O Batalhão de Policiamento em Vias Expressas, o Batalhão de Polícia de Choque, além do Grupamento Aeromóvel foram acionados em razão de ações criminosas contra coletivos na Avenida Brasil e na Rodovia Washington Luis (BR-040), onde ônibus foram incendiados.

Até o momento, 26 pessoas foram presas e 17 fuzis apreendidos.

(Agência Brasil)

Mercado financeiro reduz projeção da inflação deste ano para 4,03%

O mercado financeiro reduziu a projeção para a inflação este ano pela oitava semana consecutiva. Agora, a estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou de 4,04% para 4,03%, de acordo com o boletim Focus, uma publicação elaborada todas as semanas pelo Banco Central (BC), em Brasília.

A projeção para a inflação este ano está abaixo do centro da meta que é 4,5%. A meta tem ainda limite inferior de 3% e superior de 6%. Para 2018, a estimativa foi reduzida de 4,32% para 4,30%, no quarto ajuste seguido.

A projeção de instituições financeiras para o crescimento da economia (Produto Interno Bruto – PIB – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país) este ano passou de 0,43% para 0,46%. Para o próximo ano, a estimativa permanece em 2,5%.

Para as instituições financeiras, a Selic encerrará 2017 e 2018 em 8,5% ao ano. Atualmente, ela está em 11,25% ao ano. A Selic é um dos instrumentos usados para influenciar a atividade econômica e a inflação. Quando o Copom aumenta a Selic, a meta é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Já quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

(Agência Brasil)

Fetrans – 28 anos em prol de um transporte seguro

Em artigo intitulado “Fetrans- 28 anos em prol de um transporte seguro”, o presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão, Chiquinho Feitosa, destaca ações que a entidade promove com objetivo de garantir maior segurança no setor. Uma delas, simulador para treinar motoristas. Confira:

Uma das principais preocupações e frentes de atuação da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans) é proporcionar a mobilidade com excelência. Para isso, não medimos esforços em busca de soluções em prol de um transporte cada vez mais eficiente e seguro.

No último dia 12 de abril, inauguramos um novo capítulo na história do Sest Senat: tivemos um enorme prazer em lançar o projeto “Simulador de direção Sest Senat – Eficiência e Segurança no Trânsito”, que se utiliza da tecnologia de ponta em favor da qualificação profissional do nosso trabalhador do setor de transporte de cargas e passageiros. Tenho certeza de que esse equipamento chega para aprimorar o trabalho dos motoristas profissionais, aumentando a segurança no trânsito, na condução de pessoas e mercadorias e reduzindo os custos dos transportadores.

Além da aquisição do equipamento, o projeto inclui proposta pedagógica contemporânea, com desenvolvimento de cursos, horas técnicas de manutenção e uma experiência de capacitação rica, segura e de custo reduzido.

A primeira fase do projeto abrange a inauguração de 60 simuladores no Brasil, sendo três desses nas capitais dos estados onde o nosso Conselho está presente. No dia 11 de abril, foi a inauguração do projeto em São Luís e, no dia 18, foi a vez de Teresina também receber a iniciativa. A meta do Sest Senat é, até 2020, levar os simuladores a todas as unidades operacionais do País.

Estamos muito felizes e honrados com essa iniciativa, em poder investir e promover o desenvolvimento para o nosso setor num momento bastante especial para a Fetrans. No dia 27 de abril, a nossa Federação comemorou 28 anos de atuação, enfrentando muitos desafios, mas buscando, acima de tudo, a melhoria contínua do transporte coletivo de passageiros no Ceará, Piauí e Maranhão, por meio de parcerias, prospecção de inovações e defesa dos interesses do setor de transporte. Desejamos que, ano após ano, tenhamos muito mais motivos a comemorar e a nos orgulhar do papel e da atuação da nossa Federação no setor de transportes e na sociedade.

Chiquinho Feitosa

fetrans@fetrans.org.br

Presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará, Piauí e Maranhão (Fetrans) e presidente do Sest Senat.

MPF faz nova denúncia contra José Dirceu na Lava Jato

O Ministério Público Federal (MPF) ofereceu, na manhã desta terça-feira (2), uma nova denúncia contra o ex-ministro José Dirceu na Operação Lava Jato. Segundo o MPF, ele recebeu propina antes, durante e depois do julgamento do Mensalão. O MPF também denunciou outras quatro pessoas: o irmão do ex-ministro, Luiz Eduardo de Oliveira e Silva; o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto; o ex-executivo da Engevix Gerson de Melo Almada, e o ex-executivo da UTC Walmir Pinheiro Santana.

Ainda conforme o MPF, mais de R$ 2,4 milhões foram recebidos entre 2011 e 2014 das empreiteiras Engevix e UTC a partir de contratos com a Petrobras e foram usados, em grande parte, para custear assessoria de imprensa e de imagem para Dirceu durante o julgamento do Mensalão.

Dirceu está preso em Curitiba desde agosto de 2015. Essa é a terceira denúncia da Lava Jato contra o ex-ministro no Paraná. As outras duas resultaram em condenações que somam mais de 32 anos de prisão. A nova denúncia trata de 33 crimes de lavagem de mais de R$ 2,4 milhões, praticados entre abril de 2011 e outubro de 2014.

Os procuradores da República estão dando mais detalhes sobre a nova denúncia em entrevista à imprensa nesta manhã. “A acusação já estava sendo elaborada e amadurecida”, afirmou o procurador Deltan Dallagnol. Ainda de acordo com ele, em razão da análise do Supremo Tribunal Federal (STF) de habeas corpus pró-Dirceu, ela foi antecipada. “Os fatos podem ser ou não considerados pelo tribunal, que goza de independência”, acrescentou.

(Portal G1-PR/Foto – Estadão Conteúdo)

Só mobilização popular derruba o “pacote de maldades” de Temer, diz André Figueiredo

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=CwxXb72V3gA[/embedyt]

O deputado federal André Figueiredo (PDT) disse, nesta terça-feira, estar confiante de que, com apoio da população, que está indo ás ruas, as reformas do governo Temer , qualificadas por ele de “pacote de maldades”, não passem.

O parlamentar considera como obstáculo para essas aprovações a baixa popularidade do presidente que, de acordo com o Datafolha, ele ficou com apenas 10% de aprovação.

André Figueiredo também comentou a mesma pesquisa Datafolha que coloca Lula (PT) na frente das pesquisas, tendo o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ) em segundo na preferência 2018, e o desempenho de Ciro Gomes (PDT).

Termina nesta terça-feira prazo para quem não votou nas últimas eleições regularizar situação

O eleitor que não votou e não justificou a ausência nas últimas três eleições ou não pagou as multas correspondentes tem até hoje (2) para regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral.

Quem não o fizer, segundo o Tribunal Superior Eleitoral, pode ter seu título cancelado, lembrando que a legislação considera cada turno um pleito diferente para efeito de cancelamento.

Ainda segundo o TSE, em todo o país, mais de 1,8 milhão de eleitores estão com seus títulos irregulares por ausência nas três últimas eleições.

A Saudade de Belchior – Enterro será no Parque da Paz

O corpo do cantor e compositor Belchior já está deixando o Centro Dragão do Mar, onde ocorreu o velório. Vai se deslocar rumo ao Cemitério Parque da Paz (Bairro Castelão), onde haverá o sepultamento. É levado sobre um caminhão do Corpo de Bombeiros.

Roteiro a ser cumprido é o seguinte:

Rua Ildefonso Albano – Avenida Abolição – Avenida Rui Barbosa – Monsenhor Salazar – BR -116 – Viaduto do Makro – Avenida Juscelino Kubistcheck – Cemitério.

Ali, haverá um momento reservado só da família.

(Foto – Aurélio Dantas)

José Guimarães – Lula lidera pesquisas porque todo mundo ganhou em seus governos

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=GpTe3Oh-a2I[/embedyt]

“O Governo Lula foi o que mais fez. Todo mundo ganhou: o pequeno, o médio e o grande”, disse, nesta terça-feira, o deputado federal José Nobre Guimarães (PT), explicando o porque do petista estar liderando pesquisas para o embate 2018.

No Datafolha, Lula obteve entre 29% e 31% das intenções de voto, numa pesquisa que ouviu 2.781 pessoas em 172 cidades.

José Guimarães, que seguiu para Brasília nesta madrugada, observou, no entanto, ainda estar cedo para tratar de sucessão presidencial, porque o que está em jogo no momento é derrubar as propostas de reforma do governo Temer. Para o petista, Lula aparece liderando pesquisas porque, em razão de muita perseguição, até de setores da mídia, ele acaba sendo vitimizado.

Sobre as reformas de Temer, Guimarães observou que elas não devem passar porque atingem “o coração” da classe trabalhadora.

A Saudade de Belchior – Missa reúne cerca de 100 pessoas no anfiteatro do Dragão do Mar

Cerca de 100 pessoas, entre familiares, amigos, fãs e autoridades como a vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, o secretário estadual da Cultura, Fabiano Piúba, participam da missa em memória do cantor e compositor Belchior. O ato ocorre no anfiteatro do Centro Dragão do Mar. Edna Prometheu, viúva, acompanha a missa.

A celebração, tendo à frente o frei Ricardo Regis, conta com a voz de Aparecida Silvino e de músicos que conviveram e tocaram com Belchior, como é o caso de Mimi Rocha (guitarra), Eduardo Holanda (violâo), Renato Campos (Contrabaixo), além de Erick Mendes (voz e violão).

Artistas como Tota, Zé Tarcísio e o cantor Edmar Gonçalves também estão participando do ato.

Após o ato, o corpo do artista percorrerá trechos da Capital com destino ao Cemitério Parque da Paz, sobre um caminhão do Corpo de Bombeiros.

O roteiro a ser cumprido é o seguinte:

Rua Ildefonso Albano – Avenida Abolição – Avenida Rui Barbosa – Monsenhor Salazar – BR -116 – Viaduto do Makro – Avenida Juscelino Kubistcheck – Cemitério.

(Fotos – D. Moura)

Temer cogitou chamar Lula e Dilma para debater a reforma política

O presidente Michel Temer afirmou a interlocutores na quarta-feira à tarde que pretendia convidar todos os ex-presidentes para debater o projeto de Reforma Política, inclusive Dilma Rousseff e Lula. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online, adiantando que, na ocasião, ele ponderou que só faria um convite oficial depois de uma sondagem informal e, claro, uma sinalização de que os antecessores topariam.

No mesmo dia, porém, Lula poupou esse trabalho. Voltando atrás da afirmação feita no início do ano, de que estava à disposição para conversar, o petista rechaçou a possibilidade de sentar-se com o atual dono da cadeira principal do Planalto.

Ou seja, a foto de todos os presidentes da pós-redemocratização em torno de uma mesa não existirá, a menos que Lula volte a se contradizer novamente, algo nada improvável.

Belchior, o poeta transcendente

Da Coluna Vertical, do O POVO, desta terça-feira:

Convivi com o cantor e compositor Belchior em suas constantes passagens pelo aeroporto de Fortaleza. Ele era artista de agenda carregada de shows e se orgulhava, principalmente, de muitas apresentações nos meios universitários. Jeitão meio tímido, mas de conversa boa, o artista dizia sempre que era um senhor do mundo, pois não tinha tempo de parar em casa. O avião era sua morada, daí não ter medo de avião, como deixou gravado em um dos seus sucessos.

Certa vez, Belchior passou pelo Pinto Martins vindo de Sobral, sua terra, onde fez show. Iria para o interior do Rio Grande do Sul, onde faria uma apresentação. Perguntei: “Como você aguenta tanta viagem assim?”

Ele, com largo sorriso, disse que aquilo tudo era sua vida e que viver era uma bela aventura. Indaguei se ele não sentia saudades, vez em quando, do aconchego do lar, no que reagiu: “Olha só o que tô fazendo agora…” Num box de café, ele devorava, com tamanha vontade, um pedaço de bolo Luís Felipe. E complementou: “Adoro Luiz Felipe (pausa)!. Lembra a minha mãe, dona Dolores!”

STF pode liberar José Dirceu

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julga hoje habeas corpus do ex-ministro José Dirceu, preso há quase dois anos na Lava Jato. Dirceu teve a prisão preventiva decretada em agosto de 2015 e já foi condenado duas vezes pelo juiz Sérgio Moro, que conduz a operação na 1ª instância.

Na semana passada, a 2ª Turma do STF soltou dois presos da Lava Jato, apesar do voto contrário do relator do caso na Corte, ministro Edson Fachin. O pecuarista José Carlos Bumlai e o ex-tesoureiro do PP João Cláudio Genu tiveram as prisões preventivas revogadas. Integram a 2ª Turma Fachin, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli. Em fevereiro, Gilmar disse que o STF tinha “encontro marcado com as alongadas prisões de Curitiba”, em referência às decisões de Moro.

Fachin negou seguimento ao habeas corpus apresentado pela defesa do petista no início do ano. Ele considerou que o STF cometeria “indevida supressão de instância” se julgasse o pedido. A defesa de Dirceu recorreu e a 2ª Turma do STF decidiu pela análise do habeas corpus do caso do ex-ministro.

O julgamento sobre as prisões pode levar ao STF debate sobre o cabimento de pedidos de liberdade feitos por presos preventivos que, na cadeia, forem condenados em 1ª instância. Na 1ª Turma, o entendimento é de que um habeas corpus contra prisão preventiva não deve seguir após a condenação em primeira instância. A Segunda Turma entendeu de forma diferente semana passada.

(Agência Estado)

Apesar da chuva, fãs comparecem na madrugada no Dragão do Mar para o adeus a Belchior

Cerca de sete mil pessoas passaram, até as 4 horas da madrugada desta terça-feira, pelo velório do cantor e compositor Belchior, que ocorre no Centro Dragão do Mar.

A informação é da assessoria de imprensa da Secretaria da Cultura do Estado, adiantando que, mesmo com chuva, muitos fãs foram dar o último adeus a Belchior. Um deles, o cantor Edmar Gonçalves, também amigo e parceiro do artista, que permaneceu em vigília.

Em 1992, Edmar gravou o disco Aprendiz, no qual Belchior participou na música “Brasileiramente linda”.

Logo mais às 7 horas, no anfiteatro do Dragão, haverá missa de corpo presente, que deve reunir um grupo de cerca de 800 pessoas. Uma banda acompanhará a celebração e, so direção de Mimi Rocha, entoará canções do artista.

Às 9 horas, ocorrerá o sepultamento no Cemitério Parque da Paz.

(Fotos – D. Moura)

Mais de 633 mil cearenses entregaram sua declaração do Imposto de Renda

Neste ano, no Ceará, 633.034 contribuintes entregaram no prazo a declaração do Imposto de Renda de 2017. Os números superam o volume estipulado inicialmente pela Receita Federal, que era de 625 mil documentações. Hoje, a partir das 8 horas, quem perdeu o prazo já pode transmitir seus dados fiscais. No entanto, está sujeito ao pagamento de multa por atraso de 1% ao mês – de no mínimo 165,74 reais e máxima de 20% do imposto devido.

Quem já tinha baixado o programa de declaração da Receita precisará atualizá-lo. Quem não tinha feito download, encontrará a versão atualizada do programa.

No Brasil, o número de contribuintes que entregou a documentação no prazo, que encerrou no último dia 28, foi de 28.524.560.

O resultado superou a expectativa, que era de 28,3 milhões. De acordo com a Receita, quase 10% dos contribuintes só prestaram contas ao Fisco nas últimas 12 horas do prazo aberto em 2 de março.

O contribuinte que identificou algum erro, omissão ou imprecisão na documentação entregue pode apresentar a declaração retificadora. A nova versão substitui integralmente a primeira enviada e, portanto, deve conter todas as informações anteriormente declaradas, com as alterações e exclusões necessárias.

O calendário de pagamento das restituições começa em 16 de junho. E prossegue até dezembro para quem não caiu na malha fina. A Receita prioriza a devolução da restituição para idosos, portadores de doenças graves e deficientes físicos.

Quem enviou a declaração primeiro – e não caiu na ‘malha fina’ – também recebe antes a restituição. Entre os motivos para cair na malha fina estão erros no preenchimento da declaração, inconsistência de dados e omissão de rendimentos do contribuinte ou dependente.

(O POVO – Repórter Irna Cavalcante, com agências)