Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

TRT do Ceará adere à campanha Abril Verde

Para chamar a atenção da sociedade para a prevenção de acidentes no trabalho, os prédios de instituições como o Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE), Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) e o Tribunal Superior do Trabalho (TST) estão iluminados em tons de verde. O Abril Verde é um movimento nacional que visa alertar para a importância da prevenção de acidentes laborais.

O número de processos ajuizados com esta temática é tão alto, que o CSJT e oTST criaram, em 2011, o Programa Trabalho Seguro, que promove e executa campanhas nacionais focadas na prevenção de acidentes de trabalho e no fortalecimento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho.

A gestão regional do Programa Trabalho Seguro é realizada pelo desembargador Francisco José Gomes da Silva e pelo juiz do trabalho Carlos Alberto Trindade Rebonatto. O programa tem parceria com diversas instituições públicas e privadas, visando à formulação e execução de projetos e ações voltados à prevenção de acidentes de trabalho e ao fortalecimento da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho.

(Site do TRT-7)

Dilma está obcecada pela delação da Odebrecht

A ex-presidente Dilma Rousseff não faz outra coisa desde que as delações de Marcelo Odebrecht & Cia vazaram. Ela vem lendo avidamente todos os depoimentos, assim como cada reportagem sobre o assunto, informa a Coluna Radar, da Veja Online.

Quando algum trecho que ela diz ser falso chama-lhe a atenção, Dilma o anota no papel para depois rebatê-los em sua defesa. De tempos em tempos, também pragueja uma barbaridade contra os delatores do grupo, claro.

É apenas Dilma sendo Dilma.

PCO chama Sérgio Moro de “Mussolini de Maringá”

O Partido da Causa Operária voltou a convocar hoje seus militantes, pelo Facebook, a irem a Curitiba (PR) no dia do depoimento de Lula a Sérgio Moro, em 3 de maio. Em um post agressivo, informa o jornalista Lauro  Jardim, em sua coluna no O Globo, o partido compartilha um texto no qual Moro é qualificado como “Mussolini de Maringá”, “fascista” e “marionete principal do imperialismo norte-americano”.

Presidente do PCO, Rui Costa Pimenta já havia aderido à defesa de Lula. Na publicação de hoje, há a convocação:

“Dia 3 está marcado o depoimento do ex-presidente e é essencial que todos estejam presentes para garantir que a direita não o prenda”, diz a publicação.

Se depender do PCO, a mobilização não será lá essas coisas.

Pimenta já foi algumas vezes candidato a presidente. É uma espécie de campeão de votos ao contrário. Em 2010, por exemplo, obteve 12.206 votos (ou 0,01% do total). Na eleição seguinte, porém, teve um desempenho muito superior: alcançou suados 12.324 votos na disputa pela Presidência da República.

XII Bienal Internacional do Livro do Ceará abrirá vez para funcionários do BNB

O Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza terá estande na XII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será aberta oficialmente às 19 horas desta sexta-feira e se estenderá até o dia 23 deste mês, no Centro de Eventos. Já o espaço do CCBNB receberá, sempre às 19 horas, sete escritores, todos funcionários do Banco do Nordeste ativos ou aposentados, para o programa “Bate-papo com o autor”.

Os escritores serão entrevistados pelo professor de literatura Thalles Azigon e falarão sobre suas obras, carreiras literárias, e processos de criação. Os autores convidados são Jansen Viana, Jeane Ramos, Jorge Pieiro, Nilton Melo Almeida, Mário Nogueira, Simone Pessoa e Thiago de Góes.

O CCBNB-Fortaleza prepara série de outras atividades, como exibição de vídeos, contação de histórias, leitura dramática, cordel e embolada, recital de poesias e exposição de caricaturistas. Diariamente, o estande do Centro Cultural Banco do Nordeste também apresentará três vídeos com programas especiais desenvolvidos no equipamento ou patrocinados.

Durante toda a Bienal, 168 escritores participarão da programação, além de 350 editoras em 110 estandes..

Confira a programação do “Bate-papo com o autor”:

15/04 – Jeane Ramos (Autora de Beija-flor)
17/04 – Mário Nogueira (Autor de Galope Noturno)
18/04 – Jansen Viana (Autor de Cortabunda: o maníaco do Zé Walter)
19/04 – Simone Pessoa (Autora de O Pequeno Hércules e Outras Fábulas Contemporâneas
20/04 – Thiago de Góes (Autor de Cavalo Negro e outras histórias fabulosas)
21/04 – Nilton Melo Almeida (Autor de Judeus no Ceará – Séculos XIX e XX)
22/04 – Jorge Pieiro (Autor de A Menina do Picolé Azul)

Com flexibilização de vários artigos da CLT, reforma trabalhista divide opiniões

O parecer da reforma trabalhista apresentado pelo relator, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), na Câmara, divide opiniões. O Projeto de Lei 6.787 de 2016 modifica diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), em vigor desde 1943. O substitutivo, elaborado a partir da proposta enviada pelo governo federal, foi lido ontem (12).

Para o doutor em direito do trabalho e professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, Ricardo Pereira Guimarães, a própria necessidade da reforma é questionável. “Na minha opinião o que deve existir é uma reforma fiscal. Em uma relação de emprego, a grande questão do custo do empregado é em razão dos tributos, não em relação ao que ele ganha: décimo terceiro e fundos”, disse em entrevista à Agência Brasil.

Um dos pontos fundamentais da reforma, a possibilidade dos acordos entre empregados e empresas tenham mais valor do que normais legais também é criticado por Guimarães . “A questão do negociado sobre legislado poderia ser possível, até deveria, se a gente tivesse sindicatos que realmente representem os empregados, o que hoje não acontece. O sindicato se instala, fica recebendo a contribuição e não faz nada”, disse o especialista, que defende uma reforma sindical.

O texto apresentado pelo relator prevê 40 pontos em que esse tipo de negociação pode ser feita, incluindo plano de cargos e salários e parcelamento de férias anuais em até três vezes.

As alterações no cumprimento das jornadas de trabalho e os parcelamentos dos períodos de descanso e férias podem, entretanto, ter efeitos colaterais, na avaliação de Guimarães. “Tudo que há em relação aos descansos têm uma razão de ser. Têm estudos sobre isso, convenções da Organização Internacional do Trabalho. O que me preocupa muito é a questão da saúde. Um número muito grande de acidentes de trabalho acontecem após a sétima hora de trabalho. Então eu permitir que ele faça 12 [horas] é um pouco complicado, estou botando um pouco em risco essa pessoa”, disse.

Sobre o fim da contribuição sindical, paga obrigatoriamente por todos os trabalhadores assalariados, o professor diz ser favorável, apesar de achar necessário que a mudança esteja em uma reforma sindical.

Aproxima da realidade

O vice-presidente da Federação do Comércio de São Paulo (Fecomercio-SP), Ivo Dall’Acqua, avalia que o texto da reforma trabalhista “empodera as entidades sindicais” e “traz as relações de trabalho para a realidade e para o cumprimento dos contratos”.

Dall’Acqua, acredita que a reforma traz vários instrumentos importantes e faz com que os contratos de trabalho possam ser adequados às diferentes realidades. “Nós temos dentro do Brasil muitos brasis. Nós temos desde a mais alta condição até aqueles de trabalho mais simples. Trazendo para a realidade a responsabilidade do sindicato de adequar a estrutura da legislação que está posta ao cumprimento do contrato de trabalho, dentro das condições e do espaço em que se está vivendo aquilo, facilita muito”, disse.

Essa e outras flexibilidades, se aprovadas, vão, na opinião de Dall’Acqua, não só beneficiar o trabalhador, como dar mais dinamismo ao mercado de trabalho. “Você ter essa possibilidade de dosar o tempo de trabalho ajuda, do lado dos empregadores, aqueles que tem período concentrado de necessidade de força de trabalho, do lado dos trabalhadores, aqueles que não têm condições ou não querem a jornada regular”, disse.

Central sindical

O membro da secretaria-executiva da CSP-Conlutas, Paulo Barela, tem uma posição contrária sobre a proposta de dar valor de lei aos acordos entre empregadores e trabalhadores. “Nós somos a favor de negociações, mas com mobilização dos trabalhadores. Infelizmente, no nosso país, as organizações sindicais [mantém] ainda, dada a pressão dos patrões, a forma discriminatória como os trabalhadores são tratados e [se caracterizam] por um nível muito alto de burocracia sindical. Os trabalhadores, em sua maioria, não têm organizações sindicais saudáveis a ponto de impor negociações que tragam vantagens”, diz o sindicalista.

De maneira geral, a central sindical se opõe ao projeto. “Nós não achamos que o problema quanto ao nível de emprego no país tem a ver com as leis trabalhistas. Não achamos que a produção, o desenvolvimento econômico tem a ver com leis retrógradas”, diz Barela.

Barela defende mudanças que não estão sendo discutidas no projeto atual em tramitação na Câmara, como a redução das jornadas de trabalho. “Tem que estabelecer o máximo de 40 horas semanais. Para o serviço público, 30 horas semanais é mais do que suficiente: dois turnos de seis horas. Portanto, você amplia o atendimento ao público e à população mais carente”.

O sindicalista se posicionou ainda contra qualquer forma de contribuição obrigatória às entidades que representam os trabalhadores. “Nós achamos que o imposto sindical é uma imposição estatal que fabrica burocracia e sindicatos fantasmas que não servem aos interesses dos trabalhadores. Nós achamos que a atividade sindical tem que ser financiada espontaneamente por meio das contribuições mensais aos sindicatos”, disse.

No parecer, o relator propõe que a contribuição sindical fique restrita aos trabalhadores e empregadores sindicalizados. O desconto do pagamento da contribuição, segundo o substitutivo, deve ser feito somente depois de manifestação favorável do trabalhador ou empresa.

O tributo é recolhido anualmente e corresponde a um dia de trabalho, para os empregados, e a um percentual do capital social da empresa, no caso dos empregadores. Segundo o deputado autor do texto, o país tem 17 mil sindicatos que recolhem R$ 3,6 bilhões em tributos anualmente.

(Agência Brasil)

Ana Karla Dubiela lança livro no Rio e ganha mimos de Affonso Romano de Sant’Anna

394 1

Ana Karla e Affonso Romano de Sant’Anna, que a recebeu em sua casa, no Rio.

A jornalista e escritora cearense Ana Karla Dubiela lançou, nesta semana, no Rio de Janeiro, seu mais recente livro: “As Cidades de Rubem Braga e W. Benjamin – Flanando entre Rio, Cachoeira e Paris”.

Foi na Livraria Travessa, onde reuniu muitos admiradores e amigos escritores como o poeta e cronista Affonso Romano de Sant’Anna.

Agora é lançar o livro na XII Bienal Internacional do Livro do Ceará dia 19 próximo, a partir das 19 horas, no Centro de Eventos.

(Foto – Divulgação)

STF deve julgar na terça-feira pedido de liberdade de Palocci

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve decidir na terça-feira (18) o futuro do ex-ministro Antonio Palocci, preso desde setembro do ano passado na Operação Lava Jato. Um pedido de liberdade feito pela defesa do ex-ministro está marcado para ser julgado na sessão da Quinta Turma.

Palocci e mais 14 pessoas são réus em uma ação penal relatada pelo juiz Sérgio Moro, na 13ª Vara Federal em Curitiba. Todos são acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

De acordo com a Polícia Federal, a empreiteira Odebrecht tinha uma “verdadeira conta-corrente de propina” com o PT. Para os investigadores, a conta era gerida pelo ex-ministro Palocci e os pagamentos a ele eram feitos por meio do Setor de Operações Estruturadas da empreiteira – responsável pelo pagamento de propina a políticos – em troca de benefícios indevidos no governo federal. A defesa de Palocci nega as acusações e sustenta que Sérgio Moro é parcial na condução do processo.

(Agência Brasil)

Balança comercial do Ceará teve em março saldo negativo, mas avançou comparando com 2016

A balança comercial do Ceará do mês de março apresentou um déficit de US$ 59,4 milhões em valores absolutos. Mas, calma. Nada de muita queixa. Esse desempenho representa uma significativa evolução em relação ao mesmo mês do ano passado, quando o saldo negativo foi de US$ 132,4 milhões – uma melhora, em termos relativos, de 55%.

A informação foi divulgada pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Ceará (Foiec), no documento “Ceará em Comex”.

Essa evolução, embora que ainda com números negativos, foi motivada especialmente pelo expressivo desempenho das exportações. O volume comercializado ao exterior em março de 2017 foi de US$ 192,5 milhões, representando uma elevação de 143% em relação a igual período do ano anterior. Trata-se do oitavo mês consecutivo em que o Estado registra aumento, quando comparado a 2016.

Ainda de acordo com o documento, as importações, por sua vez, após terem registrado decréscimo no mês de fevereiro, voltaram a apresentar aumento, passando de US$ 211,6 milhões, em março de 2016, para US$ 251,9 milhões em igual período de 2017 – um crescimento de 19%. Em relação ao acumulado do ano, o resultado da balança cearense ficou negativa em US$ 57,7 milhões. Apesar do resultado negativo, tais valores representam uma evolução de 78% quando comparado com 2016, quando o Estado acumulou um déficit de US$ 262,2 milhões.

14º em exportação

O Ceará é o 14º estado brasileiro que mais exporta no acumulado de 2017 e nesse período registrou uma alta de 120,5%, sendo o quarto Estado com maior crescimento no Brasil. Os municípios cearenses que mais exportaram foram São Gonçalo do Amarante, Fortaleza, Sobral, Cascavel e Maracanaú.

Os principais setores exportadores foram de “ferro fundido, ferro e aço”, “calçados”, “peles e couros”, “frutas, cascas de frutos cítricos e de melões” e “combustíveis minerais”. Os principais países de destino das exportações cearenses são Estados Unidos, México, Turquia, Italia e Coreia do Sul.

13º em importação – 

Em relação ao ranking dos Estados brasileiros importadores, o Ceará ocupa a 13a posição. O municípios cearense que mais importou em 2017 foi São Gonçalo do Amarante, administrada pelo prefeito Cláudio Pinho (PDT). Depois aparecem Fortaleza, Maracanaú, Caucaia e Aquiraz.

Os setores que mais importaram foram “combustíveis e óleos minerais”, “cereais (trigo)”, “máquinas e aparelhos mecânicos, e suas partes”, “máquinas, aparelhos e materiais elétricos” e “ferro fundido, ferro e aço”. Os países de onde o Ceará mais importou foram China, Colômbia, Estados Unidos, Austrália e Nigéria.

Defesa pede absolvição de Eduardo Cunha

Os advogados de defesa de Eduardo Cunha protocolaram para o juiz federal Sérgio Moro a petição de apelação da sentença. Eles pedem que o ex-deputado seja absolvido.

A apelação tem duas etapas. A primeira para interposição da apelação, ou seja, recorrer da sentença. A segunda etapa, que ainda vai ocorrer, é quando a defesa apresenta as razões da apelação.

O ex-deputado foi condenado a mais de 15 anos de reclusão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Tarifas postais sofrem reajuste

O Ministério da Fazenda publicou nesta quinta-feira (13), no Diário Oficial da União, a portaria nº 176/2017, que autoriza reajuste nas tarifas de serviços postais e telegráficos dos Correios. Para entrar em vigor, a medida ainda depende da publicação da portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

O reajuste médio será de 7,48% para serviços nacionais e internacionais. O primeiro porte da carta não comercial, por exemplo, terá seu valor atualizado de R$ 1,15 para R$ 1,23. No caso de telegrama nacional redigido pela internet, a nova tarifa é de R$ 7,60 por página – antes, a tarifa vigente era de R$ 7,07. A tarifa da Carta Social, destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família, permanece inalterada, em R$ 0,01.

As novas tarifas não se aplicam ao segmento de encomendas (PAC e Sedex) e marketing direto. Vale lembrar que os serviços dos Correios são reajustados anualmente com base na recomposição dos custos repassados à estatal, como aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza e salários dos empregados.

As tarifas são atualizadas com base no Índice de Serviços Postais (ISP), indicador aplicado aos serviços operados no regime de monopólio pelos Correios. Ele é formado a partir de uma cesta de índices (INPC, IPCA, IPCA Saúde, IPCA Transportes e IGP-M), ponderada pela participação dos grupos de despesas da empresa.

(Site do Minfaz)

Instituto do Câncer do Ceará promove seu XVIII Simpósio Internacional

O Instituto do Câncer do Ceará (ICC) promoverá segunda e terça-feira próximas, o seu XVIII Simpósio Internacional Hospital Haroldo Juaçaba. O encontro ocorrerá no auditório da entidade, a partir das 8 horas e contará com a presença de especialistas do ICC e doutores internacionais. Os médicos Edson Pontes, Donald Weaver e Weal Sakr, da Wayne State University, nos EUA, são os convidados para esta edição.

Os dois dias de programação serão iniciados com as conferências “Genética e cirurgia oncológica – da bancada ao consultório” no primeiro dia, e “Atualização de vigilância ativa no tratamento de câncer de próstata”, no segundo.

Os casos para debate terão como tema “Tratamento atual do GIST de alto risco”; “Tratamento do tumor minucioso do apêndice: consenso e controvérsias”; “Manejo no câncer de próstata de alto risco”, e “Neoplasia de bexiga loco regionalmente avançada.

SERVIÇO

*Entrada gratuita.

*Mais Informações – (85) 3288.4653.

Temer divulga vídeo onde confirma encontro com ex-diretor da Odebrecht, mas nega negociata

Nesta quinta-feira, o presidente Michel Temer divulgou vídeo no qual confirma ter se reunido com um dos delatores da empreiteira Odebrecht. Mas ele deixa logo claro que, nesse encontro, em 2010, não discutiu valores nem “negócios escusos” da empreiteira com políticos.

O ex-dirigente da Odebrecht, Márcio Farias, disse, em depoimento, ter participado de uma reunião coordenada por Temer e que discutida a “compra do PMDB” por US$ 40 milhões. Ainda no acordo de delação premiada, Faria disse que não discutiu valores com o presidente. Confira acima o vídeo completo.

Ciro Gomes iniciará giro pela Europa

O ex-ministro Ciro Gomes viajará, nas próximas horas, para o eixo França-Espanha-Portugal. Na condição de pré-candidato a presidente da República pelo PDT em 2018, vai cumprir uma agenda de palestras.

No roteiro de Ciro estão as universidades de Sorbonne, em Paris;  Barcelona, na Espanha; e Lisboa e Coimbra, ambas em Portugal.

Ciro vai denunciar o golpe das “elites corruptas deste País” e, com certeza, será indagado sobre o cenário de corrupção geral que atingiu a classe política do País pós-delações da Odebrecht.

DETALHE – Ele e os também presidenciáveis Marina Silva, Bolsonaro e João Dória não apareceram nessa lama.

Irmão de Renan é acusado de empregar funcionários fantasmas

Quando a fase não é boa, não há santo que ajude. E a maré, definitivamente, não está para os Calheiros, informa a Coluna Radar, da Veja Online.

Não bastasse Renan e seu filho citados na Lava-Jato, Olavo Calheiros, irmão do senador, é um dos nove deputados estaduais envolvidos no chamado “Sururu Gate”, escândalo que atingiu a Assembleia Legislativa de Alagoas.

Os parlamentares são acusados de empregar funcionários fantasmas que também recebiam o bolsa-família. Olavo vai depor na Polícia Federal até o fim do mês.

Vem aí campanha de vacinação contra a gripe

O Ministério da Saúde lançou hoje (13), em Brasília, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A mobilização começará um pouco mais cedo em relação ao ano passado, tendo início na próxima segunda-feira (17) e se estendendo até o dia 26 de maio.

No período, o Ministério da Saúde estima que 54,2 milhões de pessoas serão vacinadas em todo o país. Uma das metas é atingir 90% da população considerada de risco para complicações por gripe. Este ano, os professores das redes pública e privada foram incluídos entre os alvos prioritários da campanha.

A partir de segunda, os professores poderão se dirigir aos postos de saúde com o documento de identificação, mas nos dias 2 e 3 de maio a vacinação dos docentes ocorrerá nas escolas. A estimativa do Ministério da Educação é de que 2,3 milhões professores devem ser vacinados.

“Os professores sempre solicitaram inclusão no grupo preferencial, pelo fato de terem contatos com dezenas de alunos diariamente e estarem mais expostos à contaminação”, explicou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Idosos, trabalhadores de saúde, crianças de seis meses até 5 anos, gestantes, mulheres no período pós-parto, indígenas, população privada de liberdade, inclusive os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa, e pessoas com doenças crônicas continuam como público-alvo da vacinação.

O principal objetivo da campanha é reduzir as hospitalizações e a ocorrência de mortes relacionadas à influenza. Segundo o Ministério da Saúde, estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de internações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da gripe.

Desde 2009, quando teve início a epidemia de gripe, a maior incidência foi no ano passado. O Ministério da Saúde lembrou que, em 2016, houve uma antecipação da ocorrência de infecções, a partir de janeiro, e mais de 2.200 pessoas morreram por problemas relacionadas à gripe.

(Agência Brasil)

Primeira-dama diz que Fortaleza tem muito o que comemorar

Com o título “Uma comunidade para celebrar”, eis artigo de Carol Bezerra, a primeira-dama de Fortaleza. Ela destaca que a cidade, em clima de 291 anos, tem o que comemorar. Confira:

Nos últimos anos é cada vez mais comum observar um número maior de pessoas nas praças, nas ruas, nos espaços públicos da nossa Fortaleza. Famílias, idosos e crianças estão redescobrindo a cidade e o sentimento de “comunidade”. A palavra de origem latina “communitas” também deu origem ao termo “companheirismo” e acredito que aqui está o grande aprendizado pelo qual temos passado. Já são mais de 210 praças reformadas, com nova iluminação, academias ao ar livre e parques infantis do programa Praça Amiga da Criança. Também ganhamos vinte e uma Areninhas, um novo espaço adequado para o lazer e também para a amizade, para as relações de afeto e bem querer que foi incorporado à Fortaleza.

Nas nossas ruas, cada vez mais disputadas pelo trânsito, estamos aprendendo que pedestres e ciclistas precisam ter prioridade e que o transporte público também precisa ter preferência. Aos poucos estamos aprendendo que, antes do carro, vem o ser humano, o cidadão que divide os mesmos desafios e prazeres. Iguais em direitos e deveres que somos, avançamos também com novos equipamentos públicos de lazer adaptados, como o Praia Acessível e as academias para portadores de necessidades especiais na nossa orla.

Mas o nosso maior aprendizado talvez esteja na compreensão da importância de cuidar melhor das nossas crianças. Com o Programa Cresça com Seu Filho, conseguimos oferecer mais cuidado para centenas de famílias nos bairros que mais precisam. Pais e mães tem a oportunidade de ser cada vez mais amorosos e dar mais atenção no período da vida em que isso faz mais diferença: a primeira infância. Na educação infantil, alcançamos um crescimento de 70% nas matrículas nos últimos cinco anos, sem falar que a qualidade do ensino está oito vezes melhor na rede municipal de ensino e tenho convicção de que muito mais está por vir.

É por isso que eu acredito que, aos 291 anos, nossa cidade precisa ser celebrada. Somos uma grande comunidade, somos gente que não tem medo de encarar os desafios, de vencê-los e de se superá-los. Tenho orgulho de dizer que sou fortalezense e que essa é a terra de um povo que sabe fazer a diferença. Somos mais de dois milhões e meio e também uma só Fortaleza ao mesmo tempo; que se aprimora e se reinventa, cada vez mais.

Que os próximos anos sejam de ainda mais pioneirismo, vanguarda e de uma comunidade fortalezense inspiradora para o Ceará, para o Brasil e para o mundo inteiro.

Feliz Fortaleza para gente!

*Carol Bezerra,

Primeira-Dama de Fortaleza.

Ivo Gomes agenda viagem para os EUA

O prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), viajará para os EUA. Nos próximos dias 19 e 20, ele participará da reunião ministerial global sobre o Programa Água e Saneamento para Todos (SWA), em Washington.

A reunião, a quinta realizada desde 2010, agrupará ministros e gestores em discussões sobre o que é necessário para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (SDGs) relacionados ao saneamento, água e higiene.

Um dos focos será o financiamento para alcançar os objetivos, incluindo como os prestadores de serviço podem operar de forma mais eficaz, obter financiamentos e melhorar a governança.

DETALHE – Com essa viagem, Ivo vai transferir, às 11 horas de segunda-feira, o comando da Prefeitura para  a sua vice, Christianne Coelho.

 

Setor de serviços cresceu 0,7% no País; no Ceará, houve forte queda

O setor de serviços apresentou em todo o país, em fevereiro, crescimento de 0,7%. A alta é em comparação a janeiro, quando houve elevação de 0,2%. Em dezembro, o avanço foi de 0,6%. Os dados foram divulgados hoje (13), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No entanto, na série sem ajuste sazonal, em relação a fevereiro de 2016, o setor teve recuo de 5,1%, após quedas em janeiro (3,5%) e dezembro (5,7%). Segundo o IBGE, com esses resultados, a taxa acumulada no ano apresenta redução de 4,3% e, nos últimos 12 meses, de 5%.

O segmento de serviços prestados às famílias se destacou em fevereiro (0,6%) na comparação com janeiro. Os transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio tiveram crescimento de 0,5% e serviços profissionais, administrativos e complementares de 0,2%.

As quedas ficaram com os segmentos de serviços de informação e comunicação (1,5%) e outros serviços (0,5%). O IBGE destacou que o agregado especial das atividades turísticas anotou crescimento de 0,2% na comparação com janeiro.

Estados

Os maiores taxas de crescimento entre janeiro e fevereiro foram observadas em Rondônia (9,1%), Mato Grosso (8,5%) e Acre (2,5%). Já as maiores quedas ocorreram no Ceará (9,8%), Espírito Santo (5,3%) e Pernambuco (5,2%). Mas quando a comparação é com fevereiro de 2016, na série sem ajustes, Piauí (10%), Mato Grosso (3%) e  Acre (0,5%) registraram as maiores altas, enquanto as maiores quedas foram em Tocantins (25,2%), Amapá (18,9%) e Rondônia (18%).

O Distrito Federal se destacou nas atividades turísticas entre janeiro e fevereiro. Teve crescimento de 24%, seguido de São Paulo (5,6%) e Goiás (2,7%). Nove estados acusaram variações negativas: Pernambuco (-14,7%), Espírito Santo (-6,5%), Bahia (-5,1%), Rio de Janeiro (-3,3%), Ceará (-2,4%), Santa Catarina (-2,3%), Paraná (-2,0%), Rio Grande do Sul (-1,4%) e Minas Gerais (-0,9%).

Em relação a fevereiro de 2016, Goiás (16,6%), Santa Catarina (8,0%) e Minas Gerais (3,1%) registraram desempenho positivo e as variações ocorreram no Rio de Janeiro (-18,8%), Espírito Santo e Distrito Federal (-17,1%), São Paulo (-11,2%), Rio Grande do Sul (-8,1%), Paraná (-5,0%), Pernambuco (-3,1%), Ceará (-2,3%) e Bahia (-1,8%).

(Agência Brasil)

Notas do Enem serão aceitas por mais duas universidades portuguesas

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou convênio com mais duas universidades portuguesas, para o ingresso de estudantes brasileiros em cursos de graduação por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A partir de agora, a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, entidade privada de Lisboa, e o Instituto Politécnico de Setúbal, instituição pública de ensino superior, passam a aceitar os resultados do Enem na seleção de brasileiros.

Com a adesão, sobe para 22 o número de instituições portuguesas a reconhecer o Enem como instrumento de avaliação.

Confira as instituições que firmaram convênio com o Inep:

1. Universidade de Coimbra (26/5/2014);
2. Universidade de Algarve (18/9/2014);
3. Instituto Politécnico de Leiria (24/4/2015);
4. Instituto Politécnico de Beja (10/7/2015);
5. Instituto Politécnico do Porto (26/8/2015);
6. Instituto Politécnico de Portalegre (8/10/2015);
7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (9/11/2015);
8. Instituto Politécnico de Coimbra (24/11/2015);
9. Universidade de Aveiro (25/11/2015);
10. Instituto Politécnico de Guarda (26/11/2015);
11. Universidade de Lisboa (27/11/2015);
12. Universidade do Porto (9/3/2016);
13. Universidade da Madeira (14/3/2016);
14. Instituto Politécnico de Viseu (15/7/2016);
15. Instituto Politécnico de Santarém (15/7/2016);
16. Universidade dos Açores (4/8/2016);
17. Universidade da Beira Interior (20/9/2016);
18. Universidade do Minho (24/10/2016);
19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (16/3/2017)
20. Universidade Lusófona (5/4/2017)
21. Instituto Politécnico de Setúbal (5/4/2017)
22. Instituto Politécnico de Bragança (6/4/2017)

(Portal Brasil)