Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

IBGE – Rendimento domiciliar per capita do brasileiro foi de R$ 1,226 mil em 2016

O rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população brasileira em 2016 foi R$ 1,226 mil, na média do país. No ano passado, este rendimento foi R$ 1,113 mil.

Calculado com base nas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), os números foram encaminhados ao Tribunal de Contas da União (TCU) e servem como parâmetro para o rateio do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE).

Pelos dados divulgados, dentre as 27 unidades da federação em apenas 12 o rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população ultrapassa os mil reais. Mais uma vez, o maior rendimento per capita foi registrado no Distrito Federal, onde o valor chegou a R$ 2,351 mil e o menor foi no Maranhão onde o valor pago foi R$ 575.

Em 2015, as mesmas 12 unidades da federação apresentaram rendimento nominal mensal per capita superior a mil reais como em 2016, também em 2015 o maior rendimento nominal pago foi verificado no Distrito Federal (R$ 2,254 mil) e o menor no Maranhão (R$ 509).

Depois do Distrito Federal, os maiores valores relativos à renda per capita do brasileiro foram pagos nos estados de São Paulo, com rendimento nominal mensal per capita de R$ 1,723; Rio Grande do Sul (R$ 1,554), Santa Catarina (R$ 1,458), Rio de Janeiro (R$ 1,429 mil) e o Paraná (R$ 1,398).

Segundo o IBGE, os rendimentos domiciliares são obtidos pela soma dos rendimentos do trabalho e de outras fontes recebidos por cada morador no mês de referência da pesquisa. O rendimento domiciliar per capita é a divisão dos rendimentos domiciliares pelo total dos moradores. Estes rendimentos são calculados para cada unidade da federação e para o Brasil, considerando sempre os valores expandidos pelo peso anual da pesquisa.

(Agência Brasil)

Nova crise no Planalto deve derrubar Padilha

Do Blog do Kennedy Alencar:

Uma nova crise política bem dentro do Palácio do Planalto deverá resultar na saída de Eliseu Padilha da Casa Civil.

Ex-assessor especial da Presidência e amigo de Michel Temer, o advogado José Yunes disse à Procuradoria Geral da República que Padilha pediu em 2014 que ele recebesse um pacote de documentos no seu escritório em São Paulo. Tal pacote foi entregue pelo doleiro Lúcio Funaro, suspeito de distribuir propinas a políticos do PMDB. Preso pela Operação Lava Jato, Funaro é um operador ligado ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

A versão de José Yunes preserva o presidente da República em relação à delação de Melo Filho. Ao mesmo tempo, torna insustentável politicamente a permanência de Padilha no comando da Casa Civil.

O relato de Yunes descreve a ida do doleiro Lúcio Funaro ao escritório como uma operação de Padilha. Nesse pacote de documentos, haveria dinheiro segundo a delação de Melo Filho e também de acordo com insinuações que o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha fez em questionários nos quais ele arrolou Temer como testemunha.

Ou seja, de acordo com Yunes, a entrega dos tais documentos suspeitos de serem propina não teria nada a ver com Temer, mas com um pedido de Padilha para que o escritório dele fosse usado para receber um doleiro que distribuía dinheiro de forma ilegal.

Apesar da licença para uma cirurgia, o ministro Padilha tem a obrigação de se manifestar detalhadamente. Yunes avisou Temer de que daria esse depoimento à Procuradoria Geral da República. Padilha precisa dizer se Yunes mentiu ou se falou a verdade.*

Reforma da Previdência – Tasso promete amplo debate

O senador Tasso Jereissati recebeu, em seu escritório político de Fortaleza, um grupo que reivindicou dele apoio contra possíveis retrocessos no que diz respeito à proposta da Reforma da Previdência do Governo Michel Temer.
No grupo, Crescêncio Pereira, conselheiro dá OAB, Regina Jansen, presidente da Comissão de Previdência da OAB/Ceará, Maria Cristiane, presidente da Associação dos Advogados Previdenciárias do Ceará,Maria Cleide, diretora dessa associação, e Rodrigo Pereira, chefe de gabinete da Secretaria do Turismo de Fortaleza.
Tasso Jereissati assegurou que a matéria deverá ser amplamente debatida pelo Congresso.
(Foto – Divulgação)

Previsão do tempo neste Carnaval no Brasil

O carnaval será de muito calor e pancadas de chuva isoladas em grande parte das capitais brasileiras onde a folia é tradição. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), apesar da alta umidade, a previsão é de temperaturas máximas acima de 30ºC tanto na Região Sudeste quanto no Nordeste.

No Rio de Janeiro, o tempo permanece nublado a parcialmente nublado durante todo o dia de hoje (24) e há possibilidade de chuva a partir de amanhã (25), quando a temperatura máxima chega a 38ºC. No domingo (26) e na segunda-feira (27), a previsão é de pancadas de chuva e trovoadas isoladas.

A partir de hoje, em São Paulo, podem ocorrer pancadas de chuva e trovoadas isoladas, que devem se manter por todo o fim de semana, até a segunda-feira. A máxima, durante o período, será de 33ºC. No domingo, a temperatura começa a cair, e a mínima prevista é de 18ºC na segunda, quando chove pontualmente forte, sobretudo de madrugada.

No Recife, a temperatura se mantém estável durante praticamente todos os dias de folia, com máxima de 33ºC e mínima de 23ºC, além de tempo parcialmente nublado e pancadas de chuva isoladas pelo menos nos próximos quatro dias.

Em Salvador, a previsão também é de pancadas de chuva isoladas. O tempo deve melhorar um pouco amanhã, quando não há previsão firme de chuva. No domingo e na segunda, volta a chover na capital baiana, com máxima de 31ºC e mínima de 23ºC.

(Agência Brasil)

Centro de Turismo vai funcionar durante o Carnaval

O Centro de Turismo do Ceará (antiga Emcetur), situado na área central de Fortaleza, vai funcionar durante o Carnaval. De acordo com o presidente da associação que congrega os 105 lojistas do equipamento, Carlinhos Bezerra, o expediente será o seguinte:

Sábado – Das 8 às 16 horas

Domingo, Segunda e Terça – Das 8 às 13 horas

Na quarta-feira de cinzas, esse polo de compras de artesanato abrirá a partir das 8 horas.

SERVIÇO

*Centro de Turismo – Rua Senador Pompeu, 350 – Centro, ao lado da Santa Casa.

Brasil tem quase 13 milhões no bloco dos desempregados

A taxa de desocupados continua em alta e fechou o trimestre encerrado em janeiro em 12,6%, um crescimento de 0,8 ponto percentual em relação ao período de agosto a outubro do ano passado, quando estava em 11,8%. Com a alta do último trimestre, o país passou a contabilizar 12,9 milhões de desempregados.

Os dados, divulgados hoje (24) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua. Esta é a maior taxa de desemprego da série histórica iniciada em 2012 e também o maior número de desempregados da história.

Segundo o IBGE, com a alta do último trimestre, a população desocupada cresceu 7,3% (o equivalente a mais 879 mil pessoas) em relação ao trimestre de agosto a outubro de 2016. Quando comparada ao mesmo trimestre do ano passado, a alta do desemprego no trimestre encerrado em janeiro chegou a 34,3%, o equivalente a mais 3,3 milhões de pessoas desocupadas.

Na comparação com o mesmo trimestre móvel encerrado em janeiro do ano passado, quando o desemprego estava em 9,5%, a taxa cresceu 3,1 ponto percentual. Em relação à população ocupada, atualmente de 89,9 milhões de pessoas, houve estabilidade em relação ao trimestre de agosto a outubro de 2016.

Em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, quando o total de ocupados era de 91,6 milhões de pessoas, foi registrado declínio de 1,9% na taxa de desocupação – ou menos 1,7 milhão de pessoas empregadas.

(Agência Brasil)

Ministro do STF manda soltar ex-goleiro Bruno

O ministro do Supremo Tribunal Federal), Marco Aurélio Mello concedeu habeas corpus para soltar o ex-goleiro Bruno Fernandes de Souza, preso desde 2010. Ele foi condenado em 2013 a 22 anos de prisão, em regime fechado, por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver contra a ex-amante, Eliza Samudio. A decisão de Mello é da última terça (21), mas só foi divulgada na manhã desta sexta-feira (24).

A Secretaria de Administração Penitenciária de Minas ainda não informou o horário em que o ex-goleiro será solto. Ele cumpre pena na Apac (Associação de Proteção e Assistência ao Condenado) em Santa Luzia (região metropolitana de Belo Horizonte), para onde foi transferido ano passado. Antes, estava na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, também na Grande BH.

O UOL tentou contato com a defesa de Bruno, mas ninguém atendeu os telefonemas até esta publicação.

(Portal Uol)

Henrique Meirelles vai depor na Lava Jato

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, vai depor como testemunha de defesa de Lula no dia 10 de março. Meirelles será ouvido por Sergio Moro no processo em que Lula é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A denúncia do Ministério Público abrange três contratos da empreiteira OAS com a Petrobras. Segundo o MP, foram pagos R$ 3,7 milhões em propinas a Lula.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Cirurgias por traumas aumentam durante o Carnaval

Os acidentes de trânsito aumentam, em média, 40% durante o carnaval e, em consequência, as cirurgias ou serviços de trauma em todo o Brasil sofrem aumento médio de 40% a 60%, informou o diretor de Comunicação da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (Sbot), Carlos Cesar Vassalo. Em todos os estados, a entidade vai distribuir, durante o carnaval, o folheto Carnaval Sem Traumas, cujo foco  são as pessoas que dirigem depois de beber.

“Quando se fala em acidentes automobilísticos, é que aumenta o número de politraumatismos nos serviços de urgência. São pacientes que têm múltiplas fraturas ou traumas de crânio ou de bacia, locais de grande perda de sangue, e você tem que equilibrar hemodinamicamente esse paciente o mais rápido possível”. Na época de carnaval, os serviços de urgência precisam ser reforçados, com o aumento do número de ortopedistas para atendimento a esses pacientes.

Segundo Vassalo, no carnaval de 2016, por causa do bafômetro e da lei mais rigorosa, caiu de modo significativo o número de mortes nas rodovias federais. Foram 1.704 acidentes, com 1.643 feridos e 106 mortes; em 2015, esses números atingiram, respectivamente, 2.824, 1.849 e 116. O diretor da Sbot disse que em Belo Horizonte a média de cirurgias de urgência no carnaval sobe de 15 pacientes/dia para 22/dia.

(Agência Brasil)

Bancos fecham durante o Carnaval e só reabrem ao meio-dia da quarta-feira

As agências bancárias estarão fechadas para atendimento ao público na segunda-feira (27/2) e na terça-feira (28/2). Já na quarta-feira de cinzas (1º de março), os bancos abrirão ao meio-dia.

A população pode utilizar os canais eletrônicos e correspondentes para o pagamento das contas. Além disso, os tributos que possuem código de barras podem ter o seu pagamento agendado nos caixas eletrônicos, no internet banking e pelo atendimento telefônico do banco. Já os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via DDA (Débito Direto Autorizado).

A FEBRABAN lembra que as contas de consumo (água, energia, telefone etc) e carnês que tiverem os dias 27 ou 28/2 como data de vencimento poderão ser pagas sem acréscimo na quarta-feira (1º/3).

Campanha vai alertar sobre uso de álcool e drogas durante o Carnaval

A um dia do início oficial do carnaval, muita gente já está ansiosa para a folia e com as fantasias prontas. Mas para que os dias de festa não terminam em dor de cabeça, o governo do Distrito Federal faz um alerta para que os foliões pulem e brinquem o carnaval com responsabilidade, evitando o excesso de álcool e o consumo de drogas.

Na Rodoviária do Plano Piloto, um dos locais mais movimentados da capital do país, servidores das secretarias de Justiça e da Saúde distribuíram cartilhas com orientações sobre o risco do consumo de drogas e 5 mil preservativos masculinos e femininos, além de óleos lubrificantes.

“Muitas pessoas vieram até nós pegar os preservativos, mas eles só recebiam após receber orientações de como utilizar e o porquê de usar. Todas as informações sobre as doenças sexualmente transmissíveis foram passadas previamente”, explicou o presidente do Conselho de Políticas sobre Drogas do DF, Rafael Conen.

Segundo ele, o objetivo da ação é conscientizar as pessoas para que elas evitem os excessos na folia de momo. “A intenção é fazer com que as pessoas evitem os abusos, o exagero, para que não ocorram situações devastadoras.”

Impactos do álcool

Durante a ação, além das orientações, também foram feitos testes para aferir os impactos do consumo de álcool na vida das pessoas. Após a análise de respostas dadas pelas pessoas a um questionário, psicólogos orientavam os entrevistados sobre a relação deles com a bebida.

“As pessoas respondiam a algumas perguntas e, ao final, um médico dava uma pontuação que correspondia a um diagnóstico sobre o problema que o álcool tem causado diretamente no cérebro e na vida social delas”, explicou Conen.

Além da mobilização de hoje, o governo do DF também vai montar stands em todos os locais onde estão previstas festas do carnaval.

Apesar de não ter um público-alvo específico, Rafael Conen ressaltou que há uma grande preocupação em atingir os mais jovens com a campanha. “Hoje dentro do conselho temos o objetivo principal de alertar os jovens. Esse público é estratégico para fazer uma prevenção mais forte justamente para evitar problemas maiores lá na frente.”

(Agência Brasil)

Taxa de juros do rotativo dos cartões de crédito bate novo recorde

A taxa de juros do rotativo do cartão de crédito subiu e bateu novo recorde no início deste ano. A taxa chegou a 486,8% ao ano, em janeiro, informou hoje (23) o Banco Central (BC). A tarifa subiu 2,2 pontos percentuais em relação a dezembro e foi a maior da série histórica iniciada em março de 2011. O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão. A taxa do crédito parcelado também subiu e ficou em 161,9% ao ano, alta de 8,1 ponto percentual em relação a dezembro.

Outra taxa de juros alta na pesquisa mensal do BC é a do cheque especial, que ficou em 328,3% ao ano, com uma pequena redução em relação a dezembro de 0,3 ponto percentual. A taxa média de juros para as famílias ficou em 72,7% ao ano, em janeiro, com alta de 1 ponto percentual em relação a dezembro. A inadimplência do crédito, considerados atrasos acima de 90 dias, para pessoas físicas ficou estável em 6%.

A taxa de inadimplência das empresas subiu 0,2 ponto percentual para 5,4%. A taxa média de juros cobrada das pessoas jurídicas subiu 1 ponto percentual para 28,8% ao ano. Esses dados são do crédito livre em que os bancos têm autonomia para aplicar o dinheiro captado no mercado e definir as taxas de juros.

No caso do crédito direcionado (empréstimos com regras definidas pelo governo, destinados, basicamente, aos setores habitacional, rural e de infraestrutura) a taxa de juros para as pessoas físicas ficou estável em 10,4% ao ano. A taxa cobrada das empresas subiu 1,6 ponto percentual para 12,5% ao ano. A inadimplência das famílias subiu 0,1 ponto percentual para 1,8% e das empresas permaneceu em 1,8%.

O saldo de todas as operações de crédito concedido pelos bancos ficou em R$ 3,073 trilhões, com queda de 1% em janeiro, comparado a dezembro. Em 12 meses, a retração ficou em 3,9%. Esse saldo correspondeu a 48,7% de tudo o que o país produz – Produto Interno Bruto (PIB), em janeiro. Em dezembro, esse percentual era 49,4% do PIB.

(Agência Brasil)

Quando viajar é mais do que preciso

Com o título “Férias e Carnaval”, eis artigo do escritor João Soares Neto, da Academia Cearense de Letras (ACL). Ele aborda o “viajar é preciso” de forma descontraída. Confira: 

Viajar é sair do cotidiano. Viajar a turismo é fazê-lo em busca do prazer. Você é um feixe de energias. Vez em quando, precisa de tempo de relaxamento, descontração, para torná-lo apto a novas obrigações. Qualquer viagem dá oportunidades múltiplas às pessoas, revisitando ou conhecendo países ou cidades. Elas poderão sentir sensações e emoções diferentes, a partir de seus valores pessoais.

A viagem internacional, por exemplo, seja qual for o destino, é sempre uma porta aberta ao conhecimento. É ainda tempo para nada fazer ou esquecer nossas prioridades. O ideal é apenas viajar, observar, serenar e curtir.

Algumas pessoas têm medo de viajar sozinhas. Alegam desconhecimento de línguas. A insegurança em aeroportos lotados para fazer conexões ou a trabalheira com malas, câmbio de moeda, compras e registro em hotéis. Para essas pessoas a melhor solução é viajar em grupo, usando boa operadora de turismo.

O primeiro mandamento de quem viaja é a descontração. Nada de levar muita roupa, pensar em ficar elegante. Deixe isso para a volta. Viaje sem medo de ser simples. Amanheça o dia rindo para o espelho e não se preocupe em gostar do que pode parecer ridículo para os outros. Uma maneira eficaz de ser um bom turista é não comparar compras, não reclamar porque mais comprou caro ou deixou de comprar.

O segundo mandamento é aproveitar o tempo. Nada de ficar curtindo o apartamento, a não ser que… Ande, descubra a cidade. Pegue folhetos. Eles indicam shows, livrarias, parques, shoppings restaurantes, museus, praias etc.

O terceiro mandamento é não forçar a sua natureza. Não faça nada só para agradar aos outros. Seja boa companhia, mas saiba o que o satisfaz.

O quarto mandamento é ousar. Tentar descobrir por seus próprios pés, um lugar interessante, seja um barzinho com poucas mesas, um museu com quadros famosos, uma livraria sebo com primeiras edições baratas ou lojas com liquidação.

O quinto mandamento é fazer amizades, descobrir gente positiva, alegre e comunicativa. Fuja dos complicados.

O sexto é entender que você não será nunca mais a mesma pessoa depois de uma viagem, seja ela qual for. Será muito mais rico, mais consciente do mundo e poderá estabelecer juízos de valor com prudência.

O sétimo é esquecer problemas, queixas e lembrar: o tempo acalma até as maiores tempestades. Considere-se livre. E curta, pois a vida é breve. Se puder, desligue o celular ou use apenas a câmera.

O oitavo e último é saber cuidar do seu dinheiro. Não interessa a ninguém o quanto você leva. Lembre-se: trazer presentes para as pessoas queridas é opcional. Você merece os melhores presentes. É claro, estas dicas não constituem dogmas. São simples recomendações e podem servir para orientar ou não aos que acreditam nas aventuras do mundo. Além, muito além dos seus antigos limites. Se dirigir, não beba.

Felicidades.

*João Soares,

Escritor e da Academia Cearense de Letras.

Eleitores brasileiros no Exterior podem se alistar pela internet

Eleitores brasileiros que moram fora do país poderão, a partir de hoje (23), acessar o sistema on-line TítuloNet para o exterior, que permite solicitar de forma simplificada serviços eleitorais, como o alistamento e a transferência de domicílio. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o processo manual de emissão de um título de eleitor nas representações diplomáticas era demorado e oneroso. Com o pré-atendimento feito pela internet, o processo será mais rápido.

Para isso, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, o ministro interino das Relações Exteriores, embaixador Marcos Galvão, e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF), desembargador Romeu Gonzaga Neiva, assinaram hoje uma portaria para reativar o grupo de trabalho composto pelas três instituições, que vai atuar no aprimoramento continuado do processo eleitoral no exterior.

“Ainda há um enorme contingente de brasileiros que vivem fora do país e que não atualizaram o seu domicílio eleitoral, o que evidencia a necessidade de darmos continuidade ao aprimoramento do processo eleitoral no exterior”, disse Gilmar Mendes.

Segundo o TSE, existe uma defasagem entre os potenciais eleitores no exterior e os eleitores efetivos. Dos quase 3 milhões de brasileiros que moram fora do país, estima-se que, pelo menos, 1,5 milhão poderia participar do pleito. No entanto, apenas 460 mil eleitores foram registrados. O voto para brasileiros no exterior é exigido apenas nas eleições para presidente e vice-presidente da República.

O ministro interino Marcos Galvão destacou que a parceria entre Itamaraty e TSE já permitiu elevar o número de seções eleitorais, bem como levar a urna eletrônica para o exterior. “Esse convênio ajudará a manter o vínculo desse amplo contingente de expatriados com o Brasil, assegurando-lhes o pleno exercício de sua cidadania e dando-lhes voz na definição dos destinos políticos do nosso país”, disse.

Requerimento online

Até então, o processo de emissão de título eleitoral dependia da disponibilidade e frequência das malas diplomáticas para envio de documentos. Além disso, a análise da documentação e a digitação dos dados do eleitor eram feitas manualmente. Dessa forma, o processo de alistamento eleitoral podia levar mais de seis meses para ser concluído.

O TituloNet para o exterior permitirá que o eleitor preencha um formulário on-line, na página do TSE na internet. Além de inserir seus dados pessoais, ele também poderá anexar a versão eletrônica de seus documentos para enviá-los diretamente à Justiça Eleitoral no Brasil. Feita a análise da documentação, o título de eleitor, depois de emitido, será enviado via mala diplomática pelo Itamaraty ao consulado brasileiro mais perto da casa do eleitor.

Além de modernizar a emissão dos documentos e tornar o atendimento mais ágil, o serviço ajuda a reduzir os erros de transcrição dos dados, uma vez que eles serão inseridos pelo próprio eleitor e conferidas por um atendente.

Desde 2009, o pré-atendimento eleitoral já é disponibilizado para eleitores domiciliados no Brasil. No sistema é possível iniciar requerimentos de alistamento eleitoral, transferência de domicílio e revisão de dados cadastrais.

(Agência Brasil)

Cearense desenvolve ferramenta de paquera no Facebook Messenger

Ficar na frente do computador, em casa, sozinho, para procurar paquera na internet tornou-se coisa do passado. Com a tecnologia móvel, a possibilidade de encontrar uma paquera vai aonde você quiser. E ficou muito mais fácil e divertida.

Com o objetivo de ajudar ainda mais o momento da conquista, um cearense desenvolveu uma espécie de catálogo de encontros online. Marlos Távora, fundador da empresa cearense Chatbot Maker, utilizou as vantagens da tecnologia de chatbots para criar o Messenger Match, ferramenta dentro do Facebook Messenger.

O Messenger Match, primeiro chatbot de paquera do Brasil, foi desenvolvido em novembro de 2016. Em três meses, já conquistou mais de 100 mil usuários únicos em diversos estados brasileiros e até em outros países, como Estados Unidos e Filipinas, e conta com mais de 1 milhão e 200 mil interações.

Há uma série de vantagens quando você utiliza chatbots. Eles ficam dentro dos aplicativos de mensagens, portanto, você não precisa baixar novos aplicativos para usar. São automáticos e utilizam inteligência artificial. Além disso, contam com toda a segurança de gigantes, como Facebook, Telegram, etc. “Eles vieram para facilitar a vida dos usuários”, acrescenta Marlos Távora.

Como funciona

O objetivo do Messenger Match é proporcionar encontros com pessoas diferentes e interessantes, a partir da visualização de fotos do perfil e da indicação se te interessa ou não. Para usar a ferramenta, é bem simples: basta abrir o aplicativo Messenger no seu smartphone ou computador, digitar “Messenger Match”, clicar em “começar” e enviar sua localização.

Na tela do Messenger, aparecerá a foto de uma pessoa que está na sua cidade e o nome. Abaixo, dois botões: “Não gostei” (quando não tiver interesse naquele usuário) e “Gostei” (quando se interessar). Antes de ser exibida a próxima foto, você terá que se decidir sobre aquela que está a sua frente: quer ou não?

A conversa vem depois. Sempre que você marca uma pessoa com “Gostei”, e ela faz o mesmo em você, é um Match. A combinação de interesses faz surgir o link do Messenger da pessoa, onde vocês podem conversar de forma reservada. Já aqueles que você não gostou não terão a chance de fazer contato. A lógica é simples: você só conhece as pessoas que querem lhe conhecer.

E não se preocupe se ninguém gostar de você. O Messenger Match evita o temido “fora” e não mostra quem visualizou seu perfil e nem se você foi recusado por alguém. Ele só avisa quando há interesse em comum. Ou seja, só existe amor correspondido.

A ferramenta permite ainda configurações, dentre elas o interesse por homens ou mulheres. “Para paquerar, é como no Tinder. Mas, na nossa ferramenta, a única coisa que você tem que fazer é entrar no seu Messenger, escrever Messenger Match e começar as escolhas”, conta Marlos.

O mais interessante é que a ferramenta não usa informações do Facebook e não publica nada em seu perfil. Apenas utiliza dados básicos, como nome e foto. A qualquer momento, você pode configurar para que sua foto não seja mais enviada a outras pessoas.

De acordo com o fundador da Chatbot Maker, a ideia agora é continuar a evolução do algoritmo para que fique cada vez mais simples acontecer o Match. E vem novidade por aí. “A gente também já está testando para usar em ambiente mais restrito, como dentro de um evento. Se você vai a uma festa, apareceriam fotos apenas dos usuários que também fossem àquela festa. Estamos trabalhando nesse conceito”, conclui.

SERVIÇO

Mais informações sobre o Messenger Match
Link direto para usar o Messenger Match: m.me/messengermatch
Site: messengermatchbot.com/
Facebook: www.facebook.com/messengermatch/
Instagram: www.instagram.com/messengermatch/
Site da Chatbot Maker: chatbotmaker.io/

(Foto – Divulgação)

Estados terão de privatizar empresas para contar com ajuda federal

Era Temer.

Os estados interessados em aderir ao regime de recuperação fiscal precisarão apresentar contrapartidas relacionadas a privatizações e aumento de alíquotas previdenciárias de servidores ativos, inativos e pensionistas. Isso, caso o Congresso aprove a matéria na forma como foi encaminhada pela Presidência da República.

De acordo com o documento enviado à Agência Brasil pela Casa Civil, fica estabelecido que, para aderirem ao regime de recuperação fiscal, os estados terão de implementar medidas como autorizar a privatização de empresas dos setores financeiro, de energia e de saneamento.

O projeto apresenta também como contrapartida dos estados a elevação da alíquota de contribuição previdenciária dos servidores públicos ativos, inativos e pensionistas para, no mínimo, 14%. Se necessário, acrescenta o projeto, serão cobradas também alíquotas extraordinárias e temporárias desses servidores.

Ainda dentro das contrapartidas está a redução de incentivos ou benefícios tributários; a revisão do regime jurídico único de servidores estaduais da administração pública direta, autárquica e fundacional; a instituição, se cabível, do regime de previdência complementar; a proibição de saques em contas de depósitos judiciais; e a realização de leilões de pagamento considerando prioridade para pagamentos com maior desconto.

O projeto apresenta também as condições financeiras necessárias e as proibições que caberão aos estados para que possam aderir ao regime de recuperação fiscal, bem como as prerrogativas que caberão ao Estado (governo federal).

Além disso, detalha como serão feitos e quais serão as finalidades dos financiamentos e das operações de crédito a serem contratados e como serão os processos de encerramento e de extinção do regime de recuperação fiscal. O projeto explica ainda como será a feita a supervisão de todo o processo e quais serão as atribuições do conselho responsável por essa supervisão.

(Agência Brasil)

Osmar Serraglio, o novo ministro da Justiça, é a favor da quebra de sigilo de delações na Lava Jato

Escolhido por Michel Temer para assumir o Ministério da Justiça, segundo antecipou a colunista do Estado Eliane Cantanhêde o deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR) é a favor da quebra do sigilo de delações premiadas no âmbito da Operação Lava Jato. Em entrevista ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, no início do mês, ele afirmou que a abertura do sigilo facilita as investigações.

“Tem que abrir o sigilo. Quando você abre as janelas da colaboração, facilita a investigação”, afirmou Serraglio, que preside a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, posto ao qual chegou no início de 2016 por indicação do então presidente da Casa, o hoje deputado cassado e preso pela Lava Jato Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Serraglio deu a declaração ao Broadcast Político ao comentar a escolha do ministro Edson Fachin como substituto do ex-ministro Teori Zavascki na relatoria dos processos da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF). Teori morreu no último dia 19 de janeiro em acidente aéreo em Paraty, litoral do Rio de Janeiro.

Na ocasião, Serraglio disse não ver nenhum risco para a Lava Jato após a morte de Teori e elogiou a escolha de Fachin para a relatoria. “Ninguém segura a Lava Jato”, disse o deputado, que foi relator da CPI dos Correios na Câmara, que investigou a compra de apoio de parlamentares ao governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Serraglio tem 68 anos e está no quinto mandato de deputado federal consecutivo. Ele é formado em Direito em Curitiba (PR) e tem mestrado na área pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). No curso, feito entre 1984 e 1986, foi aluno do presidente Michel Temer (PMDB) e colega de Fachin.

 (Com Agências)

Eleições 2018 motivam encontro entre Alckmin e Hélder Barbalho

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho se encontrou, nessa quarta-feira, com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, em Pernambuco. O motivo? Vistoria de motobombas flutuantes que a Sabesp doou para a transposição do rio São Francisco. Equipamento este adquirido pela companhia paulista na época da crise hídrica no estado.

Pois bem. O encontro entre o peemedebista e o tucano pode dar dicas do que eles planejam para 2018.

Barbalho promete concorrer novamente ao governo do Pará no ano que vem, após perder para Simão Jatene (PSDB) em 2014. O partido de Alckmin promete ser a maior pedra no sapato do ministro na tarefa.

Com a visita, Alckmin pode estar sinalizando a Barbalho um apoio, ainda que velado. Não é novidade para ninguém que o governador paulista pretende concorrer mais uma vez a presidência. E ele já se mexe neste sentido.

(Veja Online)

Suiça bloqueia conta ligada a Edson Lobão e abre processo penal

O Ministério Público da Suíça bloqueou contas bancárias ligadas ao senador Edison Lobão (PMDB-MA), atual presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, e abriu um processo penal sobre o assunto.

As contas estariam em nome de um dos filhos de Lobão e foram bloqueadas por causa das investigações da Lava Jato e da corrupção no setor elétrico. O Ministério Público da Suíça confirmou as informações à reportagem de ISTOÉ, mas disse que não poderia dar mais detalhes por questões de sigilo. A Polícia Federal do Brasil suspeita que a conta possa ter sido abastecida com propina.

O senador e presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Edison Lobão (PMDB-MA)

“No âmbito de um processo penal suíço do Procurador-Geral da Suíça (…), a OAG (Ministério Público da Suíça) bloqueou contas bancárias”, afirmou, em resposta a questionamentos sobre Lobão. Segundo o órgão, dois recursos impetrados pelo titular da conta bancária tentaram desfazer o bloqueio mas foram rejeitados pela corte criminal de Bellinzona, comuna na Suíça onde estariam localizadas as contas.

O processo ainda está em andamento na Suíça e não foi transferido para o Brasil. Geralmente, no caso de cidadãos brasileiros, as autoridades suíças têm remetido as investigações ao Brasil.

Cooperação com a PF.

Em setembro do ano passado, o delegado da Polícia Federal Thiago Delabary encaminhou um pedido de cooperação internacional ao Ministério da Justiça para que fossem bloqueadas contas ligadas a Lobão na Suíça, com base em informações obtidas pela área de inteligência financeira da PF. Ele também solicitou o envio da documentação ao Brasil.

“Dentre as diligências voltadas ao esclarecimento dos fatos – o que compreende a identificação e localização do dinheiro em tese recebido – logrou-se obter o relatório de inteligência financeira nº 17.307 (cópia anexa), fruto de intercâmbio de informações de inteligência entre as unidades de inteligência financeira do Brasil e da Suíça, que acusa o registro de ‘atividades suspeitas’ por Edison Lobão e Márcio Lobão naquele país”, escreveu o delegado sobre o pedido encaminhado ao DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional).

Márcio Lobão foi alvo de operação realizada na semana passada pela PF, sob suspeita de ser intermediário da propina em Belo Monte. Anteriormente, ele já negou o envolvimento com irregularidades. Seu pai, Edison Lobão, atualmente comanda a comissão mais importante do Senado. Conduziu, por exemplo, a sabatina do novo ministro do STF Alexandre de Moraes.

Procurado, o advogado de Edison Lobão, Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que a conta bloqueada não pertence ao senador e que a Suíça realizou o bloqueio baseada em notícias veiculadas na imprensa sobre as investigações relacionadas ao senador. Kakay nega que Lobão tenha cometido irregularidades.

(Porta Terra)