Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Jair Bolsonaro ganha apoio da presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará

3373 12

Deputado Eduardo Bolsonaro, Mayra e Jair Bolsonaro.

Além do apoio declarado do deputado federal Cabo Sabino (PR) à sua candidatura a presidente da República em 2018, Jair Bolsonaro (PSC/RJ) ganhou uma outra adesão considerada de peso.

Ele gravou vídeo ao lado da presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Mayra Pinheiro, ex-PSDB, e que entrou para o grupo dos seus aliados no Estado.

Em nota, o coletivo “Médicos pela Democracia” critica a postura da Presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Mayra Pinheiro, que, no “Dia do Médico” agradeceu a categoria aos deputados federais Jair e Eduardo Bolsonaro, ambos do PSC-SP. “Nós, Médicos pela Democracia do Ceará, repudiamos esta atitude da Presidente do nosso querido Sindicato dos Médicos, de gloriosa tradição de luta. A Dra. Mayra não soube nos representar dignamente no Dia do Médico”. Leia a nota na íntegra:

A Presidente do Sindicato dos Médicos do Ceará, Mayra Pinheiro, resolveu posar junto e agradecer, no dia do Médico, ao Bolsonaro, que tem explicitado publicamente posições misóginas, racistas, protofascistas, homofóbicas, defendendo torturadores e a cultura do estupro. Os médicos e médicas do Ceará têm que reagir, por um Sindicato democrático.

Nós, Médicos pela Democracia do Ceará, repudiamos esta atitude da Presidente do nosso querido Sindicato dos Médicos, de gloriosa tradição de luta. A Dra. Mayra não soube nos representar dignamente no Dia do Médico. Não concordamos que nosso Sindicato seja atrelado a um partido político e a um candidato a Presidente da República que agride as liberdades democráticas e os direitos humanos no Brasil.

Queremos um sindicato que lute contra a precarização do trabalho médico, que reaja contra o congelamento, por vinte anos, das verbas da Saúde, que defenda o SUS, as Farmácias Populares, que lute por mais recursos para os Hospitais-Escolas, que defenda o direito de que todos tenham acesso aos medicamentos essenciais, que se una na defesa da melhoria da qualidade dos serviços de saúde, do trabalho médico e de todas as categorias de saúde.

Por um Sindicato democrático e que defenda os reais interesses da saúde coletiva, da categoria médica e da convivência harmoniosa com todos os profissionais da àrea da saúde.

*Médicos Pela Democracia.

Ataque a tiros em escola de Goiânia deixa ao menos dois mortos e feridos

Um ataque a tiros em uma escola de Goiânia, em Goiás, deixou ao menos dois mortos e pelo menos quatro feridos na tarde desta sexta-feira. Uma professora Colégio Goyazes acionou o Corpo de Bombeiros. A assessoria dos militares destacou que a mulher pediu socorro relatou que uma pessoa entrou na instituição de ensino e realizou disparos de arma de fogo contra crianças e adolescentes. O atirador era aluno do colégio.

Os feridos — uma menina e três meninos — têm entre 12 e 13 anos. Os bombeiros informaram que o atirador tem 14. Segundo a Polícia Civil, ele é filho de um major da Polícia Militar.

A escola fica no bairro Conjunto Riviera. Os bombeiros enviaram cinco viaturas de resgate e um helicóptero para o local. A vítima em estado mais grave já foi resgatada pela aeronave e levada à Hospital de Urgências da cidade. As demais foram encaminhadas à mesma unidade de saúde.

(Jornal Extra)

Privatização vai trazer mais eficiência e dinamismo para a Eletrobras, defende ministro

O ministro de Minas e Energia em exercício, Paulo Pedrosa, defendeu que a privatização da Eletrobras vai elevar o nível de eficiência e trazer dinamismo à empresa. Pedrosa participou hoje (20) de workshop de energia promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na capital paulista.

Segundo o ministro, o objetivo do governo não é arrecadar com a venda, mas possibilitar a competição da empresa em um setor elétrico hoje altamente competitivo. “O antigo modelo esgotou. As estatais estão em situação dificílima. A Eletrobras perdeu R$ 175 bilhões em 13 anos. A Eletrobras não tem investido, a sua participação no setor caminha para ser irrelevante”, disse ele.

A Eletrobras ainda é a maior elétrica do Brasil, responsável por 32% da geração e quase metade das linhas de transmissão do sistema integrado, que transfere energia de uma região para outra do país. Para Pedrosa, o sucesso do leilão das quatro usinas hidrelétricas operadas pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), realizado no mês passado, trouxe otimismo. “Sem esse leilão da Cemig, não teríamos a condição de avançar também na Eletrobras”, disse.

O ministro afirmou que a incapacidade de o governo federal injetar recursos na empresa reduz o seu poder de competição. Além disso, de acordo com ele, esgotou-se a capacidade do país de financiamento pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) de 0,5% para a geração de energia.

Quanto à tarifa de energia aos consumidores, Pedrosa admitiu a possibilidade de aumento. “Mas não adianta ter energia barata e encargos enormes pagos por fora. Teremos um preço justo, transparente, da energia”, afirmou.

Segundo ele, o modelo de cotas ilude a sociedade, pois apresenta a cota a baixo preço, que pode ser encarecido devido ao risco hidrológico associado.

(Agência Brasil)

Portaria de Temer envergonha o País, diz presidente da CUT do Ceará

Com o título “Escravidão completa circo de horrores do golpe”, eis artigo do presidente da CUT do Ceará, Will Pereira. Ele bate duro na portaria do Ministério do Trabalho que flexibiliza relações de trabalho e impede a divulgação do ranking de empresas que exploram trabalhadores. Confira:

O circo de horrores parece não ter fim. Sem pudor algum, o governo golpista segue, dia a dia, comandando o País sob a égide de uma troca de favores mesquinha e injusta em benefício não de uma nação inteira, mas de um governante. O mesmo que alcançou o poder de forma ilegítima e que segue afogado em sua própria impopularidade e por denúncias de crimes de toda sorte. No mais recente ataque dos inúmeros que nos assolam cotidianamente, foi divulgada, na última segunda-feira (16), a portaria nº 1129/2017 do Ministério do Trabalho. Ela modifica o conceito de trabalho escravo e traz novas regras sobre a publicação da “Lista Suja”.

Para nós, que fazemos a Central Única dos Trabalhadores, a referida portaria é mais um benefício concedido à bancada ruralista e a setores como o têxtil e da construção civil, que têm forte incidência de trabalho análogo à escravidão no País. Pela legislação vigente, uma situação de trabalho forçado, ou servidão por dívida, ou condições degradantes, ou jornada exaustiva já é o bastante para que se identifique o conceito de escravidão contemporânea. Essa medida, repugnante, nada mais é que a tentativa de se reduzir esse conceito.

A precarização das condições de trabalho no Brasil segue veloz desde que o golpe parlamentar se consolidou em 2016. Modificar o conceito de trabalho escravo hoje fere gravemente os direitos respaldados pela legislação brasileira e pelas Convenções 29 e 105 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), ratificadas pelo Brasil. Tanto que o Ministério Público do Trabalho (MPT) e o Ministério Público Federal (MPF) já anunciaram que vão recomendar a revogação imediata da portaria.

Não bastasse a imagem vexatória que o ilegítimo Michel Temer representa do nosso País a cada aparição fora de nossas fronteiras, segue nos envergonhando e atacando diante de organismos internacionais. A própria Organização das Nações Unidas (ONU) já defendeu, oficialmente, a manutenção do atual conceito de trabalho escravo vigente no Brasil – apontado por ela como referência no combate ao trabalho escravo para a comunidade internacional. E até isso Michel Temer nos quer usurpar. Logo ele, que é referência para quem?

*Wil Pereira

presidencia@cutceara.org.br
Presidente da Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE).

Em Brasília, prefeito agiliza projetos com apoio de Danilo Forte

Danilo e o prefeito RC.

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, é aguardado de Brasília nesta sexta-feira. Isso, depois de ter circulado, com apoio do deputado federal Danilo Forte (PSB), pelo Ministério das Cidades.

Ali, o prefeito deixou pleito relacionado a BRT (sistema de transporte de ônibus especiais), que deve contemplar os terminais do Conjunto Ceará e Parangaba.

O ministro Bruno Morais sinalizou com a liberação para essa intervenção com o valor de R$ 25 milhões.

VAMOS NÓS – Nessas horas, para um prefeito que é do PDT, oposição a Temer, ajuda ter um deputado da base oficial para chamar de seu.

Preço do botijão de gás leva prévia da inflação oficial a 0,3% em outubro, diz IBGE

Pressionada pela terceira alta consecutiva no preço do gás de botijão, a prévia da inflação oficial do país, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), fechou o mês de outubro com variação de preços de 0,34%. Em relação a setembro, o índice subiu 0,23 ponto percentual.

Divulgado hoje (20), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA-15 fechou o acumulado no ano (janeiro-outubro) em 2,25%, resultado que chega a ser 3,86 pontos percentuais inferior aos 6,11% do mesmo período do ano passado.

Este é o menor acumulado para um mês de outubro desde os 2,22% de 2006. Nos últimos doze meses, o índice ficou em 2,71%, resultado acima dos 2,56% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em outubro de 2016, o IPCA-15 havia sido de 0,19%.

Botijão de gás

A alta foi pressionada pelos preços dos combustíveis, em especial o gás de botijão, que fechou outubro com alta de 5,72%. Foi o terceiro aumento consecutivo e a maior alta desde outubro de 2015. O impacto do gás de botijão no IPCA-15 deste mês foi de 0,07 ponto percentual.

O gás de cozinha impactou a alta de 5,36% dos combustíveis domésticos, que influenciaram o grupo habitação, que fechou o mês com elevação de 0,66%.

Segundo o IBGE, a influência da habitação na medição geral ficou abaixo dos transportes (impacto de 0,11 ponto percentual), afetado também pelos reajustes nos combustíveis. A gasolina teve alta de 1,45% entre setembro e outubro, mesmo com a leve desaceleração em relação período anterior, quando a taxa foi de 3,76%. Pesou ainda o aumento de 7,35% nas passagens aéreas.

O grupo dos alimentos fechou outubro com deflação (inflação negativa) de 0,15%. A nova queda foi menor que a de -0,94% de setembro. Contribuíram para a baixa nos preços o alho (-9,88%), o feijão-carioca (-5,95%), o açúcar cristal (-3,63%) e o leite longa vida (-3,52%). Enquanto isso, tiveram alta no período as carnes (0,54%) e frutas (1,40%) tiveram alta no período.

Nos índices regionais, a região metropolitana de Curitiba teve a maior alta nos preços (0,66%), seguido por Salvador (0,64%). Por outro lado, as quedas mais intensas ocorreram na regiões metropolitanas do Rio de Janeiro (-0,08%) e do Recife (-0,07%).

Com a mesma metodologia do IPCA (indicador que mede a inflação oficial do país), o IPCA-15 tem periodicidade diferente: vai da segunda metade do mês anterior à primeira metade do mês de referência. Ele diz respeito à variação dos preços para as famílias de um a 40 salários mínimos, e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

(Agência Brasil)

Camilo, Ciro e um silêncio nada inocente

212 1

Nas rodas políticas locais um mote é alvo de comentários: o silêncio dos aliados depois que o governador Camilo Santana (PT) acabou desmentindo Ciro Gomes (PDT).

O presidenciável havia dito que o secretário do Planejamento do Estado, Maia Júnior, era da cota do PSDB de Tasso Jereissati.

Camilo garantiu que Maia era da sua cota pessoal.

(Foto – PDT)

 

PIB sinaliza crescimento de 0,2% em agosto, diz FGV

O Produto Interno Bruto do Brasil (PIB – a soma de todos os bens e serviços produzidos) teve crescimento de 0,2% em agosto, comparado com julho. A informação é do Monitor do PIB, divulgado hoje (20) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV).

No trimestre móvel encerrado em agosto, o crescimento foi de 0,6%, em comparação ao trimestre imediatamente anterior, de acordo com a série ajustada sazonalmente. Em ambas as comparações, os resultados apontam para a terceira variação positiva consecutiva do indicador.

Em termos monetários, o PIB acumulado em 2017 até o mês de agosto, em valores correntes, alcançou a cifra aproximada de R$ 4,368 trilhões.

Na avaliação do coordenador do Monitor PIB-FGV, Caludio Considera, em agosto a economia continuou a crescer devido “não só ao bom desempenho da agropecuária, mas também de segmentos que, apesar de ainda continuarem em níveis muito baixos, já começaram a mostrar sinais de melhora”. Segundo o economista, este é o caso da construção civil e o da formação bruta de capital fixo “que são fundamentais para uma recuperação mais consistente da economia a médio e longo prazo”.

Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o PIB apresentou crescimento de 1,1%, no trimestre móvel encerrado em agosto. Os destaques foram os desempenhos da agropecuária (+12%), da indústria extrativa mineral (+3,5%), da indústria de transformação (+1,9%), do comércio (+3,5%) e dos transportes (+2,9%).

Apesar da tendência ascendente, a construção ainda se encontra em retração (-6%). Já os serviços de informação apresentaram taxas mais negativas desde o trimestre findo em maio de 2017, chegando a 3,6% no trimestre encerado em agosto. Já na com o mesmo mês do ano anterior, o PIB apresentou crescimento de 2% no mês de agosto, o quarto mês positivo consecutivo.

Consumo das famílias

O consumo das famílias apresentou crescimento de 1,8% no trimestre móvel findo em agosto, comparativamente ao mesmo trimestre em 2016; esta é a terceira variação positiva do componente após registrar 28 trimestres móveis consecutivos de queda em relação ao ano anterior, com aceleração do crescimento de todos os segmentos de bens de consumo: o de bens não duráveis cresceu 1,3%, o de semiduráveis, 9%, e o de duráveis, 9,3%. A única taxa negativa foi a de consumo de serviços, que ao fechar em queda de 0,5%, contribuiu com -0,3 ponto percentual para o resultado total do consumo das famílias.

Formação de capital

Embora todos os componentes da formação bruta de capital fixo (FBCF) terem apresentado melhora com relação às taxas divulgadas no trimestre móvel até julho, o indicador fechou o trimestre móvel de junho e agosto com retração de 3%, comparativamente ao mesmo trimestre do ano passado.

O componente de máquinas e equipamentos continua na trajetória de crescimento (+5,1%), contribuindo com 1,8 ponto percentual para a melhora do indicador. Já o componente de construção, apesar de ainda muito negativo (-8,5%), está em trajetória ascendente pelo terceiro mês consecutivo; o mesmo ocorre com o componente de outros que apresentou queda de -4,5% no trimestre móvel até agosto após ter apresentado retração de 6% no 2º trimestre do ano.

A FGV ressalta o fato de que a taxa de investimento (FBCF sobre o PIB) a preços constantes fechou agosto com sinais nítidos de melhora, ao atingir 18,3%. Seu ápice foi em outubro de 2013 (24,3%), mas vinha declinando sistematicamente até o início de 2017.

Crescimento das exportações

Outro avanço significativo e que sinaliza o processo de recuperação da economia diz respeito às exportações, que apresentaram crescimento de 7,3% no trimestre móvel de junho a agosto, comparativamente ao mesmo trimestre de 2016. O destaque positivo se deve aos desempenhos da exportação dos produtos da agropecuária (+20,8%), da indústria extrativa mineral (+27,7%) e da de bens de consumo duráveis (+38,3%).

Por outro lado, a importação apresentou retração de 0,3% na comparação do trimestre móvel com o do ano anterior. “Chama a atenção o desempenho negativo dos produtos agropecuários (-36,9%) e dos bens de capital (-25,6%); e, de destaque positivo, o desempenho dos bens de consumo semiduráveis (+52,1%)”, ressalta a publicação.

(Agência Brasil)

Operação Salvação – Temer exonera oito ministros que votarão contra denúncia na Câmara

Diário Oficial da União publica hoje (20) decretos assinados pelo presidente da República, Michel Temer, com a exoneração de oito ministros de Estado.

Os ministros exonerados têm mandatos de deputados e voltam à Câmara, onde deverão participar da votação, em plenário, prevista para a próxima quarta-feira (25), da segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Temer.

Na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, em sessão realizada na última quarta-feira (18), o relatório a favor da inadmissibilidade da denúncia foi aprovado pela maioria dos deputados que integram o colegiado.

Nos decretos de exoneração publicados nesta sexta-feira constam os nomes dos seguintes ministros: Antonio Imbassahy, da Secretaria de Governo; Leonardo Picciani, ministro do Esporte; Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho; Sarney Filho, do Meio Ambiente; Marx Beltrão, do Turismo; Maurício Quintella Lessa, dos Transportes; Mendonça Filho, da Educação; e Bruno Cavalcanti, das Cidades.

(Agência Brasil)

Tasso ameaça deixar comando do PSDB

190 1

O senador Tasso Jereissati deu um ultimato, nessa quinta-feira (19), aos aliados do senador Aécio Neves (PSDB): se o senador mineiro não renunciar definitivamente da presidência do partido até a próxima semana, deixará o comando da sigla. No momento, Tasso é o presidente nacional interino.

Tasso disse que chegou “ao limite” na queda de braço interna no PSDB e que não pretende continuar brigando publicamente com o senador Aécio Neves.

Já o tucano Aécio, que foi pego em gravação pedindo R$ 2 milhões em propina ao empresário Joesley Batista, dono da JBS, é o principal apoiador da manutenção do PSDB na base do presidente Michel Temer (PMDB).

(Com Agências)

Padre Reginaldo Manzotti ganha recepção de pop star no Pinto Martins

O padre Reginaldo Manzotti já está na Capital cearense para comandar mais uma edição de “Evangelizar é Preciso Fortaleza,” que acontecerá neste sábado, no Aterro da Praia de Iracema, a partir das 12 horas.

No desembarque, no fim da tarde dessa quinta-feira, Manzotti, que vinha de São Paulo, ganhou recepção de pop star. Foi das mais movimentadas e concorridas. A Infraero não precisou número dos que estavam no saguão.

Manzotti atendeu a todos carinhosamente aos fieis católicos, tirou selfies e deu autógrafo para quem estava com seu último livro – “Batalha Espiritual entre anjos e demônios”. A assessoria do religioso não divulgou sua programação desta sexta-feira em Fortaleza.

(Com Blog Sagrada Família)

Polícia Federal cumpre 10 mandados em operação relacionada a Petrobras e Odebrecht

A Polícia Federal está cumprindo, nesta manhã de sexta-feira, 10 ordens judiciais da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba. O objetivo, segundo informa o Valor Econômico, é apurar o pagamento de vantagens indevidas a executivos da Petrobras pelo Setor de Operações Estruturadas, o departamento de propinas do Grupo Odebrecht. Em nota, a PF informou que estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão, um mandado de condução coercitiva e um de prisão temporária.

São realizadas três intimações determinadas pelo Justiça, com a imposição de outras medidas cautelares, conforme estabelecem os artigos 282 e 319 do Código de Processo Penal.

Conforme as investigações, há indícios concretos de que um grupo de gerentes da Petrobras se uniu para beneficiar a Odebrecht em contratações com a petroleira, mediante o pagamento de valores de forma dissimulada em contas de empresas offshore estabelecidas no exterior. Os investigados responderão pela prática dos crimes de associação criminosa, corrupção e lavagem de dinheiro. O investigado preso temporariamente será conduzido à carceragem da PF no Paraná.

BC lança campanha pelo uso consciente do cartão de crédito

O Banco Central (BC) e a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) lançaram hoje (19) uma campanha para estimular o uso consciente do cartão de crédito. A ação prevê a divulgação de nove vídeos educativos sobre o uso do cartão, além de posts nas redes sociais com o tema “Se passar o cartão, não passe dos limites”.

A campanha, exclusivamente na internet, vai custar R$ 150 mil ao BC e R$ 200 mil à Abecs. O diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do Banco Central, Isaac Sidney, destacou que os brasileiros têm cada vez mais acesso a produtos e serviços financeiros, mas é preciso garantir informação de qualidade, educação financeira e proteção aos direitos dos cidadãos. “Por exemplo, na última pesquisa realizada pela Abecs e pelo Instituto Datafolha, 21% dos entrevistados afirmaram que a última fatura está acima do que podem pagar. Podemos perceber que há espaço para ações de conscientização e de educação financeira”.

O foco da campanha são as classes D e E, que, segundo a pesquisa, têm maior dificuldade para pagar a fatura do cartão de crédito. “Desses 21% que acreditam que suas faturas são altas para suas possibilidades, 33% pertencem às classes D e E. Vejam que a falta de educação financeira penaliza de forma mais intensa as camadas mais vulneráveis da população”, acrescentou Sidney.

De acordo com Sidney, do total de 250 mil reclamações de cidadãos recebidas pelo BC este ano, cerca de 10% referem-se a cartão de crédito. Sidney destacou que o BC adotou outras medidas recentemente para melhorar reduzir o custo do crédito e melhorar a educação financeira, como a compatibilidade das máquinas de cobrança com todas as bandeiras de cartão, a autorização para diferenciação de preços por instrumento de pagamento e as novas regras do rotativo do cartão de crédito. O rotativo é o crédito tomado pelo consumidor quando paga menos que o valor integral da fatura do cartão. Com vigência desde abril deste ano, a medida determinou que os saldos das faturas só podem ser financiados de forma rotativa até o vencimento da fatura seguinte. Depois disso, o saldo deve ser parcelado.

O objetivo da medida era reduzir a taxa de juros do rotativo, a mais alta entre as modalidades para as pessoas físicas nos bancos. De acordo com o BC, a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito para quem paga pelo menos o valor mínimo da fatura chegou a 221,4% ao ano em agosto. A taxa cobrada dos consumidores que não pagaram ou atrasaram o pagamento do mínimo ficou 506,1% ao ano. Com isso, a taxa média da modalidade de crédito chegou a 397,4% ao ano.

Em março de 2017, antes do início das novas regras, a taxa estava em 431,1% ao ano. O presidente da Abecs, Fernando Chacon, disse que o compromisso do setor com o regulador do mercado, o BC, era reduzir pela metade a taxa de juros para os consumidores que pagam a fatura em dia.

Chacon acrescentou que “ninguém se orgulha dos juros praticados no país”, mas já houve avanço com a medida do rotativo do cartão de crédito.

“De fato a gente está recomendado que paguem a fatura em dia. As pessoas não devem usar financiamento se não for necessário”, disse.

(Agência Brasil)

Poeta Bráulio Bessa vira garoto-propaganda de empresa de segurança privada

O poeta e escritor Bráulio Bessa assina, virou garoto-propaganda de empresa de segurança privada. Desde setembro último, ele assina a campanha publicitária de rastreamento veicular e portaria inteligente da Servis Segurança.

Ele foi escolhido por ser conhecido nacionalmente e ter um quadro fixo no programa Encontro, de Fátima Bernardes, na Rede Globo. A iniciativa exalta a figura do nordestino com o bordão “Pense num matuto sabido!”, revelando a esperteza do mesmo na contratação dos serviços oferecidos pela empresa.

A Servis Segurança aposta na imagem do artista para estampar a campanha nas suas filiais nos estados de São Paulo, Minas, Bahia, Piauí, Pernambuco e Amazonas.

 

 

TSE lança programa para orientar a formação política de adolescentes

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou hoje (19) o projeto Partiu Mudar: Educação para a Cidadania Democrática no Ensino Médio, programa de formação política para adolescentes de 14 a 18 anos. A iniciativa é fruto de parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e as Escolas Judiciárias Eleitorais (EJEs).

“É preciso que as pessoas tenham noção sobre o funcionamento dos Poderes e saibam que nenhum Poder é soberano. O Estado de Direito é marcado por um princípio básico e linear, do qual não devemos nos esquecer: é aquele no qual não há soberanos. Todos estão submetidos a regras previamente definidas”, disse o presidente  do TSE, Gilmar Mendes, ao lançar o programa.

A iniciativa é fruto de parceria do tribunal com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e as Escolas Judiciárias Eleitorais (EJEs).

O material ficará disponível em um site criado especialmente para o programa, em que professores de escolas públicas e privadas terão acesso a orientação para debates em sala de aula sobre legislação eleitoral e outros assuntos. Entre os temas, estão o “contingente feminino na política” ou “a função da mídia”. O site dará acesso a textos, fotos, vídeos e sugestões de atividades a serem desenvolvidas com a turma.

Ao lançar o site, Mendes disse que o movimento estudantil, “muito forte na superação do modelo autoritário”, ficou sujeito a uma “cooptação partidária”, restituindo sua autonomia em 2013. Para ele, porém, faltam ao jovem noções básicas sobre a organização do Estado.

Para o diretor da Escola Judiciária Eleitoral, Fábio Quintas, os professores não se sentem capacitados para tratar de política e cidadania. Em alusão ao movimento Escola Sem Partido,  fundado em 2004 e rejeitado pela Organização das Nações Unidas e pelo Conselho Nacional de Direitos Humanos, Quintas afirmou que, “ainda que haja ressalvas quanto a levar o partido para a escola, deve-se levar a política, que faz parte da vida de todos”.

“É fazer com que o aluno perceba que a política está no cotidiano e mostrar que aquele que não se interessa pelo tema será governado por aquele que se interessa. A finalidade da educação no ensino médio é preparar para a cidadania”, afirmou Quintas.

A Justiça Eleitoral, segundo o diretor, é ideal por não ter vocação partidária. “Pelo contrário, a Justiça Eleitoral é responsável por garantir que as regras do jogo sejam observadas. E, por outro lado, temos conhecimento técnico. Então, talvez possamos mostrar como podemos conduzir esse debate de forma que respeite uma sociedade pluralista, que se baseie na liberdade, na igualdade”,  ressaltou o diretor.

Programa

O novo programa, que terá os primeiros convênios com secretarias de educação do Distrito Federal, Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Bahia, complementa outro já existente, chamado de Eleitor do Futuro. Criado em 2002, o Eleitor do Futuro foi programado para abordar aspectos da cidadania com jovens de 10 a 18 anos.

A faixa etária dos grupos orientados na ação mais antiga foi definida por cada estado participante. Em Rondônia, por exemplo, os coordenadores optaram por trabalhar, no âmbito do Eleitor do Futuro, com adolescentes de 10 a 15 anos.

A secretária da Escola Judiciária Eleitoral de Rondônia, Elizeth Mesquita, afirmou que até mesmo os servidores da Justiça Eleitoral têm dificuldade em saber de cor todas as regras do sistema eleitoral. “O que o jovem precisa saber é que ele existe e onde buscar informação. O importante é que ele entenda que é uma peça fundamental como cidadão. É tirar o cabresto do nosso eleitor, mostrar que ele tem liberdade de escolha.”

(Agência Brasil)

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 4 milhões

O prêmio principal da Mega-Sena poderá pagar R$ 4 milhões a quem acertar as seis dezenas que serão sorteadas hoje (19), no concurso 1.979. As apostas podem ser feitas até as 19 horas e o sorteio acontecerá as 20 horas (horário de Brasília).

Caso apenas um ganhador leve o prêmio e aplique todo o dinheiro na poupança, o valor renderia R$ 20 mil por mês, “valor suficiente para manter uma confortável aposentadoria”, segundo a Caixa Econômica Federal.

Ninguém acertou as seis dezenas do prêmio principal no último sorteio, realizado na terça-feira (17). Os números foram 02, 06, 22, 44, 55 e 57. Na segunda faixa, com cinco acertos, 29 apostas receberam o prêmio de mais de R$ 30 mil cada. Outras 2.089 apostas acertaram quatro números e levaram R$ 604,71 cada.

A aposta mínima na Mega custa R$ 3,50 e pode ser feita em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas do país. Clientes correntistas da Caixa, maiores de 18 anos, com acesso ao internet banking podem fazer suas apostas pelo computador. O serviço funciona diariamente, das 8h às 22h (horário de Brasília), exceto em dias de sorteio, quando as apostas se encerram às 19h, retornando às 21h para o concurso seguinte.

(Agência Brasil)

Sergio Moro vai expedir mais uma sentença

O juiz federal Sergio Moro está pronto para sentenciar os doleiros Jorge Luz e seu filho, Bruno. Ambos são apontados pela Polícia Federal e o Ministério Público Federal como operadores financeiros do PMDB em esquemas de corrupção dentro da Petrobras. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Segundo a força-tarefa da Lava-Jato, Jorge Luz e Bruno foram responsáveis pela movimentação de ao menos 40 milhões de dólares, cerca de R$ 160 milhões, durante 10 anos.

De acordo com a procuradoria, entre os beneficiários há deputados, senadores, diretores e gerentes da Petrobras. Os dois estão presos desde março, quando foram extraditados de Miami, nos Estados Unidos.

Paolla Oliveira, a Jeiza de “A Força do Querer” da entrevista exclusiva

A novela “A Força do Querer”  vai chegar ao fim nesta sexta-feira. Em entrevista exclusiva ao blog “Fala, Isa!”, Paolla Oliveira, intérprete de Jeiza, falou sobre sua personagem na trama de Gloria Perez.

Na novela, a atriz interpreta a major Jeiza, policial que trabalha no Batalhão de Ações com Cães (BAC) e sonha em se tornar lutadora profissional de MMA.

*Confira a íntegra da entrevista exclusiva aqui.

(Foto – TV Globo)