Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

ANA lança aplicativo para celular que permite acompanhar situação da seca no Nordeste

Voltado para acompanhar a situação da seca no Nordeste por meio do celular, o aplicativo Monitor de Secas permite ao usuário acompanhar a evolução da situação das chuvas e comparar dois meses selecionados. Desde 2012, a Região Nordeste enfrenta uma das mais severas secas já registradas, o que impacta diretamente na gestão dos recursos hídricos.

O aplicativo foi lançado hoje (3) pela Agência Nacional de Águas (ANA) e está disponível para download gratuito, tanto para aparelhos que rodam o Android (https://goo.gl/S4BYMJ) quanto o iOS (https://goo.gl/AmKi4w). Permite ver as regiões que tiveram aumento ou diminuição da intensidade da seca no período selecionado e ver a intensidade de seca que determinadas áreas do Nordeste estão passando: seca fraca, moderada, grave, extrema, excepcional ou que não passam por seca.

Os dados levam em consideração o monitoramento hidrometeorológico e os mapas mostrados no aplicativo são validados por técnicos.

De acordo com a ANA, a ferramenta também indica se os possíveis impactos sobre os diferentes setores econômicos são de curto ou longo prazo, mostrando, inclusive, os impactos no abastecimento, agricultura e pecuária.

(Agência Brasil)

Justiça mantém prisão de acusado de envolvimento em decapitação na Barra do Ceará

Acusado de envolvimento em um homicídio com decapitação, o réu Francy Micheal dos Santos Oliveira teve negado seus pedidos de revogação de prisão preventiva, rejeição da denúncia e declaração de nulidade processual. A decisão é do juiz Henrique Jorge Holanda Silveira, titular da 2ª Vara do Júri de Fortaleza. A informação é da assessoria de imprensa do TJCE.

No que diz respeito ao pedido de revogação de prisão preventiva, o magistrado considera que a conduta do réu “demonstra claramente propósitos de desprezo e destemor pela Justiça Pública”, de modo que sua liberdade simbolizaria risco à ordem pública. Também destacou que não há “qualquer fato novo que justifique a mudança da decisão “haja vista que permanecem incólumes os motivos ensejadores da custódia prévia”.

A defesa requereu a rejeição da denúncia, sob o argumento de ser manifestamente inepta, devido a não individualização da conduta do requerente. Quanto a essa alegação, o juiz entende que não deve prosperar “tendo em vista que a denúncia descreve o fato e a eventual conduta considerada delituosa, além de indicar o envolvimento de cada um dos acusados, daí porque não há que se falar em inépcia da peça, razão pela qual defiro a produção de provas testemunhais e outras necessárias ao deslinde da presente ação penal”.

Sobre o pedido para que fosse declarada a nulidade processual, a alegação foi a numeração de páginas. No entanto, o magistrado afirmou que “não se reconhece nulidade em ato do qual não resulte efetivo prejuízo para quem o alegue”. O juiz explicou ainda que as peças da denúncia quando oferecidas pelo representante do Ministério Público, ficam posicionadas no final do inquérito digital, e igualmente, ao que ocorria nos processos físicos, elas são postas antes do inquérito, gerando a repaginação do processo. A decisão foi publicada no Diário da Justiça da sexta-feira (29/09).

O Crime

Segundo os autos (nº 0138592-86.2017.8.06.0001), o corpo da vítima Marcus Túlio de Oliveira foi encontrado amarrado pelas mãos e decapitado, no interior de um carrinho utilizado para coleta de lixo reciclável, no último dia 27 de maio, por volta das 6h30, na rua 20 de Janeiro, no bairro Barra do Ceará, na Capital.

Em torno das 10h30 daquele dia, o réu, outros dois acusados e um adolescente foram abordados por policiais no Município de Sobral. Com eles foram apreendidas dez trouxinhas de maconha, um automóvel, mais de R$ 7 mil, um relógio e celulares que tinham fotografias da vítima. Também receberam informações que Marcus Túlio havia sido visto pela última vez na companhia de um dos acusados.

Ainda conforme as investigações, a vítima havia sido posta em liberdade há menos de dois meses, chegou a ser filiada à facção PCC (Primeiro Comando da Capital) e, depois de se desvincular, entrou na facção GDE (Guardiões do Estado).

Venda de veículos teve aumento de 24,5% em setembro

A venda de veículos novos aumentou 24,5% em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado, indicam dados divulgados nesta terça-feira (3) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No mês passado, foram vendidas 199.227 unidades, contra 159.953 de um ano antes. No acumulado do ano, o total é de 1,62 milhão de unidades vendidas, ou 7,356% a mais do que de janeiro a setembro de 2016.

O resultado global de setembro foi 7,36% inferior ao de agosto, quando foram comercializados 217 mil veículos. Considerando que setembro teve três dias úteis a menos, a média diária do mês passado foi maior. Por isso, a análise dos números do ano revela um cenário de recuperação consistente do setor este ano.

Com 193,5 mil emplacamentos, automóveis, furgões e picapes foram os maiores responsáveis pela alta no setor, com crescimento de 24,9% na comparação anual e de 7,86% no acumulado do ano diante de igual período de 2016.

O aumento na comercialização de ônibus foi ainda maior. No mês passado, foram vendidas 1.105 unidades, o que representa 33% a mais do que em setembro de 2016. A venda de caminhões também cresceu, mas ainda em ritmo menor. A venda de 5.647 unidades representou alta de 9,3%.

A expansão na comercialização dos pesados, no entanto, ainda não é suficiente para compensar os números ruins do início do ano. No período de janeiro a setembro deste ano, ainda há uma redução de 7% sobre 2016.

O mercado de motocicletas foi o único que apresentou resultado negativo em setembro, na comparação com um ano antes. Foram vendidas no mês passado 66.237 motocicletas, 4,9% a menos que em setembro de 2016.

(Agência Brasil)

Câmara dos Deputados promove sessão em homenagem aos agentes de saúde

Por iniciativa do tucano Raimundo Gomes de Matos, a Câmara dos Deputados promoverá, nesta quarta-feira, 4, a partir das 9 horas, uma sessão solene para homenagear os Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) e Agentes de Combate a Endemias (ACEs). A cerimônia ocorrerá no Dia Nacional da categoria.

O parlamentar lembra que a primeira experiência dos agentes como uma estratégia abrangente de saúde pública estruturada ocorreu no Ceará, em 1987. A iniciativa priorizou a realização de ações de saúde da mulher e da criança. A ação exitosa foi encampada pelo Ministério da Saúde no começo dos anos 1990.

Apesar da relevância do trabalho, Gomes de Matos alerta que esses profissionais vêm atravessando uma crise sem precedentes, pois enfrentam sérias ameaças de extinção, especialmente pela fragilidade da regulamentação das atribuições de suas profissões, nível de qualificação, jornada e condições de trabalho, restando ainda a situação do seu Piso Salarial nacional, congelado há quase quatro anos.

“Estamos atentos à realidade desses profissionais e, para tanto, através de iniciativas de nossa autoria, buscamos oferecer maior segurança jurídica às suas funções, trabalho digno e reconhecimento salarial”, afirma o parlamentar. “Com a PEC 22/2011, da qual sou relator, apresentamos um relatório final amplamente debatido, e que apresenta uma política de reajuste do Piso Salarial Nacional compatível com a relevância dessas categorias”, destacou.

O tucano lembra ainda o Projeto de Lei 6.437/2016, também assinado por ele, redefinindo as atribuições desses profissionais. A proposta está em debate na Câmara.

“Vamos acabar nos Trapalhões”, diz ministro Gilmar Mendes sobre decisões do Supremo

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse hoje (3) que os ministros da Corte correm o risco de “acabar nos [programa dos] Trapalhões” por praticar o “direito constitucional da malandragem”. Ele deu a declaração ao comentar decisões recentes do STF, entre elas a que afastou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) do exercício de seu mandato, cuja validade deve ser revisada nesta terça-feira pelo plenário do Senado.

“Nós temos já vários senadores e deputados com denúncia recebida. Nesse caso, também nós deveríamos afastá-los? E aí nós podemos afetar a Câmara? A Câmara fica com composição não de 513, mas de 512, 510?”, questionou Gilmar Mendes. “Quer dizer, o direito achado na rua, o neoconstitucionalismo, o direito constitucional da malandragem, permitem esse tipo de coisa?”

Ele citou ainda o julgamento recente do STF que considerou inconstitucional uma lei do Ceará que regulava a prática da vaquejada, por entender que a prática submete animais a maus tratos. A decisão acabou depois anulada por meio de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) aprovada no Congresso.

“Nós temos vivido de vez em quando esse tipo de situação. É preciso que tenhamos uma análise crítica de nosso próprio afazer”, disse.

Para o ministro, ele e seus colegas precisam ter mais sensibilidade e ser mais autocríticos na hora de julgar, para que não ponham pautas pessoais à frente de pautas constitucionais. Isso, na prática, seria tentar reescrever a Constituição, avaliou o ministro.

“A gente precisa ter muito cuidado com essas questões. Se queremos reescrever a Constituição, vamos lá para o Congresso e assumamos a função de legisladores”, disse ele nesta terça-feira, antes de participar da sessão da Segunda Turma do STF.

Foro privilegiado

Gilmar Mendes aproveitou também para voltar a defender a necessidade do foro privilegiado para parlamentares, condição processual que é alvo de uma ação, relatada pelo ministro Luís Roberto Barroso, na qual se pretende restringir a interpretação constitucional sobre o tema, retirando do STF todos os casos que envolvam supostos delitos praticados antes de o político assumir o mandato.

“Aí você vai dar para o juiz a possibilidade de prender o parlamentar em primeiro grau? De determinar escutas, busca e apreensão?”, indagou Gilmar. “Tudo isso é convite para crise, e a gente já sabe que não vai dar certo”, afirmou.

(Agência Brasil)

Fachin nega pedido de Aécio para suspender afastamento do mandato

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, negou, nesta terça-feira, um pedido da defesa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) para suspender decisão tomada pela Primeira Turma da corte na semana passada. Na ocasião, foi determinada a suspensão do exercício do mandato do senador tucano e seu recolhimento noturno. A informação é do O Globo.

Fachin alegou razões processuais para negar as solicitações. Ele lembrou que ainda cabe recurso na Primeira Turma contra a decisão tomada na semana passada. Assim, não caberia outro tipo de ação para questionar as medidas adotadas na época. Argumentou ainda que, de qualquer forma, ele sequer poderia revogar a decisão da Primeira Turma.

O PSDB também fez pedido parecido, mas, nesse caso, Fachin deu 72 horas para que a Advocacia-Geral da União (AGU) se manifeste sobre isso. Ainda não houve, portanto, decisão.

Aécio queria que os efeitos da decisão da Primeira Turma fossem suspensos até que o STF terminasse outro julgamento, marcado para a semana que vem. A solicitação do PSDB é mais simples: pede pura e simplesmente a suspensão da decisão da Primeira Turma.

No dia 11 de outubro, o plenário do tribunal vai analisar se é preciso que Senado e Câmara referendem medidas cautelares, como as determinadas pelo STF no caso de Aécio, aplicadas contra parlamentares.

 

Curta-metragem “Diz A Lenda”, inspirado em cordel, será lançado no dia 11 de outubro

O curta-metragem “Diz A Lenda” será lançado no próximo dia 11, às 19 horas, no Cineteatro São Luiz, durante a Semana do Audiovisual Cearense. Como nome sugere, o curta poderia ser uma lenda urbana, mas é apenas uma caricatura da realidade. O filme conta uma história ficcional que traz como base um desafio de cordel, ácido e bem humorado.

O cordel que inspirou o roteirista e diretor Márcio Del Picchia é “Cantoria de Excelência” do escritor, poeta, cordelista, compositor e juiz federal cearense, Marcos Mairton. O juiz ficou famoso ao proferir a primeira sentença em formato de cordel e logo se notabilizou por outras publicações.

Sem financiamento público, Diz A Lenda teve um custo de R$ 30 mil e o enredo se passa na Câmara Municipal de Aracati (Litoral Leste), prédio histórico do Poder Legislativo, palco da política real do Município e da trama ficcional do curta.

Renner inaugura mais uma loja em Fortaleza

A Renner vai inaugurar, nesta quarta-feira, mais uma loja em Fortaleza. Agora  no Via Sul Shopping, resultado de um investimento de R$ 6,3 milhões numa área total de 1,6 mil metros quadrados, informa a assessoria de imprensa do grupo.

“Ficamos muito felizes em inaugurar mais uma unidade na região, reforçando a parceria e cumplicidade com os moradores. Esperamos que frequentadores do shopping aproveitem esta novidade”, afirma Haroldo Rodrigues, diretor de Operações da Lojas Renner.

DETALHE – Esta é a nona operação da Renner no Ceará e a 318ª no Brasil.

Produção industrial fecha primeiros oito meses do ano com crescimento de 1,5%, diz IBGE

A produção industrial brasileira encerrou o mês de agosto com queda de 0,8%, frente a julho, na série com ajuste sazonal, mas fechou os primeiros oito meses do ano (janeiro-agosto) com crescimento de 1,5%. A queda de julho para agosto frente ao mês imediatamente anterior interrompe quatro meses consecutivos de expansão na produção, período em que a indústria acumulou crescimento de 3,3%.

Os dados relativos à Pesquisa Industrial Mensal Produção Física – Brasil foram divulgados hoje (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e indicam que na série sem ajuste sazonal, confronto com igual mês do ano anterior, a indústria cresceu 4% em agosto deste ano, após também registrar taxas positivas em maio (4,5%), junho (0,9%) e julho (2,9%).

A taxa acumulada nos últimos 12 meses, no entanto, contínua negativa e fechou agosto em -0,1%, prosseguindo com a redução no ritmo de queda iniciada em junho de 2016, quando o setor fechou com queda de -9,7%.

(Agência Brasil)

Canindé comemora 200 anos da Paróquia de São Francisco das Chagas

O município de Canindé está comemorando os 200 anos da Paróquia de São Francisco das Chagas. Nesta quarta-feira, na Basílica, haverá grande celebração, sob olhares de romeiros de vários pontos do Nordeste.

Entre os romeiros, segundo padres que participam das celebrações, o pedido é um só: bom inverno em 2018.

(Foto – Divulgação)

Governo libera R$ 9,8 bilhões para gastos

O governo federal liberou R$ 9,8 bilhões em gastos. Uma portaria do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, publicada hoje (3), no Diário Oficial da União, libera os valores de movimentação e empenho em favor de diversos órgãos do Poder Executivo.

“Essa ampliação deve-se à necessidade de atendimento de diversas despesas administrativas e finalísticas dos órgãos envolvidos, inclusive programações que compõem o Programa de Aceleração do Crescimento – PAC”, informou o ministério, em nota. No total, o governo liberou R$ 3,93 milhões para o PAC.

O órgão com maior liberação de recursos foi o Ministério da Defesa, com o total de R$ 2,11 bilhões de descontingenciamento. Desse total, R$ 1,1 bilhão vai para o PAC. O Ministério da Integração Nacional teve a liberação de R$ 1,19 bilhão (R$ 822,5 milhões para o PAC).

O desbloqueio de recursos foi anunciado no último dia 22 pelo ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira. No total, o governo liberou R$ 12,824 bilhões das despesas discricionárias para todos os Poderes da União, Ministério Público da União (MPU) e Defensoria Pública da União (DPU).

Esse desbloqueio de recursos só ocorreu porque o governo conseguiu aprovar no Congresso Nacional o aumento da meta de déficit primário (resultado negativo das contas do governo sem os juros da dívida pública) de R$ 139 bilhões para R$ 159 bilhões, deste ano. O governo, no entanto, não liberou integralmente os R$ 20 bilhões por causa de reduções na estimativa de receitas e aumento na previsão com despesas obrigatórias.

(Agência Brasil)

Michel Temer: Brasil está de volta ao caminho do desenvolvimento

243 1

Com o título “Brasil com viés de alta”, eis artigo do presidente Michel Temer, que pode ser conferido no O POVO desta terça-feira. Ele destaca avanços do País no plano da economia. Confira:

Depois de descomplicar as regras de acesso aos recursos do PIS-Pasep e reduzir a idade mínima para os saques, meu governo anunciou a liberação de cerca de R$ 16 bilhões, dinheiro do fundo que estará no bolso de milhões de brasileiros até o fim deste ano. É injeção direta de recursos na economia, mais consumo e mais emprego. Também com o objetivo de reforçar a atividade e melhorar a vida dos brasileiros, reduzimos pela segunda vez no ano os juros que podem ser cobrados pelos bancos no crédito consignado.

As duas medidas associadas buscam melhorar o desempenho de nossa economia, pela via do consumo. São iniciativas semelhantes àquelas já tomadas por nós no primeiro semestre, com efeitos muito positivos e que ajudaram a melhorar os números do Produto Interno Bruto (PIB) – o que nos retirou da maior recessão de nossa história. Liberamos R$ 44 bilhões depositados em contas inativas do FGTS de 25,9 milhões de brasileiros. Já havíamos feito a primeira redução nos juros do consignado em nove anos.

Nos últimos meses, indicadores econômicos como o da confiança empresarial, do consumo, da produção e do emprego melhoraram sistematicamente, marcando o fim da recessão e a volta do crescimento sustentado. Ainda ontem, segunda-feira, dados da FGV mostraram que o Índice de Confiança Empresarial atingiu o maior patamar desde dezembro de 2014, na terceira alta seguida do indicador. Isso mostra que o ambiente de negócios melhorou e que os empresários estão mais seguros para fazer investimentos e contratar mão de obra. Na sexta-feira, o IBGE anunciou o recuo na taxa de desemprego pelo quarto mês consecutivo. Nos primeiros três meses deste ano, nosso PIB cresceu 1% após nada menos do que oito trimestres seguidos de queda. No segundo trimestre, a economia teve novo crescimento, e de forma mais generalizada por setores.

Temos a convicção de que esses avanços se intensificarão ao longo dos próximos meses e também em 2018, avaliação reforçada por projeções do setor privado. Há inúmeras razões para essa confiança. Nossa taxa de juros está no menor patamar em quatro anos e a inflação é a mais baixa desde a implantação do Plano Real. Os investimentos estrangeiros no Brasil seguem firmes, como mostraram os excelentes resultados dos leilões de usinas hidrelétricas e de blocos de petróleo realizados por meu governo na última semana. Após ter dado um salto nos últimos 16 meses, o Brasil ainda tem muito o que avançar, mas as perspectivas são mais do que favoráveis. Nosso País está de volta ao caminho do desenvolvimento.

*Michel Temer

regional.imprensa@presidencia.gov.br
Presidente da República (PMDB).

Comissão do Senado aprova empréstimo para saúde e assistência social de Fortaleza

Tasso preside a CAE do Senado.

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) , presidida pelo senador Tasso Jereissati (PSDB), aprovou, nesta terça-feira,  contratação de empréstimo de até R$ 206 milhões (US$ 65,4 milhões de dólares), junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para o município de Fortaleza.

Segundo o relator da matéria, senador Ricardo Ferrado (PSDB-ES), a verba irá financiar parte do Programa de Fortalecimento da Inclusão Social e Redes de Atenção (PROREDES Fortaleza) e será destinada à melhoraria das condições de saúde da população e redução das condutas de risco dos jovens em situação de vulnerabilidade no município. A matéria segue agora em regime de urgência para votação no plenário do Senado.

Mesmo condenado, Lula parece mais forte

Da Coluna Política, do jornalista Érico Firmo, no O POVO desta terça-feira, mais precisamente o tópico “O que a força de Lula revela”. Confira:

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não apenas segue na liderança nas pesquisas como vem em crescimento. No Datafolha de junho, ele tinha 30% das intenções de voto. Neste fim de semana, apareceu com 36%. Nesse intervalo, em julho, ele foi condenado pelo juiz Sérgio Moro. O ex-presidente cresceu depois que teve a decisão judicial contra ele. Desde o impeachment de Dilma Rousseff (PT), as intenções de voto espontâneas no petista triplicaram: de 6% para 18%.

Os recentes números mostram muitas coisas. Primeiro, que a saída do PT do poder distanciou a sigla do desgaste. As medidas impopulares do governo Michel Temer (PMDB) recolocam a principal força de oposição como alternativa de poder.

Além disso, o fato de Lula estar ainda mais forte depois de condenado mostra as reservas da opinião pública em relação à Justiça e ao Ministério Público. As denúncias e mesmo a decisão judicial contrária não foram argumento suficiente para convencer um em cada três eleitores de que não seria uma boa ideia recolocar o petista na Presidência.

Ato no aniversário da Petrobras vai protestar contra privatizações da Era Temer

A Central Única dos Trabalhadores, a Frente Brasil Popular e o Movimento dos Atingidos por Barragens puxarão nesta terça-feira, no Rio, um ato contra as privatizações das estatais da Era Temer.

Segundo Graça Costa, da CUT/CE e da CUT nacional, o ato ocorrerá em frente à sede da Petrobras, que, por sinal, está completando 64 anos de fundação.

O deputado estadual Elmano de Freitas (PT) vai participar da manifestação, engajado ao Movimento dos Atingidos por Barragens que prioriza luta contra a privatização da Eletrobras e, em consequência, da Chesf.

(Foto – ALCE)

Sonho não acabou – Chineses prometem refinaria para 17 meses

Da Coluna O POVO Economia, de Neila Fontenele, no O POVO desta terça-feira:

Os chineses do grupo empreendedor Qingdao Xinyutian Chemical Co.,que assinou memorando com o Ceará para a implantação de refinaria no Estado, pretendem realizar o projeto em tempo recorde.

Pelo calendário dos chineses, seria possível transformar o sonho cearense, que se arrasta desde os anos 1970, em realidade em apenas 17 meses. Essa data começaria a contar a partir do momento da aprovação do projeto técnico do empreendimento pelo Banco de Desenvolvimento da China (CDB), prevista para novembro deste ano.

O secretário de Assuntos Internacionais do Estado, Antônio Balhmann, retornou este fim de semana de missão à China e Coreia do Sul, animado com os resultados das negociações.

Ele conta que a parte empresarial do projeto está pronta. Balhmann esteve com o presidente do grupo Qingdao, Wu Ruzhou, e com engenheiros responsáveis também pela implantação da maior refinaria da China, acertando os últimos detalhes. O projeto fechado com a Qingdao inclui ainda um polo petroquímico.

A planta de refino representaria um investimento de US$ 4 bilhões, dividido em trens de 150 mil barris e haveria ainda um terminal petroleiro para recepcionar os navios que abastecerão a planta. Com isso, o investimento saltaria para US$ 7,5 bilhões.

Balhmann conta que a Qingdao já foi registrada no Pecém e o Estado se comprometeu em participar do empreendimento. O valor a ser desembolsado pelo Ceará não foi fechado, mas o Estado entrará com o terreno e as infraestruturas internas necessárias. “Para o CDB, o peso institucional do governo era importante”, ressalta o secretário.

Na avaliação de Balhmann, a meta de construção da refinaria em 17 meses, estipulada pelos chineses, é bastante arrojada, até pela distância de onde virão os materiais para a implantação do empreendimento. Apesar disso, ele explica que o grupo tem experiência e já construiu projetos em 19 meses.

A empresa brasileira BRCP (que representa no Brasil a CNPC, considerada a maior petroleira do planeta) também participará do projeto da refinaria. A companhia fará a seleção dos fornecedores de óleo e petróleo leve, que virão do Irã. Os sócios da BRCP, Ye Ming e Adriano Figueiredo, também estiveram nas últimas reuniões realizadas para o fechamento dos acordos.

Tasso tem boa conversa com Geraldo Luciano, nome novo cogitado para 2018

O senador Tasso Jereissati recebeu para boa conversa, na noite da última sexta-feira, em seu escritório, Geraldo Luciano, vice-presidente do Grupo M. Dias Branco.

Geraldo tem transitado nos meios políticos como possível conquista do PSDB para 2018. Se disputaria mandato, é outra coisa.

A agenda dele, inclusive, ganhou maior notoriedade nos últimos meses, a partir de sua presença em várias palestras abordando cenários.

 

Por falar nisso, quem conversa com ele, ouve sempre a mesma resposta acerca de mandatos: “Vamos aguardar os cenários!”

Cármen Lúcia anda preocupada com crise entre Poderes e teme que STF saia desgastado

Da Coluna Painel, da Folha de S. paulo desta terça-feira:

Presidente do STF, Cármen Lúcia não escondeu de ninguém nesta segunda (2) seu cansaço e preocupação com o impasse instaurado entre a corte e o Senado após a decisão que afastou Aécio Neves (PSDB-MG). Ciente de que o veredito será derrubado pelos políticos, a ministra conversou com colegas. Disse ter dormido pouco e avaliou, com lamento, que o Supremo sairá desgastado do episódio. O tribunal não deve mais versar sobre o assunto em liminares. Ao plenário, a palavra final, dia 11.

Integrantes dos universos jurídico e político ponderam que, se o Supremo vetar a deliberação do Legislativo sobre o afastamento, o “Caso Aécio” pode se repetir nos Estados, disseminando a queda de braço entre Poderes.

Camilo e Roberto Cláudio terão reunião com Air France

400 1

O governador e o prefeito na mesma rota.

O grupo Air France–KLM realizará nesta quarta-feira, na sede do consulado francês, em São Paulo, evento de celebração da escolha de Fortaleza como sede do hub (centro de conexões de voos) do grupo no Nordeste. O governador Camilo Santana (PT) e o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), participarão do evento.

Este é o primeiro encontro oficial das autoridades cearenses com o diretor geral para América do Sul da Air France-KLM, Jean-Marc Pouchol, e o presidente da Gol, Paulo Kakinoff, desde o anúncio do investimento no último dia 25.

Um grupo de trabalho, envolvendo as empresas, o Estado, a Prefeitura de Fortaleza, a Fraport, e todos os órgãos que têm relação direta ou indireta com a operação do aeroporto, está sendo estruturado para agilizar as demandas para implantação do projeto.

“Em outubro, na data de lançamento das vendas das passagens aéreas do trecho Brasil e Europa vamos fazer grande lançamento no Ceará com a presença de todos para apresentar para população o que representa este investimento”, diz Camilo.

O Estado também encomendou um estudo para avaliar os impactos que o hub aéreo terá na economia. Este trabalho será coordenado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), em parceria com outras empresas de consultorias, inclusive, internacionais.

“A partir do plano de negócio das empresas, precisamos saber o que o Estado tem para adicionalmente ser parceiro da empresa, para depois simular o impacto econômico destas diversas ações. Acredito que em seis meses (teremos) um documento mais robusto sobre isso”, afirmou o presidente do Ipece, Flávio Ataliba.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, César Ribeiro, informou que o Estado também está trabalhando para estreitar o contato entre o setor produtivo, a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e a direção de logística de cargas do grupo para definir estratégias para viabilizar as operações de transporte de carga aérea para Europa.

(O POVO – Repórter Irna Cavalcante/Foto – Arquivo)