Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Seduc de Maracanaú divulga resultado da 1ª fase de seleção de gestores das escolas

A Secretaria da Educação de Maracanaú (Região Metropolitana de Fortaleza) divulgou o resultado da primeira fase da seleção para os Núcleos Gestores das Escolas Municipais.

Os candidatos a diretor-geral, coordenador pedagógico e coordenador administrativo-financeira podem conferir o resultado no site: www.maracanau.ce.gov.br.

Eunício é internado e se submete a exames no Hospital Sírio Libanês

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), está internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para realizar exames completos e complementares. Segundo a assessoria de imprensa do senador, ele está internado no hospital desde ontem (30) à noite. Os exames foram iniciados na manhã desta segunda-feira (1º).

A expectativa da assessoria do senador é que ele volte ao trabalho amanhã (2) ou na quarta-feira (3). A assessoria informou à Agência Brasil que o senador está bem, fazendo apenas um check up.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa do hospital não foi encontrada para dar mais informações sobre os exames e o estado de saúde do senador.

Eunício foi internado na madrugada de quinta-feira (27) após sofrer um desmaio. Segundo boletim médico do Hospital Santa Lúcia, em Brasília, onde ficou internado, o senador sofreu um acidente isquêmico transitório (AIT).

Inicialmente, os médicos cogitaram que ele poderia ter tido um acidente vascular cerebral, mas a hipótese foi descartada na noite de quinta-feira. O senador recebeu alta hospitalar na manhã de sexta-feira (28).

(Agência Brasil)

A Saudade de Belchior – Velório prossegue no Centro Dragão do Mar

O corpo do cantor e compositor Belchior já está no hall do Centro Dragão do Mar, onde o velório, iniciado em Sobral (Zona Norte), terra-natal do artista, vai prosseguir aberto aos fãs e às autoridades. Alguns familiares puderam ter um momento de reflexões e orações, antes da visitação pública.

Belchior será enterrado na manhã desta terça-feira, no Cemitério Parque da Paz, onde estão seus pais. Antes, às 8 horas, haverá celebração da missa de corpo presente.

(Foto – WhatsApp)

Governo diz que rombo na Previdência chegou a R$ 149,7 bilhões

A Previdência Social apresentou no ano passado, segundo o governo federal, um rombo recorde de R$ 149,7 bilhões, um crescimento de 74,5% em relação ao ano anterior. E as previsões de especialistas apontam, para este ano, um rombo ainda maior, talvez na casa dos R$ 200 bilhões.

Em 2016, as receitas previdenciárias cresceram 2,2% em termos nominais (sem descontar inflação), chegando a R$ 358,137 bilhões. Enquanto isso, as despesas avançaram 16,5%, para R$ 507,871 bilhões.

O crescimento do buraco no ano passado teve reflexo direto da desaceleração da economia e do encolhimento do mercado de trabalho.

A Previdência urbana foi a que mais refletiu a recessão econômica. Superavitário entre 2009 e 2015, o segmento teve resultado negativo de R$ 46,3 bilhões no ano passado. A Previdência Rural, por sua vez, registrou rombo de R$ 103,4 bilhões.

A Saudade de Belchior – Haverá homenagem na Praia de Iracema

Após o ato deste 1º de maio no Aterro da Praia de Iracema, haverá homenagem à memória do cantor e compositor cearense Belchior. Acontecerá no Bar Teresa & Jorge (Rua João Cordeiro, 540, Praia de Iracema), a partir das 17 horas.

O Tributo a Belchior é aberto ao público e contará com fala do professor Antonio Carlos de Freitas, pesquisador e admirador da obra do artista cearense.

Participarão do show os músicos Alfredo Pessoa, Fábio Amaral, Fábio Montenegro, Fernando Moura, Marcelo Renegado e Moacir Bedê.

Nosso infinito são os gênios, como Belchior

442 2

Com o título “Nosso infinito são os gênios, como Belchior”, eis artigo do juiz estadual Mantovani Colares. Ele conta sobre encontro que manteve com o artista e uma dúvida sobre letra de um dos sucessos desse compositor que, sem dúvida, deixa lacuna enorme na MPB. Confira:

Mantovanni Colares

Há bastante tempo, num dos papos boêmios que tive com Tarcísio Tavares, o “Tetê das madrugadas”, o homem que inventou a publicidade no Ceará com toques de extrema inteligência, em determinado momento começamos a falar sobre música, e eu fiz referência a Paralelas, do Belchior, para mim uma das grandes composições brasileiras. E falei de minha estranheza quanto às duas versões de uma parte da letra, porque a Vanusa, ao gravá-la, em meados dos anos 1970, logo após os versos “Copacabana esta semana o mar sou eu”, canta: “E as borboletas do que fui pousam demais / por entre as flores do asfalto em que tu vais”, e todas as gravações posteriores – inclusive a do Belchior, os versos foram trocados por esses: “Como é perversa a juventude do meu coração/ Que só entende o que é cruel, o que é paixão”.

O Tetê olhou para mim e disse que não sabia disso, nunca se atentara para esse detalhe. Fez uma pausa, e disse: “só tem um jeito de saber, vamos perguntar ao Belchior”. Eu já esquecera aquele papo, coisa de noite boêmia, imaginava, quando recebo a ligação do Tetê dizendo que estava marcado nosso almoço. Que almoço, indaguei? com o Belchior. Pausa. E era verdade. Tive esse privilégio de almoçar em frente ao grande artista, e Tetê ficava me olhando, apelando com o olhar para eu fazer a indagação. Ele deu o mote: “Mantovanni, conta aquela história da música Paralelas”… fiquei ruborizado, e ao invés de indagar sobre a mudança dos versos, disse ao Belchior de minha imensa admiração pela música, a junção da matemática e o lirismo, a cena dos pneus rasgando a rua molhada e levando as paralelas do desencontro ao infinito amor.

Eu simplesmente considerava um toque de gênio imaginar a cena de alguém após uma briga de amor fugindo de carro em alta velocidade, e no asfalto, chão molhado, os pneus traçando duas paralelas, e como aprendemos que as paralelas no infinito se encontram, o abandonado abre a janela no oitavo andar e grita: “Teu infinito sou eu!”, a mostrar que tudo que se fizesse a partir dali, até a fuga, levaria ao inevitável amor. “Teu infinito sou eu!” um desesperado mas verdadeiro lema dos que se sabem insubstituíveis.

Belchior deu um sorriso largo, nunca esquecerei. Tetê, impaciente, me instigou, “sim, mas eu quero saber é o negócio da mudança da letra”. Não teve jeito. Constrangido, cabeça baixa, falei sobre a mudança dos versos. Belchior ficou sério, não sisudo, mas de uma seriedade que só depois entendi – a seriedade dos honestos. E disse que mudara os versos porque de certo modo ele se inspirara em Henriqueta Lisboa, que na cabeça dele gravitavam as palavras de “borboletas do campo na cidade de asfalto”, e ele temia que um dia o acusassem de plágio, então resolveu mudar, mas não sabia que a Vanusa já concluíra a gravação em estúdio com a letra original, então essa foi a única gravação que ficou com os versos originais.

Mudamos de assunto, me arrependi de ter indagado isso, quem sou eu para questionar os poetas, ainda mais aquele a quem tanto admirava, mas não percebi nenhum rancor da parte dele, ao contrário, na despedida ele me disse que era muito gratificante para um artista saber que alguém percebia os detalhes da criação, como foi meu caso em Paralelas. É óbvio que corri atrás de saber quem era Henriqueta Lisboa, e descobri ser uma poeta mineira do começo do século XX, mas meu maior espanto foi o de perceber que não há, nem de longe, qualquer semelhança entre os versos. Só a ideia de borboletas no asfalto, só isso. Nada mais. A poesia de Henriqueta Lisboa se chama “Imagem”, e os versos são “Caminhei entre os homens / num silêncio consciente, / harmonioso e tenaz. / Palavras que eu sonhara / na cidade do asfalto / pareciam esquivas / borboletas do campo”.

A partir dali percebi a honestidade intelectual desse gênio chamado Belchior, e que por excesso de cuidados alterou a própria letra de uma das mais extraordinárias canções brasileiras, embora não houvesse a menor necessidade da alteração, mas são nesses detalhes que se captam a grandiosidade do mito, do artista, do gênio. Nosso infinito lírico será sempre pessoas singulares como você, Belchior, por onde tracejam as paralelas de quaisquer pneus nas águas das ruas desta estrada chamada vida.

*Mantovanni Colares,

Juiz estadual, professor e escritor, e muito orgulhoso por ser cearense como Belchior, que se foi, mas sua luz, jamais.

Neste Dia do Trabalho, Camilo apregoa diálogo e reformas que não sacrifiquem os mais pobres

Em sua página no Facebook, o governador Camilo Santana (PT) deixou mensagem pelo Dia do Trabalhador. Confira:

Neste 1º de Maio dirijo minha palavra a cada trabalhador cearense. Aqui no Ceará temos nos empenhado ao máximo para garantir que todos os direitos dos trabalhadores sejam respeitados e para que possamos, cada vez mais, ampliar as vagas de trabalho, garantindo mais dignidade para nossas famílias. Somos, proporcionalmente, o Estado com maior volume de investimentos públicos do país.

Desta forma, não só atraímos mais empresas e empregos, mas estimulamos a economia num momento de crise, gerando muito mais desenvolvimento. Acredito que qualquer reforma no país que se proponha justa deve ser amplamente discutida e não deve, jamais, sacrificar os mais pobres.

Essa deve ser cada vez mais a nossa luta: por mais empregos e por condições mais dignas de trabalho.

Velório será no hall do Teatro do Dragão e começa às 15 horas

O corpo deixou Sobral sob chuva de pétalas de rosas, ao som de música do artista.

O hall do Teatro do Centro Dragão do Mar, na Praia de Iracema, já está pronto, aguardando a chegada do corpo do cantor e compositor Belchior, que está saindo, sobre caminhão dos bombeiros, do aeroporto antigo do Pinto Martins. No Dragão, prosseguirá o velório iniciado, nesta manhã de segunda-feira, em Sobral, no Theatro São João.

O governador Camilo Santana, o prefeito Roberto Cláudio e várias autoridades deverão comparecer ao velório, que terá inicio agora as 15 horas e aberto à visitação pública. Muitos populares já estão ocupando espaços do Centro Dragão do Mar.

Na manhã desta terça-feira, está programada uma missa de corpo presente, por volta das 8 horas, antes do enterro que ocorrerá no Cemitério Parque da Paz.

Roteiro 

O Caminhão dos Bombeiros cumpre o seguinte trajeto:

Avenida Luciano Carneiro, Avenida Treze de Maio, Avenida Pontes Vieira, Avenida Desembargador Moreira e Avenida da Abolição, chegando ao Centro Cultural Dragão do Mar.

Apelo ao trabalhador para que apoie o governo de transição

Com o título “Por um Brasil Moderno e Empreendedor.”, eis artigo do presidente regional do PPS, Alexandre Pereira, também secretário do Turismo de Fortaleza.Ele comenta este Dia do Trabalho. Confira:

Mesmo os futurólogos com melhores argumentos e credibilidade têm cometido erros dramáticos sobre as mudanças estruturais provocadas pela tecnologia digital. O PPS tem clareza desse novo cenário global que impacta o local e desorganiza as formas tradicionais de relacionamento, gestão e da vida em sociedade.

Parece até que a humanidade não estava preparada para o impacto que as novas tecnologias têm provocado no seu cotidiano. O desenvolvimento avassalador da Ciência e da Tecnologia, em escala exponencial, tem nos impactado de um modo que, aos olhos de um viajante do tempo do início do século XX, seria, finalmente o futuro.

As mudanças globais, estruturais, nos últimos 50 anos, criaram modelos nunca antes vistos. Nem imaginados pelos nossos pensadores mais visionários. O avanço do processo da globalização e a integração econômica dos continentes, transformaram nosso planeta azul em uma “aldeia global” — McLuhan tinha razão. A tecnologia da informação revolucionou as formas de produção e de consumo, potencializando a produtividade, modificando processos e formas de realização do trabalho. “Home office”” era uma expressão alienígena.

Neste 1º de maio, a valorosa classe trabalhadora defronta-se com uma realidade em que o trabalho humano está sendo substituído por processos de mecanização e de inteligência artificial cada vez mais eficazes. Trata-se de uma nova era, de um novo tempo. A realidade, cada vez mais funde-se com a “ficção” da inteligência artificial.

Essa realidade não tem caminho de volta. A economia produtiva desloca o trabalho humano do “mundo fabril” para o “mundo dos serviços” muitos dos quais com base tecnologia meramente digital. Isso tem impactado – ou, se preferirem – desorganizado economias inteiras, em um modelo inteiramente novo onde a gestão assume um status desconcertante para os padrões tradicionais da velha economia.

O Brasil está totalmente despreparado para os desafios desse novo mundo. Grande parcela de nossos trabalhadores estão extremamente vulneráveis, fruto da pouca qualificação – leia-se educação – e da baixíssima produtividade. O Estado brasileiro não incentiva o empreendedorismo, nem articula suas potencialidades com um projeto de Nação de longo prazo. Assim, os trabalhadores despolitizados viram vítimas de um Estado assistencialista que se alimenta dos pobres que cria. Nossa história, lamentavelmente, está cheia desses exemplos.

Assim, para darmos uma resposta positiva aos desafios que enfrentamos, o PPS conclama os trabalhadores a cerrar fileiras em torno do governo de transição e de sua agenda reformista, para que possamos efetivamente superar o atraso de nossas relações de trabalho e criarmos um novo marco previdenciário que supere seu déficit crônico.

Temos uma janela de oportunidade para avançar em um processo crescente de reformas, para resgatar o Estado brasileiro das garras do corporativismo e devolvê-lo ao cidadão, ao trabalhador, a todos os brasileiros!

O PPS está com os trabalhadores nesta luta. Avançar a Democracia para resgatar a República!

*Alexandre Pereira,

Presidente PPS no Ceara.

DETALHE – Alexandre Pereira defende apoio a Temer, mas o PDT do prefeito Roberto Cláudio quer distância. Mas cá coisa é cada coisa. Ou seja, Fortaleza é Fortaleza e Brasília é Brasília, não é mesmo?

Velório de Belchior em Fortaleza terá inicio por volta das 13 horas

Ao som de Apenas um rapaz latino-americano”, corpo é colocado sobre caminhão dos bombeiros. Dali, segue para aeroporto sobralense.

O corpo do cantor e compositor Belchior deve chegar a Fortaleza por volta das 13 horas. A informação é da assessoria de imprensa do governo, adiantando que o velório, iniciado nesta manhã de segunda-feira em Sobral, terra do artista, vai ter continuidade no Centro Dragão do Mar (Praia de Iracema.).

O velório se estenderá até a manhã de terça-feira, ocasião em que haverá celebração de missa de corpo presente e, às 9 horas, o enterro no Cemitério Parque da Paz.

O secretário da Cultura do Estado, Fabiano Piúba, em nome do governador Camilo Santana, esteve em Sobral acompanhando o velório. Ele falou para o Blog sobre o legado de Belchior.

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=3–ttk6ZIbg[/embedyt]

 

(Foto e Vídeo – D.Moura)

Irmã de Belchior fala da paixão do artista por Sobral

400 1

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=1F4QB7g4U0w[/embedyt]

Belchior não esquecia de sua querida Sobral (Zona Norte).

Foi o que disse a irmã dele, Ângela Belchior, para o Blog, nesta manhã de segunda-feira, em clima de velório do artista, no Theatro São João, lotado de amigos e fãs.

O velório deve ter continuidade em Fortaleza, a partir das 12 horas, no Centro Dragão do Mar. Vai se estender até a manhã desta terça-feira, quando ali haverá missa de corpo presente. Em seguida, às 9 horas, o enterro no Cemitério Parque da Paz.

(Vídeo – D. Moura)

Sobralenses dão o último adeus a Belchior

Uma enorme fila de conterrâneos e fãs do cantor Belchior forma-se em frente ao Theatro São João, nesta manhã de segunda-feira, onde ocorre o velório do artista. Hora do último adeus ao cantor e compositor que deixou marcado, com grandes sucessos, seu nome na Música Popular Brasileira.

O velório acontecerá até as 11 horas, segundo o prefeito Ivo Gomes e, de lá, o corpo será trasladado para Fortaleza. Aqui, a partir das 12 horas, o velório prosseguirá no Centro Dragão do Mar até a manhã de terça-feira. Neste dia, haverá missa de corpo presente e, em seguida, às 9 horas, o sepultamento no Cemitério Parque da Paz.

A fachada do Theatro São João foi decorada com trecho de poesias de Belchior.

Dentro do teatro, slides expondo momentos do artista.

Bem cedo, no aeroporto de Sobral, familiares de Belchior, ao lado do secretário da Cultura do Ceará, Fabiano Piúba, recebiam o corpo do artista.

(Fotos – D. Moura)

Em tempos de exceção, Belchior alimentou a esperança de gerações inteiras

O senador José Pimentel (PT) manda nota acerca da passagem do cantor e compositor Belchior. Confira:

“Amar e mudar as coisas me interessa mais”

Em tempos de exceção, Belchior alimentou a esperança de gerações inteiras e embalou os sonhos de transformação da realidade social.
Esse rapaz latino-americano, sem dinheiro no banco, vindo do interior de Sobral, fez história em nossas vidas. Manteve a simplicidade, propagou ideais e fortaleceu compromissos como na música Alucinação, gravada em 1976, onde diz: “Amar e mudar as coisas me interessa mais”.
Belchior deixa um vazio em todos nós. A arte e a cultura brasileira perdem um símbolo que se eterniza em suas composições.
Obrigado, Belchior!

*Senador José Pimentel

Primeiro-Secretário do Senado Federal.

Com Temer rejeitado, 85% defendem eleição direta

A impopularidade do governo Michel Temer (PMDB) cresceu e já é comparável à de sua antecessora, Dilma Rousseff (PT), às vésperas da abertura do processo de impeachment que acabou por cassá-la em 2016. A informação é da Folha de São Paulo, que divulgou pesquisa do Datafolha. A gestão do peemedebista tem 61% de avaliação ruim ou péssima, com 28% a considerando regular e apenas 9%, ótimo ou bom.

Logo antes de a Câmara afastá-la, em abril do ano passado, Dilma tinha 63% de rejeição e 13% de aprovação. Era um número inferior ao recorde da própria petista, o maior aferido pelo instituto desde a redemocratização de 1985: 71% de ruim/péssimo e 8% de ótimo/bom, em agosto de 2015.

Os 9% de aprovação são também similares à taxa de Fernando Collor de Mello antes de ser impedido, em setembro de 1992, embora a reprovação fosse maior (68%). As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Quando colocado como eventual candidato à reeleição, Temer vê a rejeição a seu nome subir de 45% para 64% de dezembro para cá. O presidente já disse ter consciência de sua impopularidade e que aproveita isso para tentar fazer avançar uma agenda de reformas de difícil aprovação popular.

SBPC fará encontro na Região do Cariri

Da Coluna Vertical, do O POVO desta segunda-feira:

O Ceará vai ser sede, a partir de amanhã, da Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). O local é o Centro de Convenções do Crato (Região do Cariri), com temática voltada principalmente para a questão hídrica, inovação e biodiversidade.

O evento, que se estenderá até sábado, congregará mais de 200 pesquisadores do Nordeste, do Brasil e do Exterior, reunindo mais de quatro mil participantes que terão na programação palestras, minicursos e oficinas.

A abertura contará com a presença de dois ministros (Educação e Ciência e Tecnologia), além de autoridades locais como Camilo Santana, e a presidente nacional da SBPC, Helena Nader.

Ainda na abertura, o presidente da Funcap, Tarcísio Pequeno, firmará com o presidente da CAPES, Abílio Baeta, acordo no valor de R$ 70 milhões para investimentos na área científica.

Ceará é o terceiro estado com mais membros do PCC

O Ceará é o terceiro estado do País com mais integrantes “batizados” da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). São 2.403 novos membros, conforme dados do Ministério Público de São Paulo, com base em planilhas da própria facção. De acordo com o mapa de disputas elaborado pelo órgão, o Estado é considerado região de conflito intenso. São Paulo (8.534 integrantes) e Paraná (2.426) estão à frente do Ceará.

As informações foram publicadas ontem em matéria do jornal Folha de S.Paulo e dão conta de que a expansão do PCC para fora das barreiras paulistas acontece desde 1998. Na tentativa de desarticular o grupo, integrantes foram transferidos para penitenciárias em outros estados. De acordo com a matéria, a guerra entre facções que deixou mortos nos estados do Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte faz parte de um plano para conquistar o domínio de todos os presídios do País. A intenção seria formar o que o grupo criminoso chama de “República do PCC”.

“Muitos líderes do PCC são cearenses, por isso há essa vinculação tão forte. Muitos estavam em São Paulo e Rio de Janeiro, mas quando houve a repressão de 2010, essas lideranças voltaram aos seus locais de origem”, detalhou o presidente do Conselho Penitenciário do Ceará, Cláudio Justa. Essa disseminação significativa do grupo no Ceará faz com que os salves (comunicação interna de ordem entre os integrantes das facções) tenha repercussão imediata nos presídios.

O conselheiro destacou que a base existente no Estado é quantitativa e qualitativa, de controle. “As chances das ordens ocorrerem sob controle da massa penitenciária vinculada ao PCC é maior do que as outras, porque há muita organização, fidelidade e comprometimento”, analisou. A perspectiva, conforme Cláudio, é de que haja cada vez mais fortalecimento da facção, dentro e fora dos muros das penitenciárias. “Você vê o recrutamento dessas organizações como algo em escalada. A resposta do Estado é que precisa ser inovadora”, acrescentou o conselheiro.

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria da Justiça e Cidadania Cidadã do Ceará (Sejus) informou que o número de “batismos” é especulação. A pasta reconhece a existência de facções no sistema penitenciário, mas não discute o fato por motivos de segurança.

O POVO tentou entrar em contato com o Ministério Público Estadual (MPE), mas as ligações não foram atendidas.

(O POVO)