Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

CSP e Cearaportos informam novo recorde de embarque de placas de aço no Porto do Pecém

unnamed-23

A Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) informou, nesta quinta-feira, que bateu seu recorde de exportação no mês de janeiro. Foram mais de 300 mil toneladas de placas, o que equivale à metade de todo o volume do ano anterior e o dobro do mês de dezembro. O recebimento de matérias primas também foi um destaque no mês, superando meio milhão de toneladas.

A empresa alcançou uma série de conquistas no ano de 2016, com o início da operação do alto-forno em 10 de junho, a produção da primeira placa em 20 de junho e o marco de um milhão de toneladas produzidas em 28 de dezembro.

A logística era o elo que faltava fechar. O sistema mostrou robustez ao ter o embarque superando a produção em 40%. Isso deve se repetir nos próximos meses, até que o estoque se estabilize e entre no mesmo ritmo. O que possibilitou esse resultado excepcional foi principalmente o carregamento de dois navios simultâneos.

Caminhando para a fase final de testes dos equipamentos, a CSP entra 2017 visando o alcance da capacidade de produção de três milhões de toneladas de placas de aço anuais. “Sempre soubemos que chegaríamos lá, o Ceará construiu um porto com a parte física espetacular. O que faltava era acertar a operação. Contamos com muita transparência, competência e flexibilidade dos profissionais envolvidos na Cearaportos. Agora, estamos na mesma batida, tranquilos com mais esta etapa vencida”, pontua o presidente da siderúrgica, Eduardo Parente.

Ainda neste mês de fevereiro, em parceria com a Cearaportos, a CSP atingirá a marca de um milhão de toneladas de placas de aço exportadas. “Com a melhoria da programação de navios por parte da siderúrgica e a sincronização do transporte terrestre, conseguimos planejar o sistema como um todo. Isso é bom para todo mundo, pois aumenta a produtividade e reduz desperdícios, como a fila de navios, por exemplo”, destacou Danilo Serpa, presidente da Cearaportos.

CSP e o Porto do Pecém

Das 11.2 milhões de toneladas de cargas movimentadas no Pecém em 2016, 5.6 milhões foram provenientes da siderúrgica. A previsão para 2017 é que a CSP contribua com cerca de 60% de toda a operação do porto.

Made in Ceará

As placas de aço da CSP já foram exportadas para quatro continentes (Ásia, Europa, Américas e Ásia) e mais de 12 países, como Alemanha, Coreia do Sul, Estados Unidos, Indonésia, Itália, Marrocos, México, Reino Unido, República Tcheca, Tailândia, Taiwan e Turquia.

(Com Site da CSP)

Ex-ministro de Lula dirá em Fortaleza se há rombo na Previdência

carlos_gabas

O ex-ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, virá a Fortaleza no próximo dia 16. A convite do PT, ele dirá se há ou não rombo no sistema previdenciário como apregoa o governo Temer. Gabas esteve à frente dessa pasta no Governo de Lula.

Ano passado, ele e mais dois servidores do INSS chegaram a ser acusados de terem dado um tratamento diferenciado a Dilma Rousseff quando de sua aposentadoria. Também foi alvo, ano passado, da Operação Custo Brasil, um desdobramento da Lava Jato.

Na época, Gabas rechaçou todas essas acusações.

(Foto – Divulgação)

Ministério da Integração manda nota para Blog rebatendo ataques de Leônidas Cristino

O Ministério da Integração Nacional, por meio de sua assessoria de Comunicação Social, manda nota para o Blog. O objetivo é esclarecer sobre denúncias feitas pelo deputado federal Leônidas Cristino (PDT) apontando que o governo federal não liberou verbas prometidas para ações de combate à seca no Ceará. Confira:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O deputado federal Leônidas Cristino (PDT/CE) comete um desserviço aos brasileiros e, em especial, à população do estado do Ceará, ao divulgar informações incorretas sobre as ações do Governo Federal no enfrentamento à seca. Tendo o deputado nascido numa cidade cearense, caberia ainda mais respeito.

Vamos aos fatos:

1) No dia 9 de dezembro de 2016, em cerimônia realizada em Fortaleza com a presença do presidente da República, Michel Temer, do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, e do governador Camilo Santana, o Governo Federal autorizou o estado do Ceará a receber até R$ 47,1 milhões para ações complementares de mitigação da seca. No termo de compromisso, o repasse está condicionado ao envio do Plano de Trabalho, por parte do governo do CE, e à aprovação pela equipe técnica do Ministério. A primeira versão do Plano foi entregue em 7 de dezembro. A análise do documento consiste na avaliação dos itens propostos pelo Estado, como, por exemplo, a compatibilidade das medidas e valores das obras solicitadas com critérios emergenciais, conforme estabelecido na Instrução Normativa nº 2, editada pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec);

2) Para auxiliar o governo do Ceará a viabilizar essas ações, o Ministério da Integração Nacional colocou à disposição técnicos da Defesa Civil nacional;

3) O Plano apresentado possuía inconsistências técnicas e as propostas não se enquadravam na Instrução Normativa nº 2. Assim sendo, não foi possível enquadrar as ações na legislação em vigor. Mesmo após a constatação do não enquadramento do plano, os técnicos da Sedec voltaram a ter reuniões com equipes do governo estadual na busca de uma solução que respeite a atual legislação;

4) No último dia 1º, o ministro Helder Barbalho recebeu, novamente, o governador Camilo Santana para discutirem adequações do Plano. No dia seguinte (2), o ministro recebeu o secretário de Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira, e equipe técnica para definirem os ajustes. Após análise, o Ministério já aprovou recursos para iniciar as primeiras ações emergenciais apresentadas no Plano de Trabalho do Governo do Ceará. As demais medidas de apoio federal estão sendo analisadas pela equipe da Sedec, em busca do enquadramento exigido pela legislação;
5) Causa surpresa as colocações do deputado sobre o Projeto de Integração do Rio São Francisco, em especial, ao Eixo Norte. Surpreende que um cearense, que atuou no governo estadual e federal, além da atuação parlamentar, não tenha conhecimento de que os contratos para início das obras foram assinados por ministros de gestões anteriores e não pelo atual ministro Helder Barbalho. E mais! O atual secretário de recursos hídricos do Ceará, Francisco Teixeira, participou deste processo, quando ocupou o cargo de Secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração, chegando mesmo a rubricar tais documentos. Foram essas administrações que, em processo licitatório, escolheram a construtora Mendes Jr. para tocar o trecho 1N do Eixo Norte do Projeto de Integração do São Francisco;

6) Para solucionar o problema apresentado pela Mendes Jr. – incapacidade financeira em cumprir os dois contratos celebrados com a Pasta -, o Ministério buscou uma solução conjunta com o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Advocacia Geral da União (AGU). Após análise de várias alternativas legais para a troca da empresa e decidiu pela licitação no modelo de Regime Diferenciado de Contratações (RDC). Qualquer outra solução poderia provocar questionamentos judiciais e, consequentemente, maior atraso no processo de conclusão da obra;

7) Ao contrário do que afirma o deputado, as obras do Eixo Norte não estão paradas. Elas estão sendo implementadas. Apenas o trecho que estava sob a responsabilidade da Mendes Jr. está imobilizado. Para retomar esse trecho, o Ministério da Integração realizou no último dia 1º/02 uma licitação no modelo de Regime Diferenciado de Contratações (RDC), na qual recebeu oferta de sete empresas interessadas. Técnicos do ministério estão agora realizando a segunda fase do processo: verificação de documentos e da capacidade de execução da obra pelo valor ofertado no pregão;

8) Não procede a informação de que o Governo Federal está “montando teatrinho” em relação às medidas emergenciais de combate à seca. O governo Federal ampliou em 87% os pagamentos a obras em quatro estado duramente afetados pela atual seca: CE, PE, PB e Al. Nos últimos sete meses, já foram repassando R$ 265,4 milhões a mais do que valor registrado nos 7 últimos meses da gestão anterior. Houve aumento de 20,8% nos repasses ao Canal do Sertão Alagoano; de 160,8% no Cinturão das Águas do Ceará; de 65,8% na Vertente Litorânea e de 139,1% na Adutora do Agreste Pernambucano.

9) Em relação aos empenhos, o governo atual expandiu em 299,6% os valores correspondentes às quatro obras estruturantes, perfazendo um acréscimo superior a R$ 500 milhões, em comparação com a administração anterior.

10) Em respeito ao povo do Nordeste, em especial ao do Ceará, achamos importante trazer à tona a verdade dos fatos e dos números.

Por fim, reafirmamos que garantir água em quantidade e qualidade à população do Nordeste e do Ceará é uma das preocupações diuturnas da atual gestão do Ministério da Integração Nacional e uma determinação do presidente da República, Michel Temer.

  • Ministério da Integração Nacional.

Nova rodada em busca da refinaria de petróleo ocorreu nesta quinta-feira em Brasília

unnamed-22

O governador Camilo Santana, tendo ao lado o deputado federal Danilo Forte (PSB), discutiu, nesta quinta-feira, em Brasília, projeto de modernização da lei das Zonas de Processamento de Exportação (ZPEs) no Ministério do Planejamento. Ao todo, o Brasil dispõe de 22 distritos industriais, mas, atualmente, o Ceará é o único que detém uma ZPE em operação, com quatro grandes empresas.

Camilo, Danilo e os secretários Mauro Filho (Fazenda) e Antõnio Balhmann (Assuntos Internacionais), solicitou ao ministro Dyogo Oliveira a reafirmação do acordo Brasil-China, que poderá resultar na instalação da tão sonhada refinaria no Estado.

O projeto de modernização da ZPE, por meio de projeto de lei em discussão na Câmara dos Deputados permitirá que empresas de serviço possam instalar-se no distrito localizado nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Caucaia.

O ministro Dyogo Oliveira garantiu autorização para o seguimento do acordo firmado no ano passado.

(Foto – Divulgação)

Se nem o filho votou em Bolsonaro…

jair-bolsonaro-racista

Um diálogo entre os deputados Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), pai e filho respectivamente, foi divulgado por meio da rede social Facebook pelo fotojornalista Lula Marques, que registrava a eleição para presidente da Câmara, no último dia 2.

Com apenas quatro votos e último colocado entre os que pleiteavam o cargo, Bolsonaro cobra a presença do filho na votação por meio do aplicativo WhatsApp. Ele começa a conversa com xingamento: “Papel de filho da p* que você está fazendo comigo. Tens moral para falar do Renan? Irresponsável”, escreveu, citando seu outro filho. A conversa fica mais dura e o pai demonstra preocupação política com o que o filho estaria fazendo no momento.

Após a repercussão da conversa, Bolsonaro disse que vai processar o fotógrafo, por invasão de privacidade. Em entrevista ao jornal O Globo, Lula Marques alega ter sido um registro comum de um parlamentar e que, só após rever o material, nesta quarta-feira, 8, notou o conteúdo da conversa.

Confira o diálogo: 

(Foto: Reprodução Facebook / Lula Marques)

“Papel de filho da p* que você está fazendo comigo. Tens moral para falar do Renan? Irresponsável ”. (Jair tem um filho chamado Renan)
A cobrança continua: “Mais ainda, compre merdas por aí. Não vou te visitar na Papuda”.
O pai ainda se mostra preocupado com o que o filho estaria fazendo naquele momento.
“Se a imprensa te descobrir aí, e o que está fazendo, vão comer seu fígado e o meu. Retorne imediatamente”.
Somente aí Eduardo Bolsonaro responde para o pai. E não gostou de ser comparado com o meio-irmão.
“Quer me dar esporro tudo bem. Vacilo foi meu. Achei que a eleição só fosse semana que vem. Me comparar com o m* do seu filho, calma lá”.
A imagem termina com uma pergunta do pai. “Voto em JHC ou João Fernando Coutinho?”

(Com O POVO Online)

Penhor da Caixa movimentou R$ 13,3 bilhões em 2016

O Penhor da CAIXA movimentou R$ 13,3 bilhões em novos contratos e renovações em 2016. O número representa uma expansão de 11,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. O produto atingiu em dezembro de 2016 o número total de 633 mil clientes ativos, representando um crescimento de 36 mil clientes no último ano.

O Penhor da CAIXA é uma linha de crédito sem burocracia, por ser dispensada a avaliação de risco de crédito, podendo ser contratada inclusive por clientes negativados. Esta linha de crédito é ideal para quem necessita de empréstimo rápido e fácil. A pessoa que possuir um bem confeccionado em ouro, prata, diamantes, pérolas, além de relógio e canetas de valor poder fazer uma avaliação especializada na CAIXA, em uma das 460 agências que operam com penhor em todo o Brasil, e levar o dinheiro na hora.

O limite de empréstimo pode chegar até 100% do valor da garantia para os clientes que recebem o crédito salário na CAIXA. Para novos clientes ou clientes sem crédito salário na CAIXA, o limite poderá chegar até 85% do valor avaliado pela joia. Para contratar, o cliente também deve apresentar RG, CPF em situação regular e comprovante de residência.

Com taxa de 2,10% a.m, o Penhor da CAIXA pode ser renovado quantas vezes o cliente quiser. Os bens ficam em total segurança em cofres da CAIXA. Depois de quitar o contrato, o cliente recebe seu bem de volta.

(Agência de Notícias Caixa)

STJ – Banco só pode cobrar juros sobre juros com autorização de cliente

juros-abusivos-revisao-de-juros

A 2ª Seção do Superior Tribunal de Justiça definiu, em sede de recursos repetitivos, que a cobrança de juros capitalizados nos contratos de mútuo é permitida quando houver expressa pactuação. Isso quer dizer que os bancos só podem aplicar juros sobre juros, o chamado anatocismo, se o cliente concordar expressamente. A tese deverá ser aplicada aos demais processos sobre a questão que tramitam no país.

O julgamento sobre o tema foi concluído nesta quarta-feira (8/2). Os ministros seguiram o voto do relator, ministro Marco Buzzi, por unanimidade, em recurso especial proveniente de Santa Catarina. Eles deram parcial provimento ao REsp apenas para afastar a multa imposta no julgamento dos embargos de declaração no tribunal de origem, porque não consideraram o recurso protelatório.

O banco responsável pelo REsp julgado hoje sustentava a desnecessidade de expressa pactuação para cobrança da capitalização anual de juros e a legalidade da capitalização mensal de juros. Além disso, defendia a impossibilidade da repetição de indébito na forma simples e em dobro, ou seja, de pagar de volta aquilo que foi recebido como pagamento indevido.

Em suas razões, a defesa do banco alegou violação aos artigos 5º da MP 2.170-36/2001, 4º do Decreto 22.626/33 e 591 do Código Civil, que permitem a capitalização de juros com periodicidade inferior a um ano. Além de artigos do Código Civil de 2002 e do Código de Processo Civil de 1973.

(Site do Consultor Jurídico)

Taxa média de juros sobre o crédito volta a cair

As taxas de juros incidentes sobre as operações de crédito apresentaram, em janeiro, a segunda queda consecutiva e a terceira redução nos últimos dois anos, segundo levantamento feito pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac). Para as pessoas físicas, houve recuo de 0,04 ponto percentual e 1,13 ponto percentual no ano. Na média, a taxa ao mês baixou de 8,16% para 8,12% e ao ano de 156,33% para 155,2%. Essa variação foi a menor desde julho do ano passado.

Três das seis linhas de crédito tiveram as taxas reduzidas de dezembro para janeiro: juros do comércio (de 5,88% para 5,84%); no cartão de crédito-rotativo (de 15,33% para 15,12%) sobre o cheque especial (de 12,58% para 12,46%). Nas demais modalidades, o crédito ficou mais caro: CDC-bancos-financiamento de veículos (de 2,32% para 2,35%), empréstimo pessoal-bancos (de 4,58% para 4,62%) e empréstimo pessoal financeiras (de 8,29% para 8,34%).

(Agência Brasil)

Ensino Médio – Conheça os principais pontos da reforma

937836-robotica0002

Aprovado na noite de ontem (8) pelo Senado, o texto da reforma do ensino médio segue para sanção do presidente Michel Temer. A medida provisória manteve todos os eixos do texto final aprovado pela Câmara.

Saiba como ficou a proposta de reforma do ensino médio:

O que é a reforma do ensino médio?

É um conjunto de novas diretrizes para o ensino médio implementadas via medida provisória e apresentadas pelo governo federal em 22 de setembro de 2016. Para não perder a validade, o texto precisava ser aprovado em até 120 dias (4 meses) pelo Congresso Nacional.

Quando a reforma começa a valer?

As mudanças podem começar a ser implementadas a partir de 2018, de acordo com o texto da MP, no segundo ano letivo subsequente à data de publicação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), mas pode ser antecipado para o primeiro ano, desde que com antecedência mínima de 180 dias entre a publicação da Base Nacional e o início do ano letivo. A BNCC encontra-se em discussão no Ministério da Educação e ainda terá de ser aprovada pelo Conselho Nacional de Educação (CNE). A expectativa é que a Base seja definida até o fim de 2017.

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que não há um prazo máximo para que todas as escolas estejam no novo modelo e que espera que haja uma demanda dos próprios estados para acelerar o processo.

Quais são as principais mudanças?

O currículo deve ser 60% preenchido pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC) – no texto original da MP a expectativa era que 50% fossem preenchidos pela base. Os 40% restantes serão destinados aos chamados itinerários formativos, em que o estudante poderá escolher entre cinco áreas de estudo. O projeto prevê que os alunos poderão escolher a área na qual vão se aprofundar já no início do ensino médio. As escolas não são obrigadas a oferecer aos alunos todas as cinco áreas, mas deverão oferecer ao menos um dos itinerários formativos.

No conteúdo optativo, o aluno poderá se concentrar em uma das cinco áreas abaixo:
1. linguagens e suas tecnologias
2. matemática e suas tecnologias
3. ciências da natureza e suas tecnologias
4. ciências humanas e sociais aplicadas
5. formação técnica e profissional

Profissionais de notório saber podem dar aula?

A permissão para que professores sem diploma específico possam dar aulas no ensino técnico e profissional foi mantida.

Como fica a carga horária?

A proposta também estabelece uma meta de ampliação da carga horária para pelo menos mil horas anuais. O prazo para que a nova carga horária seja implantada em todas as escolas de ensino médio é de, no máximo, cinco anos. O governo federal deve oferecer apoio financeiro.

Qual será a língua estrangeira oferecida: inglês ou espanhol?

O inglês passa a ser a língua estrangeira obrigatória a partir do sexto ano do ensino fundamental. Antes da reforma, as escolas podiam escolher se a língua estrangeira ensinada aos alunos seria o inglês ou o espanhol. Se a escola oferecer mais de uma língua estrangeira, a segunda língua, preferencialmente, deve ser o espanhol, mas isso não é obrigatório.

Que alterações foram feitas pelo Congresso Nacional?

Quando passou pela Câmara, a medida recebeu emenda restabelecendo a obrigatoriedade das disciplinas de educação física, arte, sociologia e filosofia na Base Nacional Comum Curricular, que estavam fora do texto original. A oposição no Senado tentou obstruir a votação e apresentou diversas sugestões de emenda para tentar modificar o texto, mas elas foram rejeitadas pela maioria do plenário.

Quais foram os questionamentos quanto à reforma?

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) divulgaram um manifesto contra a MP do Ensino Médio. O documento repudia a iniciativa do governo federal de promover, por meio de medida provisória, uma reforma sem debate ou consulta à sociedade.

No fim do ano passado, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou parecer ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual afirma que a medida provisória de reforma do ensino médio é inconstitucional.

A secretária executiva do MEC, Maria Helena Guimarães, defendeu a urgência de uma reforma como justificativa para a edição de uma MP e ressaltou que a questão é discutida há anos.

Já o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que a MP prevê a flexibilização do ensino médio com o objetivo de torná-lo mais atraente para o jovem.

(Agência Brasil)

BNB já renegociou dívidas com mais de 10 mil produtores rurais

bnbmarcos

Marcos Holanda, presidente do banco, comemora primeiros resultados.

Mais de 10.300 mil produtores rurais já renegociaram suas dívidas com o Banco do Nordeste, aproveitando as condições estabelecidas pela Lei 13.340, de 28 de setembro de 2016, regulamentada em dezembro. São 12,6 mil operações regularizadas, correspondentes a R$ 383,6 milhões entre liquidações e repactuações, referentes a financiamentos contratados até dezembro de 2011.

Os clientes beneficiados contaram com vantagens estabelecidas pela legislação como a possibilidade de obter descontos de até 95% em operações contratadas até 2006. Esse abatimento será aplicado quando a soma das operações for de até R$ 15 mil, contratadas por produtores residentes no Semiárido. Fora dessa região, o rebate é de até 85% da dívida. Para operações efetuadas entre 2007 e 2011, os descontos são de até 50% para agricultores do Semiárido e até 40% para os que produzem fora dessa área.

A legislação prevê também carência para retomada dos pagamentos. A primeira parcela da operação repactuada poderá ser paga a partir de 2021. As taxas de juros anuais aplicadas às operações repactuadas variam de 0,5% a 3,5%a.a., a depender do porte do cliente.

SERVIÇO

*Para obter mais informações sobre as condições de renegociação ou quitação de dívidas com o Banco do Nordeste, os clientes podem buscar a rede de agências ou realizar contato por meio do Serviço de Atendimento ao Cliente: 0800 728 3030.

Ceará tem o 2º melhor salário da PM no Nordeste e o 10º no Brasil

2922 20

A Associação Nacional das Entidades Representativas dos Militares Brasileiros (Anermb) listou os salários iniciais dos policiais militares no país. O Espírito Santo, que vivenciou o caos com a greve de policias, é o penúltimo na lista, com salário superior apenas ao da Paraíba.

O melhor salário do Brasil é do policial militar de Brasília, onde o piso inicial é de R$ 7,1 mil.

Veja a lista:

anermb

Fiocruz do Ceará só aguarda a luz da Enel para entrar em funcionamento

carlile

O médico Carlile Lavor, que passou uma chuvinha como secretário estadual da Saúde (Governo Camilo Santana), reassumiu a coordenação da Fiocruz no Ceará. O ato ocorreu nessa quarta-feira, em Brasília.

Segundo Carlile, o complexo de prédios da Fiocruz, no município do Eusébio (Região Metropolitana de Fortaleza, já foi concluído, mas enfrenta a burocracia da Enel (ex-Coelce) para fazer a ligação da energia.

De acordo com Carlile, com a Enel cumprindo essa obrigação, a Fiocruz do Ceará poderá iniciar suas operações dentro de três meses. O investimento total na unidade superou os 160 milhões.

Meireles diz que mercado deve elevar previsão de crescimento da economia

henrique-meirelles-agbr-1280x720

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (9), em Brasília, que espera a revisão para cima da estimativa do mercado financeiro para o crescimento da economia este ano, atualmente em 0,5%. A previsão do governo é de expansão de 1%.

Ele reforçou a expectativa de que, no último trimestre deste ano, a economia apresentará crescimento de 2% na comparação com o mesmo período de 2016. “O país, sim, já está em uma trajetória de crescimento”, afirmou.

Meirelles disse, ainda, que não há necessidade de fazer revisão da projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) agora, o que ocorrerá somente em março. No próximo mês, o governo tem que apresentar um relatório de receitas e despesas do orçamento e pode definir bloqueio de gastos para atingir a meta de déficit primário (despesas superiores às receitas, sem contar gastos com juros). A meta é de R$ 139 bilhões neste ano.

Recentemente, o ministrou da Fazenda indicou que poderia fazer uma revisão da projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) – a soma de todas as riquezas produzidas pelo país – após analisar dados de produção e consumo. Agora, após avaliar esses dados, o ministro disse que o governo chegou à conclusão de que não é necessário fazer a revisão antes de março.

Arrecadação

Questionado sobre a necessidade de bloqueio de gastos de 0,5% do PIB (cerca de R$ 39 bilhões) estimada pela Instituição Fiscal Independente do Senado para cumprir a meta, Henrique Meirelles disse que é preciso esperar o efeito na arrecadação de medidas como a do novo programa de repatriação de recursos em tramitação no Congresso Nacional e do Programa de Regularização Tributária, que podem gerar mais receitas.

“Além disso, um dado importante é que, quando o PIB cai, como caiu no ano passado, a arrecadação cai mais. Quando o PIB sobe, historicamente a arrecadação sobe mais que o PIB. Portanto, é importante aguardarmos também a evolução da arrecadação durante o decorrer do ano”, disse Meirelles, após participar do evento Caixa 2017, em Brasília.

(Agência Brasil)

Lula para seus acusadores: “Não sejam reféns da imprensa!”

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=K-i4rUF5NxI[/embedyt]

O PT nacional iniciou inserções na tevê de olho na disputa 2018. Dentro da estratégia, que não poupa críticas ao governo atual, quem ocupa espaços é o ex-presidente Lula.

Mas, além das inserções, o partido divulga nas redes sociais entrevistas de Lula sobre o momento do País e, principalmente, sobre as acusações feitas contra ele. Neste vídeo, Lula manda um recado para seus acusadores.

Eduardo Cunha diz, em artigo na Folha, que Sérgio Moro o exibe como “troféu”

Em artigo publicado nesta quinta-feira (9) no jornal Folha de S.Paulo, o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disse que o juiz Sérgio Moro, que decretou sua prisão preventiva no dia 19 de outubro do ano passado, o exibe como um “troféu”.

Cunha, que vem cuidando de sua própria defesa em relação às acusações e denúncias na Operação Lava Jato, afirma que sua detenção afronta a Lei nº 12.043/11, que estabelece que antes da prisão preventiva existam as medidas cautelares alternativas.

Cunha diz que a sua segurança e a de outros presos cautelares é de responsabilidade de Sérgio Moro
Cunha diz que a sua segurança e a de outros presos cautelares é de responsabilidade de Sérgio Moro

No artigo, o ex-deputado lembra que a crise do sistema penitenciário tem como uma das causas o contingente de 41% de presos provisórios, como é o seu caso, e afirma que “apesar das condições dignas do presídio e do tratamento respeitoso, é óbvio que a mistura de condenados por crimes violentos e presos cautelares não é salutar”.

Cunha admite que não há questionamentos sobre “a existência de um criminoso esquema de corrupção”, mas que ele precisa “deixar claro” para a sociedade que a sua segurança e a dos demais presos cautelares é de responsabilidade de Moro.

 

SERVIÇO

Veja na íntegra o artigo de Eduardo Cunha na Folha de S.Paulo

João Doria quer finalizar em março renegociações dos contratos da Prefeitura

imagens-do-dia-joao-doria-onibus-20170206-002

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), quer finalizar já em março a renegociação de todos os contratos da prefeitura. A meta é reduzir em cerca de 15% os custos da prefeitura. Ficam de fora apenas as secretarias de Saúde, Educação e Transporte.

Segundo o secretário municipal de Gestão, Paulo Uebel, a quase totalidade dos fornecedores já passou pela renegociação.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Aeroporto de Fortaleza pode cair nas mãos dos alemães

Com o titulo “Aeroporto Pinto Martins sob nova direção”, eis artigo de Wilton Daher, vice-presidente do Instituto Brasileiro dos Executivos de Finanças (Ibef), no Ceará. Ele comenta o processo licitatório do aeroporto de Fortaleza e o interesse de grupo alemão. Confira:

A auspiciosa notícia veiculada pelo O POVO, em 27/1/2017 (pág. 20, caderno de Economia), informando que a administradora aeroportuária alemã Fraport estaria interessada em participar do processo licitatório do Aeroporto Pinto Martins, em março próximo, estimulou-me a compartilhar rápidas considerações sobre a Fraport Airport Services Worldwide e a Alemanha, pequeno-grande país.

A Fraport iniciou suas atividades em 1924. Instalada em quatro continentes, atua paralelamente nos setores de varejo, negócios imobiliários e serviços. Destaca-se entre as empresas líderes da administração de aeroportos, além de ser empresa reconhecida mundialmente pela excelência de sua Governança. Em 2015, obteve receita bruta anual de 2,6 bilhões de euros. Controlada pelo Estado (31,5% do seu capital pelo estado de Hesse e 20,02% pela prefeitura de Frankfurt), o restante do capital é detido pelos acionistas minoritários, como a Lufthansa (controladora da Condor que realiza voo semanal Frankfurt – Fortaleza).

A Alemanha, com apenas 357,4 mil km² de área (caberia 23 vezes no território brasileiro) é a 4ª maior economia do mundo e um dos três maiores exportadores globais. Arrasada por duas grandes guerras, superou as estratosféricas elevações do preço do petróleo nas décadas de 1970 e 1980; o impacto da reunificação em 1990; a recessão mundial de 2008-2009; e está passando incólume pela atual crise que atinge a zona do euro.

Sua economia pujante resulta da elevada qualificação dos agentes do mercado, apoiada em exponencial conteúdo tecnológico. Das 3,6 milhões de empresas, 3,5 milhões (99,3%) têm, no máximo, 49 empregados, sendo 95% de controle familiar, de pequeno e médio porte (Mittelstand). Das 2.000 empresas mais produtivas em todo o mundo, 53 são alemãs.

Outro fato alentador para o desenvolvimento da economia no nosso estado foi a instalação da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha do Ceará, em 27/10/2016, na Fiec. O propósito é desenvolver ações específicas para atrair investimentos e novas tecnologias, além de ampliar o comércio bilateral e consolidar as excelentes relações que já nos unem à nação alemã. Vamos torcer para que a Fraport venha substituir a Infraero. A mudança será simplesmente fantástica.

*Wilton Daher

wd.daher@uol.com.br

Vice-presidente do Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças do Ceará (IBEF)

Prefeito fala sobre campanha pelo uso de capacetes para portal internacional

roberto-claudio-prefeito

O prefeito de Fortaleza, Roberto Claudio (PDT), foi destaque nesta semana em uma publicação do portal internacional Citiscope.org, que investiga intervenções inovadoras para solução de problemas urbanos em todo o mundo. A entrevista tem como pano de fundo a campanha recém lançada pela Prefeitura, com apoio da Bloomberg Philanthropies, que tem como objetivo sensibilizar motociclistas e passageiros de motos sobre a importância do uso correto do capacete.

A reportagem do portal destaca que Fortaleza é uma das dez cidades, em três continentes do mundo, que uniram forças em um projeto global que tem como objetivo reduzir o número de mortos e feridos do trânsito – um problema que hoje é considerado uma epidemia e um grave problema de saúde pública em todo o globo.

“O programa nos ajudou a criar uma sistemática dentro da Prefeitura para priorizar esse problema” disse o prefeito ao jornalista Gregory Scruggs.

SERVIÇO

*A reportagem completa está disponível em inglês no endereço: http://citiscope.org/story/2017/brazilian-mayor-aims-shock-motorcycle-riders-wearing-helmets

Fortaleza é escolhida cidade-sede da etapa nacional da “Imagine Cup”

download-9

Fortaleza vai ser sede, pela primeira vez, da etapa nacional da “Imagine Cup”, competição mundial de tecnologia promovida anualmente pela Microsoft. O evento tem como objetivo estimular o espírito empreendedor de estudantes do mundo inteiro. O anúncio oficial de que Fortaleza venceu a candidatura à cidade-sede do evento ocorrerá na próxima segunda-feira, às 15 horas, no Palácio da Abolição.

Estarão presentes o secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Inácio Arruda, além de representantes da Microsoft, empresa promotora, e do banco Bradesco, patrocinador do evento. A etapa nacional da Imagine Cup acontecerá de 15 a 18 de maio, em local a ser definido. A escolha de Fortaleza como cidade-sede foi resultado de ação do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), que fz gestões junto a executivos da Microsoft.

“Imagine Cup”

A competição envolve estudantes de todo o mundo, com idade a partir de 16 anos. Em grupos, eles utilizam criatividade, paixão e conhecimento em tecnologia para desenvolver aplicativos, jogos e soluções que podem mudar a forma como vivemos, trabalhamos e jogamos. Por ano, são cerca de 1,7 mil competidores. Cerca de 60% das ideias desenvolvidas na competição tornam-se startups logo no primeiro ano.