Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Capa do O POVO é destaque no The New York Times

Operação Lava Jato – PF cumpre mandados no Ceará

Na 36ª fase da Lava Jato, batizada de Operação Dragão, policiais federais cumprem hoje (10) 18 mandados judiciais em cidades de São Paulo, do Paraná e Ceará. Entre os mandados, dois são de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão.

De acordo com a Polícia Federal, nesta fase da Lava Jato o alvo são dois operadores financeiros que movimentavam recursos originários de operações fraudulentas entre empreiteiras e empresas com sedes no Brasil, envolvendo funcionários da Petrobras e executivos.

O nome Dragão, dado à investigação policial, é uma referência aos registros na contabilidade de um dos investigados que chamava de “operação dragão” os negócios fechados com parte do grupo criminoso para disponibilizar recursos ilegais no Brasil a partir de pagamentos realizados no exterior.

São apuradas as práticas, dentre outros crimes, de corrupção, manutenção não declarada de valores no exterior e lavagem de dinheiro. Aproximadamente 90 policiais estão nas ruas esta manhã cumprindo os mandados judiciais.

(Agência Brasil)

Camilo propõe leilão reverso para acelerar obras da Transposição do rio São Francisco

207 1

camilotans

O governador Camilo Santana (PT) quer leilão reverso como saída para acelerar as obras da transposição do rio São Francisco e assim atender ao Ceará. Foi o que ele propões, durante reunião, na noite dessa quarta-feira (9), em Brasília, com o presidente do Tribunal de Contas da União, Aroldo Cedraz, e o ministro da integração Nacional, Hélder Barbalho. Durante o encontro, realizado na sede do TCU, Camilo propôs esse tipo de leilão para que a obra, paralisada há cinco meses no trecho em Salgueiro (PE) e Jati (CE), seja retomada o mais rápido possível.

“O leilão reverso é uma solução transparente e mais rápida. Uma licitação tradicional pode demorar até um ano para ser concluída e não podemos esperar tanto tempo. A transposição é a segurança e garantia de que o Ceará não entrará em colapso caso não chova na próxima quadra”, explicou o governador, que participou da reunião acompanhado do deputado federal Danilo Forte (PSB).

A forma de retomada da obra ainda está em análise mais aprofundada pelos técnicos do Tribunal de Contas da União. O encontro dessa quarta-feira foi definido na noite de ontem, durante reunião com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, em Brasília.

Experiência

No Ceará, o Governo do Estado já utilizou a metodologia em algumas oportunidades: em março de 2015, em leilão realizado na Assembleia Legislativa, pelo menos R$ 4,4 milhões foram economizados durante a contratação de sistemas simplificados de abastecimento de água no Ceará. Quatro meses depois, em leilão reverso realizado em Quixeramobim, foram economizados mais de R$ 3 milhões para a construção de adutoras nos municípios de Quixeramobim, Independência, Ibicuitinga e Arneiroz. Em 2016, esta modalidade de contratação resultou na economia de cerca de 16% no valor final das obras de reparo na Barragem Jaburu I, numa disputa que não ultrapassou os 25 minutos.

O que é leilão reverso?

*O “leilão reverso”, ao contrário do leilão comum – quando algo é vendido pelo maior lance – destina-se a compras e contratação de serviços, e ganha quem oferecer o menor preço.

(Foto – Divulgação)

Tucano vai relator projeto que regulamenta vaquejada

vaquejada

O deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB), membro da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara, foi designado, nesta quarta-feira, relator do projeto de lei 6.298/2016, que dispõe sobre a vaquejada e a corrida de jegue como atividades culturais.

A proposta prevê, entre outras medidas, as seguintes garantias:

– Todos os animais só poderão participar dos eventos mediante laudo veterinário e acompanhamento do mesmo antes, durante e depois dos eventos.

– Os veterinários (as) deverão obrigatoriamente ser credenciados (as) por órgãos estaduais e federais ligados ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento ou ao Ministério do Meio Ambiente, ou as Secretarias de Agricultura Estaduais e/ou Municipais.

– Será garantido o acompanhamento e fiscalização por parte das entidades da sociedade civil de defesa dos animais.

De acordo com o que está sendo proposto, também será obrigatório assegurar que o local para a realização dos eventos tenha instalações que garantam o bem-estar dos animais, de forma a garantir o mínimo de estresse causado durante os eventos.

Temer lança Cartão Reforma para famílias de baixa renda

naom_582365ecd5d49

O presidente da República, Michel Temer, assinou um decreto que autoriza a criação do Cartão Reforma, nesta quarta-feira (9). De acordo com o G1, o anúncio foi feito pelo ministro das Cidades, Bruno de Araújo, em uma cerimônia no Palácio do Planalto.

O novo programa vai beneficiar as famílias com renda mensal de até R$ 1,8 mil e possibilitará que elas possam reformar suas residências. Os beneficiários contarão com um crédito de até R$ 5 mil para comprar materiais de construção.

Ao discursar, Temer afirmou: “Estamos lançando o Cartão Reforma para fazer com que as pessoas tenham melhores e mais dignas condições de vida”.

Ele ainda lembrou a PEC 55: “Reformar para crescer, para a pessoa sentir-se melhor. Por isso estamos fazendo reforma do teto de gastos, depois a da Previdenciária”, completou.

CCJ aprova texto-base da PEC do Teto de Gastos

foto-eunicio-senado

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou hoje (9) a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece o limite para os gastos públicos nos próximos 20 anos, PEC 55. O relatório do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE) foi aprovado como texto base. Os senadores vão agora apreciar uma emenda que foi destacada para votação em separado.

Foram apresentadas 59 emendas ao texto propondo alterações como a mudança no prazo de duração das medidas, a exclusão de algumas áreas do limite de gastos e a realização de um referendo para que a PEC entre em vigor. O relator recomendou a rejeição de toda. Dois destaques foram apresentados, mas um foi indeferido pelo presidente da Comissão.

Com a aprovação do texto-base, o voto em separado apresentado hoje pelo senador Roberto Requião, em conjunto com outros senadores contrários à PEC, foi considerado prejudicado. Mais cedo, ele leu o voto que destacava que “a iniciativa em questão [a PEC 55] não deve e não pode ser acolhida por essa comissão nos termos que aqui chegou porque, em primeiro lugar, há diversas inconstitucionalidades na proposta e, no que diz respeito ao mérito, não é possível acolher a proposição sob pena de graves prejuízos para o país e para a população brasileira”. Na conclusão do voto em separado, os senadores pediam a rejeição da proposta.

Depois que for concluída a aprovação na CCJ, a matéria seguirá para votação no plenário. Pelo cronograma estabelecido pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e líderes partidários, a PEC será votada pelo plenário em primeiro turno em 29 de novembro e, em segundo turno, em 13 de dezembro.

(Agência Brasil)

Justiça Federal indefere pedido do MPF para suspender efeitos do Enem 2016

foto oscar costa filho

O juiz federal José Vidal Silva Neto, titular da 4ª Vara da Justiça Federal no Ceará, indeferiu, nesta quarta-feira, pedido do Ministério Público Federal para concessão de tutela de urgência suspendendo os efeitos de validade jurídica das provas de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

A Ação Civil Pública de número 0814435-55.2016.4.05.8100 foi decidida em primeira instância.

Essa ACP havia sido interposta pelo procurador das República Oscar Costa Filho.

Capef promove seminário sobre Investimentos e Sistema Previdenciário

Está interessado em se atualizar sobre investimentos, sistema previdenciário e rumos da economia para 2017? Que tal participar, gratuitamente, do XXIII Seminário de Investimentos? A promoção é da Capef (fundo de pensão do Banco do Nordeste) e acontecerá a partir das 9 horas desta quinta e sexta-feira, na sede do BNB (Passaré), em Fortaleza.

O encontro terá a participação de profissionais renomados de diversos segmentos da economia nacional, como o secretário-adjunto da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, José Edson da Cunha Junior; o superintendente substituto da Previc (órgão de fiscalização e supervisão dos fundos de pensão), Esdras Esnarriaga Júnior; o economista-chefe do Banco do Nordeste, Luiz Alberto Esteves; e especialistas que representarão instituições financeiras como Vinci Partners, Itaú Asset, Bradesco, Bozano Investimentos e Rio Bravo.

SERVIÇO

bnn

*As palestras serão transmitidas, em tempo real, pelo site www.capef.com.br. As inscrições para participar presencialmente podem ser feitas pelo e-mail comunicacao@capef.com.br.

Sergio Moro aceita denúncia contra ex-secretário do PT e mais quatro na Lava Jato

sergio-moro17

O juiz federal Sérgio Moro aceitou hoje (9) denúncia oferecida pelos procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato contra o ex-secretário do PT Silvio Pereira e mais quatro investigados pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Com a decisão, todos os acusados se tornam réus.

A denúncia foi recebida pelo juiz em tempo recorde, 24 horas após a o documento ser registrado no sistema de processo eletrônico da Justiça Federal em Curitiba.

De acordo com a denúncia, em 2004, a empreiteira GDK pagou R$ 6,8 milhões de propina aos ex-diretores da Petrobras Renato Duque, Pedro Barusco e Sílvio Pereira para ser favorecida em uma licitação para obras em um campo gás da estatal. Em troca do suposto favorecimento, Pereira recebeu um carro da marca Land Rover, segundo a acusação.

O recebimento do carro foi investigado no inquérito da Ação Penal 470, o mensalão, em 2005, mas a Procuradoria-Geral da República (PGR) fez um acordo judicial e Silvio Pereira não foi julgado. No entanto, durante as investigações da Lava Jato, delatores afirmaram que Pereira era responsável por acompanhar os contratos da Petrobras em nome do PT.

Silvio Pereira foi preso em abril durante a 27ª fase da Operação Lava Jato, batizada de Carbono 14, mas foi solto posteriormente pelo juiz Moro.

A Agência Brasil não conseguiu contato com a defesa do ex-secretário do PT.

(Agência Brasil)

Dilma parabeniza Hillary por reconhecer vitória de Trump

dilma

A ex-presidente Dilma Rousseff foi ao Twitter parabenizar a democrata Hillary Clinton na corrida eleitoral norte-americana. Para a petista, Hillary “mostra o espírito digno de uma liderança de tradição democrática” ao reconhecer a vitória de Donald Trump.

“A tradição de um democrata é reconhecer a derrota, e não articular um processo golpista de impeachment sem medir as consequências para seu país”, disse Dilma.

(Veja Online)

IJF-Centro testa curativo fabricado com pele de tilápia em vítimas de queimaduras

centroor

O Instituto Dr. José Frota (IJF) e o Instituto de Apoio ao Queimado (IAQ) vão apresentar, às 9 horas desta sexta-feira (11), em entrevista coletiva, os dados dos avanços na pesquisa sobre a utilização da pele do peixe da espécie tilápia como alternativa no tratamento de lesões em vítimas de queimaduras. Os resultados serão repassados pelo coordenador do projeto, o cirurgião plástico cearense Edmar Maciel, presidente do IAQ e médico do IJF.

O desenvolvimento de um curativo biológico com base em animais aquáticos é inédito no mundo e já se encontra em Fase Clínica 2, com testes em seres humanos, sendo a técnica pioneira utilizada no tratamento de pacientes do Núcleo de Queimados do IJF. A pesquisa vem sendo realizada há mais de dois anos, no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM) da UFC (Universidade Federal do Ceará), com financiamento da Coelce e participação de pesquisadores do Ceará, de Pernambuco e Goiás.

Logo nas primeiras etapas do estudo, a utilização clínica do pele da tilápia mostrou-se promissora, tendo em vista as semelhanças do material com a pele humana, como grau de umidade, alta qualidade de colágeno e resistência. Testes em animais terrestres também descartaram possíveis riscos de contaminação com a nova técnica que, de acordo com os realizadores, tem mais poder de cicatrização que os métodos convencionais e ainda é capaz de reduzir a sensação de desconforto, dor, perda de líquido e ocorrência de infecção.

SERVIÇO

Local – Auditório principal do Instituto Dr. José Frota (IJF)
Bloco Hospitalar – Rua Barão do Rio Branco, 1816 – Centro.

Meirelles diz que Brasil está preparado pra enfrentar qualquer volatilidade após vitória de Trump

foto henrique meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (9), em nota, que o Brasil está preparado para lidar com qualquer volatilidade dos mercados resultante das eleições presidenciais nos Estados Unidos. “Estamos acompanhando a evolução dos principais indicadores econômicos e o possível impacto na projeção de cenários e dos efeitos para o crescimento, particularmente nas projeções para 2017”, disse.

Mais cedo, o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, já tinha informado que o Brasil acompanhava as movimentações do mercado financeiro após a eleição de Donald Trump para a Presidência dos Estados Unidos.

“Nós estamos acompanhando os mercados globais e do Brasil e, caso necessário, tomaremos as medidas adequadas”, afirmou o presidente do BC. Ele preferiu não comentar o resultado das eleições e seus possíveis desdobramentos para mercados emergentes, como o do Brasil.

O empresário Donald Trump foi eleito presidente dos Estados Unidos obtendo, nesta madrugada, 276 votos de delegados do colégio eleitoral. Ele disputou as eleições contra a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton.

(Agência Brasil)

PMDB divulga nota: Ciro só vive para macular a imagem de homens e mulheres que trabalham

O PMDB reagiu à crítica do ex-ministro Ciro Gomes qualificando, em postagem do Blog, os senadores Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati) de “picaretas-mor” por fomentarem uma “indústria de picaretas” que fabrica mentiras contra os Ferreira Gomes. Confira a nota do partido:

NOTA DE REPÚDIO

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro no Ceará – PMDB, por meio de sua Executiva Estadual, torna público seu total repúdio às ofensas proferidas pelo senhor Ciro Ferreira Gomes contra o Senador e líder do Partido, Eunício Oliveira, durante entrevista concedida na cidade de Sobral.

Um dos maiores homens públicos que nossa democracia produziu, Eunício Oliveira é responsável por grandes conquistas do povo cearense durante seus três mandatos como deputado federal, e Senador da República, sendo responsável, dentre outras conquistas, pela legalização das profissões de Vaqueiro e Taxista, além da renegociação das dívidas de 1,5 milhão de agricultores do Nordeste.

Empreendedor de sucesso, cidadão exemplar, Eunício Oliveira merece o reconhecimento de todos os brasileiros, em especial de seus conterrâneos. Em todos os cargos públicos que assumiu, tem como prioridade de atuação a defesa ao homem do campo e ao meio ambiente, a democratização do acesso à informação e a Internet, a garantia de saneamento básico e de abastecimento de água a toda a população e a defesa dos recursos para o desenvolvimento da educação e da saúde.

Diante do exposto, o PMDB do Ceará não ficará silente às agressões dos que têm como única atividade, macular a imagem dos homens e mulheres que trabalham diariamente pelo bem estar dos cearenses. Terceirizar responsabilidades, proferindo mentiras já é hábito e tradição dos Ferreira Gomes.

Fortaleza, 09 de novembro de 2016.

Executiva Estadual do PMDB.

José do Egito – Comércio atacadista espera 1% de incremento nas vendas natalinas

jose-do-egito-e1430138448190

Turbinado por promoções e de olho no pagamento do 13º salário, o comércio espera melhorar seu desempenho durante o Natal.

Quem faz essa previsão é o cerense José do Egito, presidente da Associação Brasileira do Comércio Atacadista e Distribuidores (Abad).

“O incremento de vendas pode chegar a 1%”, arrisca José do Egito, garantindo que esse percentual está de acordo com a realidade da crise vivida pelo País.

Reforma da Previdência – Equipe do governo deve concluir texto nesta quinta-feira

A equipe do governo responsável pela proposta da reforma da Previdência deve concluir o texto até amanhã (10), incluindo as observações feitas pelo presidente Michel Temer em dois encontros ocorridos ontem (8). Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, após esta última revisão, Temer deve dar início às conversas com centrais sindicais e lideranças partidárias na Câmara e no Senado.

“Virá antes do recesso (do final do ano), mas votação [da reforma na Câmara] é certo que não teremos. O máximo que poderíamos sonhar era ter na CCJ [Comissão de Constituição e Justiça] a votação da admissibilidade [da proposta]”, disse, durante lançamento do livro dos 50 anos do PMDB, realizado na Câmara. O avanço do texto na CCJ também depende do calendário de negociações que será definido por Temer.

Padilha afirmou que o governo também está confiante na agenda acertada pelo presidente do Senado Renan Calheiros, que prevê a aprovação da proposta de emenda à Constituição (PEC) 55, que define o teto de gastos públicos para os próximos 20 anos, antes do encerramento das atividades legislativas este ano.

(Agência Brasil)

Onde a vitória de Trump poderá afetar o Brasil?

86 3

foto-trump

Contrariando expectativas para o pleito presidencial norte-americano deste ano, o empresário bilionário e candidato pelo Partido Republicano Donald Trump venceu na madrugada de hoje (9) a ex-primeira dama e ex-secretária de Estado Hillary Clinton, do Partido Democrata. A Agência Brasil ouviu especialistas para saber o que muda para o Brasil com o resultado das eleições nos Estados Unidos.

Economia

O que muda para o Brasil, sob o aspecto econômico, pode ser o que vai mudar para o comércio mundial como um todo. A avaliação é do economista e professor da Fundação Getúlio Vargas, Mauro Rochlin. A leitura dos efeitos da vitória de Donald Trump, segundo ele, é bem mais abrangente sob o ponto de vista econômico e diz respeito a todo o comércio internacional.

“Como o discurso de Trump é muito protecionista e um tanto xenófobo, o receio é que isso represente uma restrição maior do mercado norte-americano em relação às exportações. O discurso apontava para a defesa de empregos norte-americanos e, especificamente, para a China como uma destruidora de empregos nos Estados Unidos, o que faria supor que eles seriam menos receptivos com relação ao comércio com países que pudessem representar uma menor oferta de empregos lá.”

O especialista acredita que as exportações brasileiras podem ser prejudicadas caso o discurso do então candidato se converta na prática do agora presidente eleito Donald Trump.

“Os Estados Unidos são o segundo principal parceiro comercial do Brasil. As exportações brasileiras para lá têm alto valor agregado. São produtos manufaturados, ao contrário do que vai, por exemplo, para a China, que são commodities. Qualquer restrição com relação ao mercado norte-americano seria ruim para o nosso setor exportador, principalmente de bens manufaturados. Esse é o maior risco para a economia brasileira”.

Rochlin defende ainda que, diante do novo cenário de vitória de Trump, os mercados devem “reprecificar” câmbio e bolsas de valores. “As bolsas e o câmbio refletiam a aposta da eleição da Hillary. Como a expectativa não se confirmou, o mercado deve precificar essa nova realidade. Na prática, teremos queda na bolsa de valores a curtíssimo prazo e uma alta do dólar em relação às demais moedas”, concluiu.

Relação bilateral

Sob a ótica política e da relação bilateral com o Brasil, o professor de política e administração pública Robert Gregory Michner acredita que os efeitos serão menores. Ele lembrou que a agenda de Donald Trump, em sua maioria, é “de ordem doméstica”, cumprindo a tradição da velha guarda republicana nos Estados Unidos.

“Ele não tem uma grande preocupação com a América Latina, salvo no sentido negativo, em termos de imigração ilegal. Para os brasileiros que queiram ir para os Estados Unidos, provavelmente vai ficar mais difícil obter visto”, disse. “Aquela defesa da democracia e de um governo aberto que tem Barack Obama não vai ser de muita importância para Trump. Vai ser mais importante assegurar que todos sejam aliados dos Estados Unidos. Que o Brasil e a América Latina estejam firmemente pró Estados Unidos.”

O especialista alertou, entretanto, para a possibilidade de intervencionismo por parte dos Estados Unidos, inclusive em países da América Latina. “Se o Trump percebe uma ameaça, por exemplo, [da] Venezuela ou Equador, quem sabe se ele vai ressuscitar a velha política dos republicanos de intervenção?”

“Basicamente, vamos ver se o discurso dele, que era muito hiperbólico, exagerado, realmente era pura retórica ou se era um prelúdio à ação. As promessas eram muito extremas em termos de política externa, de mudar grandes estratégias dos Estados Unidos em diversos sentidos. O discurso de Trump sempre foi racista, misógino e pouco tolerante. Vamos ver se isso se traduz, especialmente em relação aos imigrantes. Fica uma incógnita.”

Brasil entre os menos afetados

Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, o jurista brasileiro e ex-ministro das Relações Exteriores Francisco Rezek avaliou que o Brasil figura entre os países menos afetados com a vitória insperada de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas.

“No restante do mundo e sobretudo entre os países que mais importam, eu diria que o Brasil é provavelmente um dos menos afetados. Há outros países que têm mais com o que se preocupar do que nós. Sobre nós, o que repercute é apenas essa ideia de que temos, na chefia daquilo que ainda é a nação militarmente e economicamente mais poderosa do mundo, alguém que não tem como avaliar o fenômeno global, os interesses nacionais à luz da comunidade humana que povoa o planeta. É isso que falta a Donald Trump. Nesse sentido, como somos uma parte expressiva deste mundo, um país de dimensões territorial e humana colossais, o problema nos afeta. Mas ele decididamente não nos afeta mais do que a outros, como a comunidade europeia, o Reino Unido, a Rússia e outras nações.”

(Agência Brasil)

Ocupação de escolas e universidades – um fator importante como resistência

107 2

Com o título “Vivam os estudantes!”, eis artigo do escritor e cineasta Rosemberg Cariry. Ele aborda as ocupações de escolas e universidades por estudantes como “o fato mais impotante desse momento” em resistência à PEC 241/55, que limita os gastos públicos. Confira:  

Em meio ao ódio, ao mofo e ao fundamentalismo neoliberal, está sendo imposta uma política econômica que já foi testada e fracassou em todo o mundo, levando muitos países à ruína. Até nisso, revela-se o atraso da elite brasileira. Contra esse estado de coisas têm se rebelado os estudantes, que emergem da lama da nação como uma flor de lótus, clara e bela em sua força vital.

As ocupações de escolas e universidades no Brasil hoje podem ser o fato mais importante desse momento em resistência. A PEC 241/55 é, sem dúvida, uma violência contra a nação. Graves serão as suas consequências, caso seja aprovada por um senado dominado por uma maioria conservadora. Para o neoliberalismo, o Estado só deve existir para atender aos interesses dos grandes grupos econômicos. Já para a população que trabalha e paga impostos, quer decretar o Estado mínimo.

Os estudantes perceberam que o que está em processo no Brasil é o plano de privatização de todas as riquezas nacionais, incluindo-se aqui a destruição dos nossos tesouros simbólicos e de toda a educação pública, notadamente as Universidades públicas. Assim, será completa a nossa dependência aos países hegemônicos. E anulado o sentido público e nacional da educação e saúde, da cultura e ciência e tecnologia, dos direitos sociais fundamentais e exercício da cidadania.

As forças conservadoras neoliberais acenam novamente rotas bandeiras para manter os seus privilégios. Manipulando consciências, erguem o fantasma do “comunismo” e acusam os alquebrados partidos de esquerda de estar por trás das ocupações dos estudantes. Enquanto uma nova esquerda não se reinventa, os estudantes mantêm-se autônomos e são um alento. Trazem práticas solidárias e novas consciências para nos oferecer uma alternativa humanizada à estupidez mercantilista e bélica. Como força política emergente, nesse momento, me fazem lembrar os versos de Violeta Parra, cantados por Mercedes Sosa: “Que vivan los estudiantes, jardim de las alegrias! Sons aves que no se asustan de animal ni policia, y no le assustan las balas ni el ladrar de la jauria”.

Se os professores das Universidades públicas – por vezes controlados por sindicatos do status quo, e ameaçados de perder os seus salários – não estão com coragem suficiente para defender o patrimônio brasileiro, os estudantes mostram tê-la e são hoje a vanguarda do País. É possível que essas ocupações coloridas, alegres, pacíficas e firmes aconteçam, não apenas em mil escolas e universidades, mas em todas as escolas e universidades públicas do País. Assim, os professores terminarão varrendo o comodismo e o medo de suas almas, colocando-se ao lado desses bravos estudantes. A partida decisiva sobre o futuro está sendo jogada hoje. Afinal, se “Deus não joga dados” (como diz Einstein), os homens jogam!

*Rosemberg Cariry

ar.moura@uol.com.br

Cineasta e escritor

Aquario já está aberto ao público… no Rio de Janeiro

O AquaRio, situado na Zona Portuária carioca, foi entregue nesta quarta-feira. O projeto conta com 28 tanques, 4,5 milhões de litros de água salgada, dois andares de visitação e oito mil animais de 350 espécies diferentes. Trata-se do maior aquário marinho da América do Sul, que custou R$ 90 milhões pagos pela iniciativa privada.

Enquanto isso, o Acquario do Ceará continua com obras se arrastando e ao custo de R$ 300 milhões, com dinheiro dos cofres estaduais. O governo estadual tenta fechar empréstimo externo para o equipamento que, promete, será o maior do gênero da América Latina.

A Secretaria do Turismo do Estado não divulgou cronograma atualizado das obras do equipamento, que ocupa área da Praia de Iracema.

tunel-aquario

 

 

Construção civil registra aumento de custo de 0,64% em outubro

construcao_civil

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) registrou uma inflação de 0,64% em outubro, acima da taxa de 0,26% de setembro. O dado foi divulgado hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O custo por metro quadrado passou de R$ 1.014,80 em setembro para R$ 1.021,25 em outubro.

O valor da mão de obra aumentou 1,23%, passando a custar R$ 489,76 por metro quadrado. Já o custo dos materiais cresceu 0,1% e chegou a R$ 531,49 em outubro.

O Sinapi acumula taxa de 6,37% em 12 meses, acima dos 5,98% acumulados em 12 meses até setembro.

(Agência Brasil)