Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Confiança do consumidor brasileiro fecha 2016 em queda

O Índice de Confiança do Consumidor, medido pela Fundação Getulio Vargas, caiu 5,8 pontos em dezembro e atingiu 73,3 pontos, em uma escala de zero a 200. Este é o menor patamar do indicador desde junho deste ano.

A satisfação dos consumidores com a situação presente, medida pelo Índice da Situação Atual, recuou 3,8 pontos e atingiu 64,1 pontos, o menor já registrado pela FGV. Já o Índice de Expectativas, que mede a confiança em relação ao futuro, recuou 6,9 pontos e chegou a 80,8 pontos.

O componente que mais contribuiu para a queda do Índice de Confiança do Consumidor em dezembro deste ano é o que mede o otimismo em relação à situação financeira das famílias no futuro, com queda de 7,7 pontos.

(Agência Brasil)

Índice de confiança do empresário do comércio encerra 2016 em alta

A confiança do empresário do comércio, medida pelo Índice de Confiança do Comércio da Fundação Getulio Vargas (FGV), encerrou o ano de 2016 em alta, ao subir 0,7 ponto em dezembro. O indicador atingiu 79 pontos em uma escala de zero a 200.

O desempenho positivo do indicador concentrou-se em cinco dos 13 segmentos do comércio. Os empresários estão mais confiantes no futuro, comportamento mostrado pela melhora de 1,2 ponto do Índice de Expectativas, que atingiu 90,6 pontos. O otimismo com as vendas nos três meses seguintes subiu 3,1 pontos.

Já o Índice de Situação Atual subiu 0,2 ponto e atingiu 68,3 pontos, ainda em patamar próximo do mínimo histórico. Houve um aumento de 1,5 ponto com a melhora da satisfação das empresas com a situação atual dos negócios.

(Agência Brasil)

OAB decide ir à Justiça contra resolução da Anac que permite cobrança por bagagem

aeroporto

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai recorrer à Justiça Federal para suspender a resolução da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que aprovou novas regras para o transporte aéreo de passageiros. Entre as mudanças está o fim da franquia de bagagens para os usuários do transporte aéreo. De acordo com a OAB, o fim da franquia vai permitir que as empresas aéreas imponham qualquer tipo de cobrança “abusiva e onerosa” ao passageiro.

“A extinção da franquia de bagagens despachadas é medida desvantajosa para os usuários/consumidores, e não há nenhuma garantia de que haverá queda nos preços das tarifas. Isto é, a aplicação dos dispositivos impugnados deixa o usuário/consumidor à mercê das políticas de livre tarifação que as empresas queiram praticar”, diz a OAB.

As regras aprovadas pela Anac entrarão em vigor partir de 14 de março do ano que vem. Atualmente, a franquia de bagagens é de um volume de 23 quilos nos voos domésticos e de dois volumes de 32 quilos nos internacionais.

De acordo com a agência reguladora, as novas medidas colocam o Brasil em um patamar internacional, dão clareza ao consumidor sobre os serviços que estão sendo cobrados e tranquilidade ao mercado do setor aéreo.

(Agência Brasil/Foto – Paulo MOska)

PT pede investigação sobre caixa 2 de Aécio em 2014

116 1

eleições 2014 2t votação aécio

O grupo de advogados da campanha de Dilma Rousseff pediu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que investigue as doações da Andrade Gutierrez para a chapa do senador Aécio Neves (PSDB-MG) à presidência em 2014. A ação se baseia no depoimento que Otávio de Azevedo, ex-presidente da empreiteira, prestou ao TSE em novembro, no âmbito de ação movida pelo PSDB que julgará a cassação da chapa Dilma-Michel Temer por supostas irregularidades na campanha.

Nesse depoimento, Azevedo disse que, diferentemente do que havia informado, verificou seus recibos e viu que doou para a campanha de Aécio R$ 19 milhões, e não apenas R$ 12,6 milhões, como estava registrado na prestação de contas dos tucanos consultada por ele no site do TSE. Na última sexta (16), atendendo a pedido da defesa de Dilma, o vice-procurador-geral Eleitoral, Nicolao Dino, pediu à Procuradoria da República no Distrito Federal que apure a mudança de versão de Azevedo sobre a propina para a chapa Dilma-Temer. Para o PT, Azevedo cometeu falso testemunho a fim de prejudicar o partido. As informações são da Folha de S.Paulo.

“Foi também nesse depoimento que o executivo mudou sua versão e afirmou que, diferentemente do que havia dito antes, não repassou propina para a chapa Dilma-Temer na eleição de 2014 –o que poderia levar à cassação da chapa e, consequentemente, à perda do mandato de Temer.

“Dos R$ 33,2 milhões que doamos ao PSDB [nacional], R$ 19 milhões o partido transferiu para a campanha do Aécio. Não foram R$ 12,6”, disse Azevedo. Na verdade, o site do TSE registra R$ 12,7 milhões da Andrade para Aécio.

Na petição ao TSE, o PT classificou a retificação como um “fato de extrema gravidade que pode, em tese, determinar que as contas de Aécio sejam julgadas irregulares”, caso fique comprovado que o PSDB não declarou tudo o que recebeu da empreiteira.

“A Andrade Gutierrez teria doado um total de R$ 19 milhões, mas, no site do TSE, somente teriam sido lançados como receita R$ 12,6 milhões, o que significa uma elevada diferença de R$ 6,4 milhões que não se sabe para onde foram e como foram declarados”, apontou o PT ao TSE.

(Brasil 247)

  • Confira a íntegra da reportagem da Folha aqui.

Resultado definitivo da primeira etapa do concurso da PM sai no Diário Oficial do Estado

unnamed-2

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) dessa quinta-feira (22), o resultado definitivo da primeira etapa (prova objetiva – exame intelectual) do concurso público para ingresso no cargo de soldado da Polícia Militar do Ceará. A publicação traz a relação dos candidatos que atingiram a nota mínima prevista para a prova objetiva da 1ª etapa, conforme Edital de Abertura nº. 01/2016-PMCE, separados por gênero (masculino e feminino).

Quem entrou com recurso contra o resultado preliminar divulgado no dia 1º de dezembro poderá consultar individualmente a resposta do recurso interposto, no site da organizadora do certame, Instituto AOCP, pelo prazo de 10 (dez) dias, a contar da data de publicação deste edital no DOE.

O candidato deve acompanhar as publicações no site do Instituto AOCP, organizadora do certame, local em que será oportunamente divulgada a convocação para a 2ª Etapa – Inspeção de Saúde (Exames Médico, Biométrico, Odontológico e Toxicológico).

SERVIÇO

*O edital completo está disponível no endereço www.institutoaocp.org.br ou Diário Oficial do Estado.

MEC divulga regras para adesão ao Fies 2017

O Ministério da Educação publicou nessa quinta-feira, no Diário Oficial da União (DOU), as regras de seleção dos estudantes a serem financiados com recursos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) no primeiro semestre de 2017. A portaria também define os procedimentos que as empresas de ensino devem adotar para participar do programa.

De acordo com o ato, podem se inscrever na seleção do Fies o candidato que, cumulativamente, tenha participado do Enem a partir da edição de 2010 e obtido média aritmética das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota na redação superior a zero; e tenha renda familiar mensal bruta per capita de até 3 salários mínimos.

As mantenedoras de Instituições de Educação Superior (IES) interessadas em aderir ao processo seletivo devem assinar termo de participação até o dia 6 de janeiro. Esse documento deve conter a proposta de oferta de vagas da instituição, entre outros dados.

SERVIÇO

*Todos os procedimentos necessários à emissão e à assinatura do termo deve ser realizados exclusivamente por meio do Sistema Informatizado do Fies (Sisfies), disponível no endereço eletrônico http://fiesoferta.mec.gov.br.

*As inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet, em período que ainda será especificado no edital da seleção.

Conselho Federal de Economia quer debater com a sociedade a Reforma da Previdência

O Conselho Federal de Economia (Cofecon) divulgou hoje (22) nota em que a presidência da entidade se posiciona contra a proposta de reforma da Previdência encaminhada este mês pelo presidente Michel Temer ao Congresso Nacional. O comunicado diz que a reforma deveria ser discutida amplamente com a sociedade e não exclusivamente no Congresso.

“A Previdência Social começou a ser instituída no Brasil em 1923, portanto, há 93 anos. É inadmissível que o governo busque, a toque de caixa, alterar de forma tão profunda um sistema que funciona no país há quase um século”, afirma o documento.

A nota diz que o governo destinou a outros fins fontes criadas exclusivamente para a seguridade social, a exemplo da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), “fabricando um déficit com o propósito de legitimar a redução do fluxo de benefícios para os trabalhadores”.

O Cofecon diz também que o governo “propositalmente” omite que a Constituição Federal previu um sistema tripartite de fontes para custear a seguridade social, da qual faz parte a Previdência. O sistema, segundo a entidade, deveria ter contribuições de empregados, empresas e governo.

“O governo tem que dar a sua contribuição também. O que há é que o governo desvia recursos de fontes que seriam para financiar a Previdência para outras coisas”, afirma o economista Júlio Miragaya, presidente do Cofecon.

Recentemente, o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, deu entrevista negando a tese defendida por algumas entidade, como Cofecon e a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip), de que não existe déficit na Previdência. Segundo o ministro, o sistema da seguridade social (Previdência, saúde e assistência social) é deficitário como um todo e as despesas previdenciárias são as principais responsáveis.

Draconiana

A nota do Cofecon diz que a proposta do governo foi “mais draconiana que o esperado”. A proposta iguala homens e mulheres, estabelecendo uma idade mínima de 65 anos para a aposentadoria de ambos. Além disso, eleva de 15 para 25 anos o tempo mínimo de contribuição, sendo que, para aposentar-se com benefício integral, é preciso contribuir por 49 anos.

“O Cofecon não se furta ao debate e entende que, em relação à questão previdenciária, determinadas medidas de ajuste devem ser adotadas, mas não as que estão sendo propostas. Exigimos do governo federal e do Congresso Nacional que as ponham em debate com a realização de audiências públicas nas diversas regiões do país”, diz o comunicado.

O economista Gilberto Braga, do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec-RJ), diz que é favorável à reforma da Previdência, mas também defende mudanças na proposta enviada pelo Executivo. “Ter a idade mínima é um padrão mundial, mas acho que dá para discutir o cálculo do valor.”

Atualmente, a proposta estabelece que quem se aposentar com 25 anos de contribuição, o tempo mínimo, terá direito a 51% do benefício. O patamar cresce 1% a cada ano, alcançando a integralidade somente após 49 anos. “Acho que, talvez, a gente possa mexer nesse 51%. Essa idade de largada pode começar em um patamar maior e ir caindo à medida do tempo, de maneira proporcional à expectativa de vida do brasileiro”, sugeriu o economista.

(Agência Brasil)

BB inaugura novas unidades digitais em Fortaleza

agencia_banco_do_brasil

O Banco do Brasil vai inaugurar, nesta quinta-feira, 22, duas unidades digitais em Fortaleza. Os novos escritórios beneficiarão mais de 16 mil clientes pessoas físicas e cerca de 3 mil micro e pequenas empresas. O Escritório Exclusivo Digital, voltado para pessoas físicas com renda mensal entre R$ 4 mil e R$ 8 mil, e o Escritório de Negócios MPE, para empresas com faturamento anual de até R$ 1 milhão, são as primeiras dependências digitais para estes segmentos no Ceará.

O Ceará já conta com três agências Estilo Digital, voltadas para clientes com renda a partir de R$ 8 mil e três Agências Empresa, que atendem clientes MPE com Faturamento Bruto Anual superior a R$ 1 milhão.

As novas unidades funcionam na Avenida Duque de Caxias, 560, no Centro de Fortaleza, e fazem parte da estratégia de expansão do modelo de atendimento digital do BB. O objetivo da instituição é oferecer facilidade de acesso dos clientes ao gerente de relacionamento, por meio de ferramentas digitais, como chats, vídeo chamadas, e por aplicativo exclusivo para mensagens instantâneas. As agências digitais também contam com horário de atendimento ampliado, assessoria financeira de especialistas, que podem ser acionados a partir de qualquer local.

Presidente do BC diz que juros do cartão de crédito terão queda a partir do final de março

foto henrique meirelles

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (22) que a queda pela metade da taxa de juros do cartão de crédito deve começar a ocorrer a partir do final do primeiro trimestre do ano que vem. Após almoço com o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), Meirelles disse que esse prazo é suficiente para que os bancos e as operadoras de cartão se adaptem às medidas anunciadas hoje pelo governo.

“O que prevemos é que serão cerca de 90 dias em que as medidas começarão a ser implementadas. E isso já estará em vigor a partir do final do primeiro trimestre. É um prazo viável, sim, na medida em que hoje as condições da economia brasileira já estão bastante diferentes e o ajuste fiscal já está em andamento”, disse o ministro.

Segundo Meirelles, a economia do país já dá os primeiros sinais de recuperação e que a partir do ano a melhora será ainda mais “visível”. “A situação do Brasil já é e será outra ainda de forma mais visível a partir do final do primeiro trimestre. Isso, juntamente com algumas medidas regulatórias de cartão de crédito que tomaremos, como a unificação das máquinas nos pontos de venda, que já foi implementada, e uma série de outras, permite que os custos sejam menores”.

O ministro acrescentou ainda que houve uma conversa do Banco Central com os bancos no sentido de enfatizar a necessidade de “um esforço de todos” para que o Brasil possa voltar a crescer.

Na manhã de hoje, em discurso de abertura durante café da manhã com jornalistas, o presidente Michel Temer anunciou que os juros do rotativo do cartão de crédito serão reduzidos pela metade; os trabalhadores poderão sacar todo o dinheiro que têm em contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e que o governo vai editar uma medida provisória para regularizar propriedades em área urbana. Mais tarde, foram anunciadas mudanças na área trabalhista.

(Agência Brasil)

Embaixador da Polônia visita a UFC em busca de parcerias

unnamed-2

O reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry Campos, recebeu, nesta quinta-feira, em seu gabinete de trabalho, a visita do Embaixador da Polônia no Brasil, Andrzej Maria Braiter. O diplomata veio convidar a UFC para participar de missão de autoridades e empresários cearenses na Polônia, em abril próximo. Também convidou a universidade para seminário entre instituições acadêmicas dos dois países previsto para março ou abril.

A visita está sendo organizada pela representação diplomática daquele país em parceria com o Governo do Estado Já o seminário, pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Outros eventos do tipo já haviam sido realizados antes, mas sempre com instituições do Sudeste. “Temos interesse em ampliar nossos laços além do eixo Rio-São Paulo”, disse o diplomata.

Além do embaixador, integraram a comitiva a consulesa da Polônia, Katazyna Braiter, e a Consulesa honorária em Fortaleza, Hanna Zboroswka Neves. Pela UFC, estava presente o titular da Coordenadoria de Assuntos Internacionais, José Soares de Andrade Júnior.

O Reitor agradeceu o convite e sugeriu que a aproximação se dê com base em áreas específicas, de interesse comum, para que eventuais convênios e parcerias possam ter mais eficiência. As universidades polonesas construíram boa reputação em alguns rankings internacionais. A Universidade de Varsóvia, por exemplo, ocupou a 78ª posição no último levantamento realizado pela Times Higher Education (THE) das melhores instituições dos BRICS e países em desenvolvimento.

Durante o encontro, o embaixador destacou a crescente relação entre Brasil e Polônia, seja nas relações acadêmicas, seja nos negócios. Ele lembrou que há um considerável contingente de jovens brasileiros que foram estudar nas universidades polonesas por meio do programa Ciência sem Fronteiras. Já a consulesa informou que o número de vistos de trabalho concedidos a brasileiros triplicou este ano.

(Site da UFC)

Zagueiro Neto, da Chapecoense, ganha alta e vai passar o Natal com a família

O zagueiro Neto recebeu hoje (22) alta médica no hospital Unimed, em Chapecó, Santa Catarina. Ao deixar o apartamento e antes de ir para casa, onde passará as festas de fim de ano, o jogador abraçou e cumprimentou o público que o aguardava do lado de fora. Neto é um dos seis sobreviventes do acidente com o avião da Lamia, que caiu no dia 29 de novembro na Colômbia. Na ocasião, 71 pessoas que estavam a bordo morreram, entre elas, o piloto, jogadores e dirigentes da Chapecoense e jornalistas.

Em declaração à imprensa hoje, Neto disse não se lembrar do acidente e agradeceu a todos os que oraram por ele. “Estou feliz por estar vivo, mas muito triste pela perda dos amigos”, confessou.

“Queria agradecer a Deus e a todos os que lutaram comigo. Ainda está caindo a ficha. Deus permitiu que eu estivesse vivo. Obrigado a todos por tudo que fizeram por mim”, disse Neto.

Durante a entrevista, a médica Carolina Fonzi também falou sobre o estado de saúde do goleiro Jackson Follmann, único dos sobreviventes brasileiros que continua hospitalizado. “A recuperação pós-hospitalar dele também vai incluir uma adaptação de prótese”, disse. Follmann teve parte da perna direita amputada após o acidente. Segundo a médica, a internação do goleiro será mais prolongada e ainda não há previsão de alta.

(Agência Brasil)

Romero Jucá: PMDB dará apoio às medidas na área trabalhista

romero-juca-senador-pmdb-size-598
O presidente nacional do PMDB, senador Romero Jucá (RR), divulgou nota, nesta quinta-feira, 22, garantindo apoio do partido às medidas anunciadas pelo governo nos últimos dias. “Medidas essas que facilitam o emprego, modernizam as relações de trabalho e devolvem aos trabalhadores recursos para que possam minorar dificuldades atualmente vividas. Ou seja, decisões com grande alcance social e político”, escreveu.

De acordo com Jucá, o partido está mobilizado para aprovar rapidamente as proposições anunciadas que, segundo ele, “representam melhora na qualidade de vida da população brasileira”.

Nesta semana, o PMDB foi o partido que deu o maior número de votos favoráveis à retirada das contrapartidas ao socorro dos Estados no projeto de renegociação das dívidas com a União votado na Câmara, contrariando interesse do governo.

(Agência Estado)

Presidente do STF pede informações sobre a Reforma da Previdência

ministra carmen lucia

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia, pediu hoje (22) informações para a Câmara dos Deputados e à Advocacia-Geral da União (AGU) sobre a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma da Previdência. O pedido de informações faz parte de ação na qual associações de trabalhadores e aposentados pedem a suspensão do andamento da proposta.

De acordo com decisão, a AGU, a Câmara, além do Senado e da Procuradoria-Geral da República (PGR) terão cinco dias para se manifestar no processo. Após o prazo,a liminar estará pronta para decisão da ministra.

Em uma ação protocolada ontem (21), a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria Química (CNTQ), a Federação dos Empregados de Autônomos de São Paulo e o Sindicato Nacional dos Aposentados da Força Sindical alegam que a PEC restringe direitos dos trabalhadores.

Reforma

A reforma da Previdência enviada ao Congresso Nacional estabelece a idade mínima de 65 anos e tempo mínimo de contribuição de 25 anos para homens e mulheres se aposentarem. Essa regra valerá para homens com idade inferior a 50 anos e mulheres com menos de 45 anos.

Embora a idade mínima seja de 65 anos na proposta, a regra poderá ser alterada automaticamente a depender a expectativa de vida do brasileiro, elevando assim esse teto mínimo, segundo o secretário de Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publica esses dados periodicamente.

()Agência Brasil)

 

Confira o funcionamento dos bancos neste período de festas

As agências bancárias abrem normalmente para atendimento ao público nesta sexta-feira, dia 23. O último dia útil do ano para o setor bancário será quinta-feira, dia 29 de dezembro, data em que as agências abrirão normalmente para atendimento ao público, informa a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Já no dia 30 de dezembro, as instituições financeiras fecharão para atendimento ao público. Tempo para balanço.

As contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), bem como os carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências estiverem fechadas, poderão ser pagos no primeiro dia útil seguinte aos feriados – 26 de dezembro e 2 de janeiro/2017, sem a incidência de multa por atraso.

O público pode utilizar os caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone e correspondentes (casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados) para realizar operações bancárias. Além disso, as contas que possuem código de barra poderão ser pagas nos próprios caixas automáticos.

Já em relação aos boletos bancários, os clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão fazer o agendamento pelos canais eletrônicos ou pagá-los por meio do Débito Direto Autorizado (DDA).

Percentual de endividados fecha 2016 em menor patamar desde maio de 2012

O percentual de famílias brasileiras com dívidas encerrou 2016 em 56,6%, o menor nível desde maio de 2012, segundo dados de dezembro da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) divulgada hoje (21) pela Confederação Nacional do Comércio (CNC). Em novembro deste ano, a taxa ficou em 57,3%. Em dezembro de 2015, o nível de endividamento chegava a 61,1%.

A pesquisa também mostrou uma queda do percentual de inadimplentes, ou seja, de pessoas com dívidas ou contas em atraso, que fechou o ano em 23%. A taxa é inferior aos 23,4% de novembro deste ano e aos 23,2% de dezembro de 2015.

O percentual de famílias que não conseguirão pagar suas dívidas ou contas fechou o ano de 2016 em 8,7%, o mesmo percentual de dezembro de 2015 e abaixo dos 9,1% de novembro deste ano.

Apesar da queda dos indicadores, o percentual de pessoas que se dizem muito endividadas subiu de 13,5% em dezembro de 2015 para 13,8% em dezembro deste ano. A maior parte das dívidas (77,1%) é com cartão de crédito.

(Agência Brasil)

BNDES libera R$ 1,043 bilhão para grupo cearense do ramo da energia eólica

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 1,043 bilhão para o Complexo Eólico Ventos do Araripe 3, nos municípios de Simões e Curral Novo (Piauí), e no município de Araripina (Pernambuco). O complexo, composto por 14 parques, terá capacidade instalada total de 357,9 MW, energia suficiente para abastecer 1,14 milhão de residências, considerando o consumo médio da região Nordeste. Esses projetos serão tocados pelo Grupo Casa dos Ventos, do cearene Lauro Fiúza.

O projeto, vencedor do 18º leilão de Energia Nova, 6º leilão de Energia de Reserva e do 20º leilão de Energia Nova Projeto, contribuirá para a diversificação da matriz elétrica e para preservar reservatórios de usinas hidrelétricas, dada a complementariedade entre a fonte eólica e a hídrica. Os investimentos em energia alternativa são uma das prioridades do BNDES.

Em termos sociais, os investimentos terão impactos positivos sobre a geração de empregos diretos e indiretos, de até 2,4 mil trabalhadores durante a construção e com a contratação de empresas locais para prestação de serviços gerais, gerando aumento de renda dos negócios locais e demanda por contratação de mão de obra adicional. Além disso, trará melhorias na infraestrutura da região, especialmente renovação e asfaltamento das rodovias, reforços na rede elétrica de transmissão, investimento nas estruturas de saúde e lazer dos municípios.

O apoio do banco inclui sistema de transmissão associado e contempla subcrédito social, no valor de R$ 5,19 milhões, para investimentos no entorno do projeto, adicionais àqueles exigidos pelos órgãos ambientais. Parte dos recursos será repassada diretamente pelo BNDES e outro montante, de R$ 570,90 milhões, por meio de agentes financeiros, os bancos Santander e Bradesco. O complexo contará com 156 aerogeradores produzidos pela GE e tem entrada em operação prevista para 2017

Está prevista, ainda, a emissão de debêntures de infraestrutura no valor de até R$ 300 milhões, que comporão uma parcela do valor total do investimento do complexo eólico, de R$ 1,743 bilhão.

Casa dos Ventos

O Grupo Casa dos Ventos foi criado em 2007 como um desenvolvedor de parques eólicos. Em 2013, passou a atuar também no ramo de implantação e operação de parques, tendo até o momento implantado quatro parques eólicos de grande porte, com capacidade instalada total de 738,13 MW. Tem escritório em Fortaleza, São Paulo e Salvador.

 

Carteira Nacional de Habilitação mudará visual para evitar falsificações

cnh-nova

A partir do próximo dia 2, os novos documentos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) virão novas cores e mais itens de segurança.

As mudanças são válidas para todo o país e foram determinadas em uma resolução divulgada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em maio último.

Quem tem carteira dentro da validade não precisará trocá-la pela nova antecipadamente. Os procedimentos para obter ou renovar a habilitação também permanecem os mesmos.

TIM, sem fronteiras financeiras?

1479210696_tim_msite

A briga entre a Oi e a Tim acaba de ter mais um capítulo. A primeira deixou de receber R$ 54 milhões da segunda, que deveria pagar por atraso na entrega de infraestrutura. Este valor seria usado para o pagamento de credores e fornecedores.

Como era de se esperar, o imbróglio estremeceu a relação entre as duas operadoras. A Oi interrompeu parcialmente o fornecimento de serviços para a TIM no município de Barreiras (BA).

Mesmo assim, o caixa da Oi continua sem este dinheiro e o impasse deve parar na Justiça.

(Veja Online)

Michel Temer desiste de fazer Reforma Trabalhista por Medida Provisória

temertime

O governo do presidente Michel Temer desistiu de editar uma Medida Provisória para a minirreforma trabalhista anunciada nesta quinta-feira (22). Segundo Temer, somente o Plano de Seguro para Emprego será feito dessa maneira e as demais medidas serão encaminhadas por projeto de lei ao Congresso. “Não há urgência, há o quesito da relevância, mas não o da urgência”, disse Temer em café da manhã com jornalistas no Palácio da Alvorada.

Temas como dar força de lei para acordos coletivos entre patrões e empregados saíram da medida provisória prevista anteriormente e passarão a constar do projeto de lei que será enviado ao Legislativo. A mudança foi decidida na noite de quarta (21) após pressão das centrais sindicais que eram contra a adoção de MP para tratar de alterações nas leis trabalhistas. Os sindicalistas reivindicam mais participação no processo de debate.

Ao lado de Temer, os ministros Henrique Meirelles (Fazenda) e Dyogo Oliveira (Planejamento) participaram do anúncio de medidas como a autorização do saque de contas inativas do FGTS, que pode contemplar 10,2 milhões de trabalhadores, segundo o governo.

De acordo com o presidente, não haverá limite para o saque porque 86% das contas inativas não ultrapassam um salário mínimo, ou seja, R$ 880. Inicialmente a previsão do governo era limitar o saque em saldos até 31 de dezembro de 2015 a R$ 1000.

Além disso, o governo anunciou a redução de mais de 50% dos juros do cartão de crédito no primeiro trimestre do ano que vem, mas não detalhou como isso será feito. Segundo Temer, a medida não é “intervenção”, mas feita de acordo com conversas entre Meirelles, o presidente do Banco Central, e bancos do país.

*Confira o teor da matéria da Folhapressl aqui