Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Construção civil registra aumento de custo de 0,64% em outubro

construcao_civil

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) registrou uma inflação de 0,64% em outubro, acima da taxa de 0,26% de setembro. O dado foi divulgado hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O custo por metro quadrado passou de R$ 1.014,80 em setembro para R$ 1.021,25 em outubro.

O valor da mão de obra aumentou 1,23%, passando a custar R$ 489,76 por metro quadrado. Já o custo dos materiais cresceu 0,1% e chegou a R$ 531,49 em outubro.

O Sinapi acumula taxa de 6,37% em 12 meses, acima dos 5,98% acumulados em 12 meses até setembro.

(Agência Brasil)

Chico Lopes: “Elegendo Trump, os EUA arranjaram um Temer pra chamar de seu”

188 2

CHICO-LOPES-Foto-Plenário_

“Elegendo Donald Trump, os Estados Unidos arranjaram um Temer pra chamar de seu”, disse, nesta quarta-feira, o deputado federal Chico Lopes (PCdoB, ao avaliar a vitória de Trump para presidente desse País. Para Lopes, esse resultado coloca o mundo em tensão e alerta.

Ele, no entanto, não se disse surpreso, apesar dos prognósticos da imprensa favoráveis a Hillary Clinton. “Não bastasse um golpista e conspirador ocupando a presidência do Brasil, agora temos um bilionário inconsequente na presidência dos Estados Unidos. Esse resultado pode ter surpreendido algumas pessoas, mas nós sempre alertamos que o machismo nos Estados Unidos é algo muito forte. Infelizmente, o pior aconteceu”.

A vitória de Trump, segundo Lopes, apesar de todas as polêmicas, frases infelizes e demonstrações explícitas de preconceito, xenofobia, discriminação, intolerância e prepotência, registradas ao longo de uma campanha de baixíssimo nível, espelha “a realidade de pensamento de grande parte da população norte-americana e o fortalecimento do conservadorismo em nível internacional”.

Temer: Relações com os EUA não mudam com eleição de Trump

temer-miuchel

O presidente Michel Temer comentou hoje (9) em sua conta no Twitter a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais norte-americanas. Na avaliação dele, os dois países devem manter a institucionalidade das relações e, portanto, não devem ocorrer mudanças significativas entre as duas nações.

“Eu tenho dito que a relação do Brasil com os EUA e os demais países é institucional, ou seja, de Estado para Estado”, disse Temer em um primeiro post.

“Tenho certeza que não muda nada na relação Brasil e EUA”, acrescentou. Segundo ele, como presidente Trump deverá “ levar em conta as aspirações de todo o povo americano”, quando assumir o cargo.

O empresário Donald Trump foi eleito hoje (9) presidente dos Estados Unidos obtendo, nesta madrugada, 276 votos de delegados do colégio eleitoral. Ele disputou as eleições contra a candidata do Partido Democrata, Hillary Clinton. Trump assegurou maioria em estados decisivos como a Flórida, Carolina do Norte, Ohio e a Pensilvânia. A posse será no dia 20 de janeiro próximo.

(Agência Brasil)

PSDB divulga nota afirmando que Ciro é costumeiro em desequilíbrio e morre pela própria boca

172 22

Sobre a crítica do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) classificando os senadores Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB) de “picareta-mor”, por bancarem uma “indústria de picaretas” que fabrica mentiras contra os Ferreira Gomes, o PSDB reagiu. O partido manda a seguinte nota:

NOTA DE DESAGRAVO AO SENADOR TASSO JEREISSATI

O Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB, por sua Executiva no Estado do Ceará, vem a público manifestar sua indignação com os ataques e ofensas proferidas pelo Sr. Ciro Gomes contra o Senador Tasso Jereissati em recente entrevista concedida a órgão de imprensa na cidade de Sobral.

Todo o povo cearense conhece e reconhece Tasso Jereissati como um dos políticos mais honrados deste país, com uma vida dedicada ao desenvolvimento do Ceará e à defesa dos interesses maiores de sua população.

Na qualidade de fundador e um dos maiores líderes do PSDB, com vasto currículo de serviços prestados ao Ceará e ao Brasil, a figura de Tasso se confunde com a própria história do partido, razão pela qual não poderíamos deixar de repudiar veementemente, mais essa atitude destemperada daquele senhor, que à míngua de fatos e argumentos apela, mais uma vez, à ofensa e aos ataques pessoais.

Solidarizamo-nos pois com o Senador Tasso Jereissati, certos de que o povo do Ceará sabe distinguir entre a verdade de uma vida plena de realizações em prol do Estado e o costumeiro desequilíbrio de quem morre pela própria boca.

PSDB – PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA –
EXECUTIVA ESTADUAL.

Ciro chama Eunício e Tasso de picaretas-mor por bancarem “indústria de picaretas” que fabrica mentiras

170 8

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=zRfOuRty0QI[/embedyt]

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) rebateu a tese de que o grupo dos Ferreira Gomes, vitorioso na recente eleições do Ceará, já estaria montando chapa para 2018. Sem papas na língua, ele disse que essa história é mais uma fabricada por uma “indústria de picaretas” pagos por picaretas-mor como o senador Eunício Oliveira (PMDB) e “infelizmente” até Tasso Jereissati (PSDB), que cria onda de mentiras.

Ciro, que deu entrevista em Sobral para o Blog Sobral de Prima, não quis se alongar muito na questão, preferindo agradecer a população pelo apoio dado ao seu grupo nas últimas eleições.

Ele também falou sobre a sucessão na Assembleia Legislativa, onde dois nomes se apresentam como candidato a presidente da Casa: Zezinho Albuquerque (PDT), atual dirigente, e o primeiro-secretário Sérgio Aguiar.

O ex-ministro apregoou que a base deve procurar o consenso por meio do diálogo para não prejudicar a unidade do grupo, tendo à frente o governador Camilo Santana (PT).

Caravana de prefeitos eleitos e reeleitos do Ceará participa de evento municipalista em Brasília

naumii

O Aeroporto Internacional Pinto Martins registrou, nas últimas horas, uma verdadeira romaria de prefeitos cearenses eleitos e reeleitos na rota de Brasília. Eles vão participar, a partir desta quarta-feira, de um seminário promovido pela Confederação Nacional dos Municípios que objetiva, prioritariamente, avaliar o cenário da economia e as perspectivas para 2017.

Só nesta madrugada, passaram com destino ao evento mais de 20 chefes de executivos municipais eleitos e reeleitos que, em sua maioria, reclamavam da situação de seca e do caixa financeiro que os aguarda em baixa por conta da queda do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Naumi Amorim , prefeito eleito de Caucaia, disse que a herança que pegará é perversa e que conta com poucas informações sobre o que vai deixar o prefeito Washington Gois.

Elmo Aguiar (PDT), de Cariré, e Moésio Loyola (PDT), de Campos Sales, se queixaram da estiagem e deixavam claro que o governo federal precisaria ajudar o Estado. O ex-prefeito de Caridade, Júnior Tavares, embarcou escoltando sua sobrinha, a prefeita eleita de Caridade, Amanda Lopes, e a sua prima, Maira Lopes, prefeita eleita de Ocara. Também como escolta viajou o ex-deputado estadual Neto Nunes. Levou sua mulher, a deputada estadual Laís Nunes, prefeita eleita de Icó, para o encontro da Confederação Nacional dos Municípios.

O prefeito eleito do Crato, Zé Ailton Brasil, seguiu lamentando ter que encontrar a gestão com um mês de salário em atraso, enquanto Ilário Marques, eleito em Quixadá, e Gerlázio Play, reeleito em Forquilha, comemorava ter sido petistas vitoriosos num cenário onde o partido foi “massacrado pela mídia”, segundo Gerlázio.

varjotta

A prefeita Rosa Cândida (PMDB), de Varjota, acompanhou a prefeita eleita Célia Rodrigues (PMDB) nessa viagem para Brasília. Em meio ao grupo, uma só era a certeza: 2017 será ano de finanças curtas, o que exigirá muita criatividade e jogo do cintura dos futuros gestores.

(Fotos – AL/CE e Paulo MOska)

Jair Bolsonaro parabeniza Trump e avisa: “Em 2018, será o Brasil no mesmo caminho”

1178 34

jair-bolsonaro

O deputado federal Jair Bolsonaro parabenizou, nesta quarta-feira, o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, por sua vitória no pleito americano.

“Vence aquele que lutou contra ‘tudo e todos'”, escreveu o deputado no Twitter.

Bolsonaro aproveitou para mandar um recado sobre a próxima eleição presidencial aqui:

“Em 2018, será o Brasil no mesmo caminho”.

Gabarito do Enem sai nesta quarta-feira

Os mais de 5,8 millhões de estudantes que fizeram as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no último fim de semana (5 e 6) terão acesso hoje (9) ao gabarito do exame. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) não divulgou a que horas disponibilizará o gabarito, mas assegurou que será ainda durante a manhã.

Os gabaritos dos diferentes modelos de exame poderão ser conferidos na internet, na página do Inep. Os resultados individuais serão divulgados apenas no dia 19 de janeiro, quando todos os participantes, inclusive aqueles que tiveram as provas adiadas para os dias 3 e 4 de dezembro, saberão exatamente quanto tiraram em cada uma das provas do Enem.

Teoria da Resposta ao Item

Mesmo com o gabarito em mãos, os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada questão. O valor varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, se a questão tiver grande número de acertos será considerada fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar um item com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por ele. Dessa forma, o candidato só saberá a sua nota nas provas objetivas após a divulgação do resultado final, em janeiro.

As notas da prova podem ser usadas para pleitear vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para pedir bolsas no ensino superior privado pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, os candidatos com mais de 18 anos podem usar o Enem para receber a certificação do ensino médio.

(Agência Brasil)

Câmara aprova MP que flexibiliza a “Voz do Brasil”

A Câmara dos Deputados aprovou, nessa noite de terça-feira (8), por 242 votos a favor, 112 contra e duas abstenções a Medida Provisória (MP) 742/16, que flexibiliza o horário de veiculação nas emissoras de rádio do programa A Voz do Brasil. Pela proposta, as emissoras poderão transmitir o programa entre as 19 horas e as 21 horas do mesmo dia. Os destaques da MP ficaram para ser votados nesta quarta-feira (9).

O texto diz ainda que as emissoras que optarem por flexibilizar o horário de transmissão deverão veicular, obrigatoriamente, às 19 horas inserção informativa sobre o horário de retransmissão do programa. Além da flexibilização, o projeto determina que caberá ao Poder Executivo regulamentar os casos excepcionais de interesse público de flexibilização ou dispensa da transmissão do programa.

A Voz do Brasil foi criada há mais de 80 anos, em 1935. Em 1938 passou a ser transmitido obrigatoriamente entre as 19h e as 20h, exceto aos sábados, domingos e feriados, somente com a divulgação dos atos do Poder Executivo. Atualmente, A Voz do Brasil, além do Executivo, transmite informações do Poder Judiciário, do Senado e da Câmara dos Deputados.

(Agência Brasil)

PEC do Teto vai evitar que o Brasil tenha mesmo destino do Rio de Janeiro, diz ministro

O ministro de Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, disse, nesta terça-feira, que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que cria um teto para os gastos públicos é um “freio de arrumação” no orçamento federal para evitar que o Brasil “vire um Rio de Janeiro”.

“O Brasil está quebrado, os estados. Faz 3 anos consecutivos que cai a receita dos Estados. A política econômica estava um caos. Não é esse governo que está criando essa situação. A 241 [número que a PEC ganhou quando tramitou na Câmara dos Deputados] é um freio de arrumação. Como vamos deixar piorar, vamos ficar como o Rio de Janeiro, todo mundo?”, argumentou Terra. “O Rio de Janeiro gastou muito mais que arrecadou, prometeu muito mais do que pôde cumprir e acabou. O Rio de Janeiro hoje não consegue pagar nem a folha, nem os aposentados. Esse é o destino do Brasil se não tiver a 241. Se alguém tiver uma proposta melhor que apresente”, disse em entrevista à imprensa durante o 6º Simpósio Internacional de Desenvolvimento da Primeira Infância, que ocorre no Recife.

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, anunciou 28 medidas para reduzir os gastos do estado, entre elas aumento da alíquota previdenciária para os servidores ativos, fim do pagamento do aluguel social e municipalização de restaurantes populares.

O ministro negou que as áreas de educação e a saúde vão sofrer cortes de investimentos imediatos caso a proposta seja aprovada, pois o teto não será aplicado no próximo ano e o orçamento atual das duas áreas não alcançam o limite a ser estipulado pela PEC. “Quando ela entrar no teto vai entrar em um patamar muito maior para garantir o mínimo. Eu fui presidente da Frente Parlamentar da Saúde. O governo Dilma cortou em 2015 R$ 20 bilhões da saúde, o maior corte da história para a área. Querer dizer que está havendo cortes agora é um absurdo”.

A PEC 55, que tramita no Senado após ser aprovada em dois turnos na Câmara dos Deputados, cria um teto para os gastos públicos com base na inflação. O limite vai valer por 20 anos caso a proposta seja aprovada. Setores da sociedade criticam a medida ao argumentarem que haverá cortes de investimentos sociais a longo prazo.

Bolsa Família reduzido

Sobre o bloqueio de 469 mil benefícios do Bolsa Família e cancelamento de 667 mil cancelamentos em todo o país após um pente-fino no programa, Osmar Terra disse que o cruzamento de informações que resultou no corte de beneficiários vai se repetir mensalmente e também mencionou redução do programa. “O Bolsa Família é necessário para impedir que as pessoas passem fome no Brasil. Mas ele tem que ser reduzido no seu tamanho. O melhor programa social é gerar emprego e renda”, respondeu.

Questionado como o programa será reduzido, o ministro negou cortes orçamentários. “Não houve corte, o que houve ontem foi que as pessoas que estavam mentindo sobre sua renda no Bolsa Família, comprovadamente – nós criamos a maior base de dados para checar informações -, essas pessoas foram afastadas. Outra parte foi bloqueada para investigação”.

Ele também afirmou que todo o dinheiro economizado com o pente-fino vai ser reinvestido no Bolsa Família, e que o orçamento de 2017 vai crescer em R$ 2 bilhões.

Inclusão produtiva de beneficiários

O ministro de Desenvolvimento Social e Agrário disse também que o projeto de inclusão produtiva, ligado ao Bolsa Família, adapta iniciativas criadas pelo governo antecessor: o setor do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) voltado exclusivamente aos beneficiários; e o microcrédito produtivo orientado.

Os programas vão ser modificados, segundo o ministro, para retirar “defeitos dessas iniciativas”. O microcrédito, por exemplo, deve ter um “fundo de aval” para que a pessoa, mesmo sem atender aos critérios de garantia do pagamento, tenha acesso ao empréstimo. “E nós vamos avalizar, se ela não puder pagar, o governo paga”, anunciou.

Quanto ao Pronatec, Osmar Terra diz que os cursos precisam levar em conta as necessidades de mercado em cada município.

Terra também anunciou a intenção do governo de fazer parceria com grandes empresas de tecnologia da informação, como a Microsoft e a Apple, para criar startups – espécie de embrião de empresa de rápido resultado e alto rendimento, normalmente com a ajuda da tecnologia – para jovens do Bolsa Família. A proposta deve ser implementada em municípios-piloto.

Outra previsão é a criação de uma premiação para prefeitos que adotarem medidas para que beneficiários tenham condições de deixar o Bolsa Família e incentivar o desligamento voluntário do programa. “Vamos premiar prefeitos com maior taxa de emancipação do Bolsa Família, que elas não precisem mais do benefício. Mas vamos garantir que se elas [atuais beneficiários do programa] perderem o emprego, a renda que elas têm, que automaticamente elas voltem para o programa. E vamos também manter o Bolsa Família por um ano para aquelas famílias que assinem carteira. Porque as pessoas têm medo de assinar a carteira para não perder o Bolsa Família”, detalha.

(Agência Brasil)

Ministério da Integração diz que ampliou em 163% pagamentos para o Cinturão das Águas

helder-barbalho

O Ministério da Integração Nacional informa ter ampliado em 163% o repasse financeiro para as obras do Cinturão das Águas do Ceará (CAC), nos últimos cinco meses. O total de pagamentos entre junho e outubro foi de R$ 115,7 milhões ao governo estadual – responsável pela execução do empreendimento. Em igual período no início do ano, entre janeiro e maio, foram liberados R$ 44 milhões.

Estes recursos fazem parte do conjunto de medidas do MIN para atenuar os efeitos da seca e estiagem em Estados do Nordeste que sofrem com a irregularidade das chuvas.

O maior desembolso da pasta para o Cinturão das Águas  ocorreu entre setembro e outubro deste ano, com recursos de R$ 85,7 milhões, garante o ministro Helder Barbalho. O projeto vai permitir que a água da transposição do rio São Francisco chegue até Fortaleza.

O Trecho 1 do CAC será interligado ao projeto por meio das barragens Jati e Porcos, localizadas entre Brejo Santo e Jati (Região do Cariri). Para chegar à capital cearense, a água do Velho Chico será conduzida pelo rio Salgado, que já abastece o principal açude do Estado, o Castanhão. Quando concluída esta etapa – hoje com 27,2% de execução física – mais de um milhão de pessoas serão beneficiadas.

Desemprego entre jovens de até 24 anos cresce, segundo Ipea

O ingresso no mercado de trabalho está mais complicado para os jovens que têm entre 14 e 24 anos, no atual contexto da crise econômica. Para essa faixa etária, o crescimento do desemprego foi mais acentuado na comparação entre o primeiro semestre deste ano e o de 2015. O dado é do 61° Boletim Mercado de Trabalho divulgado hoje (8) pelo Instituto Nacional de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo analisa o mercado de trabalho no primeiro semestre deste ano.

De acordo com o boletim, a taxa de desemprego para quem tem entre 14 e 24 anos passou de 19,3% no primeiro semestre de 2015 para 26,5% no mesmo período de 2016.

O estudo mostra ainda que, em geral, a taxa de desemprego no primeiro semestre de 2016 ficou em 11,1%, 3 pontos percentuais acima do verificado para o primeiro semestre de 2015, quando registrou 8,1%.

Quando o dado é desagregado por regiões, a Nordeste apresentou as maiores taxas de desemprego no primeiro semestre de 2016, chegando a 13%. Na comparação com o mesmo semestre do ano anterior, o maior crescimento foi registrado na Região Sudeste, cuja taxa de desemprego passou de 8,1% para 11,5%, uma variação de 3,4 pontos percentuais.

O boletim do Ipea faz uma análise do mercado de trabalho a partir da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Sindicatos

No lançamento do boletim, o técnico de planejamento e pesquisa do Ipea, André Gambier Campos, apresentou dados sobre os sindicatos no país. Atualmente, o país registra 11 mil sindicatos de trabalhadores, sendo 73% da área urbana e 26% da área rural. Por região, a concentração é maior no Sudeste e no Nordeste.

“O sindicato médio no Brasil, além de ter uma base territorial pequena e uma base social restrita, ele também conta com poucos recursos para se organizar e se mobilizar”, disse Gambier.

(Agência Brasil)

Prefeito cumprirá agenda de contatos ministeriais em Brasília

prefito robertoclaudio

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), encontra-se em Brasília nesta terça-feira. Ele cumprirá agenda de audiências ministeriais e contatos com parlamentares.

Entre vários contatos, está um no Ministério das Cidades onde ele vai tratar de recursos para a construção de mais de 1 mil unidades habitacionais que atenderão aos moradores da Comunidade Alto da Paz.

Essa é a primeira viagem de Roberto Cláudio a Brasília, depois de sua reeleição. Apesar de ser do PDT do pré-candidato a presidente da República, Ciro Gomes, ele não acredita que terá dificuldades na liberação de recursos do governo Michel Temer (PMDB).

(Foto – paulo MOska)

Caixa reduz juros e limite mínimo de financiamento para crédito imobiliário

As pessoas físicas e jurídicas que comprarem imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal vão pagar menos juros. O banco reduziu as taxas dos financiamentos imobiliários e diminuiu a cota mínima de financiamento dos imóveis comprados dentro do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

Em nota, a Caixa informou que a redução dos juros é reflexo da diminuição da taxa Selic (juros básicos da economia), anunciada recentemente pelo Banco Central. De acordo com o banco, o objetivo é contribuir para impulsionar as vendas de imóveis novos de construtoras parceiras e atrair novos clientes para a instituição.

Todos os clientes pessoa física que financiarem imóveis novos ou usados, enquadrados no SBPE, terão redução linear de 0,25 ponto percentual na taxa, independente do relacionamento com o banco, que concentra dois terços do crédito imobiliário do país. Caso o cliente compre imóveis novos ou na planta, com construção financiada pela Caixa e escolham receber o salário pelo banco, a redução será maior, com juros iguais aos oferecidos aos servidores públicos.

Para as pessoas físicas nessa situação, os juros passarão de 11,22% para 9,75% ao ano para imóveis do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), de menor valor, e de 12,5% para 10,75% ao ano para imóveis do Sistema Financeiro Imobiliário, de valor mais alto.

Para os financiamentos imobiliários a empresas, a Caixa reduziu os juros em 1 ponto percentual para todas as faixas de relacionamento. As taxas cairão de 14% para 13% ao ano para micro e pequenas empresas e de 13,5% para 12,5% ao ano para médias e grandes empresas. O banco adotou ainda um sistema de classificação de risco que poderá beneficiar as empresas consideradas como boas pagadoras com redução de até 1,5 ponto percentual.

Além da redução dos juros, a Caixa diminuiu, de R$ 100 mil para R$ 80 mil, o limite mínimo de financiamento no SBPE para pessoas físicas. A medida vale tanto para imóveis novos e usados e independe do valor da unidade habitacional.

Operado com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), o SFH financia imóveis de até R$ 650 mil em todo o país, exceto para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, onde o teto corresponde a R$ 750 mil. O SFI, que cobra juros mais altos, financia imóveis acima desse com recursos da poupança, sem o uso do FGTS.

(Revista IstoÉ)

BNB apoiará projetos esportivos com aporte superior a R$ 1 milhão

3103CD0201

O Banco do Nordeste aportará R$ 1,09 milhão em benefício de iniciativas de incentivo ao esporte ao longo de 2017. Os recursos são provenientes de dedução fiscal e serão aplicados com base na Lei de Incentivo ao Esporte (nº 11.438/06). A informação é do presidente da Instituição, Marcos Holanda.

Os projetos, segundo ele, serão selecionados por comissão técnica do BNB com base em critérios técnicos pré-estabelecidos para enquadramento e análise. A equipe terá por base a lista de projetos aprovados pelo Ministério do Esporte localizados dentro da área de atuação do Banco (Região Nordeste e Norte dos estados do Espírito Santo e Minas Gerais).

Entre os critérios utilizados, estão: caráter social inclusivo, grau de relevância para a localidade, público jovem de baixa renda, otimização da relação custo x benefício do projeto. Após aprovação e homologação das iniciativas selecionadas, será firmado termo de doação com as entidades executoras que serão acompanhadas pelo Ministério do Esporte após a liberação de recursos financeiros.

SERVIÇO

*Para mais informações sobre a Lei de Incentivo ao Esporte: http://www.esporte.gov.br/index.php/institucional/secretaria-executiva/lei-de-incentivo-ao-esporte.

Cerveró diz, em delação premiada, que Lula lhe deu cargo na Petrobras por “gratidão”

cerveroo

Nestor Cerveró,  ex-diretor da Área Internacional da Petrobrás, afirmou em delação premiada que o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva lhe deu um cargo público — de diretor da BR Distribuidora, uma subsidiária da estatal — como “reconhecimento”. O executivo disse que ajudou petistas a quitarem um empréstimo de R$ 12 milhões considerado fraudulento pela operação Lava-Jato.

Essa é a primeira vez que o ex-presidente é envolvido diretamente no caso por um delator. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Em 2004, o fazendeiro José Carlos Bumlai obteve um financiamento do Banco Schaim e diz ter repassado R$ 6 milhões para o empresário Ronan Maria Pinto, que, segundo a Lava-Jato, tinha informações comprometedoras sobre o PT na região. Anos depois, sob o comando de Cerveró, a Petrobras teria ajudado o Grupo Schain a vencer uma licitação para o aluguel de um navio sonda para a estatal. O negócio rendeu à Schain mais de R$ 1 bilhão.

O esquema é apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como uma forma de pagamento por parte do Partido dos Trabalhadores ao empréstimo feito para Bumlai.

Na delação, Cerveró disse que conseguiu continuar na estrutura da Petrobras graças à intermediação desse negócio. Segundo ele, foi o próprio Lula quem decidiu indica-lo para o cargo na BR Distribuidora. Ainda de acordo com o ex-diretor, coube a Lula garantir que o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) tivesse acesso político à estrutura da BR Distribuidora, com a indicação de nomes para ocuparem cargos na empresa.

Em 2004, o fazendeiro José Carlos Bumlai obteve um financiamento do Banco Schaim e diz ter repassado R$ 6 milhões para o empresário Ronan Maria Pinto, que, segundo a Lava-Jato, tinha informações comprometedoras sobre o PT na região.

Anos depois, sob o comando de Cerveró, a Petrobras teria ajudado o Grupo Schain a vencer uma licitação para o aluguel de um navio sonda para a estatal. O negócio rendeu à Schain mais de R$ 1 bilhão.

O esquema é apontado pelo Ministério Público Federal (MPF) como uma forma de pagamento por parte do Partido dos Trabalhadores ao empréstimo feito para Bumlai. Na delação, Cerveró disse que conseguiu continuar na estrutura da Petrobras graças à intermediação desse negócio. Segundo ele, foi o próprio Lula quem decidiu indica-lo para o cargo na BR Distribuidora.

Ainda de acordo com o ex-diretor, coube a Lula garantir que o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) tivesse acesso político à estrutura da BR Distribuidora, com a indicação de nomes para ocuparem cargos na empresa.

Ceará ganha fábrica chinesa de medidores elétricos

Será inaugurada oficialmente, às 9 horas desta quinta-feira (10), a fábrica de medidores elétricos inteligentes Eletra Energy Solutions, instalada no Eusébio (Região Metropolitana de Fortaleza). O ato contará com a presença do governador Camilo Santana (PT). O empreendimento é um dos primeiros resultados do acordo Brasil-China.

O assessor Especial de Assuntos Internacionais do Governo do Ceará, Antonio Balhmann, informa que o investimento representa um marco importante neste acordo e conta com financiamento do China Construction Bank – CCB (ex-BicBanco). A fábrica já está funcionando há aproximadamente dois meses e possui cerca de 700 funcionários.

A Eletra foi construída no Eusébio, no km 16 da BR-116, e pertence à Hexing Electrical Co. Ltda. A empresa está em funcionamento e fabrica medidores de energia elétrica para o mercado interno e já estuda expansão, junto ao Governo do Estado, para a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE-CE). O grupo chinês está investindo R$ 42 milhões na unidade no Ceará e tem projetos de ampliar a sua produção no Estado.

A Eletra fornece os medidores para todas as distribuidoras de energia do País, tendo como clientes o Grupo Endesa (controladora da Coelce e da Ampla, no Rio de Janeiro), a Cemig, a Eletropaulo, a Coelba, entre outras.