Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

Temer lançará o Programa de Revitalização da Indústria Mineral Brasileira

O presidente Michel Temer lançará, na tarde desta terça-feira, em Brasília, o Programa de Revitalização da Indústria Mineral Brasileira. O objetivo é atrair mais investimentos, aumentar a produção mineral no país e ampliar a participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB) de 4% para 6%. De acordo com o governo, essa regulamentação do setor passará por uma desburocratização nos trâmites envolvendo concessão de licenças.

Entre as ações do programa está o envio de uma medida provisória ao Congresso para transformar o atual Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) em uma agência reguladora, que ficará encarregada de cuidar de um estoque de licenças em análise e acelerar processos, além de fiscalizar a atividade.

O programa incluirá a oferta de áreas disponíveis para pesquisa no DNPM e para exploração no Serviço Geológico Brasileiro (CPRM). Estudos do DMP apontam que há dez mil áreas disponíveis.

(Agência Brasil)

Procon Fortaleza investiga preços abusivos em postos de combustíveis

O Procon Fortaleza instaura, nesta terça-feira, investigação contra postos de combustível da capital. Consumidores denunciaram preços abusivos, após aumento nas alíquotas do Programa de Integração Social (Pis) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol. A medida foi anunciada pelo governo federal na última sexta-feira (21). Para o Procon, o preço repassado ao consumidor não pode ser superior ao limite do reajuste anunciado pelo Governo.

Segundo a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, é necessária investigação para apurar se os estabelecimentos estão praticando preços acima do reajuste, o que caracteriza abusividade e vantagem manifestamente excessiva, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC). “Queremos saber se os estabelecimentos estão aproveitando o momento para elevar preços sem justa causa, conforme denúncias que recebemos”, explicou a Diretora.

Cláudia Santos ressalta que o Procon não está analisando o aumento de impostos, decidido pelo governo federal, pois a matéria trata-se de direito tributário, o que não compete aos Procons. No entanto, caso seja identificado aumento de preços para o consumidor acima das novas alíquotas, cabe então o direito do consumidor para coibir abusividades.

Novos valores de combustível com aumento de Pis e Cofins:

Combustível     –        Reajuste Máximo (R$)

Gasolina                       0,41

Diesel                            0,21

Etanol produtor        0,01

Etanol distribuidor  0,19

DETALHE – O Procon orienta que consumidores denunciem preços abusivos pelo aplicativo Procon Fortaleza, no sistema Android: “Procon Fortaleza”; e no sistema iOS: “http://app.vc/procon.fortaleza”; e ainda pela Central de Atendimento ao Consumidor 151.

Núcleo de Língua Inglesa da UFC inscreve para 33 turmas presenciais

Estão abertas, até o próximo dia 2, as inscrições para nova oferta de cursos presenciais do Núcleo de Língua Inglesa (NucLi), do programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), na Universidade Federal do Ceará. Os cursos são gratuitos e abertos à comunidade da UFC (docentes, discentes e técnico-administrativos), informa a assessoria de imprensa da Instituição.

As aulas ocorrerão de 14 de agosto a 7 de outubro próximos. Estão sendo ofertadas 33 turmas presenciais, de 32 horas-aula cada, em Fortaleza, Sobral e Quixadá. As inscrições são feitas exclusivamente pela Internet, no site do IsF. Pode participar quem está ativo no sistema do My English Online (MEO) ou fez o teste TOEFL nos últimos dois anos.

O MEO é um curso de inglês on-line gratuito ofertado a toda comunidade acadêmica brasileira. Para inscrever-se no MEO, acessar: discentes (www.myenglishonline.com.br); docentes e técnico-administrativos (http://meo.capes.gov.br/sys/meo/inscricao/frontend).

Qualquer problema técnico durante a inscrição pode ser reportado à central de atendimento, preferencialmente com um “print screen” da tela do computador, para meccentraldeatendimento@mec.gov.br, com cópia para isf@ufc.br.

A coordenação pedagógica do NucLi está a cargo das professoras Andréia Turolo e Diana Fortier. A coordenação-geral do Inglês sem Fronteiras é de responsabilidade da Profª Vládia Maria Cabral Borges.

SERVIÇO

*Confira a lista dos cursos ofertados: https://goo.gl/NGiodZ.

*Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail isf@ufc.br.

 

FGTS – Saques de contas inativas entra na última semana

O prazo para a retirada dos valores das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) termina na próxima segunda-feira (31). Até agora, já foram pagos mais de R$ 42,8 bilhões, para 25,3 milhões de trabalhadores.

Segundo a Caixa Econômica Federal o montante pago até o dia 19 de julho equivale a 98,33% do total inicialmente disponível para saque (R$ 43,6 bilhões). O número de trabalhadores que sacaram os recursos das contas do FGTS representa 83,73% das 30,2 milhões de pessoas inicialmente beneficiadas pela medida.

Agora, o saque está liberado para todos os trabalhadores que têm direito ao benefício, não importa a data de nascimento. Pode fazer o saque quem teve contrato de trabalho encerrado sem justa causa até 31 de dezembro de 2015.

SERVIÇO

Os trabalhadores podem consultar o saldo a receber na página da Caixa. Outra opção é o Serviço de Atendimento ao Cliente pelo 0800 726 2017.

(Agência Brasil)

Doria tem mais votos do que Aécio em Minas Gerais

Novo levantamento sobre a corrida presidencial de 2018 mostra que o prefeito de São Paulo, João Doria, é o tucano com mais intenções de voto em Minas Gerais. A informação é da Coluna Radar, da Veja Online.

Se a eleição fosse hoje, Doria teria 11,2% dos votos. O mineiro Aécio, alvejado por uma série de denúncias na Lava-Jato, ficaria com 6,7%, enquanto que o também tucano Geraldo Alckmin cravaria 4,4%.

Em Minas, o petista Lula continua na liderança com 19,9%, seguido de perto por Bolsanaro (PSC), que tem 16,2%.

Apesar da seca, Ceará deve colher boa safra de grãos, diz BNB/Etene

O Nordeste produzirá 18,2 milhões de toneladas de grãos, na safra 2016/2017. O resultado representa crescimento de 85% em relação à safra anterior. A estimativa é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Os Estados que apresentarão maior variação positiva segundo a Conab são Sergipe (317,1%) e Ceará (182,1%). Bahia, Maranhão e Piauí continuam sendo os grandes produtores da Região.

Segundo pesquisa do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), que analisa dados da Conab, o aumento deve-se à melhoria climática, sem ocorrência de veranicos nos períodos mais importantes do ciclo das culturas, e à melhoria da produtividade nas culturas mais representativas. O Etene é o órgão de pesquisas do Banco do Nordeste. Essa informação é da assessoria de imprensa do BNB.

O maior crescimento ocorrerá na produção de feijão (111,2%), com previsão de produção de 714,6 mil toneladas. Nessa cultura, a Bahia é o quinto produtor nacional e maior da Região, com produção prevista de 283,8 mil toneladas, aumento de 106% em relação ao ano-safra anterior, quando registrou incremento de área de 15% e de produtividade de 79,6% (de 354 quilos por hectare para 635 quilos por hectare).

SERVIÇO

*O trabalho está disponível para consulta no endereço www.bnb.gov.br/diario-economico-2017 e também aponta incremento na produção de milho (93,1%), soja (89,3%), caroço de algodão (27,7%) e arroz (10%) na Região.

O voto dos indecisos – Uma questão de valores

Pelas contas do Palácio do Planalto, há 80 deputados indecisos sobre como votar no dia 2  próximo— se autorizam ou não o STF investigar Michel Temer por corrupção passiva. Indeciso? Como assim?

A essa altura, há deputados que não sabem como vai votar? Na verdade, a maioria esmagadora é de gente que ainda negocia com o Planalto, segundo informa o colunista Lauro Jardim, do O Globo.

Ou seja, trata-se de uma questão de valores, cargos e emenda.

Ceará terá programa de qualificação voltado para a exportação

A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) vão lançar, na próxima quinta-feira, apartir das 18 horas, o núcleo operacional do Ceará do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX). A cerimônia de lançamento ocorrerá na sede da federação.

O Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX) objetiva preparar as empresas para o comércio internacional, por meio de diagnóstico e acompanhamento na implantação de melhorias e oficinas de capacitação em exportação, informa a assessoria de imprensa da Fiec.

A adequação de processos com foco no aumento da competitividade das empresas é desenvolvida em áreas como estratégia organizacional, determinação do preço de exportação , finanças e custos, plano de negócios internacional, entre outros pontos. O Núcleo do Ceará vai atender até 190 empresas dos setores de alimentos, bebidas, têxtil e confecção até 2018.

Pequenas e médias

“O PEIEX, coordenado pela Apex-Brasil e executado em 16 estados com o apoio de parceiros, atende uma necessidade de qualificar as empresas brasileiras, em especial as pequenas e médias, para que possam melhor enfrentar a concorrência nos mercados externos. O programa inclui atendimento personalizado e prepara as empresas para que possam melhor aproveitar as ações de promoção comercial que a Apex-Brasil realiza regularmente. Entre 2009 e 2016 atendemos mais de 16 mil empresas em todo o país”, afirma a Coordenadora de Competitividade da Agência, Adriana Rodrigues.

Os técnicos que prestam atendimento às empresas são especialistas com formação superior e pós-graduados que assessoram nas fases de diagnóstico, implementação de melhorias e avaliação. A elaboração de cada diagnóstico leva de dois a três meses por empresa, e estas continuam tendo acompanhamento durante a implantação das melhorias, que podem variar desde a indicação de busca por soluções gerenciais internas a ações externas relativas ao acesso a novos mercados e adequação de produto.

Convênio

A Apex-Brasil operacionaliza o PEIEX por intermédio de convênio com instituições de ensino ou de pesquisa, e operacionaliza 39 núcleos que congregam os profissionais especializados, localizados em Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. No biênio 2017/2018, a meta de atendimento nacional é de 3.500 empresas.

Junta Comercial convoca aprovados de nível médio

A Junta Comercial do Ceará (Jucec) divulgou, nesta segunda-feira, no Diário Oficial do Estado, o edital de convocação dos aprovados para o cargo de nível médio do concurso público para provimentos de cargos do quadro pessoal da autarquia. De acordo com edital nº 02/2017, serão chamados 23 candidatos, sendo 20 para o cargo de Técnico em Registro do Comércio e 3 para Assistente Administrativo.

Os candidatos convocados devem comparecer à sede da Junta Comercial (Rua 25 de março, 300, Centro), no prazo de 30 dias úteis, junto à Célula Administrativo-Financeira/Célula de Recursos Humanos, das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 16h30min, com a documentação solicitada no referido edital.

Segue a lista dos candidatos convocados

Nº INSCR. / NOME  / NOTA TOTAL/ NOTA FINAL CLASSIFICAÇÃO/  SITUAÇÃO

*ASSISTENTE ADMINISTRATIVO

4570 Manuela Gonçalves Barroso 48 80,00 1º Aprovado

0006 Francisco Emanuel Vieira de Araújo 48 80,00 2º Aprovado

5167 Francisco Antônio Brito de Barros 48 80,00 3º Aprovado

*TÉCNICO EM REGISTRO DO COMÉRCIO

0274 Ana Rafaella Nogueira Braz 51 85,00 1º Aprovado

1707 Karoline Lima do Nascimento 50 83,33 2º Aprovado

4581 Maria Amanda de Castro Moreira 50 83,33 3º Aprovado

2846 Thays Rabelo da Costa 50 83,33 4º Aprovado

2460 Hévila Nunes Paiva 49 81,66 5º Aprovado

2511 Agnaldo de Sousa Gomes 49 81,66 6º Aprovado

4267 Laura Arcelina Avelino da Silva Teixeira 49 81,66 7º Aprovado

1968 Nuryana Alves Ferreira 49 81,66 8º Aprovado

4745 Kelvis Santiago do Nascimento 48 80,00 9º Aprovado

5477 Victor Hugo Lacerda Lima 48 80,00 10º Aprovado

0508 Ivanise Braga Araújo 47 78,33 11º Aprovado

4087 Maria Welida Oliveira Taveira 47 78,33 12º Aprovado

0583 Paula Andrea Rolim Costa 47 78,33 13º Aprovado

4222 Cláudia Albuquerque da Silva 47 78,33 14º Aprovado

4949 Raphael Vasconcelos Sales 47 78,33 15º Aprovado

2632 Cairo Alencar Ferreira 47 78,33 16º Aprovado

4560 Ana Katia Torres Cavalcante 46 76,66 17º Aprovado

4814 David Fontenele Cesar 46 76,66 18º Aprovado

4432 Cristina Vasconcelos Lopes 46 76,66 19º Aprovado

1912 Lília Taveira Nunes 46 76,66 20º Aprovado

Governo prepara Plano de Demissão Voluntária para servidores federais

O governo federal  prepara um Programa de Demissão Voluntária (PDV) para os servidores públicos federais. Segundo técnicos da área econômica, será oferecido um incentivo de 1,25 salário por ano de serviço. A informação é do jornal O Globo.

A meta, de acordo com o jornal, é obter adesão de cinco mil funcionários e gerar uma economia anual de R$ 1 bilhão, a partir de 2018. O plano deve ser lançado por medida provisória nos próximos dias e chega no momento em que o orçamento está de caixa em baixa.

Último PDV

A última vez em que o governo federal recorreu a esse mecanismo para enxugar o quadro de pessoal foi em 2000 — na gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, há quase 17 anos. As estatais já vêm adotando esse tipo de programa para cortar custos.

O novo plano deve conter também outras medidas para reduzir despesas com pessoal, como por exemplo, licença de servidores sem remuneração.

Operação Zelotes – Justiça acata denúncia contra 11 acusados

A Justiça Federal em Brasília aceitou hoje (24) denúncia apresentada pelos investigadores da Operação Zelotes contra 11 pessoas acusadas de fraudes em julgamentos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) envolvendo o Bank Boston. Com a decisão, proferida pelo juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal, passam à condição de réus servidores públicos, advogados, lobistas e um ex-diretor do banco.

De acordo com a denúncia, o suposto esquema de corrupção envolveu pagamento de propina para cancelar ou reduzir multas aplicadas ao banco. Em um dos casos citados pelos procuradores responsáveis pela investigação, uma atuação tributária avaliada pela Receita Federal em aproximadamente R$ 600 milhões foi reduzida em 70%.

Além de pedir a condenação dos acusados pelos crimes de corrupção, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro e organização criminosa, os procuradores pediram à Justiça o pagamento de indenização de R$ 100 milhões por danos morais coletivos em razão das supostas fraudes.

Deflagrada pela Polícia Federal (PF) em 2015, a Operação Zelotes investiga desvios no Carf, órgão ligado ao Ministério da Fazenda que é a última instância administrativa de recurso contra cobranças tributárias.

(Agência Brasil)

Receita Federal alerta sobre o “golpe do amor”

A Receita Federal divulgou um alerta à população sobre o crescente número de vítimas do chamado “golpe do amor” ou “golpe Don Juan”, em que mulheres são induzidas a  fazer depósitos em troca de bens e benefícios supostamente retidos no aeroporto. A alfândega do órgão em Guarulhos vem recebendo um número crescente de ligações de vítimas do golpe.

Os criminosos, de acordo com a Receita, criam perfis falsos nas redes sociais geralmente se passando por estrangeiros em boas condições financeiras e com empregos prestigiados. Após envolverem emocionalmente a vítima, declaram-se apaixonados e prometem o envio de bens diversos do exterior por via postal ou por meio de um viajante. Posteriormente, pedem que a vítima deposite dinheiro em contas para que possam resgatar bens que supostamente foram retidos pela Receita no aeroporto.

“A Receita Federal em Guarulhos já recebeu relatos de casos em que golpistas fizeram propostas de casamento e anunciaram que mandariam caixas contendo presentes diversos, como óculos, bolsas, celulares, anéis de ouro para o ‘noivado’, documentos pessoais e, em muitos casos, dinheiro em espécie em dólares, libras ou euros. Após o suposto envio dos presentes, a quadrilha exige pagamento da vítima alegando que as mercadorias estariam retidas na alfândega e só seriam liberadas após o pagamento de taxas e outros valores”, advertiu o órgão.

A Receita Federal ressalta que não exige qualquer pagamento em espécie ou por meio de depósito em conta-corrente e que todos os tributos aduaneiros administrados pelo órgão são recolhidos por meio Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf).

(Agência Brasil)

Confiança do empresário do comércio recua 0,9% entre junho e julho

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) recuou 0,9% entre junho e julho deste ano, segundo dados divulgados hoje (24) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Na comparação com julho do ano passado, no entanto, o indicador teve aumento de 16,7%.

Apesar da queda de 0,9%, os empresários do comércio estão mais otimistas em relação ao futuro do que no mês passado. As expectativas cresceram 1,1% entre junho e julho, puxadas por melhores avaliações sobre o futuro da economia (1,3 %) , do setor (1,3 %) e de sua própria empresa (0,8 %) .

Os empresários também estão mais confiantes em relação ao presente (0,2 %), resultado puxado pela melhora da avaliação sobre a situação de suas empresas (1,7 %) . As avaliações sobre a situação atual pioraram em relação à economia (-1,1 %) e ao setor (-0,6 %) .

A queda de 0,9% entre junho e julho (101,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos) foi puxada pelas intenções de investimentos, que recuaram 1,2% no período. Os empresários prevêem contratar menos empregados (-2,1 %) e investir menos na empresa (-0,8 %) , além de terem uma pior avaliação sobre seus estoques (-0,4 %) .

(Agência Brasil)

Dívida Pública sobe 3,22% em junho

O estoque da Dívida Pública Federal cresceu de R$ 3,253 trilhões para R$ 3,357 trilhões em junho, o que corresponde a um aumento de 3,22% em termos nominais. Os dados constam do Relatório Mensal da Dívida Pública divulgado hoje (24), em Brasília,  pelo Tesouro Nacional.

As emissões da Dívida Pública Federal (DPF) brasileira ficaram em R$ 74,1 bilhões em junho, enquanto os resgates somaram R$ 3,84 bilhões. Assim, foram registrados R$ 70,26 bilhões em emissões líquidas.

Foram R$ 72,19 bilhões referentes à emissão líquida da Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) e R$ 1,92 bilhão relacionado ao resgate líquido da Dívida Pública Federal Externa.

O estoque da Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) em circulação no mercado nacional foi ampliado em 3,31%, passando de R$ 3,130 trilhões para R$ 3,233 trilhões.

Já o estoque da Dívida Pública Federal externa (DPFe) acusou aumento de 0,91% sobre o apurado em maio, encerrando junho em R$ 123,99 bilhões (US$ 37,48 bilhões). Deste total, R$ 112,42 bilhões (US$ 33,98 bilhões) são referentes à dívida imobiliária, e R$ 11,57 bilhões (US$ 3,5 bilhões) à dívida contratual.

“No que se refere à dívida externa, o destaque foram os resgates. Não houve emissão, mas resgate de um título em euro, que originalmente foi emitido em lira italiana. Trata-se de menos um título antigo e ineficiente que tínhamos”, explicou o coordenador-geral de Operações da Dívida Pública, Leandro Secunho.

Desvalorização do Real

Segundo o Ministério da Fazenda, a variação se deve principalmente à desvalorização do Real em relação às principais moedas que compõem o estoque da dívida externa. O governo informa que o resultado foi em parte compensado por um resgate líquido de R$ 1,92 bilhão.

A variação do endividamento do Tesouro pode ocorrer por meio da oferta de títulos públicos em leilões, pela internet (Tesouro Direto) ou pela emissão direta. A variação pode ocorrer também pela assinatura de contratos de empréstimo.

Nesse caso, o Tesouro toma empréstimo de uma instituição ou de um banco de fomento, destinado a financiar o desenvolvimento de uma determinada região. Já a redução do endividamento se dá, por exemplo, pelo resgate de títulos.

(Agência Brasil)

Gero Camilo em dose dupla em Fortaleza

O ator cearense Gero Camilo volta aos palcos de Fortaleza. Desta vez para homenagear, às 18 horas de domingo próximo, no Cineteatro São Luiz, a memória do cantor e compositor Belchior. Vai interpretar o álbum “Alucinação” do artista cearense.

E tem mais: antes, a partir das 20 horas de sábado, no Theatro José de Alencar, Gero Camilo, ao lado de Victor Mendes, encenará a premiada peça “Aldeotas”.

SERVIÇO

Mais Informações sobre os espetáculos: (85) 3101 2583 (TJA) e (85) 3252 4138 (Cineteatro São Luiz).

(Foto – Divulgação)

Supremo envia à PGR pedido da defesa de Temer para ter acesso a áudios

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, encaminhou hoje (24) à Procuradoria-Geral da República (PGR) o pedido da defesa do presidente Michel Temer de acesso a sete gravações recuperadas pela Polícia Federal (PF) na perícia feita no áudio da conversa gravada pelo empresário Joesley Batista com o presidente em março, no Palácio do Jaburu.

Na decisão, a ministra entendeu que o pedido dos advogados não tem urgência e deve ser decidido pelo relator do processo, ministro Edson Fachin, após o fim do recesso na Corte, que termina no dia 1º de agosto. Após o parecer da PGR, a questão deve ser analisada por Fachin.

“Esta circunstância demonstra que o pleito agora apresentado quanto ao acesso aos dados não constitui novidade para a defesa, nem para ela poderia ser tida como imprescindível, pelo menos de imediato, de modo a não se poder aguardar sequer o retorno ao trabalho do ministro Edson Fachin, em férias neste mês, e cujo retorno, como antes anotado, se dará antes da data aprazada inicialmente para o compromisso da Câmara dos Deputados quando os dados buscados seriam apresentados”, decidiu a ministra.

Ao Supremo, os advogados alegam que sete gravações não foram juntadas ao inquérito sobre o presidente após o trabalho pericial. Para Antônio Claudio Mariz, representante de Temer, as gravações são necessárias para compor a defesa durante a votação na Câmara dos Deputados, prevista para 2 de agosto, sobre o aval da Casa para o prosseguimento da denúncia contra o presidente no Supremo.

(Agência Brasil)

Por que o sucesso da gestão na área educacional cearense não se espalha por outras áreas?

179 1

Com o título “Gestão, obra interminável”, eis artigo da professora Sofia Lerche Vieira, da Uece e também pesquisadora do CNPq. Ela aborda o sucesso da gestão no plano da educação cearense e diz que o bom seria esse modelo se estender para outras áreas do Estado. Confira:

Em um de seus muitos escritos, Lourenço Filho, grande educador responsável pela reforma de 1922 no Ceará, dizia que “a educação é obra que não termina nunca e não será perfeita porque assim o desejem os governantes”. A reflexão contribui para compreendermos a natureza histórica da gestão. Ao mesmo tempo, permite perceber que, se a contribuição de poucos pode representar um grão de areia, o esforço contínuo de muitos fortalece a caminhada.

Muitos gestores públicos brasileiros, ao insistirem em deixar suas próprias marcas em suas áreas de atuação, esquecem que políticas públicas devem ser de Estado e não de governo. Por isso mesmo, é preciso zelar pela continuidade de boas práticas. O sucesso de algumas iniciativas cearenses, a exemplo da educação, deve ser creditado não apenas a boas ideias, como também a práticas que ao longo de décadas têm contribuído para assegurar a qualidade da gestão. O pacto colaborativo entre Estado e municípios é elemento estratégico da governança que se construiu desde meados dos anos noventa. Outro fator importante, no caso da educação, tem sido a qualificação dos gestores, em seus diversos níveis.

A preocupação com a qualidade da gestão requer vigilância e busca consequente da prestação de serviços de qualidade à população. É oportuno lembrar que o gerenciamento de resultados na educação cearense foi iniciado em 2001 e fortalecido nas administrações subsequentes. A despeito da permanência de muitos problemas e desafios, um legado positivo vem sendo acumulado e merece ser melhor estudado. A compreensão dos princípios orientadores de boas práticas na gestão educacional cearense, por certo, poderia inspirar políticas em outras áreas. Reduzir índices de criminalidade, superlotação de hospitais e tantos outros problemas que afetam o dia a dia das políticas públicas continuam a desafiar a inteligência das ações de governo.

Em um contexto onde é possível colher bons frutos em algumas áreas e não em outras, é necessário manter presente a sábia advertência do velho educador para os diferentes campos de atuação dos governos. A gestão é, sim, “obra que não termina nunca”. Em sendo assim, constância e foco são boas companhias para formuladores e implementadores de políticas. Também a humildade deve ser uma boa conselheira pois, se temos bons exemplos nos quais nos mirar, ainda há uma longa estrada a percorrer até chegarmos a ser campeões.

*Sofia Lerche Vieira

sofialerche@gmail.com

Pesquisadora do CNPq e professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Uece.

Fernando Haddad já percorre o País de olho em 2018

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT-SP), cotado como candidato do PT às eleições presidenciais de 2018, tem agenda cheia de eventos em todo o país. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o ex-prefeito foi ao Rio de Janeiro duas vezes, a Belo Horizonte e a Montes Claros (MG), a Goiânia e a Brasília, ministrando palestras em universidades desde junho. O petista tem pelo menos mais dez viagens marcadas, para cidades do Sul, Sudeste e Nordeste.

O nome do ex-prefeito é visto como uma alternativo ao do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, caso ele seja impedido pela Justiça de disputar as próximas eleições. “O Haddad pode ser uma personalidade importante, se ele se dispuser a percorrer o Brasil”, disse Lula na última quinta-feira (20) ao programa “Na Sala do Zé”, de José Trajano. O ex-presidente falava sobre possíveis nomes do PT para 2018. “Eu já falei ‘companheiro Haddad, é o seguinte: você tem que botar o pé na estrada, falar o que você fez na educação, Haddad’ “, completou.

Discreto, Haddad sempre evita responder se seria candidato caso Lula fosse impedido de participar da eleição. O ex-prefeito reforça o discurso do PT, de que o partido não tem alternativas ao ex-presidente.