Blog do Eliomar

Categorias para Brasil

MP aciona Record e exige R$ 500 mil por apresentador ter chamado cantora de “macaca”

A Procuradoria da República do Distrito Federal entrou com uma ação civil pública contra a Rede Record, exigindo que a emissora desembolse R$ 500 mil para o fundo nacional de combate à discriminação e veicule campanhas educativas sobre o tema. O pleito do MP está relacionado ao episódio em que o apresentador da edição do “Balanço Geral” de Brasília, conhecido como Marcão do Povão, chamou a cantora Ludmilla de “pobre e macaca”.

O bizarro apresentador, que já foi demitido, disse a seguinte barbaridade no ar: ““É uma coisa que não dá para entender. Era pobre, macaca, pobre, mas pobre mesmo”.

Na petição enviada à Justiça Federal, o Ministério Público pleiteia que a emissora produza e veicule por dez dias consecutivos, no mesmo horário do programa, uma mensagem de repúdio a práticas discriminatórias, além do pagamento de meio milhão ao tal fundo.

O entendimento do MP é o de que a Record reconheceu o cometimento do crime em nota oficial à imprensa, na ocasião em que demitiu o tal Marcão e, como responsável pelo que exibe em sua grade, também deve ser penalizada. A ação individual contra a própria Record ou contra o apresentador deve ser de autoria da ofendida, nesse caso, Ludmilla.

(Coluna Radar, da Veja Online)

Dom Cláudio Hummes – Tudo pronto para lançamento de livro sobre metas do Papa Francisco

No livro que lançará nesta terça-feira (4), na Faculdade Católica de Fortaleza  (FCF), em parceria com a Livraria Paulus, o Cardeal Cláudio Hummes expõe as 21 grandes metas do Papa Francisco.

As atividades do Cardeal, que desembarcou nesta noite em Fortaleza, acontecerão nos turnos da manhã, das 7h30min ao meio dia, e à noite, das 18h30min às 21h30min. Fará apresentação da obra – “Grandes Metas do Papa Francisco”, o reitor da faculdade, padre Antonio Almir Magalhães.

A publicação nasceu da admiração do cardeal pelo Papa Francisco e do desejo de homenagear o Santo Padre pelo seu aniversário de oitenta anos de vida.

Perfil

Dom Cláudio Hummes foi arcebispo em Fortaleza de 1996 a 1998. Hoje é arcebispo emérito na Arquidiocese de São Paulo. É amigo do Papa Francisco, apareceu com ele no Balcão de São Pedro quando foi apresentado como novo papa da Igreja. Foi por uma frase do cardeal Hummes, ‘não se esqueça dos pobres’, que o pontífice escolheu o nome de Francisco.

SERVIÇO

*Faculdade Católica de Fortaleza. Rua Tenente Benévolo, 201,Centro.

*Evento aberto ao público em geral.

*Preço do livro – R$ 12,00, vendido na Livraria Paulus em Fortaleza (Rua Floriano Peixoto, 523, Centro)

*Mais informações: (85) 3453.2150 / 3252.4201.

(Foto – V. Souza)

Consumo de energia ficou estável no pais em fevereiro

O consumo de energia elétrica demandado ao Sistema Interligado Nacional (SIN) fechou o mês de fevereiro deste ano com ligeira variação de 0,2%, ficando praticamente estável em relação ao mesmo mês do ano passado. Em comparação ao mês anterior, houve expansão de 1,3%. No resultado acumulado dos dois primeiros meses do ano, a alta foi de 1,5%.

Os dados fazem parte da publicação Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica, divulgada hoje (3) pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), e indicam que em fevereiro foram consumidos por meio das rede distribuidoras 38.593 gigawatts-hora (Gwh).

As quedas verificadas nos setores industrial e comercial foram determinantes para a estabilidade do consumo, depois da alta do mês anterior. No caso da indústria, a queda chegou a 0,9%, enquanto no setor de comércio e serviço houve retração de 0,5%. O consumo das residências fechou positivo em 0,6% e em outras classes (contabilizados o setor rural e a iluminação pública) houve alta de 2,9%.

Ao analisar as causas da estabilidade na demanda de energia elétrica entre os meses de fevereiro de 2016 e 2017, a EPE citou a crise na segurança pública no Espírito Santo – decorrente da greve da Polícia Militar, e o menor número de dias no mês, em 2017, uma vez que 2016 foi um ano bissexto, o que influenciou a queda do consumo no setor industrial.

Ainda segundo a EPE, “a redução do número de dias faturados em diversas distribuidoras afetou o crescimento do consumo, principalmente das classes residencial e de comércio e Serviço”; mas, por outro lado, “as condições relacionadas ao clima, como temperatura e chuva, contribuíram para o crescimento do consumo em alguns estados”.

A EPE ressalta que, “apesar dos sinais positivos em relação à criação de novas vagas de emprego e da melhoria da confiança do consumidor”, o  consumo energético residencial ainda se mostra em um patamar próximo ao registrado em 2014.

Regiões

Do ponto de vista regional, somente duas regiões fecharam fevereiro com crescimento frente ao mesmo mês do ano passado: o Sul, com 2,3%, e o Sudeste, com 0,6%. Na  região Sul o consumo foi puxado pelos desempenho dos setores têxtil, com expansão de 6,9%, automobilístico (6,5%), papel e celulose (2,7%) e metalúrgico (1,8%). Todas as demais regiões apresentaram resultados negativos, com a maior retração registrada no Norte, com queda de 5,3%. No Centro-Oeste houve queda no consumo de 0,9% e no Nordeste, de 0,4%.

(Agência Brasil)

Caminhada cobrará em Fortaleza políticas públicas na área do Autismo

A Casa da Esperança e a Associação Brasileira para Ação por Direitos da Pessoa com Autismo promoverão sexta-feira próxima, a partir das 8 horas, uma caminhada da Praça da Imprensa até a Assembleia Legislativa.

Em seguida, o grupo abrirá, a partir das 10 horas, no auditório do Anexo do Poder Legislativo, o Encontro Estadual sobre Autismo.

Hora de discutir políticas públicas e avaliar como o Ceará vem assumindo seus compromissos nessa área.

Venda de material de construção no varejo registra aumento de 10% em março

As vendas de material de construção no varejo brasileiro aumentaram 10% em março na comparação com fevereiro. No comparativo com março do ano passado, houve aumento de 12%, de acordo com pesquisa mensal da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), que entrevistou 530 lojistas entre 28 e 31 de março. No primeiro trimestre do ano, o setor apresentou crescimento de 4% sobre o mesmo período de 2016.

“Nos últimos 12 meses, o desempenho é negativo de 5%, mas os resultados vem indicando que estamos iniciando uma recuperação, depois de dois anos superdifíceis, o que nos dá a certeza de que estamos no caminho certo para retomar o crescimento”, disse o presidente da Anamaco, Cláudio Conz.

A pesquisa também mostrou que todas as regiões do país tiveram crescimento nas vendas de material de construção. Segundo Conz, o fim do período de matrículas escolares e de pagamento de impostos permitiu que as pessoas pudessem voltar a pensar em reformas na casa.

Cartão Reforma

“Além disso, a previsão é que em abril saia o primeiro edital do Cartão Reforma, de R$ 100 milhões, iniciando em maio a distribuição na primeira cidade, que será Caruaru, Pernambuco. Depois disso, será um edital por mês, até atingir o teto de R$ 1 bilhão em 2017. Isso deve ter um impacto muito positivo no nosso setor e a nossa previsão é de fechar o ano com crescimento de 5% sobre o ano passado, recuperando as perdas de 2016.”

Segundo a pesquisa, mesmo com os números de março, o otimismo do setor em relação ao governo caiu, passando de 54% para 45%. O levantamento indica que 37% dos entrevistados pretendem investir em 2017. Já a intenção de contratar novos funcionários no mês de maio diminuiu de 16% para 13%.

Os lojistas acreditam também que o setor pode ter queda no mês de abril. “Março foi um mês com muito mais dias úteis do que fevereiro, e como fevereiro sempre é um mês muito ruim, a probabilidade é de termos um desempenho mais discreto no mês que se inicia”, disse Conz.

(Agência Brasil.)

Cadê o leilão de concessão do Terminal Marítimo do Mucuripe?

364 1

Continua engavetada na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), em Brasília, a proposta de leilão de concessão do Terminal Marítimo do Porto do Mucuripe.

Na prática, o equipamento só está servindo mesmo para big casamentos e até shows de forró. Para uma cidade como Fortaleza, com vocação turística, isso soa a descaso.

 

Balança comercial fecha com superavit em março

A balança comercial brasileira teve superávit de US$ 7,145 bilhões em março. Trata-se do melhor resultado para o mês desde o início da série histórica do governo, em 1989. O saldo positivo supera o recorde de março de 2016, quando a balança ficou positiva em US$ 4,431 bilhões. Os dados foram divulgados hoje (3) pelo Ministério do Desenvolvimento, Comércio Exterior e Serviços. No primeiro trimestre deste ano, a balança acumula superávit de US$ 14,424 bilhões.

A balança comercial tem superávit quando as exportações – que são vendas do Brasil para parceiros de negócios no exterior – superam as importações – que são as compras do país também no exterior.

Em março, as exportações brasileiras ficaram em US$ 20, 085 bilhões, superando os US$ 12,940 bilhões em importações. As exportações cresceram 20,1% em relação a março de 2016, segundo o critério da média diária, que leva em conta o valor negociado por dia útil. Ante fevereiro deste ano, a alta foi de 1,6%.

As importações, por sua vez, cresceram 7,1% na comparação com março do ano passado e recuaram 7,2% em relação a fevereiro deste ano, também segundo o critério da média diária.

Destaques

Do lado das exportações, os destaques em março foram as vendas de minério de ferro (alta de 186,7% na comparação com março de 2016), hidrocarbonetos (170,9%), óleos combustíveis (161,7%), petróleo bruto (145,9%), borracha sintética (111,9%), semimanufaturados de ferro e aço (109,3%), tubos flexíveis de ferro e aço (94,6%), veículos de carga (67,1%), açúcar refinado (51,5%), automóveis de passageiros (47%), carne suína (33,4%) e soja em grão (15,6%).

Nas importações, cresceu a compra de combustíveis e lubrificantes (14,4%), bens intermediários (10,6%) e bens de consumo (1%). Por outro lado, houve queda na aquisição de bens de capital (10,5%).

(Agência Brasil)

Censo Agropecuário 2017 começa no dia 1º de outubro, anuncia IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou hoje (3) que o Censo Agropecuário 2017 terá início em 1º de outubro. Ao longo de cinco meses, os recenseadores vão visitar 5,3 milhões de estabelecimentos agropecuários em todo o país, levantando informações sobre produção, características dos trabalhadores do setor, o emprego de irrigação, o uso de agrotóxicos, entre outros temas. O papel da agricultura familiar na produção agropecuária também será pesquisado. Os resultados do Censo devem começar a ser divulgados em meados de 2018.

O orçamento total do censo será R$ 770 milhões em 2017 e 2018. Para este ano, os recursos serão de aproximadamente R$ 500 milhões. Serão contratados cerca de 26 mil trabalhadores temporários em mais de 4 mil municípios para a coleta dos dados que vai durar cinco meses.

Segundo o IBGE, a redução do orçamento para o Censo Agropecuário tornou necessária a simplificação do questionário inicialmente elaborado com a diminuição do tempo médio de entrevista de 90 para 40 minutos. O objetivo foi dar agilidade à coleta de dados, permitindo que, em média, três estabelecimentos agropecuários sejam visitados pelos recenseadores por dia.

Em abril, começam as inscrições dos dois processos simplificados para os temporários que atuarão no censo. Serão abertas 26.010 vagas, das quais 171 para profissionais de nível superior em 18 diferentes áreas de conhecimento. As vagas restantes serão para nível médio. Os editais dos dois processos seletivos estão previstos para serem publicados nos dias 10 e 24 deste mês.

(Agência Brasil)

Poeta Braúlio Bessa lançará em Fortaleza seu primeiro livro

Poeta, palestrante, declamador, o escritor Bráulio Bessa (31) lançará seu primeiro livro – “Poesia com Rapadura”, na próxima semana: no dia 10, no Espaço Manhattan; e dia 11, na Livraria Leitura, ambos no Shopping Rio Mar Fortaleza. Inspirado na poesia de Patativa do Assaré, Bráulio traz nesse primeiro livro pensamentos em forma de poesias que o tornaram reconhecido nacionalmente.

Com prefácio do conterrâneo poeta, escritor e historiador Nicodemos Napoleão e orelha da jornalista Fátima Bernardes, “Poesia com Rapadura” (Editora CENE, 152 págs, R$ 39,90), vai levar o leitor para um dos sentimentos mais preciosos do autor, a sua cumplicidade com a poesia nordestina, falando dos dramas dos dias atuais, como a violência e o preconceito, até temas caros ao cancioneiro sertanejo, como a fé e o amor.

O título do livro é o mesmo do quadro onde o poeta apresenta seus textos no programa matinal da TV Globo Encontro com Fátima Bernardes, atualmente um dos maiores sucessos de audiência da emissora, onde além de declamar cordéis e poesias, também participa de bate-papo com os convidados, artistas, personalidades, anônimos, sempre dando uma visão bem-humorada, artística e nordestina dos acontecimentos e temas.

(Foto – Divulgação)

FIC inaugura unidade de Iguatu

O município de Iguatu (Região Cento-Sul) conta agora com uma unidade das Faculdades Integradas do Ceará (FIC). A sede funciona em frente ao Parque de Exposições do Rotary, onde antes existia a Escola de Saúde Pública. O objetivo é atender principalmente a demanda de cursos de pós-graduação na região.

A FIC vai ofertar 30 vagas para cada opção dos sete cursos já definidos, sendo eles: Direito Previdenciário, Urgência e Emergência – UTI, Saúde Coletiva – PSF, Saúde Mental, Ciências Ambientais, Educação Física Escolar e Recursos Humanos. Ainda ofertará 100 vagas para graduação em Pedagogia.

Já para o Nível Técnico, a faculdade disponibilizará 30 vagas por curso. Em oferta, Análises Clínicas, Enfermagem, Farmácia, Radiologia, Saúde Bucal, Segurança no Trabalho e Veterinária.

Autarquia deve pagar indenização a trabalhador transexual que sofreu assédio moral

Uma transexual que não foi autorizada a usar o nome social nem a usar o banheiro feminino da autarquia federal em que trabalhava será indenizada em R$ 30 mil, por assédio moral. Ela conta que era repreendida pelo empregador quando não utilizava o seu nome civil no ambiente de trabalho e que um gerente chegou a se recusar a participar de reunião só porque ela estava presente.

Na ação trabalhista, a funcionária narrou que já havia ajuizado ação de retificação de registro civil a fim de alterar seu prenome e sexo para adequar seu registro à sua identidade de gênero. A informação é do site do Tribunal Superior do Trabalho.

Em sua defesa, a autarquia argumentou que a Administração Pública admitiu em seus quadros funcionais um profissional e não pessoa natural “com codinome”. Lembrou, ainda, que o contrato individual de trabalho, ao qual assentiu expressamente e em todos os termos o empregado público, foi redigido, entabulado e assinado por um homem.

Com relação ao banheiro, argumentou que o uso do espaço feminino gerou reclamações de outras trabalhadoras e que, para solucionar o impasse, resolveu criar um terceiro, unissex.

Em seu voto, a relatora do processo na 6ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, ministra Maria de Assis Calsing, disse que a culpa do empregador está na ausência de orientação efetiva aos empregados em relação à presença de uma transexual no ambiente de trabalho e ao tratamento dispensado a ela.

Para a ministra, a criação de um banheiro unissex contribuiu ainda mais para a discriminação direcionada à funcionária. “Dessa forma, não há como afastar a caracterização do dano moral, que independe da prova da efetiva lesão à honra, à moral ou à imagem da trabalhadora”, afirmou. A decisão foi por unanimidade, mas ainda cabe recurso da decisão.

Roberto Jefferson desiste de postular mandato em 2018

Roberto Jefferson, o grande delator do Mensalão, vinha proferindo aos quatro ventos um “eu vou voltar” para anunciar sua intenção de concorrer a uma cadeira de deputado federal em 2018. O plano previa, inclusive, a transferência do domicílio eleitoral do Rio para São Paulo. Pois os planos mudaram. Jefferson desistiu de sair candidato.

Ele argumenta que o mandato inviabilizaria sua agenda como presidente do PTB. “Se tiver que passar três dias da semana em Brasília, não consigo me dedicar ao partido como gostaria. Por isso, optei por permanecer no comando do PTB e continuar rodando o Brasil”.

Mas um dirigente partidário sobrevive por quanto tempo no posto, sem demonstrar nas urnas que ainda mantém musculatura eleitoral? “Eu tenho muito voto, todo mundo me conhece. Não preciso de mandato para seguir à frente do PTB”. Dentro da legenda, no entanto, há controvérsias.

(Veja Online)

Decreto reserva 60% de cargos comissionados para servidores

O Governo Federal publicou, hoje (3), no Diário Oficial da União, decreto que estabelece percentuais mínimos para a ocupação de cargos em comissão do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores (DAS) 5 e 6, por servidores efetivos. A partir de agora, fica estabelecido que pelo menos 60% dos mais altos cargos comissionados do Governo Federal devem ser ocupados por servidores que ingressaram na carreira por meio de concurso público, informou o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Além de instituir o percentual mínimo de ocupação de cargos estratégicos, o decreto modifica limites de ocupação de cargos DAS de 1 a 4. Nesses casos, metade da força de trabalho será de servidores efetivos (50%) – antes, era de 75% para DAS 1, 2, 3 e 50% para DAS 4. “Mesmo com a flexibilização do percentual dos níveis de DAS 1 a 3, é importante frisar que houve uma redução de mil cargos comissionados entre os que podem ser ocupados por profissionais sem vínculo com a Administração”, explicou o secretário de Gestão, Gleisson Rubin, em nota do ministério.

De acordo com o ministério, o decreto complementa um conjunto de medidas da reforma administrativa, que tem como objetivo racionalizar a atual estrutura de pessoal e ampliar a capacidade técnica do Estado. Segundo o ministério, duas medidas já foram adotadas anteriormente: a extinção de mais de 4 mil cargos e funções de confiança; e a conversão de cerca de 10 mil DAS em Funções Comissionadas do Poder Executivo (FCPE), que passaram a ser ocupadas exclusivamente por servidor.

(Agência Brasil)

Hospital de Messejana treina profissionais do Ceará e de outros estados

Nem tudo é crise na área da saúde estadual. O Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM) treinará, até esta terça-feira, médicos cardiologistas de vários estados brasileiros. Isso, dentro do I Treinamento Avançado de Intervenção Coronária Complexa aberto, nesta manhã de segunda-feira, no auditório do hospital. O curso terá como foco o tratamento de doença coronariana através de cateter.

Serão discutidos durante o curso temas como: ultrassonagrafia intracoronária, aterectomia rotacional no tratamento de lesões calcificadas e manejo do tratamento com cateter da oclusão coronariana crônica – procedimento realizado em poucos hospitais do país.

O cardiologista intervencionista da Hemodinâmica do Hospital de Messejana, Breno Falcão, explica que o treinamento tem a participação de médicos de outros estados brasileiros para que eles possam interagir e aplicar essas técnicas nos demais hospitais do país.

Referência

O Hospital de Messejana é referência nacional na realização de angioplastia coronariana primária e implante de stents no infarto agudo do miocárdio. Por mês, são realizadas cerca de 120 angioplastias.

Aeroporto, Ufanismo e Utopias

269 2

Com o título “Aeroporto, Ufanismo e Utopias”, eis artigo do ex-secretário do Turismo do Ceará, Allan Aguiar, que analisa a conquista, via leilão, do Aeroporto Internacional Pinto Martins pela alemã Fraport.

De fato, no campo da economia, nos sobrou muito pouco da esperança de assistir nosso Ceará sair do voo rasante e/ou navegar em águas mais profundas. O comportamento ufanista e ansioso de alguns com a privatização do Pinto Martins, tentando capitalizar méritos e chamar a atenção para esse “feito relevante” vem produzindo muita curiosidade junto aos alemães da própria FRAPORT, a administradora aeroportuária alemã vencedora do certame.

No deserto de realizações no campo econômico, estamos depositando sobre os ombros da FRAPORT nossas esperanças de um Ceará próspero, esquecendo que as únicas semelhanças entre Fortaleza e Frankfurt são as letras F, R, A e T. Nada mais. Muitos esperam que o rabo venha a balançar o cachorro.

Há 70 anos o Aeroporto de Frankfurt foi destruído pelos bombardeios americanos na segunda guerra mundial, quando o nosso Pinto Martins (Base Aérea) era construído pelos próprios americanos. De lá para cá os alemães converteram Frankfurt na segunda maior zona metropolitana do País, maior centro financeiro da Europa e uma cidade com pleno emprego, padrão de vida elevadíssimo, educação de excelência mundial e com as melhores infraestruturas urbanas, dentre as quais o intermodal de transportes que tem em Frankfurt o segundo maior HUB aéreo e ferroviário da Europa, muito alavancado com a criação da União Europeia que tem em Frankfurt seu centro geográfico.

Nós, brasileiros do Ceará, o que fizemos por Fortaleza nesses mesmos 70 anos? Sequer conseguimos terminar um modesto VLT, uma linha de Metrô, um Aquário maluco e muito menos educar nosso povo, que se notabiliza pelo aculturamento e violência. Nosso feito relevante é não estar com salários do funcionalismo atrasado.

Poucos sabem que o hoje novo, e já velho, Pinto Martins foi construído com dinheiro dos cearenses e transferido para a INFRAERO/Governo Federal que nunca pagou por ele e também que coube ao atual Governo Federal modificar o edital de licitação deixado pelo Governo “impichado”, que exigia participação societária expressiva, mesmo sendo minoritária, da INFRAERO/Governo nos Consórcios que disputariam os equipamentos. Óbvio, os leilões seriam desertos.

Agora é tentar evitar o quase inevitável para Governos, que é não ficar a reboque e nem atrapalhar os movimentos dos alemães que terão que viabilizar seu novo negócio que passa, principalmente, por pesados investimentos em reformas, novo terminal e ampliação de pista em uma área urbana que engoliu o aeroporto e oferece poucas alternativas para, pelo menos, uma pista de HUB aéreo internacional para aviões de grande porte. Hoje é impossível um A340, B787, B777 e muito menos um A380 decolarem full de passageiros, cargas e combustível para voar todos os seus alcances. Mas considerando que eles são Alemães, ricos e disciplinados é plausível admitir que os enormes desafios de viabilizar o aeroporto no atual sítio do Cocorote serão alcançados.

Caso o HUB de alguma Cia. Aérea se materialize, é aguardar se conseguiremos, ou não, induzir os passageiros em conexão a saírem do aeroporto, circular e gastar dinheiro em Fortaleza, exercitando a conduta chamada pelos turismólogos de Break Visit.

Oremos, e trabalhemos!

*Allan Aguiar,

Ex-secretário do Turismo do Ceará.

Redução de juros para consignado em benefício previdenciário entra em vigor

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou hoje (3), no Diário Oficial da União, portaria que altera o teto das taxas de juros para operações de empréstimo consignado e cartão de crédito em benefício previdenciário.

No caso de empréstimos, a taxa não poderá ser superior a 2,14% ao mês e para cartão de crédito, o limite é 3,06% ao mês.

Na última quinta-feira (30), o governo anunciou a redução dos juros cobrados em empréstimos consignados para servidores públicos federais, aposentados e pensionistas. Desde que foi criado, em 2008, esta é a primeira vez que o teto desse tipo de taxa de juros é reduzido para servidores públicos da União.

Camilo Santana prestigiará posse de Cid Marconi no TRF-5ª Região

O governador Camilo Santana (PT) vai puxar a lista de autoridades cearenses que, nesta segunda-feira, no Recife (PE), assistirá ao ato de posse da nova cúpula do Tribunal Regional Federal – 5ª Região. O ato está marcado par as 17 horas.

Na ocasião, será empossado na vice do TRF-5 o desembargador federal cearense Cid Marconi. O novo presidente é o desembargador federal Manuel Einhardt, enquanto assumirá como corregedor regional o desembargador federal Paulo Machado Cordeiro.

O ato promete ser dos mais concorridos. Além de autoridades cearenses, deverão comparecer advogados, magistrados e um grupo de empresários cearenses.

Chapa Dilma-Temer – PSDB sinaliza ao TSE recuo em suas alegações

A letra fria do processo do pedido de cassação da chapa Dilma/Temer entrega que o PSDB desistiu de assumir a presidência da República. Os tucanos são os autores da ação.

Na peça inicial, os advogados do partido pleiteavam a deposição da presidente eleita, Dilma Rousseff, e de seu vice, Michel Temer. Pediam ainda que o segundo colocado na eleição, Aécio Neves, assumisse o Palácio do Planalto.

Um dia após o outro, veio o impeachment. O Brasil afundou numa crise sem precedentes, o PSDB mergulhou no governo Temer e Aécio protagoniza capítulos constrangedores da delação da Odebrecht.

Talvez por isso, os tucanos tenham mudado de ideia e, nas alegações finais do processo em tramitação no TSE, sustentado que não há indícios de “nenhum envolvimento” de Temer.

(Veja Online)

PIB em queda de 0,3% em janeiro

O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, recuou 0,3% em janeiro na comparação com o mesmo período do ano passado. A informação foi publicada hoje (3) pelo Monitor do PIB, da Fundação Getulio Vargas (FGV). Apesar da queda, esse foi o resultado menos negativo dos últimos 22 meses, de acordo com a FGV.

A queda foi de 0,06% na comparação com dezembro. No trimestre encerrado em janeiro, houve quedas de 0,22% na comparação com o trimestre encerrado em outubro de 2016 e de 1,1% em relação ao trimestre que terminou em janeiro de 2016.

Na comparação com o trimestre encerrado em janeiro de 2016, os principais destaques positivos foram os setores de extrativa mineral (7,5%) e eletricidade (5,7%). Contribuíram para a queda de 1,1% do PIB os setores da construção (-6,5%) e transportes (-5,1%).

Pelo lado da demanda, o consumo das famílias caiu 2,6% no trimestre que acabou em janeiro deste ano, na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. Já a formação bruta de capital fixo (investimentos) teve queda de 3,9% no período.

(Agência Brasil)

Petrobras responde a 47 ações judiciais no Brasil por causa da Lava Jato

Pouco mais de três anos após a deflagração da Lava Jato, a Petrobras responde a 47 ações judiciais no Brasil decorrentes da operação. Os processos foram movidos por cidadãos e empresas.

Até agora, a companhia perdeu em apenas um caso, em Alagoas, e está recorrendo da decisão. A ação corre sob segredo de Justiça e, por isso, não é possível saber a causa do processo.

A Petrobras conseguiu decisões favoráveis em 22 casos –alguns deles também estão em fase de apelação por parte dos autores. Outras 24 ações estão em tramitação, aguardando posicionamento de juízes.

(Portal Uol)